Você está na página 1de 5

1

PESQUISA

FACAS
GRÁFICAS
FATEA – Faculdades Integradas Teresa D’Avila
Desenvolvimento de embalagens

Marcus Vinícius
1

Eduardo Cruz

Reinaldo César

3º DI

FACAS GRÁFICAS

O que são?

Uma faca de corte e vinco é basicamente uma ferramenta,


constituída de aço, madeira e borracha, utilizada para cortar, vincar,
riscar e perfurar materiais impressos, especialmente embalagens, em
diferentes formatos. A grosso modo, uma chapa de madeira é cortada
respeitando exatamente o desenho do produto e nesses sulcos são
inseridas as lâminas de aço. Ao redor das lâminas são colados
pedaços de borracha, que evitarão que o papel fique aderido às
lâminas no momento em que a faca “bater” no papel para fazer o
corte.
A faca de corte e vinco é utilizada em máquinas de corte e vinco, que
hoje, além do corte e do vinco propriamente ditos, podem fazer a
separação das aparas e o destaque da embalagem. Algumas gráficas
ainda produzem internamente suas facas, mas a maioria terceiriza
essa tarefa.

Como são criadas

Para demonstrar o processo, acompanhamos, etapa por etapa, a


produção de uma faca gráfica.
1. A produção começa com a chegada dos dados do produto: medidas
da embalagem, espessura e tipo do substrato e a finalidade da
embalagem. Essas informações são passadas para o computador,
que, através de um programa específico, faz o desenho da faca.

2. O desenho vai para o plotter, que


desenha e recorta o mockup que é en-
viado ao cliente para aprovação.

3. Aprovado o protótipo, a gráfica


informa em que máquina fará a
impressão da embalagem e o formato
do papel, para que a gráfica
determine a quantidade de “bocas”
que a chapa de corte e vinco terá.

4. É feita a imposição das embalagens que caberão no formato


especificado e o faqueiro fornece para a gráfica o desenho da faca
para que seja feito o fotolito ou a gravação direta das chapas de
impressão. A empresa fornece ainda o desenho da faca em poliéster
para que o impressor faça a conferência durante a produção.

5. Tudo conferido, o corte da madeira no


sistema laser é autorizado.
6. Em paralelo, outro plotter corta o pertinax.

7. Enquanto a madeira é cortada, as lâminas são dobradas e cortadas


em sistemas automáticos, que seguem as instruções do desenho no
computador.

8. Finalizado o corte, as lâminas


são encaixadas manualmente. Se o
cliente solicita, a faca é
emborrachada, quando são
determinados os pontos de “pic”,
por onde ficarão presas as
embalagens para que a folha
impressa, cortada e vincada não
desmonte.

9. O processo pode encerrar-se aqui e as gráficas podem concluir o


trabalho em até quatro horas.

Como eram produzidas as


facas no passado

Antes da automação e do
laser, a produção das facas
era artesanal. A madeira era
desenhada a mão e cortada
com serras circulares,
substituídas depois pela serra
tico-tico. Já com as lâminas de
aço, a faca era montada e
amarrada e, na gráfica, encaixada numa rama e colocada numa
impressora Minerva, que fazia o corte-e-vinco.