Você está na página 1de 19
Economia de Empresas (RAD 1610)
Economia de Empresas
(RAD 1610)
Economia de Empresas (RAD 1610) Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

    
Onde estamos?
Onde estamos?

Introdução;

O comportamento segundo economistas;

Mercados, organizações e o papel do conhecimento;

Demanda;

Estrutura de mercado;

Precificação com poder de mercado;

Economia da estratégia:Teoria dos Jogos;

Contratos e os incentivos à conflitos;

Arquitetura organizacional;

os incentivos à conflitos;  Arquitetura organizacional;  Direito de decisões: o nível de empowerment; 

Direito de decisões: o nível de empowerment;

Direito de decisões: “empacotando” tarefas nos cargos;

Atraindo e retendo empregados qualificados;

Incentivos por compensações;

Avaliação individual de desempenho;

Avaliação de desempenho divisional;

Integração vertical e terceirização;

Liderança: motivando mudanças nas organizações;

Ambiente econômico da empresa;

Ética e arquitetura organizacional;

Arquitetura organizacional e o processo de inovação competitiva.

Bibliografia da disciplina • BRICKLEY J. A. SMITH C. W. e ZIMMERMAN J. L. ,
Bibliografia da disciplina
Bibliografia da disciplina

BRICKLEY J. A. SMITH C. W. e ZIMMERMAN

J. L. , Managerial economics and organizational

architecture. IRWIN. EUA, 2004;

economics and organizational architecture. IRWIN. EUA, 2004; • PINDYCK, R. S. e RUBINFELD, D. L. -

PINDYCK, R. S. e RUBINFELD, D. L. -

Microeconomia. São Paulo: Makron Books,

2006;

·MILGRON, P. e ROBERTS, J. - Economics,

Organization and Management. USA: Prentice

Hall, 1992.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Bibliografia da aula
Bibliografia da aula
Bibliografia da aula • BRICKLEY J. A. SMITH C. W. e ZIMMERMAN J. L., Managerial economics

BRICKLEY J. A. SMITH C. W. e ZIMMERMAN J. L., Managerial economics and organizational

architecture. IRWIN. EUA, 2004, cap. 1.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Objetivos da aula  Obter uma visão geral da matéria Economia de Empresas;  Entender
Objetivos da aula
Objetivos da aula

Obter uma visão geral da matéria Economia de Empresas;

Entender as tendências da área de Economia de Empresas nas

principais escolas de negócio;

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Termo econômico
Termo econômico
Termo econômico  Payoff = RETORNO ESPERADO Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Payoff

= RETORNO ESPERADO

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira


A perspectiva econômica
A perspectiva econômica

Como os recursos são alocados entre usos diferentes que competem entre si?

na sociedade

na empresa

que competem entre si? ◦ na sociedade ◦ na empresa  Como as pessoas tomam decisões?

Como as pessoas tomam decisões?

Economia de empresas, na essência, proporciona uma teoria para explicações de como as pessoas tomam decisões;

o papel dos incentivos;

conflito de incentivos e comportamento

oportunista.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira


Economia de empresas tradicional
Economia de empresas tradicional

Economia de empresas, tradicionalmente,

tem ajudado a responder:

de empresas, tradicionalmente, tem ajudado a responder:  Quais mercados a empresa irá entrar?  Quão

Quais mercados a empresa irá entrar?

Quão diferenciados serão os produtos da

empresa?

Qual o mix de insumos a empresa deveria usar na sua produção? Quem são os seus concorrentes e como eles responderão às ofertas de sua empresa?

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Economia de empresas tradicional Empresa
Economia de empresas tradicional
Empresa

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Economia de Empresas hoje nos principais centros de pesquisa
Economia de Empresas hoje nos
principais centros de pesquisa
Empresa
Empresa
de Empresas hoje nos principais centros de pesquisa Empresa -Questões tradicionais; - Arquitetura organizacional. Prof.

-Questões

tradicionais;

- Arquitetura

organizacional.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Economia de Empresas

O QUE É ARQUITETURA ORGANIZACIONAL NA ECONOMIA DE EMPRESAS?
O QUE É ARQUITETURA
ORGANIZACIONAL NA
ECONOMIA DE
EMPRESAS?
Economia de Empresas O QUE É ARQUITETURA ORGANIZACIONAL NA ECONOMIA DE EMPRESAS? Prof. Dr. Jorge Henrique

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Economia de Empresas: Arquitetura Organizacional Aspectos críticos da estruturação de uma empresa:  A delegação
Economia de Empresas: Arquitetura Organizacional
Economia de Empresas:
Arquitetura Organizacional

Aspectos críticos da estruturação de

uma empresa:

Aspectos críticos da estruturação de uma empresa:  A delegação do poder de decisões na empresa;

A delegação do poder de decisões na empresa;

Os métodos de recompensas individuais;

A estrutura de sistemas para avaliar o desempenho dos funcionários e das

unidades de negócio.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Arquitetura Organizacional: As três pernas da cadeira
Arquitetura Organizacional:
As três pernas da cadeira

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira



A análise econômica

A teoria econômica é a base para explicar como as pessoas tomam decisões e fazem escolhas. É fundamental que os administradores antecipem possíveis reações de seus clientes, funcionários e fornecedores aos seus incentivos, evitando resultados não- desejáveis.

Caso não faça isso: estes agentes econômicos poderão “jogar” com o

isso: estes agentes econômicos poderão “jogar” com o sistema de incentivos criado pela empresa. Prof. Dr.

sistema de incentivos criado pela

empresa.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira


Sistema de Incentivos numa empresa de software
Sistema de Incentivos numa
empresa de software

Um administrador numa empresa de

software queria achar e resolver bugs de

seus programas mais rapidamente.

achar e resolver bugs de seus programas mais rapidamente.  Resolveu criar um plano de incentivos

Resolveu criar um plano de incentivos

chamado Quality Assurance no qual cada

funcionário ganharia US$20,00 por bug que achasse?

Qual o resultado esperado?

funcionário ganharia US$20,00 por bug que achasse?  Qual o resultado esperado? Prof. Dr. Jorge Henrique

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Sistema de Incentivos numa empresa de software  Como os próprios funcionários que deveriam achar
Sistema de Incentivos numa empresa de software
Sistema de Incentivos numa
empresa de software

Como os próprios funcionários que deveriam achar os bugs os criavam, a

resposta ao plano foi:

achar os bugs os criavam, a resposta ao plano foi: - ELES COMEÇARAM A CRIAR MAIS

- ELES COMEÇARAM A CRIAR MAIS BUGS!!!

- O PLANO FOI CANCELADO DEPOIS DE 1 SEMANA;

- UM DOS FUNCIONÁRIOS GANHOU

US$1.700,00 COM O PROGRAMA

(achou 85 bugs).

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Darwinismo Econômico
Darwinismo Econômico
Darwinismo Econômico  Estudos demonstram que no longo prazo somente as empresas com eficiência nos custos

Estudos demonstram que no longo prazo somente as empresas com eficiência nos custos sobrevivem.

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Darwinismo Econômico e Benchmarking  As empresas, as vezes, se aproximam das chamadas “mutações aleatórias”
Darwinismo Econômico e Benchmarking
Darwinismo Econômico
e Benchmarking

As empresas, as vezes, se aproximam das chamadas “mutações aleatórias”

de Darwin;

das chamadas “mutações aleatórias” de Darwin;  Estudos mostram que muitas empresas adotam mudanças

Estudos mostram que muitas

empresas adotam mudanças sem

entenderem bem as suas

conseqüências

der certo, ótimo!

se

Conseqüência: muito cuidado com

mudanças em setores estáveis

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Economia de Empresas (RAD 1610)
Economia de Empresas
(RAD 1610)
Economia de Empresas (RAD 1610) Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira Próxima aula: Obrigatório Managerial Economics,

Prof. Dr. Jorge Henrique Caldeira

Próxima aula:

Obrigatório Managerial Economics, Brickley, cap. 2.

Complementar

Microeconomia, Pyndick, cap.3.