Você está na página 1de 2
74 CONCRETO ARMADO Eu TE AMO 6.2 NORMAS BRASILEIRAS RELACIONADAS COM 0 CONCRETO ARMADO NB - 1/78 © Projeto e Execugao de Obras de Concreto Armado.(') NB - 2 © Calculo e Execugao de Pontes de Concreto Armado. NB - 4 > Calculo de Execugao de Lajes Mistas NB - 5 © Catgas para o Calculo de Estruturas de Edificagdes NB - 6 © Carga Mével em Pontes Rodovidrias. NB - 7 © Carga Mével em Pontes Ferrovidrias. NB - 16 © Execugdo de Desenhos para Obras de Conereto Simples ou Armado EB- 1 © Especificagao de Cimentos. EB - 3 © Barras e Fios de Ago Destinados 4 Armadura de Concreto Armado. EB - 4 © Agregados para Concreto. MB -2 © Confeccdo e Cura de Corpos de Prova de Conereto Cilindrico ou Prismitico. MB -3 > Ensaio de compressio de Corpos de Prova Cilindricos de Concreto 6.3 ABREVIACOES EM CONCRETO ARMADO A nova Norma Brasileira NB - 1/78 adotou a simbologia baseada no Comité Europeu do Betdo e que tende a ser adotado universalmente. A simbologia do CEB tomou por base a lingua inglesa, que por motivos conhecidos, ¢ hoje ‘a mais universal das linguas no meio técnico. Resumidamente as simbologias mais comuns séo: A Area (em geral) A, Area de segao de concreto A, Area de segao de ago (steel) tracionada A’, Area de secao do ago (steel) comprimida As Area de segdio de armadura transversal (estribo) E —_ Médulo de elasticidade (geral) E, — Médulo de elasticidade do concreto Modulo de elasticidade do ago (steel) Forga Valor do célculo de um ago Valor médio de uma ago Carga permanente Momento de Inércia (antigamente era J) Comprimento, vio (ou C) Momento Fletor Momento Fletor de calculo (d - design = célculo) Forga Normal Carga varivel Forga Cortante Médulo de Resisténcia Forga componente paralela ao eixo X (horizontal) om xe