Você está na página 1de 8
PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 

0

DOCUMENTAÇÃO

               
   

EN 1090-2

             

0.1

Documentação do Construtor

Secção 4.2

R

R

--

RH

RH

0.2

Processo de Fabrico

EN 1090-2

 

H

H

--

RH

RH

 
   

EN 1090-2

             

0.3

Plano de Soldadura

Secção 7.2

EN ISO 3834

--

H

H

RH

RH

                 

A rastreabilidade do material deve ser

0.4

Marcação de componentes

EN 1090-2 Secção 6.2 e 9.6.2

I

S

H

--

--

assegurada desde a chegada da matéria- prima até à montagem final

                 

A validade do PQR é limitada. Se o PQR não for aplicado por um longo periodo de tempo:

0.5

Qualificação de Procedimento de Soldadura (PQR)

EN 1090-2

Secção 7.4.1.4

EN ISO 15614-1 EN ISO 14555

--

H

H

RH

RH

> S355 - 1 ano < S355 - 3 anos PQR feito em separado para ligações dos nós < 60º

                 

Dureza das extremidades livres do corte

0.6

Qualificação de Procedimento de Corte (corte,

EN 1090-2

EN 1090-2 EN ISO 9013

R

--

H

R

R

(HV10):

punção e corte térmico)

Secção 6.4

Materiais de acordo com a EN 10025-2, EN 10210-1 e EN 10219-1: 380

                 

Furos a punção devem ser feitos com

0.7

Qualificação de Procedimento para Furação

EN 1090-2

Secção 6.6

EN 1090-2

R

--

H

R

R

furação 2 mm abaixo e depois devem ser fresados

   

EN 1090-2

EN ISO 3834-2 Secção 7.2 EN ISO 14731

           

0.8

Coordenador de Soldadura

Seccção 7.4.3

--

--

--

--

0.9

Qualificação de Soldadores / Tack Welders /

EN 1090-2

EN 287-1 ISO 9606-1 EN ISO 14732

R

H

H

RH

RH

 

Operador/Regulador de Soldadura

Secção

     

EN 473 EN ISO 9712

         

Empresa que realiza os END's tem que ser acreditada

0.10

Qualificação de Técnicos de END's

EN 1090-2

R

H

H

RH

RH

O técnico que realiza os END's tem que ser Nível 2

 

Especificação de Procedimento de Soldadura

 

NP EN ISO 15609 EN ISO 14555

         

Comrpimento mínimo de inspecção é 900

0.11

(EPS)

EN 1090-2

R

H

H

RH

RH

mm

   

EN 1090-2

EN 970 EN ISO 5817 EN 571-1

           

0.12

Desempeno

Secção 6.5

--

RH

RH

--

--

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 

1

RECEPÇÃO DE MATERIAIS

               
                 

Detecção de danos no transporte, controlo

1.1

Recepção Administrativa dos materiais

EN 1090-2

Encomenda

Material

I

--

--

--

--

de empenos, condições superficiais, medições e marcações

                 

Perfis, Barras e Chapas: S275JR - EN

10025

Perfis, Barras e Chapas: S355JR - EN

10025

Tubos - S275JOH - EN 10210 Tubos - S355JOH - EN 10210 Chumbadouros - A500NR Parafusos: Classe 8.8 - Para Pré-Esforçar - EN 14399 -HR -tZn - galvanizado Porcas: Classe 8 - EN14399 - HR-tZn Anilhas: - H - Norma EN14399 - HR-tZn

1.2

Recepção Técnica de materiais

EN 1090-2

Encomenda

Material

I

--

S

S

--

(anilhas de aço com resistência não inferior a S355 e espessura 3 mm) Conectores - S235J2+C450 - EN 10025 ( tensão de cedência deverá ser superior a 355 N/mm2, a tensão de rotura superior a 450 N/mm2 e o alongamento de rotura maio do que 15%) Material adição: SAFDUAL 206A Tolerâncias Espessura - Classe A Condições da Superfície - Classe A2 e Classe C1 Propriedades Especiais - Não aplicável

     

EN 10025

           

1.3

Recepção de certificados dos materiais - material

base, parafusos, anilhas, porcas

EN 1090-2

EN 10210

EN 10204

--

--

I/RH

R

R

Parafusaria - Certificados 3.1

Verificação do valor "K"

1.4

Recepção de certificados dos materiais - material

EN 1090-2

EN ISO 17632-A EN 10204

--

--

I/RH

R

R

Marcação CE

de adição

EN 13479

Eléctrodo revestido E7018

2

CORTE E FURAÇÃO

               
                 

Por Ordem Fabrico

2.1

Controlo dimensional das peças e qualidade da

superfície das arestas

EN 1090-2

Plano de Corte / Desenho

I

100%

--

S

10

%

S

S

Inspecção da qualidade da superfície das

arestas

                 

Por Ordem Fabrico

2.2

Controlo dimensional da furação e qualidade da

superficie das arestas

EN 1090-2

Desenho

I

100%

--

S

10

%

S

S

Inspecção das dimensões das furações,

bem como a qualidade das arestas do corte

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 

3

PRÉ-MONTAGEM PARA SOLDADURA

               
   

EN 1090-2

 

I

 

S

   

Por Ordem Fabrico

3.1

Controlo dimensional das peças antes de soldar

Secção 7.5.4

Desenho

100%

S

30 %

S

S

Marcação do Conjunto

4

SOLDADURA

               

4.1

Antes da Soldadura

               
 

Adequação e validade dos certificados dos

               

4.1.1

soladores / Tack Welders / Operador/Regulador de Soldadura

EN 1090-2

EN 3834-3

EN 3834-3

--

R

S

--

--

4.1.2

Adequação dos Procedimentos de Soldadura

EN 1090-2

EN 3834-3

--

R

S

--

--

 

(PQR)

EN 3834-3

   

EN 1090-2

             

4.1.3

Verificação do material base

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

                 

Armazenamento, manuseamento e seca do

EN 1090-2

material devem ser de acordo com as

4.1.4

Verificação do material de adição

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

recomendações do fabricante Plano de Soldadura, EPS's

4.1.5

Preparação de juntas (forma, dimensão)

EN 1090-2

EN 3834-3

I

W

--

--

--

Soldadura de ângulo: a folga máxima

EN 3834-3

permitida é 2 mm

   

EN 1090-2

             

4.1.6

Outros requisitos (prevenção de distorção)

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

   

EN 1090-2

             

4.1.7

Adequação das condições de trabalho

ISO 17662

EN 3834-3

--

W

--

--

--

EN 3834-3

4.2

Durante a Soldadura

               
   

EN 1090-2

             

4.2.1

Verificação dos parâmetros da soldadura

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

                 

Para t>30mm S235 e t>20 S355 - pré- aquecimento deve estar compreendido entre

EN ISO 13916 EN 1011-2

100 e 150ºC

4.2.2

Pré-Aquecimento

EN 1090-2

I

I/S

--

--

--

A distância de medição deve ser no mínimo 75 mm desde o centro do cordão de soldadura

4.2.3

Temperatura Interpasse

EN 1090-2

EN ISO 13916 EN 1011-2

I

I/S

--

--

--

 
   

EN 1090-2

             

4.2.4

Limpeza e tratamento entre passes

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

4.2.5

Descarnagem da raíz

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

4.2.6

Sequência de soldadura

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

4.2.7

Uso e manuseamento do material de adição

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

4.2.8

Verificação das distorções

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

4.2.9

Controlo Intermédio (dimensões)

EN 1090-2

EN 3834-3

I

S

S

--

--

Salpicos de soldadura devem ser removidos

EN 3834-3

100%

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

 

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 

4.3

Depois da Soldadura

               
     

NP EN 970 EN ISO 5817 Nível C

         

Os soldadores devem punçonar as peças e

4.3.1

Inspecção da junta soldada - Inspecção Visual

EN 1090-2 EN ISO 17637

I

100%

S

HS

S

assinar o respectivo desenho, referenciando o punção e o lote do fio utilizado

   

EN 1090-2 NP EN 12062 EN ISO 17638 ISO 17640

EN ISO 5817 Nível C EN ISO 14555 - Conectores

           

Juntas de canto - 20% PM

4.3.2

Inspecção da junta soldada - END's

-- S

H

S

S

Juntas de topo - 50% UT Ligações extremidades tubos - 100% UT

   

EN 1090-2 Secção 9.6.4 EN ISO 13920

EN 1090-2

           

4.3.3

Controlo Final

Desenho

2.DP.001

100%

I S

H

50%

S

S

 

Marcação do Conjunto

Ensaios de Dobragem Conectores - 2%

5

PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES

               
   

EN 1090-2

EN ISO 12944 EN ISO 8501

4.DP.009

           

5.1

Grau de Limpeza

Secção 10.2

I

W

WS

S

 

SA 2 ½

5.2

Verificação do grau da Limpeza

EN 1090-2

EN ISO 8503-1 EN ISO 8503-2

--

I

H

S

S

 

25-50

Secção 10.2

50 %

50 %

 

6

PINTURA

               
                   

- Decapagem mecânica ao grau SA 2 ½

- Aplicação de uma demão de primário de

epoxy rico em pó de zinco (Zn 80%) com 60 micra de espessura mínima. - Aplicação de tinta intumescente com a espessura necessária para garantir uma resistência ao fogo de 60 minutos, considerando uma temperatura crítica de

 

500ºC.

- Aplicação de uma demão de tinta acrílica de acabamento, com uma espessura de 60

H

micra de espessura, para protecção da tinta

intumescente.

EN 1090-2

50%

Secção 10

ISO 19840 EN ISO 2808 EN ISO 12944-7

(por

Travamentos e contraventamentos interiores

uma demão de tinta de acabamento à base de resinas de poliuretano, com 70 micra de

-

6.1

Especificação Pintura

Anexo F

I

--

camad

RH

RH

EN ISO 12944-1 a

a de

 

8

EN 13381-8

4.DP.009

tinta

aplicad

a)

 

espessura, sobre o primário de epoxy rico em pó de zinco

Às superfícies que ficarão em contacto com

o

betão e nas zonas de encosto das ligações

é aplicada apenas a demão de primário de epoxy rico em pó de zinco (ZN>80%) com 60 micra de espessura sobre as superfícies decapadas.

 

Ambiente de corrosibilidade C2 e uma durabilidade espectável alta As marcações devem estar claramente visíveis

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 
   

EN 1090-2

             

6.2

Ensaio de aderência

Secção 10

Anexo F

ASTM D3359

I

1 vez / semana

--

I

1 vez /

S

S

Teste a ser feito em um painel de teste após

EN ISO 12944-1 a

seman

a cura adequada

8

a

EN 13381-8

 

7

EXPEDIÇÃO

               
   

EN 1090-2

             

7.1

Aceitação do material para expedição

Caderno de

H

H

HS

S

Encargos

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 

8

RECEPÇÃO DE MATERIAIS EM OBRA

               

8.1

Recepção de materiais

EN 1090-2

2.DP.004

I

--

S

S

S

 

9

CONTROLO DA MONTAGEM EM OBRA

               

9.1

Controlo dimensional do conjunto

EN 1090-2

Desenho

I

S

 

SS

S

Verificação do correto posicionamento das

peças, feita à medida que elas vão sendo ligadas à estrutura existente

Secção 9

100%

10

CONTROLO DAS LIGAÇÕES APARAFUSADAS

               
                 

Todos os parafusos devem exibir pelo

10.1

Especificação Momentos Aperto

I

R

R

RH

RH

menos 3 passos de rosca fora da porca, após ter sido torqueada

10.2

Controlo das ligações aparafusadas

EN 1090-2

 

I

--

I/W

S

S

Anilha lado da porca

Classe 10.9 - Anilha 2 lados (lado da porca e cabeça do parafuso)

Secção 8.5

10%

11

SOLDADURA EM OBRA

               

11.1

Antes da Soldadura

               
 

Adequação e validade dos certificados dos

               

11.1.1

soladores / Tack Welders / Operador/Regulador de Soldadura

EN 1090-2

EN 3834-3

EN 3834-3

--

R

S

--

--

11.1.2

Adequação dos Procedimentos de Soldadura

EN 1090-2

EN 3834-3

--

R

S

--

--

 

(PQR)

EN 3834-3

   

EN 1090-2

             

11.1.3

Verificação do material base

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

                 

Armazenamento, manuseamento e seca do

EN 1090-2

material devem ser de acordo com as

11.1.4

Verificação do material de adição

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

recomendações do fabricante Plano de Soldadura, EPS's

11.1.5

Preparação de juntas (forma, dimensão)

EN 1090-2

EN 3834-3

I

W

--

--

--

Soldadura de ângulo: a folga máxima

EN 3834-3

permitida é 2 mm

   

EN 1090-2

             

11.1.6

Outros requisitos (prevenção de distorção)

EN 3834-3

EN 3834-3

I

W

--

--

--

   

EN 1090-2

             

11.1.7

Adequação das condições de trabalho

ISO 17662

EN 3834-3

--

W

--

--

--

EN 3834-3

11.2

Durante a Soldadura

               
   

EN 1090-2

             

11.2.1

Verificação dos parâmetros da soldadura

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

                 

Para t>30mm S235 e t>20 S355 - pré- aquecimento deve estar compreendido entre

EN ISO 13916 EN 1011-2

100 e 150ºC

11.2.2

Pré-Aquecimento

EN 1090-2

I

I/S

--

--

--

A distância de medição deve ser no mínimo 75 mm desde o centro do cordão de soldadura

11.2.3

Temperatura Interpasse

EN 1090-2

EN ISO 13916 EN 1011-2

I

I/S

--

--

--

 
   

EN 1090-2

             

11.2.4

Limpeza e tratamento entre passes

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

11.2.5

Descarnagem da raíz

EN 3834-3

EN 3834-3

I

I/S

--

--

--

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 
   

EN 1090-2

             

11.2.6

Sequência de soldadura

EN 3834-3

EN 3834-3

I I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

11.2.7

Uso e manuseamento do material de adição

EN 3834-3

EN 3834-3

I I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

             

11.2.8

Verificação das distorções

EN 3834-2

EN 3834-2

I I/S

--

--

--

   

EN 1090-2

 

100%

I S

       

11.2.9

Controlo Intermédio (dimensões)

EN 3834-3

EN 3834-3

S

--

--

Salpicos de soldadura devem ser removidos

11.3

Depois da Soldadura

               
     

NP EN 970 EN ISO 5817 Nível C

         

Os soldadores devem punçonar as peças e

11.3.1

Inspecção da junta soldada - Inspecção Visual

EN 1090-2 EN ISO 17637

I

100%

S

HS

S

assinar o respectivo desenho, referenciando o punção e o lote do fio utilizado

11.3.2

Inspecção da junta soldada - END's

EN 1090-2 NP EN 12062 EN ISO 17638 ISO 17640

EN ISO 5817 Nível C EN ISO 14555 - Conectores

 

S

-- H

 

S

S

Juntas de canto - 50% PM

Juntas de topo (com penetração total) -

100% UT Ligações extremidades tubos - 100% UT

   

EN 1090-2 Secção 9.6.4 EN ISO 13920

EN 1090-2

           

11.3.3

Controlo Final

Desenho

2.DP.001

100%

I H

S

50%

S

S

Marcação do Conjunto

Ensaios de Dobragem Conectores - 2%

12

CONTROLO ESPECÍFICO

               
       

I

         

12.1

Controlo Final

EN 1090-2

2.DP.004

100%

S

SS

S

13

RETOQUES DE PINTURA EM OBRA

               
PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

PLANO DE INSPECÇÃO E ENSAIOS

Obra:

8494

Designação:

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas

EXC2

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item

EXC3

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

EXC4

ASC - Estruturas Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades

Produção

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos

Montagem

Metálicas e Lajes Mistas EXC2 EXC3 EXC4 Produção Montagem Item Designação/Actividades Documentos Norma de

Item

Designação/Actividades

Documentos

Norma de

 

Responsáveis pela Inspecção

 

Observações

Aplicáveis

Aceitação

DP

Coordenação

DQAS

KTL, SA

Fiscalização

   

Soldadura

 
                   

- Escovagem vigorosa para obter o grau

St3.

EN 1090-2

Aplicação de uma demão de primário de epoxy de alumínio, com características adequadas à preparação das superfícies no grau St3 e com 60 micra de espessura mínima. - Aplicação das demãos de tinta intumescente, necessárias e suficientes para garantir a resistência ao fogo especificada e da tinta de acabamento indicada

-

Secção 10

ISO 19840 EN ISO 12944-7

4.DP.009

-

Aplicação de uma demão de tinta acrílica

Reposição do esquema preconizado

Anexo F EN ISO 12944-1 a

8

de acabamento, com uma espessura de 60

13.1

I --

R

RH

RH

micra de espessura, para protecção da tinta intumescente.

 

EN 13381-8

 

A parafusaria será galvanizada. Após a aplicação dos momentos de aperto especificados as superfícies visíveis dos parafusos, das porcas e das anilhas serão cuidadosamente limpas, desengorduradas e aplica-se um primário de aderência adequada para superfícies galvanizadas. Por cima são aplicadas as demãos de tinta intumescente e de acabamento indicadas atrás para as restantes superfícies.

14

CONTROLO FINAL

               

14.1

Controlo no final da montagem

EN 1090-2

Desenho

100%

I S

 

SS

S

 
   

EN 1090-2

             

14.2

Dossier de Construção

Caderno de

4.DP.031

--

RH

RH

RH

--

 

Aprovação do cliente

Encargos

 

Data: 03/11/2014

Revisão: 01

Elaborado por:Sónia Tavares

Aprovado por: António Matias

I

Inspecção

   

R

R

Revisão do documento

S

Supervisão

RH

RH

Revisão e Aprovação do Documento

H

Hold Point (c/paragem do fabrico) - Inspecção /Teste

   

W

Witness Point (s/paragem do fabrico) - Inspecção /Teste