Você está na página 1de 80

FÍS

QUÍ

BIO

LPO

HIS

GEO

FIL

SOC

RES

211

212

Capítulo 16

8

Módulo 55

18

Módulo 56

22

Módulo 57

24

Módulo 58

26

Módulo 59

29

Módulo 60

33

Módulo 55 18 Módulo 56 22 Módulo 57 24 Módulo 58 26 Módulo 59 29 Módulo
Módulo 55 18 Módulo 56 22 Módulo 57 24 Módulo 58 26 Módulo 59 29 Módulo
1. Progressão geométrica 10 2. Organizador gráfico 17 Módulo 55 – Progressão geométrica – Definição
1. Progressão geométrica
10
2. Organizador gráfico
17
Módulo 55 – Progressão geométrica –
Definição e termo geral
Módulo 56 – Progressão geométrica
– Notações auxiliares e interpolação
geométrica
Módulo 57 – Progressão
geométrica – Propriedades
Módulo 58 – Progressão geométrica –
Produto de n termos de uma PG;
soma de n termos de uma PG
Módulo 59 – Progressão geométrica –
Soma de infinitos termos
Módulo 60 – Aplicações de progressão
aritmética e progressão geométrica
18
22
24
26
29
33
• Efetuar cálculos utilizando
conhecimentos de progressões
geométricas.
• Obter o termo geral de uma progressão
geométrica.
• Resolver problemas que envolvam
média geométrica.
• Resolver problemas que envolvam
progressões geométricas.
• Resolver problemas que envolvam
progressões aritméticas
• Efetuar cálculos utilizando
conhecimentos de progressões
aritméticas.
OLEG7799, NADALINNA, CLAUDELUX, TORIAN
DIXON, SEBASTIAN DUDA / THINKSTOCK
Progressão geométrica 16 9 As folhas de algumas plantas são compostas por partes reduzidas com

Progressão geométrica

16 9
16
9

As folhas de algumas plantas são compostas por partes reduzidas com formas semelhantes a si mesmas. Têm-se, assim, características do todo infinitamente multiplicadas dentro de cada parte. Dá-se o nome de fractal, do latim fractus, quebrado ou fraturado, à forma que mantém suas características físicas quando repartida em partes iguais. Os fractais, entre outras aplicações, podem ser usados nos conteúdos de progressões geométricas do Ensino Médio.

Os fractais, entre outras aplicações, podem ser usados nos conteúdos de progressões geométricas do Ensino Médio.

16211Matemática

ALEXANDR DENISENKO / THINKSTOCK

EMI-15-100

m á t i c a ALEXANDR DENISENKO / THINKSTOCK EMI-15-100 Matemática e suas Tecnologias 1.
m á t i c a ALEXANDR DENISENKO / THINKSTOCK EMI-15-100 Matemática e suas Tecnologias 1.

Matemática e suas Tecnologias

1. Progressão geométrica

A. Introdução

suas Tecnologias 1. Progressão geométrica A. Introdução Considere que uma pessoa aplicou um capital de R$

Considere que uma pessoa aplicou um capital de R$ 1.000,00 no regime de juros compostos a uma taxa men-

sal de 1%. Suponha que não foram feitas retiradas durante um ano e que a taxa sempre ficou constante em 1%.

A seguir, apresenta-se o valor, ao final de cada mês, dos cinco primeiros meses. Valor inicial: 1.000 V 1 = 1.000 · (1 + 1%) 1 = 1.000 · (1,01) 1 =

= 1.000 · (1,01) = 1.010

V 2 = 1.000 · (1 + 1%) 2 = 1.000 · (1,01) 2 =

= 1.000 · (1,0201) = 1.020,10

V 3 = 1.000 · (1 + 1%) 3 = 1.000 · (1,01) 3 =

= 1.000 · (1,030301) = 1.030,301

V 4 = 1.000 · (1 + 1%) 4 = 1.000 · (1,01) 4 =

1.000 · (1,04060401) = 1.040,60401

V 5 = 1.000 · (1 + 1%) 5 = 1.000 · (1,01) 5 =

1.000 · 1,0510100501 = 1.051,0100501

· (1,01) 5 = 1.000 · 1,0510100501 = 1.051,0100501 Utilizando os conceitos de juros compostos, esses

Utilizando os conceitos de juros compostos, esses dados podem ser estendidos até o décimo segundo mês. Observe que a sequência (1 000, 1 010, 1 020,10,· (1,01) 5 = 1.000 · 1,0510100501 = 1.051,0100501 1030,301, 1040,60401, 1 051, 0100501 tal forma

1030,301, 1040,60401, 1 051, 0100501

tal forma que, a partir do segundo termo, cada termo dividido pelo termo anterior é igual a (1+1%) que, por sua vez, é igual a 1,01. Esse tipo de sequência é denominada progressão geo- métrica.

B. Definição

) foi construída de

Uma sequência numérica em que o quociente entre cada termo, a partir do segundo, e o anterior é constante denomi- na-se progressão geométrica, abreviada por PG. A constante mencionada é chamada de razão da PG.

n¥ * ,

n

> 1, em que q é a razão da PG. Da igualdade anterior, pode-se obter a n = a n1 · q, n¥ * ,

n > 1, que é a lei de recorrência para uma PG. Observe que, da lei de recorrência, têm-se os termos apresentados a seguir.

a

n

a

n

1

Em símbolos, pode-se escrever que:

= q ,

× q × q × q × q × q × q × q (a
× q
× q
× q
× q
× q
× q
× q
(a 1 , a 2 , a 3 , a 4 , a 5 , a 6 , a 7 , a 8 ,

)

Exemplos 1. A sequência (1, 2, 4, 8, 16,

) é uma PG de primeiro

termo igual a 1 e razão igual a 2.1. A sequência (1, 2, 4, 8, 16, ) é uma PG de primeiro 2. A

2. A sequência (–10 , –2,

2

5

,

2

25

,

2

125

,

)

é uma

3.

PG de primeiro termo igual a –10 e razão igual a

A sequência (8, 4, 2, 1,

1

5 .

1

2 ,

1

4 ,

1

8 ,

)

é

uma PG de pri-

1

)

meiro termo igual a 2 e razão igual a

2 .

A sequência (–2, –10, –50, –250,

meiro termo igual a –2 e razão igual a 5.

)

primeiro termo igual a 2 e razão igual a –2.

A sequência (2, 2, 2, 2,

igual a 2 e razão igual a 1.

A sequência (5, 0, 0, 0,

igual a 5 e razão igual a 0.

A sequência (0, 0, 0, 0,

igual a 0 e razão qualquer.

4.

é

uma PG de pri-

é uma PG de

5. A sequência (2, –4, 8, –16, 32, –64

6.

7.

8.

) é uma PG de primeiro termo

) é uma PG de primeiro termo

) é uma PG de primeiro termo

Observe que, com exceção dos exemplos 7 e 8, para en- contrar a razão de uma PG basta dividir qualquer termo pelo termo anterior.

C. Classificação

As progressões geométricas são classificadas como segue.

• Crescente: ocorre quando cada termo é maior que o imediatamente anterior, ou seja, quando o primeiro termo é positivo e a razão é maior que 1 ou quando

o primeiro termo é negativo e a razão está compreen-

dida entre 0 e 1. Os exemplos 1 e 2, exibidos anterior- mente no item B, são casos de PG crescente.

• Decrescente: ocorre quando cada termo é menor que

o imediatamente anterior, ou seja, quando o primeiro

termo é positivo e a razão está compreendida entre 0

e 1 ou quando o primeiro termo é negativo e a razão é

maior que 1. Os exemplos 3 e 4, exibidos anteriormen-

te no item B, são casos de PG decrescente.

• Alternante: ocorre quando cada termo tem sinal dife- rente do termo imediatamente anterior, ou seja,quan- do a razão é negativa. O exemplo 5, exibido anterior- mente no item B, é de uma PG alternante.

• Constante: ocorre quando todos os termos são iguais, ou seja, quando a razão é igual a 1. O exem- plo 6, exibido anteriormente no item B, é de uma PG constante.

• Singular: ocorre quando um dos termos da sequência

é igual a zero, ou seja, quando o primeiro termo é igual

a zero ou quando a razão é igual a zero. Os exemplos

7 e 8, exibidos anteriormente no item B, são casos de uma PG singular.

D. Termo geral da PG

No problema apresentado na introdução, cada termo da sequência pode ser visto como segue.

1 000

1 000 ·(1,01) 1

1 000 ·(1,01) 2

1 000 ·(1,01) 3

1 000 ·(1,01) 4

1 000 ·(1,01) 5

16211Matemática

EMI-15-100

Em geral, o termo n-ésimo da sequência é dado por

1 000 · (1,01) n1 e este, por sua vez, é chamado de termo geral da PG. Para uma PG genérica, tem-se que:

n ,

A lei de recorrência para essa PG é a n = a n1 · q, n ¥ * .

Dessa fórmula, pode-se escrever:

PG genérica (a 1 , a 2 , a 3 ,

a

)

n

¥ * , de razão q

Primeiro termo: a 1

Segundo termo: a 2 = a 1 ·q(I) Terceiro termo: a 3 = a 2 · q (II) Substituindo (I), em (II) segue que:

a 3 = a 2 · q = a 1 · q · q = a 1

a 3 = a 1 · q 2 (III) Quarto termo: a 4 = a 3 · q (IV) Substituindo (III) em (IV), segue que:

· q 2

a 4 = a 3 · q = a 1 · q 2 · q = a 1 · q 3 a 4 = a 1 · q 3 Observando o expoente de q e o índice do termo, perce- be-se que o coeficiente é uma unidade a menos que o índice. Dessa forma, pode-se se generalizar a fórmula a seguir, co- nhecida como termo geral da PG.

a n = a 1 · q (n1) , n ¥ *

Exemplos 01. Determine o termo geral da PG (1, 2, 4, 8, 16, Resolução Primeiro termo: a 1 = 1

).

a

2

a

1

2

= = 2

1

Razão da PG: q =

Termo geral:

a n = a 1 · q n1

a n = 1

a n =

O termo geral da PG é a n = 2 n1 , n¥ * .

·

2 n1

2 (n1)

02. Determine o termo geral da PG (–2, –10, –50, –250,

Resolução

Primeiro termo: a 1 = –2

Razão da PG: q =

Termo geral: a n = a 1 · q n1 a n = 2· 5 n1

O termo geral da PG é a n = 2· 5 n1 , n¥ * .

a

2

=

10

a

1

2

= 5

03. Determine o termo geral da PA (2, 2, 2, 2,

Resolução

Primeiro termo: a 1 = 2

a

Razão da PA: r =

a

Termo geral: a n = a 1 · q n1 a n = 2· 1 n1 a n = 2

O termo geral da PG é a n = 2, n ¥ * .

2

= = 1

1 2

2

).

).

APRENDER SEMPRE

1
1
01. Se o décimo primeiro termo de uma progressão geométrica é igual 64 e a

01.

Se o décimo primeiro termo de uma progressão geométrica é igual 64 e a razão é igual a 2, então o primeiro termo dessa PG é:

a. 2

 

1

1

c.

4

e.

16

1 1

8

2

b. d.

Resolução Fórmula do termo geral: a n = a 1 · q n1 a n = a 1 · 2 n1

{

1

16

Décimo primeiro termo da PG:

64 = a 1 · 2 10 2 6 = a 1 · 2 10

2

6

1 a

Alternativa correta: E

a = 6 4 11 a = aa a 11 1
a
=
6
4
11
a
= aa
a
11
1

2

10

02. UGF-RJcorreta: E a = 6 4 11 a = aa a 11 1 ⋅ 2 10

Em uma progressão geométrica, o primeiro termo é 4 e o quinto termo é 324. A razão dessa progressão geométrica é:

termo é 324. A razão dessa progressão geométrica é: 03. Qual é o número de termos

03.

Qual

é o número de termos da PG (72, 48, 32,

,

Resolução

Primeiro termo da PG: a 1 = 72

Razão da PG: q =

Fórmula do termo geral: a n = a 1 · q n1

48

2

=

72

3

n − 1 ( 22 ) a = 7 2 ⋅ n 33 n −
n
− 1
(
22
)
a
= 7
2 ⋅
n
33
n
1
256
(
22
)
=
72
27
33
− 1
(
256
=
27 72
22
33 ) n
− 1
256
22
) n
=⋅
27 72
( 33
− 1
2
8
22
) n
=⋅
323
23
232
23
23
( 33
− 1
2 5
(
=⋅
3 5
22
33 ) n

256

27

)?

a. 3

c. 5

e.

1 22

(

2 33

)

5

n − 1 ( 22 ) 33
n
1
(
22
)
33

b. 4

d. 2

 

=⋅

Resolução

a n = a 1 · q n1 324 = 4 · q 51 q 4 = 81 = 3 4 q = 3 Alternativa correta: A

324 = q 4

4

5 = n – 1

n = 6

A PG possui 6 termos.

2

10

= a

1 a =

1

2

4

1 =

n = 6 A PG possui 6 termos. 2 10 = a 1 ⇒ a =

Matemática e suas Tecnologias

n = 6 A PG possui 6 termos. 2 10 = a 1 ⇒ a =

16211Matemática

EMI-15-100

Matemática e suas Tecnologias

04. Certas imagens captadas por satélites espaciais, quan- do digitalizadas, são representadas por normas geométricas
04.
Certas imagens captadas por satélites espaciais, quan-
do digitalizadas, são representadas por normas geométricas
de aspecto irregular ou fragmentado, conhecidas por frac-
tais. Podem-se obter tais fractais pela alteração da forma
original e por uma curva dentro de um processo em que os
resultados de uma etapa sejam utilizados como ponto de
partida para a etapa seguinte.
Considere um processo tal que, em todas as etapas,
cada segmento de reta seja transformado em uma poligonal
cujo comprimento corresponde a quatro vezes a terça parte
do segmento original, como ilustrado na figura a seguir:
Por esse processo, a partir de um quadrado com 1 me-
tro de lado, obtém-se a sequência de figuras anteriores. O
perímetro, em metro, do quinto polígono dessa sequência é:
4
4
5
a.
d. 3
3
3
4
5
4
4
4
b.
e. 3
3
5
4
4
4
5
c.
3
4
Resolução
Da figura, podemos concluir que os perímetros formam
4
uma PG cuja razão é q =
. Sendo assim, a 5 = a 1 · q 4 e, como
s
3
s
s
s
s s
s
o perímetro do 1 o quadrado é 4, temos então:
3s
4s
4
(
44
)
4
5
a
=
4
=
5
33
3
4
Alternativa correta: C

E. Interpolação geométrica

Dados dois números a e b, interpolar k meios geométri- cos entre eles é formar uma progressão geométrica em que o primeiro termo será a, o último termo será b e a quantidade de termos será (k+2). Pode-se simbolizar da seguinte forma:

a 1 = a

a k+2 = b

Utilizando a fórmula do termo geral, pode-se encontrar a razão da PG seguindo os passos adiante:

· · q k+2–1 ⇒ · q k+1 a n = a 1 q n–1
·
· q k+2–1 ⇒
·
q k+1
a n = a 1
q n–1 ⇒ a k+2 = a 1
a 1
a k+2 =
a
a k
+ 2
q k
+ 1
k
+
2
=
q
= k
+
1
a
a
1
1
APRENDER SEMPRE
2
01.
Interpole 5 meios geométricos positivos entre 6 e 384.
Resolução
Interpolar 5 meios geométricos significa completar a
sequência de tal forma que 6 e 384 sejam os extremos de
uma PG e essa tenha 7 termos.
,
Primeiro termo da PG: a 1 = 6
(6,
,
,
,
384) PG
Sétimo termo da PG: a 7 = 384
Fórmula do termo geral: a n = a 1 · q n–1
a 7 = a 1 · q 6
384 = 6 · q 6
384
6 = q 6
64 = q 6
2
6 = q 6
q
= ±2
q
= –2 (não serve) ou q = 2
Os 5 meios geométricos positivos entre 6 e 384 são:
(6, 12, 24, 48, 96, 192, 384).

F. Notações auxiliares

Há situações em que é necessário utilizar uma quantidade pequena de termos da PG. Nesses casos, o uso das representações a seguir pode ser útil.

 x Três termos consecutivos da PG: q , x, x ⋅ q razão 
 x
Três termos consecutivos da PG:
q , x, x ⋅ q
razão
,
igual a q.
x x
Quatro termos consecutivos da PA:
x
⋅ q,
x
q
3
3 ,
,
 q
q ,
razão igual a q 2 .
x x
Cinco termos consecutivos da PA:
2 , q ,
x,
x
⋅ q,
x
q
2
,
 q
razão igual a q.
APRENDER SEMPRE
3
   q  razão igual a q. APRENDER SEMPRE 3 01. Considere uma PG
   q  razão igual a q. APRENDER SEMPRE 3 01. Considere uma PG
01. Considere uma PG crescente de três números. Deter- mine essa PG sabendo que a
01.
Considere uma PG crescente de três números. Deter-
mine essa PG sabendo que a soma desses três números é
7 e o produto é 8.
Resolução
 x
Notação auxiliar:
q , x, x
q
, em que a razão é q.
O
produto é igual a 8: x ⋅⋅⋅⋅
x
x
q
=
8
q
x
3 = 8
x
= 2
A
soma é igual a 7: 2
+ 22 +
2
2
q
=
7
q
2
+ 2 · q + 2 · q 2 = 7q
2
· q 2 – 5q + 2 = 0
1
q
= 2 ou q =
(não serve, pois a PG é crescente)
2
A
PG procurada é (1, 2, 4).
12

16211Matemática

EMI-15-100

G. Propriedades da PG

G.1.

Três termos consecutivos de uma PG são tais que o quadrado do termo central é o produto dos outros dois. Em símbolos:

(a, b, c) é uma PG b 2 = a · c Demonstração (a, b, c) é PG Razão da PG: q

b

a b

c

− = ⇒

b 2 = a ·c

a

(c.q.d.)

b

2

=

b c

= =

a b

c

Essa propriedade nos informa também que o valor abso-

luto do termo central é a média geométrica dos outros dois. Em símbolos, segue que:

(a, b, c) é PG

b = ±

a ⋅ c
a ⋅ c

G.2.

Dada a PG finita de 10 termos (1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 128, 256, 512), observe o que ocorre com estes produtos:

1 2 4 8 16 32 64 128 256 512 16 · 32 = 512
1 2
4
8
16
32
64
128 256 512
16
· 32 = 512
8
· 64 = 512
4
· 128 = 512
2
· 256 = 512
1
· 512 = 512

Chamamos de extremos o primeiro e o último termo de uma sequência finita e, a partir disso, enunciamos a seguinte propriedade:

Numa PG finita, o produto de dois termos equidistantes dos extremos é igual ao produto dos extremos. Recorde que, no estudo das propriedades de PA, foi co- mentado que, quando dois termos são equidistantes dos ex- tremos, a soma dos seus índices é igual ao valor n + 1, isto é, se os termos a p e a k são equidistantes dos extremos, então:

p + k = n + 1. Propriedade Numa PG com n termos, o produto de dois termos equi- distantes dos extremos é igual ao produto desses extremos. Demonstração Considere uma PG de n termos, em que a p e a k são dois termos equidistantes dos extremos e q é a razão:

(I)

(II)

Fazendo o produto termo a termo (I) e (II), segue que:

a p · a k = a 1

a p · a k = a 1 · a 1

a p · a k = a 1 · a 1

Como p + k = n + 1, vem que:

a p · a k = a 1

a p = a k =

a 1 · a 1 ·

·

q

q

q

(p–1)

(k1)

(p1)

·

a 1

·

q (k1)

·

·

·

q (p 1 + k 1)

q (p + k 2)

q (n + 1 2)

· a 1

a p · a k = a 1 · a 1 · q (n 1) a p · a k = a 1 · a n (c. q. d.) Dessa forma, em uma PG com n termos, o produto de dois termos equidistantes dos extremos é igual ao produto desses extremos.

Note que, com essa propriedade, pode-se dizer que, em qualquer PG finita de número ímpar de termos, o valor absolu- to do termo central é igual à média geométrica dos extremos. Em símbolos, tem-se:

a = ± a ⋅ a c 1 n APRENDER SEMPRE 4 01. PUC-SP Se
a
= ±
a
a
c
1
n
APRENDER SEMPRE
4
01. PUC-SP
Se a sequência (4x, 2x + 1, x – 1) é uma PG, então o
valor de x é:
1
1
a.
c. –1
e.
8
8
d. 8
b.
–8
Resolução
a
a
2x
+ 1
x −− 1
2
3
=
=
⇒ (2(2x
x ++ +
1 )
2
== (
xx
−− 1
)
⋅⋅
4
x
a 1 2x
a
4x
+ 1
2
4x4x
2 2
+ x
+ 11
==
44
xx
2 22
−− 4x
⇒⇒ 88x
x ==
=
−− 1
1
x = −
8
Alternativa correta: A
02.
Em uma PG finita de número ímpar de termos, positi-
vos, o primeiro termo é igual a 1 e o último termo é igual a
1 024. Determine o termo central de PG.
Resolução
Como a PG tem quantidade ímpar de termos, o valor abso-
luto do termo central é igual à média geométrica dos extremos.
a
= ±
a
⋅ a
c == ±±
1 ⋅ 2
014 ⇒ a
n ⇒ a
== ±±
2 014
c
1
c
a c = ±32
a c = 32 ou a c = –32 (não serve, pois a PG tem termos
positivos)
O termo central é igual a 32.

H. Produto dos n primeiros termos de uma PG

Considere a PG (a 1 , a 2 , a 3 ,

,

a

n ,

), de razão q.

produto dos n primeiros termos da PG será indicado por P n e será definido como se segue. P

O

n

= a 1

·

a 2 ·

a 3 ·

· a n

+

P n

Organizando o produto no membro da direita, vem que:

=

a 1 ·

a 1 ·

q 1 ·

a 1 ·

q 2 ·

· a 1 · q n1

P

=

n 111

aaa

⋅⋅⋅

a

1

n vezes

P

n

=

a

n

1

q

123 +++ + −

n

1

q

1

q

2

q

n

1

O expoente de q é a soma de uma PA com o primeiro ter- mo igual a 1 e razão 1.

P

n

(

1

+ n

1

)(

n

1

)

=

a

n

1

q

2

Portanto, o produto do n primeiros termos da PG é dado

por: P

n

=

a

n

1

q

( n

n

1

) .

2

do n primeiros termos da PG é dado por: P n = a n 1 ⋅

Matemática e suas Tecnologias

do n primeiros termos da PG é dado por: P n = a n 1 ⋅

EMI-15-100

EMI-15-100 APRENDER SEMPRE 5 01. Determine o produto dos 12 primeiros termos da PG (1, 2,
APRENDER SEMPRE 5 01. Determine o produto dos 12 primeiros termos da PG (1, 2,
APRENDER SEMPRE
5
01.
Determine o produto dos 12 primeiros termos da PG (1,
2, 4, 8, 16, 32,
).
Resolução
a
1 = 1
2
q = = 2
1
n ⋅⋅
(
n
− 1
)
P
== aa
n
⋅ q
2
n
1
12
⋅ (
12
− 1
)
P
== aa
12
⋅ q
2
12
1
P
1 12 ·
2 66
12 =
P
2
66
12 =
16211Matemática

Matemática e suas Tecnologias

I. Soma dos n primeiros termos de uma PG

de razão

igual a q e diferente de 1. Representa-se a soma dos n primeiros termos da PG da seguinte forma:

Considere uma PG genérica (a 1 , a 2 , a 3 ,

,

a

n ,

)

S n = a 1 + a 2 + a 3 +

+ a n2 + a n1 + a n

Se ambos os membros da igualdade forem multiplicados por q, a igualdade não será alterada.

q · S n = (a 1 + a 2 + a 3 +

+ a n2 + a n1 + a n )q

Aplicando-se a propriedade distributiva no membro da direita:

+ a n2 · q + a n1 · q + a n · q

Como qualquer termo que é multiplicado pela razão for- nece o próximo termo, pode-se reescrever a igualdade ante- rior da seguinte maneira:

q · S n = a 1 · q + a 2 · q + a 3 · q +

q · S n = a 2 + a 3 +

+ a n1 + a n + a n · q

S

n · (1 – q) = a 1 – a 1 · q n1 · q

S

n · (1 – q) = a 1 – a 1 · q n

S

n · (1 – q) = a 1 · (1 – q n )

S

n

=

a

1

(

1 q

n

)

(

1 q

)

Note que, ao multiplicarmos o numerador e o denomina- dor dessa igualdade por – 1, a fórmula poderá ser escrita da seguinte maneira:

S

n

= a

1

(

q

n

1

)

(

q

1

)

Observe que foi imposto que a razão q fosse diferente de

1 e, no caso em que a razão é igual a 1, a PG é constante e a soma dos seus termos é dada por:

+ a 1 + a 1 + a 1 (com o membro da direita

com n fatores)

S n = a 1 · n Observe que, na fórmula da soma dos termos da PG, o de- nominador é igual a q – 1. Dessa forma, é necessário entender que a soma não está

, quando a razão é igual

definida pela fórmula S

S n = a 1 + a 1 + a 1 +

(

q

n

1

)

1

(

q

1

)

n

= a

a 1. Se a razão, porém, for igual a 1, podemos reescrever a PG

(a 1 , a 2 , a 3 ,

,

a n ,

).

Repare:

(a 1 , a 2 , a 3 ,

,

a n ,

)

PG de razão 1

a 1 = a 1

a 2 = a 1 · q = a 1 · 1 = a 1

a 3 = a 2 · q = a 1 · 1 = a 1

a 4 = a 3 · q = a 1 · 1 = a 1

· 1 = a 1 a 4 = a 3 · q = a 1 ·

Organizando as duas igualdades de tal maneira que no

membro da direita os termos iguais fiquem alinhados em co- lunas, vem que:

{ S

n

q S

n

=

=

a

+++ +

123

a

a

a

n 1

+

a

a

2

+

a

3

+

+

a

n 1

+

a

n

n

+

a

n

q

termo a termo entre as duas igualdades,

vem que:

S n – q · S n = a 1 – a n · q Colocando no membro da esquerda o fator comum S n em evidência e substituindo a n pela fórmula do termo geral no membro da direita, segue que:

Da diferença

APRENDER SEMPRE

a n = a 1 Todos os termos da PG são iguais a a 1 .

A soma dos n primeiros termos dessa PG, em especial, é

dada por:

S n = a 1 + a 2 + a 3 +

+ a n

S

n

=

aaa +++ + a

111

1

n vezes

S n = n · a 1

Assim, se a razão da PG for igual a 1 e o primeiro termo for a 1 , a soma dos n primeiros termos da PG será S n = n · a 1 .

6
6
01. Fesp A soma dos seis primeiros termos da PG ( 11 11 11 )

01. Fesp

A soma dos seis primeiros termos da PG (

11

11

11

) é:

33 ,, 66 ,, 1212

,,

a. 12 33

b. 15 32

c.

21 d.

21

e.

2

33

32

3

Resolução

6 1  ( 11 ) − 1 a ⋅ q − 1) n 
6
1
 ( 11
)
− 1
a ⋅
q − 1)
n
 
1 (
3 
 22
S =
⇒ SS =
n
q − 1
6 1
− 1
2
Alternativa correta: D
 

1

1

1

6363

 

3 64

1

3

(

6464

)

21

     

=

         

=

2

S

6

11

11

 

n

 

2

 

2

64

SS =

SS =

21

32

EMI-15-100

02. Conta-se que o inventor do jogo de xadrez foi o professor de um príncipe
02.
Conta-se que o inventor do jogo de xadrez foi o professor de um príncipe indiano, Sissa, que resolveu dar-lhe uma lição e
provar que ele nada seria sem o apoio de seu povo. Encantado com o jogo, o príncipe queria muito recompensar seu mestre
por sua invenção. Então, o mestre pediu ao príncipe que depositasse um grão na primeira casa do tabuleiro, dois na segunda,
quatro na terceira e, assim, sucessivamente até a última casa. A soma de todo o trigo do tabuleiro seria sua recompensa. O
príncipe, abismado pela simplicidade do pedido, ordenou aos seus servos que o trigo fosse trazido. Então, estes lhe informa-
ram que o número de grãos necessários equivalia a encher todos os continentes da Terra com searas. Então, Sissa renunciou
ao seu pedido – que sabia impossível – e explicou ao princípe a ideia que tinha tido ao inventar o jogo. Esse, cheio de gratidão,
nomeou-o seu primeiro-ministro e conselheiro.
Quantos grãos o mestre deveria ganhar?
Resolução
× 2
× 2
× 2
a
(
1 q
64 )
1
Sendo
=
(1, 2, 4, 8,
,
a sequência que denota o número de grãos em cada do tabuleiro, temos: S
1 , como
a 64 )
64
2
a 1 = 1 e q = 2
1
(1
2
64 )
Então, S
=
=
2
64
1
gr
ão
s
64 1
− 2
J. Soma dos infinitos termos de uma PG
1
Considere uma PG em que o primeiro termo é igual a 4 e a razão é igual a
2 .
1 1
1 1
1
1 1
1 1
) .
Essa PG é a sequência
( 4,
2, 1,
,
2
, 4
, 8
, 16
, 32
, 64
, 128
, 256
, 512
A seguir, apresenta-se uma sequência de somas dos termos da PG, aumentando-se, em cada etapa, um termo na soma.
S 1 = 4
S
=4+2=6
2
S
=4+2+1=7
3
1
15
S
= +
4
2
+
1
+
=
= 7,5
4
2
2
1
1
31
S
= +
4
2
+
1
+
+
=
= 7,75
5
2
4
4
1
1
63
S
= +
4
2
+
1
+
+
1 +
=
= 7,875
6
2
4
8
8
1
1
1
1 127
S
= + + +
4
2
1
+
4 + +
=
16 = 7,9375
7
2
8
16
1
1
1
255
S
= + + +
4
2
1
+
1 + +
+
1 = 7,96875
=
8
2
4
8
16
32
32
1
1
1
1
1
1
511
S
= + + +
4
2
1
+
+ +
=
64 = 7,984375
9
2
4
8
16 +
32 +
64
1
1
1
1
1
1 1 023
S
= + + +
4
2
1
1
2 +
+ +
+
+
=
128 = 7,9921875
10
4
8
16
32
64 +
128
15
Matemática e suas Tecnologias
16211Matemática
+ 128 15 Matemática e suas Tecnologias 16211Matemática Note que, em cada etapa, acrescenta-se uma parcela
+ 128 15 Matemática e suas Tecnologias 16211Matemática Note que, em cada etapa, acrescenta-se uma parcela

Note que, em cada etapa, acrescenta-se uma parcela à nova soma, que é cada vez menor e apresenta valor cada vez mais

perto de 8. Diz-se que, no limite, essa soma converge para o valor 8.

Acompanhe, agora, a sequência de potências da base

(

1

2

)

1

=

0,5,

(

1

2

)

2

=

0,25,

(

1

2

)

3

=

0,125,

(

1

2

)

4

=

0,0625,

1

2 .

,

(

1

2

)

10

= 0,00097

Observando os valores, percebe-se que, à medida que se aumenta o expoente, o resultado da potência se aproxima cada

(

1 2 )

n

tende a zero.

vez mais do zero. Em linguagem mais rigorosa, diz-se que, quando n tende ao infinito, a potência

n

=

a

1

(

1

q

n

)

(

1

q

)

(

1

2

)

= 0

, deduz-se que:

.

Usando uma linguagem não rigorosa, pode-se representar que

Note que essa última igualdade não tem, de fato, valor matemático e está sendo usada aqui de forma simbólica.

Em geral, pode-se provar que para –1 < q < 1, quando n tende ao infinito, q n tende azero ou, usando uma linguagem simbólica, q = 0.

Utilizando esse argumento na fórmula S

S

=

a

1

(

1

q

)

(

1

q

)

=

a

1

(

1

0

)

(

1

q

)

=

a

1

(

1

q

)

argumento na fórmula S S ∞ = a 1 ⋅ ( 1 − q ∞ )

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

Matemática e suas Tecnologias

m á t i c a EMI-15-100 Matemática e suas Tecnologias Portanto, S ∞ = a

Portanto, S

=

a

1

(

1

q

)

, que é a fórmula que permite cal-

cular os infinitos termos de uma PG, quando a razão está en- tre – 1 e 1. Exemplo Na PG de primeiro termo igual a 4 e razão igual a

(

4, 2, 1,

1

2

,

1

4

,

1

8

,

1

16

,

1

32

,

1

64

1

,

128

,

1

256

,

1

512

1

2 ,

,

)

APRENDER SEMPRE

Segue que:

S

=

(

1

a 1

q

)

S

=

4

(

1

1

2

)

S

=

4

(

1

2

)

S = 8 Esse resultado estava sendo induzido pela soma das par-

celas vistas nas passagens anteriormente apresentadas.

7
7
01. A soma dos termos de uma PG infinita é 3. Sabendo-se que o primeiro
01.
A soma dos termos de uma PG infinita é 3. Sabendo-se que o primeiro termo é igual a 2, encontre o quarto termo dessa PG.
2
1
2
1
3
a.
b.
c.
d.
e.
27
4
3
27
8
Resolução
a
3
2
1
11
2
1
S
=
⇒ 33 =
3(
33((
1
11 −
q)
= 22
2 ⇒
3
3
q
=
2
3q
3q3q
=
1
⇒ qq
q =
⇒ aa ==
a
q
4
1
=
2
a
=
4
1
4
1
q
1
q
3
33
27
Alternativa correta: A
Paradoxo de Zenão O mais famoso dos paradoxos atribuídos ao filósofo grego Zenão (que viveu
Paradoxo de Zenão
O mais famoso dos paradoxos atribuídos ao filósofo grego Zenão (que viveu por volta de 450 a.C.) é
o de Aquiles e a tartaruga. Aquiles é o grande herói da obra Ilíada, de Homero.
O paradoxo de Zenão diz que Aquiles iria apostar corrida com uma tartaruga. Como Aquiles era mais
rápido, sua velocidade era 10 vezes a da tartaruga. Assim, ele permitiu que ela fosse na frente. Quando
a tartaruga estava a 100 metros de distância, Aquiles decidiu partir. Em pouco tempo, Aquiles atingiu
a marca dos 100 m, mas, nesse intervalo de tempo, a tartaruga caminhou 10 m. Em seguida, Aquiles
percorreu esses 10 metros, mas a tartaruga não estava mais lá, pois percorrera mais 1 metro; quando
Aquiles cobriu esse 1 metro, a tartaruga já estava 1/10 m à frente. Depois, 1/100 m à frente, 1/1 000 m
e, assim, sucessivamente.
Como o espaço é infinitamente divisível, sempre haverá um ponto que Aquiles deverá atingir antes
de alcançar a tartaruga. Assim, Zenão concluiu que Aquiles nunca conseguiria alcançar a tartaruga.
10 m
100 m
O erro deste raciocínio está em admitir que, somando-se essas infinitas distâncias, não se pode chegar
a um número finito, isto é, teríamos um trecho de tamanho infinito para Aquiles percorrer.
Na realidade, a distância que Aquiles tem de percorrer é dada pela soma dos termos de uma PG infi-
nita de razão positiva e menor que 1, resultando, portanto, em um número finito.
No caso, Aquiles teria que andar:
1
1
a
100 1 000
1
100 +
10
+ +
1
+
=
= =
≈ 111,11 metros para alcançar a tartaruga.
10
100 +
1 − q
1
9
1 −
10
Note, ainda, que o tempo também não é infinito. Admitindo-se que o veloz Aquiles consiga correr 100
metros em 10 segundos, ele demorará menos que 120 segundos = 2 minutos para alcançar a tartaruga.
Assim, o que temos é um falso paradoxo.

16211Matemática

RA2STUDIO / SHUTTERSTOCK, NADALINNA / THINKSTOCK

EMI-15-100

2. Organizador gráfico

A. Progressão geométrica

Matemática e suas Tecnologias

A. Progressão geométrica Matemática e suas Tecnologias Sequências Progressões geométricas (PG) Termo geral
Sequências
Sequências
Progressões
Progressões

geométricas (PG)

Termo geral Produto dos n primeiros termos Soma dos n primeiros termos
Termo geral
Produto dos n
primeiros termos
Soma dos n
primeiros termos

De nição

Soma dos in nitos termos

primeiros termos De nição Soma dos in nitos termos Apenas Tema Tópico Subtópico Subtópicodestaque
Apenas Tema Tópico Subtópico Subtópicodestaque Características texto 17
Apenas
Tema
Tópico
Subtópico
Subtópicodestaque
Características
texto
17

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

Matemática e suas Tecnologias

m á t i c a EMI-15-100 Matemática e suas Tecnologias Módulo 55 Progressão geométrica –

Módulo 55

Progressão geométrica – Definição e termo geral

Exercícios de Aplicação 01. 02. Calcule a razão das seguintes progressões geométricas: a. (3, 6,
Exercícios de Aplicação
01.
02.
Calcule a razão das seguintes progressões geométricas:
a. (3, 6, 12,
)
Em uma progressão geométrica (PG), o primeiro termo é
igual a 5 e a razão é igual a 2. Determine o décimo primeiro
termo da PG.
1 1
)
b. ( 6,
− 1,
6 ,
− 36 ,
c. (a n–5 , a n–3 , a n–1 ,
)
Resolução
6
a. q =
3 = 2
1
1
b. q = − = −
6
6
a
n
− 3
Resolução
Primeiro termo: a 1 = 5
Razão da PG: q = 2
Termo geral: a n = a 1 · q n–1
Décimo primeiro termo: a 11 = a 1 · q 11–1
a 11 = 5 · 2 10
a 11 = 5 · 1 024 = 5 120
O décimo primeiro termo é igual a 5 120.
c. q =
=
a
n
− − −
3
(n
5)
=
a
2
a
n
− 5

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

03. UFRGS-RS

Os lados de um terreno triangular têm medidas diferen- tes, as quais, em certa ordem, formam uma progressão geo- métrica crescente. O conjunto dos possíveis valores da razão dessa progressão é o intervalo:

− 5 + 1 5 + 1 ) a. ( 2 , 2 5 −
5
+
1
5
+
1
)
a. (
2
, 2
5
1
5
+
1
b. (
)
2
, 2
(
2
5
1
)
c. 1,
2
(
5
)
d. 1,
2
5
+
1
)
e. ( 1,
2

Resolução A medida do menor lado do triângulo será indicada por x e a razão da PG por q. Assim, os lados do triângulo em ordem crescente são da- dos por: x, x · q, x · q 2 . De acordo com o enunciado, os lados do triângulo são dis- tintos e a PG é crescente. Como o primeiro termo é positivo, a razão deve ser maior que 1. Depreende-se da desigualdade triangular que o maior lado do triângulo deve ser menor que a soma dos outros dois lados. Assim, segue que:

x · q 2 < x + x · q

Dividindo ambos os membros por x e sendo este positivo, vem que:

q 2 < 1 + q q 2 < 1 + q q 2 – q – 1 < 0 Resolvendo a inequação q 2 – q – 1 < 0. q 2 – q – 1 < 0 Raízes: q 2 – q – 1 = 0 = (–1) 2 – 4 · 1 · (–1) = 5

q =

  1 − 5 q = 2 1 ± 5 ⇒   ou
1
5
q =
2
1
±
5
ou
2
1
+
5
q =
 
2
1 − 5
1 + 5
2
2

Os valores de q na inequação q 2 – q – 1 < 0 são:

1 − 5 1 + 5 < < q 2 2
1
5
1
+
5
< <
q
2
2

A razão, no entanto, deve ser maior que 1, isto é, q > 1.

Portanto, os valores de q são dados por: 1

1 + 5 .
1
+
5
.

2

< <

q

Alternativa correta: E Habilidade Efetuar cálculos utilizando conhecimentos de progres- sões geométricas.

utilizando conhecimentos de progres- sões geométricas. Matemática e suas Tecnologias 19 Exercícios Extras 04.

Matemática e suas Tecnologias

progres- sões geométricas. Matemática e suas Tecnologias 19 Exercícios Extras 04. IME-RJ 05. UFF-RJ Seja a
19
19
Exercícios Extras 04. IME-RJ 05. UFF-RJ Seja a i um dos termos da progressão geométrica
Exercícios Extras
04. IME-RJ
05. UFF-RJ
Seja a i um dos termos da progressão geométrica com oito
1
1
elementos
( 2,1,
) , e S = log 2 a 1 + log 2 a 2 +
+ log 2 a 8 .
2, ,
4 ,
Numa progressão geométrica (PG) decrescente, o primei-
ro termo é um número real positivo e cada termo, a partir do
terceiro, é igual à sexta parte da soma dos dois termos ime-
diatamente anteriores. Determine a razão dessa PG.
S
Se b
e f
( x
) =
x
+ 2
b
+ 2 x
b
, o valor de f(1) será:
= − 5
a. c. e.
– 7
11
1
b. 7
d. – 11

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

Matemática e suas Tecnologias

Seu espaço

Sobre o módulo Este módulo trata de um tipo especial de sequência denominada progressão geométrica (PG). O foco principal está em reconhecer a sequência que é uma PG. Sugerimos trabalhar bem o termo geral da PG e utilizar a pro- priedade de que três termos consecutivos da PG têm o quadrado do termo central igual ao produto dos outros dois. Neste caso em particular, propomos não se usar a propriedade como uma fórmula, mas sim como uma comprovação de que a razão da PG, utilizando o segundo e o primeiro termo, é igual à razão da PG usando o terceiro e o segundo termo. Bom trabalho!

da PG usando o terceiro e o segundo termo. Bom trabalho! Exercícios Propostos Da teoria, leia
Exercícios Propostos Da teoria, leia os tópicos 1A, B, C, e D. 07. Em uma
Exercícios Propostos
Da teoria, leia os tópicos 1A, B, C, e D.
07.
Em uma progressão geométrica (PG), o primeiro termo é
Exercícios de
tarefa
reforço
aprofundamento
igual a 128 e a razão é igual a 1 2 . Determine o oitavo termo da PG.
06.
08.
Determine a razão de cada PG a seguir.
Dada a PG (2, 6, 18,
),
determine:
a. (64, 32, 16, 8,
)
a. o quarto termo da sucessão;
b. ( 2, 2, 2 2, )
b. o nono termo da progressão;
c. (–1, 1, –1,
)
c. a posição do número 486 na sequência.
20

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

09.

Numa PG de quatro termos, a soma dos termos de ordem

par é 10 e a soma dos termos de ordem ímpar é 5. Então, o quarto termo dessa progressão é:

ímpar é 5. Então, o quarto termo dessa progressão é: a. 6 b. 7 c. 8

a.

6

b.

7

c.

8

d.

10

e.

15

10.

UFTM-MG

O quarto termo de uma progressão geométrica descrita pela sequência a n = (–3) n , com n ¥ , é:

1

27

1

b. 81

a.

= (–3) – n , com n ∈ ¥ , é: 1 27 1 b. 81

1

243

1

27

1

81

UPE

c.

d.

e.

11.

Em uma progressão geométrica estritamente crescente

com razão igual ao triplo do primeiro termo e na qual o quarto termo é igual a 16 875, é correto afirmar que:

a. terceiro termo é igual a nove vezes o primeiro termo.

b. soma dos três primeiros termos é igual a 241 vezes

o

a

o primeiro termo.

c. segundo termo é igual a 9 vezes o quadrado do pri-

o

meiro termo.

termo é igual a 9 vezes o quadrado do pri- o meiro termo. d. soma do

d. soma do primeiro e do terceiro termo é igual a 25 ve- zes o segundo termo.

a

e.

os termos também estão em progressão aritmética.

12.

UFRGS-RS

Numa PG de razão positiva, o primeiro termo é igual ao

dobro da razão, e a soma dos dois primeiros é 24. Nessa pro- gressão a razão é:

a. 1 b. 2 c. 3 d. 4 e. 5 13. Enem
a.
1
b.
2
c.
3
d.
4
e.
5
13.
Enem

Fractal (do latim fractus, fração, quebrado) — objeto que pode ser dividido em partes que possuem semelhança com o

objeto inicial. A geometria fractal, criada no século XX, estuda as propriedades e o comportamento dos fractais — objetos geométricos formados por repetições de padrões similares.

O triângulo de Sierpinski, uma das formas elementares

da geometria fractal, pode ser obtido por meio dos seguintes

passos:

1. comece com um triângulo equilátero (figura 1);

2. construa um triângulo em que cada lado tenha a meta- de do tamanho do lado do triângulo anterior e faça três cópias;

3. posicione essas cópias de maneira que cada triângu- lo tenha um vértice comum com um dos vértices de cada um dos outros dois triângulos, conforme ilustra a figura 2;

4. repita sucessivamente os passos 2 e 3 para cada có- pia dos triângulos obtidos no passo 3 (figura 3).

cada có- pia dos triângulos obtidos no passo 3 (figura 3). Figura 1 Figura 2 Figura

Figura 1

pia dos triângulos obtidos no passo 3 (figura 3). Figura 1 Figura 2 Figura 3 De

Figura 2

triângulos obtidos no passo 3 (figura 3). Figura 1 Figura 2 Figura 3 De acordo com

Figura 3

De acordo com o procedimento descrito, a figura 4 da se- quência apresentada acima é:

a.

b.

d. a figura 4 da se- quência apresentada acima é: a. b. e. c. 14. UFRGS-RS Em

e. a figura 4 da se- quência apresentada acima é: a. b. d. c. 14. UFRGS-RS Em

a figura 4 da se- quência apresentada acima é: a. b. d. e. c. 14. UFRGS-RS
a figura 4 da se- quência apresentada acima é: a. b. d. e. c. 14. UFRGS-RS
c. 14. UFRGS-RS
c.
14. UFRGS-RS

Em uma progressão geométrica de razão positiva, o se-

1

8 . A soma dos dois primeiros

gundo

termos é:

termo é 8 e o oitavo,

dos dois primeiros gundo termos é: termo é 8 e o oitavo, a. 24 b. 16

a.

24

b.

16

c.

12

d.

8

e.

4

15.

UFRGS-RS

Considere a PG finita e crescente cujo sétimo termo (a 7 )

seja igual a 5, o décimo primeiro (a 11 ) igual a 80 e o último termo seja 2 560. Determine:

1 ) igual a 80 e o último termo seja 2 560. Determine: a. o primeiro

a.

o primeiro termo (a 1 ) e a razão dessa PG;

b.

o número dos termos da progressão.

16.

UEPA

Um carro, cujo preço à vista é R$ 24.000,00, pode ser adquirido dando-se uma entrada e o restante em 5 parcelas que se encontram em progressão geométrica. Um cliente que optou por esse plano, ao pagar a entrada, foi informado que a segunda parcela seria de R$ 4.000,00 e a quarta parcela de R$ 1.000,00. Quanto esse cliente pagou de entrada na aqui- sição desse carro?

parcela de R$ 1.000,00. Quanto esse cliente pagou de entrada na aqui- sição desse carro? Matemática

Matemática e suas Tecnologias

parcela de R$ 1.000,00. Quanto esse cliente pagou de entrada na aqui- sição desse carro? Matemática

16211Matemática

EMI-15-100

1 6 2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100

Matemática e suas Tecnologias

m á t i c a EMI-15-100 Matemática e suas Tecnologias Módulo 56 Progressão geométrica –

Módulo 56

Progressão geométrica – Notações auxiliares e interpolação geométrica

– Notações auxiliares e interpolação geométrica 01. Em uma PG de três termos positivos, o produto
– Notações auxiliares e interpolação geométrica 01. Em uma PG de três termos positivos, o produto

01.

Em uma PG de três termos positivos, o produto deles é igual a 8. Determine o segundo termo da sequência.

Resolução

Considere a PG de três termos q , x, xq

x

x

Produto dos termos: ⋅ x ⋅ xq q x 3 = 8 x = 3
Produto dos termos:
x
xq
q
x 3 = 8
x =
3
8
x
= 2
O
segundo termo é igual a 2.
02.

=

8

.

Interpole três meios geométricos positivos entre 1 e 16.

Resolução Interpolar 3 meios geométricos significa completar a se- quência de tal forma que 1 e 16 sejam os extremos de uma PG e essa tenha 5 termos.

(1,

Primeiro termo da PG: a 1 = 1 Quinto termo da PG: a 5 = 16

Fórmula do termo geral: a n = a 1 · q n1

a 5 = a 1 · q

16 = 1 · q 4

_, _, 16) PG

51

q

4 = 16

q

= ± 2

q

= –2 (não serve) ou q = 2

A

sequência é (1, 2, 4, 8, 16).

serve) ou q = 2 A sequência é (1, 2, 4, 8, 16). 03. UFla-MG Um

03. UFla-MG

Um naturalista observou que o número de ramos de uma espécie arbórea cresce como uma progressão geométrica ao longo dos anos. Se o número de ramos em certo ano é igual à

soma dos números de ramos dos dois anos anteriores, qual a

razão dessa progressão?

a.

1 + 5
1
+
5

2

b.

5
5

c.

2

1

d.

2

e.

1 − 2
1
2

2

Resolução

PG :  q a , a, a ⋅ q,   a ⋅ q
PG :
 q a , a, a
⋅ q,
 
a
q
=
a
+
a ⇒
q
aq
2
=
aq
+ =
a
q
2
− − =
q
1
0
1
±
1
+
4
q =
2
    aq 2 = aq + a q ( q > 0
aq
2 =
aq
+
a
q
(
q
>
0
)
aq
2
=
a
(
q
+
1
)
1
±
5
⇒ =
q
2 (PG crescente)

q =

1 + 5
1
+
5

2

Alternativa correta: A Habilidade Efetuar cálculos utilizando conhecimentos de progres- sões geométricas.

Exercícios Extras

de progres- sões geométricas. Exercícios Extras 04. Em uma PG decrescente de quatro termos positivos, a
de progres- sões geométricas. Exercícios Extras 04. Em uma PG decrescente de quatro termos positivos, a

04.

Em uma PG decrescente de quatro termos positivos, a ra-

1

2

e o produto dos termos é igual a 4. O terceiro

zão é igual a

termo da PG é igual a:

a. 1

b. 2

c. 3

d. 4

e. 5

a termo da PG é igual a: a. 1 b. 2 c. 3 d. 4 e.

05. UFES

Qual a razão de uma PG de três termos, em que a soma dos termos é 14 e o produto 64?

a. q = 4

b. q = 2

c. q = 2 ou q =

d. q = 4 ou q = 1

1

2

16211Matemática

EMI-15-100

Seu espaço

Sobre o módulo Este módulo abordará aplicações sobre interpolação geométrica e notações auxiliares. Apresentar as notações auxiliares de três, quatro e cinco termos, enfatizando que elas são importantes, principalmente se mencionado o produto dos termos. Quanto à interpolação, mencionar que inserir meios geométricos é o mesmo que interpolar meios geométricos. Bom trabalho!

é o mesmo que interpolar meios geométricos. Bom trabalho! Exercícios Propostos Da teoria, leia os tópicos
Exercícios Propostos Da teoria, leia os tópicos 1E e F. 12. Exercícios de tarefa reforço
Exercícios Propostos
Da teoria, leia os tópicos 1E e F.
12.
Exercícios de
tarefa
reforço
aprofundamento
06.
Três números positivos colocados em determinado or-
dem constituem uma progressão geométrica. Se o produto
dos números for igual a 1 331, então o número intermediário
entre esses números será:
Determine o segundo termo de uma PG de três termos po-
sitivos na qual o produto dos termos é igual a 1.
a.
7
d. 11
b.
8
e. 13
c.
10
07.
13.
Inserir dois meios geométricos entre 1 e 8.
08.
Entre os números 50 e 6 400 são interpolados 6 meios
aritméticos. A razão da PG formada é:
Quantos meios geométricos devem ser inseridos entre 4
e 324 para que a razão da PG constituída seja igual a 3?
a. – 2
c. 3
e. 4
b. 2
d. –3
09.
14. Mackenzie-SP
Três números positivos colocados em determinada or-
dem constituem uma progressão geométrica. O produto dos
O sexto termo de uma PG, na qual dois meios geométricos
estão inseridos entre 3 e –24, tomados nessa ordem, é:
a.
–48
c. 48
e. 192
números é igual a 1 e a soma deles é igual a 31
. O maior des-
5
b.
–96
d. 96
ses números é:
1
15.
a.
c. 1
25
d. 5
O
produto de três números é igual a
64 1 . Colocados em
1
b.
e. 75
ordem crescente constituem uma PG. O segundo termo dessa
5
PG é igual a:
10.
1 1
a.
1
c. 3 e.
1
5
O produto de cinco termos positivos de uma PG é igual a
Determine o terceiro termo da PG.
.
1
5 15
b.
1
2
d.
4
11.
16.
1 1
Inserir três meios geométricos positivos entre
e
.
Interpole 3 meios geométricos positivos entre 5 e 405.
2
32
23
Matemática e suas Tecnologias
positivos entre e . Interpole 3 meios geométricos positivos entre 5 e 405. 2 32 23

16211Matemática

EMI-15-100

Módulo 57

2 1 1 M a t e m á t i c a EMI-15-100 Módulo 57

Progressão geométrica – Propriedades

Exercícios de Aplicação

geométrica – Propriedades Exercícios de Aplicação 01. UFRJ Considere a PG (1, a, b, c, d,

01. UFRJ Considere a PG (1, a, b, c, d, 64). Determine o valor de b · Considere a PG (1, a, b, c, d, 64). Determine o valor de b · c.

Resolução

Os termos b e c são equidistantes dos extremos. Dessa forma, o produto deles é igual ao produto dos extremos. Daí, segue que:

b · c = 1 · 64 = 64

produto dos extremos. Daí, segue que: b · c = 1 · 64 = 64 03.

03. UFRGS-RS Na figura abaixo, os círculos que se interceptam são tan- gentes, e as duas retas são tangentes a todos os círculos. Sa- bendo que a área do disco menor é 6 m 2 e a do maior é 24 m 2 , conclui-se que a área do outro disco é:

é 24 m 2 , conclui-se que a área do outro disco é: a. 8 m

a. 8 m 2

b. 10 m 2

c. 11 m 2

d. 12 m 2

e. 15 m 2

Resolução Os raios dos círculos, em ordem crescente, constituem uma PG. Denominando de r o raio do círculo intermediário, segue a PG:

(r 1 , r, r 3 ) e r 2 = r 1 · r 3

A sequência das áreas, mantida a ordem, é ( pppr , r ,

Essa sequência também é uma PG, pois ( pr Sendo (6, p r 2 , 24) uma PG, tem-se que:

2

1

2

)

2

2

2

r

3

)

=pr

2

1

2

⋅ pr .

3

(

p r 2 )2 = 6 · 24

(

p r 2 )2 = 144

p

r 2 = 12

.

Área do círculo intermediário: A = 12 Alternativa correta: D Habilidade Resolver problemas que envolvam média geométrica.

02. Considere os três círculos a seguir que são tangentes en- tre si e tangentes
02.
Considere os três círculos a seguir que são tangentes en-
tre si e tangentes às retas r e s. Demonstre que as medidas
dos raios, em ordem crescente ou decrescente, constituem
uma progressão geométrica.
r
s
Resolução
Observe a figura a seguir.
Matemática e suas Tecnologias
r r 3 t r 2 r r 2 r 3 – r 2 1
r
r 3
t
r 2
r
r 2
r 3 – r 2
1
r 2 – r 1
r
1
s
A reta t passa pelos centros das três circunferências e pe-
los pontos de tangência entre elas.
Os triângulos hachurados são semelhantes entre si.
Da semelhança, segue que:
r
− r
r
+ r
3
2
3
2
=
r
− r
r
+ r
2
1
2
1
24

Nessa proporção, o produto dos extremos é igual ao pro- duto dos meios.

(r 3 – r 2 )(r 2 + r 1 ) = (r 2 – r 1 )(r 3 + r 3 ) r 3 r 2 + r 3 r 1 – r 2 2 – r 2 r 1 = r 3 r 2 + r 2 2 – r 3 r 1 – r 2 r 1

r 3 r 1 – r 2 2 = r 2 2 – r 3 r 1 2r 3 r 2 = 2r 2 2

2

r 3 r 1 = r 2

Observe que, considerando a sequência, (r 1 , r 2 , r 3 ), o termo central ao quadrado é igual ao produto dos outros dois termos.

Dessa forma, a sequência é uma PG.

A igualdade r 3 r 1 = r 2 2 poderia ainda ser vista na forma:

r

3

=

r

2

r

2

r

1

.

Nessa, a razão entre um termo e o anterior é constante, confirmando que é uma PG. é uma PG. A igualdade r 3 r 1 = r 2 2 poderia ainda ser

r 3 = r 2 r 2 r 1 . Nessa, a razão entre um termo

16211Matemática

EMI-15-100

Exercícios Extras

M a t e m á t i c a EMI-15-100 Exercícios Extras 04. 05. UFPE
04. 05. UFPE A sequência de números reais x – 2, x 2 + 11
04.
05. UFPE
A
sequência de números reais x – 2,
x
2 +
11
,
x+7 é
uma progressão geométrica cujo oitavo termo é:
Cinco números distintos A, B, C, 21 e D estão, nesta or-
dem, em progressão aritmética, de modo que, ao eliminarmos
a. 396
d. 384
C e 21, temos uma progressão geométrica. Determine a soma
b. 390
e. 194
dos cinco números.
c. 398

Seu espaço

Sobre o módulo Este módulo refere-se a duas importantes propriedades da progressão geométrica (PG). A principal ênfase está na propriedade dos três termos consecutivos da PG. Comentar aqui que, para termos positivos, o termo central é a média geométrica dos outros dois. Usar a razão da PG, sempre justificando a propriedade. Bom trabalho!

Exercícios Propostos Da teoria, leia o tópico 1G. A sequência dada é uma progressão geométrica
Exercícios Propostos
Da teoria, leia o tópico 1G.
A sequência dada é uma progressão geométrica se, e so-
mente se, o valor de x for igual a:
Exercícios de
tarefa
reforço
aprofundamento
a. 12
2
d. 32
b. 16
e. 32
2
06.
c. 16
2
Considere a PG (2, a, b, c, d, e, f, g,h, 3). Determine o pro-
duto b · g.
07.
Dada a PG (x, 2x, 7+5x,
),
determine: