Você está na página 1de 3

PODER JUDICIRIO

TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

Registro: 2017.0000846808

ACRDO

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n


2194493-50.2017.8.26.0000, da Comarca de Caraguatatuba, em que agravante
LUZIA DA SILVA POMPEU (JUSTIA GRATUITA), agravado ESTADO DE
SO PAULO.

ACORDAM, em 4 Cmara de Direito Pblico do Tribunal de Justia de


So Paulo, proferir a seguinte deciso: "Negaram provimento ao recurso. V. U.",
de conformidade com o voto do Relator, que integra este acrdo.

O julgamento teve a participao dos Exmos. Desembargadores


RICARDO FEITOSA (Presidente), OSVALDO MAGALHES E PAULO
BARCELLOS GATTI.

So Paulo, 30 de outubro de 2017.

Ricardo Feitosa
RELATOR
Assinatura Eletrnica
PODER JUDICIRIO
TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

VOTO N 33.259
AGRAVO DE INSTRUMENTO N 2194493-50.2017.8.26.000
COMARCA: CARAGUATATUBA
AGRAVANTE: LUZIA DA SILVA POMPEU
AGRAVADA: FAZENDA DO ESTADO DE SO PAULO

TUTELA DA EVIDNCIA DIREITO INVOCADO


SEM APOIO EM TESE FIRMADA EM
JULGAMENTO DE CASOS REPETITIVOS OU
SMULA VINCULANTE INDEFERIMENTO EM
PRIMEIRA INSTNCIA AGRAVO DE
INSTRUMENTO NO PROVIDO.

Cuida-se de agravo de instrumento interposto por Luzia da


Silva Pompeu contra a r. deciso copiada a fls. 121, proferida nos autos
da ao ordinria que promove contra a Fazenda do Estado, na parte em
que indeferiu a antecipao da tutela da evidncia visando a suspenso
da exigncia das tarifas TUST e TUSD da base de clculo do ICMS
incidente nas contas de energia eltrica.

A agravante busca reforma, sustentando em suma


presentes os requisitos autorizadores da medida.

Desnecessrias informaes, no caso de intimao para


resposta, uma vez que a agravada no est representada nos autos
principais.

o relatrio.

O inconformismo no apresenta nenhuma condio de ser

Agravo de Instrumento n 2194493-50.2017.8.26.0000 - Caraguatatuba 2


PODER JUDICIRIO
TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

atendido, pois no estando o direito invocado apoiado em tese firmada


em julgamento de casos repetitivos ou em smula vinculante, no caso
de concesso de tutela da evidncia com base no art. 311, inciso II, do
Cdigo de Processo Civil, conforme pleiteado na inicial copiada a fls.
11/42.

Em tais condies, nega-se provimento ao recurso.

RICARDO FEITOSA
RELATOR

Agravo de Instrumento n 2194493-50.2017.8.26.0000 - Caraguatatuba 3