Você está na página 1de 95

Celso R. S. Melo

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Estudo facilitado dos níveis básico e intermediário da gramática alemã

2ª edição

Publicação independente

Estudo facilitado dos níveis básico e intermediário da gramática alemã 2ª edição Publicação independente

APRESENTAÇÃO

Por que aprender alemão

A Alemanha conta-se atualmente entre as nações mais prósperas do mundo, aparecendo como a quarta

maior economia do planeta em 2008 nos cálculos da CIA (World Factbook), com elevadíssima participação no volume de produtos e serviços exportados e importados no planeta e considerável número de transnacionais de grande relevo, como Siemens, Volkswagen, DaimlerChrysler, Bayer, ThyssenKrupp e muitas outras. Exerce papel ativo dentro da União Europeia e projeta para todo o mundo conhecido sua influência na política, na cultura e na economia mundiais.

Seu papel na história recente do Ocidente não é de todo ignorável, e é também notável que tenha produzido alguns dos melhores cérebros dos últimos séculos, como Schwann, von Behring, Ehrlich, Goethe, Kafka, Hertz, von Röntgen, Wundt, Haeckel, Mozart e Bach. Esse jovem país, que serviu de cenário para tristes episódios de repressão e destruição na história humana, deu mostra de louvável capacidade de reerguimento, renovação e unidade, sentando atualmente entre os Estados europeus que mais veementemente defendem os princípios do liberalismo e da liberdade humana. A influência do país, e consequentemente da língua de seu povo, se faz sentir fortemente mesmo na atual tendência globalizadora, em que o inglês franco relega as línguas nacionais a um plano secundário.

Falar alemão é um grande passo à frente, quer se considere a formação pessoal e profissional, quer o desenvolvimento de habilidades linguísticas superiores. O objetivo deste curso é tão-só iniciar você na

descoberta das grandes possibilidades por trás desta preciosa língua, ou ajudá-lo a prosseguir seus estudos

já iniciados por quaisquer outros meios.

Alles Gute!

Celso R. S. Melo

língua, ou ajudá-lo a prosseguir seus estudos já iniciados por quaisquer outros meios. Alles Gute! Celso

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

INTRODUÇÃO À SEGUNDA EDIÇÃO

Celso R. S. Melo

Este trabalho é um complemento do primeiro material lançado na Internet há alguns anos, com o nome de Deutsche Grammatik Knappe Erläuterungen für Ausländer, e, apesar da mudança de título e outras adequações, pode ser considerado uma segunda edição daquele, pois a estrutura básica é a mesma. Entre as novidades contam-se a reorganização dos tópicos, a introdução de um guia de pronúncia e uma tabela de conteúdos, a atualização da ortografia, uma explicação das principais novas regras ortográficas em vigor na Alemanha, o uso de uma linguagem mais aproximada do leitor, a melhoria gráfica e a correção de erros e imperfeições, que não faziam da primeira obra excelente.

O estilo deste material é particular. Ele não é uma gramática, e tampouco segue o modelo “livro de cursinho”. O alvo principal é sem dúvida o público autodidata, que conta com sua inteligência para guiar seus estudos, necessitando apenas de um ponto de referência para se nortear. Alguns tópicos gramaticais podem, assim, ser ignorados por completo no livro, mas sob a justificação de desnecessidade para o estudante ordinário. Aqui constam unicamente os conteúdos que acredito são essenciais, elementares, indispensáveis ao início e continuação do aprendizado da língua, ao primeiríssimo contato. Não pretende ser um curso completo, nem é um curso de alemão para idiotas. É um material que certamente lhe ajudará em muitos pontos, criado por quem conhece de perto as necessidades dos alunos autodidatas ou que realizam mais por próprio interesse que por ajuda externa.

Certamente não se sentirá deslocado o estudante que já possui certo conhecimento, por qualquer meio adquirido. Muitas abordagens são verdadeiramente originais, o que certamente ajudará você a ver a língua alemã por ângulos diferentes, o que quase sempre resulta em maior riqueza de conhecimento. O importante é que você utilize o que aqui vai ler da forma que achar apropriada, sem imposições de qualquer tipo, e conte sempre com o auxílio indispensável de um bom dicionário e de uma gramática intensiva da língua.

de um bom dicionário e de uma gramática intensiva da língua. Educação é um direito universal.

Educação é um direito universal. Pratique.

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

GUIA DE CONTEÚDO

Celso R. S. Melo

A PRONÚNCIA ALEMÃ

pg 1

OS PRONOMES PESSOAIS

pg 3

CASOS GRAMATICAIS

pg 4

VERBOS PRINCIPAIS

pg 5

ARTIGOS

pg 6

DECLINAÇÃO DOS ARTIGOS

pg 8

PREPOSIÇÕES

pg 11

PRONOMES POSSESSIVOS

pg 15

PRONOMES DEMONSTRATIVOS

pg 17

PRONOMES INTERROGATIVOS

pg 19

ADJETIVOS

pg 20

ADVÉRBIOS

pg 26

VERBOS MODAIS

pg 30

PARTÍCULAS

pg 32

OUTROS PRONOMES

pg 34

HAVER

pg 36

GOSTAR

pg 37

NÚMEROS

pg 39

PLURAL DOS SUBSTANTIVOS

pg 43

COMPARAÇÃO DOS ADJETIVOS E ADVÉRBIOS

pg 45

GENITIVO

pg 50

INTRODUÇÃO AOS VERBOS

pg 51

VERBOS REFLEXIVOS

pg 54

COMPOSTOS DA- E WO-

pg 55

VERBOS SEPARÁVEIS E INSEPARÁVEIS

pg 58

PASSADO SIMPLES

pg 61

PERFEITO

pg 63

FUTURO

pg 66

CONJUNÇÕES

pg 67

LOCALIZAÇÃO VERSUS DIREÇÃO

pg 72

PRONOMES RELATIVOS

pg 73

ZU + INFINITIVO

pg 75

DIREÇÕES

pg 76

IMPERATIVO

pg 78

RECIPROCIDADE

pg 78

PASSIVO

pg 79

CONSTRUÇÃO DE PALAVRAS

pg 80

SUBJUNTIVO

pg 82

WERDEN

pg 83

GEHEN UM

pg 84

COMO SE

pg

85

NICHTS + ADJ / ETWAS + ADJ

pg 85

PERFEITO (CASOS ESPECIAIS)

pg 86

FEMININO

pg 88

EXPRESSÕES COM O DATIVO

pg 88

SUBSTANTIVOS ADJETIVOS

pg 89

(CASOS ESPECIAIS) pg 86 FEMININO pg 88 EXPRESSÕES COM O DATIVO pg 88 SUBSTANTIVOS ADJETIVOS pg

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

A PRONÚNCIA ALEMÃ

Celso R. S. Melo

A pronúncia alemã tomada em si não oferece dificuldades de qualquer tipo aos falantes nativos do

português. No entanto, é mais que claro que a falta de familiaridade inicial produzirá algum desconforto. Para chegar à perfeição, ou pelo menos ao nível ótimo para conversação e compreensão oral, é preciso nada mais que prática, exercício e aperfeiçoamento.

Observe as tabelas seguintes. Elas mostram os fonemas alemães e sua correspondência portuguesa, além

de exemplos de palavras que de tal ou tal modo são pronunciadas:

 

CONSOANTE

 

CORRESPONDENTE PORTUGUÊS

 

EXEMPLO ALEMÃO

b

(tanto inicial quanto medial

b

(quando no fim de palavras,

Beispiel, Berg, Gelb

 

e

final)

o ‘b’ alemão pode soar levemente como ‘p’)

 

ch inicial

ch

chartern, Chance, China

 

d

inicial

d

tendendo para ‘t’

Deutsch, doch, danke

 

d

medial

d

wider, oder, Laden

 

d

final

d

tendendo para ‘t’

Lied, Tod, Bad, Geld

 

f

/ ff / ph

f

Fest, fallen, Ankauf

 

g

inicial e medial

(fechado), às vezes tendendo para ‘k’ (como em Wagen)

g

Glaube, groß, abgabenpflichtig

g

final

g

tendendo para k

Tag, mag

g

após n final (-ng)

ng tendendo para nk

lang, gering, streng

 

g

após i final (-ig)

sh

flüchtig, witzig, irrwitzig

 

g

em palavras importadas do

j

Genie, Garage, Rage, orange, Regisseur

francês

h

inicial

rr

Haus,

hier,

bisher 1 ,

 

Gerichtshof 1

h

medial

[sem som]

gehen, stehen, sehen, fahren 2

th

t

Thema, Athlet, Theorie

 

k

k

Kabarett, Kino, krank (a palavra Ski se pronuncia ‘Shi’)

l

inicial e medial

l

Leid, Lücke, Lob, klein

 

l

final e medial

l

dobrado (a ponta da língua

Mittel, doppeln, streicheln

 

sobe à parte de trás da arcada superior)

m

/ mm

m

Amt, Mutter, mein

 

p

/ pp

p

peinlich,

plötzlich,

Tempo,

 

Lippe

 

qu

qu, como em ‘qualidade’, nunca como em ‘querer’

Quelle,

Querschnitt,

Qualität,

 

Quantität, Quatsch

1
1

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

r

inicial

rr

Raub, rot, Roman

 

r

medial e final

 

rr

Straßenecke, Strom, geboren

s

inicial e medial

 

z

siegen, Siemens, sagen, rosa

ß

(ss) 3

ss

Stoß, Süßigkeit

 

t

/ tt

t

Tempo, trinken, Teil, Blatt

 

w

v

weg, Wein, Winter,

 

z

ts

zig, Zeit, Zoll, Herz, Netz

 

ch

medial e final 4

 

[som aspirado, incomum em português]

doch, Krach, Loch, Buch

 

j

i

ja, jein, jetzt, Jura, Jahr

 

j

em palavras importadas do

j

(dj)

Job, Jeans, joggen

 

inglês

     

j

em palavras importadas do

j

(dj)

Journalist

francês

   

n

/ nn

n

Nein, schön, schneien

 

pf

 

pf tendendo para f

Pflicht, Pferd, Kopf

 

sch

   

sch

schnell, tschechisch, Scheck

v

em palavras germânicas

f

Vogel,

Vater,

von,

Volk,

 

verlieren

v

em

palavras

de

origem

v

Verb,

November,

Vase,

latina

 

Universität, privat

 

chs

 

ks

sechs, wachsen, Wuchs, Achsel

1 Muito cuidado com palavras formadas pela união de duas outras quanto a sua pronúncia. Bisher, como exemplo, resulta da união entre bis e her, e as palavras continuam a ser pronunciadas como se estivessem isoladas. Em nenhum caso falaríamos bisher como bicher.

2 O h dessas palavras não é dito de forma alguma: geen, steen, seen, faren.

3 Essa letra é latina e seu nome é Eszett (um s duplo), não tendo relação alguma com a letra grega β (beta). Para seu uso, consulte a parte final do livro, que fala das regras ortográficas em vigor na República Federal da Alemanha.

4 O ch após a, o e u é aspirado, enquanto após e e i é falado como sh.

VOGAL

CORRESPONDENTE PORTUGUÊS

EXEMPLO ALEMÃO

y

i

Typ, Party, Handy, Physik

a / aa

a

Staat, Karl, Aachen, Bad

au

au

kaum, auch, Haus

äu

ói

Träumer, Häuser, Fräulein

2
2

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

eu

ói

neu, Treuheit, Deutschland

ä

ê

ou

é

(com

todas

as

Männer, länger, Väter

implicações válidas para este fonema)

er final

tendendo para a

 

Mutter, Schleifer, Tochter

er inicial

ér

vergessen, erlauben, erlassen

i

i

ich, dich, Tipp

ih

í

ihnen

ie

í

die, Genie, Linie, Ziel (Bier se pronuncia bia, não bír)

o

ô ou ó

 

Sonne, von, doch, Gott

u

u

Hund, Mund, Stund, U-Bahn

ei / ai / ey /

ai

Zeit, weit, Main, Saite, Seite, Meyer, steil

ay

ö

aproximadamente ‘eu’ francês

böse, Löffel, Öffnung

ü

aproximadamente ‘u’ francês

 

München, grünn, Münze

As palavras terminadas em -r podem seguir padrões bastante diversos de pronúncia. Cabe destacar aqui a pronúncia do artigo der e dos pronomes er e wer, todas pronunciadas com o ‘e’ aberto (dér, ér, vér). Os pronomes dir, mir e ihr são falados como ‘mia’, ‘dia’ e ‘ia’. Palavras como mager e besser podem ser pronunciadas com o ‘er’ final como ‘a’ ou ‘ér’.

Vale lembrar que as palavras tomadas do inglês diretamente têm a pronúncia original: Handy, Toast etc. Procure tomar contato com a língua alemã, em especial com sua modalidade falada neste ponto inicial, para poder desenvolver gradualmente sua compreensão. Visite recursos online que oferecem arquivos de áudio para as mais diversas palavras, e sempre repita em voz alta incansavelmente os novos termos que aprender.

OS PRONOMES PESSOAIS

Há poucas coisas de tão fundamentais numa língua qualquer quanto os pronomes pessoais. Comecemos nosso percurso estudando essa classe gramatical em alemão, pois desde já seremos capazes de identificar características cruciais do desenvolvimento da gramática alemã como um todo. Perceba que não existe uma progressão didática ideal a ser seguida, ou seja, bem poderíamos ter iniciado pela definição de substantivos, ou ainda pelo conceito de casos gramaticais. A decisão de por como introdução os pronomes pessoais no nosso estudo é arbitrária, o que significa que caberá a você a liberdade de definir a melhor linha de estudo para suas necessidades. Retorne e pule assuntos à sua conveniência; o importante é perceber e estabelecer certa gradação de dificuldade, que será variável para cada tipo de estudante. Os pronomes pessoais em alemão não diferem substancialmente dos portugueses quanto ao uso. Vejamos abaixo quais são e como correspondem aos portugueses:

3
3

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

ich

Eu

du

Tu / Você

er

Ele

sie

Ela

es 1

-

wir

Nós / A gente

ihr

Vocês

sie 2

Eles / Elas

sie 3

O senhor / A senhora

Celso R. S. Melo

1 Para o pronome pessoal es não há correspondência direta em português, pois em nossa língua não encontramos o gênero gramatical neutro. A usagem desse pronome é semelhante à do pronome pessoal neutro inglês it, pois serve para nos referirmos a seres inanimados (ou quaisquer seres de gênero gramatical neutro), fenômenos naturais ou sujeito indefinido (assim como em está quente aqui”).

2 Em alemão, não há distinção de gênero na terceira pessoa plural, portanto o pronome sie refere-se aos dois gêneros indistintamente (reforçando, isso significa dizer que “eles” em alemão é sie, do mesmo modo que “elas” em alemão também é sie, igual em forma à terceira pessoa singular feminina sie).

3 Esse pronome (sempre escrito com letra maiúscula) é usado como forma de se dirigir a pessoas com as quais devemos mostrar respeito e distinção no tratamento. Serve também tanto para homens quanto para mulheres,

e também tanto no singular quanto no plural, indistintamente (ex.: Sie sind sehr reich = “O senhor é muito rico

/ “A senhora é muito rica” / “Os senhores são muito ricos” / “As senhoras são muito ricas”).

O que acabamos de ver foi a forma nominativa dos pronomes. Se nunca ouviu falar nisso ou acha que neste ponto tudo já parece complicado, apenas leia o breve comentário a seguir sobre os casos gramaticais e sua aplicação em alemão.

CASOS GRAMATICAIS

Este é em larga medida um daqueles assuntos sobre os quais pouco deve se ler e se discutir e muito se deve praticar. O alemão apresenta apenas quatro casos gramaticais, enquanto o português não apresenta nenhum caso gramatical perfeitamente estruturado, mas sim resquícios desse aspecto gramatical vindo do latim. Os substantivos e os numerais alemães se declinam com raridade (ao contrário do que ocorre em latim ou em russo, por exemplo), porém todos os adjetivos, artigos e pronomes sofrem flexão. Os casos gramaticais existentes em alemão são:

NOMINATIVO: É simplesmente o sujeito da oração. Não constitui propriamente uma declinação. Se perguntarmos, por exemplo, como é casaem alemão, a resposta será o substantivo em sua forma pura, Haus, que já está automaticamente no nominativo. Por esse motivo não é exatamente apropriado dizer que uma palavra está no nominativo.

4
4

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

ACUSATIVO: É o caso regido pela maior parte dos verbos e preposições. Quando em português dizemos Eu

vi o menino, o meninoestá no acusativo (objeto direto), pois a ação de ver foi praticada sobre ele. É a

chamada declinação fraca.

DATIVO: Um menor número dos verbos e das preposições regem o dativo. O nome do caso ajuda a compreendê-lo; vem do verbo latino do, dare, ou seja, dar. Dizemos dar algo a alguém, tendo sido necessário o intermédio da preposição a(que também podia ter sido para). Grosso modo, declinam-se no dativo as palavras quando elas têm função de objeto indireto.

GENITIVO: É essencialmente o caso da posse, assim como dizemos em português Isto é da mulher. Um pequeno número de preposições e verbos alemães regem este caso.

Agora que sabemos superficialmente (e por ora é o conhecimento superficial que nos basta) quais
Agora que sabemos superficialmente (e por ora é o conhecimento superficial que nos basta) quais são os
casos encontrados no alemão, vamos ver sua aplicação com os pronomes pessoais que estudamos na
outra página:
nominativo
ich
du
er
sie
es
wir
ihr
sie
Sie
acusativo
mich
dich
ihn
sie
es
uns
euch
sie
Sie
dativo
mir
dir
ihm
ihr
ihm
uns
euch
ihnen
Ihnen
genitivo
mein
dein
sein
ihr
sein
unser
euer
ihr
Ihr

Agora para que possamos sedimentar esse conhecimento através da construção de orações, precisamos antes de tudo aprender alguns verbos básicos, e após isso já seremos aptos a formar, com muita calma e atenção, sentenças completas e perfeitas, ainda que elementares. Após vermos a conjugação no tempo presente do modo indicativo dos verbos sein (ser, estar) e haben (ter), estaremos aptos a compreender melhor o que são os casos gramaticais e como usá-los corretamente.

VERBOS PRINCIPAIS

Os verbos mais básicos da língua alemã são sein 4 (ser/estar) e o haben (ter). Usando o conhecimento que

já temos sobre os pronomes pessoais, tratemos agora de conjugá-los no tempo presente, modo indicativo:

 

SEIN

HABEN

acc

ich

bin

habe

du

bist

hast

er

   

sie

ist

hat

es

wir

sind

haben

ihr

seid

habt

5
5

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

sie

   

Sie

sind 5

haben 5

Celso R. S. Melo

4 Em alemão não existe a diferenciação comum a nós entre situação e estado, pelo menos não na forma do verbo sein. Isso não chega a constituir uma falta de modo algum, visto que o contexto indica eficientemente o que o locutor quis expressar.

5 Observe que a conjugação para sie (eles/elas) é a mesma que para Sie (o senhor/a senhora). O que distingue os dois pronomes, na escrita, é a letra maiúscula ou minúscula, além do contexto em que são usados, que torna improvável a confusão.

em que são usados, que torna improvável a confusão. À exceção de alguns poucos verbos (particularmente

À exceção de alguns poucos verbos (particularmente os modais e o verbo sein), a conjugação para ich

os modais e o verbo sein ), a conjugação para ich ich hab *‘+ etc.), já

ich hab*‘+ etc.), já

termina em -e. Informalmente é muito comum suprimi-lo na escrita (ich habe que na fala mal se o escuta.

Sabemos que o verbo seré de sentido incompleto, ou seja, se dizemos simplesmente Eu sou, nossa frase dependerá de outros elementos para formular um pensamento mais complexo. Para aplicar os conhecimentos que adquirimos anteriormente, precisaremos de um verbo perfeitamente transitivo, como haben. Quando alguém diz Eu tenho um amigo, podemos perceber que o verbo ter, aí, age sobre um amigo. Em alemão, quando qualquer verbo ou preposição age sobre um pronome, artigo ou adjetivo estes se modificam. Mas como saber se tal verbo ou preposição rege o acusativo, o dativo ou o genitivo? Essa é grandemente uma questão de memorização. No início, é um pouco difícil fazer a distinção, mas com o tempo esse conhecimento se torna tão natural quanto possível. Indicarei antes de cada verbo e preposição

aqui apresentados a marca

quando o

verbo/preposição reger o caso dativo e

quando a preposição reger o genitivo. Este tipo de marcação,

ou semelhante, o aluno encontrará também nos bons dicionários e gramáticas. Lembre-se que o caso é apenas a forma como o nome se modificará. Isso acontece em português quando, à adição da preposição para, por exemplo, precisamos mudar (declinar) tuem ti, como em Para ti, e o mesmo ocorre Para mim, Sem elaetc.

acc
acc

quando o verbo/preposição reger o caso acusativo,

gen
gen
dat
dat

Vimos acima que o verbo haben (ter) rege o caso acusativo. Dito isto, já estamos perfeitamente aptos a formular a frase Eu tenho vocêem corretíssimo alemão:

EU

TENHO HABE (atentar sempre para a correta conjugação segundo cada pronome) VOCÊ DICH (impensadamente poderia o estudante dizer Ich habe du. Tal desatenção acarretaria em erro tão grande como se se dissesse “Eu tenho tu” em português. Para evitar erros desse tipo, o estudante deve sempre identificar qual caso pede-se e depois como o pronome / artigo / adjetivo se modifica de acordo com aquele caso.)

ICH

ICH HABE DICH.

Da mesma forma podemos formar a frase acima com todos os outros pronomes, assim:

Eu tenho a ele. Tu me tens.

Ich habe ihn. Du hast mich.

6
6

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Vocês os têm. Ela o tem. Ele tem isso. A senhora tem a mim.

Ihr habt sie. Sie hat ihn. Er hat es. Sie haben mich.

Celso R. S. Melo

Percebeu que é tudo uma questão de identificar a regência do verbo e depois verificar na tabela qual forma o pronome assumirá? Será assim com toda a declinação alemã. O processo de consulta de tabela deve se repetir naturalmente por muito pouco tempo, pois em breve já terá tudo bem memorizado e não será preciso consultar nada para formular o que se quer automaticamente. Tendo em mente o conceito dos casos um pouco melhor apreendido, podemos agora entender o complexo quadro das declinações dos artigos definidos e indefinidos.

ARTIGOS DEFINIDOS E INDEFINIDOS

Sabemos em português quais são os artigos definidos (o, a, os, as) e indefinidos (um, uma, uns, umas). Em alemão temos três gêneros gramaticais, o masculino, o feminino e o neutro. À parte esse detalhe, nada difere o uso dos artigos portugueses e alemães. Vejamos primeiramente quais são e depois veremos sua declinação segundo os casos:

Der é o artigo definido masculino singular. Usado para os nomes masculinos, como der Hund (o cão). Die é o artigo definido feminino singular. Usado para os nomes femininos, como die Frau (a mulher). Das é o artigo definido neutro singular. Usado para os nomes neutros, como das Haus (a casa).

Die é o artigo definido no plural para qualquer dos três gêneros, ou seja, não importa a qual gênero a palavra pertença no singular (masculino, feminino ou neutro), no plural usa-se sempre o die, como em die Häuser (as casas), die Hunde (os cães) e die Frauen (as mulheres). Não confunda o die comum a todos os gêneros plural com o die feminino singular (a devida distinção fará sentir sua importância quando estudarmos a declinação dos artigos).

Em alemão é um pouco difícil saber a que gênero pertence determinado substantivo num primeiro momento, a não ser por poucas regras que não dão conta de todo o léxico. A princípio é natural o estudante ter a sensação de que jamais saberá qual artigo por em qual substantivo, porém a sensação é injustificada, pois à medida que ele faz uso constante da língua e usa bons dicionários (que sempre indicam o gênero da palavra apresentada), seu cérebro liga naturalmente as duas coisas, tornando fácil a identificação posterior. Aqui sempre serão indicados os artigos para cada nome.

Aqui sempre serão indicados os artigos para cada nome. Der , o artigo definido masculino singular,

Der, o artigo definido masculino singular, também pode ser usado como o pronome ‘ele’, da mesma forma que die pode substituir sie para ‘ela’, das funciona como demonstrativo genérico e die plural pode ser usado em lugar de sie para ‘eles’ ou ‘elas’.

Os artigos indefinidos alemães são:

Ein, artigo indefinido masculino e neutro, como em ein Hund (um cão) e ein Haus (uma casa). Eine, artigo indefinido unicamente feminino, como em eine Frau (uma mulher).

7
7

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

Pode parecer de pouca importância a nota, mas nunca é demais lembrar que não necessariamente o gênero do substantivo português será o gênero de seu correspondente alemão. Mond (lua), por exemplo, é um substantivo masculino, e Sonne (sol) é um substantivo feminino. Mädchen, a palavra alemã para ‘garota’, é neutra, o que nos deixa bem cientes da necessidade de desvincular nossa língua materna do alemão no processo de aprendizagem. Antes de prosseguirmos à tabela de declinação dos artigos definidos e indefinidos, vejamos um pequeno vocabulário, organizado de forma a deixar claro a qual gênero cada palavra pertence.

forma a deixar claro a qual gênero cada palavra pertence. Note que todos os substantivos alemães

Note que todos os substantivos alemães são escritos com letra maiúscula, não importa em que ordem na frase ele venha.

Behälter, der

copo

Krankheit, die

doença

Blut, das

sangue

Bart, der

barba

Kobra, die

naja

Parfüm, das

perfume

Witz, der

piada

Kochnische, die

kitchenette

Fieber, das

febre

Mann, der

homem

Klasse, die

classe

Zimmer, das

quarto

Eimer, der

balde

Wirklichkeit,

realidade

Alter, das

idade

die

Nachmittag,

tarde

Kiwi, die

quiuí

Skelett, das

esqueleto

der

Beruf, der

trabalho

Länge, die

comprimento

Gesäß, das

bunda

Schwiegersohn,

genro

Strafe, die

punição

Gefäß, das

recipiente

der

Vater, der

pai

Mütze, die

boné

Icon, das 6

ícone

Vogel, der

pássaro

Liebe, die

amor

Byte, das 6

byte

Slum, der 6

favela

Lunge, die

pulmão

Handy, das 6

celular

Gorilla, der

gorila

Hüfte, die

anca

Pferd, das

cavalo

Bauch, der

barriga

Taille, die 7

cintura

Lied, das

canção

Unterarm, der

antebraço

Brust, die

mama

Chamäleon, das

camaleão

Stein, der

pedra

Wange, die

bochecha

Messer, das

faca

Nabel, der

umbigo

Anmeldung, die

inscrição

Genick, das

nuca

Hals, der

pescoço

Tastatur, die

teclado

Angebot, das

oferta

Ellbogen, der

cotovelo

Prüfung, die

prova

Dutzend, das

dúzia

Link, der

link

Bank, die

banco

Liebchen, das

namorada

Kiefer, der

maxilar

Einstellung, die

configuração

Gegenteil, das

oposto

Kragen, der

gola

Beständigkeit,

resistência

Kissen, das

almofada

die

Blitz, der

relâmpago

Uhr, die

relógio

Seil, das

corda

Steinmarder,

fuinha

Kapazität, die

capacidade

Haus, das

casa

der

Waschbär, der

guaxinim

Schildkröte, die

tartaruga

Kind, das

criança

8
8

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

Toast, der 6

torrada

Genehmigung,

permissão

Gehirn, das

cérebro

die

6 Pronúncia inglesa original. 7 Pronúncia à alemã, não à francesa.

Quanto aos nomes dos países, é importante ressaltar que boa parte deles não é comumente associada a um artigo, ainda que sempre tenham um gênero gramatical. Países como Turquia (die Türkei), Suíça (die Schweiz) e os Estados Unidos (die Vereinigten Staaten, ou die USA) são exceções. Na maior parte dos casos, os nomes das nações são neutros, como ocorre com Deutschland (Alemanha), Österreich (Áustria) etc. O gênero da palavra faz sentir sua importância quando usamos um adjetivo, por exemplo, para classificar o país em questão: Das schöne Deutschland (a bela Alemanha).

DECLINAÇÃO DOS ARTIGOS

DEFINIDO SINGULAR DEFINIDO PLURAL m f n m f n nom der die das die
DEFINIDO SINGULAR
DEFINIDO PLURAL
m
f
n
m
f
n
nom
der
die
das
die
die
die
acc
den
die
das
die
die
die
dat
dem
der
dem
den
den
den
gen
des
der
des
der
der
der
   

INDEFINIDO

 

m

f

n

nom

ein

eine

ein

acc

einen

eine

ein

dat

einem

einer

einem

gen

eines

einer

eines

Vamos primeiramente entender a interpretar os valiosos dados das tabelas acima. Entre os artigos definidos no singular (tabela 1), confrontamos a coluna m (masculino) com a linha nom (nominativo), e encontramos der. Der é, logo, o artigo definido masculino singular no nominativo: der Behälter, der Hund, der Mann etc. No acusativo, descendo uma linha, veremos que a forma é den. Lembra-se que estudamos já um verbo que rege o acusativo? Formulemos então a frase: der Mann hat den Bart. Nada há nesta frase de novo para nós: releia os conceitos dos casos e reveja as tabelas. A partir de agora você pode criar declarações simples, mas que já habilitarão você a fazer uso correto das declinações. A análise das sentenças Der Vater hat eine Krankheit, Ich habe ein Messer, Maria hat ein Kissen, Wir haben ein Seil, der Steinmarder hat ein Pferd, que ficará por sua conta, já é um importante passo rumo ao domínio da língua alemã. Faça como treino inúmeras combinações diferentes com os substantivos que

9
9

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

vimos, o verbo haben e os artigos definidos e indefinidos, sempre atentando para a correta flexão, e você perceberá os claros padrões existentes.

O estudante deve deter-se no assunto por alguns meses para dominar perfeitamente a declinação. Depois

de dominado este assunto, não há nenhum impedimento para o progresso nos estudos. Antes de pormos

em prática os conceitos ensinados, vejamos a conjugação de um verbo alemão que rege o caso dativo (helfen, ajudar) e mais um que rege o acusativo (sehen, ver):

 

HELFEN

SEHEN

 

dat

   

acc

 

ich

helfe

 

sehe

 

du

hilfst

 

siehst

 

er

   

sie

hilft

 

sieht

 

es

   

wir

helfen

 

sehen

 

ihr

helft

 

seht

 

sie

   

Sie

helfen

 

sehen

 

Sendo helfen um verbo que rege o dativo, então a frase A fuinha ajuda (a) um cavaloficaria em alemão:

A

FUINHA

DER STEINMARDER

AJUDA

HILFT

UM CAVALO EINEM PFERD (Pferd é um substantivo neutro, sendo seu artigo indefinido ein, que no dativo, caso regido e exigido pelo verbo que sobre ele age, é einem)

DER STEINMARDER HILFT EINEM PFERD.

O erro possível e provável e comum seria escrever algo como Das Steinmarder hilft ein Pferd. Quem assim

procede demonstra falta de atenção e de cuidado para com as regras da língua, e não evita a impressão de baixa capacidade intelectual no leitor/ouvinte.

Construindo mais frases:

A criança tem um cérebro. Eu vejo um guaxinim.

A tartaruga me ajuda.

Ela tem um celular.

O celular nos ajuda.

Das Kind hat ein Gehirn. Ich sehe einen Waschbär.

Die Schildkröte hilft mir. Sie hat ein Handy.

Das Handy hilft uns.

Deixarei os exemplos acima como base de análise e sedimentação dos conhecimentos até aqui adquiridos. Não deixe de produzir você mesmo seus exemplos, o que, entre outros efeitos, produzirá grande vontade de expandir os conhecimentos para além das simples declarações.

10
10

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

É basicamente devido a essas regras simples que dizem ser o alemão uma língua tão complicada. Qualquer

estudante com três meses de estudo percebe a insipiência de quem profere tais asneiras. É preciso apenas prática diária e boa dose de interesse.

É preciso apenas prática diária e boa dose de interesse. Pode ocorrer que um mesmo substantivo

Pode ocorrer que um mesmo substantivo apresente dois gêneros. Em alguns desses casos, a mudança de gênero implica em total alteração de sentido (das Band, a tira; die Band, a banda [musical]; der Band, o volume [de livro]). Em outros casos, a variação de gênero tem caráter regional (a foto, das Foto na Alemanha, die Foto na Suíça). Outros ainda, na língua coloquial podem assumir outro gênero, enquanto tendo apenas um na formal (o pó, der Puder [formal], das Puder [informal]). Outros nomes podem ter, formalmente, mais de um gênero, indistintamente, mormente palavras de origem estrangeira (der/das Joghurt; der/das Bonbon etc.)

PREPOSIÇÕES

Como os verbos, as preposições também regem determinados casos. Lembre-se sempre que nunca variará

o caso que certo verbo ou preposição regerá, por isso é tão importante a memorização. Abaixo estão listadas as principais preposições de acordo com o caso que regem:

Preposiçoes que regem unicamente o acusativo:

PREPOSIÇÃO

TRADUÇÃO / CORRESPONDÊNCIA

EXEMPLO

bis

até

bis Mai 2012 (até maio de 2012)

durch

através de

durch Bankdarlehen (através de empréstimos bancários)

entlang 8

ao longo de

die Straße entlang (ao longo da rua)

für

para

für meine Frau (para minha mulher)

gegen

contra, por

ein Kampf gegen dich (uma luta contra você)

ohne

sem

ohne die Uhr (sem o relógio)

um

sobre (a respeito de), ao redor de, em (com tempo)

um Punkt 8 (às oito em ponto)

8 Entlang costuma vir apenas após o nome que modifica, como visto no exemplo.

Essas preposições exigem pelo menos um breve comentário cada uma, seja para ratificar o que já foi dito, seja para apresentar informações relevantes e novas. Bis costuma ser usada em conjunto com outras preposições, formando preposições compostas, como bis auf (com exceção de, até) ou bis zu (até). O caso regido pela preposição assim formada é o da última preposição formadora. Durch é usado aproximadamente nas mesmas circunstâncias em que usamos o ‘através de’. Entlang, como

já comentado, tem uso posposto: den Strand entlang (ao longo da praia).

Für corresponde a ‘por’, ‘para’, ‘com vistas a’ etc.: Alles für dich (tudo por você), für Geld arbeiten

(trabalhar por dinheiro) etc. Gegen estabelece sentido de oposição, invariavelmente. Na hora da tradução, não há confundir com nosso ‘por’, com sentido de finalidade: Medikamente gegen Kopfschmerz (medicamentos para dor-de-cabeça).

11
11

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

Ohne também não se afasta de nosso correspondente ‘sem’: Ich bin ohne dich (eu estou sem você). Um é uma das preposições alemãs com maior pluralidade de uso. Em tempo, indica a hora ou intervalo de tempo em que algo ocorre: Um 7 Uhr (às 7 horas), um Mitternacht (de meia-noite). Em alguns sentidos, pode corresponder a nosso ‘por’ ou ‘após’: Stein um Stein (pedra por pedra), Stufe um Stufe (passo a passo), Tag um Tag (dia após dia), Zahn um Zahn (olho por olho), Jahr um Jahr (ano após ano).

Preposições que regem unicamente o dativo:

PREPOSIÇÃO

TRADUÇÃO / CORRESPONDÊNCIA

EXEMPLO

aus

de, vindo de, por causa de

aus Angst (por medo)

außer

além de, à exceção de

außer Frage (fora de questão)

bei

junto a, na casa de

bei Dunkelheit (no escurecer)

entgegen

contrário a

entgegen den Regeln (contrário às ordens)

entsprechend

de acordo com

entsprechend der Weisung (de acordo com a instrução)

gegenüber

para com, oposto a, com relação a

Abneigung gegenüber ihr (antipatia para com ela)

getreu

fielmente a

getreu dem Motto (fiel ao lema)

mit

com

mit dem Pferd (com o cavalo)

nach

a, após, depois de, para

nach Deutschland (para a Alemanha)

seit

desde

seit langen Zeiten (desde muito tempo)

von

de

ein Buch von Kafka (um livro de Kafka)

zu

a, para

Komm zu mir (venha a mim)

Aus usamos, entre outros, para indicar de que lugar viemos: Ich bin aus Österreich (sou da Áustria). Também pode indicar motivo: aus Geldmangel (por falta de dinheiro) ou material de que algo é feito: aus Glas (de vidro). Bei também se presta a uma infinidade de sentidos. De maneira genérica, podemos dizer que expressa adjacência, sem sentidos amplos como o temporal ou o espacial: bei Bedarf (em demanda), bei Bezahlung (quando do pagamento), bei Feuer (em caso de incêndio), bei Gott (por deus), bei mir (em minha casa), bei Regen (em caso de chuva), bei Sonnenuntergang (no por-do-sol), bei Tagesanbruch (de manhãzinha cedo), bei weitem (de longe) etc. Nach usamos para indicar, entre outros, direção a países e lugares sem artigo (a saber, quase a totalidade dos nomes de lugares em alemão não recebem artigo definido): nach Brasilien (ao Brasil), nach Deutschland (à Alemanha), nach Indien (para a Índia) etc. Von é largamente usado em substituição ao caso genitivo (as duas formas coexistem), indicando posse:

Kanzler von Deutschland (chanceler da Alemanha). Zu é muito usado para indicar finalidade, em especial com verbos substantivados (estudaremos isso mais à frente): bereit zum Ficken (pronta para trepar), Tiere zum Essen (animais para comer / de comer) etc.

Preposições que regem o genitivo:

12
12

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

PREPOSIÇÃO

 

TRADUÇÃO /

 

EXEMPLO

CORRESPONDÊNCIA

 

abseits

à

parte, fora, à margem

abseits der Wege (fora dos caminhos)

 

abzüglich

menos

abzüglich 10 Prozent (deduzidos 10 por cento)

 

angesichts

frente a

angesichts der Tatsache

(frente ao fato

 

)

anhand

com auxílio de

anhand eines Beispiels (por meio de um exemplo)

 

anlässlich

na ocasião de

anlässlich

ihres

Geburtstages

(na

ocasião

de

seu

aniversário)

auf

com base em

auf Grundlage eines Rezepts (baseado em uma receita)

Grundlage

auf Seiten

da parte de

auf Seiten der Eltern (da parte dos pais)

 

aufgrund

/

devido a, por conta de

aufgrund der Flaute (por conta da recessão)

 

auf Grund

 

ausschließlich

excluindo-se

ausschließlich

Verpackung

(empacotamento

não

incluído)

außerhalb

no exterior de

außerhalb der Saison (fora de estação)

 

bar

desprovido de

-

behufs

com o objetivo de

behufs der Heilung (com fito na cura)

 

beidseits

nos dois lados de

beidseits des Atlantiks (nos dois lados do Atlântico)

 

betreffs

com respeito a

betreffs der Experimente (relativo aos experimentos)

 

bezüglich

a propósito de

bezüglich des Gläubigers (com respeito ao credor)

 

dank

graças a

dank

seiner

günstigen

Lage

(graças

a

sua

posição

favorável)

einschließlich

incluindo

einschließlich Verpackung (empacotamento incluído)

 

exklusive

exceto

exklusive Mehrwertsteuer (excluindo-se o imposto sobre o valor acrescentado)

gelegentlich

à

ocasião de

gelegentlich

der

Veröffentlichung

(na

 

ocasião

da

 

publicação)

hinsichtlich

com respeito a

hinsichtlich der Umwelt (relativo ao meio-ambiente)

 

im Falle

em caso de

im Falle des Verlusts (em caso de perda)

 

im Laufe

no curso de

im Laufe der Geschichte (no curso da história)

 

im Verlauf

no curso de

im Verlauf der Zeit (no curso do tempo)

 

infolge

como consequência de

infolge des Regens (em consequência da chuva)

 

inklusive

inclusive

inklusive Mehrwertsteuer (incluindo o IVA)

 

innerhalb

no interior de

innerhalb

des

Bankensystems

(dentro

 

do

sistema

bancário)

jenseits

para além de

jenseits der Grenze (além das fronteiras)

 

kraft

por virtude de

kraft Gesetzes (por virtude da legislação)

 
13
13

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

mangels

por falta de

mangels Beweisen (por falta de evidências)

 

mithilfe

pela ajuda de

mithilfe einer anwenderfreundlichen Technologie (com o auxílio de uma tecnologia amigável)

mittels

com a ajuda de

Zahlung

mittels

Scheck

(pagamento

por

meio

de

cheque)

namens

de nome

ein Junge namens Josef (um garoto de nome Josef)

 

seitens

da parte de

seitens

der

Bundesländer

(da

parte

dos

estados

federados)

 

statt

em vez de

statt der Gesundheit (em vez da saúde)

 

trotz

para

trotz aller Holprigkeit (apesar de todos os altos e baixos)

unterhalb

na parte de baixo de

unterhalb des Meeresspiegels (abaixo do nível do mar)

 

unweit

não longe de

unweit einer Bushaltestelle (próximo a uma parada de ônibus)

vermittels

por meio de

vermittels Gewalt (por meio da violência)

 

während

durante

während des Fluges (durante o voo)

 

wegen 9

por causa de

wegen eines Irrtums (por conta de um erro)

 

zugunsten

em favor de

zugunsten des Käufers (em benefício do consumidor)

 

zur Feier

em celebração de

zur

Feier

des

Wettkampfs

(em

celebração

da

competição)

 

zuzüglich

mais

zuzüglich 10 Prozent (adicionados 10 por cento)

 

zwecks

em propósito de

zwecks Ehe (com objetivo de casamento)

 

9 wegen também pode reger o caso dativo: wegen dir (por sua causa).

Preposições que regem o acusativo e o dativo:

Aqui surge uma dúvida: como saber qual caso usar para as seguintes preposições? É simples. É apenas questão de saber se queremos exprimir uma noção de localização ou de movimento. Limitemo-nos agora a listar essas preposições e mais tarde entenderemos como usá-las.

an

auf

hinter

in

neben

über

unter

vor

zwischen

14
14

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

PRONOMES POSSESSIVOS

Celso R. S. Melo

Os pronomes possessivos também se declinam em alemão, seguindo o mesmo padrão de terminações a que já estamos mais ou menos familiarizados. Observe quais são os pronomes possessivos de cada pessoa e sua declinação em todos os casos e números:

 

ich

mein

meu

 

du

dein

teu

er / es

sein

dele

sie

ihr

dela

wir

unser

nosso

ihr

euer

de vocês

sie

ihr

deles / delas

Sie

Ihr

dele / dela

   

SINGULAR

 

PLURAL

 

m

f

n

 

m

/ f / n

nom

mein

meine

mein

 

meine

acc

meinen

meine

mein

 

meine

dat

meinem

meiner

meinem

 

meinen

gen

meines

meiner

meines

 

meiner

   

SINGULAR

 

PLURAL

 

m

f

n

 

m

/ f / n

nom

dein

deine

dein

 

deine

acc

deinen

deine

dein

 

deine

dat

deinem

deiner

deinem

 

deinen

gen

deines

deiner

deines

 

deiner

   

SINGULAR

 

PLURAL

 

m

f

n

 

m

/ f / n

nom

sein

seine

sein

 

seine

acc

seinen

seine

sein

 

seine

dat

seinem

seiner

seinem

 

seinen

gen

seines

seiner

seines

 

seiner

15
15

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

     

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

ihr

ihre

ihr

 

ihre

acc

ihren

ihre

ihr

 

ihre

dat

ihrem

ihrer

ihrem

ihren

gen

ihres

ihrer

ihres

ihrer

   

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

unser

unsere

unser

unsere

acc

unseren

unsere

unser

unsere

dat

unserem

unserer

unserem

unseren

gen

unseres

unserer

unseres

unserer

   

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

euer

eure

euer

eure

acc

euren

eure

euer

eure

dat

eurem

eurer

eurem

euren

gen

eures

eurer

eures

eurer

Analisando as terminações isoladamente:

 
     

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

-

-e

 

- -e

acc

-en

-e

 

- -e

dat

-em

-er

-em

 

-en

gen

-es

-er

-es

 

-er

Atentando para todos esses dados e fazendo uso de tudo quanto vimos até este ponto, estamos aptos a construir sentenças que de modo algum podem ser consideradas basilares. Seu papel no começo do estudo será formar pensamentos por si próprio, por simples que sejam, jamais dispensando a consulta exaustiva dos dados nas tabelas e a revisão de tudo que escreveu ou somente pensou. Pergunte a qualquer estudante experimentado de alemão que dificuldade estes tópicos lhe oferecem no dia-a-dia e ele responderá com muita leveza que absolutamente nenhuma (tome o cuidado de consultar um estudante inteligente). Às frases:

Meu pai é contra minha barba.

16
16

Mein Vater ist gegen meinen Bart.

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Através de uma prova. De acordo com sua realidade. Em benefício de teu homem. Estou sem minha namorada.

Durch eine Prüfung. Entsprechend deiner Wirklichkeit. Zugunsten deines Mannes. Ich bin ohne mein Liebchen.

Celso R. S. Melo

Em suma, estes são os passos que você deve seguir no processo:

1. Identificar qual caso a preposição ou verbo rege;

2. Ver na tabela que forma o adjetivo/artigo/pronome assumirá naquele caso;

3. Declinar corretamente.

É de se admitir que no começo esse processo rende algum trabalho ao estudante.

PRONOMES DEMONSTRATIVOS

Os pronomes demonstrativos são aqueles que usamos para nos referir a determinado objeto ou pessoa, estejam eles perto de nós ou não. Os pronomes demonstrativos alemães também se declinam, mas neste ponto já temos boa noção do padrão que a declinação alemã geral segue. Os pronomes demonstrativos alemães são:

dies (este/isto, para objetos/pessoas próximos)

   

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

dieser

diese

dieses

diese

acc

diesen

diese

dieses

diese

dat

diesem

dieser

diesem

diesen

gen

dieses

dieser

dieses

dieser

A forma dies pode ser usada como pronome absoluto, bem como das: Dies ist sehr gut / Das ist sehr gut

(Isto / isso é muito bom). Se usados no plural, não sofrem flexão: Dies sind Maria und Renate / Das sind Maria und Renate (Estas / essas são Maria e Renate).

jener (aquele/aquilo, para objetos/pessoas distantes)

   

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m

/ f / n

nom

jener

jene

jenes

jene

acc

jenen

jene

jenes

jene

dat

jenem

jener

jenem

jenen

gen

jenes

jener

jenes

jener

17
17

Pequeno curso de alemão para estudantes brasileiros

Celso R. S. Melo

derselbe (o mesmo)

 
 

SINGULAR

PLURAL

 
 

m

f

n

m / f / n

 

nom

derselbe

dieselbe

dasselbe

dieselben

acc

denselben

dieselbe

dasselbe

dieselben

dat

demselben

derselben

demselben

denselben

gen

desselben

derselben

desselben

derselben

derjenige (aquele)

 
     

SINGULAR

PLURAL

 

m

f

n

m / f / n