Você está na página 1de 10
110 Revista Brasileira de Ensino de Fisica, vol. 16, n®s (1-4), 1994 Mudangas nas Concepgoées Alternativas de Estudantes Relacionadas com Eletricidade (Changes in students’ alternative conceptions concerning electricity) M. H. Gravina Departamento de Fisica, FURG, Rio Grande, RS B. Buchweitz Instituto de Fisica, UFRGS, RS, Brasil ‘Trabalho recebido em 4 de marco de 1994 Resumo isa est relacionada com a identificagio de concepgées alternativas de estudantes idade, com a preparacéo e aplicacao de estratégias de ensino, e com a anélise da sua aprendizagem de conceitos cientificos. Estratégias e materiais instrucionais foram pteparados usando o conhecimento prévio dos estudantes e idéias de aprendizagem como uma mudanga nas concepgies dos estudantes. Os dados foram obtidos por meio de testes de miiltipla escolha ¢ de entrevistas. Os resultados mostraram uma diferenca significativa entre as médias dos escores antes e depois da instruco, e que eles aprenderam os conceitos cientificos na maioria dos casos e perderam muitas concepgées alternativas. Abstract ‘This research is concertied with the identification of students’ alternative conceptions in elec- tricity, with the development and application of teaching strategies, and with the analysis of their learning of scientific concepts. Instructional strategies and materials were prepared using students’ prior knowledge and ideas of learning as a change in students’ concepti- ons. The data were gathered through multiple choice tests and interviews. ‘The results showed significant difference hetween students’ mean scores before and after instruction, and that they learned the scientific conceptions in most instances and lost many alternative conceptions. I. Introdugao Concepgées alternativas, também chamadas intuiti- vas ou espontaneas, so as concepgées apresentadas pe- los estudantes, que diferem das concepgdes aceitas pela comunidade cientifica. Varios trabalhos tém sido publi- cados salientando a importancia destas concepgdes no ensino e na aprendizagem, tendo em vista que algumas so compartilhadas por um grande niimero de alunos, sio resistentes instrugo, ¢ em alguns casos surgem como decorréncia da instrugio. Este trabalho teve como objetivo levantar algumas concepgées alternativas sobre eletricidade apresentadas por um grupo de estudantes , a partir destas con- cepgées, elaborar atividades de ensino que propiciassem uma mudanga conceitual, visando a aprendizagem dos conceitos cientificos envolvidos. ‘Com este trabalho pretendemos responder as se- guintes questées bésicas: ~ Quais as concepgées alternativas apresentadas pe- los estudantes, e 0 quanto estas concepgées so seme- Ihantes as encontradas na literatura? - Qual a contribuigéo das atividades de ensino ela- boradas e utilizadas para 0 processo de mudanga con- M. H. Gravina e B. Buchweits cxitual dos estudantes? Concepgées alternativas ¢ mudanca conceitual Muitas razes tém sido um estimulo importante para realizar pesquisa educacionalrelacionad com con- ceitos ou concepgées cientifeas ¢ concepgdes alters vas. Certamente, entre exsas razdes, uma das mais rele- vantes & a de que conceitos e suas relagSes exercem um papel essencial em uma ciéncia como a Fisica. Enfase da importancia de conceitos no processo de aprendizagem & compartithada por Gowin (1981) a0 clamar que “as pessoas pensam com conccitos”, por Gagné (1977, p.185) em destacar que “a aquisigio de conceitos & 0 que torna a aprendizagem possivel”, Ausubel (1978, p.88) ao afirmar que “nés vivemos em tum mundo de conceitos em ver de em um mundo de objeton, eventos situagies” Virios trabalhos tém sido publicados sobre levan- tamento de concepgées alternativas exstentes em estu- antes, principalmente ao nivel de primeiro e segundo ‘graus, Bem menos trabalhos procuram explorar esses ‘dados para adaptar ou aprimorar o curriculoe o ensino visando a aprendizagem correta dos conceitoscintificos relacionados com as concepgGes alternativas. Em Fisica cexistem estudos em diversas reas, como Mecinica,Ter- ‘modinimica, Eletrcidade e Optica (Driver e Erickson, 1983; Buchweitz e Morera, 1987). Relacionados com Eletricidade podem ser encontra- dos vizio trabalhos, em geral envelvendo circuitos sim- ples. Em seu artigo, Evans (1978) descreve um método cessencialmente experimental com material simples para abordar confusies bastante comuns que os estudantes fazer com tensio e corrente elétrica [No seu artigo sobre concepsées de circuitos simples, Fredette & Lochhead (1980) apresentam os resultados ‘obtidos entrevistando clinicamente estudantes de um curso de Fisica bisica que foram usados para construir lum teste escrito que confirmou os resultados das en- trevistas identificando dois modelos de cireuitos usados pelos estudantes. Osborne e Gilbert (1980) propdem e ilustram um método de entrevista sobre instincias envolvendo os concciton de trabalho e corrente elétrica. Os dados ob- tidos mostram algumas caracteristicas atribuidas aos ML conceitos de corrente elétrica e de trabalho pelos estu- antes. Cohen et alii (1983) usaram um teste escrito com questdes de miltpla escolha ¢ de resposta livre para Aetectar os conceitose relagies entre conceitos que estu- antes usam ao analisar circuitos elétricos. Em seguida fizeram entrevistas com alguns dessesestudantes sobre as questies e verficaram que nem sempre as respostas iio as mesmas nas duas oportunidades. Mesmo assim, diversas fontes comuns para muitos dos erros puderam ser identifieadas, 0 estudo de Shipstone (1984) examina modelos de fluxo elétrico de corrente usados por criangas entre 8 ¢ 12 anos ao lidarem com cireutos elétricos que contém baterias, lampadas e resistores, Usando testes esctitos com trésalternativase jusificacio da resposta, o autor =|) 9. No seguinte cireuito a chave interruptora est inici- almente aberta, «= Existe fer a de potencial entre os pontos a e b ou Bentre ee d? Bentre ee f? Se fecharmos a chave: - xiste diferenga de poten = Bentre ced? -Bentree ef? jal entre ae b?