Você está na página 1de 4

Lista de exercícios – Bioquímica – Prof. Aramís

Assuntos:

Bioenergética e Glicólise / Ciclo de Krebs / Cadeia respiratória /

Gliconeogênese e Via das pentoses / Metabolismo do glicogênio

Bioenergética e Glicólise

1– O metabolismo é uma atividade celular altamente coordenada. Quais são as três funções que o metabolismo pode desempenhar na célula?

2 – O metabolismo compreende-se de dois processos. Quais são eles e qual a diferença entre eles?

3 – O que é bioenergética? Quais são os três parâmetros energéticos que descrevem as transformações numa reação química e suas definições?

4 – Qual o significado de termos um Δ G negativo numa reação?

5 – Que papel o ATP desempenha para a bioenergética da célula e como ele consegue fazê-lo?

6 – Quais funções a glicose desempenha na célula e quais as três principais vias de utilização da glicose nas células?

7 – Em que consiste a glicólise? De que forma a energia se conserva na glicólise?

8 – Escreva a reação geral da glicólise (visão geral do processo).

9 – Quantos passos a glicólise possui no total e quais são as fases em que ela divide-se?

10 – Faça um esquema geral da glicólise (com todas as reações, enzimas, produtos, ATP e NADH).

Destaque dentre estes quais são os passos mais importantes e porque são os mais importantes.

Qual o saldo de ATP e NADH na glicólise?

11 – A reação abaixo representa o passo 3 da glicólise. Esta reação seria favorável de ocorrer

(espontânea) ou não? É uma reação reversível ou irreversível? Explique suas respostas.

reversível ou irreversível? Explique suas respostas. 12 – Como funciona o mecanismo bioquímico do diabetes

12 – Como funciona o mecanismo bioquímico do diabetes tipo 1? Por que uma pessoa com esta

doença possui acúmulo de glicose no sangue e falta na célula?

Ciclo de Krebs

1 – Em que consiste a respiração celular e quais são seus 3 estágios? Descreva sucintamente o que ocorre nestes estágios.

2 – Como se dá a conversão de piruvato em acetil-CoA? A molécula do piruvato perde qual grupamento químico durante este processo?

3 – Descreva, de maneira geral, o que ocorre durante o ciclo do ácido cítrico. (dica: sua resposta

deve ter as seguintes palavras-chave: oxidação, acetil-CoA, CO 2, oxaloacetato, citrato, regenerar,

conservação de energia, NADH, FADH 2 ).

4 - Faça um esquema geral do ciclo do ácido cítrico (com todas as reações, enzimas, NADH e

FADH 2 ). Destaque dentre estes quais são as reações mais importantes e porque são as mais

importantes. Qual o saldo de NADH e FADH 2 a cada volta no ciclo?

Cadeia respiratória

1 – Quais são os 5 componentes protéicos da cadeia transportadora de elétrons? Durante esta

cadeia há a transferência do que de um complexo (ou componente) para outro? Ao mesmo tempo

em que isto ocorre o que é bombeado da matriz mitocondrial para o espaço intermembranas?

2 – Ao final da cadeia transportadora de elétrons como a energia se conservou? Explique. (dica:

gradiente de prótons).

3 – Durante a fosforilação oxidativa há mais prótons no espaço intermembranas ou na matriz? E

durante a síntese de ATP estes prótons retornam de onde para onde? Qual é a enzima que promove

a síntese de ATP?

4 – Quantos prótons (H + ) são necessários para a síntese de 1 ATP? Logo, se a cada NADH que transfere seus elétrons para a cadeia há o bombeamento de 10 prótons para o espaço intermembranas, quantos ATP são produzidos por NADH? E por FADH 2 que bombeia 6 prótons?

5 – No balanço geral da oxidação de uma molécula de glicose em condições aeróbicas, quantos ATP são produzidos no total? Descreva quantos ATP, NADH e FADH 2 são produzidos (a partir de uma molécula de glicose) durante a glicólise, a oxidação do piruvato e o ciclo do ácido cítrico.

Gliconeogênese e Via das pentoses

1 – Defina em poucas palavras a gliconeogênese e em quais organismos ela ocorre.

2 – Em qual órgão a gliconeogênese ocorre nos animais e quais órgãos e tecidos utilizam apenas a glicose como fonte de energia?

3 – A gliconeogênese é simplesmente o inverso da glicólise ou há diferenças entre elas? Se há diferenças explique quais são.

4 – Em que consiste o primeiro desvio da gliconeogênese? Que enzimas agem neste desvio? Qual seria a reação correspondente na glicólise?

5 – Em que consiste o segundo desvio da gliconeogênese? Que enzima age neste desvio? Qual seria a reação correspondente na glicólise?

6 – Em que consiste o terceiro desvio da gliconeogênese? Que enzima age neste desvio e em quais órgãos ela se encontra? Qual seria a reação correspondente na glicólise?

7 – O que ocorreria se glicólise e gliconeogênese acontecessem ao mesmo tempo na célula? Elas podem estar simultaneamente ativas?

8 – Em que consiste a via das pentoses fosfato e por que ela é importante? Quais são as etapas em que ela se divide?

9 – O que é produzido na etapa oxidativa da via das pentoses fosfato e qual a importância destes compostos produzidos?

10 – O que ocorre na fase não-oxidativa? Descreva usando as seguintes palavras-chave: moléculas de açúcar fosfato; átomos de carbono; oxidação contínua; glicose 6-fosfato; NADPH.

Metabolismo de glicogênio

1 – Qual a forma de armazenamento da glicose nos animais e nas plantas? No caso dos animais, em que órgãos esta forma de armazenamento se encontra principalmente?

2 – O glicogênio muscular e hepático é exaurido em quanto tempo?

3 – Defina glicogenólise e glicogênese.

4 – Quais as três enzimas que agem na glicogenólise? O que cada uma delas faz?

5 – O que ocorre preferencialmente com a glicose 6-fosfato presente no músculo e no fígado?

(Palavras-chave: energia, glicólise, contração, jejum, sangue, glicose 6-fosfatase, GLUT2).

6 – Descreva o que está sendo ilustrado na figura abaixo. (palavras-chave: G6P (glicose 6-fosfato), glicose 6-fosfatase, glicose, retículo endoplasmático, GLUT2, glicose sanguínea, hepatócito).

(glicose 6-fosfato), glicose 6-fosfatase, glicose, retículo endoplasmático, GLUT2, glicose sanguínea, hepatócito). 3

7 – Na glicogênese qual tipo de composto desempenha papel-chave no processo? Em que consiste a glicogênese e onde ela ocorre?

8 – Explique de maneira sucinta como a glicogênese ocorre. (palavras-chave: glicose 6-fosfato,

glicose 1-fosfato, fosfoglicomutase, UDP-glicose, glicogênio sintase, enzima de ramificação).

9 – Porque é preciso adicionar ramificações na molécula no glicogênio? (palavras-chave: pontas não- redutoras, solubilidade, fosforilase do glicogênio e glicogênio sintase)

10 – Qual o papel da glicogenina no início da formação do glicogênio?