Você está na página 1de 1

ABNT NBR 6118:2014

Tabela 7.2 Correspondncia entre a classe de agressividade ambiental e


o cobrimento nominal para c = 10 mm
Classe de agressividade ambiental (Tabela 6.1)

Componente ou I II III IV c
Tipo de estrutura
elemento
Cobrimento nominal
mm
Laje b 20 25 35 45
Viga/pilar 25 30 40 50
Concreto armado
Exemplar para uso exclusivo - TARGET EDITORA GRFICA LTDA - 07.907.402/0001-13 (Pedido 472982 Impresso: 08/05/2014)

Elementos
estruturais em 30 40 50
contato com o solo d

Concreto Laje 25 30 40 50
protendido a Viga/pilar 30 35 45 55
a Cobrimento nominal da bainha ou dos fios, cabos e cordoalhas. O cobrimento da armadura passiva deve
respeitar os cobrimentos para concreto armado.
b Para a face superior de lajes e vigas que sero revestidas com argamassa de contrapiso, com revestimentos
finais secos tipo carpete e madeira, com argamassa de revestimento e acabamento, como pisos de
elevado desempenho, pisos cermicos, pisos asflticos e outros, as exigncias desta Tabela podem ser
substitudas pelas de 7.4.7.5, respeitado um cobrimento nominal 15 mm.
c Nas superfcies expostas a ambientes agressivos, como reservatrios, estaes de tratamento de gua e
esgoto, condutos de esgoto, canaletas de efluentes e outras obras em ambientes qumica e intensamente
agressivos, devem ser atendidos os cobrimentos da classe de agressividade IV.
d No trecho dos pilares em contato com o solo junto aos elementos de fundao, a armadura deve ter
cobrimento nominal 45 mm.

Para concretos de classe de resistncia superior ao mnimo exigido, os cobrimentos definidos


na Tabela 7.2 podem ser reduzidos em at 5 mm.

7.4.7.7 No caso de elementos estruturais pr-fabricados, os valores relativos ao cobrimento das


armaduras (Tabela 7.2) devem seguir o disposto na ABNT NBR 9062.

7.5 Detalhamento das armaduras

7.5.1 As barras devem ser dispostas dentro do componente ou elemento estrutural, de modo a per-
mitir e facilitar a boa qualidade das operaes de lanamento e adensamento do concreto.

7.5.2 Para garantir um bom adensamento, necessrio prever no detalhamento da disposio das
armaduras espao suficiente para entrada da agulha do vibrador.

7.6 Controle da fissurao

7.6.1 O risco e a evoluo da corroso do ao na regio das fissuras de flexo transversais arma-
dura principal dependem essencialmente da qualidade e da espessura do concreto de cobrimento da
armadura. Aberturas caractersticas limites de fissuras na superfcie do concreto, dadas em 13.4.2, em
componentes ou elementos de concreto armado, so satisfatrias para as exigncias de durabilidade.

20 ABNT 2014 - Todos os direitos reservados