Você está na página 1de 2

2

CONTEÚDO

PROFº: ANDRÉ BELÉM


07 O CLASSICISMO EM PORTUGAL “OS LUSÍADAS” 2
A Certeza de Vencer KL 110408

Mas, conquistando as ondas do oceano,


Fui capitão do mar, por onde andava
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

A armada de Netuno, que eu buscava.

52 – Adamastor explica porque escolheu lutar no mar e não no Olimpo:


a paixão que sentia por Tetis, esposa de Peleu, a qual vira sair das
águas, juntamente com as nereidas.

Amores da alta esposa de Peleu9


Me fizeram tomar tamanha empresa.
Todas as deusas desprezei do céu,
Só por amar das águas a princesa.
Um dia a vi, coas filhas de Nereu10,
Sair nua na praia: e logo presa

A vontade de senti de tal maneira,


Que inda não sinto cousa que mais queira.

53 – Como sua fealdade na lhe permitia conquistar Tétis, Adamastor


resolveu tomá-la pela força. Dóris, mãe de Tetis, amedrontada,
transmitiu à filha as ameaças do monstro, mas ela desprezou a
advertência.

A CONFISSÃO DE ADAMASTOR Como se fosse impossível alcançá-la,


49 – Prosseguia a terrível figura com seus prognósticos, quando Vasco Pela grandeza feia de meu gesto11
da Gama o interpela perguntando-lhe quem era, passando então o Determinei por armas de tomá-la
monstro a apresentar-se. E a Dóris12 este caso manifesto.
De medo a deusa então por mim lhe fala;
Mais ia adiante o monstro horrendo, Mas ela, c’um formoso riso honesto,
Dizendo nossos fados, quando, alçado1, Respondeu: qual será o amor bastante
Lhe disse eu: Quem és tú? Que esse estupendo2 De ninfa, que sustente o dum gigante?
Corpo, certo3 me tem maravilhado!
A boca e os olhos negros retorcendo 54 – Tétis diz que há de encontrar uma forma de evitar a guerra
E dando um espantoso e grande brado, marinha e tal recado Dóris transmite ao gigante que, apaixonado, não
Me respondeu, com voz ríspida e amara4, percebe as intenções enganosas de Tétis.
Como quem da pregunta lhe pesara:
Contudo, por livrarmos o oceano
50 – Começa a auto-apresentação do gigante, que se revela como o De tanta guerra, eu buscarei maneira
cabo conhecido por Tormentório (Cabo das Tormentas), término da Com que, com minha honra13, escute o dano:
costa meridional da África, que só a ousadia dos portugueses vieram Tal resposta me torna a mensageira14.
descobrir. Eu, que cair não pude neste engano15
(Que é grande dos amantes a cegueira16),
Eu sou aquele oculto e grande cabo Encheram-me, com grandes abondanças,
A quem chamais vós outros Tormentório5 O peito de desejos e esperanças.
Que nunca a Ptolomeu, Pompônio, Estrabo,
Plínio e quantos passaram fui notório. 55 – Nesta estância, Adamastor narra a alegria desvairada que
Aqui toda a africana costa acabo experimentou quando conseguiu um encontro com Tétis, e como correu
Neste meu nunca visto promontório, para ela, de braços abertos, ansioso por beijá-la e abraçá-la.
Que para o polo Antático se estende,
A quem vossa ousadia tanto ofende! Já néscio, já da guerra desistindo,
Uma noite, de Dóris prometida,
51 – O gigante se declara um dos filhos selvagens da Terra, de nome Me aparece de longe o gesto17 lindo
Adamastor, que participou da guerra contra Júpiter e que, em vez de Da branca Tétis, única18, despida.
sobrepor uma montanha sobre a outra (como fizeram os titãs para Como doido corri de longe, abrindo
subirem ao Céu), foi para o mar em busca de Netuno. Os braços para aquela que era vida
Deste corpo, e começo os olhos belos
Fui dos filhos aspérrimos da Terra A lhe beijar, as faces eo cabelos.
Qual Encélado, Egeu e Centimano;
Chamei-me Adamastor6, e fui na guerra 56 – Eufórico, Adamastor julgava que abraçava a amada, mas uma
Contra o que vibra7 os raios de Vulcano grande decepção toma conta de si ao ver que estava agarrado a um
Não que pusesse serra sobre serra8,
9
Tétis, ninfa, uma das Nereidas, filha de Nereu e de Dóris; Tétis é considerada
uma das mais belas das deusas marítimas, foi casada com Peleu, Rei da
1
de pé; ereto. Tessália, com quem teve Aquiles, o herói da Ilíada, de Homero.
VESTIBULAR – 2009

2 10
enorme. Nereidas
3 11
certamente. rosto, feições
4 12
amarga. Mãe de Tétis, divindade marítima que também surge como a deusa das águas.
5 13
ou das Tormentas, nome posto por Bartolomeu Dias, que D. João II mudou sem perder a dignidade.
14
para Cabo da Boa Esperança. Dóris.
6 15
Aquele que não se doma. não pude perceber que tudo era um engano.
7 16
Júpiter a ingenuidade, a credulidade (os que amam confiam demasiado).
8 17
Os gigantes para escalarem o Olimpo puseram monte sobre monte. O Pélion rosto.
18
sobre o Ossa, montes da Tessália. sem igual ou desacompanhada.
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

monte rochoso e recoberto de mato grosso e desgrenhado. A desilusão


de Adamastor foi tanta que sentiu perder sua sensibilidade amorosa. Anotações:
___________________________________________________________
Oh! que não sei de nojo19 como conte:
___________________________________________________________
Que, crendo ter nos braços quem amava
Abraçado me achei com duro monte ___________________________________________________________
De áspero mato e de espessura brava.
___________________________________________________________
Estando c’um penedo fronte a fronte20,
Que eu pelo rosto21 angélico apertava, ___________________________________________________________
Não fiquei homem, não; mas mudo e quedo
___________________________________________________________
E, junto dum penedo, outro penedo!
___________________________________________________________
57 – Adamastor faz uma apostrofe a Tétis, perguntando-lhe por que não
___________________________________________________________
o deixou na ilusão que acalentara e diz que vai partir para outro lugar
em que não encontre quem o recularizasse. ___________________________________________________________
___________________________________________________________
Ó Ninfa, a mais formosa do oceano,
Já que minha presença22 não te agrada, ___________________________________________________________
Que te custava ter-me neste engano,
___________________________________________________________
Ou fosse monte, nuvem, sonho ou nada?
Daqui me parto, irado e quase insano ___________________________________________________________
Da mágoa e da desonra23 ali passada,
___________________________________________________________
A buscar outro mundo, onde não visse
Quem do meu pranto e do meu mal se risse24. ___________________________________________________________
___________________________________________________________
58 – o monstro conta como seus irmãos – Briareu, Egeu, outros gigantes
– caíram em desgraça e foram postos debaixo de vários montes, para ___________________________________________________________
garantia dos deuses que os aniquilaram. E diz que, como não adianta
___________________________________________________________
lutar contra o poder divino, havia chegado a hora de ele sentir também o
castigo dos seus atrevimentos. ___________________________________________________________
___________________________________________________________
Eram já neste tempo meus irmãos25
Vencido e em miséria extrema postos, ___________________________________________________________
E, por mais segurar-se os deuses vãos,
___________________________________________________________
Alguns vários montes sotoposto26.
E, como contra o Céu não valem mãos, ___________________________________________________________
Eu, que chorando andava meus desgostos,
___________________________________________________________
Comecei a sentir do fado imigo27,
Por meus atrevimentos, o castigo. ___________________________________________________________
___________________________________________________________
59 – Adamastor descreve sua metamorfose em Tormentório: a carne foi
convertida em terra e os ossos em penedo. E por fim revela que, para ___________________________________________________________
aumentar o seu sofrimento, Tetis o envolve com as águas.
___________________________________________________________
Converte-se-me a carne em terra dura; ___________________________________________________________
Em penedos os osso se fizeram;
___________________________________________________________
Estes membros, que vês, e esta figura
Por estas longas águas se estenderam. ___________________________________________________________
Enfim, minha grandíssima estatura
___________________________________________________________
Neste remoto Cabo28 converteram
Os Deuses; e, por mais dobradas mágoas, ___________________________________________________________
Me anda Tétis cercando destas águas.”
___________________________________________________________
60 – Retoma Vasco da Gama a narração e continua contando ao rei de ___________________________________________________________
Melinde a história de Portugal, explicando-lhe que Adamastor rompeu
___________________________________________________________
em prantos e desapareceu.
___________________________________________________________
Assim contava; e c’um medonho choro,
___________________________________________________________
Súbito d’ante os olhos se apartou.
Desfez-se a nuvem negra, e cum sonoro ___________________________________________________________
Bramido muito longe o mar soou.
___________________________________________________________
Eu, levantando as mãos ao santo coro
Dos anjos29, que tam longe nos guiou, ___________________________________________________________
A Deus pedi que removesse30 os duros
___________________________________________________________
Casos, que Adamastor contou futuros
___________________________________________________________
___________________________________________________________
19
pesar; pena; desilusão; amargura; mágoa. ___________________________________________________________
20
face a face
21
supondo ser o rosto (porque fôra logrado) ___________________________________________________________
22
figura.
VESTIBULAR – 2009

23
vergonha. ___________________________________________________________
24
encanecesse. ___________________________________________________________
25
os outros gigantes vencidos e castigados por Júpiter.
26
posto debaixo. ___________________________________________________________
27
destino inimigo.
28
Cabo das Tormentas; Tormentório; Cabo da Boa Esperança. ___________________________________________________________
29
o Céu
30
afastasse (recurso poético pois os casos já haviam acontecidos).
FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!