Você está na página 1de 2

1

CONTEÚDO

PROFº: ERICA
04 ESTRUTURA DO PERÍODO SIMPLES: TERMOS
ORACIONAIS III
A Certeza de Vencer EG010408

Leia o texto para responder as próximas 02 questões.


A Cidade da Bahia
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Gregório de Matos

A cada canto um grande conselheiro,


1.ª diferença: que nos quer governar cabana e vinha,
O adjunto adnominal só se refere a substantivos (tanto não sabem governar sua cozinha,
concretos como abstratos). e podem governar o mundo inteiro.
O complemento nominal refere-se a substantivos (só Em cada porta um freqüentado olheiro,
abstratos), a adjetivos e a advérbios. que a vida do vizinho e da vizinha
pesquisa, escuta, espreita e [esquadrinha,
2.ª diferença: para a levar à Praça, e ao Terreiro.
O adjunto adnominal pratica a ação expressa pelo nome Muitos mulatos desavergonhados,
a que se refere. trazidos pelos pés os homens nobres,
O complemento nominal recebe a ação expressa pelo posta nas palmas toda a picardia.
nome a que se refere. Estupendas usuras nos mercados,
todos os que não furtam, muito pobres,
3.ª diferença: e eis aqui a cidade da Bahia.
O adjunto adnominal pode indicar posse.
01. O pronome nos da primeira estrofe:
O complemento nominal nunca indica posse. a) É sinônimo de nós e tem função de objeto direto;
b) É sinônimo de nós e tem função de objeto indireto;
Exemplos de aplicação dos critérios acima: c) Indica posse e tem função de objeto direto;
As ruas de terra serão asfaltadas. d) Indica posse e tem função de adjunto adnominal;
e) É sinônimo de nós e tem função de sujeito.
RUAS: nome (substantivo)
DE TERRA é adjunto adnominal ou complemento 02. Na segunda estrofe, a seqüência "a vida do vizinho e da vizinha"
nominal? tem função de:
Note que DE TERRA refere-se ao nome RUAS, que é um a) Complemento verbal;
substantivo concreto (considerando a classe gramatical). b) Predicativo do sujeito;
Pelo 1.º critério, podemos concluir que DE TERRA só c) Adjunto adverbial;
pode ser adjunto adnominal, pois o complemento nominal d) Sujeito;
não se refere a substantivo concreto. Então, DE TERRA: e) Complemento nominal.
adjunto adnominal.
A rua é paralela ao rio. 03. “A opinião pública é uma metáfora sem base.”
“A poesia Pau-Brasil é uma sala de jantar domingueira,”
PARALELA: nome (adjetivo) Compare os trechos acima com as duas frases iniciais do cartaz:
AO RIO: complemento nominal ou adjunto adnominal?
O termo AO RIO está se referindo a PARALELA, que é
um adjetivo (considerando a classe gramatical). Usando
o 1.º critério, podemos concjuir eu ao rio só pode ser
complemento nominal, já que o adjunto adnominal nunca
se refere a adjetivo.
As críticas ao diretor eram infundadas.

CRÍTICAS: nome (substantivo)


AO DIRETOR: complemento nominal ou adjunto
adnominal?
Observe que CRÍTICAS expressa uma ação (ação de
criticar). O termo AO DIRETOR é que recebe as críticas
(o diretor é criticado). Usando o segundo critério,
podemos concluir que AO DIRETOR é um complemento
nominal.
As críticas do diretor eram infundadas. A estrutura sintática das quatro frases está explicada de forma
adequada na seguinte alternativa:
CRÍTICAS: nome (substantivo) a) As quatro frases apresentam núcleos predicativos de mesma
Agora, o termo DO DIRETOR é adjunto adnominal, pois classe gramatical.
VESTIBULAR – 2009

ele pratica a ação expressa pelo nome CRÍTICAS. b) As frases do cartaz têm estrutura predicativa diferente das outras,
pelo uso de linguagem figurada.
Do livro Novo Manual Nova Cultural – Redação, Gramática e c) A única frase cujo predicativo está representado sob a forma de
Literatura. Professores: Emília Amaral, Severino Antônio e Mauro oração é a que contém a expressão “é que são elas”.
Ferreira do Patrocínio. d) Os termos “uma metáfora sem base”, “uma sala de jantar
domingueira” e “simples” desempenham a mesma função
predicativa.
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

04. (UNAMA) No século XVII, Maurício de Nassau faz mais pelo Qual o valor expressado pelo verbo dar?
Nordeste do que muitos caciques políticos atuais. a) Acontecimento – ação – acontecimento – ação
b) Ação – acontecimento – ação – ação
c) Ação – acontecimento – acontecimento – ação
d) Acontecimento – acontecimento – acontecimento – ação
e) Ação – ação – ação – acontecimento

09. “Quando percebi que o doente expirava, recuei aterrado, e


dei um grito, mas ninguém me ouviu." ( M. de Assis )
A função sintática das palavras doente - grito - ninguém e me é,
respectivamente:
a) Sujeito, objeto direto, objeto direto, objeto indireto.
b) Objeto direto, sujeito, objeto direto, sujeito.
c) Sujeito, objeto indireto, sujeito, objeto direto.
d) Objeto indireto, objeto direto, sujeito, objeto direto.
e) Sujeito, objeto direto, sujeito, objeto direto.

Nessa charge, relacionando-se, sintaticamente, as expressões 10. Os termos sublinhados estão corretamente classificados, exceto
da tela que está sendo pintada, com a frase do balão, é correto em:
afirmar que são: a) Ficaram encantados com sua gentileza - objeto indireto
a) Sujeitos do verbo ver b) Com as mãos no rosto, parecia petrificado - predicativo do sujeito
b) Objetos diretos do verbo ver c) Quanto tempo perdido em brincadeira! - adjunto adnominal
c) Apostos de “algumas de minhas iniciativas” d) Procurava alívio para seus sofrimentos - complemento nominal
d) Adjuntos adnominais de iniciativas. e) A mim, pobre infeliz, todos abandonam – aposto

05. Na oração:
“Os equívocos das políticas governamentais, a negligência em relação
ao ensino fundamental, o descuido quanto à qualidade, o vergonhoso
atraso do Brasil são temas de trabalhos de especialistas respeitados”.
I. O sujeito é composto;
II. O predicado é verbal;
III. A expressão “temas de trabalhos” tem a função sintática de
objeto direto;
IV. A expressão “das políticas governamentais” pode ser classificada
sintaticamente como complemento nominal de “equívocos”.

Assinale a alternativa que apresenta as afirmativas CORRETAS


quanto à classificação sintática dos elementos da oração.
a) Somente as afirmativas I e IV estão corretas.
b) Somente as afirmativas I, II e III estão corretas.
c) Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas. 11. A respeito do texto da charge de Millôr Fernandes, assinale o
d) Somente as afirmativas III e IV estão corretas. que for correto.
e) Somente as afirmativas I e III estão corretas. I. Está correto o emprego da vírgula para destacar a expressão,
"meu filho", mesmo que inicie a oração.
Texto para as próximas 02 questões.
II. A expressão, "meu filho", é um termo que expressa uma
“Vale na operação fantástica de caça aos exploradores de evocação e se refere ao ser com quem se fala.
ambulâncias aquela velha máxima do quanto mais se remexe,
mais podre vem à tona. Descobriram, desta feita, o livro- III. Está correto o emprego da vírgula para destacar a expressão,
caixa dos sanguessugas, a contabilidade secreta de quem "meu filho", pois trata-se de destacar o sujeito da oração isto é: de
quem se declara algo.
leva o quê, quanto e como na desavergonhada operação de
desvio de recursos via aquisição dos veículos pelas prefeituras.
IV. Está correto o emprego da vírgula para destacar a expressão,
Os números fazem lembrar outra boca de saques, o famigerado "meu filho", pois trata-se de um vocativo; uma expressão de
mensalão.” (Dinheiro, maio 2006) evocação do ser com quem se fala.

06. As expressões de caça, aos exploradores e de V. A expressão, "meu filho", é um termo explicativo e se refere ao
ambulâncias, no primeiro período, são, respectivamente, ser com quem se fala.
a) Adjunto adnominal – objeto indireto – complemento nominal.
b) Aposto – adjunto adnominal – objeto indireto. Estão corretas:
c) Complemento nominal – complemento nominal – complemento a) Todas as afirmações.
nominal. b) Apenas I, II e III
d) Complemento nominal – adjunto adnominal – adjunto adnominal. c) Apenas III, IV e V.
e) Adjunto adnominal – complemento nominal – adjunto adnominal. d) Apenas I, II e IV
e) II, III e V.
VESTIBULAR – 2009

07. Nos períodos seguintes,

I. Sílvio deu-me uma grande notícia.


II. Repentinamente deu-se a catástrofe.
III. Dei com a cara em cima dele.
IV. Os pais deram tudo o que tinham aos filhos.

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!