Você está na página 1de 1

Auto da Barca do Inferno

Questes de Dilogos 9, Porto Editora


Autoavaliao p. 149

Autoavaliao

1. Destinava-se a transmitir aos espectadores lies sobre o bem e o mal.


2. No momento em que se morre, chega-se a um cais onde se encontram duas barcas que conduziro ou ao
Paraso ou ao Inferno, conforme o comportamento em vida.
3. A ao decorre num cais, junto a um rio, onde esto duas barcas: a do Anjo e a do Diabo.
4. O Anjo representa a recompensa das virtudes (o bem, o prmio); o Diabo, a condenao dos vcios (o mal,
o castigo).
5. Porque representam um grupo social ou profissional.
6. A nobreza, representada pelo Fidalgo, e o clero, representado pelo Frade.
7. Contribuem para a sua caracterizao e identificao (classe ou profisso); por outro lado, simbolizam os
peca- dos que praticaram em vida.
8. O recurso ao cmico pretendia no s fazer rir, mas tambm denunciar os costumes. Cmico de situao,
de carcter e de linguagem.
9. A stira um tipo de texto, por vezes em verso, que ridiculariza os vcios ou defeitos de uma poca, de
uma instituio ou de uma pessoa de forma mordaz, sarcstica. Estas caractersticas esto presentes
neste auto.
10. A Ilha Perdida o Inferno. Eufemismo.
11. a. Dix; b. Supresso de um som no incio da palavra: afrese.
12. Palavras divergentes.
13. a. o Parvo, cmica; b. do Anjo, simples, ingnuo.
14. Por exemplo:
a. Li o Auto da Barca do Inferno, uma pea de Gil Vicente.
b. A linguagem vicentina / do Parvo / de algumas personagens provoca o riso.
15. a. ..., que foi/era um grande ladro...
b. ... que foram criticadas por Gil Vicente...

16. b. (or. sub. completiva).