Você está na página 1de 5

Roteiro de conversa

1. O primeiro passo é identificar se o treinamento é a melhor solução. Desse modo, o diagnóstico


deve responder três questões:

a) Qual o motivo que ocasionou o interesse em treinamento?

b) Qual o resultado esperado com o treinamento?

b) Quem necessita de treinamento?

b) Onde há maior urgência de treinamento?

c) Que tipo de treinamento deve ser ministrado?

Levantamento geral de necessidades

2) Roteiro de entrevista gestor sobre os funcionários

1. Preparo e Qualificação.

1.1. Conhecimento Técnico: Detém os conhecimentos, habilidades e experiência necessários às


suas atividades, aplicando recursos teóricos e práticos para sua realização. Expressa
autoconfiança nas informações, atividades e serviços prestados sob a sua responsabilidade.

1.2. Capacidade Analítica: Identifica, interpreta e avalia diferentes tipos de dados, relacionando-
os de forma lógica e com sentido crítico. Sabe como avaliar a qualidade dos registros internos.

1.3. Organização: Planeja e organiza adequadamente suas tarefas, materiais, documentos e


outros que utiliza para realização de seu trabalho.

1.4. Comunicação: Escuta atentamente e expressa suas ideias, verbalmente e por escrito,
usando uma linguagem clara e objetiva e certificando-se do entendimento das mensagens
transmitidas ou recebidas. Adota o meio de comunicação adequado ao conteúdo e contexto da
informação.

1.5. Capacidade de Negociação: Negocia com habilidade com fornecedores, prestadores de


serviços e CLIENTES, observando regras, acordos e contratos.

1.6. Introdução de Novas Práticas: Executa atividades de forma crítica, sugere e implanta novas
práticas de trabalho visando a melhoria das atividades e processos.

1.7. Geração de Conhecimento: Busca, sistematiza, registra e dissemina o conhecimento, de


modo a transformá-lo em vantagem para a entidade.

1.8. Autodesenvolvimento: Procura evoluir pessoal, profissional e intelectualmente, buscando


aperfeiçoamento e atualização contínua de seus conhecimentos.

2. Capacidade de Trabalho em equipe:

2.1. Interação: Interage e mantém bom relacionamento com seus pares, superiores e outras
equipes, contribuindo para o trabalho das outras áreas. Atende aos clientes interno e externo,
de forma prestativa, segura e com competência técnica, dando resposta aos seus pedidos e
sugestões, de modo a valorizar o relacionamento.

2.2. Interlocução: Expressa-se de maneira clara e objetiva, ouve os outros e dá respostas


consistentes e educadas. Escuta e transmite ideias de forma efetiva, utilizando procedimentos
formais e informais e proporcionando dados concretos para apoiar observações e conclusões.

2.3. Cooperação: Coopera no compartilhamento de ideias, atividades e soluções com os


membros da equipe e das demais áreas. Põe-se à disposição espontaneamente para executar
outros serviços e auxiliar colegas, de acordo com as necessidades e possibilidades.

2.4. Motivação - Demonstra capacidade de motivar seus colegas e colaboradores.

3. Compromisso com Resultados.

3.1. Orientação para Eficiência e Eficácia: Concretiza com eficácia e eficiência os objetivos de
seu trabalho, cumprindo as tarefas que lhe são atribuídas com qualidade, sem erros e nos prazos
estipulados. Preocupa-se com os custos e atua para o uso racional dos recursos da entidade,
atendendo ao padrão final de qualidade, sem desperdícios de material e nos prazos pactuados.

3.2. Busca de Orientação: Busca orientação para solucionar problemas/dúvidas do dia-a-dia


diante de situações imprevistas.

3.3. Foco em Superação: Esforça-se sempre para superar os resultados estabelecidos


previamente, levando em consideração recursos, prazos, custos e qualidade.

4. Visão Institucional.

4.1. Interesse pela Instituição: Procura conhecer a estrutura e funcionamento da empresa e os


principais produtos e serviços por ela oferecidos. Compreende seu papel nos processos da
empresa e tem uma visão global da dinâmica organizacional e das relações entre os processos.
Conhece os impactos de seu trabalho nas atividades dos outros colegas/áreas/clientes.

4.2. Compromisso com Valores: Compromete-se com os valores e princípios da entidade e com
sua disseminação.

4.3. Visão dos Clientes: Identifica e compreende as necessidades dos clientes e suas
expectativas com relação à qualidade dos produtos e serviços da entidade. Busca alternativas
para atender clientes e outras partes interessadas, sempre observando as leis, contratos e
regulamentos pertinentes.

4.4. Articulação: Articula-se com a equipe e promove a melhoria do relacionamento profissional


com as outras áreas/colegas, buscando parcerias internas e externas para solução de problemas
e consecução dos objetivos da entidade.

5. Características Comportamentais.

5.1. Equilíbrio: Realiza seu trabalho de forma equilibrada e convive bem com adversidades,
pressões, imprevistos, obstáculos e conflitos. Recebe bem críticas e as trata adequadamente,
admitindo erros sem “caçar culpados”, apresentando baixo índice de desculpas ou pretextos.
5.2. Relacionamento Interpessoal: Trata a todos com respeito, simpatia, presteza e educação,
independentemente da hierarquia e do público, buscando um clima de harmonia, confiança e
cooperação. Demonstra paciência e capacidade de conviver com diferenças (ritmo, estilo,
pensamentos, etc). Tem habilidade para dizer “o que precisa ser dito”.

5.3. Iniciativa: Antecipa-se, tirando proveito de oportunidades e não deixando acontecer falhas
que possam ser evitadas. Demonstra iniciativa diante de imprevistos e pressões.

5.4. Automotivação: Demonstra capacidade de automotivação e apresenta energia para


implantação de mudanças.

5.5. Empatia: Consegue colocar-se no lugar do outro para compreendê-lo sob o ponto de vista
dele.

5.6. Discrição: Trata com confidencialidade os dados da empresa.

5.7. Disciplina: Apresenta-se em seu local de trabalho no horário. Cumpre as normas da


entidade e os compromissos de trabalho (reuniões, treinamentos, etc). Zela pelos bens da
entidade.

5.8. Capacidade de Concentração: Mantém, durante o tempo necessário, a atenção focada nos
processos e nos assuntos que estão sendo tratados.

O conceito de treinamento pode envolver quatro tipos de mudança de comportamento:

•Transmissão de informações: O elemento essencial em muitos programas de treinamento é o


conteúdo, isto é, repartir as informações entre os treinandos como um corpo integrado de
conhecimentos. Geralmente as informações são genéricas, tais como informações sobre a
empresa, seus produtos e serviços, sua organização e políticas.

•Desenvolvimento de habilidades: principalmente as habilidades e conhecimentos


diretamente relacionados com o desempenho do cargo atual ou de possíveis ocupações futuras.
Se trata de um treinamento comumente orientado diretamente para o trabalho.

•Desenvolvimento ou modificação de atitudes: no geral são mudanças de atitudes negativas


para atitudes mais favoráveis entre as pessoas, aumento da motivação para o trabalho,
desenvolvimento da sensibilidade dos supervisores quanto aos sentimentos e reações das
outras pessoas. A maioria das organizações se defronta com o problema da necessidade de
renovação constante em uma época de intensa mudança e inovação. A auto análise é a maneira
mais eficaz para alcançar a renovação ou mudança planejada.

•Desenvolvimento de conceitos: o treinamento pode ser conduzido no sentido de elevar o nível


de abstração e conceituação de idéias e de filosofias, seja para facilitar a aplicação de conceitos
na prática administrativa, seja para elevar o nível de generalização para que os gerentes possam
pensar em termos globais e amplos.
Objetivos do Treinamento;

O treinamento não pode ser feito ao acaso ou simplesmente para zerar carências imediatas de
conhecimentos, habilidades ou de atitudes. Todo treinamento deve pautar por objetivos claros
e explícitos. Os principais objetivos do treinamento são;

1.Preparar as pessoas para execução imediata de tarefas peculiares à organização por meio da
transmissão de informações e desenvolvimento de habilidades.

2.Proporcionar oportunidades para o contínuo desenvolvimento pessoal, não apenas em seus


cargos atuais, mas também para outras funções para as quais a pessoa pode ser considerada.

3.Mudar a atitude das pessoas no sentido de criar um clima mais satisfatório entre as pessoas,
aumentar a sua motivação e torna-las mais receptivas às técnicas de supervisão e gerência.

Em termos amplos o treinamento envolve um processo que é composto por quatro etapas,
sendo elas;

1.Levantamento de necessidades de treinamento (LNT) diagnóstico.

2.Programação de treinamento para atender as necessidades.

3.Implementação e execução do programa de treinamento.

4. Avaliação dos resultados.


https://pt.slideshare.net/ClaudemirOribe/cbtd-2011-claudemir-oribe

https://pt.slideshare.net/Fortalentos/dicas-de-como-planejar-e-executar-um-treinamento-
25148162

https://pt.slideshare.net/ricardocoqueiro/treinamento-desenvolvimento-de-equipes-modelos-
feramentas-e-estratgias