Você está na página 1de 5

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL COMERCIAL

Pelo presente instrumento particular, de um lado NOME COMPLETO, CPF, RG, residente e domiciliada na cidade de
Bauru (SP), ENDEREÇO COMPLETO, portador do RG, CPF nº, doravante denominada LOCADOR, NOME COMPLETO,
RG SSP/SP, CPF, ambos residentes e domiciliados nesta cidade de Bauru (SP), sito à ENDEREÇO COMPLETO,
doravante denominada simplesmente LOCATARIOS, têm entre si como justo e contratado o que segue:

DO IMÓVEL

CLAUSULA PRIMEIRA

O LOCADOR, por este instrumento, dá em locação ao LOCATÁRIO o imóvel de sua propriedade, livre e desembaraçado
de quaisquer ônus reais e em perfeitas condições de higiene e conservação, de uso comercial, sito ENDEREÇO
COMPLETO.

Parágrafo Primeiro: A presente locação destina-se exclusivamente para ocupação do estabelecimento comercial do
LOCATÁRIO, vedada qualquer alteração desta destinação. Ao LOCATÁRIO também não será permitido emprestar, ceder
ou sublocar o imóvel objeto da presente locação, sem prévia e expressa anuência do LOCADOR.

Parágrafo Segundo: O presente contrato obriga também os sucessores das partes e os adquirentes do imóvel.

DO PRAZO

CLAUSULA SEGUNDA

Fica convencionado entre as parte que o prazo de locação do imóvel para fins comerciais e de 05 (cinco) anos, a partir da
data de 10 de Abril de 2017, data essa que ocorrerá a entrega das chaves, passando assim a posse do imóvel ao
LOCATÁRIO.

Parágrafo Primeiro: Findo o prazo de locação, poderá exclusivamente ao LOCATÁRIO renovar o contrato por igual prazo,
nos termos do artigo 51 da Lei 8245/91, nos mesmos termos estipulados neste contrato.

Parágrafo Segundo: Findo o prazo da locação, não havendo interesse do LOCATÁRIO em permanecer no imóvel, deverá
comunicar ao LOCADOR sua intenção em dar por finda a locação e desocupar o imóvel, por escrito, e com antecedência
de 30 (trinta) dias.

DO ALUGUEL

CLAUSULA TERCEIRA

O aluguel ajustado entre as partes é de R$ 2.000,00 (dois mil reais) mensais, e será reajustado anualmente, de acordo
com a variação do Índice (IGP-M/FGV), ou o índice tido como oficial pelo Poder Publico na época vigente do reajuste.

1
Parágrafo Primeiro: O pagamento do primeiro aluguel fica ajustado para o dia 10 de Maio de 2017, a ser pago direto ao
LOCADOR, pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo Segundo: O pagamento dos aluguéis será feito diretamente ao LOCADOR, em mãos mediante recibo, ou ainda
em conta bancária destinada por ele por escrito, nesta cidade, até o dia dez de cada mês, sob pena de incorrer ao
LOCATÁRIO em multa de 05% (cinco por cento) sobre o valor do aluguel mensal, mais correção monetária de 0,33% por
dia e juros de mora mensal de 01% (um por cento) pelo período em atraso.

Parágrafo Terceiro: Em caso de atraso superior a 30 (trinta) dias, haverá somente a incidência de correção monetária
0,33% e juros de mora 01% (um por cento) ao mês.

Parágrafo Quarto: O LOCATÁRIO obriga-se a arcar com o pagamento de todos os impostos e taxas, seja de qualquer
natureza, que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel e eventuais multas decorrentes do inadimplemento ou atraso nos
respectivos pagamentos e, ainda, por todas as despesas de água, energia elétrica, telefone, gás e outras ligadas ao
imóvel.

Parágrafo Quinto: Em caso de inadimplência pelo LOCATÁRIO, por prazo superior a 75 (setenta e cinco) dias da data de
pagamento do último aluguel, fica acertado entre as partes que o contrato será automaticamente extinto e encerrado.
Ficando a caução como pagamento das despesas que ao LOCADOR venha a ter para pinturas e demais despesas que
vierem a surgir.

DA CAUÇÃO

CLAUSULA QUARTA

O LOCATÁRIO concorda desde já, em entregar a título de fiança, a caução no valor de R$5.000,00 (cinco mil reais),
para segurança do negócio jurídico.

Parágrafo Primeiro: O pagamento será feito ao LOCADOR mediante recibo nas seguintes datas:

Em 10/04/2017, será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de caução.

Em 12/06/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/07/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/08/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

2
Em 11/09/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/10/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/11/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/12/2017 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Em 10/01/2018 será pago o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) de aluguel, mais R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco
reais) de caução.

Parágrafo Segundo: Em caso de inadimplemento contratual por parte do LOCATÁRIO, o valor entregue se converterá
em favor do LOCADOR.

Parágrafo Terceiro: No caso de rescisão contratual, sem qualquer ônus a parte LOCATARIA, o valor a titulo de fiança será
devolvido a ela integralmente.

DAS REFORMAS E MELHORIAS

CLAUSULA QUINTA

Ficarão a cargo do LOCATÁRIO as obras que forem exigidas pelas autoridades municipais e sanitárias relativamente à
segurança, conservação e higiene do prédio. O LOCATÁRIO poderá, ainda, realizar benfeitorias e modificações no imóvel,
desde que com prévia anuência, do LOCADOR, não lhe cabendo, porém, qualquer indenização ou retenção em função das
mesmas.

Parágrafo Primeiro: Como forma de propagação de suas atividades comerciais, é permitido ao LOCATÁRIO fixar letreiros
ou faixas e instalar luminosos nas áreas externas do imóvel, desde que não o danifiquem e em caso de danificar,
providenciar-lhe o reparo por sua conta.

Parágrafo Segundo: Ao LOCATÁRIO se obriga, durante todo o período em que permanecer no imóvel, a zelar pela perfeita
conservação e limpeza do mesmo, efetuando os reparos necessários e arcando com os custos decorrentes destes.

Parágrafo Terceiro: Quando findo ou rescindido o presente contrato de locação, caberá ao LOCATÁRIO restituir o imóvel
em condições adequadas de uso, pintura, conservação, higiene e manutenção.

3
Parágrafo Quarto: Ao término da locação, se houver danos ou deteriorações no imóvel, ao LOCATÁRIO deverá
providenciar os devidos reparos. Se assim não proceder, o LOCADOR poderá mandar executá-los a revelia do
LOCATÁRIO, que, serão objetos de reparação pecuniária em vias judiciaria.

DAS OBRIGAÇÕES GERAIS

CLAUSULA SEXTA

Obriga-se o LOCATÁRIO a contratar um seguro total sobre o imóvel, com apólice a favor do LOCADOR, na seguradora de
sua preferência, mantendo-o segurado até o final do prazo contratual, sob pena de, não o fazendo, responder por todos os
danos ocorridos ao imóvel, ainda que oriundos de caso fortuito ou força maior.

Parágrafo Primeiro: O LOCATÁRIO não terá responsabilidade em caso de incêndio que originado de curto circuito,
estragos ou defeitos nas instalações, salvo em caso das causas se derem origem por instalações executadas pelo
LOCATÁRIO.

Parágrafo Segundo: Ao LOCADOR fica facultado vistoriar e examinar o prédio em seu interior, sempre que lhe aprouver,
em horário comercial e mediante prévio aviso.

Parágrafo Terceiro: Fica estipulada a multa equivalente a 02 (dois) meses de aluguel, na qual incorrerá a parte que infringir
qualquer cláusula deste contrato, com a faculdade para a parte inocente de considerar simultaneamente rescindida a
locação, independente de qualquer notificação.

Parágrafo Quarto: No caso de desapropriação do imóvel locado, ficará o LOCADOR responsável de todas as cláusulas
deste contrato, inclusive perdas e danos, ressalvados se houver indenização compatível pelo Poder expropriante, que
serão destinadas ao LOCATÁRIO.

Parágrafo Quinto: Na hipótese de ação de despejo por falta de pagamento ou de qualquer outra, que o LOCADOR ou
LOCATÁRIO venha ajuizar em desfavor do outro, fica ajustado entre as partes que os honorários de advogado serão de
20% (vinte) por cento sobre o valor da causa.

Parágrafo Sexto: As partes elegem o foro da Comarca em Bauru/SP, para decidir qualquer questão judicial decorrente
deste contrato, renunciando a qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

DAS RESCISÃO E MULTA

CLAUSULA SÉTIMA

No caso de rescisão do presente contrato, por culpa de qualquer das partes contratantes, a parte culpada pagará à outra,
multa a ser calculada sobre o restante do prazo contratual não cumprido, tomando-se por base para o calculo o equivalente
ao valor de 10% (dez por cento) da somatória dos alugueis dos meses faltantes para findo contrato, sem prejuízo da
composição de perdas e danos que em juízo forem apurados, e quaisquer outros cabíveis e aplicáveis à espécie, nos
termos do artigo 4º da Lei 8245/91 e artigo 571 do Código Civil Brasileiro.

4
E por estarem o LOCADOR e o LOCATÁRIO de pleno acordo com o disposto neste instrumento particular, assinam-no na
presença das duas testemunhas abaixo, em duas vias de igual teor e forma, destinando-se uma via para cada uma das
partes.

Bauru, 10 de Abril de 2017.

_________________________________ ________________________________

_________________________________ ________________________________________

Testemunhas:

1. _________________________________
Nome:
RG:

2. _______________________
Nome:
RG: