Você está na página 1de 3

Álgebra I - Soluções dos EP3

1a Questão:
Solução:
(a) D(32) = {±1, ±2, ±4, ±8, ±16, ±32}
D(54) = {±1, ±2, ±3, ±6, ±9, ±18, ±27, ±54}
mdc(32, 54) = 2
(b) D(27) = {±1, ±3, ±9, ±27}
D(45) = {±1, ±3, ±5, ±9, ±15, ±45}
mdc(27, 45) = 9
(c) D(48) = {±1, ±2, ±3, ±4, ±6, ±8, ±12, ±16, ±24, ±48}
D(64) = {±1, ±2, ±4, ±8, ±16, ±32, ±64}
mdc(48, 64) = 16
2a Questão:
Solução:
2 6 1 4
(a) 657 306 45 36 9 =⇒ mdc(306, 657) = 9
45 36 9 0

1 1 1 2 2 1 3 2
(b) 227 143 84 59 25 9 7 2 1 =⇒ mdc(143, 227) = 1
84 59 25 9 7 2 1 0

4 18 1 5 1 3
(c) 12378 3054 162 138 24 18 6 =⇒ mdc(12378, 3054) = 6
162 138 24 18 6 0

3a Questão:
Solução:
(a) Verdadeira

1
a|b e a|c =⇒ existem inteiros m e n tais que b = am e c = an =⇒ b + c = am + an =
a (m + n) =⇒ a|(b + c)
(b) Falsa
Para a = 3, b = 4, c = 3 e p = 5 a afirmação não vale.
(c) Verdadeira
a|b e c|d =⇒ existem inteiros m e n tais que b = am e d = cn =⇒ bd = amcn = ac (mn)
=⇒ ac|bd.
4a Questão:
Solução: Pelo Teorema da Divisão de Euclides, existem inteiros q e r tais que

a = 2q + r com 0 ≤ |r| < 2.

Como a é ı́mpar, então r 6= 0 e, portanto, a = 2q + 1 ou a = 2q − 1. Assim,

a2 − 1 = 4q 2 + 4q = 4q(q + 1) ou a2 − 1 = 4q 2 − 4q = 4q(q − 1).

Caso 1: q é par =⇒ existe um inteiro k tal que q = 2k =⇒ a2 − 1 = 8k(q + 1) ou


a2 − 1 = 8k(q − 1) =⇒ a2 − 1 é divisı́vel por 8.
Caso 2: q é ı́mpar =⇒ q + 1 e q − 1 são pares =⇒ existem inteiros k1 e k2 tais que
q + 1 = 2k1 e q − 1 = 2k2 =⇒ a2 − 1 = 8qk1 ou a2 − 1 = 8qk2 =⇒ a2 − 1 é divisı́vel por 8.
5a Questão:
Solução:
(a) Pelo Teorema da Divisão de Euclides, existem inteiros q e r tais que

a = 2q + r com 0 ≤ |r| < 2.

Como a é ı́mpar, então r 6= 0 e, portanto, a = 2q + 1 ou a = 2q − 1.


Caso 1: q é par =⇒ existe um inteiro k tal que q = 2k =⇒ a = 4k + 1 ou a = 4k − 1 =
4(k − 1) + 3 = 4k + 3.
Caso 2: q é ı́mpar =⇒ existe um inteiro k tal que q = 2k+1 =⇒ a = 2(2k+1)+1 = 4k+3
ou a = 2(2k + 1) − 1 = 4k + 1.

(b) Pelo Teorema da Divisão de Euclides, existem inteiros q e r tais que

a = 2q + r com 0 ≤ |r| < 2,

2
ou seja, a = 2k, a = 2k − 1 ou a = 2k + 1.
Logo

a2 = 4k 2 = 4k1 ou

a2 = 4k 2 − 4k + 1 = 4(k 2 − k) + 1 = 4K2 + 1 ou

a2 = 4k 2 + 4k + 1 = 4(k 2 + k) + 1 = 4K3 + 1.

6a Questão:
Solução: Sendo r uma raiz inteira do polinômio, então r2 + ar + b = 0. Logo r(r + a) + b = 0
e, portanto, b = −(r(r + a)) = r(−(r + a)), ou seja, r é divisor de b.

Interesses relacionados