Você está na página 1de 44

Teoria do

Currículo
Hello!
Professor Adriano Martins

pedagogiaparaconcursos.blogspot.com.br
Currículo

Vem da palavra latina currere A educação está atrelada à


e significa percurso a ser preparação do currículo e a
atingido, referindo-se à
carreira. Enquanto a partir dele se definem os
escolaridade é um caminho, o objetivos educacionais
currículo é considerado seu
complemento e guia que
leva ao sucesso da jornada
escolar.

Ele pertence a um determinado espaço e tempo histórico. Cada currículo


possui especificidades diferentes dependendo da época em que ele está
inserido.

Currículo consiste num percurso educacional, um
conjunto contínuo de situações a aprendizagem às
quais um indivíduo vê-se exposto ao longo de um dado
período, no contexto de uma instituição de educação
formal. Por extensão, a noção designará menos um
percurso efetivamente cumprido ou seguido por
alguém do que o percurso prescrito para alguém, um
programa ou um conjunto de programas de
aprendizagem organizadas em cursos.
1.
Tipos de Currículo
Currículo é o conjunto de ações pedagógicas
Reprodução da cultura

Para Libâneo, é a concretização, a


viabilização das intenções e orientações
expressas no projeto pedagógico.

De forma geral, o currículo compreende-se


como um modo de seleção da cultura
produzida pela sociedade, para a formação
dos alunos.
É tudo o que se espera que seja aprendido
e ensinado na escola.
Tipos de Currículo

Tipos de currículo são experiências escolares que se


desdobram em torno do conhecimento, permeadas pelas
relações sociais, buscando articular vivências e
saberes dos alunos com os conhecimentos
historicamente acumulados e contribuindo para
construir as identidades dos estudantes
Tipos de Currículo

Currículo Formal Currículo Real Currículo Oculto


Forma gradual de Acontece em sala de Revelam
conhecimento; aula; posicionamentos de
Currículo Ocorre no ambiente valores;
Influências
preescrito; escolar; originárias da
É entregue ao É a prática experiência cultural
professor. realizada. que afetam a
aprendizagem;
É implícito

É o tipo de currículo que mais cai em prova


Currículo Formal (prescrito):
É o documento que chega nas nossas escolas e é entregue para o
professor. É estabelecido pelos sistemas de ensino. Também é conhecido como currículo
prescrito.

Currículo Real (em ação):


É aquele que realmente acontece em sala de aula. O currículo real leva em
consideração o que verdadeiramente foi passado e adquirido dentro do ambiente escolar.

Currículo Oculto (implícito):


Diz respeito a todas as manifestações que acontecem no ambiente escolar e
que não aparece no planejamento, contribuindo de forma implícita para a aprendizagem.
O currículo oculto abrange todas as influências originárias da experiência cultural
que afetam a aprendizagem.
Questões de
Provas
Exemplos de questões de provas sobre os tipos de
currículos
1) Tendo como base a definição de currículo oculto,
amplamente difundida entre os teóricos da educação,
pode-se afirmar que, o que se percebe e aprende nele
são:

a) conteúdos culturais apresentados aos alunos de cada


série sob o ponto de vista de temas interdisciplinares.
b) conhecimentos sistematizados de forma gradual.
c) conteúdos programáticos oriundos dos livros didáticos.
d) fatos e fenômenos da ciência e da atividade cotidiana.
e) atitudes, comportamentos, valores e orientações.
2) Pesquisadores do campo educacional entendem currículo escolar como:

a) O conjunto de experiências de aprendizagem, organizado exclusivamente pela


sociedade, sob a responsabilidade da sociedade, que gira em torno do
conhecimento escolar e que vai contribuir para formar as identidades dos
estudantes.
b) O conjunto de experiências de extraescolar, organizado pela comunidade, sob a
responsabilidade exclusiva dos docentes, que gira em torno do conhecimento
erudito e que vai contribuir para formar as identidades dos estudantes.
c) O conjunto de experiências de aprendizagem, organizado pela escola, sob a
responsabilidade da escola, que gira em torno do conhecimento escolar e que vai
contribuir para formar as identidades dos estudantes.
d) As experiências educacionais, organizado fora do contexto escolar, sob a
responsabilidade da escola, que gira em torno do conhecimento acumulado pela
sociedade e que pouco contribui para formar as identidades dos estudantes.
e) O conjunto de experiências de aprendizagem, organizado de maneira linear pela
escola, sob a responsabilidade da escola, que gira em torno do conhecimento
meramente acadêmico e que deixa de contribuir no processo de formação das
identidades dos estudantes.
3) A teoria curricular apresenta diferentes conceitos que
ajudam a definir o termo currículo que tanto pode ser
entendido como curso, carreira, quanto designar as várias
atividades educativas por meio das quais os conteúdos
são desenvolvidos. Dentre as possíveis definições, o
termo currículo oculto significa que:

a) ensina-se e aprende-se muito mais do que se supõe.


b) procura-se uma identidade para o conteúdo curricular.
c) o que se ensina é o que se aprende de fato.
d) seleciona-se mais conteúdos do que se ensina.
4) Considerando-se o currículo como práxis, é correto
afirmar que ele

a) corresponde às disciplinas expressas no histórico


escolar dos estudantes.
b) está desvinculado da teoria.
c) se efetiva na prática pedagógica de sala de aula.
d) se refere às práticas que dispensam o planejamento da
ação pedagógica.
e) se refere aos conteúdos de ensino determinados pelos
sistemas educacionais.
Prefeitura de São Luís - MA 2017
5) Um currículo acessível para todos possibilita desenvolvimento e
aprendizagem aos alunos e alunas a todo o momento. Considerando essa
posição teórica, alicerçada nas ideias de Vigotsky, assinale a opção correta.

a) Todo estudante com deficiência tem direito a acessar universalmente os


conhecimentos mínimos, acionando as redes de apoio necessárias e as
tecnologias de informação que o auxiliem em seu processo de aprendizagem.
b) Mais importante que o currículo é o conteúdo oferecido aos estudantes.
c) Os tempos, o espaço físico da escola, a relação família-escola e o
atendimento educacional especializado oferecido pelas salas de recursos
multifuncionais podem ser pensados separadamente e independentemente do
sujeito, pois todos aprendem de forma semelhante.
d) Os professores são os profissionais que organizam os processos
desenvolvimento e aprendizagem em suas turmas, independentemente do
interesse do aluno.
e) Um currículo acessível precisa estar vinculado ao nível socioeconômico de
cada estudante e adequar-se a essa realidade.
2.
Teoria do Currículo
Na escola você recebe a lição e depois faz a prova.
Na vida você faz a prova e depois recebe a lição.
Teorias do Currículo

Existem três grandes teorias sobre


currículo e elas sempre são cobradas nas
provas:

◍ Teorias Tradicionais
◍ Teorias Críticas
◍ Teorias Pós-críticas.
Teoria do Currículo

As teorias curriculares versam sobre a função e as


perspectivas do currículo no contexto educacional.
Elas dividem-se em tradicionais, críticas e pós-
críticas.
Teoria tradicional do currículo

As teorias curriculares tradicionais, também chamadas


de teorias técnicas, foram promovidas na primeira metade do
século XX, sobretudo por John Franklin Bobbitt, que associava
as disciplinas curriculares a uma questão puramente mecânica.
Nessa perspectiva, o sistema educacional estaria
conceitualmente atrelado ao sistema industrial, que, na época,
vivia os paradigmas da administração científica, também
conhecida como Taylorismo.
Teoria tradicional do currículo

Nesse sentido, a elaboração do currículo limitava-se a ser


uma atividade burocrática, desprovida de sentido e
fundamentada na concepção de que o ensino estava centrado na
figura do professor, que transmitia conhecimentos específicos
aos alunos, estes vistos apenas como meros repetidores dos
assuntos apresentados.
Teoria crítica do currículo

As teorias curriculares críticas basearam o seu plano teórico nas


concepções marxistas, como Paulo Freire, e também nos ideários
da chamada Teoria Crítica, vinculada a autores da Escola de
Frankfurt, notadamente Max Horkheimer e Theodor Adorno. Outra
influência importante foi composta pelos autores da chamada Nova
Sociologia da Educação, tais como Pierre Bourdieu e Louis
Althusser.
Teoria crítica do currículo

Assim sendo, a função do currículo, mais do que um conjunto


coordenado e ordenado de matérias, seria também a de conter uma
estrutura crítica que permitisse uma perspectiva libertadora e
conceitualmente crítica em favorecimento das massas populares. As
práticas curriculares, nesse sentido, eram vistas como um espaço
de defesa das lutas no campo cultural e social.
Teoria pós-críticas do currículo

Mais presente em provas

Já as teorias curriculares pós-críticas emergiram a partir das


décadas de 1970 e 1980, partindo dos princípios da fenomenologia,
do pós-estruturalismo e dos ideais multiculturais. Assim como as
teorias críticas, a perspectiva pós-crítica criticou duramente as
teorias tradicionais, mas elevaram as suas condições para além
da questão das classes sociais, indo direto ao foco principal: o
sujeito.
Teoria pós-críticas do currículo

As teorias pós-críticas consideravam que o currículo tradicional


atuava como o legitimador dos modus operandi dos preconceitos que
se estabelecem pela sociedade. Assim, a sua função era a de se
adaptar ao contexto específico dos estudantes para que o aluno
compreendesse nos costumes e práticas do outro uma relação de
diversidade e respeito. Além do mais, em um viés pós-
estruturalista, o currículo passou a considerar a ideia de que
não existe um conhecimento único e verdadeiro, sendo esse uma
questão de perspectiva histórica, ou seja, que se transforma nos
diferentes tempos e lugares.
O que toca na sua escola?
Sua escola está vinculada com as
questões socioeconômicas?

Ela está preocupada com a questão


étnico-racial, inclusão de crianças e
meio ambiente?

Sua escola está preocupada em


repassar conteúdos para prepará-los
para o vestibular sem associação com
seu cotidiano social?

Sua escola ensina o que está nos livros


didáticos como instrução programada
Esta ponte é o único meio para se chegar por outra pessoa distante da sua
à escola local em Lebak – Indonésia realidade local?
Como isso aparece em
prova?
Veja as palavras chaves!
Teoria do Currículo

Tradicional Crítico Pós crítico


Manutenção da Quer romper a Valorização dos grupos
classe. neutralidade. étnicos.
Envolve relação de
Não se discute o “Emancipação” e
gênero,
conteúdo. “libertação”. multiculturalismo e
É neutro. Lança dúvidas, sexualidade.
Teoria de adaptação indagações, Tolerância, respeito,
e aceitação. insatisfações. relatividade.
Estruturalista. Aluno e sua Globalização e pós-
Repasse do conteúdo situação na modernidade.
pronto sociedade. Identidade.
Pós-estruturalismo
Paulo Freire
Multiculturalismo cai em
prova

A diferença é algo que vem sendo produzido na sociedade. Destaca o


procedimento pelo qual algo é considerado verdade ou como se tornou verdade.
O pós-estruturalismo interroga as concepções de masculino/feminino;
heterossexual/homossexual; branco/negro; científico/não cientifico dos
conhecimentos que constituem o currículo. A diferença é tratada não como
algo natural, mas socialmente produzido.
Tradicional Crítica Pós-crítica
Para saber mais

Currículo Construtivista Currículo Sociocrítico (ou


O educador também assume a função de histórico-social)
facilitador deste processo garantindo Abordam questões políticas do procedimento
a integração do aluno com os objetos de formação e questões pedagógicas como
de aprendizagem. Nesta percepção mediação da formação política. Conforme
piagetiana aprecia-se mais a Libâneo, a educação desempenha a sua
construção do conhecimento pelo função de transmitir a cultura, ajudando
próprio educando do que a influência simultaneamente o aluno no desenvolvimento
da cultura e do professor. Conforme de suas próprias capacidades de aprender e
Luckesi 1990, a ideia principal está na inclusão critica e participativa dentro
em prever atividades que correspondam da sociedade em função da formação cidadão
ao nível de desenvolvimento buscar pela transformação social. A
intelectual dos alunos e instituir intenção deste currículo é criar autonomia
situações que estimulem suas de pensamento, ressaltando a importância
capacidades cognitivas e sociais, de da responsabilidade social, com o intuito
modo a possibilitar a construção de compreender a realidade e transformá-
pessoal do conhecimento através da la.
participação ativa do sujeito.
Currículo Integrado e Globalizado

O termo globalizado é pertinente ao atributo da estrutura


cognitiva e afetiva dos alunos e na forma singular de como
são assimilados os significados, estabelecendo os
conhecimentos de acordo com a sua experiência de vida.
Esse currículo é interdisciplinar, pois relaciona as
disciplinas promovendo uma educação globalizada de forma
holística.
Na maioria das vezes se atribui um tema gerador e as
disciplinas se integram indagando cada qual seu
conhecimento específico o que no fim se tem uma informação
globalizada e contextualizada sobre o tema escolhido.
👍
Thanks! Dúvidas?

Vamos fazer questões de provas?


👍
6) O currículo tem um papel tanto de conservação quanto
de transformação e construção dos conhecimentos
historicamente acumulados. A perspectiva teórica que
trata o currículo como um campo de disputa e tensões,
pois o vê implicado com questões ideológicos e de poder,
denomina-se:

a) tecnicista.
b) crítica.
Thanks! Dúvidas?
c) tradicional. Vamos fazer questões de provas
d) pós-crítica.
👍
7) O currículo que permeia o ambiente escolar na vivência
de valores que não estão expressos, não ditos, criando as
formas de relacionamento, poder e convivência, é
denominado currículo

a) em ação.
b) oficial.
c) oculto.
d) mínimo.
Thanks! Dúvidas?
e) formal. Vamos fazer questões de provas
Vários autores concordam que existem pelo menos três
tipos de manifestações de currículo: o formal, o real e o
oculto. Acerca dessas manifestações de currículo, julgue
os próximos itens:

8) O formal refere-se às influências provenientes da


experiência cultural que afetam a aprendizagem; o real, ao
que acontece em sala de aula e o oculto, ao currículo
estabelecido pelos sistemas de ensino.
( ) Certo ( ) Errado
9) O formal refere-se ao currículo estabelecido pelos
sistemas de ensino; o real, ao que acontece em sala de
aula e o oculto, às influências provenientes da experiência
cultural que afetam a aprendizagem.
( ) Certo ( ) Errado
10) O formal refere-se ao currículo estabelecido pelos
sistemas de ensino; o real, às influências provenientes da
experiência cultural que afetam a aprendizagem e o
oculto, ao que acontece em sala de aula.
( ) Certo ( ) Errado

11) O formal refere-se ao que acontece em sala de aula; o


real, ao currículo estabelecido pelos sistemas de ensino e
o oculto, às influências provenientes da experiência
cultural que afetam a aprendizagem.
( ) Certo ( ) Errado
Considerando que, no âmbito da organização do trabalho da
escola, o currículo pode ser definido a partir dos resultados, das
experiências e dos princípios essenciais a serem desenvolvidos
em uma determinada proposta educativa, julgue os próximos
itens, acerca do currículo escolar.

12) O currículo, de acordo com as teorias pós-modernas, é


passível de ser concebido e interpretado como um todo
significativo, como um instrumento privilegiado de construção de
identidades e subjetividades.
( ) Certo ( ) Errado

13) Os fatos e situações que ocorrem no cotidiano escolar e,


mais especificamente, na sala de aula, compõem o currículo
escolar formal, realizado por meio das relações dos estudantes
com o professor e com os colegas.
( ) Certo ( ) Errado
14) Para Bobbitt, o currículo deveria ser organizado de acordo
com os princípios da administração científica de Taylor.
( ) Certo ( ) Errado

15) Para o pós-estruturalismo, a diferença é uma característica


natural e, portanto, absoluta, e assim deve ser tratada no
currículo.
( ) Certo ( ) Errado

16) A teoria crítica põe em relevo os conceitos de subjetividade,


multiculturalismo e identidade.
( ) Certo ( ) Errado

Na questão 15, o pós-estruturalismo não aceita a diferença


como algo natural.
Na questão 16, a subjetividade, multiculturalismo e
identidade são próprios da Teoria pós-crítica.
1-A
2-C
3-A
4-C
5-A
6-B
7-C
8-ERRADO
9-CERTO
10-ERRADO
11-ERRADO
12-CERTO
13-ERRADO
14-CERTO
15-ERRADO
16-ERRADO