Você está na página 1de 33

Iniciando

Participantes
• No menu Tools, selecione Audio Wizard para testar o áudio.
• O apresentador precisa lhe dar o microfone antes que se inicie a fala.
• Pressione o botão com o símbolo de uma mão para solicitar o microfone.

• Para falar, pressione a tecla Ctrl em seu teclado.

Apresentadores

• Use o menu Insert, para importar o conteúdo da apresentação.

• No menu Tools, selecione Share Aplications para compartilhar as


aplicações.
• Clique com o botão direito do mouse sobre o nome dos participantes para ter
controle sobre os mesmos.
TV_1:
“Treinamento Técnico Chassis BA-5D”

Elaborado por:
-Manuel Costa
-Mauricio Rizzi

CSD – Treinamento Fev/04


Objetivo:

Este treinamento tem o objetivo de informar a rede de serviço autorizado as


modificações e novidades tecnológicas existentes no chassis BA-5D, fornecendo assim
dicas de reparo para conserto de aparelhos.

CSD – Treinamento Fev/04


Índice:

Buscando abranger os principais circuitos do chassis BA-5D estarão sendo abordados


neste treinamento os tópicos abaixo relacionados:

• Fonte de alimentação;
• Amplificador de áudio;
• Circuitos de deflexão horizontal;
• Circuitos de deflexão vertical;
• Correção de Pincushion;

CSD – Treinamento Fev/04


1. Fonte de Alimentação e Amplificador de Áudio (Placa GK)

1.1. Fonte de Alimentação:

• Fonte de alimentação trabalha na faixa de tensão de 80 ~ 250 VAC


• IC600 – MCZ3001. Oscilador da fonte de alimentação. Trabalha com freqüência de
aproximadamente 80Khz.
• IC602 – RSU Power Switch. Detector de rede e chaveador do dobrador de tensão.
Fornece tensões de +B (135v), 9v, 5v, standby (7,5v) e sinal de “zero-det”.

CSD – Treinamento Fev/04


Oscilador da
fonte

RSU Power Switch

CSD – Treinamento Fev/04


1.2. IC 602 – RSU Power SW:
1.2.1. Circuito detector de tensão de rede AC

O IC 602 é quem irá detectar a tensão de entrada da rede AC ligando ou não o dobrador
de tensão através do relay RY601. O monitoramento é feito através dos pinos 1 e 2 do IC
602. Quando a tensão ultrapassar os 185 VAC o IC 602 desliga do relay RY601 através dos
pinos 4 e 5. Com isto, mantém-se a freqüência de trabalho do oscilador da fonte (IC600)
em aproximadamente 70Khz.

CSD – Treinamento Fev/04


Tensão de Relay Estado Dobrador
Rede
Resumindo: 80 ~ 185v RY601 Ligado Ligado

186 ~ 250v RY601 Desligado Desligado

110VAC 220VAC
Pinos TV em Standby TV Ligada TV em Standby TV Ligada
1 143V 140 V 175,6V 171,8V
2 143V 265 V 175,5V 341V
3 GND GND GND GND
Tensão dos pinos 4 0V 0V 0V 0V
do IC602 (RSU- 5 0V 12,6V 0V 12,6V
POWER SW): 6 13V 12,6V 13V 12,6V
7 15V 7,5V 15V 7,5V
8 0V 3,8V 0V 3,8V
9 0V 0,72V 0V 0,72V
10 0V 0,72V 0V 0,72V
11 GND GND GND GND

CSD – Treinamento Fev/04


1.2.2. Power On
O comando para acionamento da fonte de alimentação principal é feito através do pino 62
(Relay) do micro IC001 que envia uma tensão de 4,6v. Esta tensão ao passar pelo resistor
R077 e diodo D508 chega ao pino 3 (main-relay) do conector CN1601 com uma tensão de
3,7v. Esta tensão de 3,7v chega ao pino 8 do IC602 e também ao pino 9 porém com 0,7v
(após passar por R614). O IC602 ao detectar a tensão no pino 8 libera a tensão de 0,7v do
pino 9 para o pino 10 e envia esta tensão a base do transistor Q608.

CSD – Treinamento Fev/04


Ao receber tensão na base o transistor Q608 conduz levando seu coletor a terra
aterrando também um lado da bobina do relay RY600 e fazendo Q691 conduzir o que
provoca o corte de Q605 (curto entre base e emissor). Com isso a tensão no pino 7 do
IC602 e o outro lado do da bobina do relay RY600 será de 7,5v proveniente de D620.
Como o relay é de 5Vdc o mesmo aciona ligando a fase AC à ponte retificadora D600 e
provocando o funcionamento do oscilador principal IC600.

CSD – Treinamento Fev/04


1.2.3. Power Off

Ao desligar o tv o micro IC001 “zera”a tensão no pino 62. Sendo assim a tensão no pino 8
do IC602 passa a ser 0v e o mesmo desliga o chaveamento entre os pinos 9 e 10. Do
mesmo modo o transistor Q608 tem em sua base 0v o que o leva ao corte. Com isto, a
base de Q691 fica em alta impedância levando-o também ao corte e conseqüentemente a
condução de Q605 que, conduzindo, envia a tensão de 15v ao pino 7 do IC602 (inibindo o
acionamento do RY601) e a bobina do relay RY600. Como o relay é acionado com 5Vdc
poderia ocorrer o acionamento do mesmo aleatoriamente o que não acontece devido ao
diodo zener D629 estar em paralelo com a bobina do relay e o mesmo ser um zener de
12v, quando chega tensão de 15v na bobina o zener conduz curto circuitando a bobina do
RY600 inibindo o acionamento do relay.

CSD – Treinamento Fev/04


1.3. IC 600 – Oscilador MCZ3001D

1.3.1. Alimentação
A alimentação do IC é feita no pino 18 (VD), pino 8 (VCI) e pino 14 (VB). Sem
estas tensões o IC não funciona.
IC600-MCZ3001D
Pinos 110VAC 220VAC
1 2,5V 3,0V
2 1,8V 1,8V
3 2,2V 2,2V
4 2,5V 2,5V
5 GND GND
6 0V 0V
7 4,7V 4,7V
8 18V 18V
9 0V 0V
10 10,4V 10,4V
11 GND GND
12 4,8V 4,8V
13 NC NC
14 153V 184V
15 146V 174V
16 148V 180V
17 NC NC
18 280V 340V

CSD – Treinamento Fev/04


1.3.2. Circuito Oscilador

O oscilador é composto
basicamente pelo IC600 e
transistores FET Q600 e Q601.
A freqüência de trabalho do
oscilador gira em torno de
80Khz e 378Vpp.

CSD – Treinamento Fev/04


Este sinal é obtido com o osciloscópio entre o Source de Q600 e Source de Q601
como mostra a figura abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


1.3.3. Controle de freqüência do oscilador (F/B)

O controle da freqüência do oscilador é feito pelo pino 2 do IC 600 através do foto


acoplador PH602. Quanto o consumo do tv aumenta, é requisitado uma corrente maior da
fonte e a tensão de +B tende a diminuir. Esta tensão é monitorado pelo IC601 (DM-58)
pino 1 que através do pino 4 controla a corrente que circula pelo diodo interno do foto
acoplador PH602 que por sua vez controla a tensão no pino 2 do IC600 via transistor
interno no foto acoplador. Diminuindo a tensão no pino 2 a freqüência do oscilador também
diminui aumentando assim o tempo de condução dos FET’s aumentando o fornecimento de
corrente da fonte e estabilizando a tensão de +B e demais fontes.

CSD – Treinamento Fev/04


1.3.4. Circuito de Proteção de Sobre Corrente (OCP)
O circuito de proteção de sobre corrente (OCP) está ligado ao pino 9 do IC600 e é
composto pelo divisor resistivo formado por R632 e R647 e pelos resistores R671 e R672
de 0,1 Ω 2W.

Se a corrente que passa pelos resistores R671 e R672 aumentar a tensão no pino 9 diminui
e o circuito interno de proteção do IC600 percebe esta queda do pino 9 e desliga o
oscilador interno provocando o desligamento do televisor devido a falta da alimentação de
+B (135v) , 9v e 5v.

CSD – Treinamento Fev/04


1.4. Detector Zero Cross

O Microprocessador IC 001 monitora


através do pino 45 a alimentação AC
gerada pelo T605 e foto acoplador PH603.

CSD – Treinamento Fev/04


Quando o transistor interno do foto acoplador
conduz polariza a base de Q604 fazendo-o
conduzir e amplificando o sinal gerado no PH603
que conseqüentemente conduz Q690 que polariza
a base de Q606 que amplifica o sinal. Este sinal
chega ao pino 45 do micro IC 001 indicando que
existe tensão DC retificada pela ponte
retificadora D602 e conseqüentemente estão
sendo geradas as tensões de 15v e 7,5v no
secundário de T605. Se por algum motivo a
tensão na ponte retificadora sumir, sumirá o
pulso no pino 45 do micro e o mesmo não libera a
tensão de Relay no pino 62. Com isto o tv não liga
e o led pisca 10 vezes.

Sinal no pino
45 do micro
IC001

CSD – Treinamento Fev/04


1.5. Amplificador de Áudio

• IC 1405 – TDA8580Q/N1.
Amplificador de áudio;
• Sinal de áudio entra nos pinos 7
e 8 (canal L), 10 e 11 (canal R);
• Mute é feito pelo pino 13;

IC 1406 – NJM4558M-TE2
(somente para a linha FV).
Controlador de áudio
Fixo/Variável.

CSD – Treinamento Fev/04


2. Circuitos de Deflexão Horizontal
2.1. Drive Horizontal (HD)
O circuito do oscilador horizontal está no IC 301 (Jungle) que neste chassis é o
CXA2155S. A medição do sinal é feita no pino 34 e a forma de onda está na figura
abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


O sinal que sai do pino 34 do IC 301 chega a base do transistor drive Q501...

... e sai em seu coletor.

CSD – Treinamento Fev/04


2.2. Saída Horizontal
Composto pelo transistor Q502 ( 2SD-2645YB ) recebe o pulso do transistor drive
horizontal em sua base…
Obs: Como o sinal de pico a pico no
coletor do Q502 é muito alto (+ de
1000Vpp) devemos medi-lo entre os
capacitores C509 e C527.

Transistor Q502 Forma de onda em sua base Forma de onda em seu coletor

CSD – Treinamento Fev/04


3. Circuitos de Deflexão Vertical

3.1. Drive Vertical (HD)


O circuito do oscilador vertical está no IC 301 CXA2155S. Encontramos aqui dois sinais.
O de VDP (pino 28) e o VDN (pino 29). Se faltar um destes sinais o vertical “fecha”,
desloca (para cima ou para baixo dependendo de quanto o mesmo foi atenuado) e o
televisor desliga (aciona proteção de falta de deflexão vertical).

CSD – Treinamento Fev/04


Forma de Onda VDP Forma de Onda VDN

CSD – Treinamento Fev/04


3.2. Saída Vertical

• O circuito de saída vertical é composto pelo IC 561 sendo que os modelos 29’ (KV-29FS100 e KV-
29FV300) utilizam o TDA 8172. Já os modelos de 34’e 38’ (KV-34FS100, KV-34FV250 e KV-38FV250)
utilizam o STV 9379.
• O funcionamento dos ic’s assim como as medidas e sinais levantados são iguais independente do
modelo do televisor ou ic utilizado.
• Os sinais de VDP e VDN chegam aos pinos 1 e 7 do IC 561.
• A alimentação para o funcionamento da saída vertical é feito pelo fly back que fornece tensão de
+12v e –15V.
• Se por algum motivo o IC 561 queimar ou a bobina defletor vertical entrar em curto ou fuga entre as
espiras, verifique os resistores R574 e R563 de 1,8 Ω -½ W que se estiverem alterado provocará
problemas de ganho do amplificador alterando a altura do vertical (V Size).
• O sinal sai do pino 5 do IC 561 com o nível e a tensão mostradas abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


Forma de Onda no pino 5 do IC 561 Forma de Onda medida na bobina defletora
vertical

CSD – Treinamento Fev/04


4. Correção de Pincushion
4.1. Sinais de E/W (parábola) e AF-CP (dente de serra)
4.1.1. Sinal de E/W

O sinal de correção E/W é gerado pelo IC 301 CXA-2155S no pino 26 tendo 4,6v de
nível dc e sinal e freqüência mostrados abaixo. Este sinal, comparado a uma amostra do
pulso horizontal, será amplificado e aplicado a saída horizontal para modular o pulso de
deflexão horizontal.

A não existência deste sinal implica na deformação da imagem causando o “efeito almofada” ou “barril”.

CSD – Treinamento Fev/04


4.1.2. Sinal de AF-CP

O sinal de AF-CP é uma amostra do sinal do horizontal proveniente da junção dos


capacitores C527 e C510. O nível e o sinal são mostrados abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


4.1.3. IC Pin/Proteção

• Mais conhecido como o IC Pin o IC 501 NJM-2903M tem suas funções divididas sendo
utilizado em dois circuitos distintos.
- Circuito de Proteção de Sobre Tensão (analisaremos posteriormente).
- Circuito de correção do Pin.
• A parte do ic que trabalha com a correção do Pin é a que recebe no pino 5 o sinal de AF-
CP que é uma “dente de serra” (após passar por D516) e o sinal de E/W no pino 6 que é o
sinal de parábola.

AF-CP

CSD – Treinamento Fev/04


Forma de Onda E/W Forma de Onda AF-CP

CSD – Treinamento Fev/04


A saída de correção do Pin é o pino 7 e o sinal é enviado para a base de Q511 (Pin Drive). O
sinal é invertido e no coletor obtemos o sinal mostrado abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


O sinal é enviado para a base do transistor Pin Out Q512 onde é amplificado. Em seu coletor
temos o sinal e seus níveis mostrados abaixo.

CSD – Treinamento Fev/04


OBRIGADO!!!
CSD – Suporte & Treinamento 2004
Treinamento Técnico

CSD – Treinamento Jan/04


Nov/03