Você está na página 1de 3

Processos Industriais

Aluna: Hellen Amanda Santos RA: 257272016

Aula Atividade 7

1. Quais são os três movimentos relativos entre a peça e a ferramenta, para se


executar o torneamento?

R - Movimento de corte, movimento de avanço e movimento de penetração.

2. Quais são as operações possíveis de se executar em um torno mecânico


(universal)?

R - Tornear superfícies cilindricas e cônicas externas e internas, roscar superfícies


internas e externas, perfilar superfícies, furar, alargar, recartilhar e roscar com
machos ou cossinetes.

3. Quais as partes que formam todos os tornos, independente de suas variações de


dispositivos ou dimensões exigidas em cada caso?

R - Corpo da máquina: barramento, cabeçote fixo e móvel, caixas de mudança de


velocidade; sistema de transmissão de movimento do eixo: motor, polia,
engrenagens, redutores; sistemas de deslocamento da ferramenta e de
movimentação da peça em diferentes velocidades: engrenagens, caixa de câmbio,
15 inversores de marcha, fusos, vara etc; sistemas de fixação da ferramenta: torre,
carro porta -ferramenta, carro transversal, carro principal ou longitudinal e da peça:
placas, cabeçote móvel; comandos dos movimentos e das velocidades: manivelas e
alavancas.

4. Identifique as partes do torno mecânico (universal), que estão indicadas pelas


letras?

Legenda

a) Placa; b) Cabeçote fixo; c) Caixa de engrenagens; d) Torre porta ferramenta;

e) Carro transversal; f) Carro principal; g)Barramento; h) Cabeçote Móvel; i) Carro


porta ferramenta.
5. Para que a vida útil de uma máquina utilizada na usinagem, seja prolongada qual
deve ser o procedimento?

R - Lubrificação das guias, barramentos e demais partes da máquina conforme as


orientações do fabricantes.

6. Identifique as partes da placa de três castanhas.


7. Quais as maneiras de se prender peças como: eixo cilíndrico, anel, e discos em
uma placa de três castanhas?

R - Para peças cilíndricas maciças como eixos, por exemplo, a fixação é feita por
meio da parte raiada interna das castanhas voltada para o eixo da placa universal.
Para peças com formato de anel, utilizase a parte raiada externa das castanhas.
Para peças em forma de disco, as castanhas normais são substituídas por
castanhas invertidas.

8. Qual é o procedimento para realizar uma operação de facear em um eixo de 50


mm de diâmetro? Atente-se também para a segurança do operador.

1. Fixação da peça na placa universal, deixando livre a quantidade suficiente de


material para ser torneado. O material deve estar bem centrado. 2. Fixação da
ferramenta de modo que a ponta da ferramenta fique na altura do centro do torno.
Para isso, usa-se a contra-ponta como referência. Deve-se também observar que a
ferramenta deve ficar em ângulo em relação à face da peça. 3. Aproximação da
ferramenta à peça, deslocando o carro principal e fixando-o por meio da porca de
aperto. 4. Seleção da rotação do torno após consulta à tabela de velocidade de
corte. (ᵑ = (vc * 1000)/π* D)). 5. Acionamento do torno.