Você está na página 1de 21

Função dos pinos do IC BQ24725A (20 pinos QFN) do meu ASUS Ultrabook S400CA.

BQ24725A: IC SMBus controlador de carga em 1 a 4 células de bateria Li+ com selecionador Power
Mosfet N-CHANNEL e avançado circuito de Proteção.

Funções do IC BQ24725A: Diagrama em Blocos.

DESCRIÇÃO
O IC BQ24725A é um alto eficiência, carregador de bateria síncrono, oferecendo redução de
componente para espaço restrito, aplicado em carga de bateria multiquímica.
Ele utiliza dois geradores de carga separados para conduzir Mosfets N-CHANNEL (ACFET, RBFET e
BATFET) e definir automaticamente Source para Power o Sistema. Ele usa registro interno das
correntes de entrada ou o pino externo ILIM para estrangular modulação de PWM, e assim reduzir a
corrente de carga. Podendo carregar uma, duas, três ou quatro células de Bateria da série Li+.
O SMBus controla a entrada da corrente, carga da corrente, e os DACs permitem precisão de
regulação nas tensões de carga. Os DACs podem ser facilmente programados pelo microcontrolador
gerenciador de Power do sistema.
O IC BQ24725A vem disponível em pacote QFN de 20 pinos.
TAXAS MÁXIMAS ABSOLUTAS
Intensidade da tensão:
Pinos:
SRN, SRP, ACN, ACP, CMSRC, Vcc: Mínimo –0.3V e Máximo 30V. Obs.: Recomendado Mínimo 0V
e Máximo 24V;
FASE: Mínimo –2V e Máximo 30V. Obs.: Recomendado Mínimo –2V e Máximo 24V.
ACDET, SDA, SCL, LODRV, REGN, IOUT, ILIM, ACOK: Mínimo –0.3V e Máximo 7V. Obs.:
Recomendado Mínimo 0V e Máximo 6.5V.
BTST, HIDRV, ACDRV, BATDRV: Mínimo –0.3V e Máximo 36V. Obs.: Recomendado Mínimo 0V e
Máximo 30V.
Diferença de tensão máxima:
Pinos:
SRP–SRN, ACP–ACN: Mínimo –0.5V e Máximo 0.5V. Obs.: Recomendado Mínimo –0.2V e Máximo
0.2V.

IC BQ24725A (BQ25A): Descrição e Função dos Pinos


Pino Nome Descrição
1 ACN Entrada Sensor resistor de corrente negativa.
Opcional, coloque um capacitor cerâmico de 0.1µF de ACN até GND para filtro
modo comum e outro capacitor cerâmico de 0.1µF de ACN até ACP para
fornecer filtro modo diferencial.
2 ACP Entrada Sensor resistor de corrente positiva.
Opcional, coloque um capacitor cerâmico de 0.1µF de ACP até GND para filtro
modo comum e outro capacitor cerâmico de 0.1µF de ACP até ACN para
fornecer filtro modo diferencial.
3 CMSRC Entrada Gerador de carga de Source do pino ACDRV.
Colocando um resistor de 4k de CMSRC até o comum Source dos Mosfets
ACFET (Q1*) e RBFET (Q2*) limita a invasão da corrente no pino de CMSRC. *
No esquema sugerido!
4 ACDRV Saída Gerador de carga para conduzir ambos os Gates dos Mosfets N Q1*
(ACFET) e Q2* (RBFET) do adaptador.
Quando a tensão no pino VCC (IN) está alta (UVLO) – carregador externo
inserido na entrada – o pino ACDET (IN) está entre 2.4V/3.15V e o pino SRN
(IN) está com apenas 275mV (este pino sobe para 6V vindo do pino BATDRV
quando a bateria está carregada, assim o adaptador não é liberado para
carregar a bateria). Nesse momento (SRN com apenas 275mV), o pino ACOK
(OUT) é posto Alto para levar alimentação para a trilha externa e indicar que o
Carregador é Válido. Assim, o pino ACDRV (OUT) libera a saída da tensão para
conduzir os Mosfets N Q1* (ACFET) e Q2* (RBFET) para ON. Com a chegada da
tensão no pino ACDRV, o pino CMSRC vai para 6V. Assim, os Mosfets N (Q1*)
ACFET e (Q2*) RBFET são acionados ON para Power o sistema por AC
adaptador.
Se não for reunida qualquer umas das condições acima descrita, o pino ACOK
é posto Baixo para o GND por meio de um Mosfet Interno ao IC BQ25A, não
permitindo a saída ACDRV para os Mosfets!
Colocando um resistor de 4k de ACDRV até o Gate de ACFET e outro no Gate
de RBFET limita a invasão da corrente no pino ACDRV.
5 ACOK Saída detectora/examinadora de Drain Aberto do AC adaptador.
O pino ACOK (OUT) é posto Alto para levar alimentação para a trilha externa
ao IC por meio de um resistor acionador externo e indicar que o Carregador
externo é Válido e capaz de iniciar a carga. Isso, se o adaptador externo estiver
inserido, a bateria estiver descarregada, o pino SRN (IN) estiver com 275mV, à
tensão no pino VCC (IN) estiver alta (UVLO), e o pino ACDET (IN) estiver entre
2.4V/3.15V.
Se não for reunida qualquer umas das condições acima descrita, o pino ACOK
é posto Baixo para o GND por meio de um Mosfet Interno ao IC BQ25A, não
permitindo a saída ACDRV para os Mosfets!
Conecte um resistor ativador de 10k de ACOK até a trilha de alimentação
externa ao IC.
6 ACDET Entrada detectora de inserção de adaptador válido.
Quando um adaptador válido é inserido, o pino ACDET (IN) o detecta por
meio de uma referência da tensão em torno de 2.4V/3.15V, do divisor de
tensão formado por um resistor da entrada do adaptador ao pino ACDET (IN)
e outro para o GND.
O IC controla o tempo de Carga necessária ou suficiente por meio do pino
ILIM (IN). Quando o pino ACDET está Alto entre 2.4V/3.15V, algumas funções
do IC são liberadas e o Adaptador pode carregar a Bateria, pois o pino ILIM
(IN) recebe uma tensão superior a 105mV. Quando a bateria alcança sua carga
determinada, o pino ILIM cai para 75mV, então, o LDO REGN entra em ação e
coloca o pino ACDET (IN) para apenas 0.6V e libera a tensão de 6V no pino
BATDVR via o pino SRN para que o sistema seja alimentado por a bateria -
mesmo que o adaptador continue conectado a entrada e mantendo o pino
VCC Alto (UVLO).
Com o pino ILIM em 75mV, a ação do LDO REGN e o ACDET em 0.6V, o
Mosfet interno ao IC é ativado e coloca o pino ACOK (OUT) para GND,
ativando o pino IOUT (OUT) e liberando os 6V no pino BATDRV. Nesse
momento, a carga do adaptador é paralisada e o Sistema fica alimentado por
a Bateria.
7 IOUT Saída de amostra do montante (BUFFERED) de carga do adaptador ou saída
de amostra da corrente de carga.
O pino IOUT (OUT) é monitorado e comandado por o Comando "SMBus
ChargeOption". A tensão no pino IOUT é 20 vezes o diferencial de tensão
cruzado no resistor sensor.
Coloque um capacitor cerâmico de desacoplamento de 100pF ou menor entre
pino IOUT e o GND.
8 SDA Entrada/Saída de dados SMBus de dreno-aberto.
Conecte a linha de dados de SMBus sobre o controlador de host ou bateria
Smart. Conecte um resistor acionador de 10k de acordo com as especificações
de SMBus.
9 SCL Entrada de Clock SMBus de dreno-aberto.
Conecte a linha de Clock de SMBus sobre o controlador de host ou bateria
Smart. Conecte um resistor acionador de 10k de acordo com as especificações
de SMBus.
10 ILIM Entrada referência do Limite de corrente de carga.
Programe a tensão do pino ILIM (IN) por meio de um divisor de tensão
formado por um resistor colocado entre os 3.3V de referência do Sistema e o
pino ILIM (IN) e outro entre o pino ILIM e o GND.
Quem define o limite de regulação da corrente de carga é a menor tensão de
ILIM ou tensão limite de DAC. Assim que a tensão no pino ILIM cair abaixo de
75mV, a carga é desabilitada. A carga é habilitada quando o pino ILIM
aumentar para 105mV.
Para desabilitar o controle da corrente por ILIM, posicione ILIM com uma
tensão de 1.6V.
11 BATDRV Saída Geradora de carga para conduzir a bateria para o Mosfet N BATFET do
Sistema.
A saída do pino BATDRV (OUT) leva 6V para o pino SRN, assim o Mosfet
BATFET é acionado e faz com que o Sistema seja alimentado por a Bateria.
Quando a bateria perde sua carga até o limite determinado, a saída do pino
BATDRV (OUT) é desabilitada e o pino SRN fica com apenas 275mV,
permitindo a carga da bateria por meio da tensão do adaptador externo.
Colocando um resistor de 4k de BATDRV até o Gate de BATFET limita a
invasão da corrente no pino BATDRV.
12 SRN Entrada Sensor resistor de corrente de Carga baixa.
O pino de SRN (IN) é para sentir o estado da tensão da bateria. Quando a
bateria está completa esse pino fica com 6V, quando ela está baixa
(descarregada) ele fica com +/-275mV.
Do pino SRN, sai um resistor de 7.5Ω para o resistor sensor de corrente, mas
na junção entre os dois deve ser colocado um capacitor cerâmico de 0.1µF
para o GND para filtro de modo comum. Também deve ser colocado outro
capacitor cerâmico de 0.1µF em paralelo com o resistor sensor de corrente
para filtro de modo diferencial.
Veja informação de aplicação sobre proteção de saída de tensão negativa
adicionando um pequeno resistor para casos de grave curto-circuito entre a
bateria e o GND ou conexão reversa da bateria.
13 SRP Entrada Sensor resistor de corrente de Carga positiva.
Do pino SRP, sai um resistor de 10Ω que é conectado ao resistor sensor de
corrente, mas deve ser colocado um capacitor cerâmico de 0.1µF em paralelo
com o resistor sensor de corrente para filtro de modo diferencial.
Veja informação de aplicação sobre proteção de saída de tensão negativa
adicionando um pequeno resistor para casos de grave curto-circuito entre a
bateria e o GND ou conexão reversa da bateria.
14 GND Aterramento do IC. No esquema da PCB, conecte esse pino para o GND
analógico, e no bloco Power debaixo do IC conecte apenas o GND de Power.
15 LODRV Saída condutora de Power para o Mosfet Baixo lado.
Conecte para o Gate baixo lado do Mosfet N.
16 REGN Saída Regulada linear/excitadora.
REGN é a saída regulada de 6V excitadora para alimentar o VCC quando o
LDO REGN entra em ação e coloca o pino ACDET (IN) para apenas 0.6V; a
saída do pino REGN é para regular a tensão do pino VCC em 6V, mesmo ele
estando sendo alimentado por a tensão alta (UVLO) vinda do adaptador.
Conecte um capacitor cerâmico de 1µF de REGN até GND.
17 BTST Pino alimentador condutor de Power para o Alto lado do Mosfet.
Conecte um capacitor de 0.047µF de BTST até FASE, e um diodo Schottky
segurador de início, de REGN até BTST.
18 HIDRV Saída condutora de Power para o Mosfet Alto lado.
Conecte para o Gate Alto lado do Mosfet N.
19 FASE Pino condutor de Power para Alto lado Source do Mosfet.
Conecte ao Source alto lado Mosfet N.
20 VCC Entrada de Alimentação, vinda do adaptador ou tensão da bateria pelo diodo
OR.
Use um resistor de 10Ω e capacitor de 1µF para GND como filtro baixa
passagem para limitar invasão de corrente.
*** PowerPAD Bloco exposto em baixo do IC.
GND analógico e GND Power principal-conectado apenas no PowerPad plano.
PowerPad permite soldar para a placa, e inclua vias no PowerPad plano
conectando para GND analógico e planos de GND Power. Também serve
como um bloco térmico para dissipar o aquecer.

Esquemas sugeridos
Figura 1. Esquema, Seletor com Dois Mosfets N.
Sistema típico
 Fs = 750kHz,
 IADPT = 4.096A,
 ICHRG = 2.944A,
 ILIM = 4A,
 VCHRG = 12.592V,
 Adaptador 90W e Bateria pacote 3S2P.

Obs.: Em todos os esquemas sugeridos:


 Para melhor precisão de sensor de corrente use 0Ω.
 Para proteção contra inversão da conexão da bateria use resistor 10Ω/7.5Ω.
"Leia: informação sobre proteção de tensão negativa saída por grave curto-circuito da bateria
levada ao GND ou por conexão invertida".
 Use Ri e Ci (veja no esquema) para amortecer o pulso quente de tensão do adaptador plugado.
 No esquema 3, Use Din para proteção de entrada invertida da tensão.
"Leia: informação sobre proteção de tensão negativa saída por grave curto-circuito da bateria
levada ao GND ou por conexão invertida".
 O Csys total é o amontoar da soma de capacidade do sistema. Isto é exigido por carregador IC.
"Leia: informação de aplicação sobre projeto de filtro de entrada".

DESCRIÇÃO DETALHADA DO BQ25A


SMBus Interface
O bq24725A opera como um escravo, recebendo entradas de controle do embutido HOST
controlador pelo SMBus interface.
O bq24725A usa o simplificado subconjunto dos comandos documentados em Gerenciamento de
Sistema BUS Especificação V1.1, o qual pode ser baixado sobre www.smbus.org.
O bq24725A usa o SMBus protocolos Ler-Palavra e Escrever-Palavra para se comunicar com a
bateria Smart (veja Figura 16).

O bq24725A desempenha apenas como um dispositivo de SMBus escravo com endereço


0b00010010 (0x12H) e não inicia comunicação no BUS.
Como complemento, o bq24725A tem duas identificações de registro: o Registro de ID de
dispositivo de 16 bits (0xFFH) e o Registro de ID de fabricante de 16 bits (0xFEH).
A comunicação de SMBus é habilitada com as seguintes condições:
• Se VVCC estiver sobre UVLO;
• Se VACDET estiver sobre 0.6V;
Os pinos de dados (SDA) e Clock (SCL) têm entradas Schmitt-trigger (origem-ativa) que pode
acomodar lentos extremos.
Escolha Resistores acionadores de 10KΩ para SDA e SCL para alcançar vantagens de acordo com
as especificações de SMBus.

A comunicação inicia quando o MASTER sinalizar condição de um INICIAR, o qual é transição alto-
para-baixo em SDA, enquanto SCL é alto. Quando o Master termina a comunicação, a mensagem de
Master na condição de STOP, o qual é transição baixo-para-alto em SDA, enquanto SCL é alto. Em
seguida o Bus é livre para outra transmissão. Figura 17 e 18 mostra o diagrama de Timing para sinais
no SMBus interface.
O byte de endereço, comando byte e dados bytes, são transmitidos entre a condição INICIAR e
STOP. A mudança de estado SDA apenas enquanto SCL é Baixo, exceto por a condição INICIAR e
STOP. Os dados são transmitidos em bytes de 8 bits e é apresentado no levantar extremo (EDGE) de
SCL. A transferência de cada byte para dentro ou para fora do BQ24725A exige nove ciclos de Clock,
porque entre o Master ou o escravo se reconhece o recibo do byte correto durante o nono ciclo de
Clock.
O BQ24725A Suporta os comandos de carregador como descritos na Tabela 2.
O bq24725A suporta seis comandos de carregador de bateria que usa entre protocolos Escrever-
Palavra ou Ler-Palavra, como resumido em Tabela 2.
Os comados ManufacturerID() e DeviceID() podem ser usado para identificar o BQ24725A. O
comando ManufacturerID() sempre retorna 0x0040H e o comando DeviceID() sempre retorna
0x000BH.

Definindo Opções de Carregador


Escrevendo ChargeOption() comando (0x12H ou 0b00010010), o IC BQ24725A permite usuários
para alterar várias opções de carregador após Power On Reset (POR) como mostrada em Tabela 3.
Tabela 3. Registro de Opções de carga (0x12H)
BIT BIT NOME DESCRIÇÃO
[15] Ajuste ACOK tempo Ajuste ACOK tempo de desbloqueio.
de desbloqueio Ajuste após Power On Reset (POR), a primeira vez que acontece o
adaptador plugado, o tempo de desbloqueio é sempre 150ms não
importa se este bit é 0 ou 1. Este bit apenas define o próximo tempo
de desbloqueio ACOK após Mosfet ACFET desligar pelo menos uma
vez. Para alterar esta opção, a tensão do pino Vcc deve ser sobre
UVLO, e a tensão do pino ACDET deve ser sobre 0.6V para habilitar IC
SMBus comunicação.
0: O ACOK subida tempo de desbloqueio extremo 150ms
1: O ACOK subida tempo de desbloqueio extremo 1.3s <padrão no
Power On Reset (POR)>.
[14:13] Ajuste do Define máximo atraso SMBus entre comando Escrever sucessivos
temporizador de carregar tensão ou corrente de carga. O ajuste de carga será suspenso
cão de guarda se IC não receber o comando escreva tensão de carga ou escreva
corrente de carga, incluído no período de tempo de cão de guarda; e
temporizador de cão de guarda será habilitado.
A carga será retomada após receber o comando escreva tensão de
carga ou escreva corrente de carga, quando temporizador de cão de
guarda expirar e a carga suspender.
00: Desativar Temporizador de Cão de guarda
01: Habilitado. 44 segundos
10: Habilitado. 88 segundos
11: Habilitar Temporizador de Cão de guarda (175s) <padrão no
Power On Reset (POR)>.
[12:11] Depleção BAT Este é usado para instrução (LEARN) função proteção bateria sobre
comparador, ajuste descarrega. Durante o ciclo instrução (LEARN), quando o IC detecta
de Excitação. tensão de bateria é abaixo da tensão excitação depleção, o IC desliga
o Mosfet BATFET e aciona ON o ajuste de Excitação do Mosfet ACFET
para Power o sistema sobre o AC adaptador em vez da bateria. O subir
histerese extremo é 340mV. Definindo ChargeVoltage() valor de
registro para 0V desabilitará esta função.
00: Excitação de falência = 59.19% de regulação de tensão limite
(~2.486V/cell)
01: Excitação de falência = 62.65% de regulação de tensão limite
(~2.631V/cell)
10: Excitação de falência = 66.55% de regulação de tensão limite
(~2.795V/cell)
11: Excitação de falência = 70.97% de regulação de tensão limite
(~2.981V/cell) < padrão no Power On Reset (POR)>.
[10] Ajuste EMI 0: Reduz frequência chaveando PWM por 18% <padrão no Power On
Chaveando Reset (POR)>.
Frequência. 1: Aumenta frequência chaveando PWM por 18%
[9] Habilitar EMI 0: Desabilita ajuste frequência chaveando PWM <padrão no Power On
Chaveando Reset (POR)>.
Frequência. 1: Habilita ajuste frequência chaveando PWM
[8] IFAULT_HI, Ajuste Proteção de curto-circuito Alto lado Mosfet, comparador excitação
excitação tensão baixa.
Comparador. 0: A função é desabilitado
1: 750mV <padrão no Power On Reset (POR)>.
[7] IFAULT_LOW. Proteção de curto-circuito baixo lado Mosfet, comparador tensão
Comparador baixa excitação.
excitação Ajuste 0: 135mV <padrão no Power On Reset (POR)>.
1: 230mV
[6] Instrução (LEARN), Definindo este bit como 1 inicia instrução ciclo bateria. O IC desliga o
Habilitar. Mosfet ACFET e liga o Mosfet BATFET para usar a carga da bateria
Capacidade. Quando a tensão da bateria alcançar limiar definida em
bit [12;11], o Mosfet BATFET é acionado Off e o Mosfet ACFET é
acionado ON para finalizar a instrução ciclo bateria. Após ciclo de
instrução finalizado, este bit é automaticamente resetado para 0.
Definindo este bit como 0 interromperá ciclo de instrução bateria. O IC
desligará o Mosfet BATFET e ligará o Mosfet ACFET.
0: Desabilita Ciclo instrução (LEARN) <padrão no Power On Reset
(POR)>.
1: Habilita Ciclo instrução (LEARN)
[5] IOUT Seleção 0: IOUT é 20x corrente de adaptador amplificador saída <padrão no
Power On Reset (POR)>.
1: IOUT é 20x corrente de carga amplificador de saída
[4] Indicação de 0: AC adaptador não é presente (ACDET < 2.4V) <padrão no Power On
Adaptador AC Reset (POR)>.
(Leitura Apenas) 1: AC adaptador é presente (ACDET > 2.4V)
[3] Não em uso 0: no Power On Reset (POR).
[2] Não em uso 0: no Power On Reset (POR).
[1] ACOC, Ajuste 0: A função é desabilitada
Excitação. 1: 3.33x de regulação de corrente de entrada limite <padrão no Power
On Reset (POR)>.
[0] Carga Inibição. 0: Habilita a Carga <padrão no Power On Reset (POR)>.
1: Inibe a Carga

Bateria: redução para Corrente Inativa


Quando o adaptador não está presente, se o VCC for alimentado com tensão alta, que seja
diretamente por UVLO ou indiretamente (tais como pelo LDO ou conversor chaveando) na Bateria, e
o sistema está ativo, a tensão alta de 6V do pino SRN passa para o pino Gerador de carga interno do
BATFET para conduzir o Mosfet N BATFET. Como resultado, a corrente inativa da bateria passa a ser
Alta (ativa) devido à atividade do sistema. Com o Mosfet em ON a alta corrente do sistema ativo
passa por o Mosfet e não por o seu diodo interno evitando perda de condução e estendendo o
tempo de vida de carga da Bateria. Isso é importante porque o sistema consome muita corrente. Se o
consumo do sistema ativo passasse só por o diodo interno do Mosfet e não por o Mosfet, logo a
bateria se descarregaria.
Quando o sistema é suspenso, a corrente passa apenas por o diodo interno do Mosfet BATFET, já
que o consumo de corrente é baixo (redução para Corrente Inativa). O controlador HOST pode obter
Power através do diodo interno de BATFET porque a corrente total é menor quando o sistema está
suspenso, então não existe grande perda de condução do diodo interno. O controlador HOST
também pode usar o sinal digital "Dig EN" via o IC U2 (veja Figura 1) para evitar que a Potência da
Bateria passe para o pino VCC. Como resultado, a bateria fica em modo de corrente inativa (baixo
consumo da corrente).

Observação:
Falha no adaptador causando Sobretensão (ACOVP)
Quando a tensão de pino 6 (ACDET) estiver mais alto que 3.15V, isto é considerado como Falha no
adaptador causando Sobretensão. O pino 5 (ACOK) será posto baixo, e a carga será desabilitada.
Durante o ACOVP, o Mosfet Q1* (ACFET) estará desativado para desconectar a alta tensão do
adaptador para o sistema. O Mosfet BATFET será acionado ON se as condições de acioná-lo forem
válidas. Veja a seção de Seleção de Sistema Power para detalhes.
Depois da Falha no adaptador causando Sobretensão ser corrigida
Quando a tensão no pino 6 (ACDET) estiver abaixo de 3.15V e sobre 2.4V, isto é considerado como
que a tensão do adaptador está normal. O pino 5 (ACOK) será posto alto por o resistor ativador
externo. O Mosfet BATFET será desligado e o Mosfet ACFET e RBFET serão Ativados para levar tensão
do adaptador para o sistema. Assim, a carga é habitada, pois as condições de carga são válido. Veja a
seção habilitar e Desabilitar Carregamento para detalhes.

Seleção de sistema Power


Se ACOK se apresentar ALTO, a bateria é desconectada e o adaptador é conectado ao sistema
após atraso Padrão de 150ms (primeiro tempo, na próxima vez o padrão é 1.3s e pode ser
modificado para 150ms). Um automático "quebre antes de fazer" lógico impede surgir correntes
quando os Mosfets chaveiam.
O pino 4 ACDRV conduz o Power dos Mosfets N (ACFET e RBFET) para os Source comum (CMSRC)
pino 2 ACP (veja Figura 1 para detalhes).
O Mosfet Q1 ACFET separa o adaptador da bateria ou sistema, e providencia um limite Di/Dt
controlando o tempo de ligar de ACFET quando o adaptador é plugado. Entretanto isso protege o
Adaptador quando o sistema ou bateria estão curto-circuitado.
O Mosfet RBFET providencia proteção de entrada de tensão negativa e a bateria descarga a
proteção quando o adaptador estiver curto-circuitado para Terra, e comparado ao diodo Schottky,
minimiza dissipação de sistema Power com seu baixo RDS(ON).
Quando o adaptador não estiver presente, o pino ACDRV é posto para o pino CMSRC para manter
ACFET e RBFET desligado, separando a função Adaptador sobre sistema.

Habilitação e Reabilitação da Carga


Em modo de Carga, as seguintes condições têm que ser válido para iniciar a carga:
• A carga é habilitado via SMBus (ChargeOption) bit [0]=0, padrão é 0, carregar habilitado);
• Tensão de pino iLIM mais alto que 105mV;
• Os três limites de regulação de DACs com valores válidos programado;
• O ACOK ser válido (Veja o Detect Adaptador e ACOK Saída seção para detalhes);
• ACFET e RBFET liga e a tensão de Gate é alto bastante (Veja a seção de Seleção de Sistema Power
para Detalhes);
• VSRN não exceder excitação de BATOVP;
• O IC Temperatura não exceder excitação de TSHUT;
• Não estiver em condição de ACOC (Veja a Proteção de Sobrecorrente de Entrada (ACOC) seção
para detalhes);

Umas das seguintes condições faz parar o carregamento:


• A carga for inibida via SMBus (ChargeOption) bit[0]=1);
• Tensão de pino iLIM menos que 75mV;
• Falta do limite de alguma os das três regulações de DACs (se uma dos três limites de regulação
DACs for "0" ou perda de ganho);
• O pino ACOK for posto baixo para GND (Veja seção o Detect Adaptador e ACOK Saída para
detalhes);
• O Mosfet ACFET Desligado;
• VSRN exceder a excitação de BATOVP;
• TSHUT IC temperatura de excitação for atingido;
• ACOC for detectada (Veja a seção Proteção de Sobrecorrente de Entrada (ACOC) para detalhes);
• Um curto-circuito for detectado (Veja a seção Curto de Indutor, Proteção Curto Mosfet para
detalhes);
• O tempo do cão de guarda expirar o temporizador de cão de guarda é habilitado (Veja a seção
de Charger Timeout para detalhes);

Automático Inicio-suave interno da Corrente do Carregador


Toda vez que a carga é habilitado, o carregador automaticamente aplica suave-iniciar em corrente
de carga para evitar qualquer excesso ou estresse nas saídas dos capacitores ou no conversor Power.
A corrente de carga inicia em 128mA, e o passo tamanho é 64mA em modo de CCM para a corrente
do resistor sensor de 10mΩ. Cada passo dura ao redor de 240µs em modo de CCM, até isso alcançar
o limite da corrente de carga programada. Não são necessários componentes externo para esta
função.
Durante o modo de DCM, o suave reiniciar corrente passo tamanho é maior e cada passo dura
para já período de tempo devido a resposta lenta intrínseca de modo de DCM.

Sensor de Precisão alta de Amplificação da Corrente


Como um padrão de indústria, Sensor de Precisão alta Amplificação da Corrente (CSA) é usado
para monitorar a corrente de entrada ou o carregar corrente, selecionável via SMBUS (ChargeOption):
bit[5]=0 seleciona o corrente de entrada; bit[5]=1 seleciona o Carregar corrente) por host. A tensão
de sentido de CSA através do resistor sensor pelo fator de 20 pelo IOUT Pino. Assim que VCC é alto
UVLO e ACDET é sobre 0.6V, CSA liga e IOUT saída fica válido. Para menor a tensão em
monitoramento de corrente. Um resistor divisor de IOUT até GND pode ser usado e precisão sobre a
temperatura pode ainda ser alcançada. Um capacitor de 100pF conectado na saída é recomendado
para ruído de desacoplamento alta frequência. Um adicional RC filtro é opcional, se adicional
filtrando é desejado. Note que adicionando filtrando também adiciona atraso de resposta adicional.

Intervalo Carregar
O BQ24725A inclui o temporizador de cão de guarda para terminar carga se o carregador não
receber o comando escrever ChargeVoltage ou escrever ChargeCurrent dentro de 175s (ajustável via
comando ChargeOption).
Se o intervalo de cão de guarda acontece todos Registro valores se mantém inalterado, mas a
carga é suspensa. Os comandos escreva ChargeVoltage ou escreva ChargeCurrent devem ser
reenviado para resetar o temporizador de cão de guarda e retomar a carga.
O temporizador de cão de guarda pode ser desabilitado, ou posicionado para 44s, 88s ou 175s via
comando de SMBus (ChargeOption) bit([14:13]). Após intervalo de cão de guarda escrever
ChargeOption bit([14:13] para desabilitar temporizador de cão de guarda também retoma a carga.

Figura 2. Esquema de sistema típico Seletor com um Mosfet N e um Diodo Schottky.


Fs = 750kHz, IADPT = 2.816A, ICHRG = 1.984A, ILIM = 2.54A, VCHRG = 12.592V, 65W adaptador e
3S2P bateria, pacote.
Figura 3. Esquema de sistema típico para 5V Entrada Bateria 1S.
Fs = 750kHz, IADPT = 2.048A, ICHRG = 1.984A, ILIM = 2.54A, VCHRG = 4.200V, 12W adaptador e
1S2P bateria, pacote.

CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS DO IC BQ24725A.


A não ser que de outro modo importante às características foram obtidas assim: 4.5V < VVCC <
24V, 0°C < TJ < 125°C, valores típicos são no TA = 25°C, em relação ao GND.
Parâmetro Condições de Teste Mínimo/Típico/Máximo
CONDIÇÕES DE VVCC_OP: Tensão de Entrada de Min. 4.5V; Max. 24V;
OPERAÇÃO VCC Ganho operação
REGULAÇÃO DE VBAT_REG_RNG: Ganho de tensão Min. 1.024V; Max. 19.2V;
TENSÃO DE CARGA de Bateria
VBAT_REG_ACC: Precisão de tensão * Carga/Tensão = 0x41A0H:
regulada de carga: Min. 16.716V (-0.5%); Tip. 16.8V;
Max. 16.884V (0.5%);
* Carga/Tensão = 0x3130H:
Min. 12.529V (-0.5%); Tip.
12.592V; Max. 12.655V (0.5%);
* Carga/Tensão = 0x20D0H:
Min. 8.350V (-0.6%); Tip. 8.4V;
Max. 8.45V (0.6%);
* Carga/Tensão = 0x1060H:
Min. 4.163V (-0.7%); Tip. 4.192V;
Max. 4.221V (0.7%);
REGULAÇÃO DE VIREG_CHG_RNG: Regulação de Min. 0mV, Max. 81.28mV;
CORRENTE DE corrente de carga, diferencial ganho
CARGA de tensão: VIREG_CHG = VSRP -
VSRN:
ICHRG_REG_ACC: Precisão da * Carga/Corrente = 0x1000H:
regulação da corrente de carga, Min. 3973mA (-3%); Tip. 4096mA;
Sensor resistor de corrente10mΩ: Max. 4219mA (3%);
* Carga/Corrente = 0x0800H:
Min. 1946mA (-5%); Tip. 2048mA;
Max. 2150mA (5%);
* Carga/Corrente = 0x0200H:
Min. 410mA (-20%); Tip. 512mA;
Max. 614mA (20%);
* Carga/Corrente = 0x0100H:
Min. 172mA (-33%); Tip. 256mA;
Max. 340mA (33%);
* Carga/Corrente = 0x0080H:
Min. 64mA (-50%); Tip. 128mA;
Max. 192mA (50%);
REGULAÇÃO DE VIREG_DPM_RNG: Regulação de Min. 0mV; Max. 80.64mV;
CORRENTE DE corrente de entrada, ganho
ENTRADA diferencial de tensão: VIREG_DPM =
VACP – VACN:
IDPM_REG_ACC: Precisão de * Entrada/Corrente = 0x1000H:
regulação de entrada de corrente, Min. 3973mA (-3%); Tip. 4096mA;
Sensor resistor de corrente10mΩ: Max. 4219mA (3%);
* Entrada/Corrente = 0x0800H:
Min. 1946mA (-5%); Tip. 2048mA;
Max. 2150mA (5%);
* Entrada/Corrente = 0x0400H:
Min. 870mA (-15%); Tip. 1024mA;
Max. 1178mA (15%);
* Entrada/Corrente = 0x0200H:
Min. 384mA (-25%); Tip. 512mA;
Max. 640mA (25%);
CORRENTE DE VACP/N_OP: Entrada modo Min. 4.5V; Max. 24V;
ENTRADA OU comum, Ganho: Tensão ON
SENSOR ACP/ACN:
AMPLIFICADOR DE VSRP/N_OP: Saída modo comum, Min. 0V; Max. 19.2V;
CORRENTE DE ganho: Tensão ON SRP/SRN:
CARGA VIOUT: Saída IOUT ganho de Min. 0V; Max. 3.3V;
tensão:
IIOUT: Saída IOUT corrente: Min. 0mA; Max. 1mA;
AIOUT: Saída Sensor amplificador Tip. 20V
de Corrente, ganho:
V(ICOUT)/V(SRP-SRN) ou V(ACP-
ACN):
VIOUT_ACC: Saída Sensor de * V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
Corrente, precisão: = 40.96mV: Min. –2%; Max. 2%;
* V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
= 20.48mV: Min. –4%; Max. 4%;
* V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
= 10.24mV: Min. –15%; Max.
15%;
* V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
= 5.12mV: Min. –20%; Max. 20%;
* V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
= 2.56mV: Min. –33%; Max. 33%;
* V(SRP-SRN) ou V(ACP-ACN)
= 1.28mV: Min. –50%; Max. 50%;
CIOUT_MAX: Saída Máxima, Máx. 100pF;
capacidade de carga: Para
estabilidade de carga com 0mA para
1mA:
REGN REGULADOR VREGN_REG: Tensão reguladora de Min. 5.5V; Típ. 6V; Max. 6.5V;
REGN: VVCC > 6.5V, VACDET > 0.6V
(0-45mA carga):
IREGN_LIM: Limite de corrente * VREGN = 0V, VVCC > Carga
REGN: ativada UVLO e não em TSHUT:
Min. 50mA; Típ. 75mA;
* VREGN = 0V, VVCC > Carga
desativada UVLO ou em
TSHUT: Min. 7mA; Típ. 14mA;
CREGN: Saída capacitor exigido Típ. 1µf;
para estabilidade REGN: ILOAD =
100µA para 50mA:
COMPARADOR DE UVLO: Min. 3.5V; Típ. 3.75; Max. 4V;
ENTRADA DE Excitação de subida de subtensão:
SUBTENSÃO SAÍDA VVCC subida:
BLOQUEADA (UVLO)
Histereses de subtensão, falência: Típ. 340mV;
VVCC falência:
COMPARADOR DPM VFAST_DPM: Comparador de DPM Mín. 103%; Típ. 107%; Máx.
RÁPIDO (FAST_DPM) Rápido interrompe excitação de 111%;
subida de carga em relação ao limite
de corrente de entrada, cruzamento
de tensão de entrada do sensor
resistor de subida extremo:
CORRENTE INATIVA IBAT_BATFET_OFF: Estado da Máx. 5µA;
Corrente da bateria com BATFET
desativado, BATFET desativado, ISRP
+ ISRN + IPHASE + IACP + IACN:
VVBAT = 16.8V, Vcc desconectado
da bateria, Gerador de carga de
BATFET desativado, BATFET
desativado, TJ = 0 até 85°C:
IBAT_BATFET_ON: Estado da Máx. 25µA;
Corrente da bateria com BATFET
ativado, BATFET ativado, ISRP +
ISRN + IPHASE + IVCC + IACP +
IACN: VVBAT = 16.8V, Vcc
conectado a bateria, Gerador de
carga de BATFET ativado, BATFET
ativo, TJ = 0 até 85°C:
ISTANDBY: Corrente inativa de Máx. 0.8mA;
Standby, IVCC + IACP + IACN: VVcc
> UVLO, VACDET > 0.6V, carga
desabilitada, TJ = 0 até 85°C: Típ.
0.65mA;
IAC_NOSW: Corrente de Típ. 1.5mA; Máx. 3mA;
polarização do Adaptador durante a
carga, IVCC + IACP + IACN: VVCC >
UVLO, 2.4V < VACDET < 3.15V,
carga habilitada, não chaveando, TJ
= 0 até 85°C:
IAC_SW: Corrente de polarização do Típ. 10mA;
Adaptador durante a carga, IVCC +
IACP + IACN: VVCC > UVLO, 2.4V <
VACDET < 3.15V, carga habilitada,
chaveando, Mosfet Sis412DN:
COMPARADOR DE VACOK_RISE: Excitação de subida Mín. 2.376V; Típ. 2.4V; Máx.
ACOK de ACOK: VVCC > UVLO, VACDET 2.424V;
subida:
VACOK_FALL_HYS: Falência de Mín. 35mV; Típ. 55mV; Máx.
Histereses de ACOK: VVCC > UVLO, 75mV;
VACDET falência:
VACOK_RISE_DEG: Subida ACOK * VVCC > UVLO, Subida sobre
para desbloqueio (Especificado por 2.4V VACDET, Primeiro tempo
projeto). OR ChargeOption bit [15] = 0:
Mín. 100ms; Típ. 150ms; Máx.
200ms;
* VVCC > UVLO, Subida sobre
2.4V VACDET, (Não primeiro
tempo) AND ChargeOption bit
[15] = 1 (Padrão): Mín. 0.9s; Típ.
1.3s; Máx. 1.7s;
VWAKEUP_RISE: Detector de Típ. 0.57V; Máx. 0.8V;
excitação de subida WAKEUP:
VVCC> UVLO, subida de VACDET:
VWAKEUP_FALL: Detector de Mín. 0.3V; Máx. 0.51V;
excitação de falência WAKEUP:
VVCC> UVLO, falência de VACDET:
COMPARADOR DE VVCC-SRN_FALL: Excitação de Mín. 70mV; Típ. 125mV; 200mV;
VCC PARA SRN falência de VCC-SRN: falência de
(VCC_SRN) VVCC para VSRN:
VVCC-SRN _RHYS: Subida de Mín. 100mV; Típ. 150mV; 200mV;
histereses de VCC-SRN: subida de
VVCC sobre VSRN:
COMPARADOR DE VACN-SRN_FALL: Excitação de Mín. 120mV; Típ. 200mV; 280mV;
ACN PARA SRN falência de ACN para BAT: falência
(ACN_SRN) de VACN para VSRN:
VACN-SRN _RHYS: Subida de Mín. 40mV; Típ. 80mV; 120mV;
histereses de ACN para BAT: subida
de VACN sobre VSRN:
COMPARADOR DE VIFAULT_HI_RISE: Excitação de * ChargeOption bit [8] = 1
ALTO LADO IFAULT subida de ACP para PHASE: (Padrão): Mín. 450mV; Típ.
(IFAULT_HI). 750mV; Máx. 1200mV;
O Usuário pode ajustar * ChargeOption bit [8] = 0:
a excitação via SMBus Desabilita a função;
ChargeOption
REG0x12.
COMPARADOR DE VIFAULT_LOW_RISE: Excitação de * ChargeOption bit [7] = 0
BAIXO LADO IFAULT subida de PHASE para GND: (Padrão): Mín. 70mV; Típ.
(IFAULT_LOW). 135mV; Máx. 220mV;
O Usuário pode ajustar * ChargeOption bit [7] = 1: Mín.
a excitação via SMBus 140mV; Típ. 230mV; Máx. 340mV
ChargeOption
REG0x12.
COMPARADOR DE VACOV: Excitação de subida de Mín. 3.05V; Típ. 3.15V; Máx.
ENTRADA DE sobretensão de ACDET: Subida de 3.25V;
SOBRETENSÃO VACDET:
(ACOV) VACOV_HYS: Falência de Histereses Mín. 50mV; Típ. 75mV; Máx.
de sobretensão de ACDET: Falência 100mV;
de VACDET:
COMPARADOR DE VACOC: Excitação de sobrecorrente * ChargeOption bit [1] = 1
ENTRADA DE do adaptador em relação ao limite (Padrão): Mín. 300%; Típ. 333%;
SOBRECORRENTE de corrente de entrada, sensor Máx. 366%;
(ACOC). resistor de subida extremo de * ChargeOption bit [1] = 0:
O Usuário pode ajustar tensão cruzando a entrada: Desabilita a função;
a excitação via SMBus VACOC_min: Excitação de engate Mín. 40mV; Típ. 45mV; Máx.
ChargeOption de tensão de Mín ACOC: 50mV;
REG0x12. ChargeOption Bit [1] = 1 (333%),
InputCurrent = 0x0400H (10.24mV):
VACOC_max: Excitação de engate Mín. 135mV; Típ. 150mV; Máx.
de tensão de Máx ACOC: 165mV;
ChargeOption Bit [1] = 1 (333%),
InputCurrent = 0x1F80H (80.64mV):
TACOC_DEG: Tempo de Mín. 2.3ms; Típ. 4.2ms; Máx.
desbloqueio de ACOC (Especificado 6.6ms;
por projeto): Sensor resistor de
subida de Tensão cruzando entrada
para desabilitar carga:
COMPARADOR DE VOVP_RISE: Excitação de subida de Mín. 103%; Típ. 104%; Máx.
SOBRETENSÃO DE sobretensão como porcentagem de 106%;
BAT (BAT_OVP) VBAT_REG: Subida de VSRN:
VOVP_FALL: Excitação de falência Típ. 102%;
de sobretensão de como
porcentagem de VBAT_REG: Falência
de VSRN:
COMPARADOR DE VOCP_RISE: Excitação de subida de * ChargeCurrent=0x0xxxH:
SOBRECORRENTE DE sobrecorrente de carga, sensor Mín. 54mV; Típ. 60mV; Máx.
CARGA (CHG_OCP) resistor medidor de baixa tensão 66mV;
cruzando a corrente: * ChargeCurrent=0x1000H –
0x17C0H: Mín. 80mV; Típ. 90mV;
Máx. 100mV;
* ChargeCurrent=0x1800H –
0x1FC0H: Mín. 110mV; Típ.
120mV; Máx. 130mV;
COMPARADOR DE VUCP_FALL: Excitação de falência Mín. 1mV; Típ. 5mV; Máx. 9mV;
SUBCORRENTE DE de subcorrente: Falência de VSRP
CARGA (CHG_UCP) para VSRN:
COMPARADOR DE VLL_FALL: Led de carga, Excitação Típ. 1.25mV;
LED DE CARGA de falência: Sensor resistor medidor
(LIGHT_LOAD) de baixa tensão cruzando a
corrente:
VLL_RISE_HYST: Led de carga, Típ. 1.25mV;
Subida de histéresis:
COMPARADOR DE VBATDEPL_FALL: Excitação de * ChargeOption bit [12:11] =
DIMINUIÇÃO DA falência de diminuição da bateria, 00: Mín. 55.53%; Típ. 59.19%;
BATERIA (BAT_DEPL). porcentagem de regulação do limite Máx. 63.5%;
O Usuário pode ajustar da tensão, falência de VSRN: * ChargeOption bit [12:11] =
a excitação via SMBus 01: Mín. 58.68%; Típ. 68,65%;
ChargeOption Máx. 67,5%;
REG0x12. * ChargeOption bit [12:11] =
10: Mín. 62,17%; Típ. 66,55%;
Máx. 71,5%;
* ChargeOption bit [12:11] =
11 (Padrão): Mín. 66,06%; Típ.
70,97%; Máx. 77%;
VBATDEPL_RHYST: Subida de * ChargeOption bit [12:11] =
histereses de diminuição da bateria, 00: Mín. 225mV; Típ. 305mV;
subida de VSRN: Máx. 400mV;
* ChargeOption bit [12:11] =
01: Mín. 240mV; Típ. 325mV;
Máx. 430mV;
* ChargeOption bit [12:11] =
10: Mín. 255mV; Típ. 345mV;
Máx. 450mV;
* ChargeOption bit [12:11] =
11 (Padrão): Mín. 280mV; Típ.
370mV; Máx. 490mV;
TBATDEPL_RDEG: Subida de Típ. 600ms;
desbloqueio de diminuição de
bateria (Especificado por projeto):
Atraso para colocar ACFET
desativado e ativar BATFET durante
o ciclo de instrução (LEARN):
COMPARADOR VBATLV_FALL: Excitação de falência Mín. 2.4V; Típ. 2.5V; Máx. 2.6V;
BATERIA LOWV de LOWV da bateria: Falência de
(BAT_LOWV) VSRN:
VBATLV_RHYST: Subida de Típ. 200mV;
histereses de LOWV da bateria:
Subida de VSRN:
IBATLV: Limite de corrente de carga Típ. 0.5A;
de LOWV da bateria: Sensor resistor
de corrente de 10mΩ:
COMPARADOR TSHUT: Suspensão por subida de Típ. 155°C;
SUSPENSÃO Temperatura: Temperatura subida:
TÉRMICA (TSHUT) TSHUT_HYS: Suspensão por Típ. 20°C;
falência de Histereses: Temperatura
de falência:
COMPARADOR ILIM VILIM_FALL: Excitação de falência Mín. 60mV; Típ. 75mV; Máx.
de ILIM como CE: Falência VILIM: 90mV;
VILIM_RISE: Excitação de subida de Mín. 90mV; Típ. 105mV; Máx.
ILIM como CE: Subida VILIM: 120mV;
ENTRADA LÓGICA VIN_LO: Excitação de entrada baixa: Máx. 0.8V;
(SDA, SCL). VIN_HI: Excitação de entrada alta: Mín. 2.1V;
IIN_LEAK: Polarização de Entrada de Mín. –1µA, Máx. 1µA;
corrente: V = 7V:
SAÍDA LÓGICA VOUT_LO: Saída de tensão de Máx. 500Mv;
DRENO ABERTO saturação: Corrente de dreno 5Ma:
(ACOK, SDA). IOUT_LEAK: Corrente de fuga: V = Mín. –1µA, Máx. 1µA;
7V:
ENTRADA IIN_LEAK: Polarização de Entrada de Mín. –1µA; Máx. 1µA;
ANALÓGICA (ACDET, corrente: V = 7V:
ILIM).
PWM OSCILLATOR FSW: Frequência de chaveando de Mín. 600kHz; Típ. 750kHz; Máx.
PWM: ChargeOption bit [9] = 0 900kHz;
(Padrão):
FSW+: Subida de frequência de Mín. 665kHz; Típ. 885kHz; Máx.
PWM: ChargeOption bit [10:9] = 11: 1100kHz;
FSW–: Decréscimo de frequência de Mín. 465kHz; Típ. 615kHz; Máx.
PWM: ChargeOption bit [10:9] = 01: 765kHz;
CONDUTOR DE GATE IBATFET: Limite de corrente do Mín. 40µA; Típ. 60µA
DE BATFET (BATDRV) gerador de carga BATDRV:
VBATFET: Tensão para conduzir o Mín. 5.5V; Típ. 6.1V; Máx. 6.5V;
ON Gate em BATFET: VBATDRV -
VSRN quando VSRN > UVLO:
RBATDRV_LOAD: Resistência Mín. 500KΩ;
mínima de carga entre BATDRV e
SRN:
RBATDRV_OFF: Resistência de Mín. 5KΩ; Típ. 6.2KΩ; Máx. 7.4KΩ;
desativação do BATDRV: I = 30µA:
CONDUTOR DE GATE IACFET: Limite de corrente do Mín. 40µA; Típ. 60µA
DE ACFET (ACDRV) gerador de carga ACDRV:
VACFET: Tensão para conduzir o Mín. 5.5V; Típ. 6.1V; Máx. 6.5V;
ON Gate em ACFET: VACDRV -
VCMSRC quando VVCC > UVLO:
RACDRV_LOAD: Resistência mínima Mín. 500KΩ;
de carga entre ACDRV e CMSRC:
RACDRV_OFF: Resistência de Mín. 5KΩ; Típ. 6.2KΩ; Máx. 7.4KΩ;
desativação do ACDRV: I = 30µA:
VACFET_LOW: Desativação do Típ. 5.9V;
ACDRV quando a tensão VGS estiver
baixa (Especificado por padrão):
CONDUTOR DE ALTO RDS_HI_ON: Resistencia de ON Típ. 6Ω; Máx. 10Ω;
LADO DO PWM Condução do Alto lado: VBTST –
(HIDRV) VPH = 5.5V, I = 10mA:
RDS_HI_OFF: Resistencia de OFF Típ. 0.65Ω; Máx. 1.3Ω;
Condução do Alto lado: VBTST –
VPH = 5.5V, I = 10mA:
VBTST_REFRESH: Excitação de Mín. 3.85V; Típ. 4.3V; Máx. 4.7V;
tensão do Comparador Segurador
de início refresh: VBTST – VPH
quando baixo lado pulso de renovar
(REFRESH) for solicitado:
CONDUTOR DE RDS_LO_ON: Resistencia de ON Típ. 7.5Ω; Máx. 12Ω;
BAIXO LADO DO Condução do Baixo lado: VREGN =
PWM (LODRV) 6V, I = 10mA:
RDS_LO_OFF: Resistencia de OFF Típ. 0.9Ω; Máx. 1.4Ω;
Condução do Baixo lado: VREGN =
6V, I = 10mA:
CONDUTOR DE TLOW_HIGH: Condutor de tempo Típ. 20ns;
TEMPO DE PWM morto sobre Baixo lado para Alto
lado:
THIGH_LOW: Condutor de tempo Típ. 20ns;
morto sobre Alto lado para Baixo
lado:
SOFT START ISTEP: Passo de corrente Soft Start: Típ. 64mA;
INTERNO Em modo de CCM sensor resistor de
corrente 10mΩ:
TSTEP: Tempo de passo de corrente Típ. 240µA;
Soft Start: Em modo de CCM sensor
resistor de corrente 10mΩ:
CARACTERÍSTICAS DE TR: SCLK/SDATA tempo de subida: Máx. 1µs;
TEMPO DE SMBus: TF: SCLK/SDATA tempo de queda: Máx. 300ns;
TW(H): SCLK pulso largura alto: Mín. 4µs; Máx. 50µs;
TW(L): SCLK pulso Largura Baixo: Mín. 4.7µs;
TSU(STA): Tempo de setup para Mín. 4.7µs;
INÍCIO condição:
TH(STA): INÍCIO condição segurar Mín. 4µs;
tempo após o qual primeiro pulso
de Clock é gerado:
TSU(DAT): Tempo de setup de Mín. 250ns;
dados:
TH(DAT): Dados segurar tempo: Mín. 300ns;
TSU(STOP): Tempo de setup para Mín. 4µs;
condição de STOP:
T(BUF): Transporte tempo livre Mín. 4.7µs;
entre condição INICIAR e de STOP:
FS(CL): Clock Frequência: Mín. 10kHz; Máx. 100kHz;
FALHA DE Ttimeout: SMBus transporte Mín. 25ms; Máx. 35ms;
COMUNICAÇÃO DE lançamento tempo de saída:
HOST Obs.: Dispositivos que participam na
transferência irá tempo de saída
quando qualquer Clock baixo
exceder o período mínimo de 25ms
de tempo de saída. Os dispositivos
que detectarem a condição
TIMEOUT devem Resetar à
comunicação no período máximo
não mais recente que 35ms de
TIMEOUT. Ambos o MASTER e o
SLAVE deve aderir para o valor
máximo especificado como isso
incorpora o acumulado limite
intensificar para ambos o MASTER
(10ms) e o SLAVE (25ms).
TBOOT: Desbloqueio para sinal de Mín. 10ms;
reset de cão de guarda:
TWDI. O Usuário pode ajustar a * Watchdog período tempo de
excitação via SMBus ChargeOption saída, ChargeOption bit [14:13]
REG0x12. = 01: Mín. 35s; Típ. 44s; Máx. 53s;
* Watchdog período tempo de
saída, ChargeOption bit [14:13]
= 10: Mín. 70s; Típ. 88s; Máx.
105s;
* Watchdog período tempo de
saída, ChargeOption bit [14:13]
= 11 (Padrão): Mín. 140s; Típ.
175s; Máx. 210s;