Você está na página 1de 5

MACETE: DECORE OS CRIMES HEDIONDOS REQUISITOS PARA INDICIAMENTO e PP

GENEPI ATESTOU QUE O HOLEX É FALSO "C" ALÚNIA - começa com "C" de CRIME 13/02/2006 06:20
Para indiciar ou pedir para o juiz prender
GEN - Genocídio DI "FA" MAÇÃO - a segunda sílaba é "FA" de preventivamente uma pessoa o delegado
EPI - Epidemia com resultado morte FATO "PRECISA" de: Prova da existência do crime e
AT - Atentado violento ao pudor indícios suficientes de autoria:
EST - Estupro "IN" JÚRIA - essa eu não sei porque quem me
HO - Homicídio (simples e Gp de extermi.) ensinou é muito "IN"GUINORANTE. Pronto, PR - Prova
L - Latrocínio sem querer eu injuriei o meu professor. E - existência
EX - Extorsão (alguns casos) C - crime
FALSO - Falsificação de substância medicinal. CONFLITO APARENTE DE NORMAS PENAIS I - indícios
28/03/2006 10:37 S - suficientes
Quem nunca tomou cchoup na faculdade ? Conflito aparente de normas se estabelece A – autoria
18/03/2006 22:26 quando duas ou mais normas são,
A doutrina elenca alguns crimes que não aparentemente, aplicáveis ao mesmo fato. A
admitem tentativa, ou seja, em tais infrações solução dá-se através de 4 princípios, Corrupção ativa de testemunha - Art 343
não é possível fracionar o iter criminis. chamados pela doutrina de " princípios que DAR, OFERECER E PROMETER
solucionam o conflito aparente de normas",
C ontravenções ( art. 4º da LCP) a saber: Corrupção passiva - Art. 317
C ulposos ( Imprudência, imper e neglig) SOLICITAR, RECEBER E ACEITAR
H abituais ( 229, 230, 284 ) Macete: SECA
O missivos próprios ( Art. 135 cp) Corrupção ativa - Art. 333
U nisubsistentes ( Injúria verbal ) S ubsidiariedade OFERECER E PROMETER
P reterdolosos (dolo+culpa 129 3ºCP) E specialidade
C onsunção Obs. É de se chamar a atenção que o crime c.
Obs.: Existem os crimes tentados ou de A lternatividade ativa não possuir o verbo dar ou solicitar.
emprendimentos que são aqueles em que a
tentativa já é punida como se fosse Excludentes de Ilicitude... 22/03/2006 21:33 Então, se a testemunha solicita o dinheiro e
consumado o crime ( art. 352 e 358 do CP). Amigos segue macetinho excludentes de alguém paga, este responderá pelo crime na
ilicitude ou como queira excludentes de modalidade dar.
Provas Ilícitas x Provas Ilegítimas (Proc. antijuridicidade....
Penal) 11/01/2006 10:14 Lembram-se da marca de jeans LEE??? Para memorizar os REQUISITOS do REGISTRO
Provas Ilícitas: são obtidas com violação ao de armas de fogo,
Direito Material L egítima defesa
E stado de necessidade CARION 25 tá?
Provas Ilegítimas: são aquelas que violam E xercício regular do direito
normas de Direito Processual E strito cumprimento do dever legal C = capacidade técnica
A = aptidão psicológica
Macete: R = residência fixa
Peculato e sua família (art. 312 a 313-B do CP I = idoneidade
Ilícitas ( 8 letras ) = Material ( 8 letras ) ) 22/02/2006 11:32 O = ocupação lícita
É notório a existência de inúmeras N = necessidade
Ilegítimas ( 10 letras ) = Processual ( 10 letras modalidades do Crime de peculato e para 25 = ter 25 anos ou mais
) facilitar o estudo, enumero alguns desses
tipos: T = taxa (R$ 300,00)
Eu sempre usei a palavra TROCA para A = autorização do SINARM
identificar os verbos reitores do núcleo do Peculato-apropriação - Apropria-se de
tipo do art. 180 do CP. dinheiro, valor ou outro bem móvel Lembrem-se que esses são os requisitos, pois
Peculato-desvio - desvia dinheiro, valor ou existem tb as características do registro que
Transportar outro bem móvel são outras, ok? Se alguém tiver interessado
Receber Peculato-furto - subtrai R$, valor ou bem em saber eu posso colocar aqui tb.
Ocultar Peculato-culposo - Concorre culposamente
Conduzir para o crime de outrem E mais, PORTE é diferente de REGISTRO, isto
Adquirir Peculato-estelionato - Apropria-se de é, o registro é pressuposto para se obter o
dinheiro ou utilidade que recebeu de outrem porte.
1.CONCEITOS: Peculato-pirataria de dados - altera dados
visando vantagem indevida ou dano ITER CRIMINIS 30/12/2005 06:04
CALÚNIA - falsa imputação de FATO Peculato-hacker - modifica sistem ou o iter tem um COPREXCO
CRIMINOSO a outrem. programa sem autorização ou solicitação
Peculato-equiparado - malversa ou dilapida
DIFAMAÇÃO - imputação a alguém de FATO o patrimônio de entidade sindical. OU SEJA CO= COGITAÇÃO
OFENSIVO a sua reputação. PRE=PREPARAÇÃO
* No art. 522 da CLT tb existe um modalidade EX= EXECUÇÃO
INJÚRIA - ofensa à dignidade, decoro ou de peculato - São os atos que visem CO= CONSUMAÇÃO
qualidade de outrem. Manifestação de malversação ou dilapidação do patrimônio
desrespeito e desprezo. das associações ou entidades sindicais. A tipicidade penal é formada pela
conjugação da tipicidade formal (ou legal)
2. MACETES: com a tipicidade conglobante, ou seja,
O QUE PODE FAZER O ASS. ACUS. (271/CPP)
TIPICIDADE PENAL = TIPICIDADE FORMAL + - Há Promotores que não gostam da 2. MACETES:
TIPICIDADE presença do Assist. da Acusação. Estes
Promotores preferem "jogar" sozinhos e "C" ALÚNIA - começa com "C" de CRIME
CONGLOBANTE. para eles o Ass. da Acs. tá entrando PRA
PARAR o jogo. DI "FA" MAÇÃO - a segunda sílaba é "FA" de
A Tipicidade Conglobante foi elaborado por FATO
Eugênio Zaffaroni. PRA PARAR
Conglobar significa juntar tudo, unir tudo. - P = Propor meios de prova "IN" JÚRIA - essa eu não sei porque quem me
- R = Requerer perguntas às testemunhas ensinou é muito "IN"GUINORANTE. Pronto,
Para que se possa falar em tipicidade - A = Aditar o libelo e os articulados sem querer eu injuriei o meu professor.
conglobante é preciso que a conduta do - PAR = PARticipar dos debates orais
agente seja antinormativa, isto é, contrária à - AR = ARrazoar os recursos do MP/seus Meio fraquinhos mas tenho certeza que irão
norma penal, e não imposta ou fomentada lembrar de mim na hora da prova, pois tenha
por ela, assim como ofensiva a bens de certeza que é com os macetes mais
relevo para o Direito Penal (tipicidade PRINCÍPOS DO JEC: ART. 2º DA LEI 9.099 "babacas" que aprendemos e guardamos
material), ou seja, Como assim preceitua o art. 2º da lei para sempre.
9.099/95 os processos nessa lei se orientam
TIPICIDADE CONGLOBANTE = CONDUTA pelos seguintes princípios:
ANTINORMATIVA + DOLO EVENTUAL E CULPA CONSCIENTE:
Lembrem-se do elemento químico CESIO DOUTRINA
TIPICIDADE MATERIAL. Nas palavras de Muñoz Conde, "no dolo
Celeridade eventual, o sujeito não quer o resultado, mas
Não é possível que no ordenamento jurídico, Economia processual conta com ele, admite sua produção, assume
que se entende como perfeito, uma norma Simplicidade o risco, etc." Se este vier a acontecer, pouco
proíba aquilo que outra imponha ou Informalidade importa.
fomente. Caso haja normas incompatíveis, Oralidade
tal antinomia deverá ser solucionada pelo Na culpa consciente, o agente, embora
próprio ordenamento jurídico. prevendo o resultado, acredita sinceramente
Com esse conceito de antinormatividade, CRIMES QUE NÃO ADMITEM TENTATIVA na sua não ocorrência.
casos que hoje são tratados quando da A doutrina elenca alguns crimes que não
verificação da sua ilicitude podem ser admitem tentativa, ou seja, em tais infrações Resumindo:
resolvidos já no estudo do primeiro dos não é possível fracionar o iter criminis.
elementos da infração penal – o fato típico. Dolo eventual = foda-se!
C ontravenções ( art. 4º da LCP) Culpa consciente = fudeu!
Para a tipicidade material, excluem-se dos C ulposos ( Imprudência, imper e neglig)
tipos penais aqueles fatos reconhecidos H abituais ( 229, 230, 284 )
como de bagatela, nos quais têm aplicação o O missivos próprios ( Art. 135 cp) CRIMES HEDIONDOS: ART. 1º DA LEI
princípio da insignificância. Afere-se aqui a U nisubsistentes ( Injúria verbal ) 8072/90
importância do bem no caso concreto. P reterdolosos (dolo+culpa 129 3ºCP) GENEPI ATESTOU QUE O HOLEX É FALSO

Obs.: Existem os crimes tentados ou de GEN - Genocídio


Qualificadoras do Homicídio emprendimentos que são aqueles em que a EPI - Epidemia com resultado morte
18/10/2005 04:06 tentativa já é punida como se fosse AT - Atentado violento ao pudor
PATO FU EMTRA NA CONEXÃO consumado o crime ( art. 352 e 358 do CP). EST - Estupro
HO - Homicídio (qualificado e Gp de extermi.)
PA = Paga ou promessa de recompensa L - Latrocínio
TO - Outro motivo TOrpe CRIMES CONTRA A HONRA: ARTS. 138, 139 E EX - Extorsão (alguns casos)
FU = Motivo FUtil 140 DO CP FALSO - Falsificação de substância medicinal.
EM = EMprego de fogo, veneno, explosivo.. Olá pessoal, estou eu aqui mais uma vez com
TRA = TRAição, emboscada, dissimulação... minhas viagens, das quais espero contribuir
CONEXÃO = Para assegurar a execução, pelo menos um pouquinho nos estudo de CONCURSO MATERIAL E FORMAL: ARTS. 69 E
ocultação, impunidade ou vantagem de vocês. 70 DO CP
outro crime. Comecemos pelos conceitos depois os CONCURSOS DE CRIMES (art. 69 e 70 do CP)
macetes:
RECEPTAÇÃO 18/10/2005 08:10 - Concurso material: mais de uma ação ou
- Praticar receptação é uma fria... daquelas lá 1. CONCEITOS: omissão
dos "ARTCOS"
CALÚNIA - falsa imputação de FATO
A = Adquirir CRIMINOSO a outrem. - Concurso formal: apenas uma ação ou
R = Receber omissão
T = Transportar DIFAMAÇÃO - imputação a alguém de FATO
C = Conduzir OFENSIVO a sua reputação.
O = Ocultar IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA: ART. 12
INJÚRIA - ofensa à dignidade, decoro ou DA LEI 8.429/9
qualidade de outrem. Manifestação de Improbidade Administrativa 01/02/2006
ASSISTENTE DA ACUSAÇÃO desrespeito e desprezo. 04:01
19/10/2005 08:26 Mais um que lembrei agora (Quem quiser me
corrigir, fique à vontade. É que eu posto de
cabeça e às vezes erro feio!) CONFLITO APARENTE DE NORMAS PENAIS: Rubefação
DOUTRINA Escoriação
O agente público que incorre em Conflito aparente de normas se estabelece EQuimose
improbidade administrativa é SUPER quando duas ou mais normas são, Hematoma
IRRESponsável aparentemente, aplicáveis ao mesmo fato. A BOSSA sero-sangüínea
solução dá-se através de 4 princípios, Fratura
Consequências constitucionais chamados pela doutrina de " princípios que LUxação (ou entorse)
solucionam o conflito aparente de normas", Ferida contuza
SU - SUspensão dos direitos políticos a saber: Lesão visceral
PER - PERda da função pública Explosões
I - Indisponibilidade dos bens Macete: SECA
RES - RESsarcimento ao erário Espero ter contribuído para um assunto
S ubsidiariedade "chato".
E specialidade
RECEPTAÇÃO: ART. 180 DO CP C onsunção
verbos do crime de receptação! A lternatividade PRAZO PENAL E PRAZO PROCESSUAL
Ao contrário dos PRAZOS PROCESSUAIS em
chamam o militar recruta de ''RECO'' que não se inclui o dia do começo, no
LATROCÍNIO: ART. 157, §3º DIREITO PENAL inclui-se o dia do começo e
la vai! 27/05/2006 17:21 são improrrogáveis mesmo que termine em
''TRANSADINHA CON O RECO'' ROUBO TENTADO X HOMICIDIO domingo ou feriado. Não interessa o
CONSUMADO horário.
1- (TRANS)TRANSPORTAR ROUBO CONSUMADO X HOMICIDIO
2- (AD)ADQUIRIR CONSUMADO Diferença entre prazo penal e prazo
3- (CON)CONDUZIR ROUBO TENTADO X HOMICIDIO TENTADO processual: todo prazo cujo decurso leve a
4- (RE)RECEBER ROUBO CONSUMADO X HOMICIDIO extinção do direito de punir é considerado
5- (O)OCULTAR TENTADO penal. Assim o prazo decadencial de 6 meses
para apresentação de queixa crime, embora
TODAS AS VEZES QUE O HOM.FOR seja prazo para realização de ato processual,
ESTELIONATO: ART. 171 DO CP CONSUMADO O LATROCINIO É seu fluxo leva a extinção de punibilidade.
Macete para guardar os verbos do crime de CONSUMADO, AINDA QUE A COISA NAO Outro exemplo é o prazo de 30 dias para o
estelionato, art. 171, CP: SEJA SUBTRAIDA. querelante dar andamento à ação
CRIMES PROGRESSIVOS E PROGRESSÃO exclusivamente privada ou à personalíssima,
OVILIME CRIMINOSA: DOUT. sob pena de extinção da punibilidade pela
No crime progressivo o agente para alcançar perempção. O prazo tem relação com o
Obter um resultado passa necessariamente por processo, mas afeta o jus puniendi e deve ser
Vantagem Ilícita uma conduta inicial que produz evento contado de acordo com o art. 10 do CP.
Induzindo menos grave. ( Princípio da subsidiariedade )
Mantendo alguém em Erro Ex. lesão corporal até chegar no Homicídio,
ou seja, para matar tem que lesionar crimes inafiançáveis insuscetíveis graça e
primeiro. anistia 04/06/2006 12:09
regra para infração penal de menor potencial TRATOR ESMAGOU O TERROR HEDIONDO!
ofensivo, que se aplicam para as Na progressão criminosa existe uma Onde TRA-tráfico ilícito de entorpecentes e
contravenções penais e crimes apenados no pluralidade de fatos de forma continuada, drogas afins; TOR- prática de tortura;
máximo de até 2 anos: ( Princípio da consunção), mas como se fosse TERROR-terrorismo; HEDIONDO-crimes
um único comportamento. Logo, é possível hediondos
I nfração surgir as figuras do antefactum impunível
P enal (irrelevante penal)que se dá quando a
M enor conduta anterior é insignificante. Ex. Para CRIMES QUE NÃO ADMITEM TENTATIVA
P otencial furtar um TV no interior da casa tem que 19/06/2006 07:13
O fensivo violar o domicílio necessariamente. Daí o art. A doutrina elenca alguns crimes que não
150 do CP fica absorvido pelo art. 155 (furto) admitem tentativa, ou seja, em tais infrações
do mesmo diploma legal. não é possível fracionar o iter criminis.
requisitos do art. 59, CP E também a figura do pósfactum impunível -
Seria o caso do agente subtrair um relógio e C ontravenções ( art. 4º da LCP)
CAC Policia Militar 3x Civil: depois quebrá-lo, logo, aquele só C ulposos ( Imprudência, imper e neglig)
CACPMCCC responderia pelo furto e não pelo dano. H abituais ( 229, 230, 284 )
O missivos próprios ( Art. 135 cp)
C ulpabilidade Obs. Entre Homicídio e ocultação de cadáver U nisubsistentes ( Injúria verbal )
A ntecedentes não há absorção e sim concurso material. P reterdolosos (dolo+culpa 129 3ºCP)
C onduta social
P ersonalidade do agente Obs.: Existem os crimes tentados ou de
M otivos LESÕES CONTUNDENTES: MEDICINA LEGAL emprendimentos que são aqueles em que a
C ircunstância Em Medicina Legal os tipos de lesões tentativa já é punida como se fosse
C onsequência do crime contundentes são: consumado o crime ( art. 352 e 358 do CP).
C omportamento da vítima
RESEQ HBOSSA FLUFLEX
Qualificadoras do Homicídio EXTINÇÃO DE PUNIBILIDADE: ART. 107 DO CP
19/06/2006 07:16 Lembrar que com o fim da inquisição niguém 19/06/2006 08:31
Basta lembrar que uma musica da banda mais é punido por praticar magia...Então '
pato fu, ta sendo baixada na net!! extinguiu a punibilidade. Para lembrar do artigo comece pelo
"0"...lembrar de zerar, extinguir, acabar...o
PUNI - lembrar de punibilidade "1" e o "7" juntos parecem um "P" no estilo
PATO FU EMTRA NA CONEXÃO 3 RE - renúncia, retratação e retroatividade gótico...que lembra punibilidade.
de lei benéfica
PA = Paga ou promessa de recompensa PRE - prescrição, decadência e perempção Então, você deve ler assim "0" (zera,
TO - Outro motivo TOrpe PER - (aqui devia ser usado "por", mas o extingue) o "17" ("P"...de punibilidade)
FU = Motivo FUtil macete é com PER) - perdão judicial
EM = EMprego de fogo, veneno, explosivo.. MAGI - morte, anistia, graça e indulto Agora vamos tentar lembrar de algo que
TRA = TRAição, emboscada, dissimulação... induza a memorização das causas....
CONEXÃO = Para assegurar a execução,
ocultação, impunidade ou vantagem de CONDUTAS DO TRÁFICO DE ENTORPECENTE: "Puni 3 representantes per magia"
outro crime. ART. 12 02/07/2006 09:15
Galera, para gravar os 18 verbos que Lembrar que com o fim da inquisição niguém
caracterizam o delito de tráfico de mais é punido por praticar magia...Então
ITER CRIMINIS 19/06/2006 07:19 entorpecentes é só lembrar da frase: extinguiu a punibilidade.
Não é COPREXCO entender o iter criminis
"GUARDA DO P(3)T(3) VENDE RIFA DO FOME PUNI - lembrar de punibilidade
ou seja, ZERO." 3 RE - renúncia, retratação e retroatividade
de lei benéfica
CO= COGITAÇÃO Art. 12. Importar ou exportar, remeter, PRE - prescrição, decadência e perempção
PRE=PREPARAÇÃO preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, PER - (aqui devia ser usado "por", mas o
EX= EXECUÇÃO expor à venda ou oferecer, fornecer ainda macete é com PER) - perdão judicial
CO= CONSUMAÇÃO que gratuitamente, ter em depósito, MAGI - morte, anistia, graça e indulto
transportar, trazer consigo, guardar,
prescrever, ministrar ou entregar, de Fases do "Inter Criminis" 02/07/2006 10:25
FIXAÇÃO DA PENA: ART. 59 DO CP qualquer forma, a consumo substância Lembrei disso na prova com facilidade, foi
19/06/2006 08:21 entorpecente ou que determine assim:
' dependência física ou psíquica, sem
Primeiramente quero me desculpar com os autorização ou em desacordo com Coprexco -
colegas que fazem parte da corporação determinação legal ou regulamentar; Co-cogitação
polícia militar, mas é necessário sacanear a Pr-preparação
corporação para lembrar do macete. Ex-execução
GUARDA = guardar Co-consumação
Vamos lá: vamos aproveitar a aliteração --------------------------------------
(repetição de som consonantal) em PENA P = são 3 "P" = Produzir, Preparar, Prescrever Sendo os dois primeiros impuniveis e os dois
para pegar o gancho...fixação de pena em (crime próprio) seguintes puniveis.
direito penal...lembra PM... T = são 3 "T" = Trazer consigo, Transportar,
Ter em depósito (crime permanente)
Fixação de Pena:PM tem CACO de COCO no FIXAÇÃO DA PENA: ART. 59 DO CP
CU. Os dois "3" indicam que há 3 condutas que 19/06/2006 08:21
começam com "P" e com "T". No entanto, o '
PM - Personalidade e Motivo "3" lembra um "E" invertido. Como são dois Primeiramente quero me desculpar com os
CACO - Circunstâncias, Antecedentes e "3", nós temos dois "E": colegas que fazem parte da corporação
Conduta polícia militar, mas é necessário sacanear a
COCO - Consequências e Comportamento da (3)E = Expor a venda corporação para lembrar do macete.
vítma (3)E = Exportar
CU - Culpabilidade ------------------------------------------------------ Vamos lá: vamos aproveitar a aliteração
(repetição de som consonantal) em PENA
VENDE = Vender para pegar o gancho...fixação de pena em
EXTINÇÃO DE PUNIBILIDADE: ART. 107 DO CP direito penal...lembra PM...
19/06/2006 08:31 ----------------------------------------------
' Fixação de Pena:PM tem CACO de COCO no
Para lembrar do artigo comece pelo R = Remeter CU.
"0"...lembrar de zerar, extinguir, acabar...o I = Importar
"1" e o "7" juntos parecem um "P" no estilo F = Fabricar PM - Personalidade e Motivo
gótico...que lembra punibilidade. A = Adquirir CACO - Circunstâncias, Antecedentes e
-------------------------------------------------- Conduta
Então, você deve ler assim "0" (zera, COCO - Consequências e Comportamento da
extingue) o "17" ("P"...de punibilidade) F = Fornecer ainda que gratuitamente vítma
O = Oferecer CU – Culpabilidade
Agora vamos tentar lembrar de algo que M = Ministrar
induza a memorização das causas.... E = Entregar
ITER CRIMINIS 19/06/2006 07:19
"Puni 3 representantes per magia" Não é COPREXCO entender o iter criminis
ou seja,

CO= COGITAÇÃO
PRE=PREPARAÇÃO
EX= EXECUÇÃO
CO= CONSUMAÇÃO

ASSISTENTE DA ACUSAÇÃO
19/06/2006 07:11
O QUE PODE FAZER O ASSISTENTE DA
ACUSAÇÃO (271/CPP)

Há Promotores que não gostam da presença


do Assistente da Acusação. Estes Promotores
preferem "jogar" sozinhos e para eles o
Assistente da Acusação tá entrando PRA
PARAR o jogo.

PRA PARAR

- P = Propor meios de prova


- R = Requerer perguntas às testemunhas
- A = Aditar o libelo e os articulados
- PAR = PARticipar dos debates orais
- AR = ARrazoar os recursos do MP/seus