Você está na página 1de 4

Descansar no Senhor

Introdução
Ilustração – No meu primeiro ano de ministério eu estava andando em Fortaleza, mais
precisamente no Mercado Central quando vi uma mulher mendiga segurando em seu
colo uma pequena criança toda suja, mal tratada, mas que estava dormindo
tranquilamente. Diante de toda aquela situação de correria já que o Mercado Central é
um local de grande movimentação, diante de toda aquela barulheira, aquela sujeira a
pequena criança estava nos braços de sua mãe dormindo, descansando como se nada
e nenhum daqueles problemas emergentes estivessem acontecendo. Estava
descansando profundamente.

E você, quando foi a última vez em que você descansou nos braços de Deus? Quando
foi que descansou de verdade, onde nenhuma situação ou circunstância te tirou
daquele estado de profunda dependência e confiança em Deus?
Infelizmente o que acontece conosco cristãos é que raramente descansamos
plenamente em Deus, tendo a certeza de que Ele estará cuidado integralmente das
nossas vidas. Temos a tendência de tentar assumir as rédeas em nossas próprias
mãos, a fim de que nós mesmos guiemos a carruagem das nossas vidas.

Proposição
Descansar em Deus é depender de Deus.

Não sabemos descansar em Deus.

Transição Inicial

Descansar em Deus é algo muito difícil, e o fato de não descansarmos nEle muitas
vezes nos deixa aflitos chegando até em alguns casos a tirar-nos o sono. Há 3 tiposde
aflições que não nos deixam descansar plenamente em Deus.

O 1º tipo de aflição que não permite que descansemos plenamente em Deus é:

I - A Aflição da Ansiedade (1 Pe 5.7)

an.si.e.da.de
sf (lat anxietate) 1 Aflição, angústia, ânsia. 2 Psicol Atitude emotiva concernente ao futuro e que se
caracteriza por alternativas de medo e esperança; medo vago adquirido especialmente por
generalização de estímulos. 3 Desejo ardente ou veemente. 4 Impaciência, insofrimento, sofreguidão.

Explicação - Possivelmente os leitores desta carta de Pedro estavam enfrentando


algumas desavenças no que diz respeito ao relacionamento dos jovens para com os
mais idosos desta comunidade cristã. É possível que os jovens estavam tendo uma
atitude de exaltação e insubmissão perante os ministros da Igreja. E então neste texto
de 1 Pedro 5 o apóstolo Pedro está exortando aos jovens a fim de que estes estejam
tendo uma atitude de humildade diante dos mais idosos, o que certamente levaria Deus
a exaltá-los no devido tempo (5.5,6), e também que todos estivessem lançando sobre
Deus toda a ansiedade que eles estavam sentindo ou passando.
A idéia de lançar () a nossa ansiedade diante de Deus é nós
transportarmos um sentimento particular nosso para Deus. É como fazemos para celar
um cavalo. Pegamos a cela, o estribo e todos os apetrechos que são necessários para
se celar o cavalo. Colocamos todo este material nas nossas costas ou carregamo-los
nos braços e depois então é que nós jogamos para cima do cavalo, aliviando assim o
nosso peso. Lançar a nossa ansiedade diante de Deus é exatamente isto. É tomar algo
que está conosco é jogar integralmente para cima daquele que vai recebê-la.

E o versículo nos diz para lançarmos sobre Deus TODAS as nossas ansiedades, não
apenas algumas ou aquelas que definitivamente estão fora do nosso controle. É
TODAS.

Ilustração - Em janeiro de 98 eu a minha namorada Juliana fomos convidados para ser


padrinho de casamento de um casal de amigos nosso lá do Seminário. Porém este
casamento seria em Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul, o que iria exigir de nós
aproximadamente uns 250 reais. Porém nós não tínhamos de onde tirar, o que nos
levou até cogitar a idéia de desistirmos de ser padrinhos deste casal. Porém nós
oramos a Deus e entregamos a Ele esta ansiedade nossa visto que desejávamos ir até
este casamento, porém não tínhamos dinheiro suficiente. Foi então que Deus abriu as
portas e um outro casal amigo nosso nos deu uma oferta de 200 reais, cobrindo assim
praticamente todos os nossos gastos.

Aplicação - Descansar em Deus é:

o Lançar sobre Ele TODAS as nossas ansiedades, i. é, tudo aquilo que diz
respeito aos nossos planos presentes e futuros;

Transição
O 2º tipo de aflição que não permite que descansemos plenamente em Deus é:

II - A Aflição da Angústia (Sl 42.5)

an.gús.tia
sf (lat angustia) 1 Espaço reduzido; estreiteza. 2 Carência, falta: Angústia de tempo. 3 Aperto de
coração, estado de exagerada ansiedade. 4 Med Estenose. 5 Aflição, sofrimento.

Explicação - Este Salmo 42 é um salmo didático, e o que se esperava de um salmo


didático é que o seu autor esteja ensinando e incentivando os seus leitores à uma
mudança de atitude em relação a algo de errado que estavam cometendo
Este salmo ensina-nos a esperarmos, descansarmos no Senhor, pois Ele é o nosso
auxílio e o nosso Deus.

A palavra abatida têm vários significados, mas os que mais se encaixam aqui com este
texto são: desesperado, enfraquecido, debilitado, cansado, deprimido. Quando os filhos
de Coré escreveram este salmo eles se encontravam nestas situações: desesperados,
deprimidos, cansados e estavam desejando ardentemente pelo auxílio e pela provisão
do Senhor. Estavam almejando descanso em Deus, pois eles se encontravam exilados
ao norte da Palestina (42.6), o que fazia com que eles estivessem longe do templo do
Senhor.
O questionamento que ocorre aqui é porque perceberam que não adiantava eles
permanecerem na situação que estavam. Reconheceram que precisavam esperar no
Senhor, pois somente Ele é quem poderia livrá-los desta angústia que perturbava as
suas almas.

Ilustração - A expectativa era muito grande, pois depois de 8 anos de casamento


estava para nascer o primeiro filho do casal. Chegou o dia, "rápido pegue a mala com
as coisas pois a bolsa estourou!". À caminho do hospital o esposo auxiliava a futura
mamãe controlando a respiração, pois as contrações já haviam surgido. Chegando ao
hospital, pensando que em breve escutaria o choro do neném, a angústia aumentava.
Mal sabiam os 2 que o processo do parto duraria 10 horas, o que poderia ter
acontecido em 45 minutos acabou durando uma eternidade. A mãe sofrendo e
angustiada não via a hora que tudo acabasse e pudesse enfim ver seu lindo e tão
esperado bebê.

O pai do lado de fora foi tomado pela angústia da espera, da ansiedade, da


preocupação, seu coração encontrava-se inquieto e perturbado. Mas Deus é fiel e fez
com que valesse a espera de 10 horas pois nasceu o filho tão esperado, e em pouco
tempo toda a angústia tinha se transformado em tremenda felicidade e glória a Deus.

Aplicação - Descansar em Deus é:

o Confiarmos nEle sabendo que todas as coisas "ruins" (trabalho, escola,


família, igreja, etc.) que estão acontecendo conosco Ele estará resolvendo
e fará que contribuam para o nosso bem nos impulsionando para os
caminhos da bonança, para provarmos a boa agradável e perfeita vontade
de Deus;

Transição
O 3º tipo de aflição que não permite que descansemos plenamente em Deus é:

III - A Aflição da Amargura (Hb 12.14,15)

a.mar.gu.ra
sf (amargo+ura2) 1 Sabor amargo. 2 Aflição, angústia, desgosto, dor moral. 3 Acrimônia, azedume,
causticidade. sf pl Desgostos, dissabores, trabalhos. Antôn: doçura, consolação.

Explicação - O contexto imediato destes versículos 14 e 15 está tratando a respeito da


disciplina que Deus aplica sobre os Seus filhos, com o propósito de estar promovendo
o arrependimento e a restauração desta vida em disciplina. E logo após falar a respeito
da disciplina de Deus, o autor de Hebreus incentiva seus leitores a estarem seguindo
mutuamente a paz, buscando a santificação.

E por incrível que pareça o autor logo em seguida diz que não pode haver nenhuma
raiz de amargura (ódio) no meio desta comunidade cristã, ou num grupo de pessoas,
pois esta raiz de amargura consequentemente levaria outras pessoas a se
contaminarem, ou seja, estas pessoas por causa do pecado de outros tornam-se
impuros (pecadores), pelo fato de tomarem partido diante desta situação pecaminosa.

Eu creio de que se numa Igreja existem membros que não se relacionam


fraternalmente no amor de Cristo um com o outro, esta Igreja dificilmente irá caminhar
rumo à sua santificação e glorificação. Uma Igreja só cresce mutuamente se o seu
corpo estiver em total ajuste de acordo com a comunhão mutua e principalmente com o
Senhor.

Ilustração - Seus pais eram sócios de uma loja junto com seus tios. Os negócios
estavam andando muito bem, as vendas estavam boas, até que um dia surgiu uma
discussão entre o pai e o tio da moça. A briga foi tão feia que ambos não conversaram
mais e a sociedade acabou terminando. A moça guardou em seu coração muito rancor
e amargura do tio a ponto de não conseguir mais olhar para ele. Ela se sentia
incomodada pois sabia que toda aquela amargura não estava fazendo bem e que seu
testemunho estava sendo afetado.

Ela orou muito, pediu a Deus humildade e dependência dEle para poder pedir perdão.
Passados alguns meses finalmente a moça tomou coragem e foi ao encontro de seu tio
para pedir-lhe perdão. A conclusão que ela tirou foi que se continuasse amargurada e
não dependesse da capacitação de Deus sua comunhão com o Senhor estaria sendo
muito superficial.

Aplicação - O final ano do está aí, só faltam 2 semanas para o término das aulas. Será
que o seu coração se encontra amargurado com alguém? Será que já não é hora de
concertar este erro, de pedir perdão por este pecado e depender de Deus para que isso
não aconteça mais? Pense bem e veja se lá no fundo, no seu íntimo existe uma raiz de
amargura que não está permitindo que você desenvolva dependência e descanso em
Deus, e se houver peça perdão para Deus e também para a pessoa.

Conclusão
Proposição
Descansar em Deus é depender de Deus.

Para desenvolvermos uma dependência em Deus precisamos aprender a entregar e


depositar em Suas mãos toda a nossa ansiedade, a angústia e toda amargura que há
em nossos corações. Confiar em Deus e crer que Ele irá suprir todas as nossas
necessidades como fala Fp 4.19.

Se a ansiedade nos dominou, se a angústia nos perturba e se a amargura nos


endurece, é tempo de lançarmos tudo em Deus e dependermos completamente dEle,
pois Ele nos concederá a vitória, e só assim é que de fato descansaremos nos braços
de Deus.

Proposição
Descansar em Deus é depender de Deus.