Você está na página 1de 4

Objetivos

Discutir o conceito de momento de uma força e mostrar


como calcular este momento em duas e três
MECÂNICA - ESTÁTICA dimensões.
Fornecer um método para encontrar o momento de
Resultantes de uma força em torno de um eixo específico.
Sistemas de Forças Definir o momento de um binário.
Apresentar métodos para determinar resultantes de
Cap. 4
sistemas de forças não concorrentes.
Indicar como reduzir um sistema de cargas distribuidas
em uma força resultante numa posição específica.
Prof Dr. Cláudio Curotto
Adaptado por:
Prof Dr. Ronaldo Medeiros-Junior TC021 - Mecânica Geral I - Estática 2

4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico

Método utilizado quando o momento produzido por uma força em A componente de M O no eixo y (M y ) pode ser calculado por 2 métodos:
relação a um eixo especificado precisa ser determinado. 1. Análise Escalar
2. Análise Vetorial

Exemplo: A força aplicada na chave


criará uma tendência para a chave e a Momento total:
dFy
porca girarem em torno do eixo do
M O = (20)(0,5)
momento que passa por O.
M O = 10 Nm

Como determinar apenas a componente y do momento???


TC021 - Mecânica Geral I - Estática 3 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 4

4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico

1. Análise Escalar:
1. Análise Escalar: Para encontrar M y diretamente, sem decompor M O , é necessário
determinar o braço de alavanca de F até o eixo y (d Fy = 0,3 m)
Em geral, se a linha de ação de uma força F é ⊥ a M y = (20)(0, 3)

qualquer eixo específico aa, então: M y = 6 Nm

M a = Fd a

TC021 - Mecânica Geral I - Estática 5 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 6

1
4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico
2. Análise Vetorial:
2. Análise Vetorial:
Para determinar o momento da força F em relação ao eixo y utilizando
uma análise vetorial, precisamos primeiro determinar o momento da força A componente My ao longo do eixo y é a projeção de Mo sobre o
eixo y. Ela pode ser determinada usando-se o produto escalar, tal que:
em relação a qualquer ponto sobre o eixo y aplicando:

MO = r x F My = j . Mo = j . (r x F)

Obs.: j é o vetor unitário para o eixo y.

TC021 - Mecânica Geral I - Estática 7 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 8

4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico

2. Análise Vetorial: My = j . Mo = j . (r x F)
M O = rA × F 2. Análise Vetorial:
M O = (0,3i + 0, 4 j) × (-20k ) M O = {-8i + 6 j} Nm
i j k M y = {j} ⋅{-8i + 6 j}
M O = 0,3 0, 4 0 M y = 6 Nm
0 0 −20
M O ={-8i + 6 j} Nm

TC021 - Mecânica Geral I - Estática 9 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 10

4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico

2. Análise Vetorial: 2. Análise Vetorial:


Generalização do método: Generalização do método:
Se os vetores forem escritos na forma cartesiana, temos:
Podemos generalizar esse método fazendo
ua ser o vetor unitário que especifica a M a = u a ⋅ (r × F )
direção do eixo a mostrado na Figura.
Assim, o momento de F em relação ao
eixo é Ma = ua . (r x F). Essa combinação é i j k
chamada de produto triplo escalar M a = (uax i + ua y j + uaz k ). rx ry rz
Fx Fy Fz

TC021 - Mecânica Geral I - Estática 11 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 12

2
4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico 4.5 Momento de uma Força em Relação a um Eixo Específico

2. Análise Vetorial: 2. Análise Vetorial:


Generalização do método: Generalização do método:
Esses resultados podem ser escrito na forma de um determinante Uma vez que Ma é determinado, pode-se expressar Ma como um
vetor cartesiano da seguinte maneira:
u ax uay uaz
M a = u a ⋅ (r × F ) = rx ry rz
Fx Fy Fz M a = M au a

Escalar positivo ou negativo. O sinal desse escalar indica o sentido


da direção de Ma ao longo do eixo a. Se ele for positivo, então Ma
terá o mesmo sentido de ua, enquanto, se for negativo, Ma agirá
opostamente a ua. Geral I - Estática
TC021 - Mecânica TC021 - Mecânica Geral I - Estática
13 14

Problema 4.55 Problema 4.55 - Solução


A(3, 0, 4)
A corrente AB exerce B(0; 3cos 20°; 3sen20°) = (0; 2,8191; 1, 0261)
uma força de 20 lb na
rBA = {(3 - 0)i + (0 − 2,8191) j + (4 -1, 0261)k} ft
porta em B. Determine o
rBA = {3i − 2,8191j + 2,9739k } ft
módulo do momento
desta força em torno do rBA = (3) 2 + (−2,8191)2 + (2,9739) 2
rBA = 5, 0785 ft
eixo x de articulação da
rBA
porta. F=F
rBA

F = 20
{3i − 2,8191j + 2,9739k} lb
5, 0785
F = {11,8151i − 11,102 j + 11, 712k } lb
TC021 - Mecânica Geral I - Estática 15 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 16

Problema 4.55 - Solução Problema 4.55 - Solução

O (0; 0;0) rOA = {3i + 0 j + 4k} ft


A(3;0; 4) F = {11,81i − 11,10 j + 11, 69k} lb

rOA = {3i + 0 j + 4k } ft M x = i ⋅ (rOA × F )


1 0 0
Mx = 3 0 4
11,81 −11,10 11, 69
M x = 1[0 − (4)(−11,10)]....
M x = 44, 4 lbft

Não é necessário encontrar o determinante inteiro


TC021 - Mecânica Geral I - Estática 17 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 18

3
Problema 4.55 Problema 4.55 - Solução

E se eu escolher outra distância entre O e a linha O(0; 0; 0)


de ação da força???? B (0; 3cos 20°; 3sen20°) = (0; 2,8191; 1, 0261)

rOB = {0i + 2,8191j + 1, 0261k} ft

TC021 - Mecânica Geral I - Estática 19 TC021 - Mecânica Geral I - Estática 20

Problema 4.55 - Solução Problema 4.61

Se a tensão no cabo é 140 lb, determine a intensidade e


rOB = {0i + 2,82 j + 1, 03k} ft
o vetor do momento produzido pela força em relação ao
F = {11,81i − 11,10 j + 11, 69k} lb
eixo CD.
M x = i ⋅ (rOB × F )
1 0 0
Mx = 0 2,82 1, 03
11,81 −11,10 11, 69
M x = 1[(2,82)(11, 69) − (1,03)(−11,10)]...
M x = 44, 4 lbft
Mesmo resultado
M CD = 432 lbft
TC021 - Mecânica Geral I - Estática 21 TC021 - Mecânica Geral I - Estática M CD = {0i − 345, 6 j − 259, 2k} lb 22