Você está na página 1de 5

LOGOTIPO PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PQ 007

ASSUNTO: Controle de Identificação e Rastreabilidade

1.0 OBJETIVO

Definir a sistemática para a identificação e Rastreabilidade de matérias-primas agregadas aos produtos, bem
como define a sistemática para a identificação referente às fases de fabricação, possibilitando o
acompanhamento das produções e a Rastreabilidade dos produtos fabricados.

2.0 APLICAÇÃO

 Fabricação;
 Logística (Recebimento);
 Processo;
 Controle da Qualidade.

3.0 REFERÊNCIA

PQ 008 - Identificação da Situação da Inspeção e Ensaios;


PQ 022 - Controle de Não-Conformidades;
PQ 026 - Registros da Qualidade;
PQ 025 - Técnicas Estatísticas.

4.0 RESPONSABILIDADES

4.1 CABE AO PROCESSO

 Emitir o número seqüencial de FAP (Folha de Acompanhamento da Produção) a cada Orçamento


aprovado e encaminhar o documento à fabricação.
 Gerar controle estatístico das FAP’s encerradas.
 Emitir Folha de Processo.

4.2 CABE À FABRICAÇÃO

 Utilizar somente matérias-primas identificadas e aprovadas;


 Registrar na Folha de Processos dados referentes ao material produzido;
 Identificar os materiais que produz;
 Guardar as Folhas de Processo nos locais apropriados;
 Preencher as não-conformidades e identificar os materiais não-conformes.

4.3 CABE AO LOGÍSTICA (RECEBIMENTO)

 Verificar se as matérias-primas recebidas estão identificadas, inspecionadas e aprovadas antes de


liberar seu uso;
 Registrar e Identificar a matéria-prima com o seqüencial de relatório de Inspeção de Recebimento (RIR).

A versão atualizada deste documento está disponível na rede de micros, SGT. Qualquer cópia terá caráter informativo.
Seção: Revisão: Data da impressão: Página
7.5.3 01 30/12/17 1/5
LOGOTIPO PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PQ 007

ASSUNTO: Controle de Identificação e Rastreabilidade

5.0 DEFINIÇÕES

5.1 IDENTIFICAÇÃO E RASTREABILIDADE DAS MATÉRIAS - PRIMAS

A Rastreabilidade das matérias-primas é feita em função da necessidade, consistindo basicamente de uma


identificação no material e registros para rastreamento posterior.

Nos RIR´s (Relatórios de Inspeção de Recebimento) dos materiais utilizados na Fabricação é registrado o
número de FET (Ficha de Encaminhamento), sendo também registrados as características verificadas do
material e descrição das informações quanto ao recebimento - Exemplo: NFs, quantidade / nº de lote.

Todos os Dispositivos/ Ferramentais usam as etiquetas e selos de identificação, conforme PQ 008.

5.2 IDENTIFICAÇÃO E RASTREABILIDADE DE FERRAMENTAIS

A Rastreabilidade é feita de acordo com numero seqüencial de emissão das FET`s.

Todos Dispositivos/ Ferramentais usam os números das FET’s para a identificação.

Para identificar a situação da inspeção e Ensaios, segue conforme PQ 008.

Nas fases do processo, todo material rejeitado é descartado em local apropriado e/ou em caixas de sucata que
estão alocadas conforme necessidade de Lay-Out.

5.3 FAP – FOLHA DE ACOMPANHAMENTO DE PRODUÇÃO (FOLHA DE PROCESSO)

Folha que acompanha todo o processo de fabricação.

6.0 DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES

6.1 EMISSÃO DE FET/ FAP´s

A área de processo seqüência as operações a serem efetuadas em sistema eletrônico, gerando o número FAP e
a Folha de Processo através do número de FET e encaminha para fabricação que registra as horas consumidas
no Controle de Apontamento de cada operação.

Ao termino do serviço a FET e o apontamento de horas retorna ao Processo para fechamento, a qual gera
índices para Controle Estatístico conforme PQ 025.

6.2 IDENTIFICAÇÃO E RASTREABILIDADE MATÉRIAS - PRIMAS

6.2.1 Referência para rastreabilidade

Nas etiquetas de identificação de matérias-primas é registrado o seqüencial do RIR.

6.2.2 Procedimento para rastreamento

Quando da aprovação do orçamento o setor de Processo alimenta o sistema eletrônico com os dados do
Dispositivo/Ferramental a ser fabricado. O setor de Processo gera a Folha de Processo e número da FAP, no
sistema eletrônico e juntamente com os desenhos e especificações envia para Fabricação.

A versão atualizada deste documento está disponível na rede de micros, SGT. Qualquer cópia terá caráter informativo.
Seção: Revisão: Data da impressão: Página
7.5.3 01 30/12/17 2/5
LOGOTIPO PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PQ 007

ASSUNTO: Controle de Identificação e Rastreabilidade

A Rastreabilidade do Dispositivos/ Ferramentais é verificada através do número de FET.

Codificação da Folha de Acompanhamento de Produção


AAAA-BB/CC, onde AAAA = Numero Seqüencial.
BB = Ano
CC = Detalhe

Com o número da FAP/ FET de fabricação, dá-se início a Rastreabilidade do produto, verificando sua data de
inicio de fabricação e outros documentos agregados.

ATRAVÉS DO (A) OBTEM-SE


- Número do RI da matéria – prima,
FAP/ FET
- Número do produto e data de fabricação.
- Condições do material no recebimento,
- Número da Nota Fiscal,
RIR
- Número do Lote do Fornecedor (Quando aplicável),
- Certificados de Teste (Quando aplicável).

6.2.3 Identificação das matérias - primas

Matéria - Prima aprovada:

São identificadas através do seqüencial do RIR, os quais são registradas nas etiquetas de identificação que
seguem em todos os volumes recebidos.

Em volumes em que a etiqueta de identificação não se torna viável, a identificação é realizada com Marcador
industrial e/ou Pincel atômico, exemplos: Tubos, chapas, perfis.

Nota: identificar o número do RIR, em uma das extremidades da matéria prima.

Matéria-prima aguardando liberação: - Não é necessário o número seqüencial do RIR, deverá ter uma
identificação, conforme PQ 008, constando o número do volume, peso ou medida.

6.3 IDENTIFICAÇÃO E RASTREABILIDADE DE PRODUTOS

6.3.1 Identificação dos produtos

O meio utilizado para identificar os Dispositivos/ Ferramentais é a etiqueta de Situação de Inspeção e Ensaio,
conforme PQ 008.

6.3.2 Rastreabilidade dos produtos

A Rastreabilidade dos Dispositivos/ Ferramentais é realizada através do número de FAP/ FET e data via arquivo.

A versão atualizada deste documento está disponível na rede de micros, SGT. Qualquer cópia terá caráter informativo.
Seção: Revisão: Data da impressão: Página
7.5.3 01 30/12/17 3/5
LOGOTIPO PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PQ 007

ASSUNTO: Controle de Identificação e Rastreabilidade

7.0 REGISTROS

Identificação Coleta Indexação Acesso Arquivamento Armazenamento Disposição


Relatório de
Inspeção de
Recebimento Fornecedor Restrito Pastas/Caixas Arquivo Inativo Destruir após
Recebimento
05 anos
(RIR)

8.0 ANEXOS
N/A

A versão atualizada deste documento está disponível na rede de micros, SGT. Qualquer cópia terá caráter informativo.
Seção: Revisão: Data da impressão: Página
7.5.3 01 30/12/17 4/5
LOGOTIPO PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PQ 007

ASSUNTO: Controle de Identificação e Rastreabilidade

ALTERAÇÕES

REVISÃO DATA ALTERAÇÃO

APROVAÇÃO

NOME DATA APROVAÇÃO VISTO


APROVADOR
APROVADOR
APROVADOR

A versão atualizada deste documento está disponível na rede de micros, SGT. Qualquer cópia terá caráter informativo.
Seção: Revisão: Data da impressão: Página
7.5.3 01 30/12/17 5/5