Você está na página 1de 26

Sílica Ativa e Cinza Volante

Matheus Hornung de Souza


Pedro Mozzer
Materiais Pozolânicos
Material Pozolânico:
São materiais silicosos ou silico-aluminosos,
finamente divididos que, na presença de água,
reagem com hidróxido de cálcio constituindo
compostos com características aglomerantes
Sobre as Pozolanas.

• A ação química e física das pozolanas de alta


reatividade produz, normalmente, a melhoria da
resistência à compressão e a durabilidade do concreto
devido, principalmente, ao processo de refinamento
dos poros e dos cristais presentes na pasta de cimento
hidratada.
• No que se refere à ação química, as pozolanas reagem
com o hidróxido de cálcio (Ca(OH)2 ), CH, produzido
durante a hidratação do cimento Portland. Como
resultado, tem-se a produção de fases químicas com
maior estabilidade e poder aglomerante, sendo os
principais responsáveis pela resistência das pastas de
cimento hidratadas.
Silica Ativa: Obtenção

• A sílica ativa é um subproduto do processo de


fabricação do silício metálico ou das ligas de ferro-
silício. A produção dessas ligas se dá em fornos
elétricos de fusão, tipo arco-voltaico em temperaturas
de aproximadamente 2000°C.
• A sílica ativa é coletada ao passar através de filtros
especiais denominados filtros de manga. E em geral
possui uma quantidade SiO2 de maior que 80%.
• As matérias-primas utilizadas no processo são o
quartzo de alta pureza, o carvão ou coque (fonte de
carbono), cavacos de madeira e, eventualmente, o
minério de ferro no caso da produção de ferro-silício
Sílica Ativa
Processo de fabricação
Características:

• A sílica ativa é um pó fino cuja cor varia de cinza claro a


cinza escuro. Como o SiO2 é incolor, a cor da sílica é
determinada pelo teor de carbono e de óxido de ferro
presentes. As características da sílica ativa, como cor,
distribuição granulométrica e composição química,
dependem do tipo de liga da qual é produzida, o tipo
de forno, a composição química e dosagem das
matérias primas.
• A sílica ativa também está disponível misturada
diretamente no cimento Portland, principalmente em
países como Islândia, Canadá e na França, em teores
entre 6,7% e 9,3% em relação à massa de cimento
Efeito Fisico e químico no concreto

• Do ponto de vista físico, as partículas de sílica


ativa são esféricas e extremamente pequenas,
com diâmetro médio entre 0,1µm e 0,2µm,
sendo 50 a 100 vezes menores que as
partículas do cimento.
Sílica Ativa
Composição físicas: Composição química:
Efeito Filer
• Refinamento da estrutura de poros e dos
produtos de hidratação
• As particulas da adição podem servir como
pontos de nucleação para produtos de
hidratação
• Influencia a cinética da hidratação e os tipos
de produtos de hidratação
• Coesão da pasta
Sílica Ativa
Efeitos no Concreto
Silica ativa: Análise
• Melhora na resistência a compressão
• Redução da porosidade
• Maior resistência a corrosão química
• Melhor adesão ao aço
• Diminuição na interface pasta/agregado.
Sílica Ativa
Efeitos no Concreto
Sílica Ativa
Concreto de Alto Desempenho

E – Tower: Evolution Tower – Curitiba


Edifício com 162 m de altura, pilares com fcj Fck = 60 MPa
= 125 MPa e lajes e vigas com fck = 45 MPa
Cinza volante: Obtenção.
• A combustão do carvão pulverizado,
geralmente para a produção de energia
elétrica, se dá em altas temperaturas, entre
1200 e 1600ºC, são as cinzas de textura mais
fina arrastadas pelos gases de combustão das
fornalhas da caldeira e abatidas por
precipitadores eletrostáticos.
Cinza Volante
Processo de Obtenção
Classificação
• A norma americana ASTM C618, agrupa as cinzas
volantes em duas classes conforme a sua
proveniência. As cinzas volantes resultantes da
queima de carvão betuminoso, de baixo teor em
cálcio, são da classe F e apresentam propriedades
pozolânicas, mas não têm propriedades
aglomerantes e hidráulicas. As cinzas volantes
provenientes da queima de carvões sub-
betuminosos, de alto teor de CaO, são da classe C
e têm propriedades pozolânicas e aglomerantes.
Características Físicas e Quimicas
• A forma esférica das partículas é particularmente vantajosa
sob o ponto de vista da exigência de água e a elevada
superfície específica indica que o material apresenta uma
elevada reatividade com o hidróxido de cálcio
• A pozolanicidade das cinzas está intimamente relacionada
com o teor de SiO2, visto ser a sílica amorfa que se
combina com a cal livre e a água dando origem à formação
de quantidades suplementares de C-S-H.
• A contribuição da quantidade de carbono presente nas
cinzas é decisiva na exigência de água de pastas,
argamassas e concretos. O total de água necessário à
obtenção de uma pasta de consistência normal é tanto
maior quanto maior for o teor em carbono
Influencia no Concreto
• A adição de cinza volante na pasta de concreto
pode retardar o a pega do cimento.
• A reação pozolânica das cinzas é lenta e
prolongada, podendo iniciar-se apenas ao fim
de uma semana ou mais.
• A adição desta pozolana aumenta o volume de
pasta, melhorando sua trabalhabilidade,
plasticidade e coesão.
Desvantagens da cinza volante
• A falta de uniformidade das características das cinzas
• A redução do calor de hidratação
• O aumento do tempo de pega
• Um maior tempo de cura motivado pelo fato de as
resistências mecânicas demorarem mais tempo para
desenvolver-se
• A redução dos níveis de hidróxido de cálcio
• devido à redução da exsudação, pode ocorrer
fissuração provocada pela evaporação de água, sendo
exigida uma cura do concreto mais cuidadosa
Cinza Volante
Composição Química
Cinza Volante
Efeitos no Concreto
Cinza Volante
Efeitos no Concreto
Sílica Ativa X Cinza Volante
Sílica Ativa e Cinza Volante
Considerações Finais
• Sustentabilidade
a) Social.
b) Ambiental.
c) Econômica.
Bibliografia
• Catálogo Produtos Tecnosil. Disponível em http://www.tecnosilbr.com.br/produtos/
• “Estudo comparativo do desempenho mecânico da sílica ativa e do metacaulim como adições químicas
minerais em estruturas de concreto”. J. B. M. do Carmo1 , K. F. Portella
• “SINERGIA ENTRE A NANOSÍLICA E A SÍLICA ATIVA NA PRODUÇÃO DE CONCRETO”. João Paulo Fernandes
Guimarães
• MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P. J. M. Concreto: estrutura, propriedades e materiais. São Paulo: Ed. PINI, 1994.
• Dissertação de Mestrado: “A INFLUÊNCIADA ADIÇÃO DE SÍLICA ATIVA, RELAÇÃO ÁGUA/AGLOMERANTE,
TEMPERATURA E TEMPO DE CURA NO COEFICIENTE DE DIFUSÃO DE CLORETOS EM CONCRETOS”.
Anelise Todeschini Hoffmann.
• “COMPARATIVO ENTRE CONCRETOS PRODUZIDOS COM SÍLICA ATIVA EM PÓ E SÍLICA ATIVA EM FORMA
DE LAMA”. Jorge Sugamosto.
• “ESTUDO EXPERIMENTAL DE CONCRETO DE ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO AGREGADOS GRAÚDOS
DISPONÍVEIS NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA”. Sandro Eduardo da Silveira Mendes.
• “MATERIAIS POZOLÂNICOS”. Rafael Mantuano Neto.
• Revista Téchne. Edição 232 – Julho/2016. IPT Responde. Ercio Thomaz.
• “POTENCIAL POZOLÂNICO DA CINZA VOLANTE COMO MATERIAL DE SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE
CIMENTO”. Andressa Bianca da Costa.
• “SISTEMAS CIMENTO, CINZA VOLANTE E CAL HIDRATADA”. Juarez Hoppe Filho.