Você está na página 1de 125

COMPILAÇÃO PERGUNTAS LOCOMOTOR

2006
<Q> Relativamente à aplicação de calor qual a resposta correcta?

A. – O aquecimento local usa-se para melhorar a permeabilidade capilar

B. – O aquecimento das lesões ajuda sempre à sua cicatrização

C. – O aquecimento tem um efeito apenas local

<C> A, B e C são verdadeiras

<C> Só A é verdadeira

<C> Só B é verdadeira

<C> Só C é verdadeira

<C> A, B e C são falsas

R: B

<Q> Nos tumores ósseos é correcto afirmar:

<C> Os tumores ósseos benignos surgem habitualmente após os 40 anos

<C> Os tumores ósseos malignos cessam o seu crescimento com a maturidade

<C> O osteoma osteóide aparece como uma área quente no cintilograma ósseo

<C> O osteocondroma é o tumor ósseo benigno mais frequente

<C> Os tumores ósseos malignos primários são mais frequentes que os malignos secundários

R: C

3 <Q> Pela classificação de Anderson e Gustillo uma fractura exposta do grau I pressupõe

que: <C> A ferida tem menos de 1 cm, habitualmente de aspecto punctiforme

<C> A ferida tem mais de 1 cm mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem mais de 3 cm, mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles sem atingimento vasculo-nervoso

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles com atingimento vasculo-nervoso

R: A
4<Q> Doente do sexo masculino, 45 anos de idade, vem à consulta por lombalgia.

A tosse provocava irradiação da dor para o membro inferior direito. Refere igualmente alteração
da sensibilidade na planta e bordo lateral do pé

No exame físico existe positividade do teste de Lasègue, diminuição da força de dorsiflexão dos
dedos, e diminuição do reflexo aquiliano.

O diagnóstico mais provável aponta para:

<C> Hérnia discal L5-S1

<C> Hérnia discal L4-L5

<C> Hérnia discal L1-L2

<C> Nevroma de Morton

<C> Todas as anteriores

R: A

5
<Q> Doente de 55 anos, sexo masculino, trabalhador
da construção civil. Recorre à Urgência por tumefação
do braço.

Na anamnese refere uma dor intensa no braço, ao


levantar uma pedra, acompanhada de sensação de
rasgadura e aparecimento quase imediato de
tumefação junto ao cotovelo.

No exame físico observa a presença de tumefação do


1/3 distal do braço (região anterior), com consistência
mole que passa a consistência dura com o movimento
de flexão contrariada do cotovelo, tal como se observa
na figura ao lado. Qual a hipótese de diagnóstico mais provável:

<C> Tendinopatia dos epicondilianos

<C> Provável rotura da coifa dos rotadores

<C> Rotura da longa porção do bicípite braquial

<C> Rotura do músculo tricípite braquial

<C> Rotura do músculo quadrado pronador

R: C
6 <Q> Relativamente à artrite, qual das seguintes observações é a menos

frequente: <C> Dor agravada com movimentos activos da articulação.

<C> Dor à palpação de toda a entrelinha articular.

<C> Dor ausente à mobilização passiva da articulação.

<C> Rigidez articular matinal de duração superior a 30 minutos.

<C> Presença de derrame articular.

R: C

7 <Q> Quanto à abordagem diagnóstica de um doente com queixas reumáticas, é correcto


afirmar que:
<C> A identificação de situações graves exige o diagnóstico preciso da doença.
<C> A presença, à inspecção, de uma tumefacção numa articulação significa sempre inflamação.
<C> Os sinais de alarme são determinantes para a orientação do doente.
<C> A maioria dos casos de dor generalizada deve ser orientada para Reumatologia.
<C> Para a avaliação diagnóstica os exames complementares são imprescindíveis
R: C

8 <Q> Na abordagem diagnóstica das queixas reumáticas, é verdade que:

<C> Na maioria dos doentes com artrite reumatóide os factores reumatóides são positivos

<C> A maioria dos indivíduos com factores reumatóides positivos apresenta artrite

<C> A radiografia simples é útil no diagnóstico precoce da Gota

<C> O cintigrama ósseo permite distinguir artrite de artrose com boa especificidade

<C> A presença de artralgias e PCR elevada significa que existe artrite

R: A

9 <Q> Relativamente à prevalência de patologia do aparelho locomotor na população, é


verdade que:

<C> A prevalência de osteoporose e de fibromialgia é mais elevada no sexo masculino.

<C> A prevalência de patologia significativa do aparelho locomotor é cerca de 20% na população


geral.

<C> A prevalência de artrite crónica é cerca de 10% na população adulta.

<C> A prevalência de patologia periarticular é cerca de 5% na população geral.

<C> A prevalência de osteoartrose clinicamente significativa é cerca de 50% na população com


mais de 60 anos.

R: B
10 <Q> No cotovelo existem três pontos anatómicos facilmente identificáveis e importantes
para o diagnóstico.
<C> Olecrânio
<C> Epicôndilo lateral
<C> Epicôndilo medial (epitróclea)
<C> A+C
<C> A+B+C
R: E

11 <Q> Qual das seguintes afirmações em relação ao frio está

correcta: <C> Diminui em primeiro lugar a condução das fibras

<C> Não se usa na dor crónica

<C> Não tem efeito no limiar da percepção

<C> Diminui o reflexo ao estiramento

<C> Não se usa em traumatologia

R: D

12 <Q> Numa luxação do cotovelo é correcto afirmar-se que a posição relativa dos
pontos anatómicos de referência está:

A. Inalterada
B. O vértice distal do triângulo de Nelaton está deslocado posteriormente
C. O vértice proximal do triângulo de Nelaton está deslocado proximalmente
<C> Só A

<C> Só B

<C> Só C

<C> B+C

<C> Nenhuma das anteriores está correcta

R: B
13

<Q> Ao efectuar a manobra de Phallen, pede ao doente a:

<C> Colocação dos punhos em extensão

<C> Colocação dos punhos em flexão

<C> Colocação dos punhos em desvio ulnar

<C> Colocação dos punhos em desvio radial

<C> Nenhuma das anteriores

R: B

14

<Q> Observa um indivíduo do sexo masculino, 60 anos de idade, referindo na consulta


poliartralgias de instalação insidiosa e evolução crónica, envolvendo de forma simétrica as
pequenas articulações das mãos. Nos exames complementares apresenta factores reumatóides
positivos.

Qual das seguintes afirmações é a mais correcta:

<C> Os diagnóstico de artrite pode ser excluído

<C> O diagnóstico definitivo é artrite reumatóide

<C> Deve-se dosear de imediato o ácido úrico sérico

<C> A avaliação do ritmo da dor é um parâmetro fundamental a avaliar

<C> A ausência de eritema sobre as áreas articulares exclui artrite

R: D

15 <Q> A “creeping substitution” é um

processo de <C> Metastização óssea

<C> Consolidação do osso esponjoso

<C> Crescimento ósseo

<C> Calcificação heterotópica

<C> Nenhuma das anteriores está correcta\

R: B
16

<Q> Doente de 45 anos que entra no Serviço de Urgência com dor e impotência funcional do
membro inferior esquerdo. Na anamnese refere que foi vítima de acidente de viação (colisão
frontal de duas viaturas). Ocupava o lugar da frente do lado direito e ia com as pernas flectidas
no momento da colisão. A figura ao lado mostra o
exame à inspecção. Qual a hipótese mais correcta?

<C> Hemiplegia à esquerda

<C> Contractura muscular de defesa

<C> Possível fractura do fémur

<C> Luxação da anca

<C> Luxação do joelho

R: D

17

<Q> Na epifisiólise femoral proximal é verdade que

<C> Ocorre com mais frequência entre os 11 e os 14 anos de idade

<C> A maioria dos doentes afectados têm um índice estato-ponderal normal

<C> A normalidade do exame radiográfico permite excluir o diagnóstico

<C> Tem sempre um antecedente traumático como causa próxima

<C> A gravidade do deslizamento é avaliada pelo quadro clínico

R: A

18

<Q> Relativamente à luxação congénita da anca indique a afirmação incorrecta

<C> Há uma tendência familiar

<C> É pouco vulgar nos casos de parto com apresentação pélvica

<C> É rara frequente no sexo masculino

<C> A precocidade do diagnóstico aumenta a probabilidade de cura

<C> O despiste deve ser efectuado sistematicamente no recém-nascido

R: B
19

<Q> Acerca dos exames complementares na abordagem diagnóstica das queixas reumáticas, é
verdade que:

<C> A ecografia é útil na suspeita clínica de patologia periarticular.


<C> As radiografias articulares são muito úteis para o diagnóstico precoce da artrite reumatóide.

<C> As radiografias da coluna são úteis na maioria dos doentes com lombalgia.

<C> As alterações artrósicas detectadas nas radiografias têm relevância clínica na maioria dos casos.

<C> A pesquisa de hiperuricémia é um bom método de rastreio de Gota na população geral

R: A

20

<Q> Das seguintes afirmações, qual caracteriza mais correctamente uma fractura patológica:

A. Ocorre em osso são, provocada por força superior à sua resistência


B. Ocorre em osso fragilizado previamente
C. Ocorre após microtraumatismos múltiplos
<C> Só A está correcta

<C> Só B está correcta

<C> Só C está correcta

<C> A + B

<C> B + C

R: B

21

<Q> Relativamente à doença de Dupuytren (indique a afirmação mais completa e correcta):

<C> Tem uma predisposição genética

<C> É dez vezes mais frequente nos homens que nas mulheres

<C> É dez vezes mais frequente nas mulheres que nos homens

<C> A + C

<C> A+B

R: E
22

<Q> No exame físico da anca, a presença de um sinal de Thomas positivo significa:

<C> Encurtamento do membro superior

<C> Encurtamento abaixo da anca

<C> Deformidade fixa em flexão da anca

<C> Deformidade fixa em rotação externa

<C> Deformidade fixa em rotação interna

R:C

23

<Q> Uma doente de 30 anos com poliartrite simétrica e aditiva envolvendo as pequenas
articulações das mãos, de início há 15 dias, poderá ter:

<C> Lúpus eritematoso sistémico.

<C> Artrite viral.

<C> Artrite reumatóide.

<C> Artrite psoriásica.

<C> Todas as anteriores.

R: E

24 <Q> Não constitui complicação da fractura de Colles

<C> Rigidez do punho

<C> Distrofia simpática

<C> Sindroma do túnel cárpico

<C> Tenosinovite de De Quervain

<C> Rotura tardia do tendão do longo extensor do polegar

R: D

25 <Q> A luxação da anca pode complicar

com: <C> Necrose avascular

<C> Pseudartrose

<C> Paralisia do nervo ciático

<C> A+B

<C> A+C

R: E
26

<Q> Relativamente à artrite reumatóide é correcto afirmar:

<C> Inicia-se em geral após os 60 anos de idade.

<C> Causa redução da esperança de vida.

<C> Raramente afecta os punhos.

<C> Apresenta-se na maioria dos casos como poliartrite migratória.

<C> Apresenta-se em geral por rigidez matinal da cintura pélvica e escapular.

R- B

27

Em relação às seguintes afirmações sobre os agentes físicos qual é a resposta correcta?

A. – O frio parece ter um efeito contra-irritante

B. – O calor e o frio aumentam o espasmo muscular

C. – O frio não pode provocar aquecimento dos tecidos

<C> A, B e C são verdadeiras

<C> Só A é verdadeira

<C> Só B é verdadeira

<C> Só C é verdadeira

<C> A e C são falsas

R- B

28

<Q> A causa mais frequente de hemartrose aguda é:

<C> Rotura do menisco externo

<C> Rotura do menisco interno

<C> Rotura do ligamento lateral interno

<C> Rotura do ligamento cruzado anterior

<C> Nenhuma das anteriores

R- D
29

<Q> Indivíduo de sexo masculino 20 anos, que vem referenciado por


tumefação da coxa, perda de peso e astenia. Após o exame físico pede
uma radiografia de face que se apresenta na figura ao lado. Qual a
hipótese de diagnóstico mais provável:

<C> Mieloma múltiplo

<C> Osteosarcoma

<C> Hemangioma

<C> Osteoclastoma

<C> Nenhuma das anteriores

R- B

30

<Q> Uma fractura bi-maleolar de tipo A, caracteriza-se por:

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está abaixo da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está acima da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está ao nível da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo tibial está abaixo da sindesmose

<C> É o mesmo que fractura de Maisonneuve

R- A

31

<Q> Nas fracturas dos ossos do antebraço:

<C> Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação e gesso fechado nos adultos e
redução e fixação com placa nas crianças

<C> Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação nas crianças e redução aberta e
osteossíntese nos adultos

<C> Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação e redução quer nas crianças quer
nos adultos

<C> Regra geral o melhor tratamento consiste na redução aberta e fixação com placas quer nas
crianças quer nos adultos

<C> Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação fixação à mínima com fios de
Kirschner nos adultos e nas crianças

R- B
32

<Q> Uma fractura de Galeazzi implica

<C> Fractura do rádio e luxação proximal do cúbito

<C> Fractura do cúbito e luxação proximal do rádio

<C> Fractura do rádio e luxação distal do cúbito

<C> Fractura do cúbito e luxação distal do rádio

<C> Todas as anteriores

R- C

33

<Q> A artrite reumatóide deve ser tratada:

<C> Em primeira linha de forma sintomática.

<C> Em primeira linha com metotrexato e/ou outros imunossupressores.

<C> Com corticosteróides exclusivamente nos episódios de agudização.

<C> Com doses moderadas a altas de corticosteróides orais, de forma crónica.

<C> Sem nenhuma intervenção do médico de família.

R- B

34

<Q> Em relação à artrite reactiva, é verdade que:

<C> Associa-se frequentemente a anticorpos anti-nucleares positivos.

<C> Trata-se com antibióticos.

<C> Referencia-se ao Reumatologista em todos os casos.

<C> Requer terapêutica precoce com imunossupressores.

<C> Trata-se em geral com AINE orais.

R- E

35

<Q> Na artrite séptica (indique a resposta incorrecta):

<C> A inoculação por punção directa é um factor etiológico

<C> A PCR tem interesse no diagnóstico e controle evolutivo

<C> Pode ser secundária a uma amigdalite

<C> O tratamento imediato não depende da identificação do gérmen patogénico

<C> O gérmen mais frequente é a Neisseria

R- E
36

<Q> A presença do sinal da tecla na articulação do ombro, é sugestiva de:

<C> Luxação anterior do ombro

<C> Luxação anterior do ombro associada a fractura do colo cirúrgico do úmero

<C> Luxação acrómio-clavicular

<C> A+B+C

<C> A+C

R- C

37

<Q> Acerca da artrite psoriásica é verdade que:

<C> Apresenta-se frequentemente como poliartrite simétrica e aditiva.

<C> Apresenta-se frequentemente como oligoartrite assimétrica.


<C> Afecta frequentemente as interfalângicas distais das mãos.

<C> Pode causar destruição das articulações envolvidas.

<C> Todas as anteriores.

38

<Q> A espondilite anquilosante:

<C> Ocorre na maioria dos doentes com HLA B27 positivo.

<C> Causa lombalgia com alívio nocturno.

<C> Cursa com formação de sindesmófitos na coluna nos primeiros meses de doença.

<C> Causa rigidez matinal prolongada da coluna lombar.

<C> A + D

39

<Q> Uma dor de tipo exclusivamente mecânico caracteriza-se por (indique a mais correcta):

<C> Aparecer com o início do movimento

<C> Desaparecer com o repouso

<C> Ter exacerbamento nocturno

<C> A + B

<C> A + B + C

D
40

<Q> Uma das seguintes afirmações está incorrecta. Assinale-a.

<C> Um derrame sinovial da anca é raramente evidente ao exame físico.

<C> A prova de Trendelemburg permite pesquisar a insuficiência dos músculos adutores da


anca.

<C> A doença de Legg-Perthes é mais frequente nas crianças entre os 3 e 9 anos de idade

<C> O teste ou manobra de Thomas, permite avaliar o grau de flexo da anca

<C> A doença de Legg-Perthes tem várias fases de evolução

41

<Q> Os entorses capsulo-ligamentares de grau II (assinale a hipótese correcta):

<C> Deverão ser sempre tratadas cirurgicamente.

<C> O seu tratamento assenta numa primeira fase na contenção articular elástico-adesiva
durante 3 semanas, seguido por um tratamento fisiátrico e uma reeducação proprioceptiva
adequados.

<C> O estudo ecográfico da articulação sob stress capsulo-ligamentar constitui a chave do


diagnóstico.

<C> Caracteriza-se anatomo-patologicamente pela rotura total do ligamento, sendo esta


geralmente bem evidenciada pela RMN.

<C> Todas as anteriores estão correctas

42

<Q> Numa rotura crónica do ligamento cruzado posterior do joelho crónica, pode observar-se:

A – Gaveta anterior positiva

B – Manobra de Lachmann positiva

C – Gaveta posterior positiva

<C> Só A está correcto

<C> Só B está correcto

<C> Só C está correcto

<C> A + B

<C> A + C

E
43

<Q> A complicação mais séria da fractura supra-condiliana do úmero na criança é:

<C> Secção da artéria cubital

<C> Secção do nervo radial

<C> Secção da artéria umeral


<C> Compressão da artéria radial

<C> Compressão do nervo mediano

44

<Q> É uma manifestação inicial frequente em doentes com lúpus eritematoso sistémico:

<C> Aftose oral e genital recorrente.

<C> Disfagia para sólidos.

<C> Poliartrite simétrica e aditiva.

<C> Conjuntivite.

<C> Nódulos subcutâneos.

45

<Q> Deve ser enviado à Consulta de Reumatologia um doente com fenómeno de Raynaud e:

<C> Anticorpos anti-nucleares positivos.

<C> Início precoce do Raynaud na infância ou adolescência.

<C> Dores generalizadas crónicas.

<C> Hábitos tabágicos acentuados.

<C> Factores reumatóides positivos.

46

<Q> No caso de um doente de 45 anos com gonalgias:

<C> A presença de esclerose subcondral na radiografia confirma o diagnóstico de gonartrose.

<C> Uma tendinopatia da pata de ganso é uma causa muito frequente.

<C> A detecção de derrame articular comprova o diagnóstico de artrite.

<C> A presença de rigidez matinal de curta duração exclui o diagnóstico de gonartrose.

<C> O paracetamol é opção terapêutica de 2ª linha na gonartrose

B
47

<Q> Uma fractura da diáfise tíbia, tipo B3, é tratada preferencialmente por:

<C> Osteotaxis com fixadores externos

<C> Encavilhamento centromedular

<C> Tracção esquelética 4-6 semanas e posteriormente gesso funcional

<C> A + B

<C> A + C

48

<Q> Na terapêutica médica da gonartrose:

<C> O exercício físico deve ser contra-indicado.

<C> A terapêutica tópica com antiinflamatórios não é útil.

<C> Os analgésicos opiáceos nunca estão indicados.

<C> O paracetamol pode ser usado diariamente em dose fixa até 1 gr 4 i.d.

<C> Os coxibes são antiinflamatórios de 1ª escolha em todos os doentes.

49

<Q> No caso de mulher de 35 anos, pré-menopáusica, magra, com hábitos tabágicos, deve-se:

<C> Realizar Densitometria óssea da coluna lombar.

<C> Realizar Densitometria óssea da coluna lombar e colo do fémur.

<C> Realizar Densitometria óssea e doseamento do cálcio e fósforo séricos.

<C> Prescrever um bifosfonato caso a Densitometria óssea tenha valores de osteoporose.

<C> Não realizar Densitometria óssea.

50

<Q> No caso de mulher de 25 anos com densitometria óssea mostrando índice T = -2,0 na coluna
lombar L1-L4, índice T = -2,6 em L2 e sem antecedentes patológicos ou medicamentosos, o
diagnóstico mais provável é:

<C> Osteoporose precoce.

<C> Osteomalácia.
<C> Baixo pico de massa óssea.

<C> Osteoporose focal.

<C> Doença óssea de Paget.

51

<Q> Deve colocar-se a hipótese de osteoporose em caso de:

<C> Homem de 60 anos com antecedentes de corticoterapia oral crónica.

<C> Mulher de 65 anos com antecedentes familiares de fractura de baixo impacto.

<C> Mulher de 40 anos com lombalgia crónica agudizada.

<C> A + B.

<C> A + C.

52

<Q> Em relação às fracturas osteoporóticas, é falso que:

<C> A maioria das fracturas vertebrais é dolorosa.

<C> As fracturas do colo do fémur apresentam alto risco de mortalidade.

<C> As fracturas de Colles acarretam baixo risco de limitação funcional permanente.

<C> As fracturas vertebrais e do colo do fémur ocorrem em geral após os 70 anos.

<C> As fracturas do colo do fémur acarretam alto risco de limitação funcional permanente.

53

<Q> No caso de um homem de 70 anos com osteoporose, a melhor opção terapêutica é:

<C> Risedronato oral semanal e suplemento de cálcio e vitamina D.

<C> Raloxifeno oral diário e suplemento de cálcio e vitamina D.

<C> Calcitonina nasal diária e suplemento de cálcio e vitamina D.

<C> Teriparatide diário e suplemento de cálcio e vitamina D.

<C> Suplemento de cálcio e vitamina D.

A
54

<Q> Em relação ao tratamento da osteoporose, é verdade que:

<C> Os bifosfonatos em geral interrompem-se ao fim de 5 anos.

<C> Deve-se associar, em geral, suplementos de cálcio e vitamina D.

<C> Se deve repetir a densitometria óssea anualmente para controlar a eficácia.

<C> O objectivo principal é aumentar a densidade mineral óssea.

<C> Todas as anteriores.

55

<Q> Acerca da Fibromialgia, é verdade que:

<C> A presença de outra doença reumática exclui o diagnóstico.

<C> A fadiga referida pelos doentes é justificada pelo esforço físico

<C> A fadiga melhora com o repouso nocturno.

<C> As doentes com fibromialgia não apresentam dor nocturna.

<C> Os distúrbios do sono são uma manifestação típica a pesquisar.

56

<Q> Na Fibromialgia, é verdade que:

<C> É um diagnóstico de exclusão.

<C> A existência de alterações em exames complementares exclui fibromialgia.

<C> É frequente as doentes se queixarem de tumefacção das mãos.

<C> Os doentes apresentam sempre síndrome depressiva associada.

<C> Todas as anteriores.

57

<Q> Constituem normas de tratamento nas fracturas:

<C> Diminuir a dor

<C> Controlar a posição dos topos da fractura


<C> Obter a união

<C> Recuperar a função

<C> Todas as anteriores

58

<Q> São factores etiológicos da osteoartrose:

<C> Factores genéticos

<C> Displasia

<C> Traumáticos

<C> Factores laborais

<C> Todos os anteriores

59

<Q> Uma das seguintes afirmações está incorrecta. Assinale-a.

<C> Um derrame sinovial da anca é raramente evidente ao exame físico.

<C> A prova de Trendelenburg permite pesquisar a insuficiência dos músculos adutores da anca.

<C> A doença de Legg-Perthes é mais frequente nas crianças entre os 3 e 9 anos de idade

<C> O teste ou manobra de Thomas, permite avaliar o grau de flexo da anca

<C> A doença de Legg-Perthes tem várias fases de evolução

60

<Q> É uma medida que deve ser tomada após a 1ª crise de gota em todos os doentes:

<C> A contra-indicação de consumo de bebidas alcoólicas.

<C> A prescrição de alopurinol durante 1 a 3 meses.

<C> A prescrição de alopurinol aos primeiros sinais de nova crise de artrite.

<C+> A prescrição de alopurinol de forma crónica contínua.

<C> Nenhuma das anteriores.

A
1

<Q> Fractura de traumática é aquela que

<C> Ocorre em osso são, provocada por força superior à sua resistência

<C> Ocorre em osso fragilizado previamente

<C> Ocorre após microtraumatismos múltiplos

<C> Nenhuma das anteriores é correcta

<C> Todas as anteriores são correctas

<Q> Neuropraxia significa:

<C> Secção total de um nervo

<C> Secção parcial de um nervo

<C> Atingimento traumático de um nervo sem perturbação da continuidade

<C> Todas as anteriores estão correctas

<C> Nenhuma das anteriores está correcta

<Q> Na classificação de Anderson e Gustillo numa fractura exposta do grau I:

<C> A ferida tem menos de 1 cm, habitualmente de aspecto punctiforme

<C> A ferida tem mais de 1 cm mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem mais de 3 cm, mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles sem atingimento vasculo-nervoso

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles com atingimento vasculo-nervoso

4<Q> Doente do sexo feminino, 35 anos de idade, vem à consulta por dor na região lombar
com irradiação para o membro inferior direito, agravada com a tosse ou manobra de Valsalva.
Ao exame físico anota positividade do teste de Lasègue, diminuição da força de dorsiflexão e
eversão do pré, sem alteração dos reflexos.

O diagnóstico mais provável aponta para:


<C> Hérnia discal L5-S1

<C> Hérnia discal L4-L5

<C> Hérnia discal L1-L2

<C> Nenhuma das anteriores

<C> Todas as anteriores

<Q> Doente de 55 anos, sexo masculino, trabalhador


da construção civil. Recorre ao Serviço de Urgência
por tumefação do braço. Na anamnese diz que ao
levantar uma pedra sentir uma dor intensa no braço
acompanhada de sensação de rasgadura e tumefação
junto ao cotovelo. No exame físico observa-se a
presença de tumefação do 1/3 distal do braço (região
anterior), com consistência mole que passa a
consistência dura com o movimento de flexão do
cotovelo, tal como se observa na figura ao lado. Qual
a hipótese de diagnóstico mais provável:

<C> Tendinopatia dos epicondilianos

<C> Provável rotura da coifa dos rotadores

<C> Rotura da longa porção do bicípite braquial

<C> Rotura do músculo tricípite braquial

<C> Rotura muscular

<Q> Os três pontos anatómicos mais facilmente identificáveis do cotovelo são

<C> Olecrânio

<C> Epicôndilo

<C> Epicôndilo medial (epitróclea)

<C> A+C

<C> A+B+C

E
7

<Q> A manobra de Phallen consiste:

<C> Colocação dos punhos em extensão

<C> Colocação dos punhos em flexão

<C> Colocação dos punhos em desvio ulnar

<C> Colocação dos punhos em desvio radial

<C> Nenhuma das anteriores

<Q> Doente de 45 anos que entra no Serviço de Urgência, dor e impotência funcional do
membro inferior esquerdo. Na anamnese refere que foi vítima de acidente de viação (colisão
frontal de duas viaturas). Ocupava o lugar da frente do lado direito e ia com as pernas flectidas
no momento da colisão. A figura ao lado mostra o
exame à inspecção. Qual a hipótese mais correcta?

<C> Hemiplegia à esquerda

<C> Contractura muscular de defesa

<C> Possível fractura do fémur

<C> Luxação da anca

<C> Luxação do joelho

12

<Q> Não constitui tratamento cirúrgico do hallux valgus

<C> Exostectomia

<C> Osteotomia de Japas

<C> Operação de Mitchel

<C> Artroplastia de Keller

<C> Osteotomia da base do 1º metatársico

B
19

<Q> Doente de 82 anos, vítima de queda da qual resultou fractura do colo femoral, sofrendo
concomitantemente de doença de Parkinson. O tratamento de eleição é:

<C> Osteossíntese com 3 parafusos

<C> Osteossíntese com placa angulada de 130º e parafusos

<C> Artroplastia da anca

<C> Operação de Girdlstone

<C> Tratamento conservador com bota gessada anti-rotativa

20

<Q> Na artrite séptica (indique a resposta incorrecta):

<C> A inoculação por punção directa é um factor etiológico

<C> A PCR tem interesse no diagnóstico e controle evolutivo

<C> Pode ser secundária a uma amigdalite

<C> O tratamento imediato não depende da identificação do germen patogénico

<C> O gérmen mais frequente é a Neisseria

21

<Q> Para classificar uma fractura bi-maleolar como de tipo B, é necessário:

<C> Traço de fratura maléolo medial (interno) a nível da sindesmose

<C> Traço de fratura maléolo medial (interno) a nível proximal ao da sindesmose

<C> Traço de fractura no maléolo lateral (externo) a nível distal ao da sindesmose

<C> Traço de fractura no maléolo lateral (externo) a nível da sindesmose

<C> Traço de fractura no maléolo lateral (externo) a nível proximal ao da sindesmose

D
23

<Q> Numa rotura crónica do Ligamento cruzado posterior do joelho, pode observar-se
(indique a falsa):

<C> Gaveta anterior positiva

<C> Manobra de Lachmann positiva

<C> Gaveta posterior positiva

<C> Reverse pivot-shift positivo

<C> Sinais rotulianos positivos

26

<Q> Observe a figura ao lado. Que hipótese de diagnóstico colocaria:

<C> Fractura de Colles

<C> Fractura de Monteggia

<C> Fractura do escafóide cárpico

<C> Fractura de Galleazzi

<C> Fractura dos osso do antebraço

30

<Q> Uma dor de tipo exclusivamente mecânico caracteriza-se por (indique a mais correcta):

<C> Aparecer com o início do movimento

<C> Reaparecer ao fim do dia

<C> Ter exarcebamento nocturno

<C> A + B

31

<Q> Acerca da abordagem diagnóstica do doente com queixas reumáticas, é verdade que:

<C> Na avaliação inicial é indispensável obter o diagnóstico preciso da doença

<C> A avaliação inicial tem como objectivo a identificação de síndromes clínicos

<C> A identificação de situações graves exige o diagnóstico preciso da doença

<C> Todas as anteriores

<C>Nenhuma das anteriores

B
32

<Q> Acerca dos critérios de referenciação dos doentes com queixas reumáticas, é falso que:

<C> Os doentes com hipótese de artrite séptica devem ser enviados à Urgência

<C> Os doentes com artrite gotosa aguda devem ser enviados à Urgência

<C> Os doentes com hipótese de lombalgia inflamatória ou neoplásica devem ser


referenciados de imediato para o hospital

<C> A maioria dos casos de doenças ósseas metabólicas pode ser orientada pela Medicina
Familiar

<C> Todos os casos de doenças reumáticas sistémicas necessitam referenciação imediata a


Reumatologia

33

<Q> Acerca dos exames complementares na abordagem diagnóstica das queixas reumáticas, é
verdade que:

<C> A presença de artralgias e VS elevada significa que existe artrite

<C> A VS está sempre elevada nas doenças reumáticas sistémicas

<C> Factores reumatóides negativos permitem excluir artrite reumatóide

<C> A maioria dos indivíduos com factores reumatóides não tem artrite reumatóide

<C> A pesquisa de factores reumatóides é um bom método de rastreio de artrite reumatóide.

35

<Q> Em relação à análise do líquido sinovial, é verdade que:

<C> O líquido é transparente no caso de artrite

<C> A detecção de cristais de monourato de sódio é frequente na artrose

<C> A detecção de bactérias é frequente na artrite gotosa

<C> É necessária para o diagnóstico definitivo de artrite gotosa

<C> É necessária para o diagnóstico definitivo de artrite reumatóide

D
36

<Q> Acerca dos exames imagiológicos na avaliação do doente com queixas reumáticas, é
verdade que:

<C> As radiografias articulares são muito úteis para o diagnóstico da artrite reumatóide com
menos de 6 meses de evolução

<C> As radiografias são muito úteis no diagnóstico da patologia periarticular

<C> A cintigrafia osteoarticular distingue artrose de artrite com elevada fiabilidade

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

37

<Q> Em relação à Gota, é verdade que:

<C> Ocorre na maioria dos indivíduos com hiperuricémia

<C> Ocorre com igual prevalência nos dois sexos

<C> A primeira crise de artrite ocorre em geral antes dos 40 anos

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

38

<Q> Para o tratamento da artrite gotosa aguda deve utilizar-se um AINE:

<C> Injectável

<C> Oral em dose terapêutica média

<C> Oral em dose terapêutica máxima durante 1-3 dias

<C> Oral em dose máxima durante pelo menos 10 dias

<C> Oral em dose máxima crónica

39

<Q> A artrite séptica:

<C> Ocorre exclusivamente em adultos imunodeprimidos

<C> Deve ser tratada com antibióticos e.v. e lavagens articulares

<C> Apresenta-se sempre como monoartrite aguda

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

B
40

<Q> É característico da artrite reumatóide:

<C> Apresentação como poliartrite assimétrica e migratória

<C> Presença de rigidez matinal inferior a 30 minutos

<C> Envolvimento das pequenas articulações das mãos e dos pés

<C> Evolução por crises de agudização e períodos assintomáticos

<C> Nenhuma das anteriores

41

<Q> É uma consequência da artrite reumatóide não tratada:

<C> Constituição de erosões do osso periarticular

<C> Deformação articular progressiva

<C> Limitação funcional progressiva

<C> Redução da esperança de vida

<C> Todas as anteriores

43

<Q> Acerca da espondilite anquilosante, é verdade que:

<C> Apresenta-se em geral por lombalgia mecânica

<C> Causa rigidez matinal lombar de curta duração

<C> Causa precocemente limitação da mobilidade da coluna lombar

<C> Causa precocemente sindesmófitos identificáveis nas radiografias

<C> A presença de sacroileíte é fácil de avaliar através de radiografia da bacia

44

<Q> Acerca da artrite reactiva, é verdade que:

<C> Pode ocorrer sem evidência clínica de infecção nas semanas anteriores

<C> Nunca se associa a febre

<C> Associa-se a lesões cutâneas de eritema nodoso

<C> Em geral leva mais de 6 meses a resolver-se espontaneamente

<C> Todas as anteriores

A
46

<Q> Deve ser enviado à Consulta de Reumatologia um doente com fenómeno de Raynaud e:

<C> Anticorpos anti-nucleares positivos

<C> Início tardio do Raynaud, após os 30 anos

<C> Espessamento cutâneo nos membros superiores, proximal às metacarpofalângicas

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

47

<Q> Um doente de 50 anos com Gonartrose pode queixar-se tipicamente de:

<C> Dor nos joelhos de predomínio matinal e melhoria ao longo do dia

<C> Rigidez matinal de 60 minutos

<C> Rigidez articular diurna após qualquer período de repouso

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

48

<Q> É uma alteração radiológica característica de osteoartrose:

<C> Estreitamento da entrelinha articular

<C> Esclerose óssea subcondral

<C> Osteófitos

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

49

<Q> Em relação à artrose das mãos, é verdade que:

<C> As interfalângicas distais são as articulações mais frequentemente afectadas

<C> A rizartrose é a forma com maior risco de limitação funcional significativa

<C> A tumefacção articular óssea é a forma de apresentação mais comum

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

D
50

<Q> Em relação ao tratamento do doente com osteoartrose, é verdade que:

<C> A redução do excesso de peso é especialmente útil na gonartrose

<C> Os analgésicos simples estão na primeira linha de tratamento farmacológico

<C> A identificação e tratamento de patologia periarticular associada são importantes

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

51

<Q> Em relação ao tratamento farmacológico da coxartrose, é verdade que:

<C> Paracetamol 500 mg p.os 2 i.d. é frequentemente eficaz no alívio sintomático

<C> Naproxeno 500 mg p.os 2 i.d. é frequentemente eficaz no alívio sintomático

<C> Sulfato de glucosamina 1500 mg p.os i.d. é frequentemente eficaz no alívio sintomático

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

52

<Q> Em relação ao metabolismo ósseo normal, é verdade que:

<C> A densidade mineral óssea aos 20 anos é igual nos indivíduos do mesmo sexo

<C> O pico de massa óssea depende apenas de factores genéticos

<C> O pico de massa óssea é um determinante importante do risco de osteoporose

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

53

<Q> Deve colocar-se a hipótese de osteoporose em caso de:

<C> Mulher de 65 anos com antecedentes de fracturas na idade adulta

<C> Mulher de 65 anos com antecedentes familiares de fractura de baixo impacto

<C> Homem de 60 anos com asma brônquica e corticoterapia oral crónica

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

D
55

<Q> Após densitometria óssea, pode diagnosticar-se osteoporose no caso de:

<C> Índice T=-3,5 em L2-L4, cálcio e fósforo sérico baixos e fosfatase alcalina alta

<C> Índice T=-2,1 em L2-L4 e T=-2,9 no colo do fémur, cálcio e fósforo sérico normais

<C> Índice T=-1,5 em L2-L4 e uma fractura vertebral em cunha anterior na radiografia

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

56

<Q> No caso de mulher de 60 anos com osteoporose, é opção terapêutica de 1ª escolha:

<C> Raloxifeno associado a cálcio e vitamina D oral diário

<C> Alendronato em dose semanal oral

<C> Alendronato em dose semanal associado a Raloxifeno em dose diária

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

57

<Q> Acerca da Fibromialgia, é verdade que:

<C> É um diagnóstico de exclusão

<C> A existência de alterações em exames complementares exclui fibromialgia

<C> Os doentes podem não apresentar síndrome depressivo associado

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

58

<Q> Acerca da fibromialgia, é verdade que:

<C> A maioria das doentes sente-se pior pela manhã ao acordar

<C> Muitos doentes referem dor sobretudo numa região do corpo

<C> É frequente as doentes se queixarem de tumefacção das mãos

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

D
59

<Q> Não é uma alteração associada à fibromialgia:

<C> Défice de força muscular ao exame objectivo

<C> Ansiedade crónica

<C> Parestesias nas mãos

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

60

<Q> Em relação ao tratamento da fibromialgia, é verdade que:

<C> Os AINE produzem em geral um alívio satisfatório da dor

<C> A toma contínua de AINE deve ser encorajada

<C> A medicação com anti-depressivos é eficaz na maioria dos casos

<C> Todas as anteriores

<C> Nenhuma das anteriores

E
2007

1. Não manifestação de fibromialgia


A. Cefaleias frequentes
B. Fenómeno Raynaud
C. Intolerância ao frio
D. Derrame articular
E. Disf(x) cognitiva

2. AR é correcto
A. Exclusivamente articular
B. ↓ EMV
C. Após 60 anos
D. Apenas tto sintomático
E. Rara/ os punhos

3. # bimaleolar tipo A - abaixo da sindesmose

4. # traço. Incorrecta
A. #cominutiva → linha oblíqua curta
B. # dupla → 2 traços de #
C. # horizontal → traço perpendicular ao eixo > diáfise
D. # cunha → 3 fragmentos
E. # oblíqua longa → ângulo inferior a pelos menos 45º

A
5. Vasco R / 28 A / dor e tumefacção joelho esq há 8 dias após jogo futebol / amigdalite há
dias.
A. PCR ↑: artrite séptica
B. Derrame articular 10000 céls/mm3: não infeccioso
C. Cintigrama é eleição
D. TAC bom para meniscos
E. Eco necessária para tendinopatia pata ganso
F. TASO: dx febre reumática

6. Ortolani despista
A. Sinovite transitória anca
B. LCA
C. D. Scheurmann

B
7. Hiperuricémia
A. Apenas factores ambientais
B. Ácido úrico > 8 mg/dL → artrite
C. Diuréticos é factor etiológico importante
D. Presente em indivíduo indica gota
E. >ia → tto farmacológico

8. HLA-B27
A. 10% população é positiva
B. 60% população + → EA
C. < 30% EA
D. Tto biológico induz negatividade
E. Todas verdadeiras

9. # diáfise femoral traumática. Qual a falsa?


A. É o segmento ósseo + resistente apesar de pouco vascularizado
B. Perdas sanguíneas importantes 300cc-2L → choque hipovolémico
C. Deve ser considerada uma urgência cirúrgica
D. Osteotáxis (fixadores externos) indicada em # expostas, # fechada no contexto
Damage Control
E. RX bacia por frequentes lesões traumáticas associadas a # diáfise fémur

10.Imagiologia queixas reumáticas


A. Eco articular é muito dependente da técnica que executa
B. RX simples é o ??? em qualquer lombalgia
C. TAC é eleição em compressão raízes nervosas
D. RX articular é muito útil em AR com < 6 meses evolução
E. Cintigrafia óssea muito útil em ≠ artropatias

11.A.R.:
A. Sacroileíte bilateral e simétrica
B. Rigidez matinal < 30’
C. Poliartrite em metacarpofalângicas e metatarsofalângicas
D. Dactilite nos pés
E. Intermitente com períodos assintomáticos

12.LCA. Qual a Falsa? + freq em ♂


13.♂ 20 A / tumefacção coxa / perda peso / astenia
A. MM
B. Osteossarcoma
C. Hemangioma
D. Osteoclastoma
E. Nenhuma das anteriores

14.Complicação + séria # supracondilianas: secção artéria umeral

15.Agentes físicos
A. Diatermia usam-se correntes de ↑ frequência
B. Calor superficial → diatermia
C. Fontes calor ↑ frequente > 1000 Hz
D. Não útil para dor
E. Métodos com material sofisticado

16.♀ 35 A / pré-menopáusica / hábitos tabágicos: não realizar DEXA

17.A.R. 2ªria a uretrite Chlamydea


A. Podem surgir manifestações extraarticulares
B. Artrite causa destruição articular
C. AB em regra
D. >ia corticosteróides
E. Nenhuma das anteriores

18.Lesão maligna óssea + comum: carcinoma metastático

19.ANA associado a
A. DM
B. Doença Graves
C. SS

ABC

20.Complicação # + tardia
A. Compressão vascular
B. Axonotemese
C. Infecção
D. Pseudartrose
E. Neurotemese

21.Ultra-sons
A. Com segurança em todas as situações
B. Não em doenças graves
C. Podem em segmentos com metal
D. Não em área cardíaca
E. Método de aplicação de calor

E
22.Tto fibromialgia
A. Melhoria clínica significativa em apenas alguns doentes
B. Cessação laboral geralmente melhora
C. Analgésicos opiáceos positivos no controlo dor
D. O objectivo fundamental é controlar a depressão
E. Exercício físico C.I.

23.Artrite punhos, mãos, joelhos há 6 meses / FR- / anti-ccp + / RX sem lesões articulares
A. AINE oral e não melhora reumatismo (???)
B. Corticóides intramuscular e repetir mensal/ se necessário
C. Corticóides VO ↓ doses em reumat (???) em lesões articulares RX
D. Imediata/ reumatologia
E. AINE VO ??? e corticoterapia para agudização

D
2010
1. Tratamento da osteoporose, VERDADEIRA:

A. Interromper os bifosfonatos ao fim de 3 anos


B. Para monitorização de eficácia é necessária repetição de densitometria anual
C. Ranelato de estrôncio não demonstrou maior eficácia que os bifosfonatos
D. Raloxifeno com bifosfonatos permite maior eficácia
E. A maioria das mulheres deve iniciar tratamento 2 anos após a menopausa

Resposta: C

2. Fracturas osteoporóticas, VERDADEIRA:

A. A maioria das fracturas vertebrais é dolorosa


B. Fractura do colo do fémur diminui EMV (n sei bem o k la estava, so passei
assim, mas assinalei esta)
C. A fractura de Colles dá limitação funcional permanente
D. Ocorrem frequentemente antes dos 50 A de idade
E. Ocorrem apenas no rádio distal, colo do fémur e vértebras

Resposta: B

3. Tratamento da artrite gotosa aguda

A. AINE injectável nos 2 primeiros dias


B. Interromper alopurinol durante a crise
C. Prescrever AINE oral, dose terapêutica máxima nos primeiros 1 a 3 dias
D. AINE oral em dose média 10 dias
E. Associal colchicina e AINE oral até 4º dia

Resposta: C

4. ANA Positivos:
A. Diabetes
B. Síndrome de Sjogrn
C. Fenómeno de Raynaud idiopático

Resposta: Era de resposta múltipla, axo k são a A e B


5. Não é causa de fractura patológica:

A. Osteogénese imperfeita
B. Ostoporose
C. Metástase tumoral
D. Hipoparatiriodismo
E. Osteomalácia

Resposta: D

6. Não é factor de risco para fractura osteoporótica


A. Função neuromuscular deetriorada
B. Hipertiroidismo
C. Menopausa precoce
D. Obesidade
E. BeC

Resposta: D

7. Diminuição do valor do Triângulo de Bryant à esq. O que concluir?


A. Encurtamento da tíbia esq.
B. Encurtamento na zona da anca esq.
C. Fémur dto com encurtamento

Resposta: Era de resposta múltipla, ???

8. Sinais de probabilidade de fractura

A. Crepitação óssea
B. Hematoma
C. Mobilidade anormal dos topos

Resposta: Era de resposta múltipla, só assinalei B e C, pois A é de certeza, n sei o k


consideraram…

9. Factor reumatóide, VERDADEIRA:

A. Mais de 4% da população é normal


B. Se positivo em doentes com artrite o diagnóstico é de artrite reumatóide
C. A maioria de individuos com FR positivo artrite
D. São negativos em menos de 5% dos doentes com artrite reumatóide
E. Devem ser monitorizados no seguimento dos doentes com artrite reumatóide

Resposta: A

Tratamento da Fibromialgia errado que:

- aconselhamento é fundamental

- antidrepessivos apenas beneficiam alguns doentes

- analgésicos opiáceos são em geral eficazes

R: Só C

Facturas osteoporóticas. Factores de Risco

- Função neuro-muscular deteriorada

- Hipertiroidismo

- Menopausa Precoce

R.: Todas

Fibromialgia a verdadeira:

- A maioria desenvolve incapacidade física progressiva

- abandono actividade laboral não melhora a qualidade de vida

- nenhuma medida terapêutica beneficia o doente.

R.: A e B

ANA positivos

- DM I

- D. Graves

- Cirrose Hepática

- LES

-Todas

R: E
Tratamento osteoartrose, é falso que: Paracetamol tem mais risco de efeitos secundários que
o AINE

Rotura do tendão de Aquiles

- O doente refere dor súbita no tendão

- impossibilidade de caminhar normalmente

- Pode ser visível uma depressão na zona do tendão

R.: todas

Doente com artrite reactiva

- pode apresentar artrite aguda sem manifestação extra-articulares

- pode apresentar conjuntivite associada

- pode apresentar lesões cutâneas e mucosas associadas

R.: todas

Relativamente à osteoporose:

- Bifosfonatos interrompem-se ao fim de 5 anos

- Deve repetir-se DX anualmente

- Objectivo é manter a densidade mineral óssea

R.: Nenhuma

1- Sinal de Lachman mole sugere:


- Rotura do LCA (ligamento cruzado anterior)

2- Rigidez + dor cinturas escapular e pélvica e VS=100


a- Osteoartrose generalizada
b- Polimialgia reumática
c- Tendinites múltiplas
d- Fibromialgia
e- Osteoporose

Respondi a B
3- Qual o exame que é fundamental realizar se se põe a hipótese de osteoporose?
a- Calcio e fosforo sericos
b- Calcio e fósforo urinários
c- PTH serica
d- Cortisol urinário
e- Nenhum

4- Medidas preventivas no LES:


a – Evitar exposição solar
b- Administrar vacina anti-gripal anualmente
a- Contra indicar o tabaco
b- Todas
c- Nenhuma

Respondi D

1. Carrying angle do cotovelo:


a) Varo 12º
b) Varo 15º
c) Valgo 12º

Resposta c)

2. Sra. de 74 anos dirige-se ao SU com dorsalgia intensa após elevar um peso do chão.
Desloca-se de cadeira de rodas, caminhar agrava a dor. Analgésicos injectáveis sem
efeito.
a) Deve ser feito exame radiológico para averiguar causa de dor.
b) O alívio da dor deve ser prioritário.
c) Só se devem administrar opióides se a intensidade da dor o justificar.

Não nos lembramos da resposta, mas pensamos que é B+C.

3. Doente de 30 anos com poliartralgias dos punhos e das articulações IFP de ambas as
mãos. Instalação insidiosa desde há 2 meses. Dores agravavam em repouso. Rigidez
matinal de 20 min. Tumefacção elástica dos punhos. (pergunta de múltipla escolha).
a) A pesquisa de anti- CCP é útil para diagnóstico diferencial.
b) Cintigrama articular deve ser requerido para comprovar o diagnóstico clínico.
c) As radiografias das mãos provavelmente não mostram erosões articulares.
d) A prova terapêutica com 10 mg de prednisolona oral diária durante um mês é
opção de 1ª linha.
e) A referenciação à reumatologia deve ser considerada apenas se as queixas
persistirem após 6 meses.
f) Nenhuma é verdadeira.
4. Fractura vertebral em cunha com instabilidade tratada com:
a) Repouso no leito
b) Repouso no leito 6 semanas e colete gessado durante 12 semanas.
c) Fixação posterior
d) Mobilização activa
e) Fixação anterior com artrodese….

5. Mulher, 35 anos, queixa-se de dor intensa lombar, desencadeada por tosse, com
irradiação para o membro inferior direito até aos dedos do pé (bordo lateral). No
exame físico, qual é a manobra obrigatória:
a) Lasègue
b) Lasègue+ Neer

c) Godfrey
d) Thompson

Resposta a)

6. Doente de 45 anos com lombalgia esquerda intensa após esforço não habitual.
Contractura paravertebral do mesmo lado. Com flexão da anca e com o membro
inferior em extensão a dor piorava.
a) Ciatalgia
b) Exame radiológico para averiguar a causa da dor.
c) Referenciar para ortopedia.
d) Repouso imediato para não agravar a dor.
e) Saber os antecedentes patológicos para saber as medidas a tomar.

Resposta e)

7. HLA-B27:
a) Positivo em 10% da população normal.
b) 60% do HLA-B27 positivo desenvolve espondilite anquilosante.
c) Negativa em 30% de espondilite anquilosante.
d) Tratamento de espondilite anquilosante com biológicos induz negatividade.
e) Todas correctas.

Resposta a)
8. Lúpus eritematoso sistémico (pergunta de múltipla escolha):
a) Vacina anti-pneumocócica está contra-indicada.
b) Vacina anti-gripal pode causar agudização.
c) Envolvimento renal é uma complicação frequente.
d) Linfopenia é uma alteração analítica frequente.
e) Anticorpos anti-RNP bastante específicos da doença.
f) Nenhuma verdadeira

9. Mulher, 50 anos, apresenta dor no punho direito há 8 dias. A dor piora com algumas
actividades (por ex. passar a ferro). Parece-lhe inchado na base do polegar. (múltipla
escolha)
a) Podemos classificar como síndrome clínica articular.
b) Podemos classificar como artrite.
c) Presença da tumefacção exclui síndrome clínica peri-articular.
d) Queixas sugerem Phallen positivo.

e) Se movimento passivo do punho causar dor, temos artrose positiva.


f) Nenhuma verdadeira.

10. Homem, 66 anos, queixa-se de aparecimento súbito durante a noite de gonalgia


intensa no joelho direito, sem alívio em repouso, rubor e tumefacção locais e
limitação da marcha. Antecedentes de podagra (3 crises/ano). 2 dias antes caiu e fez
ferida na perna direita. Não toma medicação.
Temp. axilar: 37.9ºC; gonartrite direita com derrame articular moderado; ferida
superficial na face anterior da perna direita, com discreto exsudado purulento. Qual
a afirmação verdadeira:

a) Pode-se presumir diagnóstico de artrite gotosa.


b) Colchicina é o tratamento de eleição.
c) VS é útil para diagnóstico diferencial.
d) Necessário excluir artrite séptica.
e) Todas falsas
f) Nenhuma verdadeira (estava mesmo assim lá)

Resposta d)

11. Doente de 45 anos, queixa-se de gonalgias:


a) Se for esclerose subcondral, o raioX confirma gonartrose como causa de dor.
b) Pode ser causada por dor referida.
c) Paracetamol é tratamento de 2ª linha na gonartrose.

Resposta b)
12. Em relação a ácido úrico elevado e queixas reumáticas:
a) Em homens com mais de 50 anos com crise de artrite deve dosear-se de
imediato ác. Úrico sérico para rastreio de gota
b) Nenhuma das anteriores

Resposta b)

13. Relativamente à artrite gotosa, qual é a verdadeira:


a) Etericoxib 120 mg dose única diária, para tratamento da crise aguda.
b) Crises poliarticulares ocorrem na maioria dos doentes.
c) Eritema não é sinal frequentemente observado na artrite gotosa aguda.

Resposta a)

14. Dedo tumefacto, dores cervical e lombar (múltipla escolha)


a) Espondilite anquilosante.
b) Artrite reactiva
c) Artrite gotosa
d) Nenhuma
2012
Pergunta 1 de 61

Sr. Antonio, 70 anos, com gonalgias há 5 anos, que apresenta pioria da dor no joelho dto Há 7
dias. Apresenta alivio em repouso e pioria com movimentos. À noite sente dor no joelho em
decúbito lateral. Apresenta derrame articular moderado no joelho dto. Ao rx apresenta
esclerose subcondral e calcificação dos meniscos. Resposta correcta:

Pode apresentar associação de patologia articular e periarticular

Pergunta 2 de 61

A dona Ana Maria teve 1 parto normal há 6 meses. E apresenta desde há uns dias dor no
punho dto, que piora quando pega no filho ao colo. Apresenta tumefacção no bordo radial.
Resposta correcta:

A tumefacção pode ser devida a patologia periarticular

Pergunta 3 de 61

O sr Manuel trabalha em eng civil. Apresenta-se com dor no ombro dto há uns dias,
aparentemente sem desencadeantes.Alivia com repouso, piora com esforços. Imagem de
movimento contra resistência (polegares para baixo, braços estendidos)

Todas falsas

Pergunta 4 de 61

Paciente de 30 anos, sexo feminino, apresenta-se por dores articulares nos punhos e
interfalâncias bilateralmente, há cerca de 2 meses. Refere acentuada rigidez matinal.
Tumefacção elástica das interfalângicas distais. Resposta correcta:

Os anticorpos ANA são úteis para o diagnóstico

Pergunta 5 de 61

Paciente idoso, com astenia, perda de peso acentuada. Dores nas cinturas pélvica e
escapular. Com rigidez acentuada. Apresenta também cefaleias com febre. Imagem artéria
temporal ingurgitada. Assinale respostas correctas:
Vasculite sistémica

Síndrome de dor e rigidez das cinturas

A imagem é um sinal de alarme


Pergunta 6 de 61

No tratamento da artrite gotosa escolha a verdadeira:

Entericoxib na fase aguda.

Pergunta 7 de 61
Em relação à fibromialgia diga qual a correcta:

Durante a manhã a paciente pode ter a sensação de edema das mãos.

Pergunta 9 de 61

Caso de uma mulher de 68 anos que apresentava na densitometria t-score≥ -2,5. Assinale a
resposta certa:

O quadro pode dever-se a uma situação de hiperparatiroidismo.

Pergunta 10 de 61

Quadro clínico de osteoporose com densitometria com t-score ≥ -2,5. Assinale a verdadeira:

É necessário durante o rastreio descartar fracturas.

(novamente o caso clínico era muito grande mas tenho a certeza da resposta certa!)

Pergunta 11 de 61

Na Artrite Psoriática é verdade que:

a) A forma mais comum é a oligoarticular

b) Raramente cursa com erosão óssea

c) Afecta mais as IFP

d) Raramente se apresenta na forma assimétrica

e) Não está indicada a terapêutica com imunossupressores

Resposta certa: a)

Pergunta 12 de 61

HLA-B27

a)É positivo em 10% da população

b) 60% da população com HLA-B27 positivo desenvolve EA (ou coisa do género)

c) Está presente em menos de 30% dos doentes com EA

d) Tratamentos biológicos induzem negatividade

e)Todas verdadeiras

Resposta certa: a)
Pergunta 13 de 61

Qual dos seguintes fármacos pode ser utilizado no tratamento da Fibromialgia?

a) Ciclobenzaprina

b) Minacipram

c) Duloxetina

d) Amitriptilina

e) Todas as anteriores

Resposta certa: e)

Pergunta 14 de 61

No Lúpus Eritematoso Sistémico:

A vacina anti-pneumococcica está indicada

Apresenta-se com nefrite

Apresenta-se com linfopenia

A exposição solar está recomendada no défice de vitamina D

É possível detectar-se anticorpos anti-dsDNA

R: A,C,E

Pergunta 16 de 61

Doente de 35 anos, sexo feminino, com fenómeno de Raynauld nas mãos há um ano. Sem
outras queixas importantes. Como orientar?

R: Fazer pesquisa de ANA para rastreio de doença reumática sistémica.

Pergunta 17 de 61

Doente de 45 anos, sexo masculino, com gonalgia. Qual das seguintes afirmações é
verdadeira?

R: Pode ser uma dor referida.


Pergunta 18 de 61

Sobre o tratamento da fibromialgia, qual é verdadeira?

R: É possível obter-se uma melhoria clínica significativa com a medicação.

Pergunta 19 de 61

Sobre a avaliação diagnóstica da fibromialgia, qual é verdadeira?

R: Os distúrbios de sono são uma manifestação típica a pesquisar.

Pergunta 20 de 61

Relativamente as fracturas osteoporóticas, é verdade que:

Para o mesmo valor de densitometria óssea o risco de fractura é maior para quem já sofreu
fractura anterior.

Pergunta 21 de 61

Homem de 45 anos, com gonalgias no joelho direito. Antecedentes de gota. Relativamente a


este caso clinico qual a afirmação correcta?

É fundamental fazer o diagnóstico diferencial com artrite séptica.

Pergunta 22 de 61

O João é um jovem de 23 anos que apresenta a 7 dias o 2º dedo do pé tumefacto associado a


dor lombar e cervical. Dos seguintes diagnósticos qual/quais os mais prováveis?

Espondilite anquilosante

Artrite reactiva

Pergunta 23 de 61

Relativamente ao tratamento da osteoporose, é verdade que:

O ranelato de estrôncio não demonstrou ser mais eficaz que os bifosfonatos.


Pergunta 24 de 61

Relativamente ao tratamento da artrite reactiva, é verdade que:

Frequentemente é tratada com AINES.

Pergunta 25 de 61

Qual o tratamento de primeira linha da Artrite Reumatóide?


Resposta: Metotrexato e imunossupressores não biológicos.

Pergunta 26 de 61
Mulher de 25 anos, com valores de densitometria óssea de T=-2,0 para L1-L4 e T=-2,6 para L2,
sem antecedentes patológicos e medicamentosos. Qual a patologia provável?
Resposta: Baixo pico de massa óssea.

Pergunta 27 de 61
Quais as características da AR? - assinalar apenas
Resposta: Poliartrite das articulações metacarpofalângicas e metatarsofalângicas.

Pergunta 28 de 61
Qual a patologia que corresponde a uma poliartrite crónica?
Resposta: Artrite Psoriática.

Pergunta 29 de 61
Quais os casos que devem ser encaminhados para a Reumatologia? - assinalar apenas
Artrite Reumatóide com menos de três meses de evolução
Resposta: LES sem envolvimento articular

Pergunta 30 de 61
Das seguintes patologias quais possuem anticorpos antinucleares positivos?

a. Sindrome de Sjogren
b. Diabetes Mellitus 1
c.Doença de Graves
d. Artrite IdiopaticaJuvenil oligoarticular
e. Esclerose sistémica
f. Todas falsas
R:a,b,c,d,e
Pergunta 31 de 61
Rx de uma fractura do úmero. Qual a estrutura que pode ter sido lesada?

a. Plexo braquial
b. Nervo axilar
c. Nervo cubital
d. Nervo radial
e. Nervo mediano
R: d

Pergunta 32 de 61

Rx de fractura do úmero. Que tipo de traço possui a fractura?

R: oblíquo curto

Pergunta 33 de 61

Rx de fractura do punho. Que tipo de fractura?

A. extra articular
B. intra articular
C. cominutiva
R: só A

Pergunta 34 de 61
Relativamente aos ultra sons, qual a resposta correcta

A. Têm efeito fibrinolítico


B. É um processo vibratório
C. Têm efeito químico

R: A,B e C são verdadeiras

Pergunta 35 de 61

Em relação ao LASER, assinale a verdadeira:

A- Aumenta o pH intracelular;
B- Só é usado em zonas dolorosas;
C- É um tipo de luz;

R: A e B Falsas, C verdadeira

Pergunta 36 de 61
Qual não constitui principio no tratamento das fracturas?
- Consolidação da fractura;
- Reabilitação da função muscular

Pergunta 37 de 61

Qual das seguintes técnicas não faz parte no tratamento das fracturas?

- Redução aberta e fixação...


- Redução fechada e fixação...
- Osteotaxis
- Encavilhamento com cavilha extramedular
- Fios percutâneos
D

Pergunta 38 de 61
Das seguintes fracturas, em qual delas é o método de tração o método preferencial?

- Fractura da diáfise femoral nas crianças


- Fractura do colo femoral

Pergunta 39 de 61
Caso clínico de individuo do sexo masculino de 55A, com dor súbita no braço ao carregar
cimento.
Tem uma imagem em que é mostrada uma tumefação no braço direito.
Qual o diagnóstico mais provável?

- Rotura da longa porção do bíceps

Pergunta 40 de 61

Os três pontos anatómicos mais facilmente identificáveis no cotovelo são:


a) Olecrânio
b) Epicôndilo
c) Epicôndilo medial (epitróclea)
d) A + C
c) A + B + C

R: c)

Pergunta 41 de 61
Quando podemos considerar pseudoartrose? (verdadeira)

R: Quando pelo tempo decorrido, pela clínica e pela avaliação radiográfica se vê que a lesão já
não vai evoluir no sentido da cura.
Pergunta 42 de 61
Qual não é causa de pseudoartrose?

R: Fixação estável das fracturas.

Pergunta 43 de 61
Em relação aos tipos de calor, escolha a correcta.

R: Um tipo de calor superficial é o parafango.

Pergunta 44 de 61
Correcta sobre a técnica RICE:
a) Tem como objectivo circunscrever a lesão.
b) Não tem influencia na atrofia muscular.
c) Não tem influencia na sensibilização central.

R: A verdadeira, B e C falsas.

Pergunta 45 de 61

De acordo com a pseudartrose e as suas apresentações mais frequentes, qual a que tem
melhor prognóstico na altura do diagnóstico:

Pseudartrose neurotrófica,

Pseudartrose atrófica,

Pseudartrose hipertrófica

Pergunta 46 de 61

Qual o tratamento de eleição numa fractura da clavícula (1/3 médio):

Resposta: Imobilização com ligadura em cruzado posterior

Pergunta 47 de 61

Na manobra de Phallen observa-se:

Posição dos punhos em extensão

Desvio ulnar

Desvio radial

Posição dos punhos em flexão


D

Pergunta 48 de 61

Punhos em pronação dolorosa devido:

Resposta: Sub-luxação da tacícula radial do ligamento anular

Pergunta 49 de 61
A Dor
A – Aparece sempre com lesões activas
B – A dor é apenas um sintoma, não uma doença
C – O tratamento da dor crónica deve centrar-se apenas na patologia que lhe deu
origem

a) São todas verdadeiras


b) Só A é verdadeira, B e C são falsas
c) Só B é verdadeira, A e C são falsas
d) Só C é verdadeira, A e B são falsas
e) São todas falsas

Resposta certa: e)

Pergunta 50 de 61

Em relação à luxação do ombro qual é a incorrecta:

Resposta: A luxação posterior é a mais frequente

Pergunta 51 de 61

A verdadeira sobre epifisiólisefemuralpróximal:

R: É mais comum entre os 11 e os 14 anos.

Pergunta 52 de 61

<Q>Na luxação congénita da anca, é falso que

<C>Há uma tendência familiar

<C>É mais vulgar nos casos de parto com apresentação pélvica

<C>É mais frequente no sexo masculino

<C>A probabilidade de cura aumenta com a precocidade do diagnóstico

<C>O despiste deve ser efectuado sistematicamente no recém-nascido


C

Pergunta 53 de 61

Relativamente à Doença de Dupuyetren

A. Tem predisposição genética


B. É dez vezes mais frequente no homem que na mulher
C. É dez vezes mais frequente na mulherqueno homem

R: A e B são verdadeiras

Pergunta 54 de 61

Qual a complicação mais séria de uma fractura supracondiliana do úmero, na criança?

R: Secção da artéria umeral.

Pergunta 55 de 61

Qual o tratamento mais indicado numa fractura diafisária da tíbia, do tipo B3?

R: Encavilhamento centro medular.

Pergunta 56 de 61

Indique a afirmação falsa:

R: A prova de Trendelenburg permite pesquisar a insuficiência dos músculos adutores da anca.

Pergunta 57 de 61

Assinale as características verdadeiras da dor mecânica.

A-Aparece com o iníciomovimento.

B-Reaparece ao fim do dia.

C-Tem exacerbações nocturnas.

Resp: Só A + B

Pergunta 58 de 61

Q> Na classificação de Anderson e Gustillo numa fractura exposta do grau I:


<C> A ferida tem menos de 1 cm, habitualmente de aspecto punctiforme

<C> A ferida tem mais de 1 cm mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem mais de 3 cm, mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles sem atingimento vasculo-nervoso

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles com atingimento vasculo-nervoso

Pergunta 59 de 61

P: Sobre fractura da anca do idoso. Qual a V

R: Grau II corresponde a uma linha de fractura horizontal…

Pergunta 60 de 61

Img: com um Sr que não consegue abduzir o braço mais de 30º e faz movimento de báscula
com a omoplata, levantando o ombro.

P: Sr dirige-se às urgências com dores no ombro direito….

R: Provável ruptura da coifa dos rotadores

1- A espondilite anquilosante:
a) Ocorre na maioria dos doentes com HLA B27 positivo.

b) Causa lombalgia com alívio nocturno.

c) Cursa com formação de sindesmófitos na coluna nos primeiros meses de doença.

d) Causa rigidez matinal prolongada da coluna lombar.

e) a e d são verdadeiras.

Resposta: d)

2- No caso de uma mulher de 35 anos, pré-menopáusica, magra, com hábitos tabágicos,


deve-se:
a) Realizar Densitometria óssea da coluna lombar.

b) Realizar Densitometria óssea da coluna lombar e colo do fémur.

c) Realizar Densitometria óssea e doseamento do cálcio e fósforo séricos.


d) Prescrever um bifosfonato caso a Densitometria óssea tenha valores de osteoporose.

e) Não realizar Densitometria óssea.

Resposta: e)

3- Em relação às seguintes afirmações sobre os agentes físicos qual é a resposta correcta?


A - O frio parece ter um efeito contra-irritante;
B - O frio e o calor aumentam o espasmo muscular;
C - O frio não pode provocar aquecimento dos tecidos.

a) A, B e C são verdadeiras
b) Só A é verdadeira
c) Só B é verdadeira

d) Só C é verdadeira

e) A e C são falsas

Resposta: b)

4 – Relativamente à doença de Dupuytren (indique a afirmação mais completa e correcta):

A – Tem uma predisposição genética

B – É dez vezes mais frequente nos homens que nas mulheres

C – É dez vezes mais frequente nas mulheres que nos homens

Resposta: A e B

5 – Numa luxação do cotovelo é correcto afirmar-se que a posição relativa dos pontos
anatómicos de referência está:

A – Inalterada

B – O vértice distal do triângulo de Nelaton está descolocado posteriormente

C –O vértice proximal do triângulo de Nelaton está deslocado proximalmente

Resposta: Só B

6 - Em relação ao Osteocrondroma:
R: O tamanho no Rx difere do tamanho à palpação (era +/- isto)
7 – Numa mulher de 30 anos com poliartrite simétrica e aditiva envolvendo as pequenas
articulações, há 15 dias, qual o diagnóstico mais provável?

A - LES

B - Artrite Viral

C - Artrite Reumatóide

D - Artrite Psoriásica

E - Todas as anteriores

Resposta: E

8 - Relativamente à artrite, qual é menos frequente?

A- Dor agravada com movimentos activos da articulação


B- Dor à palpação de toda a entrelinha articular
C- Dor ausente à mobilização passiva da articulação
D- Rigidez articular matinal de duração superior a 30 min
E- Presença de derrame articular

Resposta C

9 - Qual das seguintes afirmações em relação ao frio está correcta:

A- Diminui em primeiro lugar a condução das fibras


B- Não se usa na dor crónica
C- Não tem efeito no limiar da percepção
D- Diminui o reflexo ao estiramento
E- Não se usa em traumatologia

Resposta D

10 - Na terapêutica médica da gonartrose:

A- O exercício físico deve ser contra indicado


B- A terapêutica tópica com antiinflamatórios não é útil
C- Os analgésicos opiáceos nunca estão indicados
D- O paracetamol pode ser usado diariamente em dose fixa até 1 gr 4 i.d.
E- Os coxibes são antiinflamatórios de 1ª escolha em todos os doentes

Resposta D

11 - Mulher de 25 anos com densitometria mostrando índice T=-2,0 na coluna lombar L1-L4,
índice T=-2,6 em L2, sem antecedentes patológicos ou medicamentosos, o diagnóstico mais
provável é?

A- Osteoporose precoce
B- Osteomalácia
C- Baixo pico de massa óssea
D- Osteoporose focal
E- Doença óssea de Paget

Resposta C

12 - Em relação à artrite reumatóide:


- Diminui a esperança média de vida

13 - No exame físico da anca, a presença de um sinal de Thomas positivo significa:

<C> Encurtamento do membro superior

<C> Encurtamento abaixo da anca

<C> Deformidade fixa em flexão da anca

<C> Deformidade fixa em rotação externa

<C> Deformidade fixa em rotação interna

14 - A artrite reumatóide deve ser tratada:

<C> Em primeira linha de forma sintomática.

<C> Em primeira linha com metotrexato e/ou outros imunossupressores.

<C> Com corticosteróides exclusivamente nos episódios de agudização.

<C> Com doses moderadas a altas de corticosteróides orais, de forma crónica.

<C> Sem nenhuma intervenção do médico de família.

15 - Relativamente à aplicação de calor qual a resposta correcta?

A. – O aquecimento local usa-se para melhorar a permeabilidade capilar

B. – O aquecimento das lesões ajuda sempre à sua cicatrização

C. – O aquecimento tem um efeito apenas local

<C> A, B e C são verdadeiras


<C> Só A é verdadeira

<C> Só B é verdadeira

<C> Só C é verdadeira

<C> A, B e C são falsas

16 - Pela classificação de Anderson e Gustillo uma fractura exposta do grau I pressupõe que:

<C> A ferida tem menos de 1 cm, habitualmente de aspecto punctiforme

<C> A ferida tem mais de 1 cm mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem mais de 3 cm, mas sem grande destruição cutânea

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles sem atingimento vasculo-nervoso

<C> A ferida tem grande extensão de tecidos moles com atingimento vasculo-nervoso

17 - Relativamente à artrite, qual das seguintes observações é a menos frequente:

<C> Dor agravada com movimentos activos da articulação.

<C> Dor à palpação de toda a entrelinha articular.

<C> Dor ausente à mobilização passiva da articulação.

<C> Rigidez articular matinal de duração superior a 30 minutos.

<C> Presença de derrame articular.

18 - Nos tumores ósseos é correcto afirmar:

<C> Os tumores ósseos benignos surgem habitualmente após os 40 anos

<C> Os tumores ósseos malignos cessam o seu crescimento com a maturidade

<C> O osteoma osteóide aparece como uma área quente no cintilograma ósseo

<C> O osteocondroma é o tumor ósseo benigno mais frequente

<C> Os tumores ósseos malignos primários são mais frequentes que os malignos secundários
C

25 - No cotovelo existem três pontos anatómicos facilmente identificáveis e importantes para


o diagnóstico.

<C> Olecrânio

<C> Epicôndilo lateral

<C> Epicôndilo medial (epitróclea)

<C> A+C

<C> A+B+C

26 - Doente de 45 anos que entra no Serviço de Urgência com dor e impotência funcional do
membro inferior esquerdo. Na anamnese refere que foi vítima de acidente de viação (colisão
frontal de duas viaturas). Ocupava o lugar da frente do lado direito e ia com as pernas flectidas
no momento da colisão. A figura ao lado mostra o exame à inspecção. Qual a hipótese mais
correcta?

<C> Hemiplegia à esquerda

<C> Contractura muscular de defesa

<C> Possível fractura do fémur

<C> Luxação da anca

<C> Luxação do joelho

27 - Uma fractura bi-maleolar de tipo A, caracteriza-se por:

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está abaixo da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está acima da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo peronial está ao nível da sindesmose

<C> Traço de fractura do maléolo tibial está abaixo da sindesmose


<C> É o mesmo que fractura de Maisonneuve

29 - Observa um indivíduo do sexo masculino, 60 anos de idade, referindo na consulta


poliartralgias de instalação insidiosa e evolução crónica, envolvendo de forma simétrica as
pequenas articulações das mãos. Nos exames complementares apresenta factores
reumatóides positivos.

Qual das seguintes afirmações é a mais correcta:

<C> Os diagnóstico de artrite pode ser excluído

<C> O diagnóstico definitivo é artrite reumatóide

<C> Deve-se dosear de imediato o ácido úrico sérico

<C> A avaliação do ritmo da dor é um parâmetro fundamental a avaliar

<C> A ausência de eritema sobre as áreas articulares exclui artrite

31 - Fractura patológica –
R: Osso que está previamente “deteriorado”

32 – O que é Creepping substituiton?


R: consolidação osso esponjoso

33 – Sobre exames complementares de diagnóstico:

R: Eco diagnostica lesão periarticular

34 - Caso clínico de individuo do sexo masculino de 55A, com dor súbita no braço ao
carregar cimento.
Tem uma imagem em que é mostrada uma tumefação no braço direito.
Qual o diagnóstico mais provável?

R: Rotura da longa porção do bíceps

Resposta: d)
36 - A luxação da anca pode complicar com:
a) Necrose avascular;
b) Pseudoartrose;
c) Paralisia do nervo ciático;
d) A + B;
e) A + C.

Resposta: e) A+C

37 - A causa mais frequente de hemartose aguda é:


a) Rotura do menisco externo;
b) Rotura do menisco interno;
c) Rotura do ligamento lateral interno;
d) Rotura do ligamento cruzado anterior.

Resposta: d)

39 - Quando podemos considerar pseudoartrose? (verdadeira)

R: Quando pelo tempo decorrido, pela clínica e pela avaliação radiográfica se vê que a lesão já
não vai evoluir no sentido da cura.

40- Uma fractura de Galeazzi implica:


a) Fractura do rádio e luxação proximal do cúbito
b) Fractura do cúbito e luxação proximal do rádio
c) Fractura do rádio e luxação distal do cúbito
d) Fractura do cúbito e luxação distal do rádio
e) Todas as anteriores
Resposta c:

41- A presença do sinal de tecla na articulação do ombro, é sugestiva de:


a) Luxação anterior do ombro
b) Luxação anterior do ombro associada a fractura do colo cirúrgico do úmero
c) Luxação acrómio-clavicular
d) A+B+C
e) A+C
C
42- Acerca da Artrite Psoriásica é verdade que:
a) Apresenta-se frequentemente como poliartrite simétrica e aditiva
b) Apresenta-se frequentemente como oligoartrite assimétrica
c) Afecta frequentemente as interfalângicas distais das mãos
d) Pode causar destruição das articulações envolvidas
e) Todas as anteriores
E

45 - Na Artrite Psoriática é verdade que:

a) A forma mais comum é a oligoarticular


b) Raramente cursa com erosão óssea
c) Afecta mais as IFP
d) Raramente se apresenta na forma assimétrica
e) Não está indicada a terapêutica com imunossupressores

Resposta certa: a)

46 - Em relação à luxação do ombro qual é a incorrecta:

Resposta: A luxação posterior é a mais frequente

47 - Relativamente ao tratamento da osteoporose, é verdade que:

R: O ranelato de estrôncio não demonstrou ser mais eficaz que os bifosfonatos.

48 - Qual dos seguintes fármacos pode ser utilizado no tratamento da Fibromialgia?

a) Ciclobenzaprina

b) Minacipram

c) Duloxetina

d) Amitriptilina

e) Todas as anteriores

Resposta certa: e)
49 - Paciente de 30 anos, sexo feminino, apresenta-se por dores articulares nos punhos e
interfalâncias bilateralmente, há cerca de 2 meses. Refere acentuada rigidez matinal.
Tumefacção elástica das interfalângicas distais.

R: Os anticorpos ANA são úteis para o diagnóstico

52 - Qual a patologia que corresponde a uma poliartrite crónica?


Resposta: Artrite Psoriática.

53 - Doente de 35 anos, sexo feminino, com fenómeno de Raynaud nas mãos há um ano.
Sem outras queixas importantes. Como orientar?

R: Fazer pesquisa de ANA para rastreio de doença reumática sistémica.

59 - Das seguintes patologias quais possuem anticorpos antinucleares positivos?

a. Sindrome de Sjogren
b. Diabetes Mellitus 1
c.Doença de Graves
d. Artrite IdiopaticaJuvenil oligoarticular
e. Esclerose sistémica
f. Todas falsas

R:a,b,c,d,e

60 - É uma medida que deve ser tomada após a 1ª crise de gota em todos os doentes:
a) Suspensão Alcoólica imediata
d) Receita de aluporinol cronicamente

(estavam ambas consideradas correctas)


2013
1-Em relação a aplicação da radiologia osteoarticular convencional num doente com artrite
precoce envolvendo as pequenas articulações das mãos e dos pés, com 12 semanas de evolução
é verdade que:
a. Deve requisitar-se radiografias das mãos e dos pés
b. Permite só por si estabelecer o diagnóstico de artrite reumatóide
c. Permite distinguir a artrite reumatóide da psoriática
d. É um método imagiológico sensível para a pesquisa de inflamação articular
e. Nenhuma das anteriores
A

2-Acerca das fracturas osteoporóticas é verdade que:


a.Nas mulheres a maioria ocorre nos 10 anos seguintes a menopausa
b .Nos homens ocorrem geralmente em idades mais precoces
c.As fracturas da anca ocorrem após os 75 anos
d.As fracturas vertebrais são uma causa frequente de dor lombar crónica
e.Todas as anteriores

3-Num doente que sofreu queda com traumatismo do punho em extensão e desvio radial da
mão é mais frequente:
a. Fractura estilóide do radio
b. Fractura de Colles
c. Fractura do escafóide cárpico

d. Fractura do trapézio
e. Luxação do semilunar

4-Em relação à densitometria é verdade que:


a.Deve ser realizada às mulheres logo após a menopausa
b.Está frequentemente indicada em indivíduos menores de 50 anos
c.Em mulheres com mais de 65 anos é geralmente suficiente realizar densitometria apenas no
colo do fémur
d.Os valores de densidade mineral óssea abaixo do limiar da osteoporose são patognomónicos
desse diagnóstico
e.As fracturas osteoporóticas podem ocorrer em indivíduos que têm apenas valores de
osteopenia

5-Uma fractura bi-maleolar do tipo A caracteriza-se por:


a.O traço da fractura do maléolo peronial está abaixo da sindesmose
b.O traço da fractura do maléolo peronial está acima da sindesmose
c.O traço da fractura do maléolo peronial está ao nível da sindesmose
d.O traço da fractura do maléolo tibial está abaixo da sindesmose
e.É o mesmo que a fractura de Maisonneuve

A
6- Uma mulher de 25 anos apresenta-se ao seu médico de família com poliartralgias envolvendo
os punhos e varias interfalangicas proximais de ambas as mãos com instalação insidiosa desde
há 2 meses. As dores agravam em repouso. Apresenta rigidez articular de predomínio matinal
com duração de 20 minutos. Ao exame verificou-se tumefacção elástica das interfalangicas
proximais. Acerca da orientação indique a verdadeira:
a.O cintigrama articular deve ser requerido para comprovar o diagnóstico clinico
b.A pesquisa de anticorpos anti-nucleares é útil para o diagnóstico diferencial
c.As radiografias das mãos provavelmente mostram grandes erosões articulares
d.A prova terapêutica com 10 mg de prednisolona oral diária durante 1 mês é opção de 1ª linha
no âmbito de MGF
e.Deve ser referenciada à reumatologia apenas se as queixas persistirem mais de 6 meses

7-O João tem 45 anos e recorreu ao SU por dor e tumefacção marcada do joelho direito, de
instalação aguda no dia anterior. Apresentava febre de 38.5 ºC. Ao examinar o joelho verificou-
se eritema local, o joelho está quente e a manobra de choque da rótula é positiva. Não tem
antecedentes de episódios similares. Assinale a opção mais correcta:
a.Com base nesta informação clinica a opção terapêutica de eleição é a Colchicina 1mg por dia
b.Deve determinar-se e uricemia para avaliar a hipótese de artrite gotosa
c.Deve realizar-se a artrocentese apenas se indicada drenagem do líquido para descompressão
articular
d.É uma apresentação sugestiva de polimialgia reumática
e.Nenhuma das anteriores

8-Homem, que não consegue abdução ombro esq.


R: Provável ruptura da coifa dos rotadores.

9-Patologias ANA positivas:


a) Diabetes mellitus
b)Sindrome Sjogren
c)
R: As respostas a, b, c são verdadeiras.

10-Característico da Artrite reumatóide


R: Poliartrite metacarpofalângicas e metatarsofalangicas.

12-No osteoma osteoide:


R: o alívio da dor com AAS é sinal patognomónico do tumor

13-No síndrome do túnel carpico, o nervo afectado é:


R: o nervo mediano
14-Constitui normas do tratamento de fracturas:
 Diminuir a dor
 Controlar a posição dos topos fractura
 Obter a união
 Recuperar a função
R: todas as anteriores

17-A fractura patológica é mais comum:


a) (...)
b) ocorre em osso fragilizado previamnte
c) (...)

19-Na patologia da anca há perguntas, expressões do doente e observações que podem ser
indicativas de um diagnóstico. Qual das seguintes afirmações não se adapta à patologia da anca?
R: cicatriz umbilical

20.Em Relação à regra RICE:


A-Não tem efeito na sensibilidade proprioceptiva
B- Usa-se para tratar a dor crónica
C- Usam-se anti-inflamatórios
D: Todas Falsas

21-Sobre a técnica de aplicação calor e frio:


R: Podem usar-se em situações agudas e crónicas

22-Quais os sinais de probabilidade de fractura:


A- Crepitação
B- Hematoma
C- Mobilidade anormal dos topos
D: B e C são verdadeiras

23-Angulo do cotovelo normal


R: aproximadamente 12º

25-Mulher 35 anos dor dorsiflexão e eversão do pé


R: hérnia L4 e L5

26-Qual o tratamento para a fractura do olecraneo observada na radiografia


 Apenas gesso braquio-palmar
 Redução da osteossíntese…
 Osteotaxis

A
27-Descreve-se uma fractura de Smith como
 Fractura de Colles invertida
 Fractura da extremidade distal do radio
 Fractura com desvio palmar do segmento distal do radio

ABC

28-Numa fractura supra cocleana do umero, quais as possíveis complicações


 Atingimento da artéria radial
 Contractura de Volkman
 Atrofia nervosa de….

AB

30-É característico de patologia articular inflamatória


 Ausencia de dor com movimentos activos da articulação
 Tumefacção articular de consistência elástica à palpação
 Ausencia de dor com movimentos passivos da articulação
 Alivio da dor com o repouso nocturno
 Rigidez articular com agravamento vespertino

31-Observe cuidadosamente a radiografia ao lado


 Fractura do perónio já com gesso
 Trata-se de uma fractura de tipo C e é possível existir uma ruptura da sindesmose anterior
 Trata-se de uma fractura de tipo A
 Venho por uma dor que passa pela anca, vai para a zona posterior da coxa e perna e
termina no dedo grande do pé

32-No tratamento da gota prescreve-se alopurinol


 sempre que ocorre uma crise de artrite gotosa
 Após a primeira crise numa dose inicial de 300mg
 A todos os doentes com… acima de 8mg/dl

Todas Falsas

33-É uma alterção analítica muito frequente em doentes com LES


 Leucopenia
 Proteinúria
 Complemento sérico C3 e/ou C4 diminuido
 Anemia
 Todas as anteriores são manifestações frequentes

E
34-Em relação aos agentes físicos
 Na diatermia usam-se correntes de alta frequência
 A aplicação de calor superficial chama-se diatermia
 As fontes de calor de alta frequência .. superior a 1000 Hz
 Não se utilizam para tratamentos de dor
 São métodos de tratamento que requerem material sofisticado

35-Nos doentes com fibromialgia é verdade que


 Não apresentam dor em repouso nocturno
 A fadiga melhora com o repouso nocturno
 A presença de parestesias pode simular uma compressão nervosa
 Ocorrem frequentemente períodos assintomáticos de alguns dias ou semnas
 Associação de sindrome depressivo major ocorre na maioria dos casos

36-Acerca da hiperuricemia é verdade que


 É causada apenas por factores ambientais
 A toma de diuréticos é um factor etiológico importante
 Quase todos os indivíduos com uricemia maior que ? desenvolvem artrite
 Sempre que está presente em doentes com artrite, permite diagnosticar gota
 A maioria dos indivíduos com hiperuricemia necessitam de terapêutica farmacológica

37-Não constitui causa de fractura patológica. Assinale a resposta incorrecta


R: Hipoparatiroidismo

38-Observe a radiografia anexa. Qual o diagnostico mais provável?


 Luxação do semi lunar
 Luxação do punho
 Fractura de colles

39-Sugestivo de fenómeno de Reynaud primário idiopático


R: Inicio antes dos 20 anos de idade

1 - Sr. Marcelino, 55 anos, operário da construção civil. Recorreu ao médico de família por dor
no ombro esquerdo há 1 mês sem factor desencadeante, de início insidioso (...)
R: Se não existir limitação dos movimentos passivos do ombro sugere patologia periarticular

2 - HLA-B27 (a mais correcta):


R: É negativo em menos de 5% dos doentes com espondilite anquilosante

3 - Na medição do triângulo de Bryant, um valor inferior ao normal no lado esquerdo significa


que:
A - Há encurtamento da tíbia esquerda
B - Há encurtamento na zona da anca esquerda
C - Há encurtamento do fémur direito
B

4 - Afirma-se que um músculo tem força de grau 3 quando:


a) É incapaz de realizar movimentos
b) Consegue realizar movimentos contra a gravidade, mas não contra resistência
c) Consegue realizar movimentos contra gravidade e contra resistência
d) Pequenas contracções musculares são visíveis ou palpáveis

8 - Aparece uma figura que mostra a Manobra de Finkelstein. Doente com dor no punho. Quais
as afirmações corretas:
a)Este teste permite avaliar a presença de patologia periarticular
b)O médico deve forçar a flexão lateral do punho com desvio cubital

9 - Tratamento farmacológico mais eficaz no tratamento da dor na fibromialgia:


a) Paracetamol e tramadol
b) Metrotrexato
c) Prednisona
d) Milnacipram

10 - Qual a patologia tumoral mais comum no sistema ósseo:


R: Carcinoma Metastático

11 - Em relação ao Lúpus Eritematoso Sistémico, qual afirmação é verdadeira:


R: A diminuição dos níveis de C3 e C4 é frequente no curso da doença

12 - Numa luxação do cotovelo é correcto afirmar-se que a posição relativa dos pontos
anatómicos de referência está:
A - Inalterada
B - O vértice distal do triângulo de Nelaton está deslocado posteriormente
C - O vértice proximal do triângulo de Nelaton está deslocado proximalmente
a) Só A
b) Só B
c) Só C
d) B+C
e) Nenhuma das anteriores está correcta

13 - No caso de um doente de 45 anos com gonalgias:


a) A presença de esclerose subcondral na radiografia confirma o diagnóstico de gonartrose
b) Uma tendinopatia da pata de ganso é uma causa muito frequente
c) A detecção de derrame articular comprova o diagnóstico de artrite
d) A presença de rigidez matinal de curta duração exclui o diagnóstico de gonartrose
e) O paracetamol é opção terapêutica de 2ª linha na gonartrose

B
14 - Na terapêutica médica da Gonartrose:
a) É contra indicado o exercício físico
b) Os anti-inflamatórios tópicos não são úteis
c) Paracetamol em dose física de 1gr de 6/6h
d) Não são usados opioides
e) (…)

15 - Na Classificação de Anderson Gustilo, fractura exposta de grau I:


a) Tem menos de 1 cm, de aspecto puntiforme
b) Tem mais de 1 cm sem (…)
c) Tem mais de 3 cm (…)
d) De grande extensão sem lesão dos vasos/nervos
e) De grande extensão com lesão dos vasos/nervos

16 - No exame físico da anca, a presença de um sinal de Thomas positivo significa:


a) Encurtamento do membro superior
b) Encurtamento abaixo da anca
c) Deformidade fixa em flexão da anca
d) Deformidade fixa em rotação externa
e) Deformidade fixa em rotação interna

17 - Agentes físicos:
a) Diatermia: usam-se correntes de ↑ frequência
b) Calor superficial → diatermia
c) Fontes calor ↑ frequente > 1000 Hz
d) Não é útil para a dor
e) Métodos com material sofisticado

18 - Assinale a afirmação errada:


a) A sinovite da anca (...)
b) A doença de Legg-Perthes apresenta-se entre os 6 e 9 anos.
c) (...)
d) O triângulo de Bryant serve para avaliar a adução das ancas
e) A doença de Legg-Perthes (...)

19 - Indique a afirmação correcta em relação ao uso dos ultrassons:


R: Algo do género - "O mecanismo de actuação é através do calor"
20 - Indivíduo do sexo masculino, 20 anos, que vem referenciado
por tumefacção da coxa, perda de peso e astenia. Após o exame físico
pede uma radiografia de face que se apresenta na figura ao lado. Qual
a hipótese de diagnóstico mais provável:
a) Mieloma Múltiplo
b) Osteossarcoma
c) Hemangioma
d) Osteoclastoma
e) Nenhuma das anteriores

21 - Fractura de stress é aquela que:


a) Ocorre em osso são, provocada por força superior à sua resistência
b) Ocorre em osso fragilizado previamente
c) Ocorre após microtraumatismos múltiplos
d) Ocorre em osso desmielinizado
e) Ocorre após corticoterapia prolongada

23 - A presença do sinal de Lachman mole no exame do joelho de um atleta, sugere (indique a


mais correta):
a) Rotura do segmento posterior do menisco lateral
b) Fractura da espinha posterior da tíbia
c) Rotura do L. C. A. (ligamento cruzado anterior)
d) Rotura do L. C. P. (ligamento cruzado posterior)
e) Rotura do tendão rotuliano

24 - Em Relação à regra RICE:


A - Não tem efeito na sensibilidade proprioceptiva
B - Usa-se para tratar a dor crónica
C - Inclui a utilização de anti-inflamatórios
D- Todas Falsas

25 - Uma avaliação rápida da função do ombro pode ser obtida pedindo ao doente para:
a) Levar a mão às costas
b) Levar a mão à nuca
c) Levar a mão ao ombro
d) A+B
e) A+B+C

26 - Na avaliação clínica de uma fractura podem-se recolher dados semiológicos que podem ser
agrupados em sinais de probabilidade e sinais de certeza. Constituem sinais clássicos de certeza
de fractura (assinale a mais correta):
A - Hematoma
B - Crepitação óssea
C - Mobilidade anormal dos topos

28 - Na epifisiólise femural proximal é verdade que:


a) Ocorre com mais frequência entre os 11 e os 14 anos de idade
b) A maioria dos doentes afectados têm um índice estato-ponderal normal
c) A normalidade do exame radiológico permite excluir o diagnóstico
d) Tem sempre um antecedente traumático como causa próxima
e) A gravidade do deslocamento é avaliada pelo quadro clínico

30 - Para classificar uma fractura bi-maleolar como de tipo A, é necessário existir:


a) Traço de fractura maléolo medial (interno) a nível da sindesmose
b) Traço de fractura maléolo madial (interno) a nível proximal ao da sindesmose
c) Traço de fractura ao maléolo lateral (externo) a nível distal ao da sindesmose
d) Traço de fractura no maléolo lateral a nível da sindesmose
e) Traço de fractura no maléolo lateral a nível proximal ao da sindesmose

31 - Em relação às fracturas traumáticas da diáfise femoral assinale a afirmação incorrecta:


a) A diáfise femoral é o segmento ósseo mais resistente do fémur apesar de ser pouco
vascularizada
b) Podem ser causa de perdas sanguíneas importantes na ordem de 300cc a 2litros podendo
estar na origem de um choque hipovolémico
c) O tratamento das fracturas diafisárias do fémur deve ser considerado uma urgência cirúrgica
d) A osteotaxis (fixadores externos) está indicada tanto no tratamento de fracturas fechadas
como no contexto de damage control
e) Recomenda-se a realização de um exame radiográfico da bacia devido à frequência de lesões
traumáticas associadas às fracturas diafisárias do fémur

32 - Na medição do comprimento dos membros inferiores existem regras a que devemos


obedecer de modo a obter dados rigorosos, fiáveis e reprodutíveis. Das seguintes afirmações
qual a verdadeira?
a) O comprimento real é medido desde a espinha ilíaca ântero-superior até ao maléolo externo
b) O comprimento real é medido desde o grande trocânter ao maléolo externo
c) O comprimento real é medido desde a virilha ao maléolo interno
d) O comprimento real é medido desde a espinha ilíaca ântero-superior até ao maléolo interno
e) O comprimento aparente é medido desde o apêndice xifoideu ou umbigo até ao maléolo
externo

D
35 - Qual a afirmação verdadeira sobre terapia com massagens:
a) Não tem efeito na dor crónica
b) Só tem efeito na dor crónica
c) Actua ao nível da medula
d) Não inclui fricção
e) Só actua nos receptores superficiais

36 - As fracturas da fise poderão originar mais frequentemente no segmento osteo-articular


atingido:
a) (...)
b) Paragem completa do crescimento ósseo
c) Paragem do crescimento ósseo no local da fractura
d) Pseudoartroses
e) Necrose avascular das epífises

37 - Uma das formas de caracterizar as fracturas é o traço. Assinale a correcta:


R: Uma fractura cominutiva caracteriza-se pela presença de uma linha oblíqua curta

38 - A pseudartrose é uma das possíveis complicações das fracturas. Quais das seguintes causas
pode constituir factor predisponente (Assinale a mais correta):
A - Interposição de tecidos moles
B - Instabilidade
C - Falta de vascularização
D - Infeção
F- Todas

39 - Numa fractura trocantérica o doente apresenta o membro com (assinale a resposta correta):
A - Eversão
B - Encurtamento
C - Inversão

40 - O Sr Miguel, de 54 anos, deu entrada no SU por dor e tumefação dos punhos, 4


metacarpofalângicas da mão e joelho direito, de início súbito há 8 dias (...) – O enunciado era
mais extenso, mas não consegui retirar, desculpem! Indicar a afirmação Verdadeira:
R: Caso seja artrite, deve estar presente dor à palpação de toda a entrelinha articular

41 - Em relação à aplicação da radiologia osteoarticular convencional num doente com artrite


precoce, envolvendo as pequenas articulações das mãos e dos pés, com 12 semanas de evolução
é verdade que:
a) (...)
b) A radiografia das mãos e punhos por si só não diagnostica artrite reumatoide
c) A radiografia convencional é pouco sensível para ver erosões articulares
d) As afirmações a) e b) são correctas
e) As afirmações b) e c) são correctas
E

42 - Acerca das fracturas osteoporóticas é verdaque que:


a) Nas mulheres a maioria ocorre nos 10 anos seguintes à menopausa
b) Nos homens ocorrem geralmente em idades mais precoces
c) As fracturas da anca ocorrem mais frequentemente após os 75 anos
d) As fracturas vertebrais são causa frequente de dor lombar crónica
e) Todas as anteriores

43 - Em relação à densitometra óssea é verdade que:


a) Deve-se realizar em mulheres logo após a menopausa
b) Está frequentemente indicada em indicíduos menores de 50 anos
c) Em mulheres com mais de 65 anos é suficiente realizar a densitometria apenas no colo do
fémur
d)Valores de densidade mineral óssea abaixo do limite da normalidade podem dever-se a outras
doenças, que não a osteoporose
e) (...)

44 - Sobre a artrite gotosa, assinale a verdadeira:


R: Em cerca de metade dos casos, a primeira crise de artrite não ocorre na 1ª metatarso-
falângica

45 - Doente com dores articulares e factor reumatóide negativo. Assinale a verdadeira:


R: A negatividade do factor reumatóide não exclui por si só o diagnóstico de artrite reumatoide

46 - Acerca da gota, qual a verdadeira?


R: Indivíduos com hiperuricemia assintomática geralmente não necessitam de tratamento com
alopurinol

47 - A Joana tem 35 anos e apresenta fenómeno de Raynaud há 1 ano. Sem outras queixas. Que
se deve fazer?
R: Pesquisa de ANA para pesquisa de possível doença reumática sistémica

48 - Quais as afirmações corretas em relação à Artrite Psoriática?


i) Apresenta frequentemente poliartrite crónica e aditiva
ii) Causa erosões e deformações nas articulações
iii) (...)
iv) (...)
R: Estão correctas as opções i) e ii)

49 - A senhora X tem 51 anos e hipotiroidismo. O médico mandou fazer densitometria óssea


obtendo como resultados T=-1,3 e T=-0,2, na densitometria lombar e do fémur respectivamente.
Qual a melhor opção terapêutica nesta situação?
R: Perguntar por antecedentes familiares de fracturas

50 - Doente com 60 anos e gonalgia. Qual a mais correcta:


a) A presença de rigidez matinal de 15 min não exclui por si só o diagnóstico
b) A tendinite da pata de ganço é uma causa rara
c) O paracetamol não constitui uma terapêutica de primeira linha
d) Raio-x com esclerose subcondral no compartimento interno é um dado a favor de artrite

51 - No tratamento da fibromialgia:
a) A cessação da actividade laboral pode conduzir ao agravamento do quadro clínico
b) O exercicio físico não é rocomendado
c) Os opióides costumam resultar em boa resposta terapêutica

52 - Na avaliação da fibromialgia:
R: A fadiga intensa matinal é manifestação frequente

53 - Sr. Flávio, 66 anos, vai ao médico de família por gonalgia intensa do joelho direito, desde a
véspera à noite, sem melhoria com o repouso. O joelho está tumefacto e com rubor. Tem
podagra (3 episódios no último ano). Faz Alopurinol. Ao exame objectivo observa-se uma ferida
purulenta na perna direita. O que se deve fazer?
R: Descartar a hipótese de artrite séptica

54 - Em relação à artrite reactiva, assinale a opção correcta:


R: Frequentemente é causada por doença sexualmente transmissível

55 - Em relação à artrite reumatóide, qual é a opção correcta?


R: O tratamento de primeira linha é feito com metrotrexato e imunossupressores não biológicos.

56- Quais os casos que devem ser encaminhados para a Reumatologia?


I)Poliartrite com 7 semanas de evolução
III) Lúpus Eritematoso Sistémico sem envolvimento articular
R: I e III são corretas

57 - Qual a correta sobre Artrite Reumatóide?


R: É uma poliartrite aditiva que afecta as pequenas articulações

58 - Que poliatrite envolve as pequenas articulações das mãos:


I) Artrite Psoriática
III) Lúpus Eritematoso Sistémico
R: I e III são corretas
2014

1. Homem idoso com calor na cabeça, na zona occipital, e dores nas pernas
A. Polimialgia reumatológica certo
B. Arterite de células gigantes
C. Doença de Paget.
D.
E.
R: C

2 Mulher 83 Anos, T SCORE -3.5 cálcio e fósforo baixo e FA alto.


A. osteomalacia
B. Osteoporose
C. Doença óssea de Paget
D. Hiperparatiroidismo primário
E.
R: A

3. Papel de Ecografia na patologia


> Doppler: artrite ativa da metacarpofalângica
> Não mostra as erosões articulares da artrite psoriática.
R: A

4 Anticorpos que não estão presentes no LES


> Anti-SCL

5. Tratamento preventivo com Bifosfonatos


A. osteoporose masculina.
B. Doença Paget
C. GC crónicos
D. (...)
E. Todas as anteriores
R: E

6. Homem medicado com Alopurinol, colchicina, sem cuidados na alimentação, sofre


crises repetitivas de gota sintomática, parando o Alopurinol nas crises, e tomando a
indometacina. Qual a atitude mais correta neste caso?
A. Continuar o tratamento com Alopurinol. certo
B. Fazer restrição severa dos alimentos que contém purinas.
C. Aumentar a Dose de colchicina.
D. Fazer prevenção diária com indometacina, em dose aumentada.
E. Todas as anteriores.
R: B

7. Verdadeira:
Fraturas patológicas não tem q ter necessariamente valores de osteoporose.

8. Verdadeira:
Z SCORE muito baixo pode ser causa de osteporore secundária.

9. Dores no ombro. Papo na clavícula. Rigidez matinal mais 30min. Dor a manipulação
ativa e passiva.
> Artrite certo
> Artrose
> Bursite subacromial
> Polimialgia reumática
R: B
10. Qual não é causa secundária de osteoporose?

A. Hipotiroidismo certo
B. Metotrexafo
C. Hipogonadismo
D. Hiperparatiroidismo
E. SIDA/HIV
R: A
11. Doença óssea de Paget
> Cintigrafia é específica para o diagnóstico.

12. Qual a manifestação mais precoce da artrite proriatica


A. Oligoartrite periférica
B. Dactilite
R: A

13. Qual das seguintes sintomas não é da esclerose sistêmica?


> Erosões articulares.

14. Qual das seguintes não está presente na espondilite anquilosante?


> Artrite das metacarpofalângicas.

15. Qual não está associada à deposição de cristais de cálcio nas articulações?
> Poliartrite/artralgias crónica

1. Em relaçao ao osteossarcoma:
a. Mais comum dps dos 70 anos
b. Bacia é a localizaçao mais comum
c. Raramente metastiza para o pulmão
d. No raio x skip lesions nas vertebras
(d correta)

2. Em relação à poliomiosite (falsa):


a. Raro nas crianças
b. Diminuição da força de preensão
c. Eritema heliotrópio
d. Morte por insuficiencia respiratória
(b correta)

3. A causa mais frequente de hemartose aguda e:


a) Rotura do menisco externo
b) Rotura do menisco interno
c) Rotura do ligamento lateral interno
d) Rotura do ligamento cruzado anterior
e) Nenhuma das anteriores
Resposta certa: D

8. Relativamente à ferramenta FRAX qual é o parâmetro avaliado:


A. Idade da menarca
B. Consumo diário de cálcio e lacticínios
C. Fraturas da anca nas avós
D. Tabagismo actual E. Todas as anteriores
Resposta: D.

9. A Drª Júlia observou no S.U. os seguintes casos de lombalgia. Na sua avaliação


diagnóstica, em que caso tem menor utilidade requisitar exames complementares de
diagnóstico? a) homem de 25 anos, com lombalgia há 6 meses. A dor surge sobretudo
de manhã e as queixas melhoram depois de cerca de 30 minutos. Melhora se tomar
AINE.
b) homem de 54 anos. Lombalgia há 2 meses, limitada à zona de L2. Sem relação
de esforço/repouso.
c) homem de 48 anos. Lombalgia há 4 anos com crises intermitentes, afetando
toda a coluna lombar. Piora com esforços e melhora se tomar AINEs.
d) mulher de 74 anos. Lombalgia centrada em L4, inicio há 2 semanas apos
escorregar em casa.
e) mulher de 68 anos. Lombalgia há 3 meses. Perda de 3kg de peso desde há 2
meses. Suores nocturnos desde há 4 meses.
R: C

10. Em relação ao osteossarcoma, qual a verdadeira:


a) não se vê triângulos de Codman no Rx
b) é mais comum nos idosos (a partir dos 70 anos)
c) a localização mais comum é a bacia
d) não metastiza para o pulmão
e) podem aparecer metástase saltitantes ("skip lesions")
(resposta e)

11. Quais permitem alivio sintomático na fibromialgia


a. Paracetamol e aines
b. Duloxetina
c. Narcoticos
d. Gabapentina
e. Todas as anteriores
Certa E
EXAMES 2015-2016 COMPILAÇÃO LOCOMOTOR

Na Classificação de X e Anderson uma fratura de grau 1 corresponde:

A – A ferida tem mais de 1 cm mas sem grande destruição óssea

B – A ferida tem mais de 3 cm mas sem grande destruição óssea

C - A ferida tem menos de 1 cm com grande destruição óssea

D – A ferida tem menos de 1 cm mas sem grande destruição óssea

E – A ferida tem mais de 2 cm mas sem grande destruição óssea

R: D

Nas fraturas dos ossos do antebraço

A – Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação e gesso fechado nos adultos e
fixação com placa nas crianças

B – Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação nas crianças e redução aberta e
osteossíntese nos adultos

C – Regra geral o melhor Tx consiste na manipulação e redução quer nos adultos quer nas
crianças

D – Regra geral o melhor tratamento consiste na redução aberta e fixação com placas quer na
criança quer no adulto

E – Regra geral o melhor tratamento consiste na manipulação fixação à mínima com fios de
Kirschner nos adultos e nas crianças

R: B

A “creeping substitution” é um processo de:

A – Consolidação do osso cortical

B – Metastização óssea

C – Consolidação do osso esponjoso

D – Crescimento ósseo

E – Calcificação heterotópica

R: C

Uma fratura de Rolando consiste:


A – Fratura oblíqua longa da cabeça do 1º metacarpo

B – Fratura oblíqua curta da cabeça do 1º metacarpo

C – Fratura linear da base do 1º metacarpo

D – Fratura multi-esquirolosa da base do 1º metacarpo

E–

R: D

Doente de 50 anos de idade, vítima de queda, dá entrada no SU com encurtamento significativo


do MI direito, rotação externa do mesmo, sem alterações vasculo-nervosas. Diagnóstico mais
provável:

A – Fratura Trocantérica

B – Fratura basicervical do colo femoral

C – Luxação da anca

D – Fratura subcapital do colo femoral

E – Nenhum dos anteriores

R: A

Para o estudo da mobilidade articular qual a FALSA:

A – Nas articulações dos membros a mobilidade deve ser comparada com o lado são

B – A capacidade de mobilidade ativa é avaliada pedindo ao doente que se mova

C – A mobilidade deve ser pesquisada com pormenor, considerando zero graus a posição
anatómica descitiva

D – A flexão-extensão é o movimento efetuado no plano frontal

E – As rotações são efetuadas no eixo do membro que corta o plano horizontal

R: D

Em relação ao Sinal de Trendelenburg Positivo, assinale a verdadeira:

A – O doente consegue em apoio monopodálico elevar a bacia do mesmo lado

B – O doente em apoio bipedal fica com a bacia mais elevada num dos lados

C – Pode haver incapacidade da normal ação dos músculos abdutores

D – Não há deslocação do fulcro? Em relação às cargas exercidas sobre os MI

E – Não há deformidade da cabeça ou colo do fémur

R: C
A tenossinovite de Quervain

A – Pode simular rizartroses

B – Origina tumefação no dorso do punho

C – Origina dor na face interna do joelho

D – Pesquisa-se pela manobra de Phalen

E – Exige D.D com tendinite da coifa dos rotadores

R: A

Qual das seguintes afirmações sobre gota lhe parece menos correta:

A – Começa quase sempre no halux

B – Na mulher é bastante rara antes da menopausa

C – Responde bem a AINE’s na fase aguda

D – Pode ser precipitada por diuréticos

E – Está associada a obesidade e HTA

R: A

Homem de 35 anos que recorre ao SU com monoartrite aguda do joelho sem antecedentes de
traumatismo. Que ECD considera mais importante?

A – Rx do joelho

B – Ecografia do joelho

C – Doseamento da uricémia

D – Artrocentese

E – Qtficação VS e PCR

R: D

Em qual das situações pode aparecer aumento do volume do joelho

Proliferação degenerativa

Contexto traumático

Contexto infeccioso

A – A+B

B – A+C

C – B+C

D – A+B+C

E–A

R: D
Em relação às luxações traumáticas do joelho é falso

A – São mais frequentes no adulto. Nas crianças predominas as fraturas


B – A luxação postero-lateral é a forma mais frequente

C – O tx das luxações é cirúrgico

D – Nas luxações do cotovelo devem-se procurar fraturas associadas

E – Uma luxação posterior produz sensação de encurtamento do membro

R: C

Qual das seguintes afirmações relativamente às fraturas do colo do úmero é a mais correta?

A – Predomina na 3ª idade

B – De um modo geral o tx cirúrgico é o mais indicado

C – A lesão do nervo circunflexo é muito frequente

D – É causada por contusão direta

E – Fraturas cominutivas (4 frag) devem sempre ser tratadas com artroplastia do ombro

R: A

Na (???) femoral proximal é verdade que

A – Ocorre com mais freq. Entre os 11 e 14 anos idade

B – A maioria dos doentes afetados têm índice estato-ponderal normal

C – A normalidade do examwe radiográfico permite excluir o Dx

D – Tem sempre antecedentes traumáticos como causa próxima

E – A gravidade do deslizamento é avaliada pelo quadro clínico

R: A

Doente 20 anos, M, com derrame extra-articular do joelho após queda. A punção articular
mostra a presença de hemartrose com ?? de gordura. Rx não apresenta sinal de fratura. Dx
mais provável é:

A – Rotura do menisco lateral (externo)

B – Rotura do menisco medial (interno)

C – Fratura osteocondral

D – Rotura do ligamento cruzado anterior

E – Rotura da artéria genicular interna


R: C

Uma fratura de Galeazzi implica

A – Fratura do rádio e luxação próximal do cúbito

B – Fratura do cúbito e luxação proximal do rádio

C – Fratura do rádio e luxação distal do cúbito

D – Fratura do cubito e luxação distal do rádio

E – Fratura do cúbito e luxação do cotovelo

R: C

Doente 45 anos de idade, vítima de queda com traumatismo direto do ombro esquerdo. Na
urgência é observado o doente tal como aparece na figura. Qual o Dx provável

A – Luxação acrómio-clavicular

B – Luxação esterno-clavicular

C – Fratura da clavícula

D – Luxação do ombro

E – Torcicolo

R: C
A avaliação do Rx requer atenção a pequenos pormenores. Neste Rx deve-se suspeitar:

A – Lesão ligamentar associada

B – Lesão meniscal isolada

C – Luxação da patela

D – Luxação tinio-peronial

E – Osteocondrite dissecante

R: A

Sr. A, 54 A, vítima queda na apanha da azeitona. Dor na região lombar. S alteração da força
muscular e sensibilidade. Fez-se Raio-x. Qual o Dx

A – Fratura de T12
B – F L1

C – F L2

D – F L3

E – F L4

R: B

No caso de uma fratura da coluna lombar após queda é obrigatória despistar fratura

A – Colles

B – Baço

C – Calcâneo

D – Diáfise tíbia

E – Bacia

R: C

Quanto ao osteossarcoma é falso

A – As margens cirúrgicas não influenciam a sobrevida

B – A resposta à quimioterapia influencia a sobrevida

C – Doentes com menos de 40 anos têm maior probabilidade de sobrevida

D – A cirurgia das metástases pulmonares não tem indicação

E – A taxa de sobrevida aos 5 anos pode atingir os 80%

R: D

Teste de Thomas + indica:

A – Encurtamento do MS

B – Encurtamento abaixo da anca

C – Deformidade fixa em flexão da anca

D – Deformidade fixa em rotação externa

E – Deformidade fixa em rotação interna

R: C

Em relação às fraturas e luxações do carpo é falso:


A – O exame mais sensível para o despiste das fraturas ocultas é a RM

B – As fraturas do escafoide podem evoluir para pseudoartrose

C – Nas fraturas do escafoide quanto mais proximal é o traço de fratura, maior é o risco de
pseudoartrose

D – Na luxação retroulnar do carpo, o lunatum mantém a sua posição e os restantes luxam


para trás

E – Na luxação anterior do lunato é frequente ocorrer uma compressão do nervo ulnar

R: E

Afirma-se que um músculo apresente força muscuar grau III, quando:

A – Músculo não esboça qualquer movimento

B – O músculo é incapaz de mover contra gravidade

C – O músculo efetua movimento completo contra a gravidade, impossibilidade de o fazer se


for adicionada resistência

D – O músculo esboça movimento de contração muscular visível e palpável

E – O músculo efetua movimento completo contra a gravidade e contra resistência ligeira

R: C

Sobre o tx da AR qual a mais correta?

A – A medicação com MTX ou outro imunossupressor deve ser iniciado logo que seja
confirmado o Dx.

B – O tx com MTX não deve ser interrompida no caso de uma cirurgia ortopédica eletiva

C – A medicação com MTX obriga a vigilância regular de hemograma e das transaminases para
despiste da toxicidade

D – A+C

E – Todas

R: E

Sobre a A Psoriática, indica a correta

A – Os punhos são raramente envolvidos

B – Apresentam-se frequentemente como monoartrite de uma grande articulação dos MI

C – Em cerca de 50% dos casos, a psoríase surge na pele depois da artrite


D – Ao contrário da AR, a anquilose óssea é uma sequela articular possível

E – Não tem indicação formal para Tx com imunossupressores anti-TNF alfa

R: D

J, 45 anos, recorre SU por dor e tumefação no joelho direito, de instalação aguda no dia
anterior. Febre 38,5. No joelho eritema local, joelho quente e manobra de choque da rótula +.

Não tem antecedentes de episódios similares. Qual a orientação mais correta?

A – É sugestivo de espondilartrite seronegativa

B – A normalidade de uricémia não exclui a hipótese de artrirte gotosa

C – Deve realizar-se artrocentese apenas se indicada na drenagem do líquido para


descompressão articular

D – Está indicada imobilização com tala gessada durante 2 a 3 semanas

E – Com base nos dados, a orientação terapêutica de eleição é colchicina 1 comprimido/dia

R: B

P mantinha crises frequentes de artrite gotosa apesar de respeitar o tx. Tomava sempre
colchicina 1cp/dia e alopurinol 300mg/dia. Só interrompia nas crises, tomando então
indometacina 50mg 8/8h até a crise passar. Não tinha abusos dietéticos nem bebia álcool.
Uricémia atual de 7,2mg/dL

Qual a alteração terapeuitica será mais importante na melhoria clínica?

A – Estabelecer uma dieta mais restritiva com proibição de todos os elementos ricos em
purinas

B – Aumentar a dose diária de colchicina para 2cp/dia

C – Tomar alopurinol continuamente sem interrupções nas crises

D – Tomar indometacina 50mg 3x dia, de forma preventica contínua

E – Associação todas anteriores

R: C

Sr. G, 76 anos, consulta de reumatologia por dor nas costas com 2 meses evolução. Refere
queixas semelhantes localizadas aos braços. As queixas são mais intensas pela manhã com
grave limitação funcional. Ao inquérito referia anorexia, perda de peso e cefaleias referidas à
região fronto-temporal. Qual os mais provável?

A – Poliartrite nodosa

B – Doença Paget
C – Fibromialgia

D – Arterite Células Gigantes

E – Osteomalácia

R: D

No LES qual das seguintes anomalias imunológicas não é típica e deve levar a considerar outro
Dx?

A – Anticorpos anti-scl70 +

B – Ac anti-cardiolipina +

C – Complementos C3 séricos baixos

D – Ac anti-dsDNA +

E – Ac anti-Sm +

R: A

Doente 25 A, Centro Saúde, foi diagnosticada por LES. Vai aconselhar medidas preventivas.

Quais considera apropriadas nesta situação?

A – Aconselhar a ir para a praia na férias, de forma a otimizar a Vit.D

B – Proibir vacinas, nomeadamente a da gripe e anti-pneumo por risco de agudização


imunológica da doença

C – Contraindicar a possibilidade de gravidez, pelo risco elevado de abortos e de agudização da


doença

D – Aconselhar a praticar exercício físico regular

E – Todas são importantes

R: D

Na avaliação de um fenómeno de Raynaud quais são sugestivas de Raynaud secundário?

A – Existência de outros casos nos familiares de 1º grau

B – Início das queixas após os 50 anos

C – Padrão simétrico de envolvimento dos MS

D – Desencadeamento das queixas por exposição ao frio

E – Todas são sugestivas

R: B
De acordo com o FRAX qual o parâmetro mais relevante para o risco de fratura óssea?

A – Antx de fratura da anca nos avós

B – Idade da menarca

C – Quantificação do consumo leite e derivados

D – Hábitos tabágicos atuais

E – Quantificação do exercício físico atual

R: D

Qual dos seguintes perfis laboratoriais será mais comum encontrar na osteoporose pós-
menopausa.

A – Calciúria, calcémia, e fosfatase alcalina normais

B – Calcémia e fosforemia normais e fosfatase elevada

C – Calcémia elevada, fosforemia e fosfatase normais

D – Calciúria elevada, calcémia baixa com fosforemia normal

E – Fosfatase alcalina baixa com calcémia e fosforemia normais

R: A

É um fármaco potencialmente eficaz no tx da fibromialgia

A – Ciclobenzapina

B – Prednisolona

C – Buprenorfina

D – Hidroxicloroquina

E – Nenhum

R: A

São manifestações comuns da fibromialgia exceto:

A – Cefaleia fronto-temporal

B – Sensação de tumefação matinal nas mãos

C – Diminuição da força muscular proximal dos membros


D – Cólica abdominal com diarreia e obstipação

E – Fadiga intensa de predomínio matinal

R: C

A respeito dos sintomas da fibromialgia diga a mais correta:

A – A dor alivia em repouso noturno

B – A fadiga desencadeada pelos esforços resolve com repouso

C – A dor é do tipo moedouro e raramente se confunde com parestesias

D – Na maioria dos casos associa-se a síndrome depressivo major

E – A intensidade dos sintomas em regra não se agrava com o tempo de evolução

R: E

Qual das seguintes é mais sugestivo de tenossinovite De Quervain?

A – Dor mais intensa ao pegar em objetos do que a extensão e flexão dos punhos

B – Dor à mobilização passiva dos punhos

C – Dor à palpação apenas do bordo radial dos punhos

D – Manobra de Finkelstein positva

E – Todas são sugestivas

R: B

Das seguintes qual a mais sugestiva de artrite dos punhos

A – Dor causada pelos movimentos ativos dos punhos de intensidade maior causada pela
mobilização passiva

B – Sensação de rigidez matinal com duração de 5-10min

C – Tumefação de consistência elástica no bordo radial dos punhos

D – Sinal de Tinel +

E – Nenhuma é suspeita

R: E

Que MCD será mais importante para distinguir tenossinovite de artrite dos punhos
A – TAC dos punhos

B – Radiografia simples da mão e dos punhos

C – Cintigrafia

D – Ecografia

E – Devem pedir-se todos

R: D

Começa a avaliar um doente 45 A num contexto de USF pela primeira vez. Refere unicamente
asma brônquica. Na avaliação do aparelho locomotor será incluído:

A – Irá quantificar a força muscular dos MS e MI

B – Perguntará se sente rigidez matinal articular e qual a sua duração

C – Perguntará se tem alguma dor ou dificuldade a subir ou descer escadas

D – Irá palpar individualmente pequenas articulações das mãos, para pesquisar tumefações

E – A avaliação clínica irá sempre incluir todos os parâmetros referidos nas opções anteriores

R: C

O Dr. viu na urgência os seguintes casos de lombalgia. Em qual será menor a necessidade de
pedir MCD?

A – H 54 A, lombalgia há 2m, limitada à zona de L2. Sem relação com esforço

B – H 48 A, lombalgia há 4 anos, crises intermitentes, afetando toda a coluna lombar. Piora


com esforço. Melhora com AINE

C – H 33 A, lombalgia há 6 meses. Dor surge de manhã e queixas melhoram após cerca de


30min Melhora com AINE

D – M 74 A , lombalgia L4, início há 2 semanas após escorregar em casa

E – M 66 A, lombalgia há 3 meses. Perda de 3 kg desde há 2m. Suores noturnos desde há 4


meses.

R: B

Sr. J , 75 A, dores nos joelhos, mais intensa no lado direito desde há vários anos, com
agravamento desde há 2 semanas. Dores limitavam a marcha e aliviam em repouso. Presença
de derrame articular moderado do joelho direito. Rx mostram escleros subcondral no
compartimento tibio-femural interno e calcificação dos meniscos. Qual a mais correta?

A – A deteção de esclerosa subcondral no Rx é indicativo de artrose

B – A existência de condrocalcinose associa-se frequentemente a gota


C – Efetua-se punção articular com a única função de evacuar o derrame

D – A deteção de dor ao longo de toda a entrelinha articular sugere artrite

E – Deteção de crepitações articulares é sugestiva de artrite

R: A

É característico da AR

A – Dactilite dos dedos dos pés

B – Poliartrite intermitente com períodos assintomáticos

C – Sacroileíte bilateral e simétrica

D – Artrite das ancas

E – Artrite simétrica aditiva com envolvimento preferencial de pequenas articulações

R: E

Mulher, 25 anos, vai ao MGF com poliartralgias envolvendo os punhos e várias interfalângicas
proximais em ambas as mãos, com instalação desde há 2m. Agravam em repouso. Apresenta
rigidez articular de predomínio matinal com duração de 20min. Ao exame verifica-se
tumefação nas interfalângicas proximais. Opção correta

A – A clínica é muito sugestiva de uma poliartrite simétrica

B – A pesquisa de Ac anti-nucleares não é útil para o D.D

C – Se a pesquisa de fator reumatoide for negativa, pode excluir-se a hipótese de AR

D – A prova terapêutica com 10mg de prednisolona oral diária durante 1 mês é opção de 1ª
linha no âmbito da MGF

E – Todas as opções

R: A

Relativamente ao uso de AINE’s escolha a correta:

A – Nos doentes com eventos cardiovasculares prévios, todos os AINE estão contraindicados

B – No caso de insuficiência renal crónica moderada, os AINE inibidores da COX-2 estão


contraindicados

C – Nos doentes com artrose sintomática, a terapêutica com AINE deve ser sempre em
posologia SOS e não de forma contínua

D – Os AINE inibidores da COX-2 são de primeira escolha nas artrites, porque são os se maior
potência anti-inflamatória

E – Todas erradas
R: E

Está a avaliar um doente com AR que iniciou medicação específica há 6meses. A sensação de
rigidez matinal e de tumefação matinal difusa das mãos agravaram-se nas duas últimas
semanas. Apresenta também manifestações clínicas sugestivas de fibromialgia. Tem Antx de
hipotiroidismo. Qual a correta

A – Não se coloca o diagnóstico de fibromialgia nesta situação, porque este é um diagnóstico


de exclusão

B – Nesta situação, a rigidez matinal é um parâmetro muito fiável da atividade inflamatória da


artrite

C – Nesta situação, a sensação de tumefação matinal das mãos demonstra um agravamento


clínico da artrite

D – A palpação das articulações sintomáticas é necessária para comprovar a existência de


artrite ativa

E – Todas corretas

R: D

Na USF, suspeita de doente com artrite precoce envolvendo as pequenas articulações das
mãos e dos pés, com 12 semanas evolução. Nesta situação ao ponderar pedir Rx, a opção mais
correta é:

A – Não pedir

B – Pedir Rx da mão e do pé mais sintomático, para avaliação inicial

C – Pedir radiografias de ambas as mãos apenas se o exame clínico for duvidoso, porque este é
muito sensível no Dx de artrite

D – Pedir sempre Rx de ambasas mãos e pés na avaliação inicial, duas incidências para cada
área

E – Pedir sempre Rx de todas as áreas articulares dos membros superiores e inferiores,


potencialmente afetados pela AR, na avaliação inicial

R: D

Em relação à Artrite Reativa

A – Evolui para uma artrite crónica em 75% casos

B – Apresenta-se como poliartrite simétrica

C – Pode apresentar-se com conjuntivite

D – Pode apresentar-se com lesões genitais de balanite circinada


E – C+D

R: C+D

Entorse Grau II

A – Rotura parcial do ligamento com preservação do peri-tendão

B – Rotura completa do ligamento

C – Rotura de algumas fibras ligamentares com preservação do ligamento

D – Estiramento das fibras ligamentares com preservação do ligamento

E – Rotura de algumas fibras do ligamento com diminuição da elasticidade ligamentar

R: C

A complicaçõa mais séria da fratura supra-condiliana do úmero na criança é:

A – Secção da A. Cubital

B – Secção do N.Radial

C – Secção A. Umeral

D – Compressão da A. Radial

E – Compressão do nervo mediano

R: C

Relativamente à luxação congénita da anca indique a incorreta:

A – O despiste deve ser efetuado sistematicamente no RN

B – Há tendência familiar

C – É pouco vulgar nos casos de parto com apresentação pélvica

D – É pouco frequente no sexo M

E – A precocidade do Dx aumenta a probabilidade de cura

R: C

No osteoma osteoide?? o alívio da dor com aspirina

A – Não tem qualquer significado clínico

B – Tem o mesmo significado clínico que com outro tratamento com AINE

C – É quase sinal patognomónico de tumor

D – É sinal clínico de cura


E – Constitui indicação para efetuar cirurgia

R: C

Uma fratura da diáfise da tíbia, traço oblíquo é tratada preferencialmente por

A – Osteotaxis com fixadores externos

B – Encavilhamento centromedular

C – Tração esquelética 4-6 semanas e posteriormente gesso funcional

D – Distração bipolar e gesso cruropodálico

E – Tração com férula de Thomas

R: B

Qual das seguintes deve ser referenciada para a Reumatologia

A – Gonartrose

B – Lombalgia crónica

C – LES s/ envolvimento articular

D – Fratura vertebral osteoporótica

E – Todas anteriores

R: C

Doente com falta de força proximal e aumento da LDH e CPK, sumária de urina normal

Qual o Dx mais provável:

A – Fibromialgia

B – Polimialgia reumática

C – Dermatomiosite

D – Esclerose Múltipla

E – LES

R: C

Em relação às normas de boa prática clínica terapêutica com AINE’s na patologia do aparelho
locomotor, assinale a correta

A – Nos doentes com eventos cardiovasculares prévios os AINE estão contraindiciados

B – Os AINE inibidores da COX-2 são de primeira de escolha nas artrites, porque são os mais
potentes
C – Nos doentes com espondilite anquilosante sintomática, a terapêutica com AINE deve ser
instituída em toma diária contínua

D – Nos doentes com artrose sintomática, a terapêutica deve ser sempre em SOS e não de
forma contínua

E – No caso de insuficiência renal cronica moderada, os AINE inibidores da COX-2 estão


contraiondicados

R: C

Relativamente ao cintigrama qual é a mais correta quanto à sua utilidade clínica

A – Na suspeita de espondilite anquilosante, é específico na identificação de sacroileíte

B – É específico na diferenciação entre artrite e artrose

C – A sua positividade é um critério de Dx de AR

D – É frequentemente útil nos doentes a referenciar a Reumatologia

E – É muito útil na avaliação Dx da Doença de Paget

R: E

Qual das seguintes em relação ao frio está correta?

A – Diminui em primeiro lugar a condução das fibras

B – Não se usa na dor crónica

C – Não tem efeito no limiar de perceção

D – Diminui o reflexo do estiramento

E – Não se usa em traumatologia

R: D

No osteocondroma assinale a correta

A – No caso de associação de múltimos osteocondromas estamos perante um síndrome de


Ollier-Jacbson-Morris

B – Há diferença entre o tamanho observado na radiologia e na palpação

C – Localiza-se frequentemente na calote craniana

D – Relativamente raro na superfície externa de uma metáfise

E – Exige DD com encondroma

R: B
Na osteoporose masculina qual a normal:

A – Calcémia normal

B – Hiperfosfatémia

C – Hipomagnesémia

D – Fosfatase Alcalina elevada

E – Paratormona Normal

R: A

A propósito dos osteossarcomas é correto afirmar

A – Afeta sobretudo doentes idosos (mais de 70 anos)

B – Pode ser acompanhado de metástases saltitantes

C – Na radiologia a presença do triângulo de Codman exclui o seu Dx

D – A sua localização mais frequente é na bacia

E – Nunca metastiza para o pulmão

R: B

Observe a radiografia em anexo, e face ao material de osteossíntese aplicado qual a fratura


mais provável:

A – Trocantérica

B – Basicervical

C – Subtrocantérica

D – Pipkin

E – Jones

R: A

São comuns da fibromialgia exceto

A – Cefaleia fronto-temporal

B – Formigueiros nas extremidades

C – Fadiga Crónica
D – Diminuição da força muscular proximal

E – Cólica abdominal com diarreia e obstipação

R: D

O Sr. José com A. Psoriática refere uma dor no ombro direito desde há 1 mês. A família
considerou a hipótese de tendinite de longa porção do bicípite. O que levaria a discordar desta
opinião

A – Palm-up test desperta dor no ombro direito

B – Dor à flexão ativa do braço direito

C – Abdução resistida do braço direito dolorosa

D – Dor a palpação da face anterior do ombro

E – Mobilização passiva do ombro direito não dolorosa

R: C

A tala de Pavlik utiliza-se

A – Doença de Ortolani

B – Legg-Perthes

C – Caterall

D – Displasia da Anca

E – Doença de Scheuerman

R: D

A manobra de Finkelstein permite diagnosticar

A – Sindrome de Canal de Guyon

B – Doença de Quervain

C – Síndrome da arcada de Froshe

D – Doença de Dupuytren

E – Sindrome do Túnel Carpico

R: B

Uma fratura do bi-maleolar do tipo A caracteriza-se por

A – Traço de fratura do maléolo peronial está acima da sindesmose


B – Traço de fratura do maléolo peronial está abaixo da sindesmose

C – Traço de fratura do maléolo peronial está ao nível da sindesmose

D – Traço de fratura do maléolo tibial está abaixo da sindesmose

E – É o mesmo que fratura de Maisonneuve

R: B

Qual destes tipo de imobilização gessada está indicada numa fratura de Poteau-Colles

A – Punho com encaixe de Munster

B – Bota gessada

C – Polaina funcional

D – Cilindro gessado

E – Punho gessado

R: E

A Sra. Joana de 70 anos consulta o seu médico por dores no punho direito, referida no bordo
radial, por causa de dificuldade em realizar as lidas domésticas, com agravamento ??? flexão e
extensão passivas não apresentam limitação nem dor local. A manobra de Finkelstein desperta
dor

A – Sindrome do túnel cárpico

B – Tenossivite de De Quervain

C – Contratura de Dupuytren

D – Rizartrose

E – Artrite do punho

R: B

Quanto ao traço, as fraturas podem ser

A – Fratura de traço horizontal

B – Fratura de traço exposto

C – Fratura de traço oblíquo curto

D – Fratura de traço obliquo longo

E – Fratura em asa de borboleta

R: B
O sr. Manuel tem 60 anos recorre SU por gonalgia à direita, agudizada desde há 2 dias. Agrava
à marcha e causa limitação, principalmente a descer escadas. A dor agrava à noite na cama. A
palpação desperta dor na face interna do joelho. A radiografia dos joelhos mostrou esclerose
subcondral no compartimento tibial ?? bilateralmente. Qual a causa da gonalgia?

A – Lesão meniscal

B – Gonartrose

C – Condromalácia Patelar

D – Tendinite da pata de ganso

E – Artrite do joelho

R: D

Em relação ao sinal de Trendelenburg +, a verdadeira

A – O doente consegue em apoio monopodálico elevar a bacia do mesmo lado

B – O doente em apoio bipodal fica com a bacia mais elevada num dos lados

C – Pode haver incapacidade da normal ação dos músculos abdutores

D – Não há deslocamento do fulcro em relação às cargas exercidas sobre os MI

E – Não há deformidade da cabeça ou do colo do fémur

R: C

Doente 25 A sobre acidente de viação com fratura dos ossos da perna. Refere perda de
sensibilidade na perna e dedos do pé. Ao excame físico ?? mas ainda se palpa pulso arterial
periférico (tibial anterior). Qual o Dx mais provável?

A – Vasoespamso arterisal

B – Sindroma Compartimental da Perna

C – Trombose Venosa Profunda

D – Laceração Arterial

E – Neuropraxia

R: B

O João tem 45 A, recorreu ao SU, por dor e tumefação marcada no joelho direito. Apresentou
febre até 38,5ºC. Ao examinar o joelho, verificou-se eritema local, o joelho está quente ???.
Não tem antecedentes de episódios similares

A – A normalidade da uricémia excluiria gota


B – A principal indiação para realizar artrocentese será a necessidade de drenagem para
descompressão

C – É uma manifestação comum na polimialgia reumática

D – Não está indicado o início de alopurino após esta crise

E – Está indicada a imobilização com tala gessada durante 2-3semanas

R: D

Em que consiste a fratura de Jones

A – Fratura do 5º metatársico

B – Fratura de arrancamento do escafoide társico

C – Fratura do colo do 2º metatarso

D – Fratura dos sesamoides do hallux

E – Fratura da grande tuberosidade do calcâneo

R: A

Entorse grau II significa

A – Rotura parcial do ligamento com preservação do peri-tendão

B – Rotura completa do ligamento

C – Rotura de algumas fibras ligamentares com preservação do ligamento

D – Estiramento das fibras ligamentares com preservação do ligamento

E – Rotura de algumas fibras do ligamento com diminuição da elasticidade ligamentar

R: C

Doente de 45 anos com gonalgias

A – A presença de esclerose subcondral no Rx confirma gonartrose

B – Uma tendinopatia da pata de ganso é uma causa muito frequente

C – A deteção de derrame articular comprova o Dx de artrite

D – A presença de rigidez matinal de curta duração exclui o Dx de gonartrose

E – O paracetamol é a opção de 4º lina na gonartrose

R: B
7. Na epifisiólise femoral proximal é verdade que

a) Ocorre com mais frequência entre os 11 e os 14 anos de idade

b) A maioria dos doentes afectados têm um índice estato-ponderal normal

c)A normalidade do exame radiográfico permite excluir o diagnóstico

d) Tem sempre um antecedente traumático como causa próxima

e) A gravidade do deslizamento é avaliada pelo quadro clínico

Resposta certa a)

8. No exame físico da anca, a presença de um sinal de Thomas positivo significa:

a) Encurtamento do membro superior

b) Encurtamento abaixo da anca

c) Deformidade fixa em flexão da anca

d) Deformidade fixa em rotação externa

e) Deformidade fixa em rotação interna

Resposta certa c)

Foi ao medico que lhe diagnosticou tenosinovite de De quervain, quais dos seguintes não
estão de acordo com o diagnostico

a)Manobra de Filkenstein

b) dor a pegar em objectos com flexão do 1º dedo

c) dor na mobilização passiva

d) dor à palpação do bordo radial

e) todas são sugestivas do diagnóstico

R: C (?)
2016-2017

P: Qual das seguintes relativamente às fraturas do colo do fémur é a mais correra

A – Predomina na 3ª idade

B – De um modo o tx cirúrgico é o mais indicado

C – A lesão do nervo circunflexo é muito frequente

D – É causada na contusão indireta

E – Fraturas cominutivas (4 fragmentos) devem ser sempre tratadas com artroplastia do


ombro

R: A

20 A, Masculino, apresenta derrame intra-articular do joelho após queda. A punção articular


mostra presença de hemartrose com glóbulos de gordura. No Rx não há sinal de fratura. O Dx
mais provável será:

A – Rotura do menisco lateral (externo)

B – Rotura do menisco medial (interno)

C – Fratura osteocondral

D – Rotura do ligamento cruzado anterior

E – Rotura da artéria genicular interna

R: C

Na epifisiólise femoral proximal é verdade que:

A – Ocorre com mais freq. Entre os 11 e os 14 anos

B – A maioria dos doentes afetados tem um índice estato-ponderal normal

C – A normalização do exame radiográfico permite excluir o Dx

D – Tem sempre um antecedente traumático como causa próxima

E – A gravidade do deslizamento é avaliada pelo quadro clínico

R: A
Muitas vezes a avaliação radiográfica requer atenção a pequenos pormenores. No Rx em
anexo deve-se suspeitar

A – Lesão ligamentar associada

B – Lesão meniscal isolada

C – Luxação da patela

D – Luxação tíbio-peronial

E – Osteocondrite dissecante

R: A

António, 54 A. Vítima de queda na apanha da azeitona. Dor na região lombar. Nega alterações
da força muscular e sensibilidade. Rx à coluna. Qual o Dx?
A – Fratura de T12

B – Fratura L1

C – F L2

D – F L3

E – F L4

R: B

Teste Thomas + indica

A – Encurtamento MS

B – Encurtamento abaixo da anca

C – Deformidade fixa em flexão da anca

D – Deformidade fixa em rotação externa

E – Deformidade fixa em rotação interna

R: C
Quanto ao osteossarcoma, FALSO

A – A margens cirúrgicas não influenciam a sobrevida

B – A resposta a quimioterapia influencia a sobrevida

C – Doentes com menos de 40 anos têm maior probabilidde de sobrevida

D – A cirugia das metástases pulmonares não tem indicação cirúrgica

E – A taxa de sobrevia aos 5 anos pode atingir os 80%

R: D

Em relação às fraturas e luxações dos osssos do carpo, é FALSO

A – O exame mais sensível para o despiste das fraturas ocultas do escafóide é a RM

B – As fraturas do escafóide podem evoluir para pseudoartrose

C – Nas fraturas do escafóide quanto mais próxima é o traço de fratura, maior o risco de
pseudoartrose

D – Na luxação do retroulnar do carpo, o lunatum mantém a posição e os ossos restantes


luxam para trás

E – Na luxação anterior do lunatum é frequente ocorrer uma compressão do nervo lunar

R: E

Nas fraturas da fise a complicação mais frequente no segmento osteo-articular atingido é:

A – Aceleração constante e contínua do crescimento ósseo

B – Paragem de todo o crescimento

C – Paragem parcial crescimento ósseo

D – Pseudoartrose

E – Necrose avascular das epífises

R: C

É característico da patologia articular inflamatória

A – Ausência de dor com movimentos ativos da articulação

B – Ausência de dor com os movimentos passivos da articulação

C – Alívio da dor com o repouso noturno

D – Rigidez articular com agravamento vespertino

E – Tumefação articular de consistência elástica à palpação


R: E

Quanto ao traço, as fraturas podem-se classificar como: (Assinale a FALSA)

A – Fraturas expostas

B – Fraturas oblíquas

C – Fraturas horizontais

D – Fraturas cominutivas

E – Fraturas duplas

R: A

Constituem sinais clínicos de probabilidade de fratura:

a) Crepitação óssea
b) Hematoma
c) Mobilidade anormal dos topos
A – a+b+c

B–a

C – a+b

D–b

E–c

R: A

São fatores de risco no crescimento ósseo na criança

A – Fratura dos ossos longos

B – Rotura ligamentar

C – Fratura atingindo a epífise

D – Fratura em ramo verde

E – Hemartrose

R: C

Uma avaliação rápida da função do ombro pode ser obtida pedindo ao doente para:

a) Levar a mão às costas


b) Levar a mão à nuca
c) Por a mão nos bolsos
A – a+b+c

B – a+b

C–b

D – b+c

E – a+c

R: B

Das seguintes complicações das fraturas qual é que não pode aparecer precocemente

A – Compressão vascular

B – Axonotemese

C – Infeção

D – Neurotemese

E – Pseudoartrose

R: E

ABC, 45 A, sofre queda ao praticas parapente. No SU observa-se o Rx. Qual o Dx mais


provável?
A – Fratura tri-maleolar

B – Fratura de Jones

C – Fratura de luxação do astrágalo

D – Fratura de luxação do tornozelo

E – Fratura do maléolo medial com luxação do astrágalo

R: E

Sobre o caso anterior qual o Tx mais adequado a realizar?

A – Infiltração local com corticóide e anestésico local

B – Mesoterapia com diclofenac

C – Prescrição de betametasona 14mg em 2mL em aplicação intra-muscular

D – Mudar o AINE para paracetamol com codeínas

E – Paracetamol (1g) endovenoso

R: A

Na luxação congénita da anca é incorreto afirmar que:

A – Há uma tendência familiar

B – É mais vulgar no sexo M

C – É mais vulgar nos casos de parto com apresentação pélvica

D – A possibilidade de cura aumenta com a precocidade do Tx

E – O despiste deve ser efetuado sistematicamente no recém-nascido

R: B

Sexo F, 35 A, vem à consulta por dor na região lombar com irradiação para o MI até aos dedos
do pé. No exame físico qual destas deve ser feita obrigatoriamente:

A – Trendelemburg

B – Godfrey

C – Laségue

D – Braggard
E – Laségue e de imediato Braggard

R: E

Relativamente à aplicação de calor qual a mais correta

a) O aquecimento usa-se para melhorar a permeabilidade local


b) O aquecimento de lesões ajuda sempre à sua cicatrização
c) O aquecimentoi tem efeito apenas local
A – a+b+c

B–a

C–b

D–c

E – Todas falsa

R: B

Numa luxação do cotovelo é correto afirmar-se que a posição relativa dos pontos anatómicos
de referência está:

a) Inalterada
b) O vértice distal do triângulo de Nelson está deslocado posteriormente
c) O vértice proximal do triângulo de Nelson está deslocado proximalmente
A–a

B–b

C–c

D – b+c

E – a+c

R: B

Ao efetuar a manobra d Phallen pede-se ao doente que:

A – Colocação dos punhos em desvio radial

B – Colocação dos punhos em extensão

C – Colocação dos punhos em flexão

D – Colocação dos punhos em desvio ulnar

E – Colocação dos punhos em flexão e descio ulnar

R: C
65 A, vítima de queda. Chega ao SU com dor na anca direita

E.F observa-se mobilidade diminuída da anca direita. Sem alteração aparente do comprimento
dos membros. Rx em anexo. Qual a proposta de Tx?

A – Tx conservador e analgésicos

B – Cirurgia propondo realizar osteossíntese do fémur com placa e parafusos

C – Cirurgia propondo realizar a operação de Gridstone?

D – Cirurgia propondo realizar revisão da prótese da anca

E – Cirurgia propondo realizar osteossíntese do fémur com placa gancho

R: D

21 A, pratica desporto regularmente desde os 10 anos. Dedica-se a provas de corrida de longa


e média distância. Desde há 3 meses, refere dor a nível do pé, sobretudo a nível do 2º
metatársico. No interrogatório conclui-se que não tem qualquer dor em repouso, mas que
aparece quando treina entre o 4º e 5º Km. Após o exame físico realiza Rx do pé. Qual a
hipótese de Dx
A – Fratura traumática do metatarso

B – F de fadiga do metatarso

C – Doença de Sever

D – Doença de Kohler

E – Doença de Frelberg

R: B

Doente de 25 anos que sofre acidente de viação com fratura dos ossos da perna.

Ao entrar no SU refere perda de sensibilidade na perna e dedos do pé. Ao exame físico há um


desaparecimento do pulso capilar, mas ainda se palpa pulso arterial periférico (pulso tibial
anterior). Qual o Dx?

A – Vasoespasmo arterial

B – Sindorma compartimental da perna

C – Trombose venosa profunda

D – Laceração arterial

E – Neuropraxia

R: B
Observe o Rx seguinte. Face ao material de osteossíntese aplicado qual o tipo de fratura mais
provável?

A – Fratura trocantérica

B – Fratura basicervical

C – Fratura subtrocantérica

D – Fratura de Pipkin

E – Fratura de Jones

R: B

Como classifica a fratura em anexo?


A – Fratura bi-maleolar tipo A

B – = tipo B

C – = tipo C

D – Fratura do pitão tibial

E – Fratura trialelolar

R: C

Doente sexo M, 45 A, vítima acidente carro na qual resultou fratura da diáfise da tíbia, que foi
operado com encavilhamento centro-medular. 8 meses depois realiza um Rx que está em
anexo. Qual o Dx mais provável?
A – Fratura de fadiga do material de osteossíntese

B – Refratura
C – Pseudoartrose

D – Atraso na consolidação

E – Fratura de consolidação com calo vicioso

R: C

No Rx em anexo qual o Dx mais provável

A – Fratura de Monteggia

B – Fratura da tacícula radial

C – Fratura luxação de Galeazzi

D – Fratura da tacícula radial associada a fratura do olécrano

E – Fratura da tacícula tipo Essex-Lopresti

R: B

Qual das seguintes em relação ao frio está correta?

A – Diminui em primeiro lugar a condução das fibras

B – Não se usa na dor crónica


C – Não tem efeito no limiar de perceção

D – Diminui o reflexo de estiramento

E – Não se usa em Traumatologia

R: D

A repeito do Tx da AR qual a mais correta?

A – A medicação com MTX está indicada apenas na AR refratária a corticoterapia oral

B – A terapéutica com MTX não deve ser interrompida no caso de uma cirurgia ortopédica
eletiva

C – A terapéutica com biológicos é em geral interrompida após se obter remissão clínica

D – A maioria deve manter corticoterapia oral crónica com prednisolona

E – A terapeutica com MTX, mas não com imunossupressores biológicos, pode ser mantida
durante a gravidez

R: B ( CANCELADA)

Em relação à DMO, qual a mais correta?

A – O valor do score Z no colo do fémur é o parâmetro da DMO que melhor se relaciona com o
risco de fratura

B – Um valor muito baixo de z score sugere que poderá existir uma causa secundária de
osteoporose

C – Um score T superior a 1 indica que o paciente apresenta uma baixa densidade mineral
óssea em comparação com a média da população da mesma idade e sexo

D – Nos indivíduos sob terapéutica para a osteoporose, em regra a DMO deve repetir-se para
monotorizar a eficácia terapéutica

E – A realização de DMO implica exposição a uma elevada dose de radiação

R: B

Acerca das fraturas de fragilidade óssea

A – Nas mulheres, a maioria ocorre nos 10 anos seguintes à menopausa

B – Nos homens, ocorrem geralmente em idades mais precoces

C – As fraturas da anca ocorrem geralmente após os 75 anos de idade

D – As fraturas vertebrais são uma causa frequente de dor lombar crónica

E – Raramente surgem em pessoas sem osteoporose

R: C
Uma freira de 68 A, é transferida para a consulta, refere ser tratada para a HTA e queixa-se de
lombalgia mecânica crónica. Refere diarreia se ingerir lacticínios. Peso 50Kg 1,52m. Restante
exame normal.

Qual o exame que parece mais útil requerer

A – Radiografia simples da coluna lombo-sagrada e da bacia

B – Cintigrama

C – DMO lombar e do fémur proximal

D – Velocidade sedimentação

E – Exame bacteriológico da água benta e pesquisa de DST

R: C

É um fármaco potencialmente eficaz no alívio sintomático da Fibromialgia

A – Hidroxicloroquina

B – Prednisolona

C – Buprenorfina

D – Tapentadol

E – Milnacipram

R: E

Não é uma manifestação habitual da Fibromialgia

A – Cefaleia

B – Derrame articular

C – Fenómeno de Raynaud

D – Intolerância ao Frio

E – Dificuldades de memória

R: B

A respeito da sintomatologia da Fibromialgia qual a mais correta?

A – A dor alivía em repouso noturno

B – A fadiga apresenta-se geralmente agravada pela manhã

C – A dor é do tipo moedouro e raramente se confunde com parestesias

D – Ocorrem frequentemente períodos assintomáticos alguns dias a semanas

E – Na maioria dos casos associa-se a síndrome depressiva major

R: B
Doente com AR iniciou terapeutica específica há 6 meses. A sensação de tumefação e rigidez
matinal agravram nas duas últimas semanas. Apresneta características clínicas sugestivas de
Fibromialgia. Tem antecedentes de hipotiroidismo

A – Nesta situação a rigidez matinal é um parâmetro muito fiável de atividade inflamatória

B – Nesta situação , a sensação de tumefação demonstra agravamento clínico

C – Não se coloca o Dx de Fibromialgia pois este é um Dx de exclusão

D – A palpação das articulações sintomáticas é necessária para comprovar a existência de


artrite ativa

E – Todas estão corretas

R: D

Qual das seguintes não é característica da esclerose sitémica

A – Disfagia

B – Uveítes de repetição

C – Calcinose cutânea

D – Lesões tróficas cutâneas nas extremidades

E – Pneumonia intersticial

R: B

Em relação ao LES

A – A vacina anti-pneumocócica está contra-indicada

B – A hidroxicloroquina está indicada essencialmente para o controlo das agudizações da


artrite

C – A fertilidade está reduzida na generalidade dos doentes

D – A nefrite lúpica é uma complicação rara

E – A maioria das mulheres com LES não tem contra-indicação à gravidez

R: E

No LES, qual não é típica para considerar o Dx?

A – Complemento C3 sérico baixo

B – Ac anti-cardiolipina +

C – Ac anti-Scl-70 +

D – Ac anti-Sm +

E – Linfopenia < 1000

R: C
É sugestivo de Raynaud primário

A – Agravamento face ao frio

B – Início após os 45 anos

C – Existência de Ant. Familiares

D – Positividade ac anti-nucleares

E – Todos os parâmetros

R: C

Sr. Marcelo 65 A, é levado ao SU. Previamente saudável, desde há 1 mês que apresenta
asternia, anorexia, perda ponderal de 5Kg. Refere dor nos ombros braços coxas, agravadas em
repouso noturno e rigidez matinal intensa durando toda a manhã. Refere ainda incapacidade
para as AVD, que realizava de forma autónoma. Ao EF a mobilização ativa dos ombros e das
ancas é dolorosa e está limitada. Qual a mais correta?

A – A clínica é sugestiva de AR do idoso

B – A clínica não é sugestiva de polimialgia reumática

C – O MCD de eleição é a eletromiografia

D – Deve avaliar-se a hipótese de vasculite sitémica

E – Não tem indicação para referenciar a reumatologia

R: D

Qual o menos sugestivo de Dx de coxartrose?

A – Movimentos passivos da anca direita causam dor

B – Amplitude de rotação interna da anca direita inferior à da esquerda

C – Dor agravada ao decúbito lateral direito

D – Inexistência de tumefação óssea da anca direita

E – Rigidez matinal da anca direita com duração de 5 min.

R: C

A respeito do Tx da AR, qual a mais correta?

A – A maioria dos doentes deve manter corticoterapia crónica oral com dose >10mg dia de
prednisolona

B – A terapeutica com MTX deve ser sempre interrompida no caso de uma cirurgia ortopédica
eletiva

C – A posologia com MTX é de apenas uma toma por semana, por via oral ou s.c

D – A terapeutica com imunossupressores biológicos é em geral interrompida após a remissão


clínica

E – A terapeutica com MTX, mas não com biológicos pode ser mantida durante a gravidez

R: C
Qual a menos provável de poliartrite simétrica, aditiva e periférica:

A – Arterite de Takyasu

B – AR
C – Artrite Viral

D – A. Psoriática

E – LES

R: A

Cintigrafia

Qual é a mais correta quanto à sua utilidade clínica?

A – É um elemento fundamental no Dx de Espondilite Anquilosante

B – É muito útil no Dx da D. de Paget

C – É pouco útil na pesquisa de metástases ósseas

D – As alterações no cintigrama identificam um critério de Dx para AR

E – É muito específico da diferenciação entre artrite e artrose

R: B

Acerca do interesse clínico do HLA B27, é verdade

A – A pesquisa é útil na abordagem Dx das lombalgias crónicas

B – É negativo em menos de 10% dos doentes com espondilite anquilosante

C – Está presente em quase todos os doentes com A.Idiopática Juvenil

D – A grade maioria dos potadores de HLA B27 desenvolve espondilites seronegativas

E – O Tx com fármacos imunossupressores biológicos pode induzir a sua negatividade

R: B

Em relação á A. Psoriática:

A – A artrite predominante das interfalângicas distais é pouco frequente

B – Raramente causa erosões e deformações articulares

C – Em geral, a artrite manifesta-se anos antes das manifestações cutâneas

D – Raramente requer terapeutica com imunossupressores

E – Não causa dactilite

R: A

O Sr.C apresenta uma artrite reativa secundária a uma gastrenterite por Yersinia. É verdade:
A – Está indicado o Tx com salazapirina na maioria dos casos

B – Associa-se a úlceras genitais, que deixam lesões cicatriciais

C – A artrite causa frequentemente lesões erosivas irreversíveis

D – Pode associar-se a conjuntivite

E – Evolui na maioria dos casos para espondiliartrite seronegativa crónica

R: D

Acerca da doença de deposição de cristais de pirofosfato de cálcio. FALSA

A – A calcificação dos meniscos e cartilagens (condrocalcinose), visível nas radiografias


artirucalres é uma manifestação frequente

B – Na maioria dos casos surge após os 50 anos

C – É uma causa frquente de pseudogota

D – É uma causa de poliartrite crónica e simétrica

E – O hipertiroidismo é um fator de risco

R: D

Ao inicar o Tx preventivo de novas crises de artrite nos doentes com Gota, o alopurinol é o
fármaco de eleição. Qual a mais correta acerca da sua utilização

A – Inicia-se na dose de 300mg/dia

B – Aumenta-se a dose de alopurinol quando ocorrer uma nova crise de gota

C – Associa-se a colchicina se ocorrer uma nova crise de artrite

D – Pode suspender-se o alopurinol após o período de 5 anos sem crises

E – Pode causas aplasia medular

R: E

O Sr.M, sofre crises frequentes de artrite gotosa, apesar de fazer o Tx regularmente. Tomava
sempre colchicina 1mg/dia e alopurinol 300mg/dia. Nas crises tomava indometacina 50mg
8/8h até a crise passar. Mantina uma dieta equilibrada e sem bebidas alcoólicas. A uricémias é
de 7,9. Qual será a medida terapeutica mais apropriada para prevenção novas crises.

A – Aumentar a dose de alopurinol para 450mg/dia

B – Aumentar a dose de colchicina para 2mg/dia

C – Tomar a indometacina 50mg/dia, além da restante medicação preventiva, de forma


contínua
D – Associar Febuxostat à medicação crónica diária

E – Associar Prednisolona 5mg/dia à medicação crónica diária

R: A

Acerca da artrite gotosa, qual a correta?

A – A primeira crise é oligoarticular em mais de 50% dos casos

B – A primeira crise de gota denomina-se podagra

C – A Tx preventiva com alopurinol está indicada na generalidade dos indivíduos sem clínica, se
tratados com diuréticos e hiperuricemia >9

D – O losartan é um anti-hipertensor de eleição em doentes com gota

E – A prednisolona é uma opção terapeutica de primeira linha na crise aguda

R: D

Sr. J, AR, que referiu hoje dor no ombro direito desde há 1 mês. O seu médico de família
considerou a hipótese de tendinite de longa porção do bícipite. Qual levaria a discordar dessa
opinião?

A – Palm-up test desperta dor no ombro direito

B – Dor à flexão ativa do braço direito

C – Abdução resistida do braço direito dolorosa

D – Dor à palpação da face anterior do ombro

E – Mobilização passiva do ombro direito não dolorosa

R: C

Em relação à aplicação clínica da ecografia articular, qual a mais correta?

A – Tem pouca utilidade para a monitorização da atividade inflamatória da artrite psoriática

B – Tem muita utilidade para a monitorização da antividade inflamatória da Esclerose


Sistémica

C – A identificação de derrame articular é fortmente indicativa de artrite

D – A identificação de erosões articulares permite o D.D entre AR e A. Psoriática

E – A realização do exame com Doppler aumenta muito a especificidade de identificação de


artrite reativa

R: E
Dr. J observou no serviço urgência todos os seguintes casos de lombalgia

Na sua avaliação Dx, qual tem menor indicação para pedir MCD

A – Homem de 25 anos, com lombalgia desde há 6 meses. A dor surge sobretudo de manhã e
as queixas melhoram depois de cerca de 30 minutos. Melhora com AINE

B – Homem 54 A, lombalgia há 2 meses, limitada a zona L2. Sem relação com esforço/repouso

C – Homem de 48 anos, Lombalgia há 4 anos, com crises intermitentes, afetando toda a coluna
lombar. Piora com esforços. Melhora com AINE

D – Mulher 74 A, Lombalgia centrada em L4, inícia há 2 semanas após escorregar em casa

E – Mulher de 68 anos, Lombalgia há 3 meses. Perda de 3 Kg desde há 2 meses. Suores


noturnos desde há 4 meses

R: C

CASO CLÌNICO

A Sr. M 57 A, dores no punho direito, referidas no bordo radial. Por causa das dores tem
dificuldade em realizar as lidas domésticas e em descascar a fruta. Com agravamento desde há
1 mês. Dor melhora à noite

Qual a descrição sindromática mais apropriada?

A – Artralgias

B – Artrose

C – Sindrome de dor periarticular

D – Dor loco-regional mecância

E – Artrite

R: D

Qual o Dx mais provável?

A – Sindroma articular do punho direito

B – Tenossinovite de De Quervain

C – Sindrome de Tunel Cárpico

D – Artrite rádio-cárpica

E – Rizartrose

R: B

A Sr. Antónia tem 60 A e recorre ao SU por gonalgia direita, agudizada desde há 2 meses. Nega
traumatismos local. A dor agrava à marcha e causa limitação, principalmente a descer escadas.
A dor agrava durante a noite na cama. A mobilização passiva do joelho é normal. A palpação
desperta dor na face interna do joelho direito. As manobras de choque da rótula e de
McMurray são negativas. Não se identifica tumefação articular. A Rx dos joelhos mostrou
esclerose subcondral no compartimento tíbio-femoral interno, bilateralmente, sem outras
alterações
A – Tendinite da pata de ganso

B – Lesão meniscal

C – Gonartrose

D – Artrite do joelho

E – Bursite pré-patelar

R: A

Você também pode gostar