Você está na página 1de 64

C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 1

FRENTE 1 – GEOGRAFIA DO BRASIL

3. A partir do gráfico e do mapa abaixo, determine os quatro estados


MÓDULO 1 mais populosos e os quatro Estados menos populosos do País.

CARACTERÍSTICAS
GERAIS DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

1. Defina os termos “populoso” e “povoado”.

RESOLUÇÃO:
Populoso refere-se à população absoluta, ou seja, ao número
absoluto, total, de indivíduos de um país, região, cidade, etc.
Povoado refere-se à população relativa, ou seja, ao número de
habitantes em relação à área que eles ocupam. População
Absoluta
População Relativa ou Densidade Demográfica = –––––––––––

GEOGRAFIA AD
Área

2. Por que o termo “povoado” não é suficiente para a análise do


povoamento do país? RESOLUÇÃO:
Mais populosos: SP, MG, RJ, BA
RESOLUÇÃO: Menos populosos: RR, AP, AC, TO
Porque o termo “povoado” considera apenas a relação entre
população absoluta e área, e não de que forma a população se
distribui por essa área.

–1
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 2

4. (FUVEST) 5. (UNICAMP-2015)

CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL DE 1750 A 2050

Milhões Bilhões
100 10

Incremento populacional
80 8

Tamanho da população
Incremento decenal
60 6

40 4
(Ministério da Integração Nacional, 2006. Adaptado.)
Tamanho da população
20 2
a) Correlacione as informações contidas nos mapas acima.
b) Identifique e explique dois fatores responsáveis por mudanças no
padrão espacial de distribuição da população brasileira, ocorridas 0 0
1750 1800 1850 1900 1950 2000 2050
entre 1991 e 2000.
(Fonte: The World at Six Billions. United Nations: USA, 1999.)
RESOLUÇÃO:
a) No mapa das densidades demográficas, constata-se uma O gráfico acima apresenta as progressões do tamanho da população e
distribuição irregular da população brasileira pelo território. do incremento populacional, por décadas, de 1750 até a projeção para
Essa irregularidade é devida a fatores, sobretudo, geográficos, 2050. A partir de 1990, verifica-se uma importante mudança de
que ao longo da história do País, determinaram uma espaciali- comportamento do incremento. Contudo, a população continua a
GEOGRAFIA AD

zação peculiar, com grandes adensamentos na porção oriental


crescer porque o incremento populacional
do território, com destaque para o centro-sul; afora estas,
a) continua positivo.
constatam-se ainda concentrações pontuais, descontinuadas.
b) passou a ser negativo.
A sobreposição do mapa das taxas de crescimento demográfico
ao das densidades demográficas permite a seguinte consta- c) manteve-se constante.
tação: as taxas de crescimento são, em geral, maiores nas áreas d) está em queda.
de menor densidade demográfica, pois estas são mais sensíveis
a qualquer acréscimo populacional; observam-se aumentos RESOLUÇÃO:
populacionais mais expressivos nas regiões Centro-Oeste e A partir de 1990, observa-se uma contínua queda no incremento
Norte, para onde, nas últimas décadas, afluíram imigrantes populacional mundial, devido à queda nas taxas de natalidade
atraídos pela expansão das atividades agropecuárias – frentes decorrente da elevação do nível de instrução, à adoção, cada vez
pioneiras de colonização. mais significativa, de métodos contraceptivos e, principalmente, à
É notável, também, a contínua expansão das conurbações inserção da mulher no mercado de trabalho. No entanto, este
paulista e fluminense em decorrência do dinamismo de suas crescimento ou incremento continua positivo, mas em prospectiva
economias. deverá ser cada vez menor.
Deve-se constatar, ainda, que, nos maiores centros urbanos, a Resposta: A
taxa de crescimento natural da população é menos expressiva
em decorrência da redução das taxas de natalidade.
b) Entre 1991 e 2000, o padrão espacial de distribuição da popu-
lação brasileira sofreu mudanças relacionadas a: (I) avanço da
fronteira agrícola com a consequente incorporação de novos
territórios. Essa interiorização da população acompanha pari
passu a expansão da economia, o que demanda contingentes
cada vez mais numerosos de ativos; (II) crescimento das cidades
médias em decorrência da deterioração da infraestrutura dos
grandes centros urbanos. A despeito da urbanização brasileira
ainda ser fortemente marcada pelo macrocefalismo, há uma
tendência à descentralização da economia, como por exemplo
a desconcentração da indústria, e dos serviços, o que provoca
o deslocamento de parte da população das grandes
aglomerações para cidades menores, mas com melhores
perspectivas de trabalho e inserção, em geral.

2–
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 3

6. (FATEC) – No final do século XVIII, o economista inglês Thomas RESOLUÇÃO


Malthus escreveu um livro, no qual trabalhou a ideia de que a fome e a A teoria reformista critica o pensamento malthusiano, segundo o
miséria são decorrentes do descompasso entre o crescimento qual a fome pode ser resolvida pelo controle da natalidade.
populacional e a produção de alimentos. Segundo o reformismo, a pobreza e a forme são frutos das
desigualdades e esse pensamento tem uma influência direta do
Segundo Malthus,
marxismo. Assim, culpar a elevada natalidade é tomar o efeito
a) o ritmo do crescimento populacional tende a diminuir à medida que
como causa.
os investimentos em educação aumentam.
Resposta: D
b) o crescimento demográfico acelera a retirada dos recursos naturais,
causando danos irreversíveis ao meio ambiente.
c) o crescimento acelerado da população nos países subdesenvolvidos
é consequência e não a causa da miséria e da pobreza.
d) o aumento da população ocorre em progressão geométrica e a
produção de alimentos aumenta em progressão aritmética.
e) o aumento da população faz com que os governos invistam cada vez 8. (UNICAMP) – O território brasileiro se caracteriza por uma vasta
mais em saúde, deixando de lado os investimentos produtivos. gama de usos agrícolas em função de sua sociodiversidade, que inclui
as populações caiçaras, as geraizeiras, as ribeirinhas e as faxinalenses.
São características dessas populações:
RESOLUÇÃO
a) dedicação à pesca artesanal, agricultura de pousio, espaços
Em seu estudo, publicado em 1796, Robert Thomas Malthus,
destinados a usos comuns e cultivo de gêneros alimentícios
impressionado com o crescimento da população inglesa durante o
voltado para a subsistência e o mercado local.
início da Revolução Industrial inglesa, analisou o comportamento
b) dedicação à pesca predatória, agricultura de pousio espaços
geral da população mundial e concluiu que, numa comunidade, a
destinados ao arrendamento e cultivo de cana-de-açúcar voltado
produção de alimentos crescia aproximadamente em progressão
para a produção de biocombustível.
aritmética (exemplo: x + 1), enquanto a população, por sua vez,
c) dedicação à pesca artesanal, agricultura científica de precisão,
crescia em progressão geométrica (exemplo: x2), sendo que, num

GEOGRAFIA AD
espaços destinados a usos privados e cultivo de gêneros
determinado momento, não haveria alimento suficiente para toda
alimentícios voltado para o mercado local.
a comunidade. Tal hipótese não se confirmou, no decorrer dos
d) dedicação à pesca predatória, agricultura equiparável ao
anos, porém, até hoje, é muito discutida.
agronegócio, espaços destinados a usos comuns e cultivo de
Resposta: D
plantas voltado para a indústria química.

7. (MACKENZIE) – Constitui, pois, a luta contra a fome, concebida RESOLUÇÃO:


em termos objetivos, o único caminho para a sobrevivência de nossa Populações caiçaras, geraizeiras, ribeirinhas e faxinalenses são
civilização, ameaçada em sua substância vital por seus próprios consideradas populações tradicionais, cujo modo de vida e sistema
excessos, pelos abusos do poder econômico, por sua orgulhosa de produção, tomados como características culturais inerentes, são
cegueira – numa palavra, por seu egocentrismo político,sua superada objeto de proteção pelo Estado.
visão ptolomaica do mundo. –1966 Caiçaras são populações que vivem em áreas costeiras e funda-
mentam sua subsistência na pesca; geraizeiros: são característicos
(Josué de Castro)
do norte de Minas Gerais, das áreas de savanas ou cerrado;
(Disponível em: http://pensador.uol.com.br/autor/josue_de_castro/) faxinalenses: vivem em condomínio rural com a exploração coletiva
da terra, geralmente associados a áreas de conservação; ribeirinhos
No ano de 2008, o mundo celebrou o centenário do nascimento de
ou vazanteiros: vivem de cultivos em várzeas de rios fertilizadas
Josué de Castro, pernambucano que foi presidente do Conselho
naturalmente pelas cheias fluviais sazonais.
Executivo da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Essas populações sobrevivem de atividades de subsistência –
Alimentação (FAO). Foi indicado três vezes para o prêmio Nobel: de agricultura, criação, pesca, silvicultura, caça, atividades comple-
medicina, em 1954, e da paz, em 1963 e 1970. De acordo com seus mentadas com artesanato. O excedente da produção destes grupos
conhecimentos a respeito do tema da fome e, com base na frase acima, é dirigida para mercados locais.
está correto afirmar que o pensamento de Josué de Castro é coerente Resposta: A
com a teoria demográfica
a) Malthusiana, pois relaciona a fome ao descompasso entre a
produção de alimentos, que cresce em progressão aritmética, ao
crescimento populacional, que ocorre em progressão geométrica.
b) Neomalthusiana, ao conceber os abusos do poder econômico como
consequência dos elevados índices de natalidade.
c) Econeomalthusiana, uma vez que defende a tese de que a degra-
dação ambiental provocada pelo fenômeno da superpopulação
compromete a vida na Terra.
d) Reformista, ao entender que o problema da fome decorre de
relações econômicas e socais injustas e desiguais.
e) Alarmista, ao supervalorizar os efeitos negativos da superpopulação
e omitir fatores sociais, econômicos e políticos.

–3
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 4

Assinale
MÓDULO 2 a) se apenas I estiver correta.
b) se apenas II estiver correta.
c) se apenas I e II estiverem corretas.
ESTRUTURA DA d) se apenas II e III estiverem corretas.
POPULAÇÃO – CRESCIMENTO VEGETATIVO e) se I, II e III estiverem corretas.

RESOLUÇÃO:
Todas as afirmações estão corretas sobre o gráfico relativo à taxa
1. (UEM) – Assinale a alternativa correta sobre a demografia.
de fecundidade da mulher brasileira: ocorre maior participação
a) A taxa de crescimento vegetativo é calculada pela diferença entre a
feminina no mercado de trabalho; ocorre redução na natalidade,
taxa de natalidade e a taxa de mortalidade em um período
mas aumento da longevidade; o Brasil apresenta uma estrutura
determinado. etária marcada pela transição avançada, com queda no cres-
b) A taxa de mortalidade corresponde à somatória da taxa de morta- cimento populacional e predomínio de adultos.
lidade infantil e dos índices gerais de mortalidade de uma deter- Resposta: E
minada população.
c) A taxa de natalidade corresponde à somatória da taxa de fecundidade
e da taxa de crescimento demográfico.
d) Na segunda metade do século XX, a aceleração no ritmo de
crescimento da população europeia resultou do processo de
urbanização associado ao êxodo rural.
e) Malthus associou o crescimento demográfico da população à maior
3. (UFSCar) – Considere as seguintes afirmações sobre a população
disponibilidade de alimentos, ressaltando que os recursos crescem
brasileira.
exponencialmente e a população cresce aritmeticamente.
I. Reduziu, de forma significativa, os movimentos migratórios inter-
GEOGRAFIA AD

regionais e extrarregionais.
RESOLUÇÃO:
Resposta: A II. Apresenta, nestas últimas décadas, redução da taxa de fertilidade.
III. Tem, gradativamente, aumentado a esperança de vida.
IV. Caracteriza-se pelo forte crescimento vegetativo.
V. Apresenta taxas de mortalidade infantil diferenciadas de acordo com
a região.

Estão corretas somente as afirmações


a) I, II e IV. b) I, II e V. c) I, III e IV.
d) II, III e V. e) III, IV e V.

2. (MACKENZIE)
RESOLUÇÃO:
Resposta: D

4. (FATEC) – A questão está relacionada ao gráfico e às afirmações I,


II, III e IV.
(Censo Demográfico. Fecundidade e Mortalidade Infantil.
Resultados Preliminares da Amostra. Rio de Janeiro, IBGE, 2002.)

Observando o gráfico, relativo à taxa de fecundidade da mulher


brasileira, considere as afirmações a seguir.
I. A diminuição dessas taxas deve-se à crescente participação das
mulheres em trabalhos extradomiciliares.
II. A tendência apresentada pelo gráfico induz à necessidade de
planejamentos na área de saúde e previdência social, para o
atendimento à demanda maior de idosos no conjunto total da
população brasileira.
III. A dinâmica populacional brasileira está tendendo à transição
demográfica avançada, com moderado crescimento populacional.

4–
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 5

I. As altas taxas de mortalidade estão relacionadas à taxa de fecun- 6. (UNESP) – Os gráficos representam duas tendências mundiais.
didade da mulher brasileira.
II. A mortalidade infantil é um bom indicador da qualidade das políticas
de saúde e da rede de saneamento disponíveis para a população.
III. Dentre as causas das altas taxas de mortalidade infantil, as doenças
infecciosas e a desnutrição estão diretamente ligadas à pobreza.
IV. Atualmente, as taxas de mortalidade infantil são homogêneas em
todo o Brasil.

A leitura do gráfico e seus conhecimentos sobre a população brasileira


permitem concluir que estão corretas apenas as afirmações
a) I e II. b) I e III. c) I e IV.
d) II e III. e) III e IV.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

5. (UNICAMP) – Considerando as atuais características demográficas


da população indígenas brasileira, assinale a alterantiva correta. (Centro de Estudos Internacionais e Estratégicos, 2001.)
a) Ainda existem etnias indígenas isoladas no interior da Amazônia,
Analise-os e assinale a alternativa que está relacionada com o constante
vivendo em grandes aldeias, com predominância de idosos, e
aumento do número de pessoas com 65 anos ou mais.
desenvolvendo roças para o autoconsumo.
a) Diminuição da expectativa de vida e do número médio de filhos por
b) A atual população indígena brasileira supera, em contingente e em
mulher em todos os países.
etnias, os habitantes nativos encontrados no início da colonização

GEOGRAFIA AD
b) Aumento da expectativa de vida e baixa taxa de fertilidade por
no século XVI.
mulher, no período 1995-2000, em Japão, Alemanha e Itália.
c) Enquanto a população indígena do centro-su1 obteve crescimento
c) Aumento da expectativa de vida e diminuição da taxa de fertilidade
demográfico, a população habitante da Amazônica apresentou forte
por mulher em todos os países.
redução de contingente
d) Diminuição da expectativa de vida e da taxa de fertilidade por mulher
d) Verifica-se a tendência de reversão da curva demográfica, tendo em
nos países desenvolvidos.
vista o crescimento atual da população indígena no país, sendo que
e) Aumento da expectativa de vida e queda na taxa de fertilidade por
a maior parcela desse contingente vive em áreas rurais.
mulher exclusivamente em Canadá, Alemanha e Brasil, no período
1960-2000.
RESOLUÇÃO:
De acordo com os dados do IBGE, desde 1991, verifica-se um
RESOLUÇÃO:
aumento no número de indígenas no Brasil, os quais apresentam
Resposta: B
especificidades regionais e não tiveram um movimento linear de
crescimento populacional ao longo do tempo.
De 1991 a 2010, a Região Norte apresentou crescimento contínuo
nos números absolutos de indígenas, passando de 124.615 em 7. (FGV) – Os indicadores sociais, recentemente divulgados pelo
1991, para 213.443 em 2000 e 305.873 em 2010. Contudo, em IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontam algumas
números relativos, tal região teve uma variação não linear de sua alterações no perfil da população brasileira. Destaque a única alternativa
população indígena, abarcando 42,4% dos indígenas brasileiros em que não corresponde a uma dessas alterações:
1991, 29,1% em 2000 e 37,4% em 2010. a) Aumento do tamanho médio das famílias, especialmente nas áreas
Ao analisarmos as Regiões Sul e Sudeste, verificamos que, em metropolitanas.
1991, tais regiões apresentavam, respectivamente, 30.334 (10,3% b) Gradual envelhecimento da população, com redução na proporção
do total) e 30.589 (10,4% do total) de indígenas. Em 2000, o Sul
relativa de crianças e jovens.
possuía 84.747 (11,5% do total) indígenas e o Sudeste, 161.189 (22%
c) Redução na proporção da população masculina em relação à feminina.
do total). Dez anos mais tarde, em 2010, foram recenseados 74.945
d) Queda na taxa de analfabetismo entre a população de 15 anos ou mais.
indígenas no Sul (9,2% do total) e 97.960 no Sudeste (12% do total).
Tais dados impossibilitam a alternativa C, posto que os dados e) Aumento dos domicílios sob a responsabilidade de mulheres.
verificados no período entre 1991 e 2000 não foram mantidos no
RESOLUÇÃO:
período entre 2000 e 2010, havendo uma redução do contingente
Resposta: A
indígena no centro-Sul e um aumento na Amazônia.
A parcela urbanizada de indígenas também não apresentou
variação linear. Em 1991, 71.026 indígenas residiam em cidades e
223.105, nas áreas rurais. No ano 2000, 383.298 indígenas estavam
em cidades e 350.829 no campo, havendo, nesse momento, mais
indígenas urbanos do que rurais. Já em 2010, verificamos uma
retomada do predomínio de indígenas rurais, com 315.180
indígenas nas áreas urbanas e 502.783 nas áreas rurais. Tal
processo pode ser explicado pela demarcação de terras indígenas.
Resposta: D

–5
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 6

8. (PUC) – O gráfico apresenta as taxas de fecundidade no Brasil e nas 9. (MACKENZIE)


grandes regiões, de 1940 a 1999.

(Divisão de População do Departamento de Desenvolvimento Econômico


(Fundação IBGE. Censos Demográficos 1940-1991; Ministério da Saú- e Assuntos Sociais do Secretariado das Nações Unidas. 2007.)
de/Fundação Nacional de Saúde – Funasa/Centro Nacional de Epide- A respeito dos Índices de Crescimento Populacional no mundo, assinale
miologia – Cenepi Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos – a alternativa incorreta.
Sinasc, dados de 1999.) a) Na atualidade, verifica-se uma queda dos índices de natalidade,
(1) Número médio de filhos nascidos vivos por mulher. embora em alguns países as taxas se mantenham elevadas.
b) No Brasil, o índice, desde 1920, obedece a sucessivos recuos, graças
Indique a alternativa que o analisa e o interpreta corretamente:
ao processo de substituição de importações, que impulsionou a in-
a) Existem disparidades importantes entre as regiões na queda das taxas
dústria nacional nessa mesma década, absorvendo muita mão de obra.
de fecundidade, em especial entre as taxas do Sul e do Sudeste.
GEOGRAFIA AD

c) Devido à intensa urbanização, as pessoas passaram a ter acesso aos


b) As taxas menores entre 1940 e 1950 indicavam a efetividade de
métodos anticoncepcionais, o que facilitou a redução do número de
políticas de controle de natalidade que foram abandonadas na década
filhos por família.
seguinte.
d) No meio urbano, a necessidade da mão de obra feminina estimula o
c) A queda nas taxas de fecundidade mostra-se significativa a partir de
aprimoramento profissional. Para esse grupo, sucessivas gestações
1970 devido ao controle de natalidade decretado pelos governos
comprometeriam o padrão de vida da família e a possível ascensão
militares a partir de 1964.
profissional.
d) As taxas de fecundidade caem muito com o uso da pílula anticon-
e) A dinâmica do crescimento populacional no mundo está sendo
cepcional, imposto pelo governo brasileiro, no dia a dia das brasileiras
alterada nas últimas décadas, devido aos avanços na medicina, ao
das zonas rurais e urbanas de todas as regiões.
aumento do acesso à educação e ao saneamento básico.
e) A queda das taxas de fecundidade é generalizada em todas as
regiões; no ano de 1999 os diferenciais são mínimos, o que mostra RESOLUÇÃO:
a transição demográfica em curso no país. A alternativa B está incorreta pois afirma que desde 1920, o índice de
crescimento populacional no Brasil sofreu sucessivos recuos. Na
RESOLUÇÃO: realidade a redução no índice de crescimento populacional só pode
De uma maneira geral, a queda da natalidade observada no Brasil, ser verificado a partir da década de 1970, em razão da signicativa
segue uma tendência mundial. Todas as regiões brasileiras queda na taxa de natalidade devida à urbanização da população,
apresentaram quedas a partir dos anos 70 e as taxas são todas maior acesso à informação, casamentos tardios, entre outros.
muito próximas, o que denota a tendência à transição demográfica. Resposta: B
Resposta: E

6–
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 7

10. (MACKENZIE) 11.


Grandes Regiões – Taxa de Fecundidade Total – 2000-2010

Taxa de Fecundidade Total Diferença


Grandes Texto 1
Relativa
Regiões
2000 2010(1) 2000/2010 (%)

BRASIL 2,38 1,86 –21,9


NORTE 3,16 2,42 –23,5
NORDESTE 2,69 2,01 –25,2
SUDESTE 2,10 1,66 –21,0
SUL 2,24 1,75 –21,7
CENTRO
2,25 1,88 –16,3
OESTE
(Censos Demográficos 2000/2010.)
Texto 2
Com base na tabela acima, a respeito da população brasileira, assinale
A Constituição Federal no título VII da Ordem Social, em seu Capítulo
a alternativa correta.
VII, Art. 226, § 70, diz:
a) A população brasileira, a despeito dos avanços sociais dos últimos
anos, apresenta ainda um padrão de “explosão demográfica”, com
Fundado nos princípios da dignidade da pessoa humana e da
elevado número de filhos por mulher. A taxa de fecundidade elevada
paternidade responsável, o planejamento familiar é livre decisão do
se justifica pelos baixos índices de escolaridade, principalmente a
casal, competindo ao Estado propiciar recursos educacionais e
feminina.
científicos para o exercício deste direito, vedada qualquer forma coer-
b) Desde o censo de 1991, nota-se uma tendência de queda da taxa
citiva por parte de instituições oficiais ou privadas.
de fecundidade no Brasil. Entretanto nas regiões, em que há maiores

GEOGRAFIA AD
(Disponível em: <wwwplanalto.gov.br>. Acesso em: 21 set. 2008.)
índices de pobreza e menores índices de escolaridade, isso não
ocorreu.
A comparação entre o tratamento dado ao tema do planejamento
c) O Brasil tem contrariado o padrão demográfico de países que
familiar pela charge de Henfil e pelo trecho do texto da Constituição
vivenciaram o processo de urbanização, como os EUA, Canadá e os
Federal mostra que
da Europa Ocidental. Esse fato pode ser confirmado pela taxa
a) a charge ilustra o trecho da Constituição Federal sobre o planeja-
elevada de fecundidade em todo o país.
mento familiar.
d) A queda das taxas de fecundidade tem se mostrado como uma
b) a charge e o trecho da Constituição Federal mostram a mesma
tendência nacional. De um modo geral, a queda acompanha as
temática sob pontos de vista diferentes.
transformações socioeconômicas das últimas décadas.
c) a charge complementa as informações sobre planejamento familiar
e) Os programas sociais de transferência de renda, como o “Bolsa-
contidas no texto da Constituição Federal.
família”, têm sido um forte estímulo para o aumento da taxa de
d) o texto da charge e o texto da Constituição Federal tratam de duas
natalidade, principalmente nas áreas em que há maiores índices de
realidades sociais distintas, financiadas por recursos públicos.
população rural, como nas regiões Norte e Nordeste.
e) os temas de ambos são diferentes, pois o desenho da charge repre-
senta crianças conscientes e o texto defende o controle da natalidade.
RESOLUÇÃO:
Com base na tabela apresentada, observamos a queda na taxa de
RESOLUÇÃO:
fecundidade em todas as regiões brasileiras, tendência verificada
O assunto em pauta é a necessidade do planejamento familiar, para
a partir da década de 1970, como consequência de transformações
que o número de filhos de um casal seja compatível com a
socioeconômicas como urbanização da população, maior acesso à
possibilidade de criá-los dentro de condições razoáveis. Todavia, a
informação, aumento do número de mulheres no mercado de
charge de Henfil faz uma espécie de interpretação às avessas,
trabalho, entre outros.
focalizando a exploração do trabalho e da mendicância infantis feita
Resposta: D
pelos próprios pais.
Resposta: B

–7
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 8

12. (MACKENZIE)
O Brasil em 2020 MÓDULO 3
Será, é claro, um Brasil diferente sob vários aspectos. A maior parte deles,
imprevisível. Uma década é um período longo o suficiente para derrubar
ESTRUTURA DA POPULAÇÃO –
certezas absolutas (ninguém prediz uma Revolução Francesa, uma queda ESTRUTURA ETÁRIA POR SEXO E POR ETNIA
do Muro de Berlim ou um ataque às torres gêmeas de Nova York). Mas é
também um período de maturação dos grandes fenômenos incipientes –
dez anos antes da popularização da internet já era possível imaginar como
1. (UNESP) – A figura, construída com dados do IBGE, apresenta as
ela mudaria o mundo. Da mesma forma, fenômenos detectáveis hoje
pirâmides etárias da população brasileira, em 1970 e 2013. Nesse
terão seus efeitos mais fortes a partir de 2020.
período, as mudanças pelas quais passou o Brasil repercutiram na
(David Cohen, Revista Época, 25/05/2009.)
dinâmica demográfica e na estrutura das idades, embora nosso país
permaneça entre os de maior contingente populacional do mundo.

Com base no enunciado, observe as afirmações abaixo, assinalando V


(verdadeiro) ou F (falso).
GEOGRAFIA AD

( ) A diminuição da fecundidade no Brasil deve-se às trans-


formações econômicas e sociais que se acentuaram na primeira
metade do século XX devido à intensa necessidade de mão de
obra no campo, inclusive de mulheres, fato este que elevou o
país ao patamar de agrário-exportador.
( ) Devido à mudança do papel social da mulher do século XX, ela
deixa de viver, exclusivamente, no núcleo familiar, ingressando
no mercado de trabalho e passando a ter acesso ao planeja-
mento familiar e a métodos contraceptivos. Esses aspectos,
conjugados, explicam a diminuição vertiginosa das taxas de (Atlas Geográfico Melhoramentos)
fecundidade no Brasil.
( ) As quedas nas taxas de natalidade de um país levam, ao longo a) Quais são os processos que promovem o aumento da população
do tempo, ao envelhecimento da população (realidade da num país?
maioria dos países desenvolvidos). Neste sentido, verifica-se b) Explique as transformações na pirâmide etária do Brasil, fornecendo
uma forte tendência a um mercado de trabalho menos compe- duas causas e duas prováveis consequências.
titivo e exigente, demandando menos custos do Estado com
os aspectos sociais. RESOLUÇÃO:
a) O resultado positivo da taxa de crescimento vegetativo, ou seja,
da diferença entre as taxas de natalidade e de mortalidade, além
Dessa forma, a sequência correta, de cima para baixo é
da relação positiva entre a entrada de migrantes – imigração –
a) VVV. b) FVV. c) VVF.
e a taxa de saída de migrantes – emigração.
d) FVF. e) VFV.
b) Considerando as duas pirâmides, observa-se um alargamento
de suas partes médias, nas quais se situam os adultos, e na
RESOLUÇÃO: parte alta, idosos; em contrapartida, a base da pirâmide de 2000
A primeira afirmativa está falsa: as transformações econômicas e teve um estreitamento, em razão da redução do percentual de
sociais se acentuaram na segunda metade do século XX devido à jovens. Essas transformações decorrem da redução da taxa de
intensa mão de obra na cidade (êxodo rural) e devido ao avanço da natalidade devida à inserção da mulher no mercado de trabalho,
industrialização e da mecanização no meio rural. A terceira casamentos tardios, adoção de métodos anticoncepcionais,
afirmativa está falsa: as quedas nas taxas de natalidade indicam planejamento familiar espontâneo e redução da taxa de morta-
forte tendência a um mercado de trabalho mais competitivo e lidade, causada pela elevação do padrão socioeconômico, evo-
exigente, demandando mais custos do Estado em relação aos lução da medicina, ampliação da rede hospitalar e de saneamento
aspectos sociais ministrados aos idosos. básico.
Resposta: D

8–
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 9

2. (FUVEST) – Os gráficos abaixo representam a composição da 3. (MACKENZIE-2016) – Observe a figura a seguir que contém
população brasileira, por sexo e idade, nos anos de 1990 e 2013, bem informações a respeito da estrutura etária da população Xavante, das
como sua projeção para 2050. populações indígenas e de toda a população brasileira.
Observe que, para cada ano, está destacado o percentual da população
economicamente ativa (PEA).

GEOGRAFIA AD
(www.ibge.gov.br. Acessado em 20 ago. 2013. Adaptado.)
Figura 1: Pirâmide da população Xavante, Mato Grosso, população
Com base nas informações acima e em seus conhecimentos, atenda indígena do Brasil e população brasileira.
ao que se pede. Fontes: Fundação Nacional de Saúde17 e DATASUS20.
a) Na atualidade, o Brasil encontra-se no período denominado “janela
demográfica”. Caracterize esse período. A partir da análise das pirâmides etárias apresentadas, assinale a
b) Analise a pirâmide etária de 2050 e cite duas medidas que poderão alternativa que contenha apenas afirmações corretas.
ser tomadas pelo governo brasileiro para garantir o bem-estar da I. Em 2002, a população Xavante não tinha acompanhado a redução
população nesse contexto demográfico. Explique. da mortalidade infantil observada na população indígena e na
população brasileira em geral.
RESOLUÇÃO II. Os programas de defesa dos povos indígenas que foram
a) É o período no qual a população adulta e ativa é superior em intensificados a partir da Constituição de 1988 resultaram em
contingente aos não ativos (jovens e idosos), situação aumento das taxas de natalidade e mortalidade das populações
observada no Brasil pela pirâmide de 2013, que apresenta, do indígenas de um modo geral.
total, 68% de adultos. Num determinado momento do futuro, III. Os povos indígenas apresentam índices de natalidade muito
tal situação terminará e, então, a situação voltará ao desequi- superiores ao que se verifica na população brasileira, o que tem
líbrio, pois aumentará o número de idosos. grande peso na evolução demográfica de um modo geral.
Lembrando que, por “janela demográfica” ou “bônus demo- IV. Os índices de mortalidade infantil e de mortalidade geral tem
gráfico”, entende-se o período no qual o número de pessoas apresentado diminuições de um modo geral, fato que se pode
em idade ativa (dos 15 aos 65 anos) é suficiente para sustentar observar tanto nas pirâmides etárias da população brasileira quanto
o contingente de crianças e idosos. entre a população indígena.
b) A pirâmide etária do Brasil em 2050 mostrará um enorme
contingente de idosos, uma redução do número de adultos
a) I e II b) II e III c) II e IV
(de 68% em 2013 para 64% em 2050) e um contingente
d) I e IV e) III e IV
reduzido do número de jovens. Esse envelhecimento da
população exigirá do governo medidas como a adoção de RESOLUÇÃO:
políticas de apoio à população idosa. O sistema de previdência Numa pirâmide etária, o estreitamento da base indica uma redução
social deverá procurar recursos para sustentar uma população da taxa de natalidade, e um alargamento do ápice denota um
aposentada cada vez maior, o Estado deverá construir maior aumento da expectativa de vida. Tais indícios são verificados nas
número de hospitais para dar atendimento à população idosa, pirâmides da população brasileira e da população indígena do Brasil,
esforços deverão ser envidados na preparação de serviços contudo, não é observável na pirâmide da população xavante.
geriátricos, como a formação de médicos, enfermeiros e A afirmação III pode confundir alguns candidatos, uma vez que a
cuidadores. Cursos especiais de terceira idade deverão natalidade entre os índios é mais alta, mas esse fato não tem um
preparar os idosos para um provável reaproveitamento ativo peso na evolução demográfica, já que o número de índios no Brasil é
dessa população. de 900 mil, aproximadamente, menos de 1% da população do País.
Resposta: D

–9
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 10

4. (UNESP) – Analise a figura. 5. (FUVEST)

(http://noticias.uol.com.br)

Sobre as causas e os possíveis efeitos da previsão de mudança da


estrutura etária brasileira entre 2000 e 2035, pode-se afirmar que
a) a expansão do topo da pirâmide está associada à tendência de
crescimento da expectativa de vida no Brasil e um de seus efeitos
deverá ser a diminuição de demanda por serviços de saúde dirigidos
GEOGRAFIA AD

à população idosa do país.


b) a redução do topo da pirâmide etária está associada à tendência de
crescimento da expectativa de vida no Brasil e um de seus efeitos
deverá ser o aumento dos serviços turísticos destinados espe-
cialmente à população idosa do país.
c) a redução da base da pirâmide está associada à queda da taxa de
natalidade e um dos seus efeitos deverá ser a diminuição do número
de jovens em idade escolar no país.
d) a redução da base da pirâmide está associada ao aumento da taxa (IBGE, 2010 e Boletim Mundo, abril, 2011. Adaptado.)
de fecundidade e um dos seus efeitos deverá ser o aumento total
do número de jovens em idade escolar no país. Com base nos gráficos e em seus conhecimentos,
e) o aumento proporcional da população adulta no país está associado a) caracterize o processo de transição demográfica em curso no Brasil;
ao aumento da taxa de natalidade e um dos seus efeitos deverá ser b) cite e explique dois possíveis impactos da transição demográfica
a constituição de uma situação de pleno emprego junto à população brasileira sobre políticas públicas.
adulta do país.
RESOLUÇÃO:
RESOLUÇÃO: a) Observa-se pelos dois gráficos que o Brasil, durante os cinquen-
A redução da base da pirâmide resulta da queda da natalidade e ta anos analisados (de 2000 a 2050), terá uma diminuição cons-
uma das consequências será a diminuição do número de jovens tante da população dita jovem (de 0 a 14 anos), caindo de 29,8%
em idade escolar. em 2000 para 13,1% em 2050 e um crescimento contínuo da
Resposta: C população idosa (de 60 a 75 anos) e superidosa (+ de 75 anos).
Esse último conjunto subirá de 8,1% em 2000 para 29,8% em
2050. O contingente adulto (de 15 a 59 anos), depois de um
pequeno crescimento, de 62,1% em 2000 para 66,3% em 2020,
entrará também em declínio, caindo para 57,1% em 2050. Obser-
va-se, portanto, o contínuo envelhecimento da população bra-
sileira.
b) Um primeiro impacto do processo de transição da população a
se considerar nas políticas públicas é que o Estado deverá
modificar o direcionamento dos recursos destinados à edu-
cação, com a redução de verbas para o ensino básico e médio e
o aumento para o ensino superior, em função do aumento do
contingente adulto. A provável redução da oferta de mão de
obra em diversos setores poderá obrigar o Estado a investir na
mecanização da produção (como já ocorreu na Europa, por
exemplo), ou até na importação de mão de obra. Outro impacto
se dará no sistema de saúde, que deverá destinar maiores

10 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 11

recursos para cuidados geriátricos, tanto na formação de 6. A partir da comparação da pirâmide etária relativa a 1990
profissionais quanto na solução de doenças da velhice. Também com as projeções para 2030 e considerando-se os
o sistema previdenciário sofrerá sérias consequências, já que o processos de formação socioeconômica da população
envelhecimento da população reduzirá a fonte de receitas com brasileira, é correto afirmar que
a diminuição do contingente trabalhador que, nos anos a) a expectativa de vida do brasileiro tende a aumentar na medida em
precedentes, recolhia as contribuições. Equacionar a falta de
que melhoram as condições de vida da população.
receitas com o aumento do contingente de aposentados poderá
b) a população do País tende a diminuir na medida em que a taxa de
tornar-se um problema que já se prenuncia insolúvel. Outros
mortalidade diminui.
problemas, de menor monta, mas não menos relevantes,
encontram-se nos sistemas de locomoção, principalmente das c) a taxa de mortalidade infantil tende a aumentar na medida em que
áreas urbanas, como transportes (ônibus, trens, automóveis) aumenta o índice de desenvolvimento humano.
que terão de se adaptar à população idosa, bem como nos d) a necessidade de investimentos no setor de saúde tende a diminuir
meios de comunicação, que terão de dispor de formas para a na medida em que aumenta a população idosa.
transmissão de informações a um enorme contingente de e) o índice de instrução da população tende a diminuir na medida em
população de terceira idade com reduzida capacidade auditiva que diminui a população.
e visual.

RESOLUÇÃO:
Resposta: A
Texto para as questões 6 e 7

Os gráficos abaixo, extraídos do sítio eletrônico do IBGE, apresentam a


7.
distribuicão da população brasileira por sexo e faixa etária no ano de
Se for confirmada a tendência apresentada nos gráficos
1990 e projeções dessa população para 2010 e 2030.
relativos à pirâmide etária, em 2050
a) a população brasileira com 80 anos de idade será composta por mais

GEOGRAFIA AD
homens que mulheres.
b) a maioria da população brasileira terá menos de 25 anos de idade.
c) a população brasileira do sexo feminino será inferior a 2 milhões.
d) a população brasileira com mais de 40 anos de idade será maior que
em 2030.
e) a população brasileira será inferior à população de 2010.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

– 11
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 12

8. (FGV) – Relatório do Banco Mundial (BIRD) divulgado no dia 6 de 9. Analise:


abril mostra que o Brasil envelhece muito mais rápido do que os países
desenvolvidos. De acordo com o levantamento, as nações ricas primeiro
ficaram ricas; depois, velhas. O Brasil e outros emergentes estão
ficando velhos antes de ficar ricos. Enquanto a França levou mais de
um século para ter um aumento de 7% para 14% da população acima
de 65 anos ou mais, o Brasil passará pelo mesmo processo em duas
décadas, de 2011 a 2031.
(Disponível em:
<http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,brasil-esta-
ficando-velho-antes-de-ficar-rico-diz-bird,61690,0.htm>.)

Sobre a atual dinâmica demográfica brasileira e as tendências projetadas


para o futuro, assinale a alternativa correta:
a) Atualmente, a taxa de crescimento da população em idade de
trabalhar é mais elevada que a taxa de crescimento da população de
idosos e que a de crianças, o que configura uma situação de “bônus
demográfico”.
b) Apesar das mudanças recentes, a taxa de crescimento da população
de idosos ainda é mais baixa do que a taxa de crescimento da
população total.
c) Como resultado da queda generalizada nas taxas de fecundidade, a Nas próximas duas décadas, o crescimento econômico de um conjunto
população em idade escolar deverá diminuir nos próximos decênios, de países será reduzido por um fator demográfico comum a todos eles:
garantindo a melhoria das condições de ensino em todos os níveis.
GEOGRAFIA AD

o envelhecimento populacional. Estudo da Moody's obtido com


d) A expectativa de vida no Brasil é a mais elevada da América do Sul:
exclusividade pelo Valor indica que a redução da população em idade
por isso, a velocidade do envelhecimento da população do País é
ativa e o declínio das taxas de poupança, com a consequente queda do
maior do que a registrada no continente.
investimento dos países, devem impor restrições importantes à
e) Ao contrário do que ocorreu nos países europeus, no Brasil o
expansão de economias desenvolvidas e emergentes.
processo de envelhecimento é simultâneo ao aumento das taxas de
Embora o envelhecimento populacional ocorra com maior intensidade
crescimento da população total.
na Europa e na Ásia, o estudo aponta que até mesmo países relati-
vamente jovens, como Brasil e Turquia, já entraram em processo de
RESOLUÇÃO:
O termo “bônus demográfico” foi criado para designar a situação envelhecimento. E ainda que a população em idade ativa brasileira – ao
populacional na qual o grande número de adultos disponíveis, lado da Índia, México e Turquia – deva continuar a crescer na próxima
aptos para o trabalho, pode resultar numa produção econômica década, isso deve ocorrer em um ritmo bem mais comedido.
que sustente o contingente de população jovem e idosa não produ- No Brasil, 8% da população terá 65 anos ou mais em 2015, contra
tiva. Segundo os demógrafos, é a situação na qual o Brasil se 26,4% da população japonesa e 21,4% da alemã – as mais velhas do
encontra nos anos correntes. A partir de certo momento, esse grupo pesquisado. Em 2025, o percentual de brasileiros com 65 anos
bônus terminará e, então, o País ficará onerado pelo crescimento ou mais será de 11,4%, saltando para 13,6% em 2030.
do número de idosos que não encontrarão correspondência na
população ativa. (Valor Econômico, 7 ago. 2014. Adaptado.)
Resposta: A

Qual a relação entre envelhecimento da população e desaceleração do


crescimento econômico?

RESOLUÇÃO:
Segundo o estudo, em um grupo de 55 países desenvolvidos e
emergentes, o envelhecimento populacional deve reduzir o
crescimento econômico agregado anual em 0,4% no período de 2014
a 2019 e em 0,9% de 2020 a 2025. Para a Moody's, o impacto pode
ser mitigado, no médio prazo, por reformas políticas que estimulem
a participação no mercado de trabalho e maior agilidade dos
processos migratórios. Em um prazo mais longo, avanços
educacionais e investimentos em infraestrutura e inovação devem
ajudar a elevar a produtividade da economia e, consequentemente,
impulsionar a expansão das economias.

12 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 13

10. (FGV) – No Brasil, desde 1997, o sistema previdenciário é 11. (UNICAMP-2016) – A questão da inserção do negro na sociedade
deficitário, o que obriga o Tesouro Nacional a cobrir o rombo. A respeito nacional e sua mobilidade social é recorrente no debate da sociologia
da origem do contínuo déficit da Previdência Social, assinale a afirmação brasileira. Embora as desigualdades raciais ainda permaneçam, nas
correta. últimas três décadas importantes políticas foram adotadas pelo Estado
a) O aumento do emprego informal, procedimento adotado para brasileiro, reconhecendo o valor histórico dos negros para a formação
estimular a retomada do crescimento econômico, desonera a folha da sociedade nacional. Nesse contexto, vêm se construindo políticas
de pagamento, o que diminui a arrecadação. compensatórias, a partir de ações afirmativas, voltadas para essa
b) O crescimento do desemprego leva o governo a suspender o seguro- população.
desemprego e o abono salarial, o que deteriora a contabilidade a) Indique ao menos uma mudança importante introduzida na
previdenciária. Constituição Federal de 1988 que se tornou garantia de
c) A Constituição Federal de 1988 obrigou os trabalhadores rurais a reconhecimento dos direitos dos negros pelo Estado Brasileiro.
contribuir para a Previdência, o que compensa o déficit previdenciário Explique o que são políticas públicas compensatórias.
gerado pelos trabalhadores urbanos. b) Em julho de 2010, foi aprovada a Lei Federal 12.288, que instituiu o
d) O Brasil desfruta do bônus demográfico, ou seja, tem mais pessoas Estatuto da Igualdade Racial destinado à população negra do país.
aposentadas do que em idade ativa, o que deverá agravar o déficit Essa lei tornou-se um importante instrumento de promoção de ações
do sistema previdenciário nos próximos anos. afirmativas e de combate ao racismo. Aponte duas ações para a
e) A população em idade ativa, majoritária hoje, está envelhecendo, sem promoção dos direitos fundamentais da população afrodescendente,
que haja um contingente equivalente de jovens no mercado de uma referente à educação e outra referente à cultura, decorrentes
trabalho para arcar com o aumento futuro dos custos da do referido Estatuto.”
aposentadoria.
RESOLUÇÃO:
RESOLUÇÃO:
a) O artigo 5.º da Constituição Brasileira de 1988, que trata dos
O colapso no SISTEMA PREVIDENCIÁRIO decorre do aumento do
Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, subsidiou a Lei
número de pensionistas em detrimento do número de
(7716/89), que criminaliza a prática do racismo, e que foi

GEOGRAFIA AD
contribuintes. Esta situação já provoca um grande DÉFICIT
ORÇAMENTÁRIO, o que deve agravar-se com o ENVELHECIMENTO importante marco no reconhecimento dos direitos da popu-
da população. lação afrodescendente pelo Estado brasileiro.
Resposta: E Esta nova perspectiva que a Constituição de 1988 introduziu
instrumentalizou o Estado a adotar políticas compensatórias,
de cunho etno-racial, como percentuais mínimos de população
afrodescendente para a composição de seus quadros funcionais.
Essas políticas constituem intervenções ou medidas adotadas
pelo Estado que visam diminuir as diferenças decorrentes do
tratamento que historicamente foi conferido à população
afrodescendente, e que são explicitadas com o estabelecimen-
to de cotas mínimas de admissão de negros no serviço público,
nas universidades públicas etc.
b) Na promoção dos direitos fundamentais da população
afrodescendente na área educacional, a mais explícita
intervenção estatal foi o estabelecimento de cotas, ou seja, uma
quantidade mínima de afrodescendentes assegurada em
concursos públicos – que incluem inúmeros exames vesti-
bulares – sobretudo nas escolas públicas e/ou no quadro
funcional estatal; na área da cultura, podem-se destacar o
reconhecimento da população quilombola – remanescente de
antigos Quilombos – ; do indivíduo de origem africana como um
dos protagonistas da formação da sociedade brasileira e de
efemérides ligadas à cultura afro-brasileira, como o Dia da Cons-
ciência Negra, e datas religiosas ligadas ao calendário de cultos
afro-brasileiros.

– 13
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 14

3. (FGV) – Assinale a afirmação correta sobre o trabalho infantil no


MÓDULO 4 Brasil:
a) A mão de obra infantil tem sido utilizada em todas as regiões
brasileiras, em várias atividades: garimpos, olarias, plantio e colheita
ESTRUTURA DA POPULAÇÃO ATIVA de amendoins, cana e laranja, extrativismo vegetal, carvoarias,
trabalho informal e até no tráfico de drogas.
b) As estatísticas sobre o trabalho infantil devem ser analisadas com
cuidado porque os menores de 14 anos que aparecem em diversos
1. (FATEC-2015) – A distribuição da População Economicamente setores da economia, na verdade, não são trabalhadores contratados,
Ativa (PEA) por setores de atividades econômicas (primário, secundário e sim aprendizes, como determina o Estatuto da Criança e do
e terciário) pode fornecer dados interessantes sobre o desenvolvimento Adolescente.
de um país. A distribuição não é uniforme e imutável, ela se altera, em c) Exceto o Nordeste, nas demais regiões brasileiras não se consegue
função das especificidades econômicas e sociais de cada país. apontar nenhuma mercadoria que, no decorrer do processo pro-
No Brasil, a distribuição da PEA por setores de atividades mostra que dutivo, traga a marca da mão de um menor de 14 anos.
a) a maior parte da PEA encontra-se no setor primário, evidenciando o d) Estudos sobre a territorialização do trabalho infantil indicam uma
caráter agroexportador da economia brasileira. concentração dessa atividade apenas nas áreas rurais de Centro-
b) a PEA alocada no setor secundário ultrapassa os 50% do seu total, Oeste e Nordeste.
indicando que o Brasil é, efetivamente, um país industrializado. e) A aplicação do programa de renda mínima em todo o País contribuiu
c) o setor terciário, por concentrar atividades extrativistas e de mineração, para que mais de 90% das crianças – de 9 a 13 anos – aban-
vem se destacando como principal setor empregador do Brasil. donassem as atividades remuneradas e voltassem a frequentar aulas
d) o setor terciário é onde se encontra a maior parte da PEA, revelando no Ensino Fundamental.
a crescente importância desse setor na economia brasileira.
e) o rápido processo de urbanização ocorrido a partir da segunda RESOLUÇÃO:
metade do século XX tornou o setor secundário o maior empregador Resposta: A
GEOGRAFIA AD

brasileiro.
4. (FATEC) – Analise as afirmações sobre o trabalho das mulheres no
RESOLUÇÃO:
No Brasil, a maior parte da população economicamente ativa está Brasil.
concentrada no setor terciário da economia, uma vez que a I. A proporção de mulheres no mercado de trabalho diminuiu nesta
mecanização do campo e a progressiva automação dos processos década.
industriais diminuiu substancialmente a necessidade de mão de II. A remuneração média das mulheres é inferior à recebida pelos
obra, nos setores primário e secundário. homens.
Resposta: D III. A participação feminina nos serviços domésticos é menor do que a
masculina.
2. (FUVEST) – Com base no gráfico e em informações socioeconô-
micas da população brasileira, é possível afirmar que as taxas de É valido o que se afirma em
participação feminina na população economicamente ativa (PEA) são a) I, apenas. b) II, apenas. c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas. e) I, II e III.

RESOLUÇÃO:
Com a modernização da economia brasileira sobretudo após a
década de 1950, a incorporação do trabalho feminino foi crescente.
A inserção feminina na população economicamente ativa deu-se
como complementação à renda familiar, mas não livrou a mulher
das tarefas domésticas, sobrecarregando-a com uma dupla jornada
de trabalho.
A despeito desta inserção e do crescimento da importância da
mulher no mercado de trabalho, os seus rendimentos são menores,
refletindo a discriminação do trabalho da mulher.
(IBGE, 1992 e 2000)
Resposta: B
a) negativas, desde 1940, em virtude do incremento da atividade
industrial brasileira.
b) positivas, desde 1950, demonstrando provável equilíbrio futuro de
participação entre os sexos.
c) negativas, desde 1990, indicando a permanência do preconceito de
gênero.
d) positivas, desde 1950, evidenciando uma política governamental
com opção pelo trabalho feminino.
e) positivas, desde 1970, apontando a futura equiparação salarial entre
os sexos.
RESOLUÇÃO:
Resposta: B
14 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:12 Página 15

5. (UNESP) – Observe a tabela. 6. (FUVEST-2016) – Observe o mapa a seguir.

PORCENTAGEM DE ANALFABETOS E ALFABETIZADOS COM


ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E SUPERIOR EM ALGUNS
PAÍSES, NOS ANOS DE 1980 E 2000
Brasil Guatemala China Coreia do Sul
1980 2000 1980 2000 1980 2000 1980 2000
Analfabetos 32,8 21,3 54,7 47,1 45,0 20,9 19,7 8,0
Ensino
55,3 56,8 35,7 37,6 32,3 40,7 34,5 16,7
Fundamental
Ensino
6,9 13,5 7,4 9,5 21,7 35,7 36,9 49,5
Médio
Ensino
5,0 8,4 2,2 5,8 1,0 2,7 8,9 25,8
Superior

(Banco Mundial, 2001.)

a) Em que nível de ensino está a grande diferença entre os países


latino-americanos e os asiáticos? O que isso significa?
b) Brasil e China são semelhantes na extensão territorial, nas
disparidades regionais e no recebimento de investimentos estran-
geiros. Compare os resultados apresentados por estes países, nos
três níveis de ensino, indicando dois aspectos que favorecem o (Théry et al., Atlas do Trabalho Escravo no Brasil, 2009. Adaptado.)
maior desenvolvimento econômico chinês, na atualidade.

GEOGRAFIA AD
Considere o “trabalho análogo à escravidão” no meio rural brasileiro.
RESOLUÇÃO: a) Indique dois elementos que caracterizam essa condição de trabalho.
a) A análise comparativa entre a porcentagem de analfabetos e Explique.
alfabetizados com Ensino Fundamental, Médio e Superior em b) Identifique as três Regiões Administrativas do país em que há maior
países latino-americanos (Brasil e Guatemala) e asiáticos (China
área de concentração desse fenômeno e indique duas atividades
e Coreia do Sul) permite estabelecer as seguintes diferenças:
significativas nas quais os trabalhadores, submetidos a essa
– a quantidade de analfabetos é maior nos países latino-americanos;
condição, estão inseridos.
– a porcentagem de pessoas no Ensino Fundamental é maior no
Brasil; c) Descreva uma das formas de arregimentação de pessoas para essa
– na China, a participação no Ensino Médio é maior, bem como condição de trabalho.
na Coreia do Sul, em relação ao Brasil e Guatemala;
– quanto ao Ensino Superior, a porcentagem é mais reduzida na RESOLUÇÃO:
maioria dos países apresentados, em relação aos níveis anteriores, a) Caracterizam condições de trabalho análogo à escravidão o
o que demonstra um acesso restrito, mais elitizado, com desta- endividamento do trabalhador para com o próprio dono de
que para a Coreia do Sul e o Brasil, pelas maiores porcentagens. terras que o empregou (prática chamada de “aviamento”), o
Com referência ao item educação, nota-se uma grande diferen- que o impede de romper o compromisso assumido com o
ciação entre os países apresentados, o que evidencia seus níveis “agenciador” que o arregimentou; condições muito precárias
de emergência ou subdesenvolvimento. de trabalho e baixa qualidade de vida em função das
Os asiáticos apresentaram grande redução da taxa de analfa- baixíssimas remunerações; ausência de garantias ou direitos
betos, o que indica grande investimento governamental no se- trabalhistas. Tais condições disseminam-se devido à ineficiente
tor educacional. fiscalização.
Nota-se, também, o elevado crescimento do Ensino Superior, b) São as Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e as atividades
tanto na Coreia do Sul quanto na China. são o extrativismo mineral (como o garimpo) e vegetal (como a
b) O Brasil tem alta porcentagem (56,8%) de alfabetizados apenas carvoaria), além de atividades em frentes pioneiras.
com Ensino Fundamental, enquanto a China apresenta grande c) A arregimentação é feita nas periferias das cidades de pequeno
crescimento de alfabetizados com Ensino Médio. Observa-se e médio porte, entre a população pouco qualificada, por um
que o Brasil (8,4%) tem maior porcentagem no Ensino Superior “agenciador” (também conhecido como empreiteiro ou “gato”)
do que a China (2,7%), mas o crescimento chinês foi muito que propõe contratos informais de colonização, mediante
maior: 170% contra 68% do Brasil. promessas de melhores ganhos.
Um dos fatores mais atrativos da China em seu crescimento
econômico nas ZEEs, que chama a atenção de multinacionais,
tem sido a mão de obra barata mais qualificada, com elevado
nível educacional. Outro aspecto refere-se ao desenvolvimento
do mercado interno. Mesmo levando em consideração o baixo
poder de compra do consumidor chinês, decorrente de anos do
sistema socialista, a abertura econômica, aliada ao maior acesso
da população ao ensino, permite um aumento do poder de
consumo e consequente crescimento econômico.

– 15
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 16

7. (FATEC) – Identifique o título adequado à representação abaixo. RESOLUÇÃO:


Por se constituir em locais concentradores de informação, capital
e tecnologia, as cidades têm maior facilidade em desenvolver e
oferecer para sua população um maior número de instituições de
ensino e pesquisa, facilitando o acesso da população urbana à
educação. A população rural é obrigada a se deslocar por longas
distâncias para ter o mesmo benefício, além de se dedicar a um
trabalho muito mais desgastante, o que dificulta a busca da escola.
Resposta: C

9. (FGV-2016)
I. Milhares de pessoas fazem fila para vaga de emprego no Vale do
(Simielli, Geoatlas, 2001.) Anhangabaú (São Paulo), em novembro de 2015.
a) As mais altas taxas de fecundidade no globo.
b) Países com altas taxas de alfabetização.
c) Maiores concentrações populacionais.
d) Crescimento vegetativo mais expressivo.
e) Países exportadores de produtos tropicais.

RESOLUÇÃO:
Resposta: B

8. (PUC) – Observe a tabela com atenção:


GEOGRAFIA AD

Anos de estudo para pesoas com 15 anos de idade


ou mais por situação de domicílio – Brasil (2008)
Anos de Estudo Pop. Rural Pop. Urbana
Sem instrução e
24,12% 9,01%
menos de 1 ano
II. A velocidade de destruição de empregos formais registrada em
1 a 3 anos 18,50% 8,47%
2015 (menos 1,64 milhão de vagas) se destaca das crises
3 a 7 anos 30,48% 22,46% anteriores. Em 2016, o forte movimento de demissão nos
8 a 10 anos 13,87% 19,35% empregos formais deve prosseguir. Para janeiro, projeta-se a
destruição de 170 mil vagas. Embora seja esperada leve retomada
11 a 14 anos 11,21% 31,47% sazonal de contratações após o Carnaval, em fevereiro e março, a
15 anos ou mais 1,60% 9,05% projeção é de perda líquida de 2,2 milhões de vagas no ano.
Enquanto em 2015 as demissões ocorreram na construção civil e
Não determinado 0,10% 0,19%
na indústria de transformação, em 2016 serão os setores de
Fonte: PNAD 2008 Elaboração: Disoc/Ipea
comércio e serviços os mais atingidos (...). Somados, são setores
que empregam mais de 70% da força de trabalho.

Sobre as diferenças notórias no tempo de escolaridade dos habitantes


Adaptado de BARREIRA, Tiago Cabral, Boletim Macro IBRE,
da zona rural e das cidades no Brasil pode ser dito que
FGV, fev. 2016, p. 9.
a) A baixa escolarização das populações rurais explica a crise da
agricultura moderna no Brasil, pois essa exige uma massa de
A partir desse cenário de crise, analise as afirmações a seguir sobre as
trabalhadores mais preparada em termos educacionais.
mudanças na dinâmica do mercado de trabalho.
b) O domínio de uma agricultura moderna no campo brasileiro é tão
I. A perda da capacidade de consumo das famílias brasileiras e o
avassalador e lucrativo, que os envolvidos nessa atividade (proprie-
aumento da inadimplência são fatores que, somados, deverão
tários, executivos, técnicos, trabalhadores etc.) têm preocupações
ampliar o desemprego nos setores de comércio e serviços.
menores com a escolarização.
II. A forte e rápida queda dos empregos formais tende a ser
c) O modo de vida urbano é o locus formador do próprio sistema de
acompanhada pela expansão do trabalho informal e por conta
educação, o que torna natural uma escolaridade mais elevada de
própria, como medidas emergenciais para enfrentar a crise do
suas populações em relação à população rural.
mercado de trabalho.
d) A diferença relevante dos índices na faixa de mais anos de estudo
III. A diminuição dos rendimentos médios da economia e a proteção do salário
favorável às populações urbanas se deve ao fato de que chegar ao
pela legislação trabalhista concorrem para a demissão de trabalhadores de
ensino universitário é um privilégio das elites e elas estão, principal-
maior remuneração, repostos por novos de menor salário.
mente, nas cidades.
e) A baixa escolarização das populações rurais resulta do fato que no
Está correto o que se afirma em
mundo rural existem poucas escolas e universidades, que preferen-
a) I, apenas. b) II, apenas. c) III, apenas.
cialmente procuram se localizar nas cidades, como no caso do ensino
d) I e II, apenas. e) I, II e III.
privado.

16 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 17

RESOLUÇÃO: b) Na verdade, o grande crescimento urbano do Nordeste se deu


O desemprego,que se ampliou recentemente no Brasil, decorre de principalmente entre as décadas de 1980 e 2010, quando a
uma crise econômica de origem política e que teve como população urbana cresceu em torno de 50%. Contudo, o
consequências a queda no poder aquisitivo da população e o crescimento na última década (2010) foi mais lento, em torno
aumento da inadimplência, pois devedores viram-se em condições de 1,1%, mas, pelo que se percebe, voltou a se intensificar nos
de grande dificuldade para saldar seus compromissos. últimos anos. Em relação ao Sudeste , é preciso notar que essa
Uma alternativa ao desemprego é a informalidade, sobretudo para região sempre apresentou um crescimento urbano mais intenso
aqueles que não veem perspectiva de trabalho e precisam de que o Nordeste, em função de seu maior dinamismo econômico,
recursos para sobreviver. fato esse mostrado pelos números que apresentam o Sudeste
Pelo lado do empresariado, na tentativa de redução de custos, com aproximadamente 90% de população urbana na atualidade,
demitem-se empregados de maior remuneração, substituindo-os contra 65% de população urbana do Nordeste. O processo de
por trabalhadores mais jovens e com remuneração mais baixa. urbanização perdeu ímpeto nas últimas décadas em todo o
Resposta: E Brasil e, tanto o Nordeste quanto o Sudeste sentiram isso.
Os movimentos populacionais mudaram, observando-se os
chamados “movimentos de retorno”, nos quais nordestinos
MÓDULO 5 retornam à sua região após um período no Sudeste. Em ambas
as regiões, Nordeste e Sudeste, tem-se observado, também, o
crescimento das cidades médias nas últimas décadas,
comparativamente ao crescimento das grandes cidades,
POPULAÇÃO RURAL, URBANA E IDH característica das décadas de 1960, 1970 e 1980.

2. (FATEC) – Considere o gráfico abaixo.


1. (FUVEST) – Considere os gráficos sobre a urbanização no Brasil.

URBANIZAÇÃO BRASILEIRA

GEOGRAFIA AD
1940 1950

31% 69% 36% 64%

1960 1970

45% 55% 56% 44%

1980 1991

Tomando como ponto de partida as informações contidas no gráfico, a


68% 32% 75% 25%
afirmação correta é:
2000 2010 a) A partir de meados da década de 1960, a população urbana brasileira
passa a ser mais numerosa do que a população rural, em razão do
81% 19% 84% 16%
aumento das migrações estrangeiras juntamente com o das
migrações internas de origem rural.
População População b) A partir de meados da década de 1960, a população urbana do País
urbana rural
passa a ser mais numerosa do que a população rural, em razão da
(www.ibge.gov.br. Acessado em 15 ago. 2013.)
industrialização acelerada provocada pelo “milagre econômico”
Com base nos gráficos e em seus conhecimentos, explique brasileiro ocorrido nessa década.
a) a mudança do predomínio da população rural para o da população c) A partir de meados da década de 1960, a população urbana passa a
urbana; ser mais numerosa do que a população rural, em razão da industriali-
b) o fenômeno da urbanização, na última década acima representada, zação que se acentua desde o final da década de 1950, provocando
comparando as regiões Nordeste e Sudeste. migrações do campo para a cidade.
d) A década de 1980 reflete o predomínio da população urbana do País,
RESOLUÇÃO:
muito mais como resultado do grande crescimento industrial desse
a) A partir de meados da década de 1960, observa-se que o
período, considerado como o do “milagre econômico” brasileiro.
percentual de população urbana do Brasil ultrapassa 50%,
e) As décadas de 1940 e 1950 indicam uma população rural maior do
tornando o Brasil um país urbano. Tal fato se deu em função do
intenso processo de industrialização acelerado a que o Brasil que a população urbana do Brasil, pois a estrutura agrária do País
passou a assistir a partir da década de 1940, o qual atraiu ainda não se caracterizava pelo predomínio do latifúndio que
enormes contingentes de trabalhadores rurais. No período expulsava o homem do campo.
compreendido entre 1950 e 1960, as condições de vida no
campo eram sofríveis, ao mesmo tempo em que o processo de RESOLUÇÃO:
concentração de terras e a mecanização no campo eliminavam Resposta: C
empregos e impulsionavam a população para as cidades. Nas
últimas décadas, o ritmo de urbanização perdeu força, passando
a ser mais lenta.

– 17
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 18

3. (FATEC) – Em 1872 apenas cerca de 10% da população brasileira 5. (UNESP) – A figura mostra a distribuição do Índice de Desenvolvi-
era urbana, estando concentrada em cidades como Rio de Janeiro, mento Humano (IDH) no Brasil, por unidade da federação, no ano de
Salvador, Recife, São Luís do Maranhão e São Paulo. Os demais 2013. Observe-a e responda.
povoados urbanos, nas chamadas “vilas”, correspondiam a apenas
5,7% da população.
Pode-se assinalar como causa principal desses baixos índices de
urbanização, no período,
a) a proibição do comércio interno de produtos nacionais entre as
regiões.
b) a produção industrial concentrada no interior do país e o trabalho
assalariado em crescimento.
c) a economia escravista primário-exportadora e o pequeno mercado
interno.
d) a falta de políticas de incentivo migratório por parte do governo
português e o baixo povoamento.
e) a expulsão dos trabalhadores do campo e as fortes migrações para
a Amazônia.

RESOLUÇÃO:
A colonização do Brasil processou-se a partir da exploração de
alguns recursos naturais e, em função das condições ambientais
semelhantes às da África tropical e do sul da Ásia (Índia), cultivou-
a) Quais são as duas unidades federativas com os melhores IDHs?
se cana-de-açúcar. Grande parte da mão de obra, a maioria dela
Quais são as duas unidades federativas com os piores IDHs?
escrava, foi concentrada no campo e as cidades eram apenas áreas
b) O que o IDH mede? Quais são os seus três principais componen-
GEOGRAFIA AD

de atividades administrativas, com pequena população e mercados


consumidores restritos. Daí o fato das populações urbanas serem tes?
diminutas no começo da colonização.
RESOLUÇÃO:
Resposta: C
a) Segundo o mapa apresentado, com dados relativos ao ano
2000, os melhores índices de desenvolvimento humano estão
em São Paulo e no Distrito Federal e os piores, no Maranhão e
Alagoas.
É importante notar que os dados do IDH são de 2000, pois em
2004 foram divulgados dados mais recentes nos quais o Rio
Grande do Sul tem o melhor IDH do Brasil.
b) Os três principais componentes são a longevidade, medida pela
expectativa de vida da população ao nascer; o acesso ao
conhecimento, que utiliza a taxa de alfabetização dos habi-
tantes com 15 anos ou mais e o percentual de matrículas nos
três níveis de ensino; a renda medida pelo PIB dividido pelo
4. (FATEC) – O Brasil ocupa a 79 a. posição no relatório do IDH divulgado
número de habitantes e ajustado ao poder de compra do dólar
em 2014 (Índice de Desenvolvimento Humano). Para definição desse
em cada país.
índice são utilizadas três variáveis básicas que fazem parte do nosso dia
a dia.
6. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) permite
Para responder, considere os itens:
avaliar as condições de qualidade de vida e de
I. Expectativa de vida. II. Renda per Capita.
desenvolvimento de um país, de uma região ou de
III. Taxa de Exportação. IV. Taxa de Importação.
uma cidade, a partir de seus indicadores de renda, longevidade e
V. Educação.
educação. Cada indicador varia de 0 (nenhum desen volvimento) a
As três variáveis básicas que compõem o IDH são:
1 (desenvolvimento máximo). A tabela apresenta os valores de IDH de
a) I, II e III. b) I, II e IV. c) I, II e V.
três municípios brasileiros, X, Y e Z, medidos nos anos de 1991 e 2000.
d) II, III e IV. e) II, III e V.

RESOLUÇÃO: IDH – Renda IDH – Longevidade IDH – Educação


Resposta: C Município
1991 2000 1991 2000 1991 2000

X 0,431 0,402 0,456 0,551 0,328 0,568

Y 0,374 0,379 0,459 0,548 0,422 0,634

Z 0,501 0,420 0,611 0,648 0,188 0,448

(Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil)

18 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 19

Mudanças desses indicadores de IDH podem ser obtidas com a implantação de políticas públicas tais como:
I. Expansão dos empregos com melhoria de renda média.
II. Ações de promoção de saúde e de prevenção de doenças.
III. Ampliação de escolas de ensino básico e de educação de jovens e adultos.
Os resultados apresentados em 2000 são compatíveis com a implementação bem sucedida em todos esses três municípios, ao longo da década de
noventa, das políticas:
a) I, II e III. b) I e II, apenas. c) I e III, apenas. d) II e III, apenas. e) II, apenas.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

7. IDH municipal do Brasil cresce 47,5% em 20 anos


Os avanços obtidos reduziram as diferenças entre as regiões Norte e Sul do país.

GEOGRAFIA AD
(Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013 – Pnud e Ipea.)

Segundo o IDH dos municípios brasileiros elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU), com base principalmente no Censo de 2010,
São Caetano do Sul ocupa, pela terceira vez consecutiva, o topo da lista, com a avaliação 0,862, numa escala que vai de 0 a 1.
Vivem em São Caetano quase 150 mil pessoas, metade da população de um único bairro paulistano, por exemplo, o Jardim Ângela. Segundo
indicadores oficiais, a cidade tem 100% de saneamento, coleta de lixo, casas com água encanada, energia elétrica e urbanização – e quase zero nos
indicadores de analfabetimo e pobreza. Além disso, São Caetano tornou-se referência na área da educação. “Todas as administrações em São Caetano
sempre priorizam a qualidade do ensino e a educação. Uma cidade que pensa mais gera mais renda e evita que você precise gastar muito com
assistência”, diz o prefeito da cidade, o baiano Paulo Pinheiro. Para ele, o investimento em educação é o grande responsável pelos bons índices
exibidos por São Caetano do Sul. Não é de hoje que os alunos têm direito a cursos gratuitos de idiomas. Na rede municipal, eles recebem netbooks
e tablets para as aulas. São-caetanenses têm bolsas de estudo na Universidade Municipal de São Caetano. Quem se matricula em faculdade privada
fora da cidade pode ganhar auxílio para pagar o curso. Se a faculdade for pública, a ajuda serve para custear a moradia. Escolas estaduais têm auxílio
de técnicos da prefeitura para reformas. Programas sociais recebem 3,8% do orçamento local e atingem cerca de 5 mil famílias.
(Época, 5 ago. 2013.)
Comente.
RESOLUÇÃO:
Apesar dos problemas sociais que o Brasil apresenta, seu IDH vem evoluindo em função das melhorias na distribuição de rendaa e programas
de saúde, além de políticas afirmativas.

– 19
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 20

8. (FUVEST) – Considere o mapa do IDHM - Renda (Índice de c) os países com pequena população tendem a se localizar entre aqueles
Desenvolvimento Humano Municipal - Renda) da região Sudeste. com baixa urbanização.
d) o aumento na taxa de urbanização de um país ocorre atrelada à
mudança em seu nível de renda.
e) as taxas de urbanização entre países com mesma renda apresentam
baixa variação.

RESOLUÇÃO:
A vida urbana representa muitas vezes, principalmente nos países
subdesenvolvidos, uma saída para a miséria em que se encontra
boa parte de sua população rural. Assim, tem-se observado nas
últimas décadas um intenso processo de urbanização, princi-
palmente nas nações subdesenvolvidas.
Resposta: B

10. (MACKENZIE) – Analise a charge.

(PNUD, IPEA e FJP, Atlas do desenvolvimento


humano no Brasil, 2013. Adaptado.)

A leitura do mapa permite identificar que o IDHM - Renda, no Sudeste,


é, predominantemente,
a) alto no Vale do Paraíba do Sul e no Vale do Jequitinhonha.
GEOGRAFIA AD

b) médio no Polígono das Secas e no Vale do Aço mineiro.


c) baixo no Pontal do Paranapanema e no norte do Espírito Santo.
d) baixo no Polígono das Secas e no Vale do Jequitinhonha.
e) médio na área petrolífera da Bacia de Campos e no Triângulo Mineiro.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

9. (UNESP-2016)
População urbana segundo os níveis de renda
(Folha de S.Paulo, 7 nov. 2008.)

Sobre o processo de produção do espaço urbano e o acesso à moradia


no Brasil, é correto afirmar que
a) ao longo de nossa história não houve necessidade de políticas
específicas para a habitação, visto que o processo natural de
produção do espaço urbano brasileiro vem criando oportunidade de
moradia para todos.
b) as políticas sociais de assistência à moradia promovidas pelo Estado
vêm historicamente garantindo acesso à moradia à população
brasileira de alta renda.
c) a dinâmica de oferta de moradia, comandada pelo mercado
imobiliário, vem proporcionando acesso à moradia para todas as
classes sociais, inclusive aquelas de baixa renda.
d) o processo de urbanização, ao ser dado sob a lógica capitalista,
produziu uma intensa especulação imobiliária, que vem restringindo
o acesso à moradia para a população pobre.
e) os movimentos sociais que lutam por moradia nas cidades
(Department of Economic and Social Affairs.
World urbanization prospects, 2015. Adaptado.) reivindicam um direito que não é previsto pela Constituição do país.

RESOLUÇÃO:
Avaliando o gráfico e considerando os conhecimentos acerca do espaço
A charge retrata o direito previsto por lei pela Constituição
urbano no mundo contemporâneo, é correto afirmar que
Brasileira, artigo 6.o, que estabelece os direitos sociais, como o
a) o nível de urbanização tende a se estabilizar com o aumento da renda.
direito à moradia. A especulação imobiliária dificulta esse direito.
b) o desenvolvimento econômico não constitui uma condição necessária Resposta: D
para a urbanização.

20 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 21

11. Os dados dos gráficos a seguir foram extraídos da 12. (UNICAMP) – No Brasil, os remanescentes de antigos quilombos,
Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios também conhecidos como “mocambos”, “comunidades negras
(PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e rurais”, “quilombos contemporâneos”, “comunidades quilombola” ou
Estatística (IBGE), a respeito da população nas cinco grandes regiões “terras de preto”, constituem um património territorial e cultural
brasileiras. O primeiro gráfico mostra a distribuição da população inestimável e em grande parte desconhecido pelo Estado, pelas
brasileira, em milhões de habitantes e, o segundo, mostra o percentual autoridades e pelos órgaos oficiais. Muitas dessas comunidades
da população que reside em domicílios urbanos sem saneamento básico mantêm ainda tradições que seus antepassados trouxeram da África,
adequado. como a agricultura, a medicina, a religião, a mineraçao, as técnicas de
arquitetura e construção, o artesanato, os dialetos, a culinária, a relação
comunitária de uso da terra, dentre outras formas de expressão cultural
e tecnológica.

(Adaptado de Rafael Sanzio Araújo dos Anjos, Territórios das comuni-


dades remanescentes de antigos quilombos no Brasil. Primeira
configuração espacial. 2.a ed., Brasília: Editora Mapas, 2000, p.10.)

a) Tomando como referência o texto acima, discuta o significado do


reconhecimento de territórios quilombolas como possibilidade de
manutenção das tradições culturais africanas.
b) As populações quilombolas são consideradas tradicionais, tais como
as indígenas e as caiçaras. Identifique duas características em
comum entre quilombolas e caiçaras.
c) Que tradições trazidas pelos antepassados africanos foram mantidas
nas comunidades remanescentes de quilombos?

GEOGRAFIA AD
RESOLUÇÃO:
a) A identificação de territórios quilombolas e seu reconhecimento
possibilita a criação de instrumentos para a preservação de suas
(IBGE/PNAD, 2007 Disponível em: http://www.ibge.com.br. culturas e tradições. O Estado passa a dispor de base jurídica
para impor sanções contra ações que os ameacem. Com isso, a
Acesso em: 10 out. 2008. Adaptado.)
riqueza cultural das diferentes comunidades quilombolas do
Brasil passa a ser devidamente valorizada e menos sucetível a
Considerando as informações dos gráficos, a região que concentra o processos de aculturação.
menor número absoluto de pessoas residentes em áreas urbanas sem b) São comuns entre quilombolas e caiçaras as seguintes
saneamento básico adequado é a Região características: a posse comunitária da terra, a produção
a) Norte. b) Nordeste. c) Sudeste. primária de auto-sustentação, a relação da interação depen-
d) Sul. e) Centro-Oeste. dência com o meio ambiente onde estão inseridas, técnicas
tradicionais de produção relacionadas a sua ancestralidade e
RESOLUÇÃO: casamentos intracomunitários.
Atenção ao segundo gráfico que representa a porcentagem da c) A relação comunitária da produção da terra, culinária, música,
população que reside em área urbana sem saneamento básico danças, sincretismo religioso, técnicas extrativas e de cultivo,
adequado e à pergunta, que pede o menor número absoluto; o que e produção de artefatos.
leva ao cálculo que a Região Sul, com 28 milhões de habitantes,
tem 21%, ou seja, 5,8 milhões de habitantes sem saneamento,
portanto o menor número absoluto.
Resposta: D

– 21
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 22

2. As extinções em massa que marcaram a história da Terra acon-


MÓDULO 6 teceram em diferentes períodos geológicos. Analise o texto e o quadro
para responder a questão.

GEOLOGIA E MORFOLOGIA O sumiço de espécies é um fato da vida. Além das Big Five, como são
conhecidas as cinco grandes extinções em massa do passado, nos dias
DO RELEVO BRASILEIRO
de hoje é anunciada a Sexta Extinção, porque tem tudo para atingir
dimensões comparáveis às das outras cinco grandes extinções em
massa da história da Terra. Propício atentar a este problema, pois é o
1. Reconstituir a história da Terra, desde a época de sua formação como
Ano Internacional da Biodiversidade.
planeta até os nossos dias, tem sido uma das preocupações da Geologia
Histórica. AS CINCO PRIMEIRAS

Período
Identifique as eras geológicas indicadas com as letras de A a F e cite os
acontecimentos mais importantes relacionados a cada uma delas. Ordoviciano Devoniano Permiano Triássico Cretáceo

364 65

Quando
439 251 200
milhões milhões
ERAS PERÍODOS CARACTERÍSTICAS GERAIS milhões de milhões de milhões de
de anos de
anos atrás anos atrás anos atrás
atrás anos atrás
Holoceno
• bacias sedimentias recentes; Vulcanismo
I Incerta.
• surgimento da espécie humana. exacerbado
Parece
A Pleistoceno produz vastas Incerta,
Flutuações haver um
quantidades embora
60 Plioceno severas do elo com
de pareça haver,
milhões • delineamento dos continentes nível do mar uma forma
Mioceno gás carbônico, como no
atuais; ligadas a de resfria-
de anos II que Permiano, um
grandes mento Impacto de
• surgimento dos mamíferos; Causa desencadeia elo causal
Oligoceno glaciações, global, um asteroide
• extinção dos grandes répteis. m com os gases
GEOGRAFIA AD

seguidas de uma vez no atual golfo


Eoceno aumento liberados por
um que as do México
da vulcanismo,
B aquecimento espécies
temperatura também
Cretáceo global de adaptadas
130/220 • primeiros mamíferos e aves; global e falta associados à
Jurássico grandes ao calor
de mudança
milhões • grandes répteis. proporções foram as
Triássico oxigênio no climática
de anos que mais
mar
sofreram
Permiano e em terra
Carbonífero
Duração

De
C 10 milhões 5 milhões
60 mil anos Incerta instantânea
• glaciações, densas florestas; de anos de anos
290/600 Devoniano a poucos anos
• primeiros animais terrestres,
milhões Siluriano Cerca de
peixes. Cerca de
de anos 60% dos
85%
Ordoviciano gêneros Cerca de
Desaparecidos

de todos os
Cambriano de orga- 50% de
gêneros Cerca de 50% Cerca de 50%
nismos ma- todos os
multicelulares dos gêneros dos gêneros
D rinhos (a gêneros
• primeiros sinais de vida; . multicelulares multicelulares
2 bilhões Algonquiano vida terrestre multicelula-
É a pior das
• primeiros fósseis ainda não res
de anos extinções em
havia
massa
E evoluído)

5 bilhões Arqueano • consolidação da litosfera. Apesar da


de anos matança
Dinossauros
generalizada,
Invertebrado Conodontes não
F • formação da Terra. alguns grupos
s, como os (vertebrados avianos (ou
de animais
braquiópode muito seja,
foram
s (criaturas primitivos, os que não
completamen
RESOLUÇÃO:
Principais Atingidos

com Esponjas parecidos são


te
A Cenozoica: I – Quaternário, II – Terciário; conchas, formadoras com enguias), ancestrais das
erradicados,
B Mesozoica; C Paleozoica; D Proterozoica; diferentes de recifes, répteis aves
como os
dos branquiópo- aparentados modernas),
E Arqueozoica; F Azoica. trilobitas,
moluscos) e des, peixes aos pterossauros
primos
os sem dinossauros e (répteis
marinhos dos
briozoários mandíbula aos ancestrais voadores),
crustáceos
(filtradores dos répteis
que tinham
com mamíferos, marinhos,
sobrevivido
pequenos anfíbios de grupos
às duas
tentáculos) grande porte primitivos de
extinções em
mamíferos
massa
anteriores

(Reinaldo José Lopes. Unespciência, ano 1, no 7, abril de 2010.


Texto e quadro adaptados.)

22 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 23

A partir do texto e do quadro, analise as afirmações. 4. (FATEC) – A Teoria da Tectônica de Placas afirma que a crosta
I. Nas Big Five, os fatores que desencadearam a extinção em massa terrestre, mais precisamente a litosfera, está fracionada em um deter-
foram fenômenos astronômicos, geológicos com intensas erupções minado número de placas tectônicas rígidas, que se deslocam com
vulcânicas e a deriva dos continentes, associados a flutuações no movimentos horizontais.
nível do mar e mudanças climáticas. Em faixas de contato onde ocorrem choques entre as placas tectônicas,
II. Na Sexta Extinção, como é conhecido o atual momento, o principal uma placa submerge sob outra placa. Esse fenômeno, conhecido como
fator que desencadeia este fenômeno é o aumento do número de subducção ocorre em bordas
terremotos e da atividade vulcânica no Círculo de Fogo do Pacífico.
III. Nas Big Five, as extinções em massa parecem não terem sido
desencadeadas pela ação de seres vivos, principalmente por uma
única espécie — o homem.
IV. A capacidade de recuperação da biodiversidade planetária é imensa.
As Big Five ocorreram pela intervenção humana associada a eventos
de impactos de meteoritos e intenso vulcanismo.

Estão corretas as afirmações


a) I, II e III, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I, II, III e IV.
d) I, III e IV, apenas.
e) I e II, apenas.

RESOLUÇÃO: a) destrutivas, quando a pressão entre as placas tectônicas faz com


Resposta: B que uma delas mergulhe debaixo da outra.

GEOGRAFIA AD
b) divergentes, em decorrência de erupções vulcânicas que colaboram
com a deformação e ruptura das placas tectônicas.
c) construtivas, devido à ação de forças, verticais ou inclinadas, sobre
3. (UNESP) – A figura apresenta os componentes do sistema Terra e
as placas tectônicas que as fraturam, gerando as falhas.
suas intrínsecas interações e combinações.
d) conservativas, pois uma placa tectônica, ao deslizar ao longo de
outra, provoca o desmoronamento do assoalho oceânico.
e) transformantes, em função do movimento lateral da litosfera, que
provoca o rebaixamento e o soerguimento das placas tectônicas.

RESOLUÇÃO:
O fenômeno da subdução corresponde a convergência tectônica,
na qual uma das placas desliza para baixo da outra, fundindo-se
parcialmente com o manto, ocasionando a destruição de sua borda.
Resposta: A

(Frank Press et al. Para entender a Terra, 2006. Adaptado.)

A partir da observação da figura, pode-se afirmar que a energia solar,


que incide no planeta, é primariamente absorvida pelos seguintes
componentes:
a) atmosfera, biosfera e hidrosfera.
b) astenosfera, litosfera e manto inferior.
c) biosfera, núcleo externo e núcleo interno.
d) atmosfera, litosfera e astenosfera.
e) litosfera, manto inferior e hidrosfera.

RESOLUÇÃO:
A energia solar, ou seja, o calor do Sol, energiza a atmosfera, a
biosfera e a hidrosfera. O calor interno da Terra energiza a litosfera,
a astenosfera, o manto inferior, o núcleo externo e o núcleo interno.
Resposta: A

– 23
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 24

5. (FUVEST) – Uma sequência de rochas similares encontra-se em 6. (UNESP) – As quatro afirmações que se seguem serão correlacio-
África, América do Sul, Índia e em outras terras emersas, no Hemisfério nadas aos seguintes termos: (1) vulcanismo – (2) terremoto – (3) epi-
Sul. As rochas são principalmente de origem continental e indicam que, centro – (4) hipocentro.
quando se formaram, as terras do Hemisfério Sul eram parte de um a) Os movimentos das placas tectônicas geram vibrações, que podem
mesmo supercontinente. ocorrer no contato entre duas placas (caso mais frequente) ou no
(Adap. Eicher: 1969.) interior de uma delas. O ponto onde se inicia a ruptura e a liberação
das tensões acumuladas é chamado de foco do tremor.
O mapa representa a posição aproximada dessas massas continentais b) Com o lento movimento das placas litosféricas, da ordem de alguns
no final do Período Jurássico. centímetros por ano, tensões vão se acumulando em vários pontos,
principalmente perto de suas bordas. As tensões, que se acumulam
lentamente, deformam as rochas; quando o limite de resistência das
rochas é atingido, ocorre uma ruptura, com um deslocamento
abrupto, gerando vibrações que se propagam em todas as direções.
c) A partir do ponto onde se inicia a ruptura, há a liberação das tensões
acumuladas, que se projetam na superfície das placas tectônicas.
d) É a liberação espetacular do calor interno terrestre, acumulado
através dos tempos, sendo considerado fonte de observação
científica das entranhas da Terra, uma vez que as lavas, os gases e
as cinzas fornecem novos conhecimentos de como os minerais são
formados. Esse fluxo de calor, por sua vez, é o componente
O texto e o mapa fazem referência ao supercontinente chamado essencial na dinâmica de criação e destruição da crosta, tendo papel
a) Avalônia. b) Laurásia. c) Eurásia. essencial, desde os primórdios da evolução geológica.
d) Gondwana. e) Atlântica.
(Wilson Teixeira, et al. Decifrando a Terra, 2003. Adaptado.)
GEOGRAFIA AD

RESOLUÇÃO:
Na evolução geológica da Terra, verifica-se que o Brasil, a África e Os termos e as afirmações estão corretamente associados em
a Índia faziam parte de um supercontinente denominado a) 1d, 2b, 3a, 4c. b) 1b, 2a, 3c, 4d.
Gondwana. c) 1c, 2d, 3b, 4a. d) 1a, 2c, 3d, 4b.
Resposta: D e) 1d, 2b, 3c, 4a.

RESOLUÇÃO:
Vulcanismo (1) está associado ao texto (d).
Terremoto (2) é o movimento entre as bordas das placas (b).
Epicentro (3) é o ponto na superfície onde ocorre o tremor (c).
Hipocentro (4) é o foco inicial do tremor (a).
Resposta: E

24 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 25

7. (MACKENZIE) 8. (UNICAMP) – O mapa abaixo apresenta os abalos sísmicos


superiores à magnitude 3,0 identificados no Brasil entre 1767 e 2007.

Observando a figura, podemos afirmar que


I. Alfred Wegener, meteorologista alemão, levantou a hipótese, no
início do século XX, afirmando que, há 220 milhões de anos, os
continentes formavam uma única massa denominada Pangeia,
rodeada por um oceano chamado Pantalassa. Essa suposição foi
rejeitada pela comunidade científica da época.
II. A litosfera encontra-se em movimento, uma vez que é composta por
placas tectônicas seccionadas que flutuam deslocando-se
lentamente sobre a astenosfera. (Disponível em: <http://www.iag.usp.br/~agg110/moddata//
III. A cordilheira dos Andes é um dobramento recente. Datando do SISMOLOGIA/Conceitos_Sismologia.pdf>.)
período Terciário da era Cenozoica, surge do intenso entrechoque

GEOGRAFIA AD
das placas do Pacífico e Sul-Americana promovendo o fenômeno de a) Embora distante da borda de placas tectônicas, o Brasil apresenta
obducção. abalos sísmicos eventuais. Quais as características predominantes
IV. A Dorsal Atlântica estende-se desde as costas da Groenlândia até o desses sismos no Brasil?
sul da América do Sul. Os movimentos divergentes entre as placas b) Por que o Estado do Acre apresenta grande quantidade de abalos
Africana e Sul-Americana permitiram intensos derramamentos sísmicos e por que eles são profundos?
magmáticos originando rochas basálticas que foram incorporadas às
bordas das referidas placas. RESOLUÇÃO:
a) Em geral, são abalos de baixa intensidade, que ocorrem, na
Estão corretas. maioria, próximos à superfície, geralmente em áreas de falhas
tectônicas. Além da acomodação em falhas em materiais
a) I e III, apenas. b) II e III, apenas.
cristalinos intracontinentais e nas bordas da escarpa da Serra
c) I, II e III, apenas. d) I, II e IV, apenas.
do Mar, por processos de expansão de fundo oceânico refletidos
e) I, II, III e IV.
na borda litorânea.
b) A grande quantidade de abalos ocorre em função da proxi-
RESOLUÇÃO midade que o Acre apresenta em relação às áreas em que há
A afirmativa III está incorreta, pois, segundo o mapa das Placas maior atividade resultante do encontro das placas tectônicas
Tectônicas, o choque entre placas que deu origem à Cordilheira dos que formam a Cordilheira do Andes. Os abalos são profundos,
Andes ocorreu entre as placas da América do Sul e de Nazca, pois o Acre está localizado sobre a protocordilheira andina, local
durante o período terciário da Era Cenozoica. onde se inicia a elevação da cordilheira e se encontram volu-
As afirmativas I, II e IV referem-se à teoria das Placas Tectônicas, mosas camadas de sedimentos.
proposta por Alfred Wegener, que explica o movimento das placas,
ora convergentes (formando dobramentos e falhamentos), ora
divergentes (dando origem às dorsais oceânicas).
Resposta: D

– 25
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 26

FRENTE 2 – GEOGRAFIA DO BRASIL


da energia solar. O Sol não altera as dinâmicas terrestres como
MÓDULO 1 fator de desiquilíbrio, como se afirma em C, pois estas estão
associadas a movimentos geodinâmicos e estruturais. O Sol não
está em vias de extinção, como se afirma em E.
Resposta: D
ELEMENTOS DE ASTRONOMIA

3. (UNICAMP) – As marés são movimentos periódicos de elevação


e abaixamento dos oceanos e mares provocados pela ação gravitacional
1. (MACKENZIE) – O nosso sistema solar é constituído por planetas
da Lua e do Sol sobre a Terra. A figura abaixo representa os momentos
classificados como internos ou externos. Os internos apresentam
de ocorrência de marés de sizígia e de marés de quadratura. Observe a
composição sólida, graças à presença de rochas e minerais em suas
figura e responda às questões.
estruturas. Os externos apresentam consistência gasosa, por conterem
hélio e hidrogênio, e gelo. Assinale a única alternativa em que todos os
astros citados estão corretamente classificados, hoje, pelos cientistas
astronômicos.
a) Internos: Mercúrio, Vênus, Saturno e Terra.
Externos: Marte, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.
b) Internos: Mercúrio, Netuno, Terra e Marte.
Externos: Júpiter, Saturno, Urano, Vênus e Plutão.
c) Internos: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
GEOGRAFIA AD

Externo: Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.


d) Internos: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
Externos: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.
a) Em que condições ocorrem marés de sizígia e marés de quadratura,
e) Internos: Mercúrio, Vênus, Terra e Saturno.
e que consequências essas condições têm para a amplitude de
Externos: Júpiter, Marte, Urano e Netuno.
marés?
RESOLUÇÃO: b) Indique duas formas geomorfológicas que podem ser influenciadas
Resposta: D pelas marés nas zonas costeiras.

RESOLUÇÃO:
2. (PUC) – Leia:
a) Considerando-se o movimento de Translação, aquele que a Lua
descreve ao redor da Terra, as marés de sizígia ocorrem quando
A energia que move a máquina Terra provém da gravidade, do interior há a conjunção, ou mais propriamente, o alinhamento do
da Terra e do próprio movimento do planeta, mas em grau muito sistema Sol-Terra-Lua, ou seja, quando esta se posiciona entre
superior provém do Sol, da radiação solar. a Terra e o Sol – fase da Lua Nova –, ou em oposição ao Sol –
fase da Lua Cheia.
(David DREW. Processos interativos Homem-Meio Ambiente. Já as marés de quadratura ocorrem na ausência deste
Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994, p. 20.) alinhamento sistêmico, ou seja, durante as fases das Luas
Crescente e Minguante. O que as diferem das marés de sizígia
é que apresentam amplitudes inferiores às dessas marés.
A energia solar é uma das fontes de energia que atuam no planeta Terra.
Durante o mês lunar, as marés de sizígia apresentam as maiores
Ela é, no planeta,
amplitudes, pois é quando a influência gravitacional do sistema
a) o principal fator construtor das estruturas e formas de relevo.
Sol-Terra-Lua é mais intensa nas faces da Terra voltadas para
b) um item secundário na formação das coberturas vegetais. esses astros.
c) um fator de desequilíbrio que altera as dinâmicas terrestres. b) As formas geomorfológicas passíveis de influência pelas marés
d) o elemento essencial que dá origem aos sistemas e tipos climáticos. são: planícies costeiras, estuários e deltas fluviais e restingas
e) uma fonte em vias de extinção, daí o valor de outras formas de energia. As planícies fluviais são suscetíveis às inundações plúvio-
fluviais, comportando meandros abandonados, com áreas
RESOLUÇÃO: sujeitas às marés de sizígia e a colmatação por sedimentos; os
A radiação solar é de grande importância para a dinâmica baixos terraços são áreas de acreção, sujeitos à inundação por
atmosférica, contribui para a determinação dos sistemas e dos marés; as planícies e terraços flúvio-estuarinos são inundadas
tipos climáticos. Emite o Albedo, o índice de refração solar, que diariamente e/ou sazonalmente pelas marés, havendo a
varia de acordo com a latitude. Quanto menor a latitude, maior a influência do fenômeno da pororoca; as planícies flúvio-
incidência dos raios solares. Portanto, está correta a letra D. O marinhas são diariamente inundadas por marés, com acréscimo
relevo é influenciado pelas forças internas (endógenas), geomor- de sedimentos fixados predominantemente por mangues; os
fológicas, na sua construção, e pelas forças externas (exógenas), bancos de areia e/ou lama resultam do acúmulo de sedimentos
modeladoras (A). A vegetação está relacionada ao tipo climático, oriundos da erosão de áreas adjacentes e/ou transportados
entre outros fatores (como se afirma em B) e depende, portanto, durante os ciclos de marés.

26 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:13 Página 27

4. (UFPE) – Observe atentamente a figura a seguir. 6. “Casa que não entra sol, entra médico.” Esse antigo ditado reforça
Ela nos permite concluir que: a importância de, ao construirmos casas, darmos orientações adequadas
aos dormitórios, de forma a assegurar o máximo conforto térmico e
salubridade.

Assim, confrontando casas construídas em Lisboa (ao norte do Trópico


de Câncer) e em Curitiba (a sul do Trópico de Capricórnio), para assegurar
a necessária luz do Sol, as janelas dos quartos não devem estar voltadas,
respectivamente, para os pontos cardeais
a) norte / sul. b) sul / norte. c) leste / oeste.
d) oeste / leste. e) oeste / oeste.

RESOLUÇÃO:
Resposta: A

I. A exemplo dos outros planetas do sistema solar, a Terra descreve


ao redor do Sol uma órbita circular.
II. Entre 21 de março e 21 de junho, o Hemisfério Sul encontra-se no
outono.
III. A inclinação do eixo da Terra juntamente com o movimento de
translação explicam a existência das estações do ano.
IV. Em face de sua órbita, a Terra mantém sempre a mesma distância
do Sol.
V. Quando o plano da órbita terrestre corta o Equador, ocorrem os

GEOGRAFIA AD
solstícios.

RESOLUÇÃO:
I) F II) V III) V IV) F V) F

5. (MACKENZIE) – No solstício de verão no Hemisfério Sul (21 de


dezembro), os raios solares incidem perpendicularmente ao Trópico de
Capricórnio. Isso significa que
a) o Hemisfério Norte está recebendo menor insolação. Por isso, vive
a sua estação fria, caracterizada por dias mais longos e noites mais
curtas.
b) o Hemisfério Sul está recebendo maior insolação. Por isso, vive a
sua estação fria, caracterizada por dias mais longos e noites mais
curtas.
c) o Hemisfério Norte está recebendo maior insolação. Por isso, vive a
sua estação quente, caracterizada por dias mais longos e noites mais
curtas.
d) o Hemisfério Norte está recebendo menor insolação. Por isso, vive
a sua estação fria, caracterizada por dias mais curtos e noites mais
longas.
e) os dois Hemisférios, Norte e Sul, recebem a mesma insolação.
Nessa data os dias e as noites duram exatamente doze horas em
todo o planeta.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

– 27
C1_EXERCICIOS_AD_GEOGRAFIA_ALICE_2017 24/10/16 16:21 Página 28

MÓDULO 2

COORDENADAS GEOGRÁFICAS

1. Determine as coordenadas geográficas dos pontos destacados na ilustração a seguir.


GEOGRAFIA AD

RESOLUÇÃO:
A - 90°S 0° B - 60°N 135°O C - 60°S 135°O D - 90°N 165°L E - 45°N 60°O
F - 0° 75°L G - 60°N 45°L H - 45°S 150°L I - 15°S 105°O J - 0° 30°O

2. (UnB-ADAPTADA) – Com relação às coordenadas geográficas, à 3. (UNICAMP)


orientação e aos fusos dos pontos assinalados na figura acima, julgue a) Em que hemisfério e continente se encontra a área mapeada?
os itens. b) A partir de que referência fornecida pelo mapa você localizou essa
I. Os pontos B e C possuem diferentes latitudes e mesma longitude. área?
II. O ponto D está situado nos Hemisférios Norte e Ocidental.
III. O ponto A está localizado a 0° de latitude de 90° de longitude S.
IV. O ponto B possui 5 horas adiantadas em relação ao ponto E.
V. Se no ponto B são 13 horas, os relógios no ponto D marcam 9 horas
do dia seguinte.

RESOLUÇÃO:
I-V, II-F, III-F, IV-F, V-V.

RESOLUÇÃO:
a) Hemisférios Sul e Ocidental (América do Sul).
b) Pelas coordenadas cartográficas localizadas nas margens do
mapa.

28 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 29

4. (UNESP) – Suponha a seguinte situação hipotética: 5. (UNICAMP) – Se a Terra emprega vinte e quatro horas para girar
Em pleno mês de dezembro, um botânico está em um barco no oceano em torno de seu eixo, começa a ocidente do centésimo octogésimo
Atlântico, exatamente no ponto que corresponde à intersecção de duas meridiano um novo dia, e a oriente temos ainda o dia anterior. Meia
linhas imaginárias: a linha do equador e o meridiano de Greenwich. Na noite de sexta-feira, aqui no navio, é meia-noite de quinta-feira na Ilha.
figura, a seta indica esse ponto. No barco, há dois vasos contendo duas Se da América para a Ásia viajas, perdes um dia; se, no sentido contrário
plantas da mesma espécie, que foram cultivadas em condições viajas, ganhas um dia: eis o motivo por que o [navio] Daphne percorreu
idênticas. Uma delas foi cultivada no litoral do Pará e, a outra, no litoral o caminho da Ásia, e vós, estúpidos, o caminho da América. Tu és agora
do Gabão, ambos os locais cortados pela linha do equador. Suponha que um dia mais velho do que eu! Não é engraçado?
as duas plantas apresentam a mesma eficiência fotossintética e que,
partindo do ponto de intersecção das linhas, o botânico possa se (Adaptado de Umberto Eco, A Ilha do Dia Anterior. Rio de Janeiro:
deslocar ao longo da linha do equador ou do meridiano de Greenwich. Record, 1995, p. 260).

a) Por que os marinheiros que viajavam da América para a Ásia ficaram


um dia mais velhos do que aqueles que viajaram no navio Daphne?
b) Por que no navio Daphne é meia-noite de sexta-feira e na Ilha é meia
noite de quinta-feira?

RESOLUÇÃO:
a) Da América para a Ásia, os marinheiros viajam para locais com
24 horas a mais, ou seja, um dia.
Os marinheiros se encontravam sob a linha internacional de
data exatamente à meia-noite da sexta-feira, enquanto na ilha
ainda era meia-noite da quinta-feira. Como a embarcação se
encontrava navegando no sentido oeste, ela estava um dia
A seta indica a intersecção entre a linha do equador e o meridiano

GEOGRAFIA AD
adiantada.
de Greenwich. b) O navio Daphne está a oeste da linha internacional de data e a
ilha está a leste dessa linha, o que explica a diferença de 24
Com relação à eficiência fotossintética das plantas após o deslocamento horas entre os dois. A linha do meridiano de 180°, que é a marca
em relação àquela do ponto de origem, e considerando apenas a da mudança internacional da data é o antimeridiano de
variação da incidência dos raios solares, é correto afirmar que Greenwich, ou seja, uma convenção internacional que permite
a) a eficiência fotossintética de ambas as plantas não irá se alterar se a passagem de um dia para outro, evitando erros no calendário.
o botânico navegar para maiores latitudes, em qualquer sentido. Ela foi estabelecida numa localidade da Terra dominada na
maior parte pelas águas do Oceano Pacífico, onde há poucos
b) a planta do Pará apresentará maior eficiência fotossintética se o
territórios e habitações, o que evita prováveis confusões.
botânico navegar para maiores longitudes, em sentido leste, mas a
planta do Gabão apresentará eficiência fotossintética diminuída.
c) a planta do Pará apresentará maior eficiência fotossintética se o
botânico navegar para maiores longitudes, em sentido oeste, mas a
planta do Gabão apresentará eficiência fotossintética diminuída.
d) ambas as plantas manterão, aproximadamente, a mesma eficiência
fotossintética se o botânico navegar para maiores longitudes, tanto
em sentido leste quanto para oeste.
e) ambas as plantas terão a eficiência fotossintética aumentada se o
botânico navegar para maiores latitudes ao norte, mas terão a
eficiência fotossintética diminuída se navegar para o sul.

RESOLUÇÃO:
As plantas, na linha do equador, receberão as mesmas intensidades
luminosas, quer deslocando-as para o leste ou para o oeste. Assim,
as duas plantas manterão aproximadamente a mesma eficiência
fotossintética.
Resposta: D

– 29
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 30

6. O mercado financeiro mundial funciona 24 horas por dia. 7. (FUVEST) – Leia o texto e observe o mapa.
As bolsas de valores estão articuladas, mesmo abrindo e
fechando em diferentes horários, como ocorre com as
bolsas de Nova York, Londres, Pequim e São Paulo. Todas as pessoas
que, por exemplo, estão envolvidas com exportações e importações de
mercadorias precisam conhecer os fusos horários para fazer o melhor
uso dessas informações.

Em 1884, durante um congresso internacional, em Washington, EUA,


estabeleceu-se um padrão mundial de tempo. A partir de então, ficou
convencionado que o tempo padrão teórico, nos diversos países do
mundo, seria definido por meridianos espaçados a cada 15º, tendo como
origem o meridiano de Greenwich, Inglaterra (Reino Unido).
Com base no mapa e nas informações acima, considere a seguinte
Considerando que as bolsas de valores começam a funcionar às 09:00 situação: João, que vive na cidade de Pequim, China, recebe uma ligação
horas da manhã e que um investidor mora em Porto Alegre, pode-se telefônica, às 9h da manhã de uma segunda-feira, de Maria, que vive na
afirmar que os horários em que ele deve consultar as bolsas e a cidade de Manaus, Brasil. A que horas e em que dia da semana Maria
sequência em que as informações são obtidas estão corretos na telefonou?
GEOGRAFIA AD

alternativa: a) 21h do domingo.


a) Pequim (20:00 horas), Nova York (07:00 horas) e Londres (12:00 ho- b) 17h do domingo.
ras). c) 21h da segunda-feira.
b) Nova York (07:00 horas), Londres (12:00 horas) e Pequim (20:00 ho- d) 17h da terça-feira.
ras). e) 21h da terça-feira.
c) Pequim (20:00 horas), Londres (12:00 horas) e Nova York (07:00 ho-
ras). RESOLUÇÃO:
d) Nova York (07:00 horas), Londres (12:00 horas), Pequim (20:00 ho- Sabendo-se que a superfície terrestre divide-se em 24 fusos
horários delimitados por meridianos distantes 15°, e que a Terra,
ras).
em seu movimento de rotação, desloca-se de oeste para leste, a
e) Nova York (07:00 horas), Pequim (20:00 horas), Londres (12:00 ho-
cada 15° de longitude deslocados para leste (East), o horário
ras).
aumenta 1 (uma) hora, enquanto que, para o oeste (West), diminui
1 (uma) hora.
RESOLUÇÃO: Se João está a 120°E do Meridiano de Greenwich e Maria a 60°W,
Resposta: C a distância, entre os dois, é de 180° de meridianos, ou seja, 12
horas.
Sendo assim, para falar com João, localizado a 120°E, às 9 horas
de uma segunda-feira, Maria deverá ligar às 21 horas do dia
anterior, no domingo, portanto.
Resposta: A

30 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 31

8. (FUVEST)
MÓDULO 3

ELEMENTOS DE CARTOGRAFIA

1. (VUNESP) – Sob um mapa na escala de 1:500.000, tenciona-se


demarcar uma reserva florestal de forma quadrada apresentando 7cm
de lado. A área da reserva medirá no terreno:
a) 122,5 km2. b) 1.225 km2. c) 12.250 km2.
d) 12,25 km2. e) 12.255 km2.
RESOLUÇÃO:
Resposta: B

2. (MACKENZIE) – Considerando que a distância real entre duas


cidades é de 120km e que a sua distância gráfica, num mapa, é de 6cm,
podemos afirmar que esse mapa foi projetado na escala:
a) 1 : 1.200.000. b) 1 : 2.000.000. c) 1 : 12.000.000.
d) 1 : 20.000.000. e) 1 : 48.000.000.
RESOLUÇÃO:
Resposta: B

GEOGRAFIA AD
(Toda Mafalda. Quino. Martins Fontes, 1999.)
3. (MACKENZIE-2015) – Considere o seguinte conceito de Cartografia.
A personagem Mafalda, que está em Buenos Aires, olha o globo em que “A Cartografia apresenta-se como o conjunto de estudos e operações
o Norte está para cima e afirma: “a gente está de cabeça pra baixo”. científicas, técnicas e artísticas que, tendo por base os resultados de
Quem olha para o céu noturno dessa posição geográfica não vê a estrela observações diretas ou da análise de documentação, se voltam para a
Polar, referência do polo astronômico Norte, e sim o Cruzeiro do Sul, elaboração de mapas, cartas e outras formas de expressão ou repre-
referência do polo astronômico Sul. Se os polos do globo de Mafalda sentação de objetos, elementos, fenômenos e ambientes físicos e
estivessem posicionados de acordo com os polos astronômicos, ou seja, socioeconômicos, bem como a sua utilização.” (grifos nossos)
o polo geográfico Sul apontando para o polo astronômico Sul, seria correto Fonte:http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/
afirmar que manual_nocoes/introducao.html
a) o Norte do globo estaria para cima, o Sul para baixo e Mafalda estaria Em relação aos mapas e cartas, analise as assertivas abaixo.
realmente de cabeça para baixo. I. Os mapas são representações detalhadas da superfície terrestre,
b) o Norte do globo estaria para cima e o Sul para baixo, mas Mafalda normalmente em escala grande e, por isto mesmo, apresentam
não estaria de cabeça para baixo por causa da gravidade. evidente e acentuado caráter técnico-científico especializado;
c) o Norte do globo estaria para cima, o Sul para baixo, e quem estaria II. As cartas são representações detalhadas da superfície terrestre e,
de cabeça para baixo seriam os habitantes do Hemisfério Norte. por isto mesmo, são apresentadas em pequenas escalas;
d) o Sul do globo estaria para cima e o Norte para baixo, mas Mafalda III. Os mapas são representações planas, geralmente em escala
estaria de cabeça para baixo por causa da gravidade. pequena e são destinados a fins temáticos, culturais ou ilustrativos;
e) o Sul do globo estaria para cima, o Norte para baixo e Mafalda não IV. As cartas são representações planas, geralmente de escala média
teria razão em afirmar que está de cabeça para baixo. e grande e são destinadas, principalmente, à avaliação precisa de
direções, distâncias e localização de pontos, áreas e detalhes.
RESOLUÇÃO:
Se os polos do globo de Mafalda estivessem posicionados de
Assinale
acordo com os polos astronômicos, então o Sul do globo estaria
a) se apenas as assertivas I, II e III estão corretas.
para cima, sob o ponto de vista da Mafalda, e o Norte para baixo.
b) se apenas as assertivas I e IV estão corretas.
Levando-se em conta o campo gravitacional da Terra, Mafalda não
ficaria de cabeça para baixo. c) se apenas as assertivas III e IV estão corretas.
Resposta: E d) se apenas a assertiva II está correta.
e) se apenas a assertiva IV está correta.

RESOLUÇÃO:
As cartas são representações da superfície da Terra elaboradas em
escalas médias e grandes, objetivando expor maior detalhamento,
enquanto os mapas são elaborados em escalas pequenas que
abrangem grandes áreas, porém com reduzido detalhamento.
Resposta: C

– 31
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 32

4. (UNICAMP) – A imagem abaixo corresponde a um fragmento de 5. Existem diferentes formas de representação plana da
uma carta topográfica em escala 1:50.000. Considere que a distância superfície da Terra (planisfério).
entre A e B e de 3,5 cm. Os planisférios de Mercator e de Peters são atualmente
os mais utilizados.

Mercator Peters

Apesar de usarem projeções, respectivamente, conforme e equivalente,


ambas utilizam como base da projeção o modelo:

A partir dessas informações, é correto afirmar que:


a) O rio corre em direção sudeste, sendo sua margem esquerda a de
maior declividade. Apresenta um comprimento total de 17.500
GEOGRAFIA AD

metros.
b) O rio corre em direção sudoeste, sendo a margem direita a de maior
declividade. Apresenta um comprimento total de 1.750 quilômetros.
c) O rio corre em direção sudeste, sendo sua margem esquerda a de
maior declividade. Apresenta um comprimento total de 1.750 RESOLUÇÃO:
metros. Resposta: C
d) O rio corre em direção sudoeste, sendo sua margem esquerda a de
maior declividade. Apresenta um comprimento total de 175 metros.

RESOLUÇÃO:
Tendo como referência a indicação cardeal que estabelece o NORTE
como a parte superior da ilustração, e a disposição das curvas de
nível – que representam cotas altimétricas –, o rio desloca-se de A
(cota de 400 metros) até B (cota inferior a 300 metros), portanto
sua direção é NOROESTE – SUDESTE.
O sentido do rio é o determinante de suas margens direita ou
esquerda. Segundo a disposição das cotas altimétricas, a porção
NORDESTE, que corresponde à sua margem esquerda, apresenta
maior declividade, pois as curvas de nível nesta porção do território
estão mais próximas.
A distância entre os pontos AB, no mapa, segundo as informações
fornecidas, é de 3,5 centímetros. Considerando a escala – também
informada – 1.50.000, a distância real obtida é 1.750 metros, pois a
partir da escala fornecida conclui-se que cada centímetro no mapa
equivale a 0,5 quilômetro ou 500 metros na realidade. Sendo assim,
3,5 cm equivalem a 1.750 metros.
Resposta: C

32 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 33

6. (UNESP) – Observe os mapas. 7. (MACKENZIE) – A maneira como imaginamos o mundo será


diferente em 2020. Agrupamentos geográficos tradicionais terão cada
vez menos importância nas relações internacionais. Desde o final da
Guerra Fria, os estudiosos vêm questionando a utilidade do conceito
Oriente versus Ocidente.

(O relatório da CIA: como será o mundo em 2020.)

Diante de tantas análises e questionamentos geopolíticos de um mundo


em permanente transformação, a cartografia continua, como há séculos,
sendo essencial. Refletindo a respeito, identifique, dentre as alter-
nativas, o tipo de Projeção Cartográfica que melhor evidencia os temas
geopolíticos e regionais.

PETERS
a) Cilíndrica

GEOGRAFIA AD
b) Cônica

(Regina Vasconcelos, Ailton P. Alves Filho. Novo Atlas Geográfico.


São Paulo: FTD, 1999. Adaptado.)

A respeito destas projeções cartográficas é correto afirmar que


c) Mollweide
a) na projeção de Mercator, os meridianos e os paralelos são linhas
retas, que se cortam em ângulos retos, provocando distorções mais
acentuadas nas áreas continentais de baixas latitudes.
b) a de Peters é frequentemente apontada como uma projeção que
expressa o poderio do Norte sobre o Sul, visto que superdimensiona
as terras do Norte.
c) a de Peters é muito útil na navegação, pois respeita as distâncias e
os ângulos, embora não faça o mesmo com o tamanho das
superfícies.
d) Azimutal Equidistante
d) a projeção de Mercator é, comumente, utilizada em cartas topográ-
ficas e, no Brasil, é adotada como base do sistema cartográfico
nacional.
e) a projeção de Peters utiliza a técnica de anamorfose, o que explica
o alongamento dos continentes no sentido Norte – Sul, mantendo a
fidelidade à proporção de áreas.

RESOLUÇÃO:
Na projeção de Mercator, ocorrem maiores distorções nas áreas
polares, valorizando as terras emersas do Hemisfério Norte e
colocando o continente europeu como centro do planeta. Essa
projeção é comumente utilizada em cartas topográficas e, no Brasil,
é adotada como base do sistema cartográfico nacional.
Resposta: D

– 33
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 34

e) Holzel 9. (UNESP) – Dentre as ciências ligadas à Cartografia, que se utiliza


de técnicas para produzir mapas, a Geografia se destaca. Como se sabe,
os mapas devem conter título, legenda, coordenadas geográficas e
escala, o que nem sempre acontece, dificultando a sua interpretação.
Além do mais, todo mapa apresenta distorções. Porém, a linguagem
cartográfica é fundamental para a Geografia.
a) O que é escala?
b) Por que os mapas apresentam distorções e podem ser usados
ideologicamente?

RESOLUÇÃO: RESOLUÇÃO:
a) Escala é uma relação de proporção entre as dimensões re-
A projeção cilíndrica apresentada corresponde à de Mercator e foi
presentadas e as dimensões reais de um determinado fenô-
elaborada num contexto histórico muito anterior ao relatado no
meno.
enunciado. A projeção cônica não permite uma análise, nos diferen-
b) Sendo os mapas representações da realidade, e diante da im-
tes continentes, das correlações de forças internacionais.
possibilidade geométrica de representar a superfície terrestre –
A projeção de Mollweide escolhida privilegia o Brasil, país ainda
esferoidal – sem deformação ou sem perda de continuidade
emergente e, portanto, com menor peso nas relações internacionais. numa superfície plana, os mapas representam aquilo que
A projeção azimutal equidistante permite observações dos interessa a quem o elabora. Portanto, os mapas, cartogramas,
diferentes continentes, com destaque para as regiões onde há os ou qualquer representação cartográfica, podem ser usados
principais atores globais, América do Norte, Europa e Ásia. ideologicamente, omitindo informações ou destacando pontos
A projeção Holzel, a despeito de alterar as características da de interesse.
projeção cilíndrica, mantém a centralização mundial na Europa,
continente que já não apresenta mais a mesma importância
internacional que teve entre o século XVI e meados do século XX.
Resposta: D
GEOGRAFIA AD

10. (MACKENZIE-2016) – Observe o mapa.

8 (MACKENZIE) – Em relação às projeções cartográficas, consi- Projeção de Robinson


dere as assertivas abaixo:
I. Todas as projeções cartográficas utilizadas atualmente resultam
de trabalhos realizados nos séculos XV e XVI, época em que
ocorreram as denominadas “grandes navegações”.
II. A projeção de Mercator, desenvolvida no século XVI, é do tipo
cilíndrica conforme e preocupa-se, basicamente, com as formas
e bem pouco com o tamanho proporcional de cada área.
III. A projeção de Mercator reproduz, com considerável precisão,
todas as áreas do globo terrestre, preservando a proporcionalidade
entre elas.
IV. A projeção de Gall-Peters é do tipo cilíndrica equivalente, ou seja,
preocupa-se mais com a proporção das áreas representadas do
Fonte da imagem: https://pixabay.com/pt/mapa-do-mundo-
que com suas formas, razão pela qual permite comparar com
proje%C3%A7%C3%A3o-derobinson-42641/
maior precisão o tamanho de países ou continentes.
Assinale
A respeito da Projeção Cartográfica de Robinson, analise as afirmações.
a) se apenas a assertiva I está correta.
I. Trata-se de uma das projeções cartográficas mais conhecidas em
b) se apenas as assertivas I e II estão corretas.
todo o mundo. Nela, os meridianos são representados em linhas
c) se apenas as assertivas II e III estão corretas.
curvas ou elipse, enquanto os paralelos permanecem em linhas
d) se apenas as assertivas II e IV estão corretas.
retas.
e) se apenas as assertivas I, III e IV estão corretas.
II. É uma projeção afilática. Nesse caso, o cartógrafo não preserva
nenhuma das propriedades de conformidade, equivalência ou
RESOLUÇÃO:
equidistância.
Projeção é a forma como representamos a superfície terrestre num
III. Essa proposta de planisfério é indicada, especialmente, para
plano, o que implica distorções. As projeções vêm sendo elabo-
radas desde a Idade Antiga e vêm sendo aperfeiçoadas até os dias representações técnicas destinadas às navegações aéreas e
de hoje. náuticas, assim como foi a de Mercator no século XVIII.
Mercator é uma projeção do tipo conforme, pois mantém a forma
ou o ângulo da superfície, prejudicando contudo a área propor- Assinale a alternativa correta.
0cional dos continentes. Gall-Peters é uma projeção equivalente, a) Se apenas a afirmação I estiver correta.
pois mantém a área dos continentes em detrimento da forma. b) Se apenas a afirmação II estiver correta.
Resposta: D c) Se apenas as afirmações I e II estiverem corretas.
d) Se apenas as afirmações II e III estiverem corretas.
e) Se as afirmações I, II e III estiverem corretas.

34 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 35

RESOLUÇÃO: 2. (FUVEST) – Analisando a representação das diferentes altitudes e


A projeção em questão foi elaborada por Arthur H. Robinson em da hidrografia da área mapeada, podemos inferir que, no local assinalado
1961 e foi concebida para minimizar as distorções angulares e de pela letra A, temos
área, por isso se diferencia das tradicionais projeções conformes
(que mantêm apenas a forma), como a de Marcator, e também das
projeções equivalentes (que priorizam a relação entre as áreas dos
continentes), como a de Peters. Contudo, a projeção de Robinson
não é utilizada para navegação aérea ou naútica, já que não
preserva as formas angulares.
Resposta: C

a) um lago.
MÓDULO 4 b) altitudes acima de 800 m.
c) altitudes abaixo de 500 m.
d) rebaixamento do relevo e desaguadouro de rios.
A CARTOGRAFIA TEMÁTICA e) maiores altitudes e nascentes dos rios.

RESOLUÇÃO:
Resposta: E
1. (UFPE) – Observe o gráfico a seguir e assinale o item que indica
uma falha de representação.

GEOGRAFIA AD
3. (UNESP) – Observe o mapa e a fotografia.

a) As curvas de nível apresentam equidistância de 20m.


b) A aproximação das curvas de nível indica maior declividade do
terreno.
c) A curva de 200m representa o ponto mais elevado do relevo.
d) Cada curva de nível é formada por pontos de idêntica cota altimétrica.
e) A partir de um conjunto de curvas de nível, pode-se obter um perfil
topográfico.

RESOLUÇÃO:
Resposta: C

A partir de conhecimentos cartográficos sobre orientação, localização e


altimetria, é correto afirmar que a fotografia foi realizada a partir da
posição
a) 2. b) 5. c) 3. d) 4. e) 1.

– 35
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 36

RESOLUÇÃO: 5. (FUVEST)
A fotografia fora realizada a partir da posição 5. A partir desta
perspectiva, observa-se que na fotografia – da esquerda para a
direita – têm-se as partes mais elevadas, que na projeção
hipsométrica – a partir da perspectiva 5 – correspondem à mais
elevada – o Pão de Açúcar – à esquerda, e o Morro da Urca – à
direita.
Resposta: B

4. (FUVEST) – Observe a Carta Topográfica abaixo, que representa a


área adquirida por um produtor rural.

O esboço I representa os continentes segundo a superfície. Os esboços


II e III representam cada parte do mundo com uma dimensão
proporcional a diferentes informações. São elas, respectivamente,
a) renda per capita e volume de produção agrícola.
b) total de população e renda per capita.
c) valor da produção industrial e percentagem da população
alfabetizada.
d) consumo de energia e renda per capita.
e) total da população e volume de produção de minérios.

RESOLUÇÃO:
Resposta: B
GEOGRAFIA AD

6. (PUC) – Veja com atenção:


População absoluta do mundo (2000)

Em parte da área acima representada, onde predominam menores


declividades, o produtor rural pretende desenvolver uma atividade
agrícola mecanizada. Em outra parte, com maiores declividades, esse
produtor deseja plantar eucalipto.
Considerando os objetivos desse produtor rural, as áreas que
apresentam, respectivamente, características mais apropriadas a uma
atividade mecanizada e ao plantio de eucaliptos estão nos quadrantes
a) sudeste e nordeste.
b) nordeste e noroeste.
c) noroeste e sudeste.
d) sudeste e sudoeste.
e) sudoeste e noroeste. Esse mapa-múndi é uma anamorfose. O tamanho dos países depende
da quantidade de habitantes. Sobre o que você está vendo, pode ser
RESOLUÇÃO:
dito que
De acordo com o mapa apresentado, a porção noroeste apresenta
a) países como Japão e Austrália ficam sub-representados em razão
curvas de nível mais distantes entre si, o que denota menor
de terem pequena população, a despeito de terem grande extensão
declividade, com menor grau de erosão, tornando a área apro-
priada para atividades agrícolas mecanizadas. Por outro lado, territorial.
observa-se que a porção sudeste da carta apresenta curvas de nível b) a Europa ocidental tem pouca expressão no mapa-múndi por ser uma
mais aproximadas, o que representa um terreno mais inclinado. área que está perdendo população, por conta de sua baixa taxa de
Nessa área, uma atividade de reflorestamento melhor se adapta, natalidade.
pois a instalação de árvores, como eucaliptos, ajuda, inclusive, a c) na América do Norte a representação praticamente coincide com o
evitar a erosão. mapa que mostra a extenção territorial, pois México, Canadá e EUA
Resposta: C possuem grandes populações.
d) a Ásia ganha área em relação ao mapa convencional, o que mostra
que alguns países têm grande população absoluta.
e) em relação a um mapa convencional, a África perde muito mais área
que a América do Sul, mostrando o quanto esse continente é pouco
populoso.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

36 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 37

7. (UNESP) 8. (BARRO BRANCO) – A anamorfose ilustra o Produto Nacional


Bruto dos Países do Mundo, no ano de 2007.

(Valquiria Pires Garcia & Beluce Bellucci, Geografia. Vol. 3, 2.a ed.
São Paulo: editora Scipione, 2009. Adaptado.)

GEOGRAFIA AD
Os dados da ilustração mostram que
a) Brasil, Argentina, Venezuela, África do Sul, Indonésia e Índia são os
únicos países subdesenvolvidos que apresentam PNB acima de 200
bilhões de dólares.
b) há uma distribuição igualitária do Produto Nacional Bruto entre os
países desenvolvidos.
c) Brasil, Argentina, Venezuela, África do Sul, Indonésia, Tailândia, Hong
Kong, Índia e China são os únicos países subdesenvolvidos que
apresentam PNB acima de 200 bilhões de dólares.
(Marcello Martinelli. Mapas da geografia e cartografia temática, 2013. d) os países desenvolvidos apresentam maior concentração de riquezas
Adaptado.) que os países subdesenvolvidos.
e) exceto a África do Sul, o continente africano possui um elevado
O que o gráfico permite analisar? Considerando as informações do Produto Nacional Bruto.
gráfico, indique os intervalos percentuais aproximados das legendas do
mapa para os tipos I e V. RESOLUÇÃO:
Resposta: D
RESOLUÇÃO:
O gráfico permite analisar a relação das porcentagens entre
MATA/FLORESTA, LAVOURA e PASTAGEM das unidades
federativas brasileiras no ano de 2006 no qual ficam estabelecidos
6 tipos de classificação desta distribuição.
Os intervalos percentuais aproximados do Tipo I (que inclui os
estados de Acre e Amapá) são: 62% a 68% de MATA/FLORESTA,
5% de LAVOURA e 28% a 35% de PASTAGEM. Os intervalos do
TIPO V (Rio de Janeiro) são: 15% de MATA/FLORESTA, 22% de
LAVOURA e 63% de PASTAGENS.

– 37
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 38

9. (FAMERP) – Os mapas temáticos são representações gráficas sobre


fenômenos sociais ou naturais específicos. Com linguagem mediada por MÓDULO 5
símbolos, atendem aspectos, entre outros, qualitativos, quantitativos e
de ordenação, representados, respectivamente, por:
O ESPAÇO BRASILEIRO
a)

1. Atualmente, a República Federativa do Brasil é formada por 26


Estados e um Distrito Federal, divididos em cinco regiões
geoeconômicas.
Complete o quadro com as unidades políticas e respectivas siglas.

b)

c)
GEOGRAFIA AD

d)

a) Região Norte
1 – Acre – AC
2 – Amazonas – AM
3 – Pará – PA
4 – Roraima – RR
5 – Amapá – AP
e) 6 – Rondônia – RO
7 – Tocantins – TO
b) Região Nordeste
8 – Maranhão – MA
9 – Piauí – PI
10 – Ceará – CE
11 – Rio Grande do Norte–RN
RESOLUÇÃO: 12 – Paraíba – PB
A legenda é uma dos elementos da cartografia. Ela fornece infor- 13 – Pernambuco – PE
mações indispensáveis para a interpretação e compreensão dos
14 – Alagoas – AL
fenômenos representados.
No caso do conjunto de informações apresentação tem-se: na 15 – Sergipe – SE
primeira coluna símbolos que representam fenômenos diferentes: 16 – Bahia – BA
um aeródromo, uma indústria química por exemplo distinguindo- c) Região Sudeste
os pelo aspecto QUALITATIVO; na segunda coluna, as diferentes
17 – Minas Gerais – MG
espessuras da linha sugere uma varação QUANTITATIVA; e a ter-
ceira sugere ORDENAÇÃO em virtude do diferente arranjo/variação 18 – Espírito Santo – ES
das texturas. 19 – Rio de Janeiro – RJ
Resposta: E 20 – São Paulo – SP
d) Região Sul
21 – Paraná – PR

38 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 39

22 – Santa Catarina – SC 3. (UNICAMP) – Durante o Estado Novo (1937-1945), foi criado o


23 – Rio Grande do Sul – RS Conselho Nacional de Geografia, que deu origem ao Instituto Brasileiro
e) Região Centro-Oeste de Geografia e Estatística, IBGE. Uma das atribuições do IBGE era
produzir estatísticas básicas sobre a população brasileira, por meio de
24 – Mato Grosso – MT
Censos. Também caberia ao Instituto produzir informações cartográficas,
25 – Goiás – GO
bem como propor e instituir uma regionalização do território brasileiro.
26 – Mato Grosso do Sul – MS As figuras abaixo dizem respeito a dois momentos históricos da
regionalização do território brasileiro. Pergunta-se:

2. (FUVEST) – Considere a tabela, que traz dados sobre o equilíbrio


federativo brasileiro.

Representatividade político-espacial a) Qual o principal critério utilizado para instituir a regionalização do


no Brasil, por Grandes Regiões – 2010 território brasileiro em 1940? Qual a principal finalidade do Estado
Número de Habitantes / Habitantes / brasileiro ao regionalizar o seu território?
Grandes Regiões b) Em 1988, o Estado de Tocantins foi criado. Tocantins foi
estados Senador Deputado Federal
desmembrado de qual Estado? Por que ele foi inserto na Região
Norte 7 755.450 244.068

GEOGRAFIA AD
Norte do Brasil?
Nordeste 9 1.965.998 351.536
Centro-Oeste 3 + DF 3.514.523 342.880
RESOLUÇÃO:
Sudeste 4 6.697.034 448.963 a) O critério adotado para a regionalização do Brasil em 1940 era
Sul 3 3.042.987 355.673 puramente de orientação, utilizando os pontos cardeais e
colaterais como princípios de divisão. Esse é o fato que justifica
Com base na tabela e em seus conhecimentos, o surgimento de regiões como “Leste” , “Centro”, “Sul” e
outras. Com o passar do tempo, o IBGE foi melhorando seu
a) analise a representatividade político-espacial no Brasil;
critério, até chegar à divisão atual, que tem por base a
b) identifique uma consequência da criação de um novo estado para o
observação de características geográficas que possam agrupar
equilíbrio federativo brasileiro.
os estados federativos já existentes.
Explique. A principal finalidade foi dar base ao Estado para elaborar
políticas públicas que privilegiassem as potencialidades de cada
RESOLUÇÃO: região, estabelecendo certa homogeneidade para a análise de
a) Os dados mostram como está estruturado o funcionamento do aspectos estatísticos e geográficos.
Congresso e o Senado brasileiros: no caso do Congresso, o b) O Estado de Tocantins foi desmembrado a partir do Estado de
número de deputados é proporcional ao número de habitantes Goiás. Sua inserção na Região Norte está associada aos
que o estado possui. Assim, os estados mais populosos, como seguintes aspectos: domínio da floresta equatorial amazônica,
São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do clima tropical úmido, área banhada pela bacia do Tocantins-
Sul, por exemplo, possuem grande número de deputados e, Araguaia, que converge para a Região Norte, além do padrão
teoricamente, imporiam sua vontade à nação, através da de economia agroextrativista.
aprovação de leis que lhes fossem favoráveis. Essa suposta
“injustiça” seria corrigida pelo Senado, onde cada estado possui
obrigatoriamente o mesmo número de senadores (três)
impedindo assim, que os estados mais populosos impusessem
suas vontades. Contudo, ocorre o contrário: os estados menos
populosos, por possuírem igual número de senadores, por vezes
se unem e impõem a vontade de uma minoria populacional.
b) Na hipótese da criação de novos Estados – situação aventada
com os plebiscitos ocorridos no Pará para a criação dos novos
Estados de Carajás e Tapajós ( o plebiscito resultou contra a
criação) – a representatividade seria ainda mais enfraquecida,
pois novos Estados, geralmente menos populosos, estariam
sobrerrepresentados, enfraquecendo ainda mais os ideais
federativos.

– 39
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 40

4. (FATEC) –Observe os mapas que representam diferentes 5. Observando o limite prático dos fusos horários brasileiros a seguir,
propostas de regionalização para o Brasil: o Mapa 1 refere-se à divisão identifique as unidades políticas de cada um deles.
regional do IBGE e o Mapa 2, à divisão de Milton Santos e Maria Laura
Silveira, expressa na obra “O Brasil: Território e Sociedade no início do
século XXI”:

Sobre essas propostas de regionalização do espaço brasileiro, assinale


a alternativa correta.
a) Nas propostas de regionalização representadas nos mapas 1 e 2,
não são respeitados os limites entre as unidades da federação.
b) Na proposta de regionalização representada no mapa 1, o território
brasileiro está dividido de acordo com os tipos climáticos.
c) Na proposta de regionalização representada no mapa 1, o principal 1.° fuso: ilhas oceânicas – São Pedro e São Paulo, Atol das Rocas,
GEOGRAFIA AD

critério adotado foi o processo de ocupação do território brasileiro. Fernando de Noronha e Trindade e Martim Vaz.
d) A proposta de regionalização representada no mapa 2 está
fundamentada no conceito de região natural.
e) A proposta de regionalização representada no mapa 2 baseia-se na 2.° fuso: Estados litorâneos, hora de Brasília – RS, SC, PR, SP, RJ,
difusão diferenciada do meio técnico-científico-informacional. ES, MG, GO, TO, DF, AP, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA e PA.

RESOLUÇÃO:
O mapa 1 refere-se à tradicional divisão regional do Brasil, 3.° fuso: Estados interioranos – AM (centro-leste), MS, MT, RO, RR.
respeitando-se os limites entre os estados Brasileiros.
O mapa 2, criado por Milton Santos, estabelece a região
concentrada criada pela diferença de nível do meio técnico-cien-
tífico-informacional.
Resposta: E
4.° fuso: Estado do Acre e extremo-oeste do AM (Tabatinga até o
município de Boca do Acre) pela lei n.o 12.876 de 30/10/2013.

40 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 41

6. (MACKENZIE-2015) – Observe o mapa para responder a questão.


MÓDULO 6

URBANIZAÇÃO: EVOLUÇÃO E CONCEITOS

1. Complete os quadros a seguir.

I)
Origem Cidades
Natal (RN), Manaus (AM), Fortaleza (CE),
Fortificações Belém (PA), João Pessoa (PB), Santarém (PA),
Corumbá (MS).
Londrina (PR), Blumenau (SC), Caxias do Sul
Colônias (RS), Novo Hamburgo (RS), Bento Gonçalves
(RS), Flores da Cunha (RS).
Currais Novos (RN), Vacaria (RS), São Gabriel
Núcleos de pecuária
(RS), Pastos Bons (PI).
Santana de Parnaíba (SP), Itapecerica da Serra
Aldeamentos
(SP), Guarulhos (SP), Campina Grande (PB),
O outono austral de 2015 teve seu início no dia 20 de março, às indígenas
Juazeiro (BA).
19h45min, pelo horário oficial do Brasil. Assinale a alternativa que indica

GEOGRAFIA AD
o horário correspondente a esse fenômeno, no momento de sua Sorocaba (SP), Tietê (SP), Paraibuna (SP), Itu
ocorrência, em cada uma das localidades numeradas no mapa. Parada de tropas (SP), Amparo (SP), Batatais (SP), Lajes (SC),
a) II, III e IV, 19h45min; I e V 20h45min. Laguna (SC).
b) I, III e V, 19h45min; IV, 18h45min; II, 17h45min.
c) V, 19h45min; I, III e IV, 20h45min; II, 21h45min. II)
d) I e III, 19h45min; V, 20h45min; IV e II, 18h45min. Função urbana Cidades
e) III, 19h45min; I e V 20h45min; IV, 18h45min; II, 17h45min. Santos (SP), Paranaguá (PR), Vitória (ES), Rio
Portuária
Grande (RS).
RESOLUÇÃO: Industrial Volta Redonda (RJ), Sorocaba (SP), Cubatão (SP).
Nos trópicos, as estações do ano são bem definidas, pois sofrem
Turística Ouro Preto (MG), Parati (RJ), Salvador (BA).
influência da inclinação do eixo terrestre e da incidência dos raios
Aparecida (SP), Juazeiro do Norte (CE), Bom
solares. No Brasil, localizado no Hemisfério Sul (Austral), os Religiosa
trópicos têm o equinócio de outono no dia 20/03 e ocorre em todos Jesus da Lapa (BA).
os estados assinalados no mapa. Porém, Paraná (I), Goiás (III) e Turística balneária Cabo Frio (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Guarujá (SP).
Bahia (V) estão localizados no mesmo fuso horário –3GMT,
III)
portanto às 19h45min. Já o estado de Mato Grosso (IV) está
localizado no fuso horário –4GMT, iniciando o fenômeno às Posição geográfica Cidades
18h45min. Por fim, o Acre (II) está no fuso horário –5GMT, Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), Salvador
Marítima
começando o outono austral às 17h45min. (BA), Recife (PE).
Resposta: B Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Juazeiro
Fluvial
(BA), Corumbá (MS), Guaíra (RS).
Interiorana Bauru (SP), Sorocaba (SP), Campinas (SP).

Litorânea Cubatão (SP), Itabuna (BA), Joinville (SC).

IV)
Sítio Urbano Cidades
Acrópole São Paulo (SP), Salvador (BA).

Planície Manaus (AM), Santarém (PA).

Planalto Brasília (DF), Cuiabá (MT).

Montanha Ouro Preto (MG), Campos do Jordão (SP).

Insular São Luís (MA), Florianópolis (SC).

– 41
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 42

2. (UNICAMP) – O processo contemporâneo de metropolização do 3. (FATEC) – Nestas últimas décadas, está ocorrendo no Sudeste
espaço e a grande metamorfose que vem ocorrendo em algumas brasileiro um fenômeno muito importante: a formação de uma mega-
metrópoles têm significado mudanças territoriais expressivas. Há lópole, isto é, a
intensificação e multiplicidade de fluxos de pessoas, mercadorias e a) integração espacial de áreas metropolitanas.
informações, bem como crescimento do número de cidades conur- b) concentração das agroindústrias em espaços reduzidos.
badas, onde não se distingue muito bem, na continuidade da imensa c) descentralização das atividades culturais pelas médias cidades.
área construída, o limite municipal de cada uma delas. Tanto em São d) desconcentração da indústrias de média e alta tecnologia.
Paulo, por exemplo, como na Cidade do México, em Buenos Aires ou e) recuperação de áreas ambientalmente degradadas.
em Santiago, vamos encontrar a manifestação desse momento mais
RESOLUÇÃO:
avançado da urbanização.
Resposta: A
(Adaptado de Sandra Lencioni, A metamorfose de São Paulo: o
anúncio de um novo mundo de aglomerações difusas. Revista
Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba , n. 120, p. 133-148,
jan./jun, 2011.)

Tendo em vista a metrópole contemporânea, é correto afirmar que se


trata de uma
a) única aglomeração, mas dispersa e fragmentada, onde fluxos
imateriais regem um conjunto diferenciado de lugares.
b) única aglomeração, pois é compacta e coesa, onde fluxos imateriais
regem um conjunto diferenciado de lugares.
c) metrópole compacta e coesa, organizada exclusivamente por uma 4. À medida que a urbanização e a globalização mundial se aceleram,
estrutura hierárquica de fluxos imateriais. novos conceitos são criados com o objetivo de explicar a atual
d) metrópole dispersa e fragmentada, organizada exclusivamente por complexidade desses processos. É recente a criação da expressão
GEOGRAFIA AD

uma estrutura hierárquica de fluxos materiais. cidade global, que pode ser definida como
a) o estágio mais avançado da megalópole, pois se caracteriza pela
RESOLUÇÃO: expansão da mancha urbana em tamanha proporção que elimina as
A metrópole moderna se inicia a partir de uma aglomeração inicial áreas preexistentes.
central que, por uma série de condicionantes históricas, passa a b) a aglomeração urbana que ultrapassa os 10 milhões de habitantes
concentrar atividades que a tornam o núcleo polarizador da e, em virtude desse contingente, reúne grande número de funções
economia circundante. A essa aglomeração inicial, por meio do econômicas.
processo de conurbação, se juntam diversas outras aglomerações c) a grande cidade histórica e materialmente preservada que, sob o
(que nem sempre possuem uniformidade de serviços ou espacial), patrocínio da ONU, passa a fazer parte do patrimônio mundial.
formando a metrópole. Esta concentra tanto fluxos imateriais d) o ideal urbano encontrado em algumas poucas áreas do mundo
(fluxos de informações como telecomunicações, financeiros), como desenvolvido, pois se caracteriza pela ausência de espaços de
materiais (pessoas em circulação, mercadorias transportadas, rotas
exclusão em seu interior.
de transportes, entre outras).
e) a cidade cujo poder político-econômico ultrapassa as fronteiras
Resposta: A
nacionais, o que a torna capaz de polarizar grandes espaços da
“economia-mundo”.

RESOLUÇÃO:
Resposta: E

42 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 43

5. (MACKENZIE) – No mundo contemporâneo, tem sido comum a 6. (FGV) – Como a economia informal se apresenta nas metrópoles
classificação de alguns grandes centros urbanos como “cidades regionais e nacionais brasileiras? Por que a sua expansão foi mais
globais” e “megacidades”. De acordo com seus conhecimentos a acentuada nestes últimos dez anos?
respeito do tema, assinale a alternativa que aponte corretamente o uso
desses termos. RESOLUÇÃO:
Denomina-se economia informal toda atividade econômica desen-
volvida à margem do controle tributário do Estado, por exemplo:
Cidades Globais Megacidades vendedores ambulantes, guardadores de carro, etc.
Nas metrópoles, a economia informal está em expansão, pois a
Destacam-se pela crise econômica que se abate sobre o País acabou por lançar um
intensidade dos fluxos de Possuem populações a partir grande contingente de ativos no mercado paralelo, visando à
capital e informação. de 1 milhão de habitantes, subsistência.
Apresentam reduzida com intensa conexão de
conexão com outras cidades informações e negócios com
a)
do gênero fora out ras similares, estando
de seus continentes, a presentes em todos os
exemplo da Cidade do continentes, a exemplo de
México e da cidade do Rio de Calcutá e Lagos.
Janeiro.

Apresentam populações Caracterizam-se pela


a partir de 10 milhões sua conexão aos mais impor
de habitantes, sendo tantes centros econômicos
mais importantes pelo do mundo, embora tenham
b)
seu peso demográfico populações inferiores a 10

GEOGRAFIA AD
do que econômico, a milhões de habitantes, como
exemplo de São Paulo e as cidades de Xangai e
Dacca. Cidade do México.

Diferenciam-se pelo volume


São muito importantes
demográfico e
pela presença da sede de
nem sempre apresentam
grandes corporações
importância econômica
c) empresariais, com forte
proporcional, situando-se
conexão a outras similares
tanto em países do Norte
em outros países, como Paris
quanto do Sul, a exemplo de
e Xangai.
Lagos e Delhi.
Apresentam fluxos
Possuem maior importância
econômicos que as tornam
histórica e cultural do que
as mais importantes nos
d) econômica, sendo por isso
continentes onde estão
referências mundiais, como
situadas, a exemplo da
Londres e Nova Iorque.
Cidade do México e Paris.

Tornaram-se alvo de estudos São referências


comparativos internacionais para a solução
em razão dos fluxos de problemas urbanos de
e) emigratórios que partem grande magnitude, sobretudo
delas para outras cidades, na questão da moradia e da
como no caso de Paris e Los mobilidade urbana, como
Angeles. Lagos e Delhi.

RESOLUÇÃO:
Cidade global é toda cidade projetada na economia mundializada,
com a presença de sedes de corporações empresariais, e
megacidade é a cidade que apresenta mais de 10 milhões de
habitantes, conceito que não depende da projeção econômica dela.
Resposta: C

– 43
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 44

7. (UFPel) – Observe o quadro apresentado a seguir. 8. (UNESP) – Examine a charge e leia o texto.

POPULAÇÃO DAS DEZ CIDADES MAIS POPULOSAS DO


MUNDO EM 1900 E 2001 – PROJEÇÕES PARA 2015

1900 Pop* 2001 Pop* 2015 Pop*

Londres 6,6 Tóquio 29 Tóquio 29

Cidade do
Nova York 3,4 18 Mumbai 26
México

Lagos
Paris 2,7 São Paulo 17 25
(Nigéria)

Berlim 1,9 Mumbai 17 São Paulo 20

Karachi
Chicago 1,7 Nova York 16 19 (http://froes-explica.blogspot.com.br)
(Paquistão)

Daca O fenômeno não é novo e nem universal e, nas duas últimas décadas,
Viena 1,7 Xangai 14 19
(Bangladesch) adquiriu uma escala internacional. Apesar de não serem novidade, os
loteamentos murados e os condomínios fechados produziram, em
Cidade do função da sua escala e de sua extensão, uma nova morfologia urbana.
Tóquio 1,5 Los Angeles 13 19
México Assemelham-se em várias cidades do mundo e têm a singularidade de
ser um produto imobiliário com barreiras físicas que impedem a entrada
Wuhan Lagos
GEOGRAFIA AD

1,5 13 Xangai 18 dos não “credenciados”.


(China) (Nigéria)
(Arlete Moysés Rodrigues. Loteamentos murados e condomínios
Filadélfia 1,3 Calcutá 13 Nova York 18
fechados. In: Pedro de Almeida Vasconcelos et al. (orgs.).
A cidade contemporânea, 2013. Adaptado.)
S. Petersburgo 1,3 Buenos Aires 12 Calcutá 17
Indique dois fatores que contribuíram para a proliferação dos con-
(Revista Veja, 2001. (*) em milhões de habitantes.) domínios fechados e dos loteamentos murados e aponte duas
consequências resultantes da instalação desses empreendimentos
Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos sobre imobiliários para as cidades brasileiras.
o processo de urbanização, é correto afirmar que
RESOLUÇÃO:
a) o crescimento populacional das grandes cidades no período de 2001 Entre as causas do surgimento de condomínios fechados ou
a 2015 ocorrerá de forma intensa em países subdesenvolvidos, murados, a principal apontada pode ser a concentração de renda
agravando problemas já existentes, como os de infraestrutura e das classes dominantes que, no condomínio murado, pretende
saneamento. isolar-se dos demais segmentos da população. Ao mesmo tempo,
b) Nova York e Los Angeles terão um crescimento negativo no início surge o temor de expressiva parcela dessa classe de ter sua
segurança ou seu patrimônio afetado por parte dos despossuídos.
do século XXI, graças às políticas de controle de migração e de
Também a exclusividade de serviços ou bem estar que os mais
diminuição das taxas de natalidade implementadas por essas
ricos desejam usufruir poderia incluir-se entre as causas do
cidades.
isolamento nos condomínios.
c) as dez maiores cidades em 1900 estavam localizadas em países A instalação de condomínios fechados ou murados isola os grupos
desenvolvidos em função dos benefícios da Revolução Industrial, já sociais, o que pode levar a uma maior animosidade entre eles,
em 2001 essas cidades decresceram em função da competição resultando em violências (assaltos, invasões). A paisagem da
internacional. cidade mudará: numa aglomeração urbana comum, não há muros
d) a taxa de crescimento populacional das grandes cidades nos que separem bairros, enquanto nos condomínios fechados, os
primeiros 15 anos deste século será proporcional; entretanto, o muros de proteção são o principal elemento de segregação. Além
crescimento, em números absolutos, será maior nas cidades dos disso, os condomínios fechados incluem sistemas de monitora-
países subdesenvolvidos, em função das altas taxas de natalidade. mento eletrônico e segurança privada, ao contrário da vigilância
policial comum das cidades.
e) as megacidades do século XXI são cidades mundiais, pois, em
função de seu tamanho detêm o controle das economias nacionais,
concentrando as maiores rendas e as melhores condições de vida
nos seus respectivos países.

RESOLUÇÃO:
Resposta: A

44 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 45

9. (PUC) – …nós estamos ingressando num mundo que não é mais aquele 10. (PUC) – Leia com atenção:
de territórios e lugares, mas um mundo de fluxos e redes. Isso não
surpreenderá todos aqueles que refletem sobre as novas tecnologias e se As cidades constituem-se no palco das contradições econômicas, sociais
interessam pela ‘sociedade de redes’ que não é mais uma simples ficção. e políticas e o sistema viário é um espaço em permanente disputa entre
diferentes atores, que se apresentam como pedestres, ciclistas,
(Olivier MONGIN. Da cidade a não-cidade. Lille: Éditions condutores e usuários de automóveis, caminhões, ônibus e motos.
Parenthéses, 2003. p. 35. Adaptado.) (BRASIL Acessível. Programa Brasileiro de Acessibilidade
Urbana. Ministério das Cidades, 2006. p. 2.)
Tendo em vista o texto e considerando as realidades urbanas pode-se
A referência aqui são as grandes cidades brasileiras.
dizer que
Sobre a questão da acessibilidade nessas áreas pode-se observar que
a) as novas tecnologias, que funcionam em rede, não contam na
a) nas “disputas” por mobilidade urbana, a automobilização crescente
localização das indústrias, pois essas ainda precisam situar-se nas
gera problemas para o pedestre que também é usuário dos trans-
grandes cidades.
portes coletivos.
b) esse novo mundo de redes apoiadas nas novas tecnologias levou
b) as preocupações constantes com a mobilidade e a segurança dos
várias atividades urbanas para fora das cidades.
pedestres se estendem cada vez mais aos portadores de neces-
c) as novas tecnologias localizam-se fundamentamente nos núcleos
sidades especiais.
densos das cidades, o que intensifica a aglomeração urbana.
c) a multiplicação do hábito do uso da bicicleta resultou da construção
d) comunidades conectadas por rede tecnológica, desenvolvendo
de muitas ciclovias nas cidades, roubando, se necessário, espaço
atividades urbanas, representam uma realidade fantasiosa.
dos automóveis.
e) a aceleração dos fluxos de informações e de mercadorias propiciadas
d) ônibus e caminhões, ao multiplicarem-se no sistema viário das
pelas redes é responsável pelo declínio da urbanização dos países
grandes cidades, são como vilões que provocam trânsito e atra-
avançados.
palham os pedestres.
e) a multiplicação de motos nas cidades brasileiras é responsável pelos
RESOLUÇÃO:

GEOGRAFIA AD
congestionamentos e por dificuldades na circulação de pessoas e
Resposta: B
mercadorias.

RESOLUÇÃO:
Sobre a acessibilidade nas grandes cidades brasileiras, a crescente
automobilização gera constantes problemas para o pedestre, que
também é usuário dos transportes coletivos. As atuais políticas de
rodízio veicular, criações de corredores de ônibus e ciclovias
comprovam o constante crescimento da frota de automóveis nas
grandes cidades brasileiras, comprometendo o pedestre e os
transportes coletivos.
Resposta: A

– 45
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 46

FRENTE 3 – GEOGRAFIA GERAL


3. (PUCCAMP) – Um dos mais graves problemas e talvez o maior
MÓDULO 1 desafio para o século XXI é o desemprego estrutural que ocorre em
maior ou menor escala em todos os países do mundo.
Entre os fatores responsáveis pelo desemprego, podem-se citar
CAPITALISMO E SOCIALISMO a) a crise do sistema socialista e a introdução de novas tecnologias
poupadoras de mão de obra.
b) o crescente emprego de mão de obra feminina e o fortalecimento
dos sindicatos e agremiações de trabalhadores.
1. Sobre as alternativas abaixo, assinale a incorreta. c) a introdução de novas tecnologias poupadoras de mão de obra e o
a) Nos países capitalistas, a sociedade estava dividida em classes deslocamento da produção para áreas com custo de mão de obra
sociais: a burguesia, que detinha os meios de produção, e o mais baixo.
proletariado, que, para sobreviver, vendia a sua força de trabalho d) a supressão de leis de proteção ao trabalhador e a crescente crise
como uma mercadoria. do sistema capitalista.
b) Nos países capitalistas subdesenvolvidos, a diferença entre as clas- e) o fortalecimento das políticas do Estado de bem-estar social e o
ses sociais é maior que a diferença nos países desenvolvidos deslocamento da produção para áreas com mão de obra barata.
capitalistas.
c) Nos países socialistas, a sociedade não está dividida em classes. A RESOLUÇÃO:
economia é planificada e a produção destina-se ao abastecimento Resposta: C
das necessidades sociais.
d) Nos países de economia planificada, a burguesia determinava o
planejamento em função de suas necessidades.
GEOGRAFIA AD

e) Nos países capitalistas, a produção, de certa forma, está subordinada


às necessidades do mercado (lei da oferta e procura).

RESOLUÇÃO:
Resposta: D
4. (VEST-RIO) – Cortando fronteiras com capital e tecnologia, as
multinacionais otimizam mercados, recursos naturais e políticos em
escala mundial. Uma nova forma de acumular lucros, uma nova divisão
internacional do trabalho.

(KUCINSKI, Bernardo. O que são multinacionais. Brasiliense, 1985.)

2. Analise as proposições.
A nova divisão internacional do trabalho apresentada no texto tem como
I. No sistema capitalista, existem duas classes sociais opostas e
causa a seguinte atuação das multinacionais:
antagônicas: a burguesia e o proletariado. A primeira é proprietária
a) Aplicação de capitais em atividades agropastoris nos países peri-
dos meios de produção; a segunda explora o único recurso de que
féricos.
dispõe, que é sua força de trabalho.
b) Implantação de filiais em países de mão de obra barata.
II. O antagonismo entre a burguesia e o proletariado, na sociedade
c) Participação em mais de um ramo de atividade.
capitalista, expressa-se pelas suas ideologias. Sendo a burguesia a
d) Importação de matérias-primas do Terceiro Mundo.
classe econômica dominante, ela domina também a política, a
e) Exploração de novas fontes de energia.
cultura, a educação e a produção de ideias e valores da sociedade.

Assinale a alternativa correta: RESOLUÇÃO:


a) l e ll são verdadeiras. Resposta: B
b) Somente I é verdadeira.
c) Somente II é verdadeira.
d) l e ll não são verdadeiras.
e) No sistema capitalista, existe somente uma classe social.

RESOLUÇÃO:
Resposta: A

46 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 47

5. (FATEC) – No atual processo de globalização econômica, vem ocor- d) Desenvolvimentista, em que o Estado utiliza mecanismos como
rendo uma verdadeira divisão econômica e geopolítica do mundo, que isenção de impostos, redução de juros e aumento do protecionismo.
distingue centros de inovação tecnológica, áreas de difusão de indústria e) Globalizada, em que o país se torna aberto a qualquer tipo de
e agroindústria avançadas, áreas em desindustrialização, áreas com movimentação financeira com outros países, sem qualquer restrição
economia tradicional em decadência e áreas a serem preservadas. Sob legal.
o comando dos grandes agentes econômicos capitalistas transnacionais,
o território dos países é utilizado intensivamente, afetando o poder dos RESOLUÇÃO:
Estados e alienando a vida das sociedades que vivem nesses territórios. O Brasil é definido hoje como um país emergente, com economia
expandida e que possui certa liderança econômica regional. Nesse
sentido, o modelo econômico aqui adotado tem sido o desenvol-
Analise as afirmações a seguir como elementos em jogo no processo
vimentista, sobretudo por meio de esforços para atrair inves-
de globalização descrito.
timentos externos, fazendo uso, por exemplo, da renúncia fiscal
I. Hegemonia dos processos produtivos baseados na 3.a Revolução
(isenção ou redução de impostos); da redução de juros, com o
Industrial. objetivo de aquecer o consumo; e de práticas protecionistas que
II. Macropolíticas estatais controladoras dos fluxos econômicos e reduzem a possibilidade de déficit comercial.
protetoras da mão de obra. Resposta: D
III. Divisão mundial do trabalho entre centros hegemônicos e periferias
e semiperiferias.
IV. Tendência ao aumento das áreas naturais preservadas pelo
“desenvolvimento sustentável” capitalista.

Pode-se assinalar, como verdadeiros elementos desse processo de


globalização, o que está contido nas afirmações 7. (UNESP) – O processo de inserção do neoliberalismo enquanto
a) I, II, III e IV. ideologia e corrente de pensamento para a condução das políticas e
b) I, II e III, apenas. dos recursos públicos no território brasileiro se deu de forma lenta e

GEOGRAFIA AD
c) I e III, apenas. gradual, num período que compreende quase três décadas.
d) II e IV, apenas.
e) IV, apenas. (Mirlei Fachini Vicente Pereira e Samira Peduti Kahil. www.ub.edu.
Adaptado.)
RESOLUÇÃO:
O processo de globalização capitalista consolidou-se após a Indique dois fundamentos da ideologia neoliberal e dê um exemplo de
Segunda Guerra Mundial, fundado na prevalência dos processos política ou prática neoliberal implantada no Brasil a partir dos anos 1990,
produtivos característicos da Terceira Revolução Industrial – a
apontando suas consequências à sociedade e à economia brasileiras.
acumulação flexível, a automação das linhas de produção e a
terceirização da produção.
RESOLUÇÃO:
Neste contexto, os fluxos econômicos são, em tese, livres do poder
O neoliberalismo se baseia no retorno às ideias do liberalismo
controlador do Estado, embora este busque minimamente prote-
econômico que dominou a economia do mundo capitalista até a
ger a mão de obra, o meio ambiente e a produção, de um modo
crise de 1929. Ele se pauta pelo retorno ao predomínio da livre
geral, da concorrência externa desleal.
iniciativa sobre o controle estatal da economia, a desregula-
mentação de leis que possam bloquear ou limitar o incremento do
lucro (aumentando a especulação financeira), a abertura ao
mercado externo e a transferência de empresas estatais para o
setor privado.
A partir do governo Collor de Melo e, notadamente, no governo de
Fernando Henrique Cardoso, o Estado brasileiro passou a des-
burocratizar parte da economia, destacando-se nesse processo a
abertura ao mercado externo, com o incremento das importações.
Essa abertura provocou uma maior concorrência com os produtos
de origem brasileira (principalmente a concorrência de produtos
chineses e do leste asiático), causando o fechamento de diversas
empresas nacionais (aquelas que não se modernizaram para con-
6. (MACKENZIE) – Desde a crise financeira mundial, deflagrada nos
correr), resultando em redução na oferta de empregos; por outro
EUA em 2008, muitos governos têm adotado medidas para a sua lado, a maior concorrência forçou uma melhoria na qualidade dos
superação. Assinale a alternativa correta sobre o tipo de medidas de produtos fabricados internamente. Outra medida adotada foi a
política econômica adotadas no Brasil. venda de diversas empresas estatais, como a Companhia Vale do
a) Liberal clássico, com ampla abertura a importações que visam Rio do Doce (antiga CVRD, atualmente Companhia Vale), entre ou-
dinamizar o mercado interno e a competição com empresas tras, que, com isso, desnacionalizou corporações genuinamente
nacionais. brasileiras. Por outro lado, essas empresas, uma vez privatizadas,
b) Neoliberal, em que o Estado amplia a sua participação em setores dinamizaram suas administrações, reduzindo pessoal ocupado (o
considerados estratégicos. que resultou em desemprego). Mesmo assim, esse dinamismo
passou a render maiores dividendos, aumentando sua lucrativi-
c) Socialista, em razão da ideologia esquerdista dos integrantes do
dade.
governo.

– 47
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 48

3. (FATEC) – Nas últimas décadas do século XX, o comércio mun-


MÓDULO 2 dial apresentou um ritmo de crescimento significativo. Esse fato mostra
que
a) com a abertura econômica promovida pela globalização, as
DESENVOLVIMENTO, SUBDESENVOLVIMENTO economias nacionais tornaram-se mais interdependentes.
E A NOVA ORDEM INTERNACIONAL b) foram reduzidas as diferenças econômicas entre os países,
possibilitando uma melhor distribuição de renda para a população.
c) com a modernização tecnológica e a agilização dos meios de trans-
porte, poucos são os países que apresentam balanças comerciais
1. (FATEC) – Considere os itens sobre os blocos econômicos e a
deficitárias.
globalização.
d) a nova divisão internacional do trabalho, mais democrática, permitiu
I. Em zonas de livre comércio, como no Nafta, o objetivo inte-
que as trocas comerciais fossem mais equilibradas entre os países.
gracionista é bastante evidente. Busca-se a gradativa liberalização
e) a valorização crescente das matérias-primas produzidas pelos países
do fluxo de mercadorias e capitais dentro dos limites do bloco, ou
em desenvolvimento aumentou o poder de compra das populações
seja, Estados Unidos, México, Canadá, Japão e China.
pobres.
II. Há uma série de problemas do mundo que, ao invés de serem
solucionados, estão se agravando cada vez mais, como a
RESOLUÇÃO:
concentração de renda, o aumento da pobreza e do desemprego.
Resposta: A
III. Muitos problemas e contradições, tanto do capitalismo quanto do
socialismo, que eram deixados em segundo plano, passaram a
chamar a atenção de todos: exacerbações nacionalistas, sentimentos
xenófobos e racistas, desigualdades sociais e regionais, várias
formas de agressão ao meio ambiente.
4. (UNESP) – A atual ordem internacional, nascida com a ruína da
IV. No caso de um mercado comum, como é a União Europeia (UE),
bipolaridade (que foi o mundo da Guerra Fria e das duas superpotências,
GEOGRAFIA AD

busca-se uma padronização fiscal, trabalhista e militar, ocorrendo


e que existiu de 1945 até 1985-1991), possui importantes traços
atualmente um total entrosamento entre os 28 países-membros.
característicos.
V. É evidente o fortalecimento dos blocos econômicos supranacionais
As principais características da atual ordem internacional são:
em decorrência do aprofundamento da tendência de globalização.
a) Avanço da Revolução Verde, avanço do regionalismo, formação de
(Adaptado de Sene & Moreira. Geografia. São Paulo: Scipione, 1998.) blocos ou mercados regionais, reforço da localização industrial
baseada na matéria-prima e reforço do setor primário como mercado
Estão corretos somente os itens de trabalho.
a) I, II e III. b) I, II, III e IV. c) I, III e V. b) Avanço da Terceira Revolução Industrial, avanço da globalização
d) II, III e V. e) III, IV e V. capitalista, formação de blocos ou mercados regionais, redefinição
do mercado de trabalho e redefinição dos fatores de localização
RESOLUÇÃO: industrial.
Resposta: D c) Avanço da revolução técnico-científica, reforço dos mercados locais,
formação de blocos ou mercados regionais, qualificação do mercado
de trabalho e redefinição dos fatores de localização industrial.
d) Avanço da Revolução Industrial, avanço do regionalismo, avanço da
2. (FUVEST) – Devido ao processo de mundialização da economia, globalização, reforço da localização industrial baseada na matéria-
podemos afirmar que as empresas transnacionais prima e reforço do setor primário como mercado de trabalho.
a) investem apenas em países que praticam baixas taxas de juros, e) Avanço da Terceira Revolução Industrial, avanço da globalização
aproveitando facilidades na obtenção de crédito. capitalista, formação de blocos ou mercados regionais, reforço da
b) investem apenas em países que oferecem um mercado consumidor
localização industrial baseada na matéria-prima e reforço do setor
expressivo, já que a produção destina-se ao mercado interno.
primário como mercado de trabalho.
c) dispõem de grande mobilidade territorial, sendo que seus inves-
timentos restringem-se a países que integram blocos econômicos RESOLUÇÃO:
comerciais. Resposta: B
d) investem em países aliados aos Estados Unidos, por determinação
do Conselho de Segurança da ONU.
e) dispõem de grande mobilidade territorial, sendo que seus
investimentos migram para países que oferecem vantagens fiscais.

RESOLUÇÃO:
Resposta: E

48 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 49

5. (FAMERP) 6. (FUVEST) – Analise a charge a seguir e assinale a alternativa que


melhor expressa seu conteúdo.

(Adap. Pitte, 1998.)

a) O desemprego estrutural nos países ricos e o pleno emprego nos


países pobres.
(James Davies, Rodrigo Lluberas e Anthony Shorrocks. b) A mundialização da economia e a exploração do trabalho nos países
Credit Suisse Global Wealth Databook, 2013. Adaptado.) pobres.
A partir da leitura do mapa e de conhecimentos acerca da distribuição c) A divisão internacional e sexual do trabalho, decorrente do padrão
de riqueza no mundo, é correto afirmar que produtivo nos dias atuais.

GEOGRAFIA AD
a) os Estados Unidos da América apresentam melhores índices d) O desemprego em países ricos e as condições de trabalho do setor
econômicos do que o México, em função de sua ampla extensão terciário em países pobres.
territorial. e) O desenvolvimento desigual entre os países e a exportação de
b) a concentração da riqueza ocorre nos países desenvolvidos, que manufaturados, produzidos por mão de obra qualificada.
apresentam produção intensiva em capital, ciência e tecnologia.
c) os resultados encontrados na Europa são explicados pelo avançado RESOLUÇÃO:
setor de serviços, superando a histórica fragilidade industrial da Com o advento da globalização, a inserção dos países pobres está
cada vez mais associada à exploração de sua mão de obra barata.
região. Resposta: B
d) as rendas mais elevadas são registradas em países cuja principal
atividade está associada à exploração de recursos minerais.
e) a carência econômica da África justifica-se pelas condições
climáticas, que desfavorecem a produção agrícola.

RESOLUÇÃO:
7. Na sociedade contemporânea, onde as relações
Os países considerados desenvolvidos, que incluem a América
sociais tendem a reger-se por imagens midiáticas, a
Anglo-Saxônica, países da Europa Ocidental, Japão, Austrália e
imagem de um indivíduo, principalmente na indústria
mais alguns, amealharam durante sua história grande quantidade
de recursos e capitais que puderam ser investidos em ciência e do espetáculo, pode agregar valor econômico na medida de seu
tecnologia. O desenvolvimento científico e tecnológico permite incremento técnico: amplitude do espelhamento e da atenção pública.
maior qualidade nos produtos que, vendidos no mercado mundial, Aparecer é então mais do que ser; o sujeito é famoso porque é falado.
permitem a esses países maior crescimento, o qual gera Nesse âmbito, a lógica circulatória do mercado, ao mesmo tempo que
enriquecimento. acena democraticamente para as massas com os supostos “ganhos
Resposta: B distributivos” (a informação ilimitada, a quebra das supostas hierarquias
culturais), afeta a velha cultura disseminada na esfera pública. A
participação nas redes sociais, a obsessão dos selfies, tanto falar e ser
falado quanto ser visto são índices do desejo de “espelhamento”.

SODRÉ, M. Disponível em: http://aulas.estadao.com.br.


Acesso em: 9 fev. 2015 (adaptado).

A crítica contida no texto sobre a sociedade contemporânea enfatiza


a) a prática identitária autorreferente.
b) a dinâmica política democratizante.
c) a produção instantânea de notícias.
d) os processos difusores de informações.
e) os mecanismos de convergência tecnológica.

– 49
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 50

RESOLUÇÃO: 9. (UNESP)
“Aparecer é então mais do que ser”, relações sociais que são
regidas pela imagem de um indivíduo. A participação nas redes
sociais e a obsessão dos selfies, ser visto e falado, estão entre os
maiores desejos da atualidade.
O autor não está criticando os processos difusores de informação
nem a produção instantânea de notícias, mas sim a sua utilização
na autopromoção, numa identidade não de reconhecimento
público por mérito, mas autorreferente.
Resposta: A

http://www.inic.un.org

As imagens em destaque evidenciam as condições do espaço


geográfico do pós 2.ª Guerra Mundial em diversos países. Frente a
tantos efeitos nefastos, o mundo assumia o preço da reconstrução da
Europa e da Ásia, além de se preocupar em evitar que outra guerra com
essas proporções pudesse ocorrer novamente. Neste sentido, surge a
ONU (Organização das Nações Unidas), oficializada em 24 de outubro
8. O fim da Guerra Fria e da bipolaridade, entre as déca- de 1945 em substituição à antiga Liga das Nações. Mesmo em guerra,
das de 1980 e 1990, gerou expectativas de que seria o bloco capitalista já desenvolvia planos e projetos de restauração, como
instaurada uma ordem internacional marcada pela ocorreu na Conferência de Bretton Woods que reuniu 44 países aliados
em Junho de 1944.
GEOGRAFIA AD

redução de conflitos e pela multipolaridade.


O panorama estratégico do mundo pós-Guerra Fria apresenta
a) o aumento de conflitos internos associados ao nacionalismo, às A respeito dos fatos citados no texto, considere as afirmações I, II e III
disputas étnicas, ao extremismo religioso e ao fortalecimento de abaixo.
ameaças como o terrorismo, o tráfico de drogas e o crime organizado. I. A ONU tem como objetivo manter a paz, defender os direitos
b) o fim da corrida armamentista e a redução dos gastos militares das humanos e as liberdades fundamentais e promover o desen-
grandes potências, o que se traduziu em maior estabilidade nos volvimento dos países. Atualmente, discute-se a necessidade de
continentes europeu e asiático, que tinham sido palco da Guerra Fria. reformas na Organização, que reflita a realidade do pós-guerra e da
c) o desengajamento das grandes potências, pois as intervenções Guerra Fria, cenários já superados.
militares em regiões assoladas por conflitos passaram a ser II. Pelo acordo de Bretton Woods, foram criadas instituições finan-
realizadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), com maior ceiras como o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o World Bank
envolvimento de países emergentes. (Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento).
d) a plena vigência do Tratado de Não Proliferação, que afastou a III. Decorridos mais de 60 anos do acordo de Bretton Woods, verifica-
possibilidade de um conflito nuclear como ameaça global, devido à se que os objetivos e as intenções originais diluíram-se ao longo do
crescente consciência política internacional acerca desse perigo. tempo. As instabilidades econômicas continuam existindo, prin-
e) a condição dos EUA como única superpotência. mas que se cipalmente nos países pobres, e os países ricos não precisam mais
submetem às decisões da ONU no que concerne às ações militares. das condições e dos recursos oferecidos pelo FMI.

RESOLUÇÃO: Dessa forma,


Com o fim da Guerra Fria, eclodiram conflitos de origem a) apenas I está correta. b) apenas I e II estão corretas.
etnorreligiosa e nacionalista, pois deixara de existir a coerção c) apenas II está correta. d) apenas II e III estão corretas.
exercida pelas superpotências que impunham um controle severo e) todas estão corretas.
sobre os espaços políticos em seu domínio.
Resposta: A RESOLUÇÃO:
A questão destaca imagens do mundo Pós-Segunda Guerra Mun-
dial e a necessidade que surge de restaurar e desenvolver projetos
(organizações) do bloco capitalista. Citando a ONU no contexto
Pós-Segunda Guerra Mundial e sua atual necessidade de reforma
Pós-Guerra Fria, além de caracterizar o acordo de Bretton Woods –
em que foram criadas as famosas instituições como o FMI e o
World Bank.
Na alternativa III, na crise americana-europeia que se iniciou a partir
de 2008/2010, países europeus como a Grécia, Portugal e Espanha
foram obrigados a recorrer ao FMI.
Resposta: B

50 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 51

10. (FGV) – Cerca de 805 milhões de pessoas no mundo, uma em cada 11. (UNESP)
nove, sofrem de fome, de acordo com um novo relatório das Nações
Unidas divulgado hoje [16/09/2014]. O relatório é publicado anualmente
pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura
(FAO), o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e o
Programa Mundial de Alimentos (PAM).
http://www.fao.org/news/story/pt/item/243923/icode/

Sobre a fome no mundo atual, é correto afirmar:


a) O aumento global do número de pessoas com fome registrado na última
década é um dos resultados mais perversos do processo de globalização
em curso.
b) Na África subsaariana, mais de uma em cada quatro pessoas perma-
necem cronicamente desnutridas, enquanto na Ásia, região mais
populosa do mundo, vive a maioria dos desnutridos.
c) Nos países em desenvolvimento, inexistem estratégias de combate à
fome ou redes de proteção social para os mais vulneráveis, pois eles não
possuem estruturas estatais capazes de atuar nesse sentido.
d) Crises econômicas sequenciais, baixa produtividade agrícola e pobreza
explicam por que a América Latina é a região do planeta que mais padece
de insegurança alimentar.
e) Entre todos os países em desenvolvimento, apenas o Brasil vai atingir a
meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) de zerar os
casos de fome até 2015.

GEOGRAFIA AD
(Marie-Françoise Durand et al. Atlas da Mundialização: compreender o
RESOLUÇÃO:
Na última década, houve uma redução do número de pessoas com espaço mundial contemporâneo, 2009. Adaptado.
)
fome. A despeito disso, grande parcela das populações da África
Subsaariana e da Ásia meridional figuram entre os mais atingidos A partir da observação da distribuição das multinacionais no espaço
pelo flagelo. Apesar das estratégias adotadas para o combate à
terrestre, pode-se afirmar que
fome, por países do Sul, especialmente pelos países emergentes,
a) o continente americano apresenta uma distribuição equilibrada de
o número de subnutridos permanece elevado, pois tais estratégias,
localização das sedes das 500 maiores empresas multinacionais.
de fato, não conseguem superar problemas relacionados com as
desigualdades sociais, precária infraestrutura e baixa produtividade b) a estratégia utilizada para localização das sedes é a redução das
agrícola, que contribuem para a manutenção do quadro de desigualdades mundiais.
subnutrição crônica. c) as sedes das empresas multinacionais concentram-se nos países
Parte considerável dos países do Sul não conseguirá atingir os desenvolvidos, do chamado Norte.
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estabelecidos pelo d) as empresas multinacionais estão presentes homogeneamente em
PNUD, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, para todos os hemisférios.
2015. e) a maior presença ocorre nos países da África do Sul, Japão, Índia e
Resposta: B Brasil, que compõem o BRICA.

RESOLUÇÃO:
A maior concentração das sedes das multinacionais ocorre nos
países do Norte, ricos, como EUA, diversos países europeus, Japão
e outros. Portanto, não há distribuição equilibrada na América; não
ocorre a estratégia da localização das multinacionais em função
das desigualdades mundiais e o Japão não faz parte dos BRICS
(Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).
Resposta: C

– 51
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 52

12. (UNICAMP) – Faz mais de vinte anos que “globalização” se tornou


uma palavra-chave para a organização de nossos pensamentos no que MÓDULO 3
respeita ao funcionamento do mundo. A palavra “globalização” entrou
recentemente em nossos discursos e, mesmo entre muitos “progres-
sistas” e “esquerdistas” do mundo capitalista avançado, palavras mais
ORIENTE MÉDIO – ASPECTOS
carregadas politicamente passaram a ter um papel secundário diante NATURAIS E HUMANOS
de “globalização”. A globalização pode ser vista como um processo,
uma condição ou um tipo específico de projeto político.

As questões 1, 2 e 3 referem-se ao mapa.


(Adaptado de David Harvey, Espaços de Esperança.
São Paulo: Edições Loyola, 2006, p. 79.)

a) Identifique uma característica política e uma cultural do processo de


globalização.
b) Quais as principais críticas econômicas dos movimentos antiglo-
balização?

RESOLUÇÃO:
a) Entre as características políticas da globalização está o fato de
que os países passaram, quase todos, a compartilhar o sistema
econômico capitalista, pois a globalização coincidiu com o
quase fim do sistema socialista, a partir de fins da década de
1980, o que permitiu a livre circulação do capital por países que
antes apenas utilizavam o sistema socialista de produção. Entre
GEOGRAFIA AD

as características culturais, observam-se situações contra-


ditórias, pois, ao mesmo tempo em que a globalização propõe
a dominância de conjuntos culturais hegemônicos (como a
1. Complete com as informações que identificam corretamente os
popularização de comportamentos ocidentais), por outro lado,
números correspondentes no mapa.
permite a difusão de culturas locais que procuram se afirmar
frente à imposição dos sistemas culturais hegemônicos (como
é o caso da divulgação da cultura de povos minoritários), bem Oriente Médio – divisão política
como as disputas entre diferentes comportamentos religiosos. 1 – Turquia
.........................................................................................................
b) Entre as diversas críticas propostas pelos movimentos
antiglobalização, está aquela feita à predominância do sistema
2– Chipre
capitalista monopolista e financeiro, cuja tendência especu-
lativa leva a uma enorme concentração de rendas. Essa
concentração de rendas exacerba os núcleos de pobreza que se 3– Síria
espalham pelo mundo e adquirem as mais diversas formas
como, por exemplo, a atuação do grande capital na con- 4– Líbano
centração de terras em áreas subdesenvolvidas, eliminando as
áreas das culturas de subsistência, ou, a atuação de poucas 5 – Israel
empresas que controlam setores estratégicos, como a indústria .........................................................................................................
farmacêutica, ou automobilística. Outra crítica recai sobre o
processo de desregulamentação que permitiu o livre trânsito 6– Jordânia
do capital e a especulação financeira capaz de impor sua forma
de funcionamento aos enfraquecidos corpos estatais. 7 – Iraque
.........................................................................................................
8 – Irã
.........................................................................................................

9– Kuwait

10 – Arábia Saudita
.......................................................................................................

11 – Catar

12 – Iêmen

13 – Emirados Árabes Unidos

14 – Omã

52 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 53

15 – Afeganistão 6. Observe a afirmação e o mapa a seguir:


.......................................................................................................
40% da produção de petróleo passa pelo estreito de ..........................,
16 – Barein controlado pelo Irã.

2. Identifique os acidentes geográficos do Oriente Médio. (Casa Branca já prepara intervenção no Irã, FSP, 16 abr. 2006).

I– Mar Negro
.........................................................................................................

II – Mar Mediterrâneo
.........................................................................................................

III – Mar Cáspio


.........................................................................................................
IV – Mar Vermelho
.........................................................................................................
V – Golfo Pérsico
.........................................................................................................

VI – Golfo de Omã

VII – Golfo de Áden

3. Identifique as posições estratégicas existentes entre


a) Mar Mediterrâneo e Mar Vermelho: ....................................
Canal de Suez
....................................................................................................

GEOGRAFIA AD
b) Golfo de Omã e Golfo Pérsico: ............................................
Estreito de Ormuz
.....................................................................................................
c) Golfo de Áden e Mar Vermelho: ...........................................

Estreito de Bab’el Mandeb De acordo com o mapa e seus conhecimentos, o nome e a localidade
do estreito em questão é:
d) Foz do Tigre e Eufrates: ........................................................ a) 1: Canal de Suez. b) 2: Chat el arab
Chatt el Arab c) 3: Gibraltar d) 4: Bab el Mandeb
..................................................................................................... e) 5: Ormuz

4. (VUNESP) – No Oriente Próximo, Síria, Líbano e Israel encontram-


RESOLUÇÃO:
se em contínuo estado de beligerância. Esses países são banhados pelo
Resposta: E
a) Mar Vermelho. b) Mar Cáspio. c) Mar Negro.
d) Mar de Aral. e) Mar Mediterrâneo.

RESOLUÇÃO:
7. (FUVEST) – Identifique a área representada no mapa e discuta a
Resposta: E
importância estratégica do trecho indicado pelo círculo.

5. Observando-se os aspectos físicos do Oriente Médio, assinale a


alternativa incorreta.
a) Apresenta domínio de relevo planáltico, com destaque para os
planaltos da Anatólia (Turquia), Iraniano (Irã) e Árabe (Arábia Saudita).
b) A Planície da Mesopotâmia caracteriza a região do Crescente Fértil,
sendo cortada pelos Rios Eufrates e Tigre, que nascem na Turquia e
atravessam todo o Irã, antes de desembocar no Golfo Pérsico.
c) A região pertence à Ásia dos Desertos, onde ocorre o domínio do
clima árido, reduzida maritimidade e vegetação estépica; apresenta
ainda em seu litoral mediterrâneo maior umidade, com chuvas de
outono e inverno.
d) A rede hidrográfica é pobre; nela se destacam os Rios Tigre e
Eufrates, na Mesopotâmia, e o Rio Jordão, de drenagem endorreica,
que desemboca no Mar Morto.
e) O Mar Morto, também chamado de Lago Asfaltite, é uma depressão RESOLUÇÃO:
absoluta (–394m) localizada entre Israel e Jordânia. Oriente Médio –– Estreito de Ormuz
Deste trecho controla-se o tráfego local de petroleiros.
RESOLUÇÃO:
Resposta: B

– 53
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 54

8. (UNESP)
MÓDULO 4

ORIENTE MÉDIO – ASPECTOS ECONÔMICOS

1. Quais os países-membros da OPEP?


a) Oriente Médio: ...............................................................................
Arábia Saudita, Irã, Iraque, Kuweit, Catar, EAU.
......................................................................................................

b) África: ............................................................................................
Argélia, Nigéria, Líbia e Angola. (2007)
........................................................................................................

c) América do Sul: Venezuela


....................................................................

d) Ásia de Monções:
Indonésia (em Janeiro de 2009) suspendeu a sua participação.
..........................……….....……………………....................................

2. São os maiores produtores de petróleo do Oriente Médio os países


de números
GEOGRAFIA AD

No Oriente Médio, a água é um recurso precioso e uma fonte de


conflito. A escassez de recursos hídricos está aumentando as tensões
políticas entre países e dentro deles, e entre as comunidades e os
interesses comerciais. A Guerra dos Seis Dias, em 1967, foi, em parte,
a resposta de Israel à proposta da Jordânia de desviar o rio Jordão para
seu próprio uso. A terra tomada na guerra deu-lhe acesso não apenas
às águas das cabeceiras do Jordão, como também o controle do
aquífero que há por baixo da Cisjordânia, aumentando assim os recursos
hídricos em quase 50%.

(Robin Clarke e Jannet King. O Atlas da Água, 2005. Adaptado.)

A partir da leitura do mapa e do texto, pode-se afirmar que a água é uma


questão importante nas negociações entre
a) o Iraque e os turcos.
b) os palestinos e a Síria.
c) o Líbano e a Síria. a) 1 – Turquia; 10 – Arábia Saudita; 11 – Catar.
d) os iranianos e o Iraque. b) 8 – Irã; 10 – Arábia Saudita; 9 – Kuwait.
e) Israel e os palestinos. c) 2 – Chipre; 15 – Afeganistão; 13 – Emirados.
d) 6 – Jordânia; 7 – Iraque; 14 – Omã.
RESOLUÇÃO: e) 12 – Iêmen; 3 – Síria; 5 – Israel.
A água, no Oriente Médio, é motivo de disputa, de negociações,
principalmente entre Israel e os palestinos. Na Cisjordânia, temos RESOLUÇÃO:
a presença do Rio Jordão e do Mar Morto. Resposta: B
Resposta: E

3. (FAAP) – A chamada Ásia Ocidental é uma importante área de


encontro de culturas asiáticas, europeias e africanas, marcada por
graves conflitos geopolíticos e rivalidades étnicas, culturais e religiosas.
Assinale a alternativa correta:
a) O islamismo, o judaísmo e o cristianismo, sendo Meca uma cidade
santa para o islamismo, Istambul para o judaísmo e Jerusalém, para
o cristianismo.
b) O islamismo, o judaísmo e o cristianismo, sendo Meca uma cidade
santa para as três, e Jerusalém, apenas para o judaísmo.

54 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 55

c) O budismo, o judaísmo e o cristianismo, sendo Meca uma cidade 5. (FATEC) – Leia com atenção as afirmações abaixo.
santa para as três. I. Localização das maiores reservas petrolíferas do planeta.
d) O islamismo, o budismo e o cristianismo, sendo Jerusalém uma II. Homogeneidade de línguas e religiões.
cidade santa para o cristianismo, Meca, para o budismo, e Istambul, III. Existência de povos sem territórios nacionais.
para o islamismo. IV. Predomínio de estruturas políticas arcaicas e tradicionais.
e) O islamismo, o judaísmo, o cristianismo, sendo Jerusalém uma
Caracterizam a atual situação do Oriente Médio a(s) assertiva(s)
cidade santa para as três.
a) I, apenas. b) II e III, apenas. c) I, III e IV, apenas.
d) I, II e IV, apenas. e) III, apenas.
RESOLUÇÃO:
Resposta: E
RESOLUÇÃO:
Resposta: C
4. (UNESP) – Atualmente, o petróleo representa 63% de toda a energia
primária consumida. A escalada do petróleo na liderança dos energéticos
deste século foi impulsionada pela disseminação do motor a combustão
6. (MACKENZIE) – No mapa, as setas e as áreas hachuradas re-
interna, que mudou o padrão tecnológico da industrialização no século
presentam, respectivamente,
XX. Essa nova posição assumida pelo petróleo na matriz de consumo
mundial fez crescer na mesma proporção a componente política dos
negócios a ele relacionados. Os choques de 1973 e 1979 e a guerra
Coalisão x Iraque de 2003 foram demonstrações claras do conteúdo
estratégico que o petróleo adquiriu.
(www.bndes.gov.br)
PETRÓLEO NO MUNDO
(% em relação ao total mundial)
milhões
Reservas % Consumo

GEOGRAFIA AD
barris/ dia
1. Venezuela 17,8 EUA 20,5
2. Arábia Saudita 15,9 China 7,2
3. Canadá 10,4 Japão 5,2
4. Irã 9,4 Rússia 3,1
5. Iraque 9,0 Alemanha 2,6
6. Kuwait 6,1 Índia 2,5
7. Emir. Árabes Unidos 5,9 Brasil 2,1
8. Rússia 5,2 Coreia do Sul 2,1
a) a trajetória de massas de ar e áreas desérticas.
9. Líbia 2,9 México 2,0
b) as rotas dos petroleiros e áreas industriais.
10. Nigéria 2,2 Arábia Saudita 2,0 c) as rotas de exportação de café e seus maiores centros consu-
(www.bndes.gov.br, com adaptação.) midores.
d) as áreas de contato de placas tectônicas e zonas vulcânicas.
Observando a tabela, e) principais rotas de emigração e áreas de imigração.
a) indique as três principais regiões de reservas mundiais de petróleo;
b) faça a relação entre a distribuição das reservas e do consumo. RESOLUÇÃO:
Resposta: B
RESOLUÇÃO:
a) As principais reservas mundiais de petróleo são encontradas 7. (FGV-2016) – Nos últimos dois anos, a decisão da OPEP (liderada
nos seguintes locais: pela Arábia Saudita) de aumentar a produção de petróleo, fez com que
– Golfo Pérsico (Arábia Saudita, Iraque, Kuwait, Irã, Emirados as cotações dessa commodity desabassem de 110 para 30 dólares por
Árabes Unidos); barril, aproximadamente.
– Golfo do México (México e Estados Unidos); Sobre as consequências desse fato, assinale V para a afirmação
– Lago Maracaibo (Venezuela).
verdadeira e F para a falsa.
b) A região do Golfo Pérsico constitui a maior reserva mundial de
( ) Os novos produtores, como o Brasil, são penalizados, porque a
petróleo, com mais de 60% das reservas mundiais, no entanto,
queda dos preços inviabiliza a extração em novas áreas com custos
caracteriza-se pelo baixo consumo, em função da fragilidade
industrial e população relativamente reduzida. de exploração mais elevados que o preço médio internacional.
O maior consumidor, Estados Unidos, apresenta reservas bem ( ) As economias dependentes da venda de petróleo como Rússia e
menores, necessitando realizar grande importação de petróleo. Venezuela, aumentam seus lucros, porque os preços baixos
Notam-se países, como o Japão, a Coreia do Sul e a Alemanha, estimulam o consumo.
que são grandes consumidores, mas, no entanto, não apre- ( ) Os países que estão realizando a transição para a energia renovável,
sentam reservas destacáveis. como a Alemanha, têm vantagens, porque os preços das fontes
Quanto à ex-URSS e China, apesar de apresentarem elevado alternativas tornam-se competitivos.
consumo, ainda são autossuficientes na produção.

– 55
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 56

As afirmações são, respectivamente,


a) V, F e F. MÓDULO 5
b) V, V e F.
c) F, F e V.
d) F, V e F. ORIENTE MÉDIO – PRINCIPAIS CONFLITOS
e) V, F e V.

RESOLUÇÃO:
A segunda assertiva é falsa, pois os países exportadores de petróleo
1. (FUVEST-ADAPTADA) – Em 1967, na Guerra dos Seis Dias, Israel
veem diminuir suas rendas no momento em que o petróleo cai de
conquistou, de seus vizinhos árabes, as áreas hachuradas assinaladas
preço. A terceira assertiva é falsa, pois os preços das fontes
alternativas de energia passam a ser equivalentes aos preços do no mapa por 1, 2, 3 e 4.
petróleo, tornando interessante o uso os hidrocarbonetos.
Resposta: A

8. (UNESP) – Preço do barril de petróleo, em dólares


GEOGRAFIA AD

(Celso Ming. “O petróleo derrete”. http://economia.estadao.com.br)


a) Identifique-as e explique o interesse de Israel pelas mesmas.
A partir do gráfico, que mostra a tendência do preço do barril de petróleo b) Considerando os acordos de paz realizados até o final de 2013,
no mercado internacional, entre julho de 2014 e janeiro de 2015, indique comente a atual situação política de cada uma delas.
o impacto dessa tendência na exploração do Pré-Sal brasileiro e nas
economias da Venezuela e da Rússia. RESOLUÇÃO:
a) 1. Colinas de Golã
RESOLUÇÃO: 2. Cisjordânia
Em relação ao Pré-Sal, os preços do petróleo em queda no mercado 3. Faixa de Gaza
internacional não justificam, pelo menos momentaneamente, os 4. Península do Sinai
elevados investimentos de exploração do petróleo em águas O maior interesse de Israel consiste no domínio dos recursos
profundas – no caso, profundidade superior a 6.000 metros. Em hídricos e dos territórios (água e terra).
suma, o petróleo importado é mais barato que o petróleo obtido Essas áreas são consideradas estratégicas do ponto de vista polí-
internamente em águas profundas. tico, militar e econômico para a manutenção do Estado de Israel,
No caso das economias da Venezuela – membro da OPEP pois permitem o controle sobre cursos de água, como o Rio Jordão,
(Organização dos Países Exportadores de Petróleo) – e da Rússia, na fronteira com a Jordânia, o Mar Morto e o Mar da Galileia.
maior fornecedor de petróleo para a União Europeia, a situação é A expansão territorial de Israel, feita por meios militares, impõe
muito mais delicada, pois são economias dependentes do petróleo. pela força a presença desse país na região, aumentando-lhe o
O petróleo com preço em ascensão – nas últimas décadas – espaço vital perante os países árabes que lutaram contra sua
fortaleceu as economias desses países, que puderam projetar-se criação em 1948 e 1956. A utilização da força também opõe
no cenário político-econômico internacional. Com a queda nos Israel aos árabes palestinos, rivais na disputa desses territórios.
preços de seu principal produto de exportação, a tendência é que b) 1. Colinas de Golã – ocupada por Israel.
sofram uma retração em sua influência política e passem a uma 2. Cisjordânia – continua ocupada por Israel, apesar de várias
situação de crise econômica, que alguns já experimentam, tentativas para formação do Estado Palestino, mas Israel
acentuada. entre 2010 e 2014 voltou a realizar novos assentamentos.
3. Faixa de Gaza – devolvida aos palestinos em 2005, atual-
mente controlada pela Autoridade Palestina (AP), represen-
tada pelo grupo Hamas.
4. Península do Sinai – devolvida ao Egito após o acordo de
Camp David com a mediação dos Estados Unidos.

56 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 57

2. (UNIFESP) – Leia as frases seguintes, sobre as dificuldades para


a paz entre Israel e a Palestina.
I. Destino de 3 milhões de refugiados palestinos dispersos pelos
países vizinhos.
II. Controle do Rio Jordão a partir das Colinas de Golã, que estão sob
domínio da Síria.
III. Fim da Intifada, movimento de judeus pela aceitação do acordo de
Oslo.
IV. Definição da situação de Jerusalém, apontada como capital por
judeus e considerada sagrada pelos palestinos.
V. Presença de colônias judaicas em áreas destinadas ao Estado
Palestino.

Está correto o que se afirma em


a) I, II e IV, apenas.
b) I, III e V, apenas.
c) I, IV e V, apenas.
d) II, III e IV, apenas.
e) II, III e V, apenas.

RESOLUÇÃO:
Resposta: C

GEOGRAFIA AD
(Fonte: Kinder, H; Hilgemann, W. Atlas histórico mundial.)
3. (MACKENZIE) – Observe a sequência de mapas para responder
a questão. De acordo com os mapas e a evolução histórica da chamada “Questão
Árabe-Israelense”, é correto afirmar que
a) o acordo de Paz de 1994 foi plenamente cumprido. As eventuais
divergências entre palestinos e israelenses partem de grupos mino-
ritários dos dois lados que não representam maiores consequências
para a segurança da região.
b) o território governado pela Autoridade Nacional Palestina que abriga
a Cisjordânia goza de plena autonomia. Trata-se de um Estado
soberano recentemente reconhecido pela ONU e pelo Estado de
Israel.
c) o Hamas é um grupo extremista israelense que, as desferir ataques
a partir da Faixa de Gaza, contribui para dificultar um diálogo de paz
entre os dois lados em conflito.
d) a manutenção das colônias israelenses na Cisjordânia e o controle
dos recursos hídricos do rio Jordão estão entre os pontos de
divergência dos lados em conflito.
e) os conflitos entre israelenses e palestinos derivam do fanatismo
religioso islâmico e não tem qualquer relação com interesses
territoriais.

RESOLUÇÃO:
Resposta: D

– 57
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 58

4. O principal ponto de discórdia entre os dois lados envolve as 6. (FGV) – Em julho de 2015, foi fechado um acordo nuclear entre o
fronteiras de um futuro Estado palestino. A AP quer que a negociação Irã e o grupo chamado “P5+1”: Estados Unidos, China, França, Reino
tenha como base as fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias, em Unido, Rússia e Alemanha. Entre os pontos do acordo, constam a
1967, enquanto o Likud, partido de Netanyahu, rejeita a proposta. Ao limitação, em 98%, dos estoques de urânio enriquecido iraniano e o livre
longo dos últimos 40 anos, milhares de colonos judeus ocuparam terras acesso de inspetores internacionais ao programa nuclear de Teerã, em
além dessas fronteiras na Cisjordânia. troca do alívio das sanções internacionais impostas àquele país do
A proposta norte-americana envolveria, segundo a imprensa israelense, Oriente Médio. Esse acordo não deixou a comunidade internacional
a troca desses territórios palestinos ocupados por outras faixas de terra, indiferente, pois interfere nos equilíbrios regionais de poder ilustrados
e o reconhecimento por parte do novo Estado árabe da existência de no mapa a seguir.
Israel, ainda que publicamente Abbas e Netanyahu neguem concordar
com isso enquanto as conversas estiverem em andamento.

(O Estado de S. Paulo, 20 jul. 2013.)

Comente-a.

5. (UNESP) – Há grande diversidade entre aqueles que procuram


GEOGRAFIA AD

inspiração em sua fé no Islã. A monarquia vaabita da Ará- bia Saudita e


os líderes religiosos xiitas do Irã têm pro- fundas discordâncias políticas
e divergem igualmente em questões socioeconômicas. Em termos
mais amplos, ocorre nos movimentos islamitas um debate sobre se a (http://www.repubblica.it/esteri/2015/07/14/news/
nucleare_iran_mappa-118560065/)
meta correta é mesmo chegar ao poder estatal, assim como sobre a
democracia, a diversidade social, o papel das mulheres e da educação A respeito dos conflitos geopolíticos no Oriente Médio, assinale V para
e sobre a maneira de inter- pretar o Corão. E. embora a maioria dos a afirmação verdadeira e F para a falsa.
islamitas aceite a realidade da existência dos atuais Estados e suas fron- ( ) A Arábia Saudita considera que a suspensão das sanções
teiras, uma minoria mais radical procura destruir todo o sistema e econômicas pode ocasionar o fortalecimento do Irã, o que iria
estabelecer um califado que abarque a região inteira [do Oriente Médio]. desafiar a hegemonia regional saudita e estimular seus inimigos
(Dan Smith. O atlas do Oriente Médio, 2008.) xiitas no Iraque e no Iêmen.
( ) O primeiro-ministro de Israel avalia esse acordo como um “erro
O argumento principal do texto pode ser ilustrado por meio da histórico”, pois não acredita ele que irá resultar na redução do
comparação entre poderio nuclear iraniano, o que constituiria uma ameaça direta
a) o respeito a todas as orientações sexuais nos países que vivem sob à sobrevivência do Estado judaico.
regime islâmico e a perseguição a homossexuais no Paquistão e na ( ) Lideranças religiosas iranianas interpretam a suspensão dos
Índia. embargos econômicos como insuficiente, uma vez que
b) o apoio unânime dos grupos islâmicos ao atentado ao World Trade estimularia a OPEP a manter a proibição de comercialização do
Center, em Nova Iorque, e a invasão militar norte-americana no petróleo iraniano no mercado internacional.
Iraque.
c) a situação e os direitos das mulheres nos países do Ocidente e nas As afirmações são, respectivamente,
áreas em que prevalecem regimes políticos islâmicos. a) F - V - F. b) V - V - F. c) F - V - V.
d) a invasão norte-americana no Afeganistão e o apoio soviético ao d) V - F - F. e) F - F - V.
regime liderado pelo Talibã naquele país.
e) os islâmicos que protestaram contra o atentado à redação do jornal RESOLUÇÃO:
Charlie Hebdo, em Paris, e a ação militar do Estado Islâmico. O acordo firmado entre o P5+1 (Membros Permanentes do
Conselho de Segurança da ONU + Alemanha) e o Irã não satisfez
totalmente as autoridades iranianas, pois ele não determina o fim
RESOLUÇÃO:
do embargo econômico ao país. Além disso, Arábia Saudita e Israel
No texto, o autor demonstrou o posicionamento divergente entre
foram contrárias ao seu estabelecimento, pois entendem que a
comunidades inseridas naquilo que se denomina genericamente
manutenção de um programa nuclear no Irã para fins pacíficos
mundo islâmico, onde, ao mesmo tempo em que grupos
pode constituir uma base tecnológica para um programa nuclear
consoantes com as realidades das sociedades modernas adotam
bélico no futuro.
posturas mais progressistas, outros, extremistas, envidam esforços
Resposta: B
em prol da radicalização dos costumes e do tratamento mais
conservador e sectário dos dogmas corânicos.
Resposta: E

58 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 59

7. (UNICAMP-2016) – A Região Autônoma da Rojava é um dos poucos 8. (MACKENZIE)


pontos brilhantes a emergir da tragédia dos conflitos que ocorrem no ORIENTE MÉDIO
Oriente Médio. Depois de expulsar os agentes do regime de Bashar al-
Assad, em 2011, e apesar da hostilidade de quase todos os seus
vizinhos, Rojava não só manteve a sua independência como constitui 4
uma experiência democrátia notável. Todavia, mais uma vez os curdos
estão cercados: os jihadistas do Estado Islâmico e a maior potência da 3
OTAN na região, a Turquia, querem afogar em sangue a semente da 5
6
liberdade dos curdos e provar que não pode haver na região um povo 2
livre em que as mulheres e os homens sejam iguais. A defesa da cidade
de Kobani é, atualmente, expressão cabal da histórica luta de toda a 1
nação curda para fazer valer seu direito à autodeterminação.
(Adaptado de N. R. de Almeida, Os curdos numa armadilha histórica.
http://outraspalavras.net/posts/os-curdos-numa-armadilha-da-historia.
Acessado em 28/09/2015.)

a) O povo curdo totaliza hoje aproximadamente 30 milhões de pessoas.


Em quais países estão majoritariamente distribuídos? Qual a principal O Oriente Médio tem sido palco de intensos conflitos desde 2010 com
reivindicação política dos curdos? a chamada “Primavera Árabe”. Nos últimos meses, a Síria tem sido
b) Dê duas características da organização denominada Estado Islâmico protagonista de turbulento cenário na região.
e aponte os países em que ela controla territórios e recursos.
Com base no mapa e nos fatos relacionados ao tema, assinale a
alternativa correta.
RESOLUÇÃO:
a) O número 5, no mapa, representa o Irã, uma vez que é uma
a) A população curda está distribuída majoritariamente entre os

GEOGRAFIA AD
República islâmica xiita, apoia a ditadura de Bashar al-Assad na Síria,
territórios de Turquia (leste), Iraque (noroeste) e Síria (nordeste),
região contígua que constituía o antigo Curdistão. Existem indicada com o número 1.
ainda grupos remanescentes nos territórios do Irã, da Armênia b) O número 3, no mapa, representa a Síria que recebe apoio do
e da Geórgia. Os curdos reivindicam a criação de um Estado governo Iraquiano, país de maioria xiita, indicado com o número 5.
independente na região. c) O número 2, no mapa, representa o Catar, país de monarquia sunita
b) O autodenominado Estado Islâmico não é um Estado pro- que optou pela neutralidade em relação aos conflitos internos na
priamente dito. Seu status de Estado não tem reconhecimento Síria, indicada com o número 6.
da comunidade internacional, tampouco da ONU – Organização d) O número 6, no mapa, representa a Arábia Saudita, país de
das Nações Unidas, que o considera um grupo terrorista. monarquia xiita, que declarou apoio irrestrito ao líder sírio Bashar al-
Caracteriza-se por apresentar base territorial, que compreende
Assad.
parte dos territórios de Estados devidamente constituídos: Síria
e) O número 4, no mapa, representa a Jordânia, país de monarquia
e Iraque; população multinacional, formada por indivíduos de
sunita, que optou pela neutralidade em relação aos conflitos internos
origem étnica diversa; autogoverno, fundamentado na lei
islâmica, sharia; autofinanciamento, por meio da exploração de na Síria, indicada com o número 2.
petróleo nas áreas sob seu domínio, da venda de escravos, e da RESOLUÇÃO:
cobrança de impostos; moeda própria, de circulação restrita às No mapa, a Síria é identificada pelo número 3. Essa informação
áreas sob domínio da organização e entre seus membros. seria suficiente para o candidato chegar à resposta correta.
Os principais recursos explorados pelo Estado Islâmico são No país, rebeldes lutam contra o governo de Bashar al- Assad. Esse
petróleo e água. tem contado com o apoio de muçulmanos xiitas na região do
Oriente Médio. Na Síria, 74% da população segue a seita sunita.
Resposta: B

9. A Unesco condenou a destruição da antiga capital


assíria de Nimrod, no Iraque, pelo Estado Islâmico,
com a agência da ONU considerando o ato como um
crime de guerra. O grupo iniciou um processo de demolição em vários
sítios arqueológicos em uma área reconhecida como um dos berços da
civilização.
Unesco e especialistas condenam destruição de cidade assíria
pelo Estado Islâmico. Disponivel em: http://oglobo.globo.com.
Acesso em: 30 mar. 2015 (adaptado).
O tipo de atentado descrito no texto tem como consequência para as
populações de países como o Iraque a desestruturação do(a)
a) homogeneidade cultural. b) patrimônio histórico.
c) controle ocidental. d) unidade étnica.
e) religião oficial.

– 59
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 60

RESOLUÇÃO: 11. (MACKENZIE) – O chamado “Estado Islâmico” tem sido noticiado


A destruição de cidades históricas, vestígios arqueológicos e com grande frequência nos mais variados meios de informação. Essa
monumentos, pelo Estado Islâmico, foi condenada pela Unesco, organização se autoproclama como uma unidade territorial de
organismo da ONU, considerando-o como um crime de guerra ao representação de populações muçulmanas, sem o reconhecimento formal
destruir o patrimônio histórico, no caso, a antiga capital assíria no da comunidade internacional. No mapa, estão identificados dois dos
Iraque.
países que abrigam esse fenômeno, que são, respectivamente:
Resposta: B

10. (FUVEST-2016) – Considere este mapa, que representa uma


região com histórico de migrações e disputas territoriais e que já abrigou,
desde antes da Era Cristã, várias civilizações.
MAR
MAR CÁSPIO
NEGRO

Ancara
I
II
TURQUIA

35ºN

MAR SÍRIA
MEDITERRÂNEO
Damasco Bagdá

IRAQUE
GEOGRAFIA AD

Principais países da
bacia hidrográfica dos
rios Tigre/Eufrates.
GOLFO
PÉRSICO a) Irã e Iraque b) Síria e Iraque
Área do conflito. 0 220 km
45ºE c) Israel e Irã d) Afeganistão e Irã
Folha de S.Paulo, 15/11/2015. Adaptado. e) Arábia Saudita e Iraque

a) Mencione duas características da bacia hidrográfica dos rios RESOLUÇÃO:


Tigre/Eufrates, relacionando-as com sua ocupação na Antiguidade. O Estado Islâmico ocupa territórios de países localizados no
Justifique. Oriente Médio, cujos governos são marcados por instabilidades.
b) Identifique um importante conflito que, atualmente, ocorre na área O país indicado em I, a Síria, foi palco do avanço da Primavera
Arábe no Oriente Médio, oriunda do Norte da África, contra o
indicada no mapa e apresente uma motivação político-religiosa para
governo de Bashar Al Assad.
esse conflito.
O país indicado em II, o Iraque, sofreu com ataques e posterior
invasão realizada pelos EUA na Segunda Guerra do Golfo (2003-
RESOLUÇÃO:
10), que resultou na prisão e morte de Saddam Hussein.
a) Cheias periódicas de ambos os rios, promovendo a fertilização
Resposta: B
do solo e propiciando o desenvolvimento das práticas agrícolas,
sobretudo a jusante, em direção ao Golfo Pérsico; e aridez das
12. (MACKENZIE)
terras circundantes, induzindo as populações da região a se
apoderar dos vales do Tigre e do Eufrates (formadores da “EUA descobrem reservas minerais
porção oriental do Crescente Fértil). Prova desse interesse de R$ 1 trilhão no Afeganistão, diz NYT”.
suscitado entre os povos das regiões próximas foram os CABUL – O Afeganistão tem aproximadamente US$ 1 trilhão em
sucessivos Estados surgidos na Mesopotâmia (denominação da reservas minerais, de acordo com uma pesquisa dos Estados Unidos,
região banhada pelos rios citados): I e II Impérios Babilônicos e mas os analistas duvidam que o país destruído pela guerra possa
Império Assírio. gerenciar as potenciais reservas. O States Geological Survey (USGS)
b) Na última década, intensificou-se o conflito relacionado com a disse, em um relatório final, que encontrou reservas de lítio, ferro, ouro,
ascensão de um grupo terrorista autodenominado Estado nióbio, cobalto e outros minerais no país, relatou o jornal New York
Islâmico. O Estado Islâmico se estende por uma área geográfica
Times. O ministério de Minas e Indústrias do Afeganistão afirmou que
que abrange o leste do território sírio e noroeste do Iraque.
os recursos naturais representarão um “papel magnífico” no cresci-
Trata-se da tentativa de estabelecimento de um califado
norteado por leis islâmicas – a sharia. Essa ascensão tornou-se
mento econômico do país. “As últimas cinco décadas mostraram que
possível devido ao conflito civil que se disseminou na Síria, a toda vez que ocorre uma nova pesquisa, ela mostra que as nossas
partir de uma revolta popular, que pode ser associada à reservas naturais são muito maiores do que tinha sido previsto
“Primavera Árabe”, e também à ausência de um governo forte anteriormente”, declarou Jawad Omar, porta-voz do ministério.
no Iraque, decorrente da guerra sectária entre xiitas e sunitas (Clarissa Mangueira, Agência Estado, 14 jun. 2010.)
que se seguiu à deposição do ditador Saddam Hussein em 2003,
após a invasão e posterior retirada das tropas dos EUA. Com base no texto e no cenário atual do Afeganistão, considere as
afirmações a seguir.

60 –
C1_EXERCICIOS_AD_GEOGRAFIA_ALICE_2017 14/11/16 08:19 Página 61

I. O país tem se beneficiado pouco de suas jazidas minerais por seu 6 – Bangladesh
.......................................................................................................
envolvimento em conflitos por três décadas. Hoje enfrenta uma
insurgência islâmica liderada pelo Taliban. 7– Mianmar
II. Estima-se que os depósitos potenciais de lítio encontrados no país
são tão grandes quanto os da Bolívia, que atualmente detém a 8 – Tailândia
maior reserva conhecida no mundo do metal leve.
9– Laos
III. O nióbio é um metal macio e possui variadas aplicações como em
soldas elétricas, fabricação de tubos condutores de água e petróleo
10 – Vietnã
para longas distâncias, resistente à corrosão e a temperaturas .......................................................................................................
elevadas.
11 – Camboja
Assinale a alternativa correta.
a) Apenas a afirmação I está correta.
12 – Malásia
b) Apenas as afirmações I e II estão corretas. .......................................................................................................
c) Apenas as afirmações I e III estão corretas.
13 – Indonésia
d) Apenas as afirmações II e III estão corretas. .......................................................................................................
e) As afirmações I, II e III estão corretas.
14 – Filipinas

RESOLUÇÃO: 15 – Singapura
.......................................................................................................
O texto relata a riqueza mineral do Afeganistão, com grandes
reservas de lítio, ferro, ouro, nióbio, cobalto, entre outros. 16 – Maldivas
A afirmativa I relaciona o baixo aproveitamento das reservas com
os conflitos que envolvem o país já há três décadas.
17 – Brunei
As afirmativas II e III referem-se ao aproveitamento dos depósitos
de lítio e nióbio pela indústria de alta tecnologia.
18 – Timor Leste

GEOGRAFIA AD
Resposta: E

MÓDULO 6
2. (FUVEST) – As direções dos ventos indicadas no mapa a seguir
refletem um mecanismo que controla o ritmo climático e influi em
grande parte nas atividades de uma vasta porção do continente asiático.
QUADRO NATURAL DA ÁSIA DE MONÇÕES Trata-se de um regime típico de

1. Identifique os países numerados no mapa da Ásia de Monções (sul


e sudeste da Ásia).

a) monções de inverno. b) alísios de sudeste.


c) monções de verão. d) alísios de nordeste.
e) ventos equatoriais de leste.

1 – Paquistão RESOLUÇÃO:
....................................................................................................... Durante as monções de verão, os ventos sopram do oceano para o
2 – Índia continente.
....................................................................................................... Resposta: C

3– Sri Lanka

4– Nepal

5– Butão

– 61
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 62

3. (UNESP) – A área do continente asiático, assinalada no mapa, 6. Um terremoto de 6,2 graus na escala Richter atingiu, em 27 de maio,
caracteriza-se por determinadas condições climáticas. a Ilha de Java, na Indonésia. Este fenômeno provocou a morte de mais
de 4 000 pessoas, deixou milhares de pessoas feridas e outras milhares
desabrigadas. Observe no mapa o local do tremor.

a) Qual é o nome dado ao clima dessa área?


b) Quais são as características do mecanismo que determina a
alternância da estação seca e chuvosa?

RESOLUÇÃO:
a) Clima tropical de monções.
Sobre a região atingida, é correto afirmar que
b) Os ventos de monções deslocam-se, durante o verão, do oceano
a) se trata de uma das poucas áreas do Oceano Índico que está
para o continente provocando chuvas torrenciais e, no sentido
contrário, durante o inverno, gerando um período de estiagens sujeita a tremores de terra e tsunamis.
prolongado. b) é geologicamente instável, por ser formada por numerosas ilhas de
estrutura cristalina, muito antiga e desgastada.
GEOGRAFIA AD

c) se localiza no interior da placa tectônica Indo-Australiana, considerada


4. (PUC) – No continente asiático pode, num mesmo dia, estar nevando uma das mais instáveis do globo.
em algumas regiões e fazendo um calor sufocante em outras. Pode d) se encontra no limite de uma placa tectônica que, ao chocar-se com
também estar acontecendo um verdadeiro dilúvio em algumas regiões outra vizinha, provoca fortes instabilidades.
e, em outras, a água pode quase nunca estar presente. e) sofre os efeitos da formação de uma grande dorsal oceânica nos
a) Qual a principal razão da grande variação térmica apontada pelo limites entre o Índico e o Pacífico.
texto?
RESOLUÇÃO:
b) Aponte uma área do continente onde podem estar ocorrendo os
Resposta: D
“dilúvios” e outra onde a água seja muito rara.

RESOLUÇÃO:
a) Grande extensão do continente asiático, que engloba terras das 7. Identifique os principais rios enumerados no mapa abaixo.
zonas glacial, temperada e tropical.
b) Grandes índices pluviométricos na Ásia de Monções e clima
seco no Oriente Médio.

5. (FUVEST-ADAPTADA) – Identifique as áreas A, B e C assinaladas


no mapa. Caracterize suas formas de relevo.

1 .............................................................................
Indo

2 Ganges
.............................................................................
3 Bramaputra
RESOLUÇÃO: .............................................................................
A. Cordilheira do Himalaia — dobramento do Terciário. 4 Irauadi
.............................................................................
B. Planície (sedimentar) do Ganges. 5 Makong
.............................................................................
C. Planalto (cristalino) do Decã.

62 –
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 63

8. (UNICAMP) – Em 1883, a violenta erupção do vulcão indonésio RESOLUÇÃO:


de Krakatoa riscou do mapa a ilha que o abrigava e deixou em seu rastro a) O Sudeste Asiático, onde se localiza a Indonésia, faz parte do
36 mil mortos e uma cratera aberta no fundo do mar. Os efeitos da chamado “Círculo de Fogo do Pacífico”, no qual ocorre a
explosão foram sentidos até na França; barômetros em Bogotá e convergência de placas tectônicas e, em decorrência desse
movimento geodinâmico, ocorrem as erupções, emissões de
Washington enlouqueceram; corpos foram dar na costa da África; o
magma ou de outros materiais particulados, gases, bombas
estouro foi ouvido na Austrália e na Índia.
vulcânicas que provocam perdas materiais e humanas. As
encostas vulcânicas são, de modo particular, densamente
(S. Winchester, Krakatoa – o dia em que o mundo explodiu. Rio de povoadas, por apresentarem solos férteis que favorecem a
Janeiro: Objetiva, 2003, contracapa.) prática agrícola e a sobrevivência econômica dos grupos
humanos adjacentes.
a) Por que no sudeste da Ásia, onde se localiza a Indonésia, há b) Em decorrência da atividade vulcânica e da grande quantidade
de material emitido (cinzas, material particulado e gases
ocorrência de vulcões? Por que as encostas de vulcões normalmente
vulcânicos), forma-se uma densa camada que dificulta a
são densamente povoadas?
passagem dos raios solares, impedindo que esses raios atinjam
b) Por que a atividade vulcânica deste tipo de vulcão pode causar o
os solos e que sejam refletidos, explicando, assim, o não
resfriamento nas temperaturas médias em toda a Terra? aquecimento da atmosfera.

O TUFÃO HAIYAN

GEOGRAFIA AD

(O Estado de S. Paulo, 11 nov. 2013.)

– 63
C1_EXERCICIOS_AD GEOGRAFIA_ALICE_2017 17/08/16 16:14 Página 64

Qual é a diferença entre um tufão, ciclone ou furacão? 10. (FUVEST) – Observe o mapa abaixo e leia o texto a seguir.
Os três termos descrevem o mesmo fenômeno climático – oficialmente
chamado de “ciclone tropical” –, mas são usados para diferenciar a
região do mundo onde ocorrem. Furacão é o termo empregado no
Atlântico, no mar do Caribe e nas regiões central e nodeste do Pacífico,
eles são chamados de tufões. No Golfo de Bengala e no Mar Arábico,
são designados “ciclones”.

Qual é a escala usada para graduá-los?


Um temporal passa a ser considerado tempestade tropical quando seus
ventos atingem 63 km/h. Ele se transforma, por sua vez, num furucão,
tufão ou ciclone quando alcança 119 km/h. Existem cinco categorias
consideradas “severas”, dependendo da velocidade do vento. A
categoria mais alta é 5, na qual os ventos superam os 249 km/h. O tufão
que atingiu as Filipinas era da categoria 5.
Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), 2015. Adaptado.

Existem épocas do ano em que eles ocorrem mais?


O terremoto ocorrido em abril de 2015, no Nepal, matou por volta de
SIm. A temporada de furacões nas áreas do Atlântico e do centro do
9.000 pessoas e expôs um governo sem recursos para lidar com
Pacífico, por exemplo, vai de 1.o de junho até 30 de novembro. A leste
eventos geológicos catastróficos de tal magnitude (7,8 na Escala
do Pacífico, vai de 15 de maio a 30 de novembro. No noroeste do
Richter). Índia e China dispuseram-se a ajudar de diferentes maneiras,
Pacífico, dura praticamente o ano todo, com mais frequência entre maio fornecendo desde militares e médicos até equipes de engenharia, e
e novembro. também por meio de aportes financeiros.
GEOGRAFIA AD

Estima-se que 10 mil pessoas morreram vítimas do vento de até 275


km/h, da forte chuva, de enchentes e de deslizamentos. Segundo Considere os seguintes motivos, além daqueles de razão humanitária,
especialistas, ondas que varreram a costa – comparadas por moradores para esse apoio ao Nepal:
a um tsunami - foram a principal causa de destruição. I. interesse no grande potencial hidrológico para a geração de
energia, pois a Cadeia do Himalaia, no Nepal, representa divisor
de águas das bacias hidrográficas dos rios Ganges e Brahmaputra,
9. O tufão atingiu mais de 10% da população das Filipinas. Mais de 1 caracterizando densa rede de drenagem;
milhão de camponeses e pescadores ficaram sem capacidade de produzir. II. interesse desses países em controlar o fluxo de mercadorias
Comente. agrícolas produzidas na Nepal, através do sistema hidroviário
Ganges-Brahmaputra, já que esse país limita-se, ao sul, com a
RESOLUÇÃO: Índia e, ao norte, com a China;
Ocorre que abrigos supostamente à prova de furacões foram III. necessidades da Índia e, principalmente, da China, as quais, com
destruídos pelo Tufão HAIYAN e os esforços de assistência o aumento da população e da urbanização, demandam suprimento
fracassaram. O fator isolado mais importante pode ter sido que a de água para abastecimento público, tendo em vista que o Nepal
tempestade foi forte demais, com ventos de 315 km/h e ondas possui inúmeros mananciais.
inundando comunidades costeiras. As Filipinas estavam despre-
paradas para lidar com a crise muito em razão de sua pobreza. O
Está correto o que se indica em
país está em 165.o lugar no mundo em renda per capita. Uma
a) I, apenas. b) II, apenas.
consequência disso é que muitas casas são precariamente
construídas. Outra é que o governo tem poucos recursos para c) I e III, apenas. d) II e III, apenas.
investir em infraestrutura. e) I, II e III.

RESOLUÇÃO:
Quanto à afirmativa I, os Rios Ganges e Brahmaputra, por serem
rios planálticos e encachoeirados, representam um enorme
potencial energético, que, se aproveitado com o devido cuidado,
em função dos terremotos, pode tornar-se um grande trunfo para
o desenvolvimento da região, com possibilidade até de exportação
de energia. Em II, a produção agrícola do Nepal é de reduzida
monta e o uso dos dois rios citados para navegação é difícil em
função das corredeiras deles. Finalmente, em III, os inúmeros
mananciais do Nepal podem tornar-se uma fonte inestimável para
Índia e China por fornecerem água para países de populações
gigantescas.
Resposta: C

64 –