Você está na página 1de 12

CAPÍTULO V

CONSIDERAÇÕES GERAIS DE
DIMENSIONAMENTO

(EXERCÍCIOS RESOLVIDOS)
Exercícios Resolvidos
1) Determinas as possíveis combinações de ações, considerando-se os estados
limites último, para uma treliça de cobertura construída em madeira, submetida
às seguintes ações:

Ações permanentes: Ações especiais:


- peso próprio da estrutura = +12 KN/m - sobrecarga especial = +20 KN/m
- peso próprio do revestimento = +10KN/m (considerar tempo de duração longo)
Obs.:
- As ações permanentes são de grande Ações excepcionais:
variabilidade, neste exemplo, pois peso próprio - impacto = +80 KN/m
é menor que 75% das ações permanentes;

Ações variáveis:
- sobrecarga = +18 KN/m
- pressão do vento = +21 KN/m
Exercícios Resolvidos
Solução:

No estado limite último, iremos considerar as classe de carregamento normal, especial e


excepcional:

a) COMBINAÇÕES NORMAIS:

Combinação 1: sobrecarga como ação variável principal e pressão do vento como


secundária:
Sd = ( 1,4x(12) + 1,4x(10) ) + 1,4x(18+ 0,5*21) = 30,8 + 39.9 = 70,7 KN/m

Combinação 2: pressão do vento como ação variável principal e sobrecarga como


secundária:
Sd = ( 1,4x(12) + 1,4x(10) ) + 1,4x(0,75x21 + 0,4*18) = 30.8 + 32,13 = 62,93 KN/m
(quando variável principal é de curta duração, como é o caso do vento, podemos
multiplicar por o,75)
Exercícios Resolvidos
b) COMBINAÇÕES ESPECIAIS:

Combinação 1:
Sd = ( 1,3x(12) + 1,3x(10) ) + 1,2x( 20,0 + 0,4x18 + 0,5*21) = 28,60 + 45,24 = 73,84 KN/m
Obs.:
- A redução em 0,75 das ações de curta duração só é realizado p/ combinações normais;
- Observar que os coeficientes e correspondem à classe especial da norma (tabelas 3, 4, 5 e
6 da norma).;

c) COMBINAÇÕES EXCEPCIONAIS:

Combinação 1:
Sd = (1,2x(12) + 1,2x(10)) + 80,0 + 1,0x(0,4x18 + 0,5x21)=26,40+80,0+17,70=124,10 KN/m
Exercícios Resolvidos
2) Determinas as possíveis combinações de ações, considerando-se os estados
limites últimos e de utilização (longa duração), para uma ponte ferroviária
construída em madeira, submetida às seguintes ações:

Ações permanentes: (grande variabilidade)


- peso próprio da estrutura = +10KN/m
- recalque = -5KN/m (ação indireta)

Ações variáveis:
- sobrecarga = -15 KN/m
- pressão do vento = -10 KN/m
- sucção do vento = +10 KN/m
Exercícios Resolvidos
Solução:

ESTADO LIMITE ÚLTIMO:


Como atuam apenas ações normais, a combinação de ações envolve apenas combinações
NORMAIS: ng
 nq

Fd    gi  Gi   q  Q1   0 j  Q j 
i 1  j 2 
Combinação 1: sobrecarga como ação variável principal e pressão do vento como secundária:
Obs.: Sobrecarga tem sinal negativo, então peso próprio será ação favorável.
Fd=0.9*(+10)+1.2*(-5)+1.4*((-15)+0.5*(-10))= -25 kN/m

Combinação 2: sobrecarga como ação variável principal e sucção do vento como secundária:
Fd=0.9*(+10)+1.2*(-5)+1.4*(-15)+1,4*0,5*(+10)= -11 kN/m
Obs.: Como o vento de sucção é uma ação variável favorável, devemos verificar a combinação
sem ele ser considerado.
Fd=0.9*(+10)+1.2*(-5)+1.4*(-15)= -18 kN/m
Exercícios Resolvidos
Combinação 3: pressão do vento como ação variável principal e sobrecarga como secundária:
Obs: O coeficiente 0,75 multiplicando uma ação variável de curta duração (vento, força
centrífuga, etc...), tem por objetivo aproveitar a característica da madeira de resistir bem a
esforços de curta duração. Só deve ser utilizado em combinações normais e no estado limite
último.;
Fd=0.9*(+10)+1.2*(-5)+1.4*(0.75*(-10)+0.8*(-15))= -24.3 kN/m

Combinação 4: sucção do vento como ação variável principal e sobrecarga como secundária:
Obs.: Sucção tem sinal negativo, então peso próprio será ação desfavorável e recalque
favorável.
Fd=1.4*(+10)+0.0*(-5)+1.4*(0.75*(+10)+0.80*(-15))= +7.7 kN/m
Como a sobrecarga é uma ação variável favorável nesta combinação, devemos fazer uma
verificação sem ela ser considerada.
Fd=1.4*(+10)+0.0*(-5)+1.4*(0.75*(+10))= +24.5 kN/m
Exercícios Resolvidos
ESTADO LIMITE SERVIÇO:

Combinações de longa duração


ng nq
Fd   Gi   2 j  Q j
i 1 j 1

Combinação 1: pressão do vento como ação variável secundária


Fd=(+10)+(-5)+(0.4*(-15)+0.0*(-10))= -1.0 kN/m

Combinação 2: sucção do vento como ação variável secundária


Fd=(+10)+(-5)+(0.4*(-15)+0.0*(+10))= -1.0 kN/m
Exercícios Resolvidos
3) Determinar as possíveis combinações de ações, considerando-se os estados
limites último e de utilização (longa duração), para uma ponte ferroviária
construída em madeira, submetida às seguintes ações:

Ações permanentes: Ações variáveis:


- peso próprio da estrutura = +20KN/m - sobrecarga = +18 KN/m
- peso próprio do revestimento = +10KN/m - pressão do vento = +21 KN/m
- variação de temperatura = -5KN/m - sucção do vento = -12 KN/m
Obs.: Obs.:
1- O sinal negativo indica ação favorável à 1-As ações de sucção e pressão do
estrutura; vento são mutuamente excludentes, ou
2- Ações devido a variação de temperatura, seja, não ocorrem ao mesmo tempo;
recalques diferenciais, contraflechas de projeto
são classificadas como ações indiretas;
3- As ações permanentes são de grande
variabilidade, neste exemplo;
Exercícios Resolvidos
a) ESTADO LIMITE ÚLTIMO:

No estado limite último, iremos considerar apenas a classe de carregamento normal, pois
não estão presentes ações especiais/construção ou ações excepcionais:

Combinação 1: sobrecarga como ação variável principal e pressão do vento como


secundária:
Sd = ( 1,4x(20) + 1,4x(10) + 0,0x(-5) ) + 1,4x( 18+ 0,5*21) = 42,0 + 39,9 = +81,9 KN/m
Obs: O coeficiente 0,0 se deve ao fato da ação permanente ser favorável à estrutura;

Combinação 2: sobrecarga como ação variável principal e sucção do vento como


secundária:
Sd = (1,4x(20)+1,4x(10)+0,0x(-5))+1,4x((18)+0,5x(-12)) = 42,0+16,8 = +58,80 KN/m
Como a sucção do vento é uma ação variável favorável nesta combinação, devemos fazer
uma verificação sem ela ser considerada.
Sd = (1,4x(20)+1,4x(10)+0,0x(-5))+1,4x(18) = 42,0+25,2 = +67,20 KN/m
Exercícios Resolvidos
Combinação 3: pressão do vento como ação variável principal e sobrecarga como
secundária:
Sd = ( 1,4x(20) + 1,4x(10) + 0,0x(-5) ) + 1,4x( 0,75x21+ 0,8*18) = 42.0 + 42.21 = 84.21 KN/m
Obs: O coeficiente 0,75 multiplicando uma ação variável de curta duração (vento, força
centrífuga, etc...), tem por objetivo aproveitar a característica da madeira de resistir bem a
esforços de curta duração. Só deve ser utilizado em combinações normais e no estado limite
último.;

Combinação 4: sucção do vento como ação variável principal e sobrecarga como secundária:
Sd = ( 0,9x(20) + 0,9x(10) + 1,2x(-5) ) + 1,4x( 0,75x(-12) + 0,8x(18)) = 21+7,56 = 28,56 KN/m
Obs:
- como a ação variável principal tem valor negativo (-12 KN), relativamente a esta, as ações
permanentes de peso-próprio são favoráveis a estrutura e a ação da temperatura passa a ser
desfavorável.;
- a ação de sobrecarga não contribuiu nesta combinação pois no caso de ações variáveis,
somente as ações desfavoráveis entram na combinação.
Exercícios Resolvidos
b) ESTADO LIMITE DE UTILIZAÇÂO:

No estado limite utilização, iremos considerar classe de carregamento de longa duração:

Combinação 1: sobrecarga como ação variável principal e pressão do vento como


secundária
Sd = ( 20 + 10 + (-5) ) + (0,4*18) + (0,0x(+21)) = 32,2 KN/m

Combinação 2: sobrecarga como ação variável principal e sucção do vento como


secundária
Sd = ( 20 + 10 + (-5) ) + (0,4*18) + (0,0x(-12)) = 32,2 KN/m

Obs:
- O coeficiente quase-permanente para o vento (pressão e sucção) é nulo;