Você está na página 1de 4

PLANO DE ENSINO

Instituição: Faculdade Única de Contagem


Curso: Educação Física
Professor: Diego Alfeu Xavier Morais
E-mail: diegoalfeu@yahoo.com.br

Disciplina: Esporte de Aventura Carga Horária: indefinida

Ano Letivo: 2017 Semestre Letivo: Turma:

EMENTA: Conceito, histórico, características, modalidades e desenvolvimento. Necessidades


geográficas (locais de pratica), equipamentos, segurança e pratica das modalidades.
Atividades de Aventura no meio aéreo, terrestre e líquido, seus fundamentos teóricos, aspectos
profissionais, sociais e psicológicos. Pratica pedagógica sob orientação e supervisão docente,
compreendendo atividades de observação dirigidas a experiência de ensino

OBJETIVOS GERAIS:
 Oferecer novas perspectivas de atuação para o profissional de Educação Física e
prepara-lo para a educação ao ar livre utilizando-se das atividades de aventura na
natureza como instrumento de aplicação.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Compreender a dimensão teórica dos esportes radicais associados ao turismo de
aventura nos ambientes: AR/ TERRA / ÁGUA.
 Relacionar com a realidade de mercado e aplicar seus fundamentos em atividades
intituladas de saídas de campo.
 Compreender a ação educativa da prática dessas atividades no ambiente escolar,
bem como a percepção das limitações dessas práticas;
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E CRONOGRAMA:

1. Introdução aos Esportes de Aventura


1.1 História dos Esportes de Aventura;
1.2 Conceituação técnica, finalidade, caracterização dos Esportes Radicais e os
Esportes de Aventura;
1.3 Classificação dos Esportes de Aventura quanto aos meios: AR/TERRA/ÁGUA;
2. Esportes de Aventura no meio terrestre
2.1 Corrida de Orientação;
2.2 Escalada Esportiva;
2.3 Slackline;
2.4 Trekking e Hiking
3. Aplicabilidade na Educação Física
3.1 Adaptação das atividades para o local de trabalho;
3.2 Mercado de trabalho;
3.3 Campo de atuação;
3.4 Perfil do profissional de aventura;
4. Estrutura e Elaboração de Atividades Práticas
4.1 Dinâmicas de grupo;
4.2 Atividades extraclasse, acampamentos e atividades vivenciais.

Obs.: Cronograma a ser definido.

ESTRATÉGIAS DE ENSINO:

A exposição do conteúdo ocorrerá por meio de atividades que facilitem e estimulem a


aprendizagem. Buscar-se-á interação constante com os alunos. Atividades propostas:
 Análise e interpretação de textos e artigos;
 Aulas expositivas;
 Experiências vivenciais;
 Estudos de Casos;
 Estudos dirigidos;
 Filmes/Vídeos técnicos.
 Atividade extraclasse.
O objetivo das atividades extraclasse: promover integração, aprender de forma diferenciada e,
principalmente, possibilitar novos conhecimentos na disciplina oferecida. Esta forma de
aprendizado consolida os estudos e ações da instituição voltados a preparação dos
acadêmicos para com o mercado de trabalho.

METODOLOGIA DO ENSINO:
Aulas teóricas e práticas, seminários e simulações de atividades de aventura adaptadas à
realidade da Educação Física.

RECURSOS NECESSÁRIOS:
a) Materiais: Data Show e computador

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO:
AA – Avaliação teórica / Trabalho em Grupo
AB – Avaliação teórica e Avaliação prática
Exame – Avaliação teórica

Obs.: Ou de acordo com a forma avaliativa da Instituição de Ensino.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

1. BERNARDES, L.A. Esportes de Aventura para Profissionais de Educação Física.


Ed. Phorte, 2013
2. PEREIRA, D.W; ARMBRUST I. Pedagogia da Aventura. Ed. Fontoura, 2010.
3. PEREIRA D.W. Atividades de Aventura: em busca do Conhecimento. Ed.
Fontoura, 2013
4. COSTA, V. M.; FERREIRA, N. T. Esportes de aventura e risco na montanha: um mergulho
no imaginário. São Paulo: Manole, 2000.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

1. BRUHNS, H.T.; MARINHO, A.. Viagens, Lazer e Esporte: o Espaço da Natureza.


São Paulo: Ed. Manole, 2005.
2. CAVALLARI, G. Manual de Trekking e Aventura. São Paulo: Ed.Kalapalo, 2008
3. ROMANINI, V. ; UMEDA, M. Esportes de Aventura ao seu alcance. São Paulo: Ed.
Bei, 2002
4. COSTA, E.T.; MARINHO, A.; SCHWARTZ, G.M. Entre o Urbano e a Natureza: a
inclusão na Aventura. São Paulo: Lexia, 2011
5. MARINHO, A. ; UVINHA R.R. Esporte, Turismo e Aventura. Ed. Alínea, 2009.

Você também pode gostar