Você está na página 1de 3

ACFES MAIORES DE 23 ANOS

MATEMÁTICA

Critérios de avaliação das respostas da prova-modelo/Resolução

Justifique todas as afirmações e apresente os cálculos realizados para as obter

1
Complete a seguinte tabela
Yi Freq. abs. ni Freq. abs. ac. Freq. rel. f i Freq.rel. ac. Fi
Ni

1 45
2 75
3 120 80%
4

Calcule a média
Se 120 unidades correspondem a 80% da amostra e x for a quantidade de elementos
da amostra então deverá ter-se 0.8x  120 ou seja x  150 para o valor 1 da
45
variável N1  n1  45 , f1  F1   0.3 ,para o valor 2 da variável
150
30 75
n2  75  45  30 f 2   0.2 F2   0.5 para o valor 3 da variável
150 150

1
45
n3  120  75  45 f 3   0.3 e para o valor 4 da variável tem-se
150
30 150
n4  150  120  30 N 4  150 f 4   0.2 F4   1 logo deverá ter-se
150 150

Yi Freq. abs. ni Freq. abs. ac. Freq. rel. f i Freq.rel. ac. Fi


Ni

1 45 45 30% 30%
2 30 75 20% 50%
3 45 120 30% 80%
4 30 150 20% 100%

n Y i i
Como a média M é dada por M  i 1
tem-se
150
45  2 * 30  3 * 45  4 * 30
M  2.4
150

2 Determine n de modo a que se tenha Cnn3  Cnn12  15n  1


m!
Como C pm  pelos dados do problema deverá ter-se
p ! m - p!
n  3!  n  2!  15n  1 ou seja n  3!  nn  2!  15n  1
n !3 ! n - 1!3 ! n !3 ! nn - 1!3 !

e como nn - 1!  n ! e n  3!  n  3n  2! tem-se


n  2! n  3 - n   15n  1
n !3 !
3n  2!
e por conseguinte  15n  1n !  15n  1! logo como
3!
n  2!  n  2n  1! e 3!  6 tem-se n  2  2 *15  28

2
3 Calcule o seguinte limite lim 3n  5  3n  1
n

É uma indeterminação do tipo    pelo que vamos multiplicar e dividir pelo

conjugado lim 3n  5  3n  1  lim



3n  5  3n  1 3n  5  3n  1 logo

n n 3n  5  3n  1
3n  5  3n  1 4
lim 3n  5  3n  1  lim  lim 0
n n 3n  5  3n  1 n 3n  5  3n  1
x2  2x  1
4 Calcule o seguinte limite lim 2
x 1 x  2 x  3

Como x 2  2 x  1  x  1 e x 2  2 x  2  x  1x  3 tem-se


2

x  2x  1
2
x 1
lim  lim 0
x 1 x  2 x  2 x1 x  3
2

5 Seja hx   2  senx  Calcule h x 

Se hx   g  f x  e g, f são funções diferenciáveis então pela regra da derivada


da função composta tem-se que hx   g  f x  f x  , neste caso g x   x e

f x   2  senx  e como g x   e f x   cosx  tem-se que


1
2 x
cosx 
h x  
2 2  sen x 

FIM