Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Sergipe

Departamento de Geologia

1a Lista de exercícios de Geofísica Aplicada – 2017/2


Prof. Walter S. D. Folly

1) Considerando o método sísmico (de reflexão e refração), explique detalhadamente o que é a distância crítica e a
distância de crossover, se possível utilizando gráficos ou desenhos simples.

2) Em relação às afirmativas abaixo, assinale verdadeiro V ou falso F.


( ) No método sísmico de reflexão os tempos de primeira chegada dos raios refletidos em função da distância entre o
geofone e o ponto de tiro é uma reta cujo coeficiente angular é o inverso da velocidade de propagação da onda.
( ) No método sísmico de refração a profundidade da interface é obtida a partir do coeficiente linear do tempo de
chegada do raio refratado em função da distância entre o geofone e o ponto de tiro.
( ) Os raios refletidos sempre chegam primeiro aos geofones.
( ) O valor da distância crossover encontra-se entre as posições do último geofone a captar primeiro o raio direto é o
primeiro geofone a captar primeiro o raio refratado.
( ) O valor da distância crítica é inversamente proporcional à profundidade da interface.
( ) Abaixo da distância crítica, os geofones sempre captam primeiro os raios diretos.

3) Considerando o método sísmico de reflexão aplicado ao caso de uma única interface plana e horizontal, mostre que o
tempo de chegada do raio refletido e a distância entre o geofone e o ponto de tiro obedecem a equação de uma
2𝑧
hipérbole cujo eixo de simetria é o eixo do tempo e cujas constantes 𝑎 e 𝑏 são respectivamente e 2 𝑧 onde 𝑧 é a
𝑣
profundidade da interface e 𝑣 é a velocidade da onda na camada acima da interface.

4) Em um levantamento sísmico de reflexão observou-se que, para qualquer orientação da linha de geofones tendo como
centro o ponto de tiro, o tempo de chegada da onda refletida em função da distância de afastamento do geofone em
relação ao ponto de tiro segue a seguinte curva hiperbólica:

Determine a velocidade da onda na rocha acima do refletor e a profundidade da interface refletora.

5) Considerando o caso de interface única plana e horizontal, obtenha uma expressão para a distância crítica em função
das velocidades na camada superior 𝑣1 e na camada inferior 𝑣2 mostre que, se a razão entre as velocidades da onda
nas camadas inferior e superior for igual a √5, a distância crítica será igual à profundidade da interface.
6) Explique o que é a correção de sobretempo normal (NMO) e como esta correção deve ser aplicada quando existem
várias interfaces e camadas com diferentes velocidades de propagação.

7) A figura abaixo mostra uma seção sísmica de reflexão realizada com 3 geofones sendo o central posicionado no ponto
de tiro após remoção dos registros das ondas diretas. Considerando a fórmula de Dix:
1
2 2
𝑣𝑅𝑀𝑆,𝑛 𝑡𝑛 − 𝑣𝑅𝑀𝑆,𝑛−1 𝑡𝑛−1 2 𝑥
𝑣𝑛 = ( ) onde 𝑣𝑅𝑀𝑆,𝑛 ≅
𝑡𝑛 − 𝑡𝑛−1 √ 2 𝑡 0,𝑛 ∆𝑡𝑛

Determine as velocidades médias quadráticas 𝑣𝑅𝑀𝑆,1 e 𝑣𝑅𝑀𝑆,2 e as velocidades intervalares 𝑣1 e 𝑣2 .

8) Levantamentos sísmicos de reflexão admitem várias configurações tiro-detector. Explique o que é a aquisição em
CMP e quais as vantagens de sua utilização. Explique em que situação é necessário utilizar um tiro reverso.

9) Como as bordas de uma falha na interface refletora (consideradas em 2D como descontinuidades pontuais) podem ser
identificadas em uma seção sísmica de reflexão não migrada? Faça um desenho para ilustrar sua resposta.

10) Que tipo de feição estratigráfica aparece como um evento do tipo “gravata borboleta” em uma seção sísmica de
reflexão não migrada? Faça um desenho explicando sua resposta.

11) Explique qual a característica do método sísmico de reflexão que o torna extremamente útil na prospecção geofísica
de hidrocarbonetos.

12) Tente resolver os seguintes problemas do livro (pág. 179): 3, 7 e 8.

13) Considerando o método sísmico de refração aplicado a um sistema de três rochas separadas por interfaces planas e
horizontais sendo as velocidades de propagação 𝑣1 < 𝑣2 < 𝑣3 , mostre que o tempo de chegada 𝑡 do raio refratado
em função da distância tiro-detector 𝑥 e das é dado pela expressão:

𝑥 2 𝑧1 𝑣1 2 2 𝑧2 𝑣2 2
𝑡 = + √1 − ( ) + √1 − ( )
𝑣3 𝑣1 𝑣2 𝑣2 𝑣3

Onde 𝑧1 é a espessura da camada 1 e 𝑧2 é a espessura da camada 2.

14) Em relação ao método sísmico de refração, mostre que a distância de crossover 𝑥𝑐𝑟𝑜𝑠 é sempre maior que a distância
crítica 𝑥𝑐 .

15) Deduza a Eq. 5.9 (ou 5.10) para os tempos de chegada de um raio refratado em uma interface inclinada.

16) Mostre que uma interface cortada por falha vertical, normal ou inversa com rejeito vertical ∆𝑧 é reconhecida em um
∆𝑧
sismograma de refração por uma descontinuidade temporal do tipo: ∆ 𝑡 = cos 𝜃 na reta das primeiras chegadas
𝑣1
dos raios refratados.
17) Explique os conceitos de camada oculta e camada cega. Que características físicas uma camada de rocha deve
apresentar em relação às demais camadas acima ou abaixo dela para que seja considerada uma camada oculta? E para
que seja uma camada cega?

18) Qual a utilidade de se adquirir e analisar os tempos de chegada dos raios diretos ( 𝑥 ≪ 𝑥𝑐𝑟𝑜𝑠 ) no método sísmico de
refração ?

19) Em relação ao método sísmico de refração, assinale verdadeiro V ou falso F:


( ) O coeficiente angular da reta dos tempos de primeira chegada dos raios refratados é o inverso da velocidade
da onda de superfície.
( ) Interfaces inclinadas podem ser estudadas desde que se utilize um tiro no sentido reverso na extremidade
oposta da linha de geofones.
( ) A velocidade de propagação na rocha de uma camada cega é menor que a observada na camada
imediatamente acima da mesma.
( ) Raios refletidos em altos ângulos são particularmente úteis para revelar a presença de camadas ocultas.
( ) O método de interpretação mais-menos de Hagedoorn pode ser aplicado no caso de interfaces refratoras com
qualquer ângulo de mergulho.

20) Resolva os seguintes problemas do livro (págs. 222 a 224): 5, 6 e 7 (o problema 6 é muito instrutivo!).