Você está na página 1de 62

Sumário

1. Objetivos ....................................................................................................... 3

2. Estudo de uma Peça no Simulation .............................................................. 4

Conclusão ....................................................................................................... 60

2
1. Objetivos

Este capítulo tem por objetivo apresentar e familiarizar o usuário com o


fluxo de trabalho de uma simulação estática de uma peça com o SolidWorks
Simulation. Um pequeno estudo estático de uma peça será realizado para
mostrar as principais ferramentas e praticar os comandos básicos do software
disponíveis para estudos de peças.

Recomendamos que ao realizar esta lição, preste atenção nos


comandos, eles serão utilizados basicamente em todos os estudos de Peças,
então é extremamente importante estar habituado com os mesmo e conhecer
suas funcionalidades, pois elas não estarão repetidas nas próximas lições,
partiremos do princípio que o entendimento do conceito dos comandos será
realizado conforme eles surgirão ao decorrer das lições.

Como esta lição será complementada posteriormente, caso preferir,


você pode salvar a peça trabalhada durante esta lição como "Lição 01", e
realizar uma cópia da peça, apenas para você ter armazenada em seu
computador exatamente o que foi realizado na Lição 01 do treinamento.

 Localizar e aplicar os comandos do SolidWorks Simulation;


 Conhecer as funcionalidades dos comandos disponíveis para análises
de Peças;
 Realizar a primeira análise no SolidWorks Simulation;

3
2. Estudo de uma Peça no Simulation

No capitulo de introdução, nos certificamos que o SolidWorks Simulation


2015 está instalado corretamente e o seu suplemento está habilitado em seu
computador.

Observe que, caso não encontre a aba do Simulation em seu


computador, habilite novamente o Suplemento do SolidWorks Simulation (em
caso de dúvidas, retorne à Lição inicial de Introdução).

Abra a peça Lição 01.sldprt disponível na sua pasta da Lição 01. Para
isto, clicar em Arquivo>Abrir. (Faça download no Moodle de todos os
arquivos do treinamento em seu computador, armazene-os em pastas,
separados por lições)

4
Nessa lição iremos verificar os níveis de tensão de um componente de
uma máquina de lavar roupas. A peça em questão fica apoiada em um
componente bastante rígido e está parafusada em 3 pontos (conforme furação
presente no desenho), esta peça pode ser vista na sequência. Sobre ela, é
montada uma segunda peça que estará sendo representada aqui em nossa
simulação por uma força (F) equivalente ao seu peso (F=m*a).

5
Acesse o Simulation para criarmos um novo estudo.

Clicar na Aba do Simulation, conforme imagem acima. A


barra possui apenas um ícone pois ainda não iniciamos um
"Estudo".

“Estudo” é onde colocamos todas as informações necessárias para fazer


uma análise.

Podemos ter um ou mais estudos, e estes podem analisar fenômenos


distintos (Frequência, Flambagem, Fadiga, Otimização, Não Linear, Dinâmica),
estes com os módulos Professional e/ou Premium do Simulation, ou
combinações de carregamento/restrição distintos conforme a necessidade.

6
Na aba do Simulation, clique na seta abaixo em Consultor de Estudos, e
selecione Novo estudo.

Clicar em Novo Estudo

7
Ao criar um novo estudo, podemos digitar um nome
para este estudo (por exemplo: Estudo 1, Estudo com
malha fina, Análise inicial, etc.)

Análise Estática, normalmente, é a única opção


disponível. Isto ocorre devido ao tipo de SolidWorks
instalado. Para quem tem apenas Estático, está
instalado SolidWorks Simulation. Neste treinamento,
não interessa os outros tipos de análise, apenas o
módulo Estático é necessário.

Para quem tem mais opções (Freqüência, Flambagem,


Térmico, etc.) está instalado o SolidWorks Simulation
Professional.

Escolher análise
estática.

Confirmar

8
Observar agora as mudanças no seu SolidWorks. Primeiro, ícones foram
acrescentados na aba do Simulation (veremos os ícones em detalhes em outro
momento).

análise estática

9
Na lateral esquerda, temos as etapas a serem seguidas, para configurar
uma análise.

Antes de iniciar a construção da simulação, vamos configurar as opções


do sistema. Primeiro, vamos definir o nosso sistema de unidades.

10
Então, clicar em Simulation>Opções (no menu suspenso)

11
Dentro de Opções, acesse Opções predeterminadas, Unidades,
certificar-se de que SI esteja selecionado. Não clicar em OK ainda.

12
Vamos também verificar as Plotagens que dispomos.

Dentro de Opções pré-determinadas


também temos Plotagem. Plotagem é
a forma como serão nos
apresentados os resultados. É muito
comum, na primeira utilização do
SolidWorks Simulation, não haver
plotagens disponíveis (Plotagem1,
Plotagem2 e Plotagem3) conforme
imagem ao lado.

Caso você tenha as plotagens mostradas na imagem acima, não


execute o próximo passo (Acrescentar Plotagens). Mas, caso você não tenha,
conforme ilustrado na imagem abaixo, terá que acrescentar, ou seja, executar o
próximo passo.

Lembre-se que estamos interessados


apenas no Resultados do estudo
estático.
Demais resultados (frequência,
térmico, etc.) devem ser ignorados.

Clicar sobre Resultados do


estudo estático, com o botão
direito do mouse.

Selecionar a opção Adicionar


nova plumagem.

13
Em Tipo de resultado, selecionar Tensão Nodal.

Em Componente de resultado, selecionar VON:


tensão de Von Mises

Com este procedimento, estamos definindo a forma como veremos os


resultados da analise de tensão.

Repita o procedimento acima para acrescentar as plotagens


necessárias.

Clicar sobre Resultados do


estudo estático, com o botão
direito do mouse.
Selecionar a opção Adicionar
nova plotagem.

Em Tipo de resultado, selecionar


Deslocamento.
Em Componente de resultado, selecionar
URES: Deslocamento resultante

14
Repita o procedimento acima para acrescentar as plotagens
necessárias.

Clicar sobre Resultados do


estudo estático, com o botão
direito do mouse.
Selecionar a opção Adicionar
nova plotagem.

Em Tipo de resultado, selecionar


Deformação do elemento.
Em Componente de resultado, selecionar
ESTRN: Deformação equivalente

Acrescentaremos somente 3 plotagens, as quais serão Padrão, ou seja,


aparecerão em todas as análises estáticas. Ao final desta lição, aprenderemos
como acrescentar novos tipos de plotagens.

15
Clicar em OK para confirmar.

16
Para fazer uma análise de elementos finitos com o SolidWorks
Simulation, o primeiro passo após iniciar um estudo e definir as opções do
sistema, é atribuir o material da peças, este será o material que será
considerado na análise.

Ao clicar sobre na lateral esquerda, com o botão direito do


mouse, temos acesso a Aplicar/Editar material... Selecionar esta opção.

Observar que, caso já tenha sido aplicado um


material à peça, com o SolidWorks, o SolidWorks
Observação: Simulation utiliza este material (porém, a qualquer
momento pode ser alterado conforme necessidade).
Identificamos se um material já foi aplicado através

do ícone .

17
O procedimento para acrescentar material dentro do SolidWorks
Simulation é igual ao procedimento para acrescentar material com SolidWorks.

Selecionar o material desejado na lista de materiais localizada à


esquerda da janela e em seguida, clicar em Aplicar. Em seguida, clique em
Fechar para retornar a área de trabalho.

Observações:

Podemos acrescentar nossos próprios materiais na lista de


materiais. As Propriedades em vermelho são de preenchimento
obrigatório, pois são necessárias para executar o cálculo.

As propriedades em azul podem ser necessárias para tipos de


cargas específicas.

Certifique-se de que o ícone, na lateral esquerda, aparece conforme


a imagem abaixo. Caso contrário, repetir o procedimento anterior.
18
Não é possível fazer a análise, sem um material aplicado. Caso você
executar a análise sem um material aplicado, a seguinte mensagem será
mostrada:

Na barra de ferramentas, também temos um ícone para acrescentar


material, chamado Aplicar material.

Conforme a imagem ao lado, o próximo passo


seria Conexões. Porém, conexões são aplicadas
somente a conjuntos, ou quando temos duas ou
mais peças/corpos, e precisamos informar ao
SolidWorks Simulation como estes interagem entre
si.
Como temos somente uma peça/corpo, Conexões
não é aplicado.

19
Vamos então para o próximo passo, Acessórios de fixação. Clique com
o botão direito sobre Acessórios de fixação e selecione Geometria fixa.

Toda a peça a ser analisada precisa estar fixada,


representando a forma como esta peça está ligada a
outra, em uma montagem (ou simplesmente apoiada
sobre uma mesa).

20
Na barra de ferramentas, também temos um ícone para acrescentar
fixações, conforme imagem abaixo. Geometria fixa pode ser selecionada
conforme você achar conveniente.

21
Selecionar as faces da peça, conforme indicado abaixo. Seis faces serão
selecionadas. Abaixo 3 faces cilíndricas:

22
Observe em Configurações de Símbolo, que você pode marcar a opção
Exibir visualização para exibir nas faces selecionadas do componente o
símbolo com setas informando quais faces estão fixas.

Abaixo, as 3 faces cilíndricas selecionadas anteriormente, mais as 3


faces planas onde a peça está acoplada ao outro componente:

Ao aplicar Geometria fixa, estamos


informando ao SolidWorks Simulation
que, as faces selecionadas não se
deslocam em X, Y e Z.
Observar o símbolo aplicado à face.
Ele é utilizado para informar que não
há translação e rotação, das faces
selecionadas.

23
Observar este
ícone, no
momento de
aplicar o
comando
Geometria Fixa.
Ele indica que
podemos
selecionar faces,
arestas e
vértices.

Clicar em para confirmar.

Ao confirmar, um ícone é acrescentado a Acessórios


de fixação.

Caso houver necessidade de fazer


alguma modificação, podemos
selecionar o ícone Fixo-1, com o botão
direito do mouse, e clicar em Editar
definição...

24
Vamos ver agora outros tipos de fixações.

Ao lado, temos as fixações (Padrões e


Avançadas), faltando apenas Imóvel (Padrão,
porém, esta opção não está disponível quanto
estiver trabalhando com sólidos).

Restringe todos os graus de liberdade translacionais e


rotacionais.

25
Restringe todos os graus de liberdade translacionais.
Disponível apenas para cascas e vigas.

Face restringida pode deslizar e expandir, porém não


pode se deslocar no sentido normal a face selecionada.

Face selecionada pode girar sobre seu eixo, porém faces


selecionadas não expandem.

Para ser usada em faces planas, permite o espelhamento de uma


geometria.

26
Usado em faces que rotacionam sobre um eixo.

Usar essa opção para restringir faces, eixos e


pontos em uma (ou mais) direções.

Restringe as faces selecionadas em três direções


(conforme necessidade).

Similar a "Em faces planas", restringe a face cilíndrica


selecionada em 3 direções.

Similar a "Em faces planas", restringe a face selecionada


em 3 direções.

O próximo passo é acrescentar Cargas externas


(forças).

27
Clicar sobre Cargas externas com o
botão direito do mouse e selecionar
Força.
Observe que outros tipos de
carregamentos podem ser
adicionados ao modelo, como,
Torque, Pressão, Gravidade,
Centrífuga, Temperatura, entre
outros tipos.

28
Na barra de ferramentas, também temos um ícone para Força, conforme
imagem abaixo. Força pode ser selecionada conforme você achar conveniente.

29
Selecionar as 3 faces indicadas na imagem abaixo.

Observe que a força aplicada é de 9500 N por face , ou seja,


isso significa que a peça será submetida a um carregamento total de
F=3*9500, logo, F=28500.

30
Alternativamente, se preferir, selecione Total e digite 3*9500 = 28500N.
Ou seja, você estará inserindo uma Força Total de 28500N que será dividida
igualmente nas três faces que possuem a mesma área, pois suas geometrias
são iguais.

Clicar em para confirmar.

31
Ao confirmar, forças são aplicadas sobre as faces, conforme indicado na
imagem abaixo.

32
O próximo passo é Malha.
Dentro de Malha vamos configurar a forma como
esta será gerada sobre o modelo.

Clicar com o botão direito do mouse sobre malha e selecionar a opção


Criar Malha.

33
Na barra de ferramentas, também temos um ícone para Criar Malha,
conforme imagem abaixo. Criar Malha, também pode ser selecionado conforme
você achar conveniente.

34
Ao clicar sobre Criar Malha, temos acesso às configurações de Malha
(Marcar as opções Parâmetros de Malha, e Malha com base em curvatura).

35
Use o controle deslizante para alterar o tamanho
e a tolerância do elemento global. A posição
mais à esquerda (Grossa) define o tamanho do
elemento global como duas vezes o tamanho
predeterminado. A posição mais à direita(Fina)
define o tamanho do elemento global como
metade do tamanho predeterminado.
Ao deslocar o Slider para direita/esquerda, o
tamanho geral dos elementos, é modificado.

36
Unidade de medida
Ativa o esquema de
previamente configurada.
geração de malha de
Voronoi-Delaunay para as
Disponível somente para
operações subsequentes
malha com base em
de geração de malha.
curvatura. O tamanho de
elemento máximo é
Ativa o esquema de geração usado para os limites
de malha baseado em com a curvatura mais
curvatura para as baixa.
operações subsequentes de
geração de malha. O Disponível somente para
gerador de malha cria malha com base em
automaticamente (sem curvatura. O tamanho
necessidade do controle de mínimo de elemento é
malha) mais elementos em usado para os limites
áreas com curvatura maior. com a curvatura mais
alta.
Numero mínimo de
elementos em um círculo.

Disponível somente
para malha com base
em curvatura.
Especifica a taxa de
crescimento do
elemento global,
começando nas
regiões de alta
curvatura, em todas as
direções.

37
Especifica 4 nós de Disponível somente
canto para cada para malhas de alta
elemento sólido e 3 qualidade. Define o
nós de canto para número de pontos de
cada elemento de integração que devem
casca. A malha de ser usados na
qualidade Rascunho é verificação do nível de
recomendada para distorção de
uma avaliação rápida, elementos
e a opção tetraédricos. Você
predeterminada, Alta pode basear a
qualidade, para os verificação Jacobiana
resultados finais. em 4, 16, 29 pontos
Gaussianos ou Nos
nós.

Manter os valores padrões e clicar em para confirmar. Caixa de


mensagem mostra o progresso da geração da malha.

38
Ao finalizar, teremos a malha, conforme imagem abaixo.

39
Clicar com o botão direito do mouse no estudo “Análise estática 1” e
selecione “Executar“, para iniciar os cálculos do estudo.

O ícone pode ser encontrado na barra de ferramentas, conforme imagem


abaixo.

40
O Solver aparecerá na sua tela informando o progresso dos cálculos.

41
Observe abaixo novidades que irão surgir na tela após o solver concluir
o processo de execução do estudo.

Informações sobre o estudo.


Observar a escala de distorção.

Plotagem selecionada
(Tensão).
Plotagens
configuradas no início
da lição.

Observar que a escala de distorção é de aproximadamente 2772. Isto


ocorre por que a tensão é muito baixa (limite de escoamento do material é 620
MPa.

42
Caso seu gráfico esteja exibindo a Tensão em Pascal(N/m^2), clique
com o botão direito sobre Tensão1 abaixo de Resultados e selecione Editar
definição.

43
Em Exibição, selecione N/mm^2 (MPa) e clique em OK para confirmar a
alteração.

44
Observe que ao confirmar a edição, as unidades da plotagem de Tensão
é atualizada para MPa.

45
Observe que para visualizar os valores numéricos conforme a escala
apresentada no gráfico acima, é necessário Editar definição do gráfico,
selecionar a aba Opções de diagrama, e alterar o “Formato de número” para
flutuante com o número de casas decimais desejado.

46
Deslocamento: Para selecionar Deslocamento, duplo clique sobre este, nos
Resultados.

47
Deformação: Para selecionar Deformação, duplo clique sobre este, nos
Resultados.

Agora, duplo clique sobre Tensão para


verificarmos algumas opções.

As opções que iremos analisar (conforme ordem) são: Editar definição,


Opções de diagrama e Configurações.

48
Clicar sobre Tensão com o
botão direito do mouse e
selecionar Editar definição...,
conforme imagem ao lado.

49
Componente .
Selecione um componente
Exibir como plotagem de de tensão para a
tensor. Disponível somente plotagem. As direções se
com tensão de Von Mises baseiam na geometria de
(VON). As três tensões referência selecionada.
principais em nós ou em
centros de elementos são Unidades . Selecione as
exibidas. unidades da plotagem de
Valores do nó. Gera tensão.
plotagens de tensão do nó.
A interpolação linear é
usada, normalmente
gerando uma plotagem Se marcada, o
suave. componente de
deformação selecionado
Valores do elemento. Gera é plotado na forma
tensões nos centros dos deformada do modelo.
elementos (um valor/cor
para cada elemento). Automático. Exibe o
Fator de escala
predeterminado que o
programa usa para
dimensionar a distorção
máxima como 10% da
maior dimensão da menor
caixa que envolve o
modelo.

Escala real. Exibe a


forma deformada real do
modelo (Fator de Escala
é 1,0).

Definido pelo usuário.


Permite que você insira
seu próprio Fator de
escala . Na maioria
dos casos, um fator de
escala maior ajuda a
visualizar bem a deflexão.

50
Clicar sobre Tensão com o botão
direito do mouse e selecionar
Opções de diagrama..., conforme
imagem ao lado.

51
Exibir anotação mín.. Posições predefinidas. Define
Ativa/desativa a exibição da a posição do diagrama em uma
anotação do valor mínimo posição predefinida.
da plotagem.
Horizontal da esquerda
Exibir anotação máx.
.Especifique a distância
Ativa/desativa a exibição da
horizontal a partir da esquerda
anotação do valor máximo
da área de gráficos como uma
da plotagem.
percentagem da largura da
Exibir detalhes da janela.
plotagem. Se marcado,
exibe o nome do modelo, Vertical do topo .
nome do estudo, tipo e Especifique a distância vertical
escala de distorção de uma do topo da área de gráficos
plotagem. como uma percentagem da
altura da janela.
Exibir legenda.
Ativa/desativa a exibição da Largura . Controla a
legenda da plotagem.
espessura do diagrama. Opões
Exibir intervalo Mín./Máx. disponíveis: Grossa, Normal e
somente em peças Fina.
exibidas. Se marcado, o
programa exibe os valores Formato de número .
mínimo e máximo da Controla a exibição dos valores
plotagem somente nas numéricos no diagrama.
partes exibidas. Formatos disponíveis:
científico, flutuante e geral.
Automático. Se marcado,
escolhe automaticamente Numero de casas decimais

os valores mínimo (Mín) . Define o número de casas


decimais a serem exibidas no
e máximo (Máx) do diagrama. Você pode
diagrama. especificar até 16 casas
decimais a serem exibidas em
Definido. Se marcado, você
um diagrama.
especifica os valores
mínimo (Mín) e máximo
(Máx) do diagrama.

52
Valor predeterminado Definido pelo usuário.
Define até 9 cores de base.
. Usa o
Para definir uma cor de
mapa de cores
base, clique na sua caixa e
predeterminado na
escolha uma nova cor na
plotagem.
paleta de cores. Se o
número de cores de base
Arco-íris .
que você selecionar aqui for
Usa o mapa de cores de
igual ao número de cores do
arco-íris na plotagem.
diagrama, somente as cores
Tons de cinza selecionadas serão usadas.
Em outras palavras, não há
. Define o
sombras ou interpolação de
mapa de gradiente de tons
cor.
de cinza. Use esta opção
em impressoras em preto e Inverter. Inverte o
branco. mapeamento de cor.

Numero de cores do
diagrama . Define o
número de cores usadas no
diagrama (2 a 24).

Especificar cor para


valores acima do limite.
Selecione para definir todos
os valores de tensão acima
do limite a uma cor
selecionada. Clique em
Editar cor para alterar a cor.
Disponível somente em
plotagens de tensão de Von
Mises de peças de corpo
único com limite de
escoamento definido.

53
Clicar sobre Tensão com o botão
direito do mouse e selecionar
Configurações..., conforme
imagem ao lado.

54
O PropertyManager de Configurações permite que você controle a
exibição da plotagem de demarcação, a exibição do contorno do modelo e a
exibição da forma deformada do modelo.

Ponto. Usa contornos de Opções de plotagem


pontos coloridos. deformada.

Linha. Usa contornos de Sobrepor modelo na


linhas coloridas. forma deformada. Se
marcado, exibe a forma não
Discreta. Usa contornos deformada do modelo sobre
preenchidos com cores com a forma deformada usando
sombreamento discreto. as seguintes configurações:
Contínua. Usa contornos Translúcido (uma só cor).
preenchidos com cores com Permite que você selecione
sombreamento liso. uma cor e defina o nível de
Opções de limite transparência do modelo.

Nenhum. Desativa a Translúcido (cores de


exibição do limite do peça). Permite que você
modelo. defina o nível de
transparência do modelo.
Modelo. Exibe as arestas Serão usadas cores de
de limite do modelo. peça.

Malha. Sobrepõe a
plotagem de resultado
selecionada sobre a
plotagem de malha.

55
Abaixo, exemplo de Configurações. Em Opções de demarcação,
seleciona-se Continua, e em Opções de limite, seleciona-se Malha.

56
Agora, vamos conhecer uma ferramenta disponível para medir Tensões
em um determinado ponto.

Clicar sobre Tensão, com o botão


direito do mouse, e selecionar a
opção Sonda.

A função Sonda permite que você


investigue uma plotagem e veja os
valores das quantidades plotadas
em nós definidos ou centros de
elementos. Quando você sonda
uma plotagem de malha, o software
exibe o número do nó ou elemento
e as coordenadas globais do
nó. Quando você sonda uma
plotagem de resultados, o software
exibe o número do nó ou elemento,
o valor do resultado plotado e as
coordenadas globais do nó ou
centro do elemento. Por exemplo,
em uma plotagem de tensão de nó,
são exibidos o número do nó, o
valor de tensão e as coordenadas
globais x, y, e z.

57
Clicar em (um ou) vários pontos da peça (usar a imagem abaixo como
referencia). Observar os valores para cada nós selecionado.

58
Após selecionar vários pontos, podemos criar uma
Plotagem, em forma de gráfico, conforme imagem
abaixo.

Observe que com esta


ferramenta, você pode
verificar a variação da
Tensão/deslocamento/defor
mação ao longo da
seleção, ou descobrir os
valores destas grandezas
em regiões específicas da
peça, onde você desconfia
que esteja submetida a
maiores carregamentos, ou
onde já sabe que está
ocorrendo problemas,
como quebra por
cisalhamento, trincas, etc.

Salve e feche o arquivo.

59
Conclusão

Com o término desta lição, introduzimos o conceito de análise do


SolidWorks Simulation.

A partir de agora, com todas as informações do capítulo de Introdução


em conjunto com a prática realizada nesta lição, você já tem condições de
aplicar e conhecer mais ferramentas disponíveis no ambiente de Simulação do
SolidWorks Simulation.

É importante ressaltar a importância de todos os conceitos citados até o


momento estarem completamente compreendidos por parte dos usuários, para
o possível entendimento das análises dos próximos capítulos e para a
completa capacitação no uso da ferramenta.

Este é o momento para aqueles que ainda não estão seguros em


relação a todos os conceitos fundamentais de mecânica, parar, e revisar os
conteúdos onde tem dificuldade, para relembrar as teorias fundamentais dos
materiais e da mecânica em geral.

Observe abaixo o que foi realizado nesta Lição.

 Localizar e aplicar os comandos do SolidWorks Simulation;


 Conhecer as funcionalidades dos comandos disponíveis para análises
de Peças;
 Realizar a primeira análise no SolidWorks Simulation;

Na próxima lição, iremos continuar trabalhando com a mesma peça


utilizada na atual, com o objetivo de familiarizar os usuários novas

60
funcionalidades e comandos específicos do software para Peças utilizando
elementos sólidos, bem como apresentar métodos distintos de construção,
edição e execução de estudos.

Na sequência abaixo, você conhecerá os principais tópicos que serão


trabalhados na próxima Lição:

 Localizar e aplicar os comandos do SolidWorks Simulation;


 Conhecer as funcionalidades dos comandos disponíveis para análises
de Peças;
 Criar outros tipos de Plotagem;

61
 Duplicar um Estudo;

 Fazer modificações em um Estudo;


 Conhecer outros tipos de fixação;

62