Você está na página 1de 4

SALGADO, Afonso S. I. 1; PARREIRA, Rodolfo B. 2; CECI, Lisandro Antonio.

Aplicação de
Bandagens Funcionais
como recurso no tratamento de
lesões nos atletas
tratados na Clínica de Fisioterapia Salgado –
Clinique du Sport, Londrina - PR

Resumo Abstract
As bandagens funcionais são um instrumento terapêutico muito uti- The strapping are a therapeutical instrument well used by physical
lizado pelos Fisioterapeutas de todo o mundo, em outros países re- therapists of whole world, in other countries it receives the label of
cebem o nome de Taping ou Strapping (USA) ou Ligaduras funcio- taping or strapping (USA) or Ligaduras Funcionais (Portugal), Funci-
nais (Portugal) , Functional Bandages (Alemanha) e Contentions onal Bandages (Germany) e Contentions souples (France and
souples (França e Suíça) . Switzerland).
As áreas de Fisioterapia Ortopédica – traumatológica e desportiva The areas of orthopaedics- traumatological and sports physical
são as beneficiadas , auxiliando as técnicas de reabilitação em lesões therapy are the ones who are in benefit, helping the techniques of
articulares, ligamentares, musculares, posturais entre outras. rehabilitation in articular, ligamentous, muscular and postural lesions
Na Fisioterapia desportiva, temos como principal objetivo devolver among others.
o atleta o mais rápido possível dentro dos limites fisiológicos pós In sports physical therapy, the main objective is return the athlete as
lesões. fast as possible to activity regarding the physiological limits after
As bandagens funcionais essenciais para a Reabilitação melhoram a injuries.
atividade esportiva e competitiva dentro de uma amplitude articular The essential strapping for rehabilitation, enhance the desportive
normal. activity inside a normal articular amplitude.
O objetivo é demonstrar formas diferentes de aplicação das The objective is to demostrate different ways and applications of
bandagens no esporte em pacientes da clínica de Fisioterapia Salga- strapping in sports inside the clinic of physical therapy Fisioterapia
do de Londrina-Pr – Brasil . Salgado in Londrina-Pr - Brazil.
O tratamento poderá ser completado por agentes físicos, The treatment can be completed by physical agents, movement
cinesioterapia, hidroterapia se necessário . therapies, hidrotherapy if necessary.

Palavra-chave: Bandagens, reabilitação, fisioterapia desportiva. Key-words: Bandages , Rehabilitation , Physical Therapy, Desportive

1
Mestre em Cirurgia Experimental pela UNESP - Botucatu - SP e Coordenador do curso de
Pós-Graduação em Terapia Manual do CESUMAR - Maringá - PR.
2
Fisioterapeutas da Clínica de Fisioterapia Salgado - Londrina - PR.
Endereço para correspondência: Afonso Salgado. Rua Borba Gato, 1170, sala 5, Centro.
Londrina - PR. CEP: 86.010-630.

30 Fisio Magazine
Introdução pêutica com bandagens funcionais são rifica-se adaptações como diminuição do
específicos e de utilização única, sendo número de sarcômeros, diminuição da
Na prática da fisioterapia desportiva, estes rígidos ou elásticos com a devida extensibilidade elástica mio-tendinosas e
temos por principal objetivo devolver o atleta graduação de tensão para cada caso. eventual osteopenia.
a sua prática o mais breve possível dentro Temos que levar em conta a indica- A força muscular também estará di-
dos limites fisiológicos após um lesão. ção para cada tipo de modalidade e o minuída. Parte deste efeito pode ser atri-
Como parte do arsenal fisioterapêutico objetivo que se quer alcançar dentro do buído a fatores neurais (Berg et al.,
para tratamento do atleta, temos as tratamento. 1997). Há evidências de que ocorre uma
bandagens funcionais, promovendo prote- O uso de materiais próprios e aplica- disfunção reversível na transmissão
ção e suporte para uma dada lesão, permi- ção correta das técnicas fará com esta neuromuscular, somando-se a diminui-
tindo ótimos movimentos funcionais. modalidade contribua para o êxito da ção na área de secção transversal
O conhecimento anatômico é impres- recuperação do atleta. provocadas pelas alterações tróficas
cindível para a aplicação da bandagens fun- As propostas e benefícios da bandagem (Grana et al., 1996).
cionais, bem como o conhecimento etiológico são (Austim et al., 1994): Além disso, o músculo atua como um
das lesões o que facilita o terapeuta na iden- Propostas: órgão de secreção hormonal como o IGF-
tificação de cada estrutura lesada, além da - Suporte a uma estrutura lesada 1 (Insuline-Like Growth Factor) e MGF
aplicação correta da técnica. - Limita movimentos prejudiciais (Mechano Growth Factor) regulado pelo
Cada tipo de tecido necessita de um - Permite movimentos funcionais livre estímulo mecânico (Minamoto e Salvini,
determinado período para cicatrização e de dor. 2001). Sabe-se que células como a mus-
reconstituição. Este período também - Permite o retorno precoce as atividades culatura esquelética e cardíaca,
depende da gravidade da lesão, da fibroblastos e os osteoblastos, têm a ca-
ocorrêcia de um tratamento inicial ade- pacidade de responder a estímulos me-
quado e do engajamento em um proto-
Benefícios cânicos, os mecanócitos, que possuem
colo de reabilitação. Se os cuidados ini- - A circulação se torna melhor através do fatores de crescimento (IGF-1) associa-
movimento. do ao estímulo mecânico (MGF), respon-
ciais forem tardios e/ou e inadequados,
- O edema é controlado. sáveis pela hipertrofia e estimulação
o tempo de recuperação é prolongado
- Previne: muscular.
significamente. Além disso, uma vez que Portanto as bandagens funcionais
o tecido esteja tecnicamente ”cicatriza- 1. Piora da lesão inicial
2. Lesão compensatória em partes ad- propicia de uma forma segura, a funcio-
do”, ou seja, que a reconstituição tissular nalidade da articulação pela atividade
jacentes.
tenha se completado, ainda se faz ne- muscular e articular envolvida.
3. Atrofia por desuso.
cessário um outro período para que o te- - Permite:
cido recupere sua força original. Em con- 1. Continuar o condicionamento e for-
dições ótimas isto requer em média oito talecimento corporal freqüentemente
Objetivo e Métodos
a doze meses, e em alguns casos pode perdido durante a inatividade pós-le- O objetivo é de demonstrar algumas
demorar ainda mais. são. formas de bandagens aplicada em pacien-
2. Manutenção da habilidade e reação tes desportos na Clínica de Fisioterapia Sal-
Em geral, classifica-se a cicatrização
freqüentemente devido a fatores ini- gado – Clinique du Sport, e demonstrar al-
e a reconstituição tissular em três fases
bitórios (dor, medo de lesar novamen- guns exemplos de aplicação de bandagens.
básicas: Os principais segmentos e patologias
- Fase inflamatória; te).
tratadas em nosso serviço são o tornozelo
- Fase de reconstituição e regeneração; (entorse), joelho (fêmuro-patelar), coxa
- Fase de remodelação. Contra-indicações (estiramento), cotovelo (tennis elbow) e
O conhecimento das propriedades - Após a ocorrência de uma lesão grave. dedos (contusão).
fisiológicas de cada fase é extremamen- - Se houver qualquer limitação funcional.
te importante para o fisioterapeuta rea- - Se houver grande edema com presença Técnicas
lizar um melhor diagnóstico e assim po- de hematoma.
der direcionar o tratamento a ser execu- - Após aplicação de crioterapia.
tado em todo e qualquer tipo de lesão. - Durante a noite. Entorse de tornozelo –
Isto serve como base para a melhor com- - Alterações tróficas e de sensibilidade
preensão dos processos patológicos e as- tecidual. inversão:
sim indicar e utilizar as melhores ferra- - Alterações vasculares. Foto 1 – tornozelo mantido a 90, colo-
mentas para o tratamento. A volta precoce a atividade esporti- car as âncoras tibial e metatarsal.
As bandagens funcionais, ferramen- va se torna imprescindível pois evita uma Foto 2 – colocar uma bandagem em
ta essencial na reabilitação, promove grande perda de condicionamento sentido longitudinal a tíbia contornando o
uma rápida recuperação e evita a perda cardiorrespiratório e muscular. calcâneo e subindo a fíbula até a âncora
da função do atleta pois promove um re- A imobilização de um segmento de- tibial – mantendo o tornozelo em eversão,
torno precoce a atividade ou competi- sencadeia alterações tróficas músculo- repetindo a técnica tres vezes.
ção esportiva dentro de uma amplitude tendíneas e cartilaginosas que variam de- Fotos 3a, 3b, 3 c – continuando atrás
cuidadosa, com a área lesada protegidas pendendo principalmente do tempo de do tendão de aquiles contornando o
por eventual lesões futuras e lesões com- imobilização (Ferreira et al., 2001), pior calcâneo. Subir lateralmente até fixar na
pensatórias. ainda na posição de encurtamento. Ve- âncora tibial.
Os materiais utilizados para a tera-

Fisio Magazine 31
Foto 1
Foto 6a
Foto 3c

Joelho – fêmuro-patelar:
Foto 4 – aplicar uma tira horizontal ao
nível do ligamento patelar somente nas fa-
ces lateral, anterior e medial, não contor-
nando o joelho.
Foto 5 – aplicar uma tira diagonal ini-
ciando lateralmente a patela, cruzando o
ligamento patelar e fixando medialmente
(sentido céfalo-caudal).
Fotos 6a, 6b – repetir a operação em
Foto 2
sentido oposto ao anterior (de distal para
proximal). Foto 6b

Coxa – estiramento de
adutor:
Foto 7 – aplicar tiras horizontais, em
torno da coxa ao nível do local lesado.
Foto 8, 9 – aplicar uma tira no mesmo
sentido mas desta vez exercendo uma pres-
são e fixando os dois lados
simultâneamente.
Foto 10 - se quiser evitar a abdução,
enfaixe o local lesado, contornando o
quadril oposto e finalizando no local de
início do enfaixamento.
Foto 4

Foto 3a

Foto 3b Foto 5 Foto 7

32 Fisio Magazine
Cotovelo – tennis elbow:
Foto 11 – colocar um pad ao nível da
origem dos extensores de punho.
Foto 12 – realizar uma volta circular a
uma pressão moderada em cima do pad.
Realizar duas vezes.

Foto 14

Foto 8

Conclusão
Foto 11
As bandagens funcionais permitem que
o atleta volte precocemente a atividade
esportiva em um limite seguro do segmen-
to afetado, propiciando uma melhor funci-
onalidade do atleta com uma mínima ou
nenhuma perda de capacidade física.
O tratamento é complementado com
o tratamento através da eletro-
termoterapia, terapia manual,
cinesioterapia e mecanoterapia assim que
Foto 12
necessário.

Dedos – Contusão
Foto 13 - Com o polegar em leve ex-
Foto 9
tensão, fixa-se a articulação
metacarpofalangeana como uma braça-
deira.
Foto 14 - repetir o procedimento com
sobreposição das tirar, até imobilizar a arti-
culação desejada.

Foto 10 Foto 13

Bibliografia
1. Austin K, Gwynn-Brett, Marshall S. Illustrated guide to taping techniques. Ed Wolfe, London UK, 1994
2. Berg HE, Larson L, Tesch PA. Lower limb skeletal muscle function after 6 wk of bed rest. The American Physiological Society; 182-187, 1997
3. Bovét T. El vendaje funcional. Ed Mosby/Doyma Libras. 2ª ed; Madrid, España. 1995
4. Carazzato JG. Lesões músculo-tendíneas e seu tratamento. Rev Bras Ortop; 20(10): 723-728, 1994
5. Ferreira JJA, Carvalho LC, Van der Poel J, et al. Avaliação da função muscular através da análise da atividade eletromiográfica do músculo solear pós-imobilização do tornozelo e pós-reabilitação. pg 1-7, 2001
6. Grana EA, Chiou0Tan F, Jaweed MM. Endplate disfunction in health muscle following a period of disuse. Muscle & Nerve; 19:989-993, 1996
7. Minamoto VB, Salvini TF. O músculo como um órgão de secreção hormonal regulado pelo estímulo mecânico. Rev Bras Fisioter; 5(2):87-94, 2001
8. Stelle PR. A importância da correta utilização das ataduras de crepom e do uso da propriocepção na articulação do tornozelo em atletas do futebol amador. Fisioterapia em Movimento; 8(1):9-19, 2000
9. Silva Jr. LI. Manual de bandagens esportivas. Ed Sprint. Rio de Janeiro, 1999

Fisio Magazine 33