Você está na página 1de 4

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

Entre …, com sede …, pessoa colectiva n.º …, registada na Conservatória do


Registo Comercial de …, sob o n.º …, aqui representada pelo seu sócio-gerente …, com
poderes para o ato, adiante designada por Primeiro Outorgante;
E
…, portador do BI n.º …, contribuinte n.º …, residente na Rua …, adiante
designado por Segundo Outorgante;
É celebrado e reciprocamente aceite entre as partes outorgantes o presente
contrato de trabalho a termo certo, nos seguintes termos:

CLÁUSULA 1.ª
(Funções pretendidas e mobilidade funcional)
1. A Primeira Outorgante, no exercício da sua actividade de indústria de
componentes de automóveis, contrata o Segundo Outorgante para, sob a sua direcção e
orientação, desempenhar as funções de … .
2. O Segundo Outorgante deverá ainda, acessoriamente, realizar quaisquer outras
tarefas que lhe sejam indicadas pela Primeira Outorgante, para as quais tenha qualificação
ou capacidade bastantes e que tenham afinidade funcional com as que habitualmente
correspondem às suas funções normais, sem qualquer prejuízo para a sua posição na
empresa.

CLÁUSULA 2.ª
(Local de trabalho)
O Segundo Outorgante desempenhará as funções na sede da Primeira Outorgante,
sita na Rua … .

CLÁUSULA 3.ª
(Período normal de trabalho)
1. O período normal de trabalho a prestar pelo Segundo Outorgante é de 35 horas
semanais, distribuídas por 5 dias da semana, de segunda a sexta-feira, entre as 22h e as
02h00 e as 3h e as 7h00.
2. O Segundo Outorgante aceita qualquer alteração do horário de trabalho, na
vigência do presente contrato, atentos os limites legais.

CLÁUSULA 4.ª
(Valor, forma e data de pagamento da retribuição)
1. Como contrapartida do trabalho prestado, o Segundo Outorgante auferirá a
retribuição base mensal ilíquida de … euros.
2. O Segundo Outorgante terá um subsídio de refeição de … euros, por cada dia
completo de trabalho.
3. O Segundo Outorgante terá um subsídio por prestação de trabalho nocturno de
… euros, por cada dia completo de trabalho.
4. A referida retribuição será liquidada através de transferência bancária
(conforma NIB indicado pelo Segundo Outorgante), até ao último dia útil do mês a que
respeita.

CLÁUSULA 5.ª
(Motivação do contrato e adequabilidade temporal)
1. Ao abrigo do disposto na al. f), do n.º 2, do art. 140.ºdo CT, o presente contrato
a termo é motivado por um acréscimo excepcional de actividade, na sequência de uma
política de expansão para o mercado exterior, nomeadamente para o francês, adoptada
pela Primeira Outorgante.
2. Política de expansão essa que originou um aumento considerável do volume de
encomendas de vendas de bancos estofados da cliente francesa …, sendo os actuais
recursos humanos da Primeira Outorgante insuficientes para responder a tal aumento.
3. Contudo, e dado tratar-se de uma linha de produção nova, não pode a Primeira
Outorgante garantir a estabilidade do novo mercado e a manutenção do volume de
encomendas actual, pelo que o reforço dos meios humanos será temporário e adequado
às respectivas necessidades de expansão.

CLÁUSULA 6.ª
(Duração do contrato)
1. O contrato de trabalho que agora se celebra tem a duração de um ano, iniciando-
se em … e terminando em … .
2. O empregador e o trabalhador comunicarão, com um aviso prévio de,
respectivamente, quinze ou oito dias, a vontade de o não renovar, segundo o previsto no
n.º 1, do art. 344.º do CT.

CLÁUSULA 7.ª
(Regime de férias)
O Segundo Outorgante tem direito a um período de férias retribuído equivalente
a dois dias de férias por cada mês completo e efectivo de trabalho, bem como a um
subsídio de férias.

CLÁUSULA 8.ª
(Subsídio de Natal)
O Segundo Outorgante tem direito a um subsídio de Natal correspondente a dois
dias por cada mês completo e efectivo de trabalho.

CLÁUSULA 9.ª
(Período experimental)
Durante os primeiros 30 dias de vigência do presente contrato, qualquer das partes
o poderá denunciar, sem invocação de justa causa, nem direito a qualquer compensação
ou indemnização.

CLÁUSULA 10.ª
(Apólice de seguros)
O Segundo Outorgante está abrangido por um seguro de acidentes de trabalho com
a apólice de seguros n.º …, da Companhia de Seguros … .

CLÁUSULA 11.ª
(Deveres das partes em virtude da cessação contratual)
1. Em caso de cessação do presente contrato, o Segundo Outorgante deve devolver
imediatamente à Primeira Outorgante os instrumentos de trabalho e quaisquer outros
objectos que sejam pertença deste, sob pena de incorrer em responsabilidade civil pelos
danos causados.
2. Em caso de cessação do presente contrato, a Primeira Outorgante é obrigada a
entregar ao Segundo Outorgante um certificado de trabalho, indicando das datas de
admissão e de saída, o cargo ou os cargos que desempenhou, bem como os documentos
previstos na legislação da Segurança Social.

O presente contrato é feito em duplicado, ficando um exemplar na posse de cada


um dos Outorgantes.

………………………………, de ……………………. de …… .

A PRIMEIRA OUTORGANTE,
………………………………….

A SEGUNDA OUTORGANTE,
………………………………….

Interesses relacionados