Você está na página 1de 16

AMARRAÇÃO DE ESCADAS

Os profissionais que executam trabalhos em altura (acima de 2


metros) nas áreas de serviços, facilities ou telecomunicações fazem
um curso de capacitação de oito (08) horas da norma
regulamentadora NR35, e após receber esta capacitação e o
certificado precisam aprimorar os conhecimentos práticos pois os
mesmos foram insuficientes, obviamente que não estamos
condenando nenhum curso de capacitação, e também pela simples
razão que a carga horária de oito horas que é relativamente baixa.
Neste pequeno artigo iremos abordar resumidamente alguns
procedimentos que podem ajudar no desenvolvimento dos
procedimento no trabalho em altura com a utilização de escada
extensível.

Antes de tratar de escadas vamos revisar como fazer um nó


utilizando uma corda. Em relação ao nó, o mais simples e de fácil
aplicação é nó tipo oito (08), este nome se dá por ele se igualar ao
formato do número oito. O que devemos entender este tipo de nó
estabelece uma condição de fixação e faz com que a corda não
seja esmagada por ela mesma ou pelo atrito, sendo que o atrito
pode ocasionar o aquecimento das fibras sintéticas da corda e
ocasionar pontos de ruptura. Embora que o nó oito (08) seja um
nó que tende a apertar quando submetido à tração, é considerado
um nó seguro devido a sua estabilidade.

Procedimento de fazer um nó oito (08):


Içamento

A corda de içamento não podemos considerar a menos importante,


pois será ela que fará a força através das polias fazendo com que a
escada aumente o seu cumprimento, e consequentemente alcance a
altura desejada, portanto a mesma deve estar bem fixada para que
não corra o risco de soltar no momento que ela estiver sendo
esticada.

Também devemos observar as especificações da escada; quantos


quilos ela comporta e quanto é a altura máxima que ela atinge
quando estiver estendida. Por exemplo uma escada é 3,6 metros
fechada, quando estiver estendida possui 5 metros, ou seja 1,4
metros é a margem de segurança que os dois corpos da escada
estarão em contato, este motivo é justamente para que não ocorra o
desencaixe dos dois corpos da mesma. Em relação à especificação
do peso (massa) que ela comporta, se aplicarmos um peso acima
do limite poderá vir a quebrar. Em relação a conservação também
é muito algo importante, e que devemos ficar atentos, a maioria das
escadas com o passar dos anos tendem a ressecar o seu material e
acabam se tornando um material poroso e quebradiço.

Instalação da corda de icamento:


Corda de amarração

A corda de amarração é aquela que irá ser fixada próximo ao topo


da escada e depois de instalada por completo servirá de ancoragem
da escada no poste ou estrutura.
Como instalar a corda de amarração:

Como usar a corda de amarração

Anteriormente foi visto a instalação da corda de amarração, e na


sequencia veremos o que fazer com esta corda, as figuras abaixo
demonstram que poderemos laçar o poste ou uma estrutura a partir
do solo, ou seja, não terá a necessidade do trabalhador escalar a
escada para fazer este procedimento.
Usando a corda de amarração:
Amarração inferior

A escada precisa ser amarrada na parte inferior, e é isto garantira


uma maior estabilidade evitando que ela não tombe para um dos
lados, ou até mesmo se ela estiver em um piso escorregadiço. Este
procedimento pode ser feito com cordas, mas podemos usar uma
fita que serve esta finalidade.

Fita de amarração:
Linha de vida

Podemos considerar a linha de vida como sendo um dos elementos


mais importantes, e que garantira a segurança do trabalhador em
caso de queda. Porém é importante entendermos que a linha de vida
faz parte de um conjunto de procedimentos, e o trabalhador não
está seguro somente com a linha de vida. Supondo que a escada
não esteja amarrada com as amarras superior e inferior, e a mesma
possuir uma linha de vida, e um trabalhador fará uso da mesma,
então caso ele venha sofrer uma queda a escada cairá sobre o
mesmo. Então como comentamos a linha de vida é faz parte de um
conjunto de procedimentos.

Amarração da linha de vida na parte superior:


Amarração da linha de vida na parte Inferior:

Agora temos a escada com todas as amarras e linha de vida e


podemos usar os demais equipamentos de segurança para fazer a
escalada.
Nota: Cada caso ou situação envolve a avaliação preliminar de
riscos e não podemos tratar todos procedimentos abordados acima
como padrão, mas que podemos usar como um direcionamento no
que consiste para amarração de escada e linha de vida.

Interesses relacionados