Você está na página 1de 1

2.3.

Homebanking
24 por cento No que se refere aos serviços de homebanking disponibilizados pelas
utilizam o instituições de crédito, 24 por cento dos entrevistados afirmam utilizar
III
homebanking este meio para gerir a conta bancária. Entre os entrevistados, 61 por
46 cento conhecem mas não utilizam o homebanking e 15 por cento referem
desconhecer este serviço.
BANCO DE PORTUGAL | RELATÓRIO DO INQUÉRITO À LITERACIA FINANCEIRA DA POPULAÇÃO PORTUGUESA | 2010

Na região de Lisboa e Vale do Tejo a utilização da Internet para gestão


de conta é superior à média nacional (39 por cento versus 24 por cento).
Os resultados evidenciam também uma maior utilização da Internet pelas
pessoas mais jovens, especialmente na faixa etária dos 25 aos 39 anos
(39 por cento).
As principais razões invocadas pelos que conhecem o serviço de home-
banking para a sua não utilização são: a preferência pelo Multibanco
(27 por cento); a dificuldade em lidar com a tecnologia (19 por cento);
a desconfiança relativamente às condições de segurança (19 por cento);
a falta de acesso regular à Internet (18 por cento); e a preferência pelo
contacto ao balcão (15 por cento).

Gráfico III.2.3.1

CONHECIMENTO E UTILIZAÇÃO DO HOMEBANKING

Questão: C8; Base: 1.742 entrevistados

Gráfico III.2.3.2

RAZÃO PARA A NÃO UTILIZAÇÃO DO HOMEBANKING

Questão: C10; Base: 1.052 entrevistados

Interesses relacionados