Você está na página 1de 76

OFICIAL

ANO XXIX PORTO VELHO-RO QUARTA-FEIRA, 14 DE NOVEMBRO DE 2012 N° 2099 CADERNO PRINCIPAL

www.diof.ro.gov.br imprensaoficial@diof.ro.gov.br
Atos do Executivo
SUMÁRIO
SUMÁRIO
Governadoria ..................................................01 do Estado, passam a vigorar com a seguinte
Sec. de Estado do Planejamento............... GOVERNADORIA redação:
Sec. de Estado da Administração..............37
Sec. de Assistência Social........................... LEI COMPLEMENTAR N. 683, DE 14 DE “CAPÍTULO II
Secretaria do Estado de Saúde..................38 NOVEMBRO DE 2012. DAS COMARCAS DE ARIQUEMES,
Secretaria de Estado de Educação.............51 CACOAL, GUAJARÁ-MIRIM, JARU, OURO
Sec. de Est. da Seg., Defesa e Cidadania...52 Altera o § 8º do artigo 10 da Lei Complementar PRETO DO OESTE, PIMENTA BUENO,
Sec. de Estado de Justiça.............................. nº 413, de 28 de dezembro de 2007, que “Institui o ROLIM DE MOURA E VILHENA
Defensoria Pública .........................................57 Plano de Classificação de Cargos e Salários dos
Secretaria de Estado de Finanças...............58 Servidores da Secretaria de Estado de Justiça e Art. 108-A ....................................................
Se c . de E s tad o do Des en v o l v i m en to dá outras providências”.
Econômico e Social.........................................60 I – 3 (três) varas criminais, de competência
Sec. de Estado da Agricultura, Pecuária e O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: genérica, 1ª (primeira), 2ª (segunda) e 3ª (terceira),
Regularização Fundiária............................... Faço saber que a Assembleia Legislativa cabendo cumulativamente: (NR)
Sec. de Estado dos Esportes da Cultura e decreta e eu sanciono a seguinte Lei
Do Lazer............................................................60 Complementar: ....................................................................
Sec. de Estado do Desenvolv. Ambiental..60
Emater..............................................................63 Art. 1° O § 8º, do artigo 10, da Lei Complementar TÍTULO V
Prefeitura Municipal da Capital.... ..............73 nº 413, de 28 de dezembro de 2007, que “Institui o DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E
Prefeituras Municipais do Interior ............74 Plano de Classificação de Cargos e Salários dos TRANSITÓRIAS
Camaras Municipais do Interior.................. Servidores da Secretaria de Estado de Justiça e
Institutos Municipais.................................... dá outras providências”, passa a vigorar com a CAPÍTULO ÚNICO
Ineditoriais......................................................75 seguinte redação: DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E
TRANSITÓRIAS
“Art.10.............................................................
.......................................................................
.......................................................................
Art. 141. As varas já existentes ficam mantidas
§ 8º. A indenização a servidores, ou não, que e são criadas mais as seguintes:
ministrarem aulas para os servidores do Sistema
Penitenciário e Socioeducativo, durante o Curso .......................................................................
CONFÚCIO AIRES MOURA de Formação Básica ou de Capacitação, terá o
Governador
valor de 2% (dois por cento) para Técnico de Nível III – na comarca de Ariquemes:
MARCO ANTÔNIO DE FARIA Médio e de 3% (três por cento) para Técnico de
Secretário Chefe da Casa Civil Nível Superior, ambos baseados no Vencimento .......................................................................
do Cargo de Agente Penitenciário de 1ª Classe,
WILSON DIAS DE SOUZA
Diretor de Imprensa Oficial Nível 01, ou valor estabelecido no convênio.” c) 1 (uma) vara criminal genérica (terceira);
(AC)
MATÉRIAS PARA PUBLICAÇÃO Art. 2º. Esta Lei Complementar entra em vigor na
data de sua publicação. .......................................................................
RECEBIMENTO DE MATÉRIAS: Diariamente, das 07h30min às
13h30min De 2ª a 6ª feira Palácio do Governo do Estado de Rondônia, § 3º. Fica criado 1 (um) cargo de juiz de direito
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. para provimento na vara prevista no inciso III, letra
OBSERVAÇÃO: As matérias encaminhadas para publicação
deverão estar formatadas rigorosamente de acordo com as c deste artigo.” (AC)
normativas expedidas por este Departamento de Imprensa CONFÚCIO AIRES MOURA
Oficial, disponível para consulta no site www.diof.ro.gov.br, Governador Art. 2º. Os cargos auxiliares para atendimento
link “Norma de Publicação”. à 3º Vara Criminal da Comarca de Ariquemes
LEI COMPLEMENTAR N. 684, DE 14 DE deverão ser criados por meio de lei ordinária
DO TEXTO: A revisão de textos é de inteira responsabilidade do
órgão/cliente emitente. NOVEMBRO DE 2012. específica.

PUBLICAÇÃO: A Imprensa Oficial do Estado de Rondônia tem Dá nova redação e acrescenta dispositivos Art. 3º. Esta Lei Complementar entra em vigor
o prazo de 03 (três) dias úteis para a publicação de qualquer na data de sua publicação.
matéria, a partir da data do seu recebimento. na Lei Complementar nº 94, de 3 de novembro de
1993 – Código de Organização e Divisão Judiciária
RECLAMAÇÃO: Deverá ser encaminhada por escrito à Diretoria do Estado de Rondônia, e dá outras providências. Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
da Imprensa Oficial do Estado de Rondônia, no prazo máximo em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
de (05) dias úteis, após a sua publicação.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Diretoria, Administração e Parque Gráfico: Faço saber que a Assembleia Legislativa CONFÚCIO AIRES MOURA
decreta e eu sanciono a seguinte Lei Governador
Rua Antônio Lacerda, nº 4228-A Complementar:
Bairro Embratel - Setor Industrial. LEI COMPLEMENTAR N. 685, DE 14 DE
Porto Velho - RO Art. 1º. Os dispositivos a seguir enumerados NOVEMBRO DE 2012.
CEP: 76.821-038
da Lei Complementar nº 94, de 3 de novembro de
Fone: (69) 3216-5728 1993, e as respectivas alterações, que dispõem Cria o Sistema Estadual de Defesa do
sobre o Código de Organização e Divisão Judiciária Consumidor – SISDEC, o Conselho Estadual
2 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

de Defesa do Consumidor - CONDECON, a VI – pr omover atividades e eventos que § 4º. Para cada membro efetivo será indicado
Coordenadoria do Programa Estadual de contr ibuam par a orientação e proteção do um suplente que assumirá, com direito a voto, na
Proteção e Def esa do Consu midor – consumidor; ausência ou impedimento do titular.
PR OCON/RO e a Com issão Estadual
Permanente de Normatização - CEPN. VII – elaborar seu Regimento Interno; § 5 º. Será dispensado do CONDECON o
Conselheiro que, sem motivo justificado, deixar de
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: VIII – aprovar, firmar e fiscalizar o cumprimento comparecer a 3 (três) reuniões consecutivas ou
Faço saber que a Assembleia Legislativa de convênios e contratos como representante do 6 (seis) alternadas, no período de 1 (um) ano.
decreta e eu sanciono a seguinte Lei Estado de Rondônia, objetivando atender ao
Complementar: disposto no inciso IV deste artigo; § 6º. Os órgãos e entidades relacionadas neste
art igo poder ão, a qualquer tem po, propor a
CAPÍTULO I IX - examinar e aprovar projetos relativos à substituição de seus respectivos representantes,
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS r econstituição, r epar ação, preser vação e par a com pletar o mandato, obedecendo ao
prevenção a danos, bens ou inter esses do disposto no § 2º deste artigo.
Art. 1º. Esta Lei Complementar dispõe sobre a consumidor; e
organização do Sistema Estadual de Defesa do § 7º. As funções de membros do Conselho
Consumidor – SISDEC, nos termos do artigo 5º, X – aprovar e publicar a prestação de contas Estadual de Defesa do Consumidor - CONDECON
inciso XXXII e do art igo 170, inciso V, da anual do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor não serão remuneradas, sendo seu exercício
- FUNDEC, sempre na segunda quinzena de considerado relevante serviço à prom oção e
Constituição Federal de 1988, com a finalidade de
dezembro. representação da ordem econômica e social.
proporcionar a aplicação da Lei Federal n. 8.078,
de 1990 (Código de Defesa do Consumidor) e
Art. 4º . O Conselho é composto por
legislação pertinente à orientação, proteção e Art. 5º. As reuniões ordinárias do CONDECON
representantes do Poder Público e entidades
fiscalização das relações de consumo. serão públicas e trimestrais.
representativas assim discriminados:
Ar t. 2º. Integr am o Si stem a Estadual de § 1º. O Governador, o Promotor de Justiça do
I – um representante da Secretaria de Estado
Proteção e Defesa do Consumidor os seguintes Consumidor e o Coordenador Gerente Geral do
da Assistência Social;
órgãos: PROCON/RO poderão convocar os conselheiros
para reuniões extraordinárias.
II – o Coordenador Geral do PROCON/RO;
I – Conselho Es tadual de Defesa do
Consumidor – CONDECON; III – um representante da Secretaria de Estado § 2º. As sessões plenárias instalar-se-ão com
da Educação; a maioria de seus membros, que deliberarão pela
II – Coordenadoria do Programa Estadual de maioria dos votos dos presentes.
Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON/RO, IV – um representante da Agência Estadual de
bem como os PROCONs Regionais; Vigilância em Saúde de Rondônia; § 3º. Na ausência de quorum mínimo para a
instalação do plenário, automaticamente será
III – Comissão Estadual Per manen te de V – um representante da Secretaria de Estado convocada nova reunião, que acontecerá após
Normatização – CEPN; e de Finanças; 48 (quarenta e oito) horas com qualquer número
de participantes.
IV – Fundo Estadual de Defesa do Consumidor VI – um representante do Instituto de Pesos e
- FUNDEC. Medidas do Estado de Rondônia; § 4º. Todas as reuniões serão lavradas em
ata.
Parágrafo único. Integram o Sistema Estadual VII – um representante da Federação do
de Defesa do Consumidor o Ministério Público, o Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado § 5º. Para o desempenho das funções contidas
Juizado Especial Cível do Tribunal de Justiça do de Rondônia; no inciso V do artigo 3º desta Lei Complementar,
Estado de Rondônia, os órgãos f ederais, poder á o Conselho Estadual de Defesa do
estaduais e municipais e as entidades privadas VII I – u m repr esentante da Or dem dos Consumidor – CONDECON instalar Comissões
que se dedicam à pr oteção e def esa do Advogados do Brasil – OAB, da Seccional de específicas, de caráter transitório, instituídas por
consumidor. Rondônia; ato de seu Presidente, integradas por especialistas
de órgãos públicos e/ou privados, ligados à defesa
CAPÍTULO II IX – um repr esentante da Assembleia do consumidor.
DO CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DO Legislativa do Estado de Rondônia;
CONSUMIDOR - CONDECON CAPÍTULO III
X – um representante do Ministério Público, DA COORDENADORIA DO PROGRAMA
Art. 3º. Fica instituído o Conselho Estadual de indicado pelo Procurador-Geral; ESTADUAL DE PROTEÇÃO E DEFESA DO
Defesa do Consumidor - CONDECON com as CONSUMIDOR – PROCON/RO
seguintes atribuições: XI – um representante da Secretaria de Estado
da Saúde; e Art. 6º . F ica criada a Coor denador ia do
I – planejar, elaborar e propor a política estadual Programa Estadual de Proteção e Def esa do
de defesa do consumidor; XII – três representantes de entidades civis Consumidor – PROCON/RO, órgão da Secretaria
de Defesa do Consumidor constituídas há pelo Estadual de Assistência Social – SEAS, ou outro
II – atuar na formulação da estratégia e no menos um ano nos termos da lei civil. órgão que a vier substituir, destinado a promover
contr ole da política estadual de defesa do e implementar as ações direcionadas à educação,
consumidor; § 1º. O Presidente do Conselho Estadual de orientação, proteção, defesa do consumidor e
Defesa do Consumidor - CONDECON será eleito Coordenação da Política do Sistema Estadual de
III – estabelecer diretrizes a serem observadas pela maioria absoluta de seus membros, para um Defesa do Consumidor, cabendo-lhe:
na elaboração de pr ojetos e pr ogr am as de mandato de 1(um) ano, permitida a reeleição.
proteção e defesa do consumidor; I – coordenar e executar a política municipal
§ 2 o. Os membros do CONDECON serão
de defesa do consumidor;
indicados pelos órgãos e entidades representados
IV – administrar e gerir o Fundo Estadual de
e serão investidos nas funções de Conselheiro
Defesa do Consumidor - FUNDEC; II – fiscalizar e aplicar as sanções
por nomeação do Governador do Estado, para
administrativas previstas no Código de Defesa do
mandato de 2 (dois) anos.
V – elaborar, revisar e atualizar as normas Consumidor (artigo 56, da Lei Federal n. 8.078, de
estaduais mencionadas no artigo 55, § 1º, da Lei 1990) e Decreto Federal n. 2.181, de 1997;
§ 3º. As indicações para n om eação de
Federal n. 8.078, de 1990 (Código de Defesa do Conselheiro serão feitas pelas entidades ou
Consumidor); III – funcionar, no procedimento administrativo,
órgãos, na forma de seus estatutos.
como instância de instrução e julgamento no âmbito
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 3

de sua competência, dentro das regras fixadas Art. 9º. Os serviços auxiliares do PROCON/ IX – associações civis da comunidade;
pela Lei Federal n. 8.078, de 1990, pela legislação RO serão executados por servidores públicos de
complementar e pelo Decreto Federal n. 2.181, de carr eira, e também , por ser vidores públicos X – Receita Federal;
1997; cedidos por outr os ór gãos da Adm inistração
Pública e por estagiários de curso médio e superior. XI – conselhos de f iscalização do exercício
IV – receber, analisar, avaliar e encaminhar profissional; e
consultas, registro de ocorrências e/ou sugestões Art. 10. As funções dos serviços auxiliares
apr esentadas por entidades repr esentativas, serão definidas no Regimento Interno do PROCON/ XII - instituições de Ensino Público e Privado.
pessoas jurídicas de direito público ou privado; RO, cuja iniciati va de elabor ação será do
Coordenador Estadual. Parágrafo único. O Poder Executivo Estadual
V – prestar aos consumidores orientação poder á contr atar consórcios públicos ou
permanente sobre seus direitos e garantias; Art. 11. O Coordenador Estadual do PROCON/ convênios de cooper ação com M unicípios,
RO encaminhará ao Promotor de Justiça Estadual visando a estabelecer mecanismos de gestão
VI – informar e conscientizar o consumidor do Consumidor a notícia de fatos nos quais se associada e atuação em conjunto par a
através dos meios de comunicação; verifique, em princípio, a presença de crimes de implementação de microrregiões de proteção e
ação penal pública, ofensa a direito constitucional defesa do consumidor, nos termos da Lei Federal
VII – desenvolver palestras, campanhas, feiras, do cidadão, a interesses difusos, coletivos ou n. 11.107, de 6 de abril de 2005.
debates e outras atividades pertinentes ao direito individuais homogêneos.
do consumidor; Art. 15. Consideram- se colaboradores do
CAPÍTULO IV Sistema Estadual de Defesa do Consumidor as
VIII – atuar junto ao sistema estadual de ensino DA COMISSÃO ESTADUAL PERMANENTE DE universidades e as entidades públicas e privadas
visando à inclusão do tema “educação para o NORMATIZAÇÃO – CEPN que desenvolvam estudos e pesquisas
consumo” nas disciplinas já existentes, relacionadas ao mercado de consumo.
possibilitando a formação de uma nova mentalidade Art. 12. Fica criada a Comissão Estadual
nas relações de consumo; Permanente de Normatização – CEPN, vinculada à Art. 16. O exercício das funções de membro
Secretaria de Estado da Assistência Social – SEAS, do CONDECON e da CEPN não serão remunerados,
IX – incentivar, inclusive com r ecur sos com a finalidade de propor e revisar as normas sendo consider ados relevantes serviços à
f inanceir os e outr os pr ogramas especiais, a estaduais relativas à produção, distribuição e promoção e preservação da ordem econômica
formação de entidades de defesa do consumidor consumo de produtos e serviços, na forma do social.
pela população e pelos órgãos públicos estaduais artigo 55, § 3º, da Lei Federal n. 8.078 de 1990
e municipais; (Código de Defesa do Consumidor). Art. 17. Cabe ao Estado de Rondônia fornecer
a infraestrutura necessária para o funcionamento
X – auxiliar na f iscalização de pr eços, Parágrafo único. As propostas da Comissão dos órgãos criados por esta Lei Complementar,
abastecimento, quantidade e segurança de bens e Estadual Permanente de Normatização – CEPN respeitadas suas disponibilidades.
serviços; serão encaminhadas ao Poder Executivo Estadual
e ao Poder Legislativo Estadual, acompanhadas Art. 18. As despesas decorrentes da aplicação
XI – colocar à disposição dos consumidores dos respectivos pareceres técnicos. desta Lei Complementar correrão à conta dos
mecanismos que possibilitem informar os preços créditos pr óprios, consignados n o orçamento
dos produtos básicos; Art. 13. A CEPN ser á integrada pelos vigente, por meio da Secretaria de Estado da
representantes do Conselho Estadual de Defesa Assistência Social - SEAS.
XII – manter cadastr o atualizado de do Consumidor - CONDECON.
reclamações fundamentadas contra fornecedores Art. 19. As atr ibuiç ões dos setores e
de pr odutos e ser viços, devendo divulgá- los CAPÍTULO V competências dos dirigentes de que trata esta Lei
pública e anualmente com fulcro no artigo 44, da DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Complementar serão fixados:
Lei Federal n. 8.078 de 1990, remetendo cópia ao
Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor Art. 14. No desempenho de suas funções e I – mediante decreto do Governo do Estado,
do Ministério da Justiça – DPDC; no âmbito de suas respectivas competências, os em relação ao PROCON; e
órgãos do Sis tema Es tadual de Def esa do
XIII – expedir notificações aos fornecedores Consumidor poderão mant er convênios de II – por decisão da maioria de seus membros,
para prestarem informações sobre reclamações cooperação técnica com órgãos e entidades nos órgãos colegiados.
apr esentadas pelos consum idores e públicos e privados, tais como:
com parecer em às audiências de conciliação Art. 20. Revoga-se a Lei Complementar n. 269,
designadas, nos termos do artigo 55, § 4º da Lei I – Departamento de Proteção e Defesa do de 10 de dezembro de 2002.
Federal n. 8.078, de 1990; e Consumidor do Ministério da Justiça – DPDC;
Art. 21. Esta Lei Complementar entra em vigor
XIV – solicitar o concur so de órgãos e II – Progr am a M unicipal de Defesa do na data de sua publicação.
entidades de notória especialização técnica para Consumidor – PROCONs Municipais, onde houver,
a consecução de seus objetivos. e Ass ociações organizadas em defesa do Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
consumidor; em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
Art. 7º. Das decisões administrativas (incisos
II e III do artigo 6º desta Lei Complementar) que III – Juizados Especiais Cíveis do Tribunal de CONFÚCIO AIRES MOURA
aplicar sanção caberá recur so, sem efeito Justiça do Estado de Rondônia; Governador
suspensivo, no prazo de 10 (dez) dias, contados
da data da intimação da decisão, a um colegiado IV – Promotoria de Justiça do Consumidor, por LEI COMPLEMENTAR N. 686, DE 14 DE
formado por 3 (três) Procuradores do Estado, os meio do Ministério Público; NOVEMBRO DE 2012.
quais serão nomeados, no início de cada ano e por
período igual a 2 (dois) anos, pelo Procurador Geral V - Delegacia Estadual do Consumidor; Dispõe sobre a cr iação de car gos
do Estado de Rondônia. com issionados e ef etivos par a
VI – serviços municipal, estadual e federal de atendimento à 3ª Vara Criminal da Comarca
Art. 8º. O Coordenador Estadual e os Gerentes Vigilância Sanitária e Epidemiológica; de Ariquemes.
Regionais relacionados no Anexo único desta Lei
Complementar deverão possuir o título de Bacharel VII – Instituto Nacional de M etr ologia, O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
em Direito devidamente reconhecido pelo Ministério Normalização e Qualidade Industrial - INMETRO; Faço saber que a Assembleia Legislativa
da Educação – MEC, nomeados pelo Governador decreta e eu sanciono a seguinte Lei
do Estado de Rondônia. VIII – Instituto de Pesos e Medidas do Estado Complementar:
de Rondônia – IPEM;
4 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Art. 1º. Ficam criados os cargos constantes do Anexo único desta Lei base:
Complementar, que passam a integrar o Anexo V, quadro I e II, da Lei Complementar
n. 568/2010. I - o incremento da receita, medido pelo alcance de meta de arrecadação; e

Art. 2º. As despesas decorrentes da execução desta Lei Complementar II - o resultado da avaliação de desempenho de cada servidor, aferido pela
participação direta ou indireta na execução de atividades de competência do
correrão à conta da dotação orçamentária do Tribunal de Justiça, suplementadas,
Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia.
se necessário.
Parágrafo único. A meta de arrecadação corresponderá mensalmente ao
Art. 3º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação. incremento igual à arrecadação auferida na Guia de Recolhimento da União
(GRU).
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República. Art. 3 o . O Adicional de Incentivo à Produtividade será concedido aos
servidores do Quadro de Pessoal do Instituto de Pesos e Medidas do Estado
CONFÚCIO AIRES MOURA de Rondônia, incluindo os servidores que exercem cargos comissionados e
Governador os cedidos de outras Secretarias de Estado, de acordo com o Índice de
Desempenho Pessoal (IDP), observado o valor de R$ 800,00 (oitocentos reais)
para todos os servidores em exercício no IPEM/RO.
ANEXO ÚNICO
§ 1 o . Para a apuração do valor individual do Adicional de Incentivo à
CARGOS PARA ATENDER À 3ª VARA CRIMINAL Produtividade, o valor fixado neste artigo será identificado como Índice de
DA COMARCA DE ARIQUEMES Desempenho Pessoal (IDP).

§ 2 o. O Índice de Desempenho Pessoal (IDP) incidirá sobre o valor do


CARGO ESPECIALIDADE NÍVEL QUANTIDADE vencimento - base do cargo ocupado pelo servidor.

§ 3o. Quando a meta de arrecadação for inferior à prevista no parágrafo


PJ-DAS-3 Diretor de Cartório Superior (Bacharel 1 único do artigo 2 o, o Índice de Desempenho Pessoal (IDP), referido neste
em Direito) artigo, será aplicado, proporcional, com a redução da arrecadação.

Art. 4o. A avaliação de desempenho pessoal será apurada mensalmente e


PJ-DAS-1 Assessor de Juiz Superior (Bacharel 1 processada no 1º dia útil subsequente de cada mês.
em Direito)
Art. 5o. A avaliação de desempenho de cada servidor, ocupante de cargo
efetivo ou de cargo em comissão, terá por base a pontuação que lhe for
TÉCNICO Médio 9 atribuída no processo da avaliação de seu desempenho.
JUDICIÁRIO
§ 1o. A avaliação será processada na Ficha de Avaliação de Desempenho
que estabelece os critérios de avaliação, conforme Anexo único a esta Lei
Complementar.
TOTAL 11
§ 2o. A avaliação será realizada pela chefia imediata, a qual dará ciência do
resultado ao servidor avaliado, para apresentação de eventual recurso, que
será apreciado pelo Diretor- Presidente do Instituto de Pesos e Medidas do
LEI COMPLEMENTAR N. 687, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
Estado de Rondônia.
Dispõe sobre a revogação do parágrafo único do artigo 17 da Lei § 3o . Se houver reconsideração da avaliação, os recursos aceitos terão
Complementar n. 303, de 26 de julho de 2004. efeitos financeiros na folha de pagamento relativa ao mês subsequente ao da
decisão emitida pelo Diretor-Presidente.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Art. 6º. O resultado da avaliação de desempenho de cada servidor definirá
Lei Complementar: o Índice de Desempenho Pessoal (IDP), equivalente ao somatório das médias
de pontuação obtidas, correspondente a:
Art. 1º. Revoga parágrafo único do artigo 17 da Lei Complementar n. 303, de
26 de julho de 2004. I – em 100% (cem por cento) do valor da produtividade, quando o Índice de
Desempenho Pessoal (IDP) for superior a 32 (trinta e dois) pontos; e
Art. 2º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação.
II – em 50% (cinquenta por cento) do valor da produtividade, quando
obtiver de 31 (trinta e um) a 25 (vinte e cinco) pontos no Índice de Desempenho
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, Pessoal (IDP).
124º da República.
Parágrafo único. Não receberá pr odutividade quando o Índice de
CONFÚCIO AIRES MOURA Desempenho Pessoal (IDP) for inferior a 24 (vinte e quatro) pontos.
Governador
Art. 7 o . O servidor não poderá perceber o Adicional de Incentivo à
LEI COMPLEMENTAR N. 688, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. Produtividade quando tiver cumprido suspensão no mês em curso, mesmo
quando convertida em multa ou completar afastamento superior a 30 (trinta)
Institui o Adicional de Incentivo à Produtividade no âmbito do Instituto de dias.
Pesos e Medidas do Estado de Rondônia - IPEM /RO e dá outras
providências. § 1o. No mês da concessão das férias, o servidor perceberá a vantagem
com base na média dos valores do Adicional de Incentivo à Produtividade,
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: recebido nos 6 (seis) meses imediatamente anteriores ao período das
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte respectivas férias.
Lei Complementar:
§ 2o. As faltas serão descontadas, proporcionalmente, por dia de ausência
Art. 1o. Fica instituído no âmbito do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de ao serviço, no valor apurado do adicional devido no mês.
Rondônia - IPEM/RO, o Adicional de Incentivo à Produtividade, previsto na cláusula
sétima, itens 7.1 e 7.2 do Convênio nº 08, de janeiro de 2010, que objetiva o Art. 8o. O Adicional de Incentivo à Produtividade não tem caráter permanente
incentivo à melhoria de resultados dos trabalhos executados e à eficiência na e não se incorpora ao vencimento para fins de cálculo de quaisquer vantagens
prestação dos serviços de controle e execução das atividades de fiscalização financeiras, pagamento de indenização ou adicionais.
metrológica no Estado de Rondônia.
Art. 2o. A concessão do Adicional de Incentivo à Produtividade aos servidores Art. 9o. O valor da Produtividade poderá ser reajustado no ano subsequente
em exercício no Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia terá por ao de sua implantação, de acordo com incremento da receita do Instituto de
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 5

Pesos e Medidas do Estado de Rondônia, e a possível alteração na forma de


Descrição dos Critérios Pontuação
repasse do incentivo ao servidor em porcentagem, de acordo com a arrecadação
do Instituto de Pesos e Medidas por meio de Ato Governamental. AcE DE PE AbE Média
2.1. Conhece as atividades realizadas pela sua Unidade e
Art. 10. Os servidores federais à disposição do Instituto de Pesos e Medidas demonstra interesse em aperfeiçoar-se em sua área de
do Estado de Rondônia não farão jus à Gratificação de Produtividade de que trata atuação.............................................................................
esta Lei Complementar.
2.2. Demonstra habilidades na execução das
Art. 11. A cobertura da despesa da presente Lei Complementar ocorrerá por atividades rotineiras nos trabalhos da sua
Dotação Orçamentária pactuada no Convênio n. 008/2010, pelo Instituto Nacional unidade .....................................
de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO RJ), Programa de
Atividade PA 192087 (04122101520870000), Elemento de Despesa 331901213, 2.3. Busca ampliar os conhecimentos a serem
Fonte de Recursos 3240 - Recursos Próprios. aplicados na execução das tarefas sob sua
responsabilidade ...................
Parágrafo único. O Adicional de Incentivo à Produtividade somente terá
validade enquanto houver o efetivo repasse da referida verba de que trata o 2.4. Busca manter-se constantemente atualizado
Convênio 08/2010, celebrado entre Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia e o e participa de situações críticas independente das
INMETRO. atividades rotineiras
Art. 12. O Adicional de Incentivo à Produtividade é de caráter temporário e só 3. Iniciativa: Avalia a capacidade para buscar e indicar alternativas ou novos padrões para resolver questões,
será recebido pelos servidores que estiverem exercendo as atividades delegadas cuja solução excede procedimentos de rotina, a cooperação para inovação, demonstrando espírito crítico
do INMETRO, enquanto vigorar o Convênio 08/2010. ou senso para investigação; avalia a aptidão para tomar decisões e apresentar proposta novas, assumindo, de
forma independente, desafios, responsabilidades e liderança de trabalho.
Art. 13. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação. Descrição dos Critérios Pontuação
AcE DE PE AbE Média
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
3.1. Desenvolve tarefas que lhe são atribuídas sem
124º da República.
necessidades de cobrança
CONFÚCIO AIRES MOURA
Governador
3.2. Toma iniciativa na execução de tarefas rotineiras
ANEXO ÚNICO inerentes à sua função ou ao seu setor de trabalho

FICHA DE AVALIAÇÃO DE ÍNDICE DE


DESENPENHO PESSOAL (IDP) - 3.3. Apresenta elevado grau de iniciativa para a
INSTITUTO DE PESOS E MEDIDAS DO execução de atividades do seu setor de trabalho e
ESTADO DE RONDÔNIA. para lidar com situações
GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA
3.4. Apresenta proposta buscando soluções alternativas
para a execução de atividade do setor de trabalho e para o
Nome do Servidor Prontuário aperfeiçoamento do trabalho e de novas tarefas em sua
Unidade
Cargo Função 3.5. É criativo, demonstrando alto grau de interesse
na solução de questões que fogem à rotina de seu
Unidade de Exercício Dias de Ausência Período de trabalho, assumindo de forma independente
Avaliação desafios e responsabilidades
Conceitos: (AcE) Acima do Esperado = 10; (PE) Próximo do Esperado =7; 4. Atendimento ao Público (interno/externo): Avalia a habilidade do servidor para atender ao usuário dos
(DE) Dentro do Esperado = 8; (AbE) Abaixo do esperado= 5. serviços do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia e os integrantes da sua equipe de trabalho;
avalia seu interesse, gentileza e senso de justiça no encaminhamento de soluções para os problemas que se
apresentam no dia a dia, favorecendo o relacionamento com os usuários.
Descrição dos Critérios Pontuação
FATORES/CRITERIOS DE AVALIAÇÃO AcE DE PE AbE Média
1. Dedicação e Compromisso: Avalia a responsabilidade do servidor pelas atividades desenvolvidas no seu 4.1. Demonstra habilidade e disponibilidade para
setor, a cooperação para cumprimento da missão institucional do Instituto de Pesos e Medidas do Estado, o atender as pessoas, tratando-as com interesse e
compromisso com a realização dos trabalhos planejados, com a consecução dos objetivos esperados e com o gentileza
atendimento de metas de desempenho.
4.2. Encaminha as questões de rotina para obter
Descrição dos Critérios Pontuação solução, sugere solução para os problemas
AcE DE PE AbE Média apresentados, favorecendo o relacionamento com
1.1. Demonstra compromisso com os serviços e tarefas os usuários dos serviços do Instituto de Pesos e
de sua função e responsabilidade na execução das Medidas do Estado de Rondônia
tarefas que lhe são requeridas

1.2. Utiliza racionalmente recursos técnicos e materiais 4.3. Sua atitude favorece o relacionamento com os
disponíveis para a execução de seu trabalho de rotina usuários dos serviços da Instituto de Pesos e
Medidas do Estado de Rondônia, apresentando
disposição para o atendimento ao público interno e
1.3. É assíduo ao serviço e ou regularmente pontual
externo
4.4. Transmite confiança e reciprocidade aos
1.4. Demonstra compromisso com as atividades do setor e
usuários que necessitam de atendimento do seu
dedicação com a missão do Instituto de Pesos e Medidas do
setor de trabalho
Estado
TOTAL DE PONTOS
1.5. Demonstra visão das atividades do Pesos e Medidas dos
Estado de Rondônia, para a consecução de seus objetivos e
metas forma racional e adequada os conhecimentos Chefia Imediata / Avaliador: Servidor Avaliado:
profissionais adquiridos fora da agência

2. Conhecimento do Trabalho: Avalia o desempenho do servidor nas tarefas pelas quais é Data: / / ( ) Concordo ( )
responsável; a atualização profissional e a ampliação de seus conhecimentos por iniciativa própria ou Não Concordo
por aproveitamento de oportunidade oferecidas pela administração. Carimbo / Assinatura Data: / /
6 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

LEI N. 2.879, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. ANEXO I

Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional por superávit financeiro CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR REDUZ
até o montante de R$ 1.698.202,85 em favor da unidade orçamentária: Natureza da Fonte de
Código Especificação Valor
Secretaria de Estado de Justiça - SEJUS. Despesa Recurso

SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO 150.000,00


O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: E COORDENAÇÃO GERAL - SEPLAN
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte 13.001.06.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO ADMINISTRATIVA 4490 0100 150.000,00
DA UNIDADE
Lei:

Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional por superávit TOTAL 150.000,00

financeiro para dar cobertura orçamentária às despesas correntes e despesas


de capital, no presente exercício até o montante de R$ 1.698.202,85 (um milhão ANEXO II
seiscentos e noventa e oito mil duzentos e dois reais e oitenta e cinco centavos),
em favor da unidade orçamentária Secretaria de Estado de Justiça - SEJUS. CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR SUPLEMENTA

Natureza da Fonte de
Código Especificação Valor
Parágrafo único. O superávit financeiro indicado no caput deste artigo é Despesa Recurso
proveniente de reprogramação do saldo financeiro do exercício de 2011/2012,
DEPARTAMENTO DE ESTRADA DE RODAGEM E 150.000,00
apurado no extrato de conta 3564.040.01500351-0 – Caixa Econômica Federal, TRANSPORTES DO ESTADO DE RONDÔNIA -
conforme determinação para o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta DER
14.020.26.782.1249.1386 REALIZAR INFRAESTRUTURA DA MALHA VIARIA 4490 0100 150.000,00
– TAC – Processo n. 0020653-64.2006.822.0021 - Ação Civil Pública.

Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. TOTAL 150.000,00

Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,


124º da República. LEI N. 2.881, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.

CONFÚCIO AIRES MOURA Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional por excesso de
Governador arrecadação até o montante de R$ 3.000.000,00 em favor da unidade
orçamentária Secretaria de Estado de Justiça - SEJUS.
ANEXO I
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
CRÉDITO ADICIONAL POR SUPERÁVIT FINANCEIRO SUPLEMENTA
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
Código Especificação
Natureza da Fonte de
Valor Lei:
Despesa Recurso

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA – SEJUS 1.698.202,85 Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional por
excesso de arrecadação para dar cobertura orçamentária às despesas de
21.001.06.421.1242.1372 CONSTRUIR E AMPLIAR UNIDADES PRISIONAIS 4490 0100 598.202,85
capital, no presente exercício até o montante de R$ 3.000.000,00 (três milhões
21.001.06.421.1242.2953 ASSEGURAR O FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES 3390 0100 100.000,00
PRISIONAIS de reais), em favor da unidade orçamentária Secretaria de Estado de Justiça
4490 0100 1.000.000,00 - SEJUS.

TOTAL 1.698.202,85 Art. 2º. Os recursos necessários à execução do disposto no artigo anterior
decorrerão de excesso de arrecadação, indicado no Anexo II desta Lei e no
montante especificado.
LEI N. 2.880, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional suplementar até o
mont ante de R$ 150.000,00 em favor da unidade orçam entária: Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
Departamento de Estrada de Rodagem e Transportes do Estado de 124º da República.
Rondônia - DER.
CONFÚCIO AIRES MOURA
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Governador
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte ANEXO I

Lei:
CRÉDITO SUPLEMENTAR POR EXCESSO DE ARRECADAÇÃO SUPLEMENTA

Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional suplementar Natureza da Fonte de
Código Especificação Valor
para dar cobertura orçamentária às despesas de capital, destinados para Despesa Recurso

recuperação da estrada vicinal denominada Travessão Linha 13 com a RO 458, SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA - SEJUS 3.000.000,00
no Município de Candeias do Jamari, no presente exercício até o montante de R$ 21.001.06.421.1242.1372 CONSTRUIR E AMPLIAR UNIDADES PRISIONAIS 4490 0100 3.000.000,00
150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), em favor da unidade orçamentária
Departamento de Estrada de Rodagem e Transportes do Estado de Rondônia - TOTAL 3.000.000,00
DER.
ANEXO II
Art. 2º. Os recursos necessários à execução do disposto no artigo
anterior decorrerão de anulação parcial de dotações orçamentárias, indicados CRÉDITO SUPLEMENTAR POR EXCESSO DE ARRECADAÇÃO EXCESSO

no Anexo II desta Lei e no montante especificado. Código Especificação Tipo


Fonte de
Valor
Recurso

Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES S 3.000.000,00
1.1.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES S 3.000.000,00
1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS S 3.000.000,00
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
1.1.1.2.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA S 3.000.000,00
124º da República. 1.1.1.2.04.00 IMPOSTO SOBRE A RENDA E PROVENTOS DE S 3.000.000,00
QUALQUER NATUREZA

CONFÚCIO AIRES MOURA


Governador TOTAL 3.000.000,00
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 7

LEI N. 2.882, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. ANEXO I

CRÉDITO ADICIONAL POR SUPERÁVIT FINANCEIRO SUPLEMENTA


Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito suplementar por superávit
financeiro até o montante de R$ 1.489.447,98 em favor da unidade Natureza da Fonte de
Código Especificação Valor
Despesa Recurso
orçamentária: Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN.
DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO – 2.000.000,00
DETRAN
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte 15.020.04.122.1003.0175 EFETUAR TRANSFERENCIA VOLUNTARIA 3391 3240 2.000.000,00

Lei:
TOTAL 2.000.000,00
Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito suplementar por
superávit financeiro para dar cobertura orçamentária às despesas correntes e
despesas de capital, no presente exercício até o montante de R$ 1.489.447,98 LEI N. 2.884, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
(um milhão quatrocentos e oitenta e nove mil quatrocentos e quarenta e sete
reais e noventa e oito centavos), em favor da unidade orçamentária Departamento Declara de utilidade pública a Associação para Promoção da Vida
Estadual de Trânsito - DETRAN. Dignidade e Esperança do Ancião – PROMO-VIDA, no Município de
Ouro Preto do Oeste.
Parágrafo único. O superávit financeiro indicado no caput deste artigo é
proveniente de reprogramação do saldo financeiro do exercício de 2011, apurado O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
no extrato de conta e balanço patrimonial. Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
Lei:
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a Associação para Promoção
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, da Vida Dignidade e Esperança do Ancião – PROMO-VIDA, no Município de
124º da República. Ouro Preto do Oeste.

CONFÚCIO AIRES MOURA Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Governador
ANEXO I
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República.
CRÉDITO ADICIONAL POR SUPERÁVIT FINANCEIRO SUPLEMENTA
CONFÚCIO AIRES MOURA
Natureza da Fonte de Governador
Código Especificação Valor
Despesa Recurso

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO – 1.489.447,98 LEI N. 2.885, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.


DETRAN

15.020.06.181.1003.2617 EQUIPAR E REEQUIPAR O DETRAN 4490 3240 300.447,98 Declara de utilidade pública a entidade Pró-Menor São Daniel Comboni,
15.020.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO ADMINISTRATIVA 3390 3240 950.000,00 com sede no Município de Rolim de Moura.
DA UNIDADE
15.020.04.122.1015.2281 CONSERVAR E MANTER BENS MOVEIS E 3390 3240 114.000,00
IMOVEIS O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
15.020.04.122.1015.2282 MANTER E CONSERVAR VEICULOS 3390 3240 125.000,00
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
Lei:
TOTAL 1.489.447,98

Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a entidade Pró-Menor São Daniel
Comboni, com sede no Município de Rolim de Moura.
LEI N. 2.883, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional por superávit financeiro
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
até o montante de R$ 2.000.000,00 em favor da unidade orçamentária:
124º da República.
Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN.
CONFÚCIO AIRES MOURA
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Governador
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
Lei: LEI N. 2.886, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.

Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional por superávit Declara de utilidade pública a Associação dos Vigilantes do Município
financeiro para dar cobertura orçamentária às despesas correntes, no presente de Cacoal – ASSVIC, com sede no Município de Cacoal.
exercício até o montante de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), em favor da
unidade orçamentária Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
Parágrafo único. O superávit financeiro indicado no caput deste artigo é Lei:
proveniente de reprogramação do saldo financeiro do exercício de 2011, apurado
Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a Associação dos Vigilantes do
no extrato de conta e balanço patrimonial.
Município de Cacoal – ASSVIC, com sede no Município de Cacoal.

Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República. 124º da República.

CONFÚCIO AIRES MOURA CONFÚCIO AIRES MOURA


Governador Governador
8 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

LEI N. 2.887, DE 14 DE NOVEMBRO DE LEI N. 2.890, DE 14 DE NOVEMBRO DE e quatorze centiares), de propriedade da empresa
2012. 2012. Transportadora Giomila Ltda, ambos no Município
de Vilhena.”
Declara de utilidade pública a Associação Declara de utilidade pública a União dos
Esporte Clube Seringueiras Sombra da Blocos de Rua do Carnaval de Rondônia – Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua
Mata, no Município de Seringueiras. UNIBLOCOS, com sede no Município de publicação.
Porto Velho.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
Faço saber que a Assembleia Legislativa O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Faço saber que a Assembleia Legislativa
decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CONFÚCIO AIRES MOURA
Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a Governador
Associação Esporte Clube Seringueiras Sombra Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a
da Mata, com sede administrativa na Linha 123, União dos Blocos de Rua do Carnaval de Rondônia LEI N. 2.893, DE 14 DE NOVEMBRO DE
km 02, Zona Rural, na cidade de Seringueiras, – UNIBLOCOS, com sede no Município de Porto 2012.
com foro jurídico na Comarca do Município de São Velho.
Miguel do Guaporé. Altera dispositivos da Lei n. 2.725, de 27
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua de abril de 2012.
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
publicação. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, Faço saber que a Assembleia Legislativa
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, 124º da República. decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
CONFÚCIO AIRES MOURA Art. 1º. A Lei nº 2.725, de 27 de abril de 2012,
CONFÚCIO AIRES MOURA Governador passa a vigorar com os dispositivos a seguir, assim
Governador alterados:
LEI N. 2.891, DE 14 DE NOVEMBRO DE
LEI N. 2.888, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. “Institui a Medalha do Mérito Desportivo Dr.
2012. César Augusto de Carvalho Queiroz.
Declara de utilidade pública a Igr eja
Declara de Utilidade Pública a Associação Evangélica Pentecostal dos Últimos Dias Art. 1º. Fica instituída a Medalha do Mérito
dos Mototaxistas de Ariquemes – AMOTA, Templo da Fé, com sede no Município de Desportivo Dr. César Augusto de Carvalho Queiroz,
com sede no Município de Ariquemes. São Francisco do Guaporé. a ser concedida anualmente pelo Governador do
Estado a pessoas ou entidades cujos trabalhos
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: ou ações mereçam especial destaque na defesa
Faço saber que a Assembleia Legislativa Faço saber que a Assembleia Legislativa e promoção do desporto rondoniense.
decreta e eu sanciono a seguinte Lei: decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
.......................................................................
Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a
Associação dos Mototaxistas de Ariquemes – Igreja Evangélica Pentecostal dos Últimos Dias Art. 2º. ...........................................................
AMOTA, com sede no Município de Ariquemes. Templo da Fé, com sede no Município de São
Francisco do Guaporé. ........................................................................
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua
publicação. Art. 2°. Esta Lei entra em vigor na data da sua II – centrando em forma circular, de um lado o
publicação. brasão do Estado de Rondônia e do outro lado a
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, efígie do Dr. César Augusto de Carvalho Queiroz,
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. Palácio do Governo do Estado de Rondônia, circulando a expressão “Mérito Desportivo”.”
em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
CONFÚCIO AIRES MOURA Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua
Governador CONFÚCIO AIRES MOURA publicação.
Governador
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
LEI N. 2.889, DE 14 DE NOVEMBRO DE
LEI N. 2.892, DE 14 DE NOVEMBRO DE em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
2012.
2012.
CONFÚCIO AIRES MOURA
Declara de utilidade pública a Associação
Altera dispositivo da Lei n. 2.644, de 13 de Governador
dos Taxistas de Ariquemes e Região –
dezembro de 2011.
ATAR, c om sede no Mu nicípio de
LEI N. 2.894, DE 14 DE NOVEMBRO DE
Ariquemes.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: 2012.
Faço saber que a Assembleia Legislativa
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Cria o Pr ogr am a Em er gencial de
Faço saber que a Assembleia Legislativa
Transferência de Renda, no âmbito da
decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º. O inciso II, do parágrafo único, do artigo Política de Su per ação da Pobr eza e
1º, da Lei n. 2.644, de 13 de dezembro de 2011, Err adicação da Extr ema Pobr eza, no
Art. 1º. Fica declarada de utilidade pública a
que autorizou o procedimento de permuta de Estado de Rondônia, pr ovocada por
Associação dos Taxistas de Ariquemes e Região
imóveis entre o Estado de Rondônia e a empresa processos de r elocação de f am ílias
– ATAR, com sede no Município de Ariquemes.
Transportadora Giomila Ltda, no Município de retiradas da Flona Bom Futuro.
Vilhena, passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
publicação.
“Art. 1º............................................................ Faço saber que a Assembleia Legislativa
decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
........................................................................
em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
Art. 1º Fica criado o Programa Emergencial de
II - Lotes ns. 70 (setenta) e 71 (setenta e um), Transferência de Renda, no âmbito da Política de
CONFÚCIO AIRES MOURA
do setor 54 (cinquenta e quatro), com área total Superação da Pobreza e Erradicação da Extrema
Governador
medindo 7,2314 (sete hectares, vinte e três ares Pobreza, no Estado de Rondônia, por meio do Plano
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 9

Futuro para atender a população retirada da Flona Art. 6º Os r ecursos financeir os serão Art. 13 As despesas relacionadas ao Programa
Bom Futuro do Distrito de Rio Pardo, Município de transfer idos pela Secr etar ia de Estado de correrão à conta de dotações orçamentárias da
Porto Velho-RO, com a finalidade de reduzir de Assistência Social - SEAS diretam ente ao Secretaria de Estado da Assistência social e
f or ma sustentada os índices de pobreza da beneficiário, através de ordem bancária. estar ão condicionadas às di sponibilidades
população r ural retirada, em obediência aos orçamentárias e financeiras.
dir eitos humanos, garantindo a alimentação, Art. 7º Os benef ícios ser ão pagos
moradia e a iniciativa de geração de trabalho e mensalmente, obedecendo ao calendário de Art. 14 Esta Lei entra em vigor na data de sua
renda, até que o Estado proceda à relocação pagam entos est abelecido no regulamento publicação.
destas famílias para seus lotes. especifico de cada processo.
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
§ 1º Para os fins de atendimento a esta Lei, Art. 8° As famílias atendidas pelo Programa em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
entende- se com o processo de relocação, o per manecer ão com os benefícios liber ados,
procedim ento de ampar o assisten cial de m ensalm ente, para pagam ento pelo período CONFÚCIO AIRES MOURA
recolocação destinado às famílias que f oram estabelecido, salvo na ocorrência das seguintes Governador
retiradas da área da Flona Bom Futuro e estão à situações:
espera de outra colocação e que se encontram LEI N. 2.895, DE 14 DE NOVEMBRO DE
em situação pessoal, familiar ou comunitária de I- descumprimento de responsabilidades e 2012.
vulnerabilidade social. condicionalidades do Progr ama previsto na
r egulam entação para cada processo de Autoriza o Poder Executivo a transferir,
§ 2º Para os efeitos desta Lei, entende-se por reassentamento; m ediante doação, as edificações
família a unidade nuclear composta por um ou mais pertencentes ao Es tado de Rondônia,
indivíduos, eventualmente ampliada por outros II - comprovação de fraude ou prestação realizadas nas instalações do Terminal
indivíduos que tenham laços consanguíneos ou deliberada de informações incorretas, quando do Rodoviário no Município de Guajará-Mirim.
afetivos e que contribuam para o rendimento da cadastramento ou atualização cadastral;
unidade familiar ou tenham suas despesas O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
atendidas por aquela unidade familiar, moradores III - desligam ento por ato voluntár io do Faço saber que a Assembleia Legislativa
de um mesmo domicílio. beneficiário ou por determinação judicial; decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Ar t. 2° O Programa Em er gencial de IV - alteração cadastral na f am ília, cuja Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a
Transferência de Renda tem como objetivos: modificação implique a inadequação ao do objetivo transfer ir, mediante doação, as edif icações
do programa; e pertencentes ao Estado de Rondônia contidas no
I – transferir renda para a família em processo Terreno de propriedade do Município de Guajará
de relocação como garantia dos direitos humanos, V – não aceitar ser inserido nos Programas Mirim, localizado na Avenida Balbino Maciel s/n
à alimentação, à moradia, a iniciativas de geração de Geração de Renda. com Avenida XV de Novembro, lote único, quadra
de trabalho e renda; 77, setor II, com área de terreno de 10.000,00 m²
§ 1º No caso de regularização do cumprimento (dez mil metros quadrados), perímetro urbano, onde
II - proporcionar às f amílias beneficiárias das condições do Programa, o pagamento do está localizado o Terminal Rodoviário do Município,
condições para a realização de suas trajetórias benefício será automaticamente restabelecido, cadastrado no acervo patrimonial do Estado de
de vida com maior autonomia e dignidade; e sem direito a benefício retroativo. Rondônia sob o n. 1.435.

III - contribuir par a a dinam ização das § 2º Uma vez beneficiada pelo programa, a Art. 2º. As Edificações doadas por esta Lei
economias locais, em particular nas localidades família não poderá se beneficiar em outro processo serão destinadas especificamente para utilização
que concentram a maior parte das famílias em de reassentamento, salvo nas hipóteses em que como Terminal Rodoviário do Município de Guajará-
processo de assentamento ou reassentamento. o Estado de Rondônia não seja o agente causador Mirim.
da ação de retirada.
Ar t. 3° Serão beneficiárias do Pr ograma Art. 3º. A doação será efetuada sob a condição
somente famílias retiradas da Flona Bom Futuro e Art. 9º São condições para participação do de ser o referido bem utilizado, exclusivamente,
que estejam em pr ocesso de r elocação, em Programa: para atender a necessidade e ao interesse público,
situação de pobreza e pobreza extrema, nos ficando revertido ao Patrimônio do Estado, em caso
termos e definições previstos nesta Lei e que I – estar comprovadamente em processo de de desvio de finalidade de sua utilização.
tenham sido cadastradas pela SEAS, na busca relocação originado da Flona Bom Futuro;
ativa realizada. Art. 4º. A Procuradoria Geral do Estado adotará
II - não ter outra renda que garanta a sua as m edidas necessárias ao cumprim ento da
Art. 4º A Secretaria de Estado de Assistência subsistência; e presente Lei, no que se refere à transferência do
Social – SEAS será a responsável pela seleção, r espectivo imóvel per ante os Cartór ios
inclusão, monitor am ento e exclusão dos III - ser cadastrado pela SEAS no Programa competentes.
beneficiários, observando todos os preceitos Busca Ativa Porta a Porta quando retirado da Flona
insertos nesta Lei. Bom Futuro. Art. 5°. Esta Lei entra em vigor na data da sua
publicação.
§ 1º O benefício será concedido por prazo Art. 10 As famílias beneficiárias do Programa
determinado, o qual não ultrapassará 12 (doze) serão priorizadas na gestão de oportunidades Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
meses. econômicas e sociais a serem coordenadas pelo em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
Governo de Rondônia.
§ 2º Cabe à SEAS delimitar esse período após CONFÚCIO AIRES MOURA
análise de cadastro e necessidade da família, bem Art. 11 O Termo de Adesão será o instrumento Governador
como indicar o período no Termo de Adesão. utilizado para formalizar a adesão das famílias ao
progr am a, estabelecendo os compr om issos
LEI N. 2.896, DE 14 DE NOVEMBRO DE
Art. 5° O valor do benef ício, pago assumidos pelo ente na gestão e execução do
2012.
mensalmente, será de 1 (um) salário mínimo por Programa.
família.
Dispõe sobre a criação dos cargos de
Art. 12 O Governo do Estado de Rondônia
Assessores Jurídicos e Assistentes de
Parágrafo único. O recebimento dos recursos estabelecerá a regulamentação complementar
Promot or ia para compor o Quadr o
do Programa tem caráter temporário e não gera necessária à gestão e execução do Programa,
Administrativo do Ministério Público do
direito adquirido. bem como a criação do seu comitê gestor.
Estado de Rondônia.
10 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia – IDARON e


Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Assembleia Legislativa – ALE, em conformidade com o Anexo II desta Lei.
Lei:
Art. 2º. Os recursos necessários à execução do disposto no artigo anterior
Art. 1º. Ficam criados e incorporados ao Quadro Administrativo do Ministério decorrerão de anulação parcial de dotações orçamentárias, indicados no
Público do Estado de Rondônia, instituído pela Lei nº 303, de 26 de julho de 2004, Anexo I desta Lei e no montante especificado.
10 (dez) cargos de Assessores Jurídicos, referência MP-DAS-7, e 15 (quinze)
cargos de Assistentes de Promotoria, ambos de provimento em comissão, de Art. 3º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
livre nomeação e exoneração pelo Procurador-Geral de Justiça, integrantes do
grupo Atividades de Direção e Assessoramento Superior, distribuídos conforme Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
regulamentação interna. 124º da República.

Art. 2º. Os cargos de trata esta Lei, preenchidos por servidores integrantes CONFÚCIO AIRES MOURA
do Q uadr o Administrativo ou por ocupantes sem vínculo efetivo com a Governador
Administração Pública, visam a executar, sob supervisão dos Procuradores e
ANEXO I
Promotores de Justiça, tarefas relacionadas com a atividade-meio e a atividade-
fim do Ministério Público, especificamente assessorando os Procuradores e CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR REDUZ
Promotores nas ações em que o Ministério Público for interessado, acompanhando Natureza da Fonte de
Código Especificação Valor
o andamento de processos; elaborando minutas de despachos, pareceres e Despesa Recurso
demais peças inerentes a processos judiciais e administrativos; efetuar pesquisas
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE 15.000.000,00
e formalizar estudos técnicos de natureza jurídica; além das outras atividades RONDÔNIA – ALE
ou tarefas de sua atribuição legal a serem definidas pelo Procurador-Geral de
01.001.01.122.2013.1204 CONSTRUIR O PRÉDIO DA ASSEMBLEIA 4490 0100 15.000.000,00
Justiça. LEGISLATIVA

PROCURADORIA GERAL DO ESTADO – PGE 80.253,21


Art. 3º. As despesas resultantes da execução desta Lei correrão à conta
das dotações orçamentárias consignadas ao Ministério Público do Estado de 11.003.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 80.253,21
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
Rondônia, suplementadas, se necessário.
CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO – CGE 3.139.198,59
Art. 4º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 11.005.04.122.1261.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 2.539.198,59
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
4490 0100 600.000,00
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República. COORDENADORIA DE APOIO À
GOVERNADORIA – CGAG 18.530.000,00

CONFÚCIO AIRES MOURA 11.009.04.122.1015.0114 REALIZAR PAGAMENTO DE DESPESAS DE 3390 0100 500.000,00
EXERCICIOS ANTERIORES, INDENIZACOES E
Governador RESTITUICOES

LEI N. 2.897, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. 11.009.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 3.250.000,00
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
4490 0100 1.960.000,00
Prorroga os efeitos da Lei nº 2.510, de 27 de julho de 2011 e dá outras
providências. 11.009.04.122.1119.2086 APOIAR, FOMENTAR E DESENVOLVER 3390 0100 2.180.000,00
POLITICAS DE C&T APLICADAS AO
DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA:
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte 11.009.04.122.1119.2107 INCENTIVAR COOPERACAO COM 3390 0100 500.000,00
INSTITUICOES PUBLICAS, PRIVADAS E
Lei: TERCEIRO SETOR PARA PROMOCAO DO
DESENVOLVIMENTO

Art.1°. Autoriza o Poder Executivo a prorrogar por mais 18 (dezoito meses) 11.009.04.122.1277.1020 IMPLEMENTAR A PADRONIZACAO, 3390 0100 800.000,00
os efeitos da Lei nº 2.510, de 27 de julho de 2011. SIMPLIFICACAO E OTIMIZACAO DE
PROCESSOS

Art. 2o. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, tendo seus efeitos 11.009.04.122.1277.1021 IMPLEMENTAR PROJETOS E SISTEMAS DE 3390 0100 1.450.000,00
TECNOLOGIA DA INFORMACAO
retroativos a 31 de agosto de 2012. 4490 0100 1.950.000,00
11.009.04.122.1277.2099 REALIZAR PESQUISAS DE QUALIDADE E 3390 0100 300.000,00
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, DESEMPENHO DOS SERVICOS PUBLICOS

124º da República. 11.009.04.128.2040.2096 FORMAR, QUALIFICAR E CAPACITAR 3390 0100 2.220.000,00


RECURSOS HUMANOS
CONFÚCIO AIRES MOURA 11.009.04.128.2040.2097 DESENVOLVER E IMPLEMENTAR PLANO DE 3390 0100 670.000,00
Governador FORMACAO, QUALIFICACAO E CAPACITACAO
DE RECURSOS HUMANOS

LEI N. 2.898, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. 11.009.04.122.2041.2092 MONITORAR, AVALIAR E ATUALIZAR 3390 0100 450.000,00
POLITICAS INTEGRADAS SETORIAIS

Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional suplementar até o 11.009.04.122.2041.2094 ASSESSORAR, IMPLEMENTAR E ATUALIZAR 3390 0100 950.000,00
PLANOS, PROJETOS E POLITICAS INTEGRADAS
montante de R$ 92.366.000,00 em favor das unidades orçamentárias
Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania - SESDEC, Fundo 11.009.04.122.2041.2095 APOIAR, CONSOLIDAR E IMPLEMENTAR 3390 0100 450.000,00
BANCO DE INDICADORES DO ESTADO
Estadual de Saúde - FES, Secretaria de Estado de Administração – SEAD,
Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia – 11.009.04.573.2041.2098 PROMOVER ACOES DE DIFUSAO E GESTAO DO 3390 0100 900.000,00
CONHECIMENTO
IDARON e Assembleia Legislativa – ALE.
SECRETARIA DE ESTADO DO
PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO GERAL – 1.352.466,83
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA: SEPLAN
Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte
13.001.04.121.2015.2079 DESENVOLVER POLITICAS PUBLICAS 3390 0100 300.000,00
Lei:
13.001.04.122.2015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 202.466,83
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional suplementar 4490 0100 50.000,00
para dar cobertura orçamentária às despesas com pessoal e despesas correntes, 13.001.19.573.2015.2978 APOIAR A POLITICA DE C.T & I DO ESTADO 3390 0100 250.000,00
no presente exercício até o montante de R$ 92.366.000,00 (noventa e dois milhões, 13.001.04.122.2015.4013 COORDENAR A IMPLANTACAO DE 3390 0100 200.000,00
DESENVOLVIMENTO REGIONAL
trezentos e sessenta e seis mil reais), em favor das unidades orçamentárias DESCENTRALIZADO
Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania - SESDEC, Fundo Estadual 4490 0100 350.000,00
de Saúde - FES, Secretaria de Estado de Administração – SEAD, Agência de
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 11

DEPARTAMENTO DE ESTRADA DE SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA -


RODAGEM E TRANSPORTES DO ESTADO DE 500.000,00 SEJUS 7.800.000,00
RONDÔNIA – DER
21.001.06.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 400.000,00
14.020.26.782.1249.1386 REALIZAR INFRAESTRUTURA DA MALHA 4490 0100 500.000,00 ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
VIARIA 4490 0100 200.000,00

DEPARTAMENTO DE OBRAS E SERVIÇOS 21.001.06.421.1242.1372 CONSTRUIR E AMPLIAR UNIDADES PRISIONAIS 4490 0100 1.000.000,00
PÚBLICOS – DEOSP 500.000,00
21.001.06.122.1015.2891 ASSEGURAR A REMUNERACAO DE PESSOAL 3190 0100 5.000.000,00
14.021.17.605.1254.1334 IMPLANTAR, AMPLIAR E MELHORAR O 3390 0100 200.000,00 ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS
SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE AGUA
21.001.06.128.1242.2894 FORMAR, QUALIFICAR E CAPACITAR 3390 0100 100.000,00
14.021.15.451.1254.1390 CONSTRUCAO DE OBRAS E SERVICOS 4490 0100 300.000,00 RECURSOS HUMANOS
PUBLICOS
21.001.06.421.1242.2953 ASSEGURAR O FUNCIONAMENTO DAS 4490 0100 200.000,00
SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA, UNIDADES PRISIONAIS
DEFESA E CIDADANIA – SESDEC 1.850.000,00
21.001.06.243.2019.1527 REALIZAR OBRAS E MELHORIAS DE 4490 0100 500.000,00
15.001.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 300.000,00 INFRAESTRUTURA
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
21.001.06.243.2019.2295 PROMOVER A RESSOCIALIZACAO DO 3390 0100 100.000,00
ADOLESCENTE
15.001.06.181.2020.1275 REALIZAR OBRAS E MELHORIAS DE 4490 0100 800.000,00
INFRAESTRUTURA
21.001.06.128.2019.2597 CAPACITAR OPERADORES DO SISTEMA 3390 0100 100.000,00
15.001.06.181.2020.2052 PROMOVER O PROGRAMA DINHEIRO DIRETO 3390 0100 50.000,00 SOCIEDUCATIVO
NA SEGURANCA PUBLICA
4490 0100 300.000,00 21.001.06.243.2019.2598 PRESTAR ASSISTENCIA MEDICA AOS 3390 0100 200.000,00
ADOLESCENTES E SERVIDORES DAS
UNIDADES DE INTERNACAO
15.001.06.181.2020.2154 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 100.000,00 SOCIOEDUCATIVA
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
SECRETARIA DE ESTADO DE AÇÃO SOCIAL –
15.001.06.181.2020.2176 PROMOVER ACOES OPERACIONAIS DE 3390 0100 100.000,00 SEAS 30.250.000,00
SEGURANCA PUBLICA
4490 0100 200.000,00 23.001.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 210.000,00
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
CENTRO DE EDUCAÇÃO TÉCNICO E 4490 0100 250.000,00
PROFISSIONAL DA ÁREA DE SAÚDE – CETAS 330.000,00
23.001.08.244.1121.2018 IMPLANTAR MECANISMO DE TRANSFERENCIA 3390 0100 450.000,00
17.033.10.122.1275.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 330.000,00 DE RENDA
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE
23.001.08.244.1121.2038 IMPLEMENTAR A POLITICA DE SEGURANCA 3390 0100 1.140.000,00
SECRETARIA DE ESTADO DO ALIMENTAR E NUTRICIONAL
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL 5.650.000,00 4490 0100 130.000,00
– SEDES
23.001.08.244.1121.2039 FORTALECER A REDE DE ASSISTENCIA SOCIAL 3340 0100 750.000,00
19.001.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 150.000,00 3350 0100 850.000,00
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE 4450 0100 680.000,00

19.001.04.122.1015.2810 MANTER O FUNCIONAMENTO DA CMR 4490 0100 50.000,00 23.001.08.244.1121.2040 IMPLANTAR REDE DE INTEGRACAO DE 3390 0100 1.550.000,00
PROGRAMAS E PROJETOS
INTERINSTITUCIONAIS
19.001.23.695.1263.1215 PROMOVER A OFERTA DE TURISMO 3390 0100 950.000,00
23.001.08.244.1121.2041 PROMOVER INCLUSAO PRODUTIVA E 3350 0100 450.000,00
19.001.23.695.1263.1218 PROMOVER ACOES DE APOIO COMERCIAL DOS 3340 0100 150.000,00 TECNOLOGICA NA AREA RURAL E URBANA
PRODUTOS TURISTICOS 3390 0100 400.000,00
3350 0100 50.000,00 4450 0100 230.000,00
4490 0100 740.000,00
19.001.04.122.1263.2315 MANTER A ADMINISTRACAO DA UNIDADE 4490 0100 50.000,00
4590 0100 300.000,00

19.001.20.543.2022.2324 EXECUTAR ACOES DE INFRAESTRUTURA 3350 0100 1.400.000,00 23.001.08.244.1121.2042 OPORTUNIZAR PARA A JUVENTUDE UMA 3350 0100 250.000,00
RURAL TRANSICAO SAUDAVEL E PRODUTIVA PARA A
3390 0100 100.000,00 VIDA ADULTA
4440 0100 50.000,00 3390 0100 1.650.000,00

19.001.20.543.2022.2336 REVITALIZAR A USINA DE CALCARIO 4490 0116 600.000,00 23.001.08.244.1121.2043 IMPLEMENTAR POLITICAS DE PROTECAO DA 3340 0100 600.000,00
INFANCIA E ADOLESCENCIA
3350 0100 1.100.000,00
19.001.16.482.2026.1546 APOIAR REGULARIZACAO FUNDIARIA 3340 0100 1.200.000,00
3390 0100 2.100.000,00
URBANA
3390 0100 50.000,00 4490 0100 1.150.000,00
4490 0100 50.000,00
23.001.08.244.1121.2046 PROMOVER MAPEAMENTO E 3390 0100 200.000,00
19.001.23.334.2038.1549 FOMENTAR A COMPETITIVIDADE 3390 0100 100.000,00 ACOMPANHAMENTO DAS FAMILIAS
EMPRESARIAL ASSISTIDAS
19.001.23.334.2038.1550 APOIAR A MICRO E PEQUENA EMPRESA 3390 0100 200.000,00
23.001.08.244.1121.2047 APOIAR AS POPULACOES TRADICIONAIS E 3350 0100 50.000,00
19.001.23.693.2038.1556 ESTIMULAR AS EXPORTACOES DE RONDONIA 3350 0100 450.000,00 RIBEIRINHOS
3390 0100 600.000,00
3390 0100 50.000,00
4490 0100 80.000,00
SECRETARIA DE ESTADO DOS ESPORTES DA 23.001.08.244.1121.2048 APOIAR E IMPLEMENTAR OS SERVICOS DE 3390 0100 1.650.000,00
CULTURA E DO LAZER – SECEL 3.238.081,37 ATENDIMENTO AO CIDADAO

20.001.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 278.081,37 23.001.08.244.1122.2054 APOIAR SERVICOS DE PROTECAO SOCIAL 4490 0100 290.000,00
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE ESPECIAL AS FAMILIAS E INDIVIDUOS

20.001.13.392.1215.1048 PROMOVER CONCURSOS PARA PRODUCAO 3390 0100 400.000,00 23.001.08.244.1122.2055 APOIAR SERVICOS DE PROTECAO SOCIAL 3390 0100 50.000,00
CULTURAL ESPECIAL DE ALTA COMPLEXIDADE
4490 0100 250.000,00
20.001.13.392.1215.1049 APOIAR MANIFESTACOES CULTURAIS 3350 0100 150.000,00
TRADICIONAIS E FESTAS POPULARES 23.001.08.244.1123.1027 REALIZAR E PARTICIPAR DE EVENTOS 3390 0100 350.000,00
3390 0100 550.000,00
23.001.08.244.1123.2045 MODERNIZAR O SISTEMA DE INFORMACAO 3390 0100 800.000,00
20.001.13.392.1215.1051 PROMOVER ACOES PARA DESENVOLVIMENTO 3390 0100 100.000,00 4490 0100 350.000,00
CULTURAL
3350 0116 350.000,00 23.001.08.244.1123.2060 REALIZAR ESTUDOS, PESQUISAS E 3390 0100 500.000,00
DIAGNOSTICOS RELATIVO NA AREA SOCIAL
20.001.13.392.1215.1065 EXECUTAR INFRAESTRUTURAS PARA 4490 0100 880.000,00
DESENVOLVIMENTO CULTURAL 23.001.08.122.1123.2081 IMPLEMENTAR A GESTAO E 3390 0100 910.000,00
OPERACIONALIZACAO DOS PROGRAMAS
20.001.27.812.1216.1038 REALIZAR EVENTOS DESPORTIVOS 3390 0100 450.000,00 4490 0100 630.000,00

20.001.27.812.1216.1525 CONSTRUIR CENTROS DE DESPORTO E LAZER - 4490 0100 80.000,00 23.001.08.244.1123.2082 REALIZAR OBRAS E MELHORIAS DE 4490 0100 280.000,00
CEDEL INFRAESTRUTURA

23.001.08.482.1211.2050 PROMOVER O ACESSO A HABITACAO URBANA 3390 0100 2.600.000,00


4490 0100 2.900.000,00
12 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

23.001.08.244.1211.2051 DESENVOLVER ACOES COMPLEMENTARES A 3390 0100 1.800.000,00 DECRETO Nº 17.261, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012
EXECUCAO DA POLITICA DE HABITACAO
4490 0100 980.000,00
Altera e acrescenta dispositivos do Decreto nº 17.162, de 08 de
SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, outubro de 2012 que dispõe sobre a vedação ao aproveitamento de
PECUÁRIA E REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – 2.850.000,00
SEAGRI crédito de ICMS proveniente de operações interestaduais nas entradas
de mercadorias cujo remetente esteja beneficiado com os incentivos
24.001.04.122.1015.2087 ASSEGURAR A MANUTENCAO 3390 0100 200.000,00
ADMINISTRATIVA DA UNIDADE fiscais que especifica, concedidos em desacordo com a legislação
24.001.20.334.2014.1086 APOIO AS ACOES DO PRONAT E DO CONSELHO 4490 0116 350.000,00 de regência do imposto.
ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL
SUSTENTAVEL
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
24.001.20.601.2024.1084 INCENTIVAR A OLERICULTURA 3390 0100 50.000,00 lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual;
24.001.20.601.2024.1159 INCENTIVAR A PRODUCAO DE ALIMENTOS 3390 0100 100.000,00
D E C R E T A:
24.001.20.601.2024.1528 IMPLEMENTAR E TECNIFICAR A 3390 0100 50.000,00
CAFEICULTURA
24.001.20.606.2026.1177 APOIAR OS SISTEMAS DE CERTIFICACAO DE 3390 0100 300.000,00 Art. 1º Passam a vigor ar, com a seguinte redação, os quadros
GARANTIA DA PRODUCAO
denominados “Data de Início” dos subitens 1.1; 2.1; 3.1 e 4.1 do Anexo Único
24.001.20.543.2026.1178 APROVEITAMENTO DE PASTAGENS 3350 0100 50.000,00 do Decreto nº 17162, de 08 de outubro de 2012:
DEGRADADAS COM SISTEMA DE PRODUCAO
INTEGRADO COM PISCICULTURA E ESSENCIAS
FLORESTAIS “
3390 0100 50.000,00
DATA DE INÍCIO
24.001.21.631.2026.1532 PROMOVER O DESENVOLVIMENTO FUNDIARIO 3390 0100 350.000,00
E AGRARIO
3390 0116 400.000,00
08/10/12
”.
24.001.20.602.2028.1162 PROMOVER RECUPERACAO DAS PASTAGENS 3390 0100 150.000,00
DEGRADADAS
Art. 2º Ficam acrescentados, com a seguinte redação, os dispositivos
24.001.20.606.2028.1172 PROMOVER ESTUDOS DA CADEIA PRODUTIVA 3390 0100 200.000,00
AGROPECUARIA adiante enumerados ao Decreto nº 17.162, de 08 de outubro de 2012:
24.001.20.602.2028.1222 PROMOVER A CADEIA PRODUTIVA DA CARNE 3390 0100 50.000,00
E DO COURO BOVINO I – a Nota Única ao Anexo Único:
24.001.20.304.2038.1163 CONTROLAR A SANIDADE DA 3390 0100 250.000,00
AGROINDUSTRIA FAMILIAR “Nota Única: entende-se pela expressão “s/BC”, sobre a base de cálculo.”;
24.001.20.661.2038.1164 IMPLANTAR AGROINDUSTRIAS 3390 0100 300.000,00
II – o item 5 ao Anexo Único do Decreto nº 17.162, de 08 de outubro de
AGÊNCIA DE DEFESA SANITÁRIA 2012:
AGROSILVOPASTORIL DO ESTADO DE 1.296.000,00
RONDÔNIA – IDARON

24.023.20.604.1218.2631 CONSOLIDAR AS ACOES DE INSPECAO E 3390 0116 1.296.000,00 Crédito DATA DE
DEFESA SANITARIA ANIMAL SUBITEM MERCADORIA BENEFÍCIO
Admitido INÍCIO.
5. ORIGEM: GOIAS
TOTAL 92.366.000,00
Carne fresca, resfriada, congelada, salgada, Crédito outorgado o equivalente à aplicação de 9%
temperada ou salmourada e miúdo (nove por cento), sobre o valor da respectiva base de
ANEXO II comestível resultantes do abate, em seu cálculo.
5.1 3% s/BC 05/11/12
próprio estabelecimento, de ave e suíno .
CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR SUPLEMENTA Obs.: Oriundo de estabelecimento frigorífico (Anexo IX, art. 11, VI, RCTE, Decreto nº 4852,
ou abatedor, na saída para comercialização 29.12.97)
Natureza da Fonte de
Código Especificação
Despesa Recurso
Valor ou industrialização.
6. ORIGEM: MATO GROSSO DO SUL
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE Crédito presumido de 100% sobre o valor do
RONDÔNIA – ALE 15.000.000,00
Aves e suínos ou produtos resultantes do seu imposto
01.001.01.122.1020.2063 ASSEGURAR A REMUNERAÇÃO PESSOAL CIVIL 3190 0100 6.1 abate, desde que produzidos neste Estado. 0% s/BC 05/11/12
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS 15.000.000,00 Lei Complementar Estadual nº 093 de 05 de
novembro de 2001 (Artigo 31)
SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA,
DEFESA E CIDADANIA – SESDEC
42.350.000,00 ”.
15.001.04.122.1015.2234 ASSEGURAR A REMUNERACAO DE PESSOAL 3190 0100 500.000,00
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS

15.001.06.181.2020.2146 ASSEGURAR A RENUMERACAO DE PESSOAL 3190 0100 29.070.000,00 III - o § 4º ao artigo 9º:
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS

15.001.06.181.2020.2147 ASSEGURAR A RENUMERACAO DE PESSOAL 3190 0100 7.750.000,00 “§ 4º Na hipótese prevista no § 3º, caberá pedido de reconsideração da
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS
exigência deste Decreto, devidamente instruído com os documentos em que
15.001.06.182.2020.2148 ASSEGURAR A RENUMERACAO DE PESSOAL 3190 0100 900.000,00 se fundamentar, dirigido ao Gerente de Fiscalização e protocolizado na na
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS
repartição fazendária de jurisdição do interessado.”;
15.001.06.182.2020.2153 ASSEGURAR AUXILIO ALIMENTACAO E 3390 0100 200.000,00
FARDAMENTO
Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
FUNDO ESTADUAL DE SAÚDE – FES 25.150.000,00

17.012.10.122.1015.2234 ASSEGURAR A REMUNERACAO DE PESSOAL 3190 0100 25.150.000,00


Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 13 de novembro de 2012,
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS 124º da República.
SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO
– SEAD 10.000.000,00 CONFÚCIO AIRES MOURA
Governador
22.001.04.122.1015.2234 ASSEGURAR A REMUNERACAO DE PESSOAL 3190 0100 10.000.000,00
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS
BENEDITO ANTÔNIO ALVES
AGÊNCIA DE DEFESA SANITÁRIA
AGROSILVOPASTORIL DO ESTADO DE 3.796.000,00
Secretário de Estado de Finanças
RONDÔNIA – IDARON

24.023.20.604.1218.2234 ASSEGURAR A REMUNERACAO DE PESSOAL 3190 0100 3.796.000,00


WAGNER GARCIA DE FREITAS
ATIVO E ENCARGOS SOCIAIS Secretário-Adjunto de Estado de Finanças

ACYR RODRIGUES MONTEIRO


TOTAL 92.366.000,00
Coordenador-Geral da Receita Estadual
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 13

DECRETO N.17.262, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. b) Programa de Cooperação Empresarial e Inovação;

Acrescenta dispositivos ao Decreto n. 14.561, de 14 de setembro de c) Programa de Atração de Investimento Internacional;


2009 e dá outras providências.
d) Programa de Integração e Cooperação Internacional; e
O GOVERNADORDO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuiçõesquelhe
confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual, e) Programa Exporta Rondônia.”

D E C R E T A: Art. 2° A Seção VI, do Capítulo III, do Decreto n. 14.561, de 14 de setembro


de 2009, passa a vigorar acrescido das Subseções IV e V, com a seguinte
Art. 1º O artigo 1°, do Decreto n. 14.561, de 14 de setembro de 2009, que redação:
“Regulamenta a estrutura básica e estabelece as competências da Secretaria de
Es tado do Desenvolvimento Econômico e Social – SED ES, e dá outr as “Subseção IV
providências”, passa a vigorar acrescido pelos incisos com a seguinte redação: Da Coordenadoria de Regularização Fundiária Urbana

“Art. 1° .......................................................................................................... Art. 23-A À Coordenadoria de Regularização Fundiária Urbana, compete:

...................................................................................................................... I – formular e executar políticas, estratégias, planos, programas e projetos


governamentais voltados à organização, modernização e consolidação da
IX – adotar providências necessárias na administração das Terras Urbanas gestão das Terras Urbanas do Estado, com a finalidade de promover sua
das F azendas Públicas Estaduais, com a f inalidade de pr om over sua regularização, bem como sua legítima destinação;
regularização, bem como sua legítima destinação;
II –praticar atos de controle, administração e gerenciamento no âmbito da
X – celebrar convênios com os Municípios para prestação de consultoria Coordenadoria;
técnica em planos, programas e projetos de regularização fundiária com foco no
desenvolvimento urbano; III –desenvolver ações de gestão, acom panhamento e avaliação
permanente das ações governamentais voltadas ao desenvolvimento do
XI – indicar ao órgão f ederal competente as áreas que apresentem Programa de Regularização Fundiária das terras urbanas de Rondônia;
características que recomendem a desapropriação por interesse social, para
fins de regularização urbana; IV-implementar instrumentos de cooperação técnica e jurídica para
promoção da regularização fundiária;
XII – adotar os procedimentos necessários, com o fim de promover amigável
ou judicialmente desapropriação por necessidade ou utilidade pública, tendo em V-adotar os procedimentos necessários com o fim de promover amigável
vista a execução da política urbana do Estado, solicitando prévia delegação de ou judicialmente desapropriação por necessidade ou utilidade pública tendo
poderes da autoridade federal competente, quando se tratar de desapropriação em vista a execução da política urbana do Estado, solicitando prévia delegação
por interesse social para fins de reforma urbana; de poder es da autor idade f ederal com petente, quando se t r atar de
desapropriação por interesse social para fins de reforma urbana;
XIII – legitimar atendendo à legislação pertinente bem como o procedimento
adequado à posse do ocupante de terra pública estadual urbana que tenham VI- pr omover a organização e a legalização dos assentam entos
abrigo a residência familiar, concedendo-lhe o título definitivo que faz jus na subnormais, priorizando a população de baixa renda;
dimensão da lei federal;
VII –executar medidas visando à racional ocupação dos núcleos urbanos,
XIV – organizar e manter o cadastro territorial urbano do Estado nas áreas de inibindo a especulação imobiliária;
atuação da Coordenadoria, conforme os processos administrativos;
VIII –orientar, incentivar e desenvolver em parceria com demais instituições
XV –planejamento estratégico em nível de mercado, comércio exterior e públicas ou privadas, estudos e projetos que objetivem o aproveitamento
relações internacionais para o Estado; racional das terras urbanas do Estado de Rondônia;

XVI –assessoramento em assuntos internacionais e de comércio exterior, IX –manter articulação institucional com as demais esferas de Governo e
assessorando direta e imediatamente o Governador do Estado e os demais órgãos iniciativa privada, para consecução das ações pactuadas;
do Poder Executivo Estadual;
X –subsidiar o Secretário em sua área de competência;
XVII –promover ações que visem a atrair novos empreendimentos para o XI –elaborar relatórios na sua área de competência;
Estado e promover a modernização e o desenvolvimento das empresas já
instaladas, visando à competitividade e à expansão dos negócios no mercado XII –promover a análise de desempenho e estabelecer medidas de
externo; racionalidade na administração e gerência dos recursos postos à sua
disposição; e
XVIII – promover a realização de eventos de interesse da economia
rondoniense no país e no exterior, e participar de eventos da mesma natureza XIII - regularizar áreas pertencentes ao Estado de Rondônia localizadas
promovidos por outros agentes; no município de Porto Velho.

XIX –promover ações visando ao inter-relacionamento comercial, financeiro Art. 23-B A Coordenadoria de Regularização Fundiária Urbana – COREFUR
e técnico da economia rondoniense com o mercado internacional e prestar tem a seguinte estrutura:
assessoramento às demais áreas do Governo em Assuntos Internacionais;
I - Coordenação Geral, com o cargo de Coordenador de Regularização
XX –coordenar as relações institucionais do Estado de Rondônia com Fundiária Urbana;e
organismos multilaterais de fomento, tais como: Banco Mundial, BID, CPLP, ONU,
CAFetc; e II –Gerência Técnica.

XI –orientar e apoiar a implementação de planos, programas e projetos para a Art. 23-C À Gerência Técnica, compete:
melhoria da capacitação, competitividade e inovação do empresariado rondoniense,
assim como, para a atração de investimentos internacionais e para a integração I - emitir parecer técnico sobre assuntos específicos de sua área de
e cooperação internacional no Estado de Rondônia, compreendendo: atuação, bem como, manter dados atualizados sobre as atividades de forma
a permitir a emissão de relatórios gerenciais e informes, sempre que necessário;
a) Programa de Capacitação para aCompetitividade Empresarial;
14 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

II - propor medidas corretivas, conforme legislação específica; V - coordenar os processos de apoio a programas, projetos e ações, de
cooperação internacional e de negociação de atos internacionais com
III - orientar e fiscalizar a execução das atividades de levantamento, organismos internacionais, entidades e governos estrangeiros, em conjunto
identificação e trabalhos topográficos e georreferenciamento de imóveis urbanos com os demais órgãos do Governo Estadual afins;
de propriedade do Estado de Rondônia no âmbito da regularização fundiária
urbana do Estado; VI - apoiar e subsidiar as ações de promoção da exportação de bens e
serviços brasileiros, em articulação com os demais órgãos do Governo
IV - supervisionar as atividades de levantamento, identificação dos trabalhos Estadual afins, bem como instituições públicas e privadas do Brasil e exterior;
de demarcação e titulação, de imóveis urbanos reconhecidos por convênios
firmados com as Prefeituras municipais, segundo as diretrizes traçadas pela
VII - identificar e analisar o potencial das cidades que queiram realizar
administração da COREFUR-SEDES e plano de trabalho do convênio;
Acordos de Cooperação ou Irmanamento com o Estado de Rondônia;
V - realizar vistoria para preenchimento do laudo técnico, contendo em anexo,
o registro fotográfico da atividade de campo; VIII - formalizar e operacionalizar o processo de irmanamento, Acordos de
cooperação e convênios entre outras Cidades Internacionais;
VI - elaborar parecer técnico em relação à área titulável;
IX - atuar como interlocutor do Governo e de suas entidades vinculadas
VII - elaborar as programações de vistoria técnica;
junto aos Ministérios afins.
VIII - realizar relatório circunstanciado sobre a vistoria;
Art. 23-F A Coordenadoria de Assuntos Internacionais – COINTER tem a
IX - elaborar caracterização e plotagem das áreas urbanas; seguinte estrutura:

X - avaliar, permanentemente, o desempenho da sua área de atuação,


I - Coordenação Geral, com o cargo de Coordenador de Assuntos
propondo medidas que possibilitem racionalizar as atividades, introduzindo,
sempre que conveniente ou necessário, novos métodos e técnicas de trabalho; Internacionais; e

XI - observar as normas e os procedimentos que assegurem a constante II - Gerências:


modernização dos processos de trabalho, pautando as suas ações e decisões
na observância da eficiência, na transparência e na moralidade da gestão pública;
a) Gerência de Assuntos Internacionais; e
XII - observar as normas que orientam a metodologia a ser obedecida nos
loteamentos de imóveis urbanos; b) Gerência de Projetos Especiais.

XIII - instruir processos e expedientes com dados e elementos técnicos de Art. 23-K À Gerência de Assuntos Internacionais compete:
forma a subsidiar decisões;
I - acompanhar e avaliar as políticas e iniciativas em matéria de cooperação
XIV - registrar e controlar cartas (mapas) e plantas dos imóveis vinculados
aos projetos específicos; monetária e financeira de desenvolvimento econômico;e

XV - providenciar e controlar as relações dos documentos referentes a II - acompanhar a conjuntura da economia internacional e de economias
títulos definitivos e outros, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Órgão estratégicas para o Brasil;
Estadual competente;
Art. 23-G À Gerência de Projetos Especiais compete:
XVI - promover e controlar o preenchimento dos documentos de titulação a
serem outorgados, providenciando seu encaminhamento para assinatura da
autoridade competente, e sua entrega aos seus beneficiários; e I - definição, elaboração, programação e coordenação das diretrizes
básicas e metas relacionadas com a política de internacionalização do Estado;
XVII - organizar as anotações em Livro Fundiário das titulações processadas
pelo Estado.
II - coordenação de atividades de promoção e divulgação de oportunidades
Art. 23-DDe acordo com a necessidade poderão ser suprimidos ou criados de investimentos no Estado;
novos Projetos, devendo ser observada a sustentabilidade econômica, financeira
e social do Programa de Regularização Fundiária Urbana do Estado de Rondônia. III - promoção e fomento de atividades industriais, comerciais e de prestação
de serviços voltadas para a geração de emprego e renda no Estado;
Subseção V
Da Coordenadoria de Assuntos Internacionais – COINTER
IV - coordenação, no âmbito de sua competência e em articulação com os
Art. 23-E À Coordenadoria de Assuntos Internacionais, compete: diversos órgãos Estado, na elaboração de pesquisas, planos, programas,
capacitação, e projetos com vistas à promoção, internalização e consolidação
I - subsidiar os órgãos do Governo Estadual e suas atividades vinculadas, em de investimentos, voltados para o desenvolvimento do Estado;e
assuntos internacionais;
V - articulação com os órgãos e entidades do estado e do governo federal,
II - coordenar, orientar e subsidiar a participação do Estado e as entidades
visando à promoção e à viabilização de investimentos.”
vinculadas em organismos, redes, fóruns e eventos internacionais que tratam de
questões relativas ao desenvolvimento econômico e social;
Art. 3° Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
III - orientar, promover e coordenar os processos de planejamento, formulação,
implementação e avaliação de políticas, programas, projetos e ações internacionais Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
do Governo do Estado e entidades vinculadas;
124º da República.
IV - disseminar as diretrizes da política externa brasileira na área do
desenvolvimento econômico e s ocial e assegurar sua adoção nas ações CONFÚCIO AIRES MOURA
internacionais do Governo e entidades vinculadas; Governador
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 15

DECRETO N. 17.263, DE 14 DE NOVEMBRO da Polícia Militar do Estado de Rondônia, a contar DECRETO N. 17.266, DE 14 DE NOVEMBRO
DE 2012. da mesma data, por haver cessado o motivo que DE 2012.
determinou sua agregação, em conformidade com
Cessa afastamento de Oficial da Polícia o artigo o 52, inciso IV, combinado com os artigos Cessa afastamento de Oficial da Polícia
Militar do Estado de Rondônia, e dá outras 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março Militar do Estado de Rondônia, e dá outras
providências. de 1982 – Estatuto dos Policiais Militares. providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, Art. 3° Fica o Maj PM RE 06163-8 CHARLON O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
no uso das atribuições que lhe confere o artigo DA ROCHA SILVA classificado na Diretoria de Apoio no uso das atribuições que lhe confere o artigo
65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo Administrativo e Logístico - DAAL (Porto Velho - 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo
com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de RO), a contar da mesma data, de acordo o artigo com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de
09 de março de 1982, 5º, parágrafo 1º, inciso I, do Decreto n. 8.134, de 09 de março de 1982,
18 de dezembro de 1997 (R-1-PM).
D E C R E T A: D E C R E T A:
Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de
Art. 1° Suspender o afastamento do Cel PM sua publicação. Art. 1° Suspender o afastamento do 2º Ten
RE 04879-1 FRANCISCO EVALDO FROTA, das PM Adm RE 05328-9 WALTÉRIO CARLOS ARAÚJO
atividades da Polícia Militar do Estado de Rondônia, Palácio do Governo do Estado de Rondônia, ROCHA, das atividades da Polícia Militar do Estado
a contar de 30 de setembro de 2012, por haver em 14 de novembro de 2012, 124º da República. de Rondônia, a contar de 22 de outubro de 2012,
cessado o motivo que determinou seu afastamento por haver cessado o motivo que determinou seu
para concorrer ao pleito eleitoral de 2012, de CONFÚCIO AIRES MOURA afastamento para concorrer ao pleito eleitoral de
confor midade com o artigo 52, inciso IV, do Governador 2012, de conformidade com o artigo 52, inciso IV,
Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março de 1982 – do Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março de 1982 –
Estatuto dos Policiais Militares. Estatuto dos Policiais Militares.
DECRETO N. 17.265, DE 14 DE NOVEMBRO
DE 2012. Art. 2º Fica o 2º Ten PM Adm RE 05328-9
Art. 2º Fica o Cel PM RE 04879-1 FRANCISCO
EVALDO FROTA revertido ao Quadro de Oficiais WALTÉRIO CARLOS ARAÚJO ROCHA revertido ao
Cessa afastamento de Oficial da Polícia Quadro de Oficiais da Polícia Militar do Estado de
da Polícia Militar do Estado de Rondônia, a contar
Militar do Estado de Rondônia, e dá outras Rondônia, a contar da mesma data, por haver
da mesma data, por haver cessado o motivo que
providências. cessado o motivo que determinou sua agregação,
determinou sua agregação, em conformidade com
o artigo o 52, inciso IV, combinado com os artigos em conformidade com o artigo o 52, inciso IV,
82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, combinado com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei
de 1982 – Estatuto dos Policiais Militares. no uso das atribuições que lhe confere o artigo n. 09-A, de 09 de março de 1982 – Estatuto dos
65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo Policiais Militares.
Art. 3° Fica o Cel PM RE 04879-1 FRANCISCO com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de
EVALDO FROTA classificado na Diretoria Saúde - 09 de março de 1982, Art. 3° Fica o 2º Ten PM Adm RE 05328-9
DS (Porto Velho - RO), a contar da mesma data, de WALTÉRIO CARLOS ARAÚJO ROCHA classificado
acordo o artigo 5º, § 1º, inciso I, do Decreto n. D E C R E T A: no Complexo de Correição da PMRO (Porto Velho
8.134 de 18 de dezembro de 1997 (R-1-PM). - RO), a contar da mesma data, de acordo o artigo
Art. 1° Suspender o afastamento do 2º Ten 5º, parágrafo 1º, inciso I, do Decreto n. 8134 de
Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de PM Adm RE 041705 JOSÉ FRANCISCO TEIXEIRA 18 de dezembro de 1997 (R-1-PM).
sua publicação. DA SILVA, das atividades da Polícia Militar do
Estado de Rondônia, a contar de 22 de outubro de Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, 2012, por haver cessado o motivo que determinou sua publicação.
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. seu afastamento para concorrer ao pleito eleitoral
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
de 2012, de conformidade com o artigo 52, inciso
CONFÚCIO AIRES MOURA em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
IV, do Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março de
Governador 1982 – Estatuto dos Policiais Militares.
CONFÚCIO AIRES MOURA
DECRETO N. 17.264, DE 14 DE NOVEMBRO Governador
Art. 2º Fica o 2º Ten PM Adm RE 041705 JOSÉ
DE 2012.
FRANCISCO TEIXEIRA DA SILVA revertido ao DECRETO N.17.267, DE 14 DE NOVEMBRO
Quadro de Oficiais da Polícia Militar do Estado de DE 2012.
Cessa afastamento de Oficial da Polícia
Rondônia, a contar da mesma data, por haver
Militar do Estado de Rondônia, e dá outras
cessado o motivo que determinou sua agregação, Designa Oficial da Polícia Militar do Estado
providências.
em conformidade com o artigo o 52, inciso IV, de Rondônia, e dá outras providências.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, combinado com os artigos 82 e 83 do Decreto-Lei
no uso das atribuições que lhe confere o artigo nº 09-A, de 09 de março de 1982 – Estatuto dos O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo Policiais Militares. no uso das atribuições que lhe confere o artigo
com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de 65, inciso V, da Constituição Estadual e, ainda, o
09 de março de 1982, Art. 3° Fica o 2º Ten PM Adm RE 041705 JOSÉ disposto no artigo 13, inciso I, alínea “a”, do
FRANCISCO TEIXEIRA DA SILVA classificado no Regulamento de Movimentação de Oficiais e Praças
D E C R E T A: 2º BPM (Jí - Paraná - RO), a contar da mesma da Polícia Militar do Estado de Rondônia,
data, de acordo o artigo 5º, parágrafo 1º, inciso I,
Art. 1° Suspender o afastamento do Maj PM do Decreto n. 8.134 de 18 de dezembro de 1997 D E C R E T A:
RE 06163-8 CHARLON DA ROCHA SILVA, das (R-1-PM).
atividades da Polícia Militar do Estado de Rondônia, Art. 1º Designar, a contar de 14 de setembro
a contar de 22 de outubro de 2012, por haver Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de de 2012, o Ten Cel PM RE 04757-7 ROBERTO
cessado o motivo que determinou seu afastamento sua publicação. MACHADO MELO, para exercer suas funções
para concorrer ao pleito eleitoral de 2012, de junto à Secretaria de Estado da Saúde do Estado
confor midade com o artigo 52, inciso IV, do Palácio do Governo do Estado de Rondônia, de Rondônia - SESAU/RO, conforme dispõe o
Decreto-Lei n. 09-A, de 09 de março de 1982 – inciso VI, do artigo 1º, da Lei Complementar n.
em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
Estatuto dos Policiais Militares. 606, de 10 de janeiro de 2011, que altera e dá
nova redação a Lei complementar n. 237, de 20 de
CONFÚCIO AIRES MOURA
Art. 2º Fica o Maj PM RE 06163-8 CHARLON dezembro de 2000.
Governador
DA ROCHA SILVA revertido ao Quadro de Oficiais
16 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Art. 2º Fica agregado, a contar de 14 de Art. 4° Este Decreto entra em vigor na data de digital ou da procuração em papel, apresentada à
setembro de 2012, o Ten Cel PM RE 04757-7 sua publicação. repartição fiscal para fins de acesso ao “DET”;
ROBERTO MACHADO MELO ao Quadro de Oficiais
da Polícia Militar do Estado de Rondônia, por passar Palácio do Governo do Estado de Rondônia, III - procedimentos necessários ao fiel
a exercer função de natureza policial militar junto em 14 de novembro de 2012, 124º da República. cumprimento deste Decreto.
à Secretaria de Estado da Saúde do Estado de
Rondônia - SESAU/RO, de acordo com o inciso I, § CONFÚCIO AIRES MOURA § 4 o Constitui obrigação do contribuinte o
1º do artigo 79, do Decreto Lei n. 09-A, de 09 de Governador acesso ao “DET” por meio do uso de certificado
março de 1982 - Estatuto da PMRO, combinado digital ou da senha pessoal, independente de aviso
com o inciso V do artigo 1º, da Lei Complementar DECRETO N° 17.269, DE 14 DE NOVEMBRO DE ou notificação.
n. 606, de 10 de janeiro de 2011, que altera e dá 2012
nova redação a Lei complementar n. 237, de 20 de Art. 154-D. As comunicações ao contribuinte
dezembro de 2000. Acr escenta e revoga dispositivos do feitas por meio do “DET” - Domicílio Eletrônico
RICMS/RO, aprovado pelo Decreto n° Tributár io do c ontr ibuinte são consideradas
Art. 3º Fica o Ten Cel PM RE 04757-7 ROBERTO 8321, de 30 de abril de 1998 par a pessoais e dispensam quaisquer outros meios (art.
MACHADO MELO, na condição de adido a Diretoria disciplinar a utilização do Domicílio 59-C da Lei 688/96).
de Pessoal - DP (Porto Velho - RO), para efeitos Eletrônico Tributário.
de alterações e remuneração, conforme dispõe o § I oConsiderar-se-á realizada a comunicação
artigo 80, do Decreto-Lei n. 09-A de 09 de março O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, e cientificado o contribuinte no dia em que o sujeito
de 1982 - Estatuto da PMRO e artigo 26, § 3º, do no uso das atribuições que lhe confere o artigo passivo efetivar a consulta eletrônica ao teor da
Regulamento de Movimentação de Oficiais e Praças 65, inciso V, da Constituição Estadual, comunicação (§ Iodo art. 59-C da Lei 688/96).
da Polícia Militar do Estado de Rondônia.
CONSIDERANDO a necessidade de disciplinar § 2o Caso a consulta a que se refere o § 1oseja
Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de as hipóteses de utilização do Domicílio Eletrônico realizada em dia não útil, a comunicação será
sua publicação. Tributário: considerada realizada no primeiro dia útil seguinte
(§ 2o do art. 59-C da Lei 688/96).
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, DECRETA:
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. § 3o Decorridos 15 (quinze) dias do envio da
o
Art. I Ficam acrescentados os dispositivos a comunicação por meio eletrônico através do “DET”
CONFÚCIO AIRES MOURA seguir enumerados ao Regulamento do Imposto sem que o sujeito passivo realize a consulta, nos
Governador sobre Operações Relativas à Circulação de termos do §1°, considera-se comunicado o
Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de contribuinte no primeiro dia útil seguinte ao termo
DECRETO N. 17.268, DE 14 DE NOVEMBRO Transporte Interestadual e Intermunicipal e de do prazo (§ 3o do art. 59-C da Lei 688/96).”
DE 2012. Comunicação - RICMS/RO, aprovado pelo Decreto
n° 8321, de 30 de abril de 1998: Art. 154-E. Ato do Coordenador da Receita
Cessa a cedência de Oficial da Polícia Estadual disporá sobre os modelos de documentos
Militar do Estado de Rondônia, e dá outras I - a Seção “X-B - DO DOMICÍLIO ELETRÔNICO que poderão ser entregues ao contribuinte por
providências. TRIBUTÁRIO” composta pelos artigos 154-C, 154- meio do “DET”.
D e 154-E, ao Capítulo IV do Título III, com a seguinte
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, redação: II - a alínea “d” ao inciso I do artigo 858:
no uso das atribuições que lhe confere o artigo
65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo SEÇÃO X-B DO DOMICÍLIO ELETRÔNICO “d) por meio do “DET” - Domicílio Eletrônico
com os artigos 82 e 83, do Decreto-Lei n. 09-A, de TRIBUTÁRIO Tributário do contribuinte, alternativamente aos
09 de março de 1982, e meios previstos nas alíneas “a”, “b” e “c”.”
“Art. 154-C. Ao contribuinte será atribuído
Considerando o Decreto Governamental de 15 registro e acesso ao seu “DET”- Domicílio Eletrônico III - a alínea “e” ao inciso II do artigo 858:
de outubro de 2012, publicado no DOERO n. 2.080, Tri butár io, com o objetivo de simplificar e
de 17 de outubro de 2012, automatizar a ciência de quaisquer tipos de atos “e) por meio do “DET” - Domicílio Eletrônico
administrativos bem como a sua notificação e Tributário do contribuinte, alternativamente aos
D E C R E T A: intimação por meio eletrônico, preservando o sigilo, meios previstos nas alíneas “a”, “b” , “c” e “d”.”
a identificação, a autenticidade, e a integridade
Art. 1° Cessar, a contar de 29 de outubro de das comunicações (art. 59-B da Lei 688/96). IV - os parágrafos 6o, 7o e 8o ao artigo 858:
2012, a cedência do Ten Cel PM RE 06008-6 § 1 oEntende-se por meio eletrônico qualquer
JOSENILDO JACINTO DO NASCIMENTO, f or ma de arm azenamento ou tr áfego de “§ 6 o O prazo para interposição de defesa,
pertencente ao Quadro de Pessoal da Polícia Militar documentos e arquivos digitais (parágrafo único recurso, ou para cumprimento de exigência em
do Estado de Rondônia, junto a Secretaria de do art. 59-B da Lei 688/96). relação à qual não caiba recurso, contar-se-á, no
Estado da Justiça - SEJUS/RO. caso da ciência por meio do “DET - Domicílio
§ 2 o O Domicílio Eletrônico Tributário será Eletrônico Tributário”, a partir do dia em que o
Art. 2º Fica o Ten Cel PM RE 06008- 6 gerado automaticamente no dia seguinte ao da contribuinte ou o procurador efetivar a consulta
JOSENILDO JACINTO DO NASCIMENTO, revertido concessão da inscrição estadual, e está disponível eletrônica ao teor da comunicação.
ao Quadro de Oficiais da Polícia Militar do Estado ao contribuinte por meio do uso do certificado digital
de Rondônia, a contar da mesma data, por haver ou da senha pessoal de acesso ao Portal do § 7o Caso a consulta a que se refere o § 5o seja
cessado o motivo que determinou sua agregação Contribuinte acessível por meio do sítio eletrônico realizada em dia não útil, a comunicação será
junto a Secretaria de Estado da Justiça - SEJUS/ da SEFIN na internet www.sefin.ro.gov.br. considerada realizada no primeiro dia útil seguinte.
RO, em conformidade com os artigos 82 e 83, do
Decreto-Lei n. 09-A de 09 de março de 1982 § 3o Ato do Coordenador da Receita Estadual § 8o Decorrido o prazo de 15 (quinze) dias do
(Estatuto dos Policiais Militares do Estado de disporá sobre: envio da comunicação eletrônica através do “DET”
Rondônia). sem que o contribuinte ou o procurador realize a
I - o início da utilização do “DET”- Domicílio consulta, nos termos do §6°, considerar-se-á
Art. 3° Fica o Ten Cel PM RE 06008- 6 Eletr ônico Tri butár io pelos contr ibuintes comunicado o contribuinte no primeiro dia útil
JOSENILDO JACINTO DO NASCIMENTO, inscritos no cadastro de contribuintes do ICMS até seguinte ao termo deste prazo.”
classificado na Coordenadoria de Planejamento a data da publicação deste Decr eto e pelas
Operacional - CPO PMRO (Porto Velho - RO), a pessoas físicas ou jurídicas não inscritas; Art. 2° Passam a vigorar com a seguinte
contar da mesma data, de acordo o artigo 5º, § 1º, redação os dispositivos adiante enumerados do
inciso I, do Decreto n. 8.134 de 18 de dezembro de II - os procedimentos relativos à geração de Regulam ento do Im posto sobre Oper ações
1997 (R-1-PM). procuração eletrônica, assinada por certificado Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 17

Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de II-o§6°doartigo58:


Comunicação -RICMS/RO, aprovado pelo Decreto n° 8321, de 30 de abril de 1998:
“§ 6o É vedado o parcelamento de débitos do imposto originados da aplicação
I - o “caput” do artigo 823: do Decreto n° 11140, de 21 de julho de 2004, excetuando-se o débito do
imposto decorrente de diferencial de alíquota lançado nos termos daquele
“Art. 823. Apreciado o pedido, será dada ciência do despacho ao interessado, Decreto.”;
entregando, na hipótese de ser ele concessivo, via assinada por certificado
digital de seu inteiro teor, companhada das vias dos modelos e sistemas aprovados, III - § 3o do artigo 229, mantido seus itens:
se for o caso (Convênio AE-9/72, art. 1 o, Parágrafo único, e 2°).”
Ҥ 3 o No tr ansporte de carga fr acionada, assim entendida a que
I - os artigos 826 e 827: corresponda a mais de um conhecimento de transporte, poderá ser emitido o
Manifesto de Carga, mod. 25, por veículo utilizado, antes do início da prestação
“A Coordenadoria da Receita Estadual disponibilizará automaticamente no do serviço, ficando dispensado das indicações previstas no inciso X deste
portal do contribuinte, acessível por meio da senha pessoal ou certificado digital, artigo, bem como da via dos conhecimentos mencionada no inciso III do artigo
uma via assinada digitalmente do ato ou despacho concessivo do regime especial 230 e da via adicional prevista no Parágrafo único do artigo 231, que conterá,
e dos modelos e sistemas aprovados, nas quais constará: no mínimo, as seguintes indicações:”.

I - número do processo pelo qual houver sido concedida a aprovação; IV - o inciso IV do § 8o do artigo 406-C:

II - número de ordem do registro do regime especial. “IV - às empresas que solicitarem a concessão de benefício, incentivo
fiscal ou regime especial de tributação, aplicando-se aos novos pedidos, às
Art. 827. A Coordenadoria da Receita Estadual juntará automaticamente ao solicitações pendentes e futuras e aos casos de renovação e reativação,
processo eletrônico o aviso que foi gravado no “DET” para a ciência do contribuinte exceto para os contribuintes que recolham o ICMS na forma do Simples Nacional
e o processo será automaticamente arquivado.” (Lei Complementar Federal n° 123/06).”

Art. 3o Até que a Gerência de Controle de Informações da Coordenadoria da V - a nota única do item 61 da Tabela II do Anexo I:
Receita Estadual disponibilize ao contribuinte todos os recursos de informática
de que trata este Decreto devem ser observados os procedimentos anteriormente “Nota única: Quanto à suspensão do pagamento do ICMS, aplicam-se as
dispostos na legislação. disposições do Convênio ICMS 142/11.”

Art. 4o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Art. 2o A credenciada deverá entregar a documentação arrolada nos incisos
do § 2o do artigo 491 ao contribuinte, que deverá mantê-los em seu poder, pelo
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro 2012, 124º prazo decadencial, contado da cessação de uso do equipamento Emissor de
da República. Cupom Fiscal.

CONFUCIO AIRES MOURA Art. 3o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo
Governador efeitos, em relação ao § 6o do artigo 5º do RICMS/RO, a partir de 16 de agosto
2011 e em relação à nota única do item 61 da Tabela II do Anexo I, a partir de
BENEDITO ANTÔNIO ALVES 16 de julho de 2012.
Secretário de Estado de Finanças
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro 2012, 124º
WAGNER GARCIA DANTAS da República.
Secretário Adjunto de Finanças
CONFUCIO AIRES MOURA
ACYR RODRIGUES MONTEIRO Governador
Coordenador-Geral da Receita Estadual
BENEDITO ANTÔNIO ALVES
DECRETO N° 17.270 , DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012 Secretário de Estado de Finanças

Altera dispositivos do RICMS/RO, aprovado pelo Decreto n° 8321, de 30 de WAGNER GARCIA DANTAS
abril de 1998, e dá outras providências. Secretário Adjunto de Finanças

0 GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que lhe ACYR RODRIGUES MONTEIRO
confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual; Coordenador-Geral da Receita Estadual

CONSIDERANDO a revogação do § 2o do artigo 255 do RICMS/RO; DECRETO N° 17.271 , DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012


CONSIDERANDO o interesse da administração tributária em atribuir a
responsabilidade em relação à guarda de documentos referentes a equipamento Incorpora ao RICMS/RO as alterações oriundas da 146 a reunião ordinária,
Emissor de Cupom Fiscal ao contribuinte; das 174a a 178a reuniões extraordinárias do CONFAZ, da 149a reunião
ordinária da COTEPE c dá outras providências.
CONSIDERANDO as recentes alterações do Decreto n° 11140, de 21 de julho
de 2004, O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual;
DECRETA:
CONSIDERANDO os Convênios, Protocolos e demais ajustes firmados
Art. I o Passam a vigorar, com a seguinte redação, os dispositivos adiante pelo Estado de Rondônia na 146a reunião ordinária, nas 174a, 175a, 176a, 177a e
enumerados do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação 178a reuniões extraordinárias do CONFAZ, na 149a reunião ordinária da COTEPE;
de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e
Intermunicipal e de Comunicação - RICMS/RO, aprovado pelo Decreto n° 8321, de CONSIDERANDO os Atos Declaratórios n° 7 ao n° 12 de 2012, todos do
30 de abril de 1998: Secretário-Executivo do Conselho Nacional de Política Fazendária - CONFAZ,

1 - § 2o do artigo 491, mantido seus incisos: DECRETA:


o
“§ 2 O contribuinte manterá em seu poder, pelo prazo decadencial, contado Art. Io Passam a vigorar, com a seguinte redação, os dispositivos adiante
da cessação de uso, cópia:”; enumerados do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à
18 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte b) o item 23 da Tabela XXI: (Protocolo ICMS 51/12, efeitos a partir de
Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - RICMS/RO, aprovado pelo 01.05.12)
Decreto n° 8321, de 30 de abril de 1998:
23 São Paulo Prot. ICM 19/85, efeitos a partir de 29.07.85. Prot. ICMS 44/08, e efeitos a
I - o item 107 do anexo XVIII: (Ato COTEPE 19/2012, efeitos a partir de partir de 01.05.08. Nas operações com os produtos mencionados no Anexo
01.08.12): Único do Protocolo ICMS 19/85 com destino a SP a MVA-ST original a ser
aplicada é a prevista em sua legislação interna, Prot. ICMS 51/12, efeitos a
Item Empresa CNPJ DA MATRIZ Sede Área de Atuação partir de 01.05.12

107 NEXTEL 66.970.229/0001-67 São Paulo - SP SMP - Todo o território nacional,


TELECOMUNICAÇÕES exceto municípios das áreas de c) o item 23 da Tabela XIX: (Protocolo ICMS 52/12, efeitos a partir de
LTDA numeração 34, 35 e 37 e dos
setores 22 e 25 do PGO 31.05.12)

II - o inciso IV do § Io do artigo 196-P2: (Ajuste SINIEF 7/12, efeitos a partir de 23 São Paulo Prot. ICM 17/85, efeitos a partir de 29.07.85. Nas operações com os
01.09.12) produtos mencionados na cláusula primeira do Protocolo ICMS 17/85 com
“IV - Ciência da Emissão, recebimento pelo destinatário ou pelo remetente de destino a SP a MVA-ST original a ser aplicada é a prevista em sua
legislação interna, Prot. ICMS 52/12, efeitos a partir de 31.05.12
informações relativas à existência de NF-e em que esteja envolvido, quando
ainda não existem elementos suficientes para apresentar uma manifestação
conclusiva;”; d) o item 23 da Tabela XX: (Protocolo ICMS 53/12, efeitos a partir de
III - o inciso I do “caput” do artigo 227-AA: (Ajuste SINIEF 8/12, efeitos a 31.05.12)
partir 27.06.12)
”I - Io de dezembro de 2012, para os contribuintes do modal: 23 São Paulo Prot. ICM 18/85, efeitos a partir de 29.07.85. Nas operações com os
a) rodoviário relacionados no Anexo XXI; produtos mencionados na cláusula primeira do Protocolo ICMS 18/85 com
b) dutoviário; destino a SP a MVA-ST original a ser aplicada é a prevista em sua
c) aéreo; legislação interna, Protocolo ICMS 53/12, efeitos a partir de 31.05.12
d) ferroviário;”;
IV - os incisos abaixo relacionados do “caput” do artigo 721: (Convênio
ICMS 68/12, efeitos a partir de 27.06.12) Art. 2 o Ficam acrescentados, com a seguinte redação, os dispositivos
a) os incisos I e II: adiante enumerados do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas
“I - álcool etílico não desnaturado, com um teor alcoólico em volume igual ou à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte
superior a 80% vol (álcool etílico anidro combustível e álcool etílico hidratado Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - RICMS/RO, aprovado pelo
combustível), 2207.10; Decreto n° 8321, de 1998:
II - gasolinas, 2710.12.5;”;
b) os incisos VI e VII: I - os itens 113 e 114 ao Anexo XVIII: (Ato COTEPE 19/2012, efeitos a partir
“VI - outros óleos de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos de 01.08.12):
brutos) e preparações não especificadas nem compreendidas noutras posições,
Item Empresa CNPJ DA MATRIZ Sede Área de Atuação
que contenham, como constituintes básicos, 70% ou mais, em peso, de óleos de
petróleo ou de minerais betuminosos, exceto os que contenham biodiesel e exceto 113 BR GROUP 12.488.125/0001-91 Novo Todo o território nacional (STFC,
TELECOMUNICAÇÕES S.A. Hamburgo Local, LDN, LDI)
os resíduos de óleos, 2710.19.9; RS
VII - resíduos de óleos, 2710.9;”;
c) o inciso X: 114 BIT INFORMÁTICA LTDA 05.726.894/0001-15 Aracajú-CE Todo o território nacional (STFC,
“X - biodiesel e suas misturas, que não contenham ou que contenham menos Local, LDN, LDI)
de 70%, em peso, de óleos de petróleo ou de óleos minerais betuminosos,
3826.00.00;”; II - o artigo 196-N1: (Ajuste SINIEF 7/12, efeitos a partir de 01.09.12)
V - as alíneas “a” e “b” do inciso I do § Io do artigo 721: (Convênio ICMS “Art. 196-N1. As informações relativas à data, à hora de saída e ao transporte,
68/12, efeitos a partir de 27.06.12) caso não constem do arquivo XML da NF-e transmitido na forma do art. 196-E
“a) preparações antidetonantes, inibidores de oxidação, aditivos peptizantes, e seu respectivo DANFE, deverão ser comunicadas através de Registro de
beneficiadores de viscosidade, aditivos anticor rosivos e outr os aditivos Saída.
preparados, para óleos minerais (incluindo a gasolina) ou para outros líquidos § Io O Registro de Saída deverá atender ao leiaute estabelecido no “Manual
utilizados para os mesmos fins que os óleos minerais, 3811; de Orientação do Contribuinte”.
b) fluidos para freios hidráulicos e outros líquidos preparados para transmissões § 2o A transmissão do Registro de Saída será efetivada via Internet, por
hidráulicas, que não contenham óleos de petróleo nem de minerais betuminosos, ou meio de protocolo de segurança ou criptografia.
que os contenham em proporção inferior a 70%, em peso, 3 819.00.00;”; § 3o O Registro de Saída deverá ser assinado pelo emitente com assinatura
VI - o inciso II do § Io do artigo 721: (Convênio ICMS 68/12, efeitos a partir digital certificada por entidade credenciada pela Infraestrutura de Chaves
de 27.06.12) Públicas Brasileira - ICP-Brasil, contendo o n° do CNPJ de qualquer dos
”II - aguarrás mineral (“white spirit”), 2710.12.30;”; estabelecimentos do contribuinte, a fim de garantir a autoria do documento
VII - os incisos VIII a X do § 4o do artigo 196-A2: (Protocolo ICMS 84/2012, digital.
efeitos a partir de 02.07.12) § 4o A transmissão poderá ser realizada por meio de software desenvolvido
“VIII - 4618-4/03 Representantes comerciais e agentes do comercio de ou adquirido pelo contribuinte ou disponibilizado pela administração tributária.
jornais, revistas e outras publicações; (a partir Io de janeiro de 2013 - Protocolo § 5 o O Registro de Saída só será válido após a cientificação de seu
ICMS 84/12, efeitos a partir de 02/07/2012) resultado mediante o protocolo de que trata o § 2 o, disponibilizado ao emitente,
IX - 4647-8/02 Comércio atacadista de livros, jornais e outras publicações; via Internet, contendo a chave de acesso da NF-e, a data e a hora do
(a partir Io de janeiro de 2013 - Protocolo ICMS 84/12, efeitos a partir de 02/07/ recebimento da solicitação pela administração tributária e o número do protocolo,
2012) podendo ser autenticado mediante assinatura digital gerada com certificação
X - 4618-4/99 Outros representantes comerciais e agentes do comercio de digital da administração tributária ou outro mecanismo de confirmação de
jornais, revistas e outras publicações, (a partir Io de janeiro de 2013 - Protocolo recebimento.
ICMS 84/12, efeitos a partir de 02/07/2012)”; § 6o A administração tributária autorizadora deverá transmitir o Registro de
VIII - os seguintes dispositivos do Anexo VI: Saída para as administrações tributárias e entidades previstas no art. 196-H.
a) o item 25 da Tabela XIV: (Protocolo ICMS 50/12, efeitos a partir de 01.05.12) § 7o Caso as informações relativas à data e à hora de saída não constem
do arquivo XML da NF-e nem seja transmitido o Registro de Saída no prazo
25 São Paulo Protocolo ICMS 35/08, efeitos a partir de 01.05.08. Nas operações com os estabelecido no “Manual de Orientação do Contribuinte” será considerada a
produtos mencionados na cláusula primeira do Protocolo ICMS 26/04 com data de emissão da NF-e como data de saída.”;
destino a SP a base de cálculo será a prevista em sua legislação interna, III - os incisos VIII, IX e X ao § 1o do artigo 196-P2: (Ajuste SINIEF 7/12,
Protocolo ICMS 50/12, efeitos a partir de 01.05.12. efeitos a partir de 01.09.12)
“VIII - Registro de Saída, conforme disposto no artigo 196-N1;
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 19

IX - Vistoria Suframa, homologação do ingresso da mercadoria na “§3° Os distribuidores, revendedores, consignatários ficam dispensados da
área incentivada mediante a emissão de NF-e prevista no “caput” e §§ 1o e 2o até 31/12/2012, observado o
autenticação do Protocolo de Internamento de Mercadoria Nacional - PIN-e; disposto no § 4o.
X - Internalização Suframa, confirmação do recebimento da § 4o Em substituição à NF-e referida no §3°, os distribuidores, revendedores,
mercadoria pelo destinatário por meio da Declaração de Ingresso - DL”; consignatários deverão imprim ir documen tos de contr ole n um erados
IV - o Capítulo LXV ao Título VI, composto dos artigos 818-Q a 818-V: seqüencialmente por entrega dos referidos produtos às bancas de revistas e
(Convênio ICMS 61, de 22 de junho de 2012, efeitos a partir de 16.07.12) pontos de venda, que conterão:
“DAS OPERAÇÕES DE IMPORTAÇÃO REALIZADOS EM RECINTO DA D.R.F.B I - dados cadastrais do destinatário;
EM FOZ DO IGUAÇU POR EMPRESAS OPTANTES PELO SIMPLES NACIONAL, I - endereço do local de entrega;
PREVIAMENTE HABILITADAS A OPERAR NO RTU III - discriminação dos produtos e quantidade.”;
Art. 818-Q. Até 31 de julho de 2013, a Secretaria da Receita Federal do Brasil X - o § 7o ao artigo 196-01: (Ajuste SINIEF 10/11, efeitos a partir de
- RFB poderá arrecadar o ICMS devido no momento do desembaraço aduaneiro 05.10.11)
de bens e mercadorias provenientes, por via terrestre, do Paraguai, realizado em “§ 7o A partir de 1o de julho de 2012 não poderá ser utilizada carta de correção
Recinto Alfandegado da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu em papel para sanar erros em campos específicos de NF-e.”;
(PR), importados por microempresas optantes pelo Regime Especial Unificado de XI - a Tabela XXVIII ao Anexo VI: (Convênio ICMS 77/11, efeitos
Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas conforme TABELA XXVIII)
de Pequeno Porte -SIMPLES NACIONAL, previamente habilitadas a operar no Regime
de Tributação Unificada - RTU, a que se refere a Lei n° 11.898, de 8 de janeiro de “TABELA XXVIII
2009, regulamentada pelo Decreto n° 6.956, de 9 de setembro de 2009. Circulação de Energia Elétrica, desde a produção ou importação até a última
Art. 818-R. A arrecadação do ICMS será realizada em conjunto com os tributos operação que a destine ao consumo de destinatário que a tenha adquirido em
devidos à União, por intermédio de Documento de Arrecadação de Receitas ambiente de contratação livre.
Federais - DARF, emitido eletronicamente pelo sistema RTU, desenvolvido pela
RFB. CONVÊNIO ICMS 77/2011
Art. 818-S. Fica concedida a redução da base de cálculo do ICMS nas
operações de que trata este capítulo, nos termos do item 25 da Tabela II do Anexo 1 Acre Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
II. 2 Alaqoas Efeitos a partir de 1° de janeiro de 2012. (vide nota 1)
Parágrafo Único. À importação realizada pelo optante do Regime de Tributação 3 Amapá Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
4 Amazonas Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
Unificada não se aplicam quaisquer outros benefícios fiscais relativos ao ICMS.
5 Bahia Efeitos a partir de 1o de setembro de 2012.
Art. 818-T. O imposto arrecadado será repassado ao Estado de Rondônia 6 Ceará Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
caso o estabelecimento do importador se encontre domiciliado neste Estado, 7 Distrito Federal Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
conforme dados constantes do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da 8 Espírito Santo Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
RFB. 9 Goiás Efeitos a partir de 1o de setembro de 2012.
Parágrafo único. O repasse previsto neste artigo será feito pela RFB até o último 10 Maranhão Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
dia do decêndio subsequente ao decêndio em que foi arrecadado o imposto. 11Mato Grosso Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
12 Mato Grosso do Sul Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
Art. 818-U. Fica autorizada a RFB a liberar o bem ou a mercadoria após o
13 Minas Gerais Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
adimplemento do imposto devido pelo importador, independentemente de prévia 14 Pará Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
manifestação do Estado de Rondônia. 15 Paraíba Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
Art. 818-V. Os procedimentos de controle aduaneiro a serem aplicados nos 16 Paraná Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
despachos de importação ao amparo do RTU serão disciplinados por instrução 17 Pernambuco Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
normativa da RFB.”; 18 Piauí Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
V - o item 25 à Tabela II do Anexo II: (Convênio ICMS 61, de 22 de junho 19 Rio de Janeiro Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
20 Rio Grande do Norte Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
de 2012, efeitos a partir de 16.07.12) 21 Rio Grande do Sul Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
“25. Até 31 de julho de 2013, nas operações de importação de bens e 22 Rondônia Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
mercadorias provenientes, por via terrestre, do Paraguai, realizado em Recinto 23 Roraima Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
Alfandegado da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu (PR), 24 Santa Catarina Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
importados por microempresas optantes pelo Regime Especial Unificado de 25 São Paulo Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e 26 Sergipe Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012.
Empresas de Pequeno Porte -SIMPLES NACIONAL, previamente habilitadas a 27 Tocantins Efeitos a partir de 1o de janeiro de 2012. (vide nota 1)
operar no Regime de Tributação Unificada - RTU, a que se refere a Lei n° 11.898, Nota 1: Não se aplicam às operações interestaduais relativas à circulação
de 8 de janeiro de 2009, regulamentada pelo Decreto n° 6.956, de 9 de setembro de energia elétrica destinada a estabelecimentos ou domicílios localizados na
de 2009, de que trata o Convênio ICMS 61, de 22 de junho de 2012, de forma que unidade federada, para neles ser consumida pelos respectivos destinatários
o ICMS devido seja equivalente a 7% (sete por cento) do preço de aquisição das que a tenham adquirido por meio de contratos de compra e venda firmados em
mercadorias importadas, independentemente da classificação tributária do produto ambiente de contratação livre.”
importado. XII - a Tabela XXIX ao Anexo VI: (Convênio ICMS 10/12, efeitos conforme
Nota 1: À importação realizada pelo optante do Regime de Tributação Unificada, TABELA XXIX)
não se aplicam quaisquer outros benefícios fiscais relativos ao ICMS.
Nota 2: A redução de base de cálculo prevista neste item fica condicionada a TABELA XXIX
observância dos termos do Convênio ICMS 61, de 22 de junho de 2012 incorporado
no Capítulo LXV do Título VI deste Regulamento.”; Energia Elétrica, decorrente de operação interestadual praticada, no
VI - o inciso XII ao “caput” do artigo 721: (Convênio ICMS 68/12, efeitos território da Unidade Federada onde se localize o destinatário que a tiver
a partir de 27.06.12) adquirido em ambiente de contratação regulada, quando não for
“XII - Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) e objeto de nova comercialização ou industrialização da qual decorra a sua
preparações não especificadas nem compreendidas noutras posições, que saída subsequente.
contenham, como constituintes básicos, 70% ou CONVÊNIO ICMS 10/2012
mais, em peso, de óleos de petróleo ou de minerais betuminosos, que
1 Acre Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
contenham biodiesel, exceto os resíduos de óleos, 2710.20.00;”;
2 Alagoas Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
VII - a alínea “c” ao inciso I do § Io do artigo 721: (Convênio ICMS 68/ 3 Amapá Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
12, efeitos a partir de 27.06.12) 4 Amazonas Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
“c) preparações anticongelantes e líquidos preparados para 5 Bahia Efeitos a partir de 1o de setembro de 2012.
descongelamento, 3820.00.00;”; 6 Ceará Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
VIII - o § 2o ao artigo 370-N, renomeando-se seu parágrafo único 7 Distrito Federal Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
para § Io: (Convênio ICMS 78/12, efeitos a partir de 01.07.12) 8 Espírito Santo Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
9 Goiás Efeitos a partir de 1o de setembro de 2012.
“§ 2 o Nas operações com distribuição direta pelas editoras de revistas aos 10 Maranhão Efeitos a partir de 1o de junho de 2012.
assinantes, a NF-e referida no “caput” terá por destinatário o próprio emitente.”; 11Mato Grosso Efeitos a partir de 1o de junho de 2012.
IX - os §§ 3o e 4o ao artigo 370-Q: (Convênio ICMS 78/12, efeitos a partir 12 Mato Grosso do Sul Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
de 01.07.12) 13 Minas Gerais Efeitos a partir de 1o de junho de 2012.
20 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

14 Pará Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) DECRETO N.17.272, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
15 Paraíba Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
16 Paraná Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos
17 Pernambuco Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
como Organização Social de Saúde.
18 Piauí Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
19 Rio de Janeiro Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1)
20 Rio Grande do Norte Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
21 Rio Grande do Sul Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os
22 Rondônia Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
23 Roraima Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de
24 Santa Catarina Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. 28 de março de 2012,
25 São Paulo Efeitos a partir de 1o de junho de 2012.
26 Sergipe Efeitos a partir de 1o de junho de 2012.
27 Tocantins Efeitos a partir de 1o de junho de 2012. (vide nota 1) D E C R E T A:
Nota 1: Não se aplicam às operações interestaduais relativas à circulação de
energia elétrica destinada a estabelecimentos ou domicílios localizados na unidade Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins
federada.” lucrativos Instituto Social Fibra - São Paulo-SP, inscrito no Cadastro Nacional de
XIII - o item 26 à Tabela XIV do Anexo VI: (Protocolo ICMS 39/11, efeitos Pessoas Jurídicas sob o registro n. 02.744.384/0001-82.
01.09.2011)
Art. 2º A Qualificação acima deferida confere à Entidade o Título de
Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta
26 Goiás Protocolo ICMS 39/11, efeitos a partir de 1o de setembro de 2011 para participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal.

Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de


XIV - o item 15 à Tabela XXVII: (Protocolo ICMS 71/12, efeitos a partir de ato do Executivo) Contrato de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto
n. 16.849, de 25 de junho de 2012.
15 Distrito Federal Protocolo ICMS 71/12, efeitos a partir de Ato do Executivo Distrital.
Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,


XV - o item 15 à Tabela XXVI: (Protocolo ICMS 85/12, efeitos a partir de ato do Executivo)
124º da República.
15 Distrito Federal Protocolo ICMS 85/12, efeitos a partir de Ato do Executivo Distrital.
CONFÚCIO AIRES MOURA
o
Governador
Art. 3 Ficam revogados:
I - o inciso II do “caput” do artigo 227-AA. (Ajuste SINIEF 8/12, efeitos a
DECRETO N.17.273, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
partir 27.06.12);
II – o do § 7º artigo 227-Q.
Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos
o
como Organização Social de Saúde.
Art. 4 Ficam convalidados os procedimentos relativos à indicação nos
documentos fiscais da Nomenclatura Comum do Mercosul - NCM/SH dos produtos
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
relacionados no Convênio ICMS 68/12 no período de 1 o de janeiro de 2012 até a sua
lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os
incorporação na legislação de Rondônia, desde que não tenham resultado em falta
artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
de recolhimento do imposto. (Convênio ICMS 68/12, efeitos a partir de 27.06.12)
com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de
28 de março de 2012,
Art. 5o A prorrogação prevista no inciso VII do artigo 1 o deste Decreto aplica-
se, inclusive, à obrigatoriedade de emissão de NF-e nas operações descritas
D E C R E T A:
nos inciso do “caput” do artigo 196-A2. (Convênio ICMS 84/12, efeitos a partir de
02.07.12)
Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins
lucrativos Instituto de Desenvolvimento Estratégico e Assistência Integral à
Art. 6o Fica prorrogado o item 36 da Tabela II do Anexo I, que isenta do ICMS as
Saúde - IDEAIS - São José do Rio Preto - SP, inscrito no Cadastro Nacional de
saídas internas e interestaduais promovidas pelos estabelecimentos fabricantes
Pessoas Jurídicas sob o registro n. 00.376.056/0001-45.
ou por seus revendedores autorizados, de automóveis novos de passageiros
equipados com motor de cilindrada não superior a dois mil centímetros cúbicos
Art. 2º A Qualificação acima deferida confere à Entidade o Título de
(2.01), quando destinados a motoristas profissionais (taxistas), nos termos do
Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta
Convênio ICMS 38/01, até 30 de novembro de 2015, para as montadoras, e até 31
para participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal.
de dezembro de 2015, para as concessionárias. (Convênio ICMS 67/12, efeitos
a partir de 16.07.12)
Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de
Contrato de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto
Art. 7 o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo
n. 16.849, de 25 de junho de 2012.
efeitos, em relação aos dispositivos por ele disciplinados, a partir da data de
entrada em vigor dos Atos, Ajustes, Protocolos ou Convênios ICMS nele indicados.
Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro 2012, 124º
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
da República.
124º da República.
CONFÚCIO AIRES MOURA
CONFÚCIO AIRES MOURA
Governador
Governador
BENEDITO ANTÔNIO ALVES DECRETO N.17.274, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
Secretário de Estado de Finanças
Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos
WAGNER GARCIA DANTAS como Organização Social de Saúde.
Secretário Adjunto de Finanças
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
ACYR RODRIGUES MONTEIRO lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os
Coordenador-Geral da Receita Estadual artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 21

com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de 28 Art. 2º A Qualificação acima deferida confere à Entidade o Título de
de março de 2012, Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta
para participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal.
D E C R E T A:
Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de
Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins Contrato de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto
lucrativos Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP - São Luis - MA, n. 16.849, de 25 de junho de 2012.
inscrito no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas sob o registro n. 09.611.589/
0001-39. Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 2º A Qualificação acima defer ida confer e à Entidade o Título de Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta para 124º da República.
participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal.
CONFÚCIO AIRES MOURA
Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de Contrato Governador
de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto n. 16.849,
de 25 de junho de 2012. DECRETO N.17.277, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.

Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos,
como Organização Social de Saúde.
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os
CONFÚCIO AIRES MOURA artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
Governador com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de
28 de março de 2012,
DECRETO N.17.275, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
D E C R E T A:
Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos
como Organização Social de Saúde. Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins
lucrativos Associação Global Soluções em Saúde - AGSS - Rio de Janeiro -
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que lhe RJ, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas sob o registro n.
confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os 03.552.757/0001-86.
artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de 28 Art. 2º A Qualificação acima deferida confere à Entidade o Título de
de março de 2012, Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta
para participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal.
D E C R E T A:
Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de
Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins Contrato de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto
lucrativos Instituto de Saúde Santa Maria - IDESMA - Belém - PA, inscrito no n. 16.849, de 25 de junho de 2012.
Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas sob o registro n. 04.593.237/0001-84.
Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 2º A Qualificação acima defer ida confere à Entidade o Título de
Organização Social de Saúde – OSS, no Estado de Rondônia, e a deixa apta para Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
participar de processo de seleção pública, objetivo e impessoal. 124º da República.

Art. 3º Este Decreto de Qualificação não gera direito à celebração de Contrato CONFÚCIO AIRES MOURA
de Gestão com o Poder Publico, conforme § 3º, artigo 27, do Decreto n. 16.849, Governador
de 25 de junho de 2012.
DECRETO N. 17.278, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012
Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Decreta a priorização das atividades e ações referentes ao Projeto de
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, Modernização da Administração Tributária, Financeira e Patrimonial do
124º da República. Estado de Rondônia – PROFISCO/RO.

CONFÚCIO AIRES MOURA O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
Governador lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e,

DECRETO N.17.276, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012. CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer celeridade na execução


do Projeto de Modernização da Administração Tributária, Financeira e
Patrimonial do Estado de Rondônia - PROFISCO/RO, criado pela Lei n. 2.087,
Qualifica Entidade Filantrópica de Direito Privado Sem Fins Lucrativos
de 12 de junho de 2009, assinado em 25 de maio de 2012, por meio do
como Organização Social de Saúde.
Contrato de Empréstimo n. 2.370/OC-BR, e
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que lhe
CONSIDERANDO a urgência na execução de recursos orçamentários e
confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e, de acordo com os financeiros, conforme as prioridades estabelecidas,
artigos 5º e 6º, do Decreto n. 16.849, de 25 de junho de 2012, e em conformidade
com a Lei n. 2.675, de 21 de dezembro de 2011, alterada pela Lei n. 2.698, de 28 D E C R E T A:
de março de 2012,
Art. 1º Este Decreto estabelece como prioridade as atividades que visem
D E C R E T A: à celeridade no alcance dos resultados esperados no âmbito do Projeto
PROFISCO/RO, criado pela Lei n. 2.087, de 12 de junho de 2009.
Art. 1º Qualifica como Organização Social de Saúde, a Entidade sem fins
lucrativos Pró - Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar Art. 2º Cada unidade orçamentária, inclusive as pertencentes à Secretaria
- Fernando Prestes - SP, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas sob de Estado de Planejamento - SEPLAN, à Secretaria de Estado de Finanças -
o registro n. 24.232.886/0001-67.
22 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

SEFIN, à Procuradoria Geral do Estado – PGE, à DECRETO N.17.279, DE 14 DE NOVEMBRO VIII - Cartão do Programa de Integração Social
Controladoria Ger al do Estado - CGE e, em DE 2012. – PIS ou Programa de Assistência ao Servidor
especial, dos órgãos de contr ole, análise e Público – PASEP (se o candidato nomeado não for
outorga de processos devem priorizar e agilizar Dispõe sobre a nomeação de candidatos cadastrado deverá apresentar Declaração de não
as tramitações e procedimentos de execução de apr ovados em Concur so Público para cadastrado), original e uma fotocópia;
despesas, incluin do- se licitações, contr atos, ocuparem cargos efetivos da Secretaria
contr ole, execução, acompanham ento, de Estado da Saúde. IX – Declaração de Imposto de Renda ou
fiscalização, empenho, liquidação, pagamento e Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos
prestação de contas r elativas ao Pr ojeto O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União
PROFISCO/RO. no uso das atribuições que lhe confere o artigo (exercício 2011, transmitida em 2012);
65, Incisos V e XV da Constituição Estadual, em
§ 1º. A preferência na execução do Projeto, razão de aprovação obtida no Concurso Público X – Certificado de Reservista, original e uma
com o Carimbo de Prioridade constante no artigo da Secr et ar ia de Est ado da Saúde , par a fotocópia;
3º, abrange:
atender o Hospital Regional de Cacoal, regido
pelo Edital n. 179/GDRH/SEAD, de 4 de maio de XI – Declaração do candidadto se ocupa ou
I - a disponibilizar ão de r ecur sos
2010, homologado pelo Edital n. 249/GDRH/SEAD, não cargo público (duas vias originais) com firma
orçamentários e financeiros;
de 2 de julho de 2010, publicado no Diário Oficial reconhecida. Caso ocupa, deverá apresentar
do Estado de Rondônia n. 1522, de 2 de julho de também Certidão, expedida pelo órgão empregador
II - os procedimentos licitatórios;
2010, de acordo com os quantitativos de vagas contendo as seguintes especificações: o cargo,
III - os trâmites dos sistemas de execução, previstas na Lei Complementar n. 482, de 11 de escolar idade exi gida para o exerc ício do
incluídas as liberações de Pr ogram ação de novembro de 2008, publicada no Diário Oficial do cargo, a carga horária contratual, o vínculo
Desembolso Financeiro e de Provisão Financeira; Estado de Rondônia n. 1121, de 12 de novembro jurí dico do cargo, dias, horários, escal a de
de 2008 considerando os termos do Ofício n. plantão e a unidade administrativa em que
IV - a apreciação no sistema ComprasNet; 2662 /2012 – 1º DEJUESP, de 22/10/2012, - exerce suas funções (duas vias originais);
M andado de Segurança n. 0 007640-
V - a análise legal; 51.2012.8.22.0000. XII – Comprovante de Escolaridade, de acordo
com o item Requisito para Ingresso, constante
VI - o registro; D E C R E T A: do Anexo I – Quadro de Vagas, do Edital n. 179/
GDRH/SEAD, de 4 de maio de 2010, retificado pelo
VII - a outorga; Art. 1º Fica nomeada a candidata aprovada Edital n. 196/GDRH/SEAD, de 26 de maio de 2010.
em Concurso Público da Secretaria de Estado com devido reconhecimento pelo MEC (Original e
VIII - os procedimentos internos relacionados da Saúde, para atender o Hospital Regional de duas fotocópias - autenticadas em cartório). Não
à apreciação e à liberação das ações e processos Cacoal, regido pelo Edital n. 179/GDRH/SEAD, de ser á aceito outr o tipo de comprovação de
relacionados ao Projeto; e 4 de maio de 2010, homologado pelo Edital n. 249/ escolaridade, que não esteja de acordo com o
GDRH/SEAD, de 2 de julho de 2010, publicado no previsto no item do Edital, acima citado.
IX - outras exigências legais no âmbito da Diário Oficial do Estado de Rondônia n. 1522, de 2
Controladoria Geral do Estado, Procuradoria Geral de julho de 2010, constantes do Anexo Único deste XIII - Prova de Quitação com a Fazenda Pública
do Estado e Tribunal de Contas do Estado. Decreto, executado pela Fundação Professor do Estado de Rondônia, expedida pela Secretaria
Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB, de de Estado de Finanças do Estado de Rondônia,
§ 2 º. C onstatada f alha processual e/ou acordo com os termos do Processo Administrativo original;
irr egularidade f orm al, dever ão os órgãos n. 01-2201-04822/2010/SEAD, para ocuparem
especificados no caput deste artigo proceder à car gos efetivos, per tencentes ao Quadr o XIV – Certidão Negativa expedida pelo Tribunal
imediata orientação, com a designação de servidor Permanente de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, de Contas do Estado de Rondônia, original;
técnico para solucionar a pendência no menor
de acordo com os quantitativos de vagas previstas
prazo.
na Lei Complementar n. 482, de 11 de novembro XV – Certidão Capacidade Física e Mental,
de 2008, publicada no Diário Oficial do Estado de expedida pela Junta Médica Oficial do Estado de
Art. 3º Visando a sinalizar rapidamente e de
Rondônia n. 1121, de 12 de novembro de 2008. Rondônia/SEAD, original;
forma padronizada os documentos referentes ao
Projeto, fica instituído o Carimbo de Prioridade do
Art. 2º. No ato da posse a candidata XVI - Carteira de Trabalho e Previdência Social
PROFISCO/RO, conforme modelo definido em ato
do Secretário de Estado de Finanças - SEFIN. nomeada deverá apresentar os seguintes – CTPS, original e uma fotocópia;
documentos:
Art. 4º A Secretaria de Estado de Finanças – XVII – Comprovante de Residência, original e
SEFIN, assessorada pela UCP, deverá comunicar I - Certidão de Nascimento ou Casamento, uma fotocópia;
ao Governador do Estado qualquer dificuldade ou original e uma fotocópia;
obstáculo verificado na execução do Projeto XIII - Uma fotografia 3x4;
PRO FI SCO/RO, indicando o órgão/entidade II - Certidão de Nascimento dos dependentes
responsável pela execução e as providências legais, menores de 18 (dezoito) anos de idade, XIX – Certidões Negativas expedidas pelo
tomadas e a tomar. Original e uma fotocópia; cartório de distribuição Cível e Criminal do Fórum
da Comarca de residência do candidato no Estado
Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data de III – Cartão de Vacinas dos dependentes de Rondônia ou da Unidade da Federação em que
sua publicação. menores de 5 (cinco) anos de idade, original e tenha residido nos últimos 5 (cinco) anos, originais;
uma fotocópia;
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, XX - Certidão Negativa da Justiça Federal, dos
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. IV - Cédula de Identidade, original e duas últimos 5 (cinco) anos, uma original;
fotocópias (autenticadas em cartório);
CONFÚCIO AIRES MOURA XXI – Declaração do candidato informando
Governador V – Cadastro de Pessoa Física – CPF, original sobre a existência ou não de Investigações
e duas fotocópias; Criminais, Ações Cíveis, Penais ou Processo
BENEDITO ANTÔNIO ALVES Administrativo em que figure como indiciado ou
Secretário de Estado de Finanças VI - Título de Eleitor, original e uma fotocópia; par te, com f irma reconh ecida, (sujeito a
comprovação junto aos órgãos competentes).
WAGNER GARCIA DE FREITAS VII - Comprovante que está quite com a Justiça
Secretário Adjunto de Finanças Eleitoral, podendo ser: Ticket de comprovação de XXII – Declaração do candidato de existência
votação ou Certidão de quitação, emitida pelo ou não de demissão por justa causa ou a bem do
ACYR RODRIGUES MONTEIRO Tribunal Regional Eleitoral, original e uma fotocópia; serviço público, com firma reconhecida (sujeito à
Coordenador-Geral da Receita Estadual
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 23

comprovação junto aos órgãos competentes), duas originais; Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012,
124º da República.
XXIII – Carteira Nacional de Habilitação – Categoria: “E”, para os candidatos
ao cargo de Motorista; CONFÚCIO AIRES MOURA
Governador
Art. 3º A posse da candidata ef etivar- se-á após apresentação dos
documentos referidos no artigo anterior e dentro do prazo disposto no § 1º do DECRETO N.17.281, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
artigo 17, da Lei Complementar n. 68, de 9 de dezembro de 1992, ou seja, de 30
(trinta) dias a contar da data da publicação deste Decreto no Diário Oficial do Dispõe sobre o Cadastro Ambiental Rural – CAR integrante do Sistema
Estado de Rondônia. Nacional de Informação sobre Meio Ambiente – SINIMA, no âmbito do
Estado de Rondônia e dá outras providências.
Art. 4º O presente Decreto trata da 14ª (décima quarta) nomeação de candidata
aprovada no Concurso Público da Secretaria de Estado da Saúde, regido pelo O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que
Edital n. 179/GDRH/SEAD, de 4 de maio de 2010, homologado pelo Edital n. 249/ lhe confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual e
GDRH/SEAD, de 2 de julho de 2010, publicado no Diário Oficial do Estado de
Rondônia n. 1522, de 2 de julho de 2010. CONSIDERANDO o comando contido no artigo 29, § 1°, da Lei Federal n.
12.651, de 25 de maio de 2012, cujo teor impõe aos Estados o dever de
Art. 5º Ficam sem efeito a nomeação do candidato que não apresentar o regulamentar o Cadastro Ambiental Rural – CAR para as propriedades e posses
documento constante do artigo 2º e do candidato que tomar posse e não entrar rurais;
em efetivo exercício no prazo de 30 (trinta) dias, salvo por motivo justificado
previamente nos termos da Lei. Podendo a administração proceder à nomeação CONSIDERANDO que a inscrição do imóvel rural no CAR é condição
de candidatos, próximos classificados, seguida rigorosamente a ordem de obrigatória para a regularização ambiental de propriedades e posses rurais,
classificação obtida no certame, caso as vagas ofertadas não tenham sido nos termos do artigo 59, § 2°, da Lei n. 12.651/2012,
providas.
D E C R E T A:
Art. 6° Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 1º Este Decreto dispõe sobre o Cadastro Ambiental Rural – CAR, de
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, em 14 de novembro de 2012, caráter declaratório e permanente, registro público eletrônico de âmbito
124º da República. estadual obrigatório para todos os imóveis rurais, parte integrante do Sistema
Nacional de Informações sobre o Meio Ambiente – SINIMA, com a finalidade de
CONFUCIO AIRES MOURA integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais,
Gover nador compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental
e econômico e combate ao desmatamento.
CARLA MITSUE ITO
Secretária de Estado da Administração Adjunta Art. 2° Para os efeitos deste Decreto entende-se por:

ANEXO ÚNICO I – área remanescente de vegetação nativa, área com vegetação nativa
em estágio primário ou secundário avançado de regeneração;
CLA INSCRIÇÃO CANDIDATO CARGO C. H.
85 819.010-0 Antonia Luzia Martins da Silva Auxiliar de Serviços Gerais 40 II – área degradada, área que se encontra alterada em função de impacto
antrópico, sem capacidade de regeneração natural;
DECRETO N.17.280, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
III – área alterada, área que após o impacto ainda mantém capacidade de
Delega competência, no âmbito da Administração Pública, por meio da regeneração natural;
Coordenadoria Geral de Patrimônio Mobiliário e Imobiliário, ou órgão que
vier a s ubstituí-la, par a a elaboração de Termo de Destinação e IV – área rural consolidada, área de imóvel rural com ocupação antrópica
Responsabilidade e Cessão de Uso Onerosa ou não de Imóveis Públicos. preexistente a 22 de julho de 2008, com edificações, benfeitorias ou atividades
agrossilvipastoris, admitida, neste último caso, a adoção do regime de pousio;
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições que lhe
confere o artigo 65, inciso V, da Constituição Estadual, V – recomposição, restituição de ecossistema ou de comunidade biológica
nativa degradada ou alterada à condição não degradada, que pode ser
D E C R E T A: diferente de sua condição original;

Art. 1º Fica delegada competência, no âmbito da Administração Pública, por VI – planta, representação gráfica plana, em escala mínima de 1:50.000,
meio da Coordenadoria Geral de Patrimônio Mobiliário e Imobiliário, ou órgão que que contenha particularidades naturais e artificiais do imóvel rural;
vier a substituí-la, para a elaboração de Termo de Destinação e Responsabilidade
e Cessão de Uso Onerosa ou não de Imóveis Públicos, conforme a necessidade VII – SIMLAM, Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento
advir. Ambiental, c onsistent e no módulo público apto a disponibilizar o
acompanhamento, no âmbito da Secretaria de Estado do Desenvolvimento
Art. 2º Os Termos a que se refere o artigo 1º deste Decreto, deverão ser Ambiental – SED AM, dos procedimentos administrativos ref erentes à
exclusivamente e obrigatoriamente elaborados pela Coordenadoria Geral de atividades e empreendimentos utilizadores e exploradores de recursos
Patrimônio Mobiliário e Imobiliário – CGPMI, subordinada à Secretaria de Estado da naturais, e garantir transparência e eficiência à política ambiental;
Administração - SEAD, ou ao Órgão que vier a substituí-la, tendo como partes
assinantes o Coordenador Geral de Patrimônio e o Titular do Órgão requisitante VIII – croqui, representação gráfica simplificada da situação geográfica
do imóvel. do imóvel rural, a partir de imagem de satélite georreferenciada disponibilizada
pela SEDAM, via SIMPLAM, que contenha informações sobre os remanescentes
Art. 3º Na elaboração dos respectivos Termos deverão conter cláusulas de vegetação nativa, servidões, áreas de preservação permanente, áreas de
condizentes com a Legislação Pátria, contendo direitos e obrigações de ambas uso restrito, áreas consolidadas e a localização das reservas legais;
as partes.
IX – regularização ambiental, atividades desenvolvidas e implementadas
Art. 4º Caso não haja o cumprimento das normas estabelecidas nos artigos no imóvel rural que visem atender ao disposto na legislação ambiental e, de
anteriores, fica o Órgão responsabilizado a comunicar à Coordenadoria Geral de forma prioritária, a manutenção e recuperação de áreas de preservação
Patrimônio Mobiliário e Imobiliário – CGPMI, ou ao órgão que vier a substituí-la, permanente, de reserva legal e de uso restrito, e a compensação da reserva
para que sejam elaborados os respectivos Termos na forma deste Decreto. legal, quando couber; e

Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.


24 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

X – pequena propriedade ou posse rur al complementação das informações prestadas, sob Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
familiar, aquela explorada mediante o trabalho pena de cancelamento da sua inscrição no CAR. em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
pessoal do agricultor familiar e empreendedor
familiar rur al, incluindo os assentamentos e § 1° Enquanto não houver manifestação da CONFÚCIO AIRES MOURA
projetos de reforma agrária, e que atenda ao SEDAM acerca de pendências ou inconsistências Governador
disposto no artigo 3º, da Lei n. 11.326, de 24 de nas informações declaradas e nos documentos
julho de 2006. apr esentados par a a inscrição no cadastro, DECRETO N.17.282, DE 14 DE NOVEMBRO
considera-se efetivada a inscrição do imóvel rural DE 2012.
Art. 3° A inscrição do imóvel rural no CAR será no CAR, para todos os fins previstos em lei.
feita no sítio eletrônico da SEDAM na internet, Dispõe sobre exoneração de Estagiária em
atr avés de link de acesso disponibilizado no § 2° Sempre que julgar necessário, a SEDAM Direito da Procuradoria Geral do Estado.
SIMLAM, devendo, o proprietário ou possuidor, poder á r ealizar vistor ias de cam po par a
fornecer os seguintes dados: verificação das informações declaradas. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
no uso das atribuições que lhe confere o artigo
I – informações referentes à sua identificação; § 3° Os docum entos compr obatórios das 65, inciso V, da Constituição Estadual e, nos
informações declaradas poderão ser solicitados, termos da Lei Complementar n. 328, de 13 de
II – comprovação da propriedade ou posse; e a qualquer tempo, pela SEDAM, e poderão ser dezembro de 2005,
fornecidos por meio digital.
III – planta e memorial descritivo do imóvel, D E C R E T A:
contendo a indicação das coor denadas § 4° O declarante ficará sujeito às sanções
geogr áf icas com pelo menos um ponto de penais, cíveis e administrativas, quando total ou Art. 1º Fica exonerada do Quadro de
amarração do perímetro do imóvel, das áreas de parcialmente falsas, enganosas ou omissas as Estagiários em Direito da Procuradoria Geral do
interesse social e das áreas de utilidade pública, declarações prestadas nos sistemas oficiais de Estado, a estagiária DIANA F RANCISCA
informando a localização dos remanescentes de controle ou em qualquer outro procedimento LUSTOSA DA SILVA LOPES, a contar de 31 de
vegetação nativa, das Áreas de Pr eservação administrativo ambiental, salvo na hipótese de julho de 2012.
Permanente, das Áreas de Uso Restrito, das áreas retificação promovida espontaneamente antes de
consolidadas e, caso existente, da Reserva Legal. concluído o cadastro. Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de
sua publicação.
§ 1° Deferidas as áreas quantificadas ou as Art. 5° Para o registro da pequena propriedade
propostas de Reserva Legal – ARL, de ou posse rural familiar no CAR o procedimento é Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
Preservação Permanente – APP, de recuperação simplificado, devendo, o detentor do domínio ou em 14 de novembro de 2012, 124º da República.
e reparação das áreas degradadas, será expedido da posse, fornecer os seguintes dados:
o CAR, identificado por número de protocolo CONFÚCIO AIRES MOURA
correspondente. I – informações referentes à sua identificação; Governador

§ 2° As informações deverão ser atualizadas II – comprovação da propriedade ou posse; e DECRETO N. 17.283, DE 14 DENOVEMBRO
periodicamente ou sempre que houver modificação DE 2012.
de natureza dominial ou possessória, e a alteração III – croqui indicando o perímetro do imóvel, as
dos dados inseridos no CAR somente poderá ser Áreas de Preservação Per manen te e os Extingue sem julgamento de mérito o
efetuada pelo proprietário ou possuidor rural ou remanescentes que formam a Reserva Legal. Conselho de Disciplina, RGF 05.03.1.074,
seu representante legalmente constituído. instaurado em desfavor do SD PM RE
§ 1° O georreferenciamento das informações 05117-6 JOSÉ MARIA LIZARDO.
§ 3° A inscrição no CAR deverá ser requerida apresentadas no croqui será elaborado pela
no prazo de 1 (um) ano contado da implantação SEDAM ou instituição, pública ou pri vada, O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
do cadastro, prorrogável, uma única vez e por devidamente habilitada, sem dispêndio financeiro no uso das atribuições que lhe confere o artigo
igual período, por ato do Chefe do Poder Executivo. por parte dos beneficiários especiais, sendo 65, inciso V, da Const ituição do Est adoe,
facultado ao proprietário ou possuidor fazê-lo por considerando teor constante do Ofício n. 315/GCG,
§ 4° O cadastramento não será considerado seus próprios meios. de 26 de outubro de 2012, do Comando Geral da
título para fins de reconhecimento do direito de Polícia Militar do Estado de Rondônia, constantes
propriedade ou posse. § 2° Aplica-se o disposto neste artigo ao das fls. 450, dos autos do Conselho de Disciplina,
proprietário ou posseiro rural com área de até 4 RGF 05.03.1.074, instaurado pela Portaria n. 120/
§ 5° As informações constantes do CAR ( quatro) m ódulos fiscais que desenvolvam CORREGEPOM, de 03 setembro de 2004,
poderão ser disponibilizadas para utilização dos atividades agr ossilvipastoris, e aos povos e D E C R E T A:
demais órgãos públicos federais e estaduais comunidades indígenas e tradicionais que façam
interessados. uso coletivo do seus território. Art. 1ºFica extinto, sem julgamento de mérito,
o Conselho de Disciplina RGF 05. 03.1. 07 4,
§ 6° O Estado poderá delegar aos Municípios, Art. 6° Nos casos em que a Reserva Legal já instaurado em desfavor do SD PM RE 05117-6
por meio de instrumento competente, a execução tenha sido averbada na matrícula do imóvel e em JOSÉ MARIA LIZARDO, através da Portaria n. 120/
das ações administrativas disciplinadas neste que essa averbação identifique o perímetro e a CORREGEPOM de 03 de setembro de 2004, em
Decreto, desde que o ente destinatár io da localização da reserva, o proprietário ou possuidor razão da prescrição da pretensão punitiva do
delegação disponha de ór gão ambiental não ser á obr igado a forn ecer à SEDAM as Estado, tendo em vista o que preceitua o artigo
capacitado, nos moldes da Lei Complementar n. informações relativas à Reserva Legal previstas 18, do Decreto-Lei n. 34, de 7 de dezembro de
140, de 8 de dezembro de 2011, e disponibilize em no inciso III, do artigo 3° deste Decreto. 1982.
sítio eletrônico localizado na internet, a interface
de programa de cadastramento integr ada ao Parágrafo único. Para que o proprietário ou Art. 2º A Polícia Militar do Estado de Rondônia
SIM LAM destinado à inscr ição, consulta e possuidor se desobrigue nos termos do caput, adotará as medidas necessárias ao f iel
acompanhamento da situação da regularização deverá apresentar certidão emitida pelo Oficial de cumprimento do presente Decreto.
ambiental dos imóveis rurais. Registro de Imóveis competente em que conste a
averbação da Reserva Legal ou ter mo de Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de
Art. 4° Constatadas pendências ou compromisso firmado nos casos de posse. sua publicação.
inconsistências nas informações declaradas e nos
documentos apresentados no CAR, a SEDAM Art. 7° Fica revogada a Portaria n. 93/GAB/ Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
notificará o requerente, uma única vez, inclusive SEDAM, de 25 de agosto de 2009. em 14de novembro de 2012, 124º da República.
por meio digital, para retificá-las, no prazo de 30
(trinta) dias, mediante adequação, correção ou Art. 8º Este Decreto entra em vigor na data de CONFÚCIO AIRES MOURA
sua publicação. Governador
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 25

DECRETO DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. 65, inciso V, da Constituição Estadual e, conforme Direção Superior, símbolo CDS-15, de Assessor
consta do Ofício n. 1057/2012/GAB-PGJ, Especial V, da Secretar ia de Es tado da
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, Administração.
no uso das atribuições que lhe confere os artigos R E S O L V E:
65, inciso XI e 81, parágrafo único, da Constituição Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
Estadual, e Prorrogar a cedência, a contar de 01de janeiro em 1º de novembro de 2012, 124º da República.
de 2013, com ônus para o Ministério Público do
Considerando a lista tríplice encaminhada ao Estado de Rondônia, da servidora Ane Cristina CONFÚCIO AIRES MOURA
Poder Executivo através do Ofício n. 093/2012/ Mota Forte, Agente do Registro do Comércio, Governador
CM, de 12 de novembro de 2012, Matrícula n . 200482, pertencente ao Quadro
Permanente de Pessoal da Junta Comercial do DECRETO DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012.
R E S O L V E: Estado de Rondônia – JUCER, até 31 de dezembro
de 2013. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
Nomear ISAIAS FONSECA MORAES, para no uso das atribuições que lhe confere o art. 65,
exercer o Cargo de Desembargador do Tribunal Palácio do Governo do Estado de Rondônia, inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos
de Justiça do Estado de Rondônia. em 12 de novembro de 2012, 124º da República. da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, CONFÚCIO AIRES MOURA 26 de maio de 2011,
em 13 de novembro de 2012, 124º da República. Governador
R E S O L V E:
CONFÚCIO AIRES MOURA DECRETO DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012.
Governador Exonerar, a contar de 09 de novembro de 2012,
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, FRANCIELLY LIRA DE SOUZA HATTORE, do Cargo
no uso das atribuições, que lhe confere pelo artigo de Direção Superior, símbolo CDS-16, de Assessor
DECRETO DE 1º DE NOVEMBRO DE 2012.
65, inciso V, da Constituição Estadual, Especial IV, da Secr etar ia de Estado da
Administração.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
no uso das atribuições que lhe confere o artigo R E S O L V E:
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
65, inciso V, da Constituição Estadual e, nos
Ceder, a partir de 10 de outubro de 2012, a em 09 de novembro de 2012, 124º da República.
termos da Lei Complementar n. 224, de 4 de janeiro
de 2000, alterada pela Lei Complementar n. 619, ser vidora SOLANGE RAM IRES SALOMÃO
GURGACZ, ocupante do cargo de Prof. Nível III, CONFÚCIO AIRES MOURA
de 26 de maio de 2011,
matrícula n. 300117262, lotada na Secretaria de Governador
R E S O L V E: Estado da Educação – SEDUC, pertencente ao
Quadro Permanente de Pessoal Civil do Estado de DECRETO DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012.
Exonerar, a pedido, a partir de 31 de outubro Rondônia, para desenvolver suas atividades na
Casa Civil do Estado de Rondônia. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
de 2012, IGOR HABIB RAMOS FERNANDES, do
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65,
Cargo de Direção Superior, símbolo CDS-15, de
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos
Chefe de Grupo de Acompanhamento Legislativo,
em 14 de novembro de 2012, 124º da República. da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de
da Coordenadoria Técnica Legislativa, da Casa
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de
Civil.
CONFÚCIO AIRES MOURA 26 de maio de 2011,
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, Governador
R E S O L V E:
em 1º de novembro de 2012, 124º da República.
DECRETO DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012.
Nomear, a partir de 12 de novembro de 2012,
CONFÚCIO AIRES MOURA
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, ROSEANE TAVARES CARVALHO ARAUJO, para
Governador
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, exercer o Cargo de Direção Superior, símbolo CDS-
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos 16, de Assessor Especial IV, da Secretaria de
DECRETO DE 1º DE NOVEMBRO DE 2012.
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de Estado da Administração.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, 2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de
26 de maio de 2011, Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
no uso das atribuições que lhe confere o artigo
R E S O L V E: em 09 de novembro de 2012, 124º da República.
65, inciso V, da Constituição Estadual e, nos
termos da Lei Complementar n. 224, de 4 de janeiro
Exonerar, a pedido, a contar de 23 de abril CONFÚCIO AIRES MOURA
de 2000, alterada pela Lei Complementar n. 619,
de 2012, CLARA SABRY AZAR MARQUES, do Governador
de 26 de maio de 2011,
Cargo de Direção Superior, símbolo CDS-11, de
Chefe de Equipe de Apoio Administrativo, da DECRETO DE 1 DE NOVEMBRO DE 2012.
R E S O L V E:
Procuradoria Geral do Estado.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
Nomear, a partir de 1º de novembro de 2012,
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, no uso das atribuições que lhe confere o art. 65,
ANNABEL ALVES DA SILVA M ENDES
em 12 de novembro de 2012, 124º da República. inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos
STECKERT, para exercer o Cargo de Direção
da Lei Complementar nº 619, de 26 de maio de
Superior, símbolo CDS-15, de Chefe de Grupo de
CONFÚCIO AIRES MOURA 2011, alterada pela Lei Complementar 670, de 08
Acompanhamento, da Coordenadoria Técnica
Governador de junho de 2012,
Legislativa, da Casa Civil.
R E S O L V E:
DECRETO DE 1º DE NOVEMBRO DE 2012. Exonerar, a contar de 31 de agosto de 2012,
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
DULCINEIA GALVÃO COSTA BRAGA, do Cargo
em 1º de novembro de 2012, 124º da República.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, de Direção Superior, símbolo CDS-15, de Assessor
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, Técnico II, da Secretaria de Estado de Promoção
CONFÚCIO AIRES MOURA
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos da Paz.
Governador
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
DECRETO DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012. 26 de maio de 2011, em 1 de novembro de 2012, 124º da República.
R E S O L V E:
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, Exonerar, a contar de 31 de outubro de 2012, CONFÚCIO AIRES MOURA
no uso das atribuições, que lhe confere pelo artigo WASHING TON PAULA NEVES, do Cargo de Governador
26 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

DECRETO DE 05 DE NOVEMBRO DE 2012. R E S O L V E: Programa, da Secretaria de Estado de Promoção


da Paz.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, Nomear, a partir de 1° de novembro de 2012,
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, RODRIGO FLÁVIO DA SILVA, para exercer o Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos Cargo de Direção Superior, símbolo CDS-16, de em 1 de novembro de 2012, 124º da República.
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de Assessor Especial I, da Casa Civil.
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de CONFÚCIO AIRES MOURA
26 de maio de 2011, Palácio do Governo do Estado de Rondônia, Governador
em 30 de outubro de 2012, 124º da República.
R E S O L V E: DECRETO DE 1 DE NOVEMBRO DE 2012.
CONFÚCIO AIRES MOURA
Exonerar, a pedido, a contar de 31 de outubro Governador O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
de 2012, SUELI ALVES ARAGÃO, do Cargo de no uso das atribuições que lhe confere o art. 65,
Direção Superior, símbolo CDS-21, de Secretario DECRETO DE 1 DE NOVEMBRO DE 2012. inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos
Adjunto, da Secretaria de Estado de Assuntos da Lei Complementar nº 619, de 26 de maio de
Estratégicos. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, 2011, alterada pela Lei Complementar 670, de 08
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, de junho de 2012,
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos R E S O L V E:
em 05 de novembro de 2012, 124º da República. da Lei Complementar nº 619, de 26 de maio de Nomear, no período de 1° de setembro de 2012
2011, alterada pela Lei Complementar 670, de 08 a 31 de outubro de 2012, FRANCISCO CARLOS
CONFÚCIO AIRES MOURA de junho de 2012, DA SILVA LINS, para exercer o Cargo de Direção
Governador Superior, símbolo CDS-15, de Assistente Técnico
R E S O L V E: II, da Secretaria de Estado de Promoção da Paz.
DECRETO DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.
Nomear, no período de 1° de setembro de 2012 Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, a 31 de outubro de 2012, ROSINEI MARIA DE em 1 de novembro de 2012, 124º da República.
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, SOUZA CAVALLIERI, para exercer o Cargo de
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos Direção Superior, símbolo CDS-18, de Assessor CONFÚCIO AIRES MOURA
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de de Controle Interno, da Secretaria de Estado de Governador
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de Promoção da Paz.
26 de maio de 2011, SUPEL
Palácio do Governo do Estado de Rondônia,
R E S O L V E: em 1 de novembro de 2012, 124º da República. AVISO DE JULGAMENTO DE RECURSO

Exonerar, a partir de 1° de novembro de 2012, CONFÚCIO AIRES MOURA PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 748/2012/SUPEL/RO.
CRISTIANE NEVES DA CRUZ, do Cargo de Direção Governador PROCESSO ADMINISTRAT IVO Nº.:
Superior, símbolo CDS-16, de Assessor Especial I, 01.1420.04467-00/2012/DER/RO
da Casa Civil. DECRETO DE 1 DE NOVEMBRO DE 2012. OBJETO: Registro de Preços para eventuais
e f ut ur a s loca ç õe s de t e ndas , c adei ra s
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, pl ást icas e servi ço de sonorização, para
em 30 de outubro de 2012, 124º da República. no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, atender as necessidades das Residências
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos Regi onais, a pedido do De part ame nt o de
CONFÚCIO AIRES MOURA da Lei Complementar nº 619, de 26 de maio de Estradas de Rodagem e Transportes- DER/
Governador 2011, alterada pela Lei Complementar 670, de 08 RO.
de junho de 2012,
DECRETO DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. A Pregoeira e equipe de apoio, designados por
R E S O L V E: força da Portaria N.º 045/GAB/SUPEL, publicado
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, no DOE do dia 07 de novembro de 2012, de
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, Nomear, no período de 1° de setembro de 2012 ordem da Superintendência Estadual de Compras
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos a 31 de outubro de 2012, NILZA DE LOURDES e Licitações do Estado de Rondônia - SUPEL, torna
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de BATISTELA SILVA, para exercer o Cargo de público aos inter essados e em especial as
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de Direção Superior, símbolo CDS-12, de Assistente empresas participantes, que foi julgado por esta
26 de maio de 2011, Técnico, da Secretaria de Estado de Promoção da Pregoeira, e posteriormente, examinado e decidido
Paz. pelo Superintendente da SUPEL/RO, a intenção de
R E S O L V E: recurso, com fundamentação, da empresa: LOPES
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, & LOPES LTDA – ME, referente ao certame
Nomear, a partir de 1° de novembro de 2012, em 1 de novembro de 2012, 124º da República. licitatório em epígrafe.
CRISTIANE NEVES DA CRUZ, para exercer o
Cargo de Direção Superior, símbolo CDS-17, de CONFÚCIO AIRES MOURA Acolhendo a decisão da Pr egoeira, o
Redator de Comunicação, da Casa Civil. Governador Super intendente da SUPEL, julgou
IMPROCEDENTE a intenção de recurso interposta,
Palácio do Governo do Estado de Rondônia, DECRETO DE 1 DE NOVEMBRO DE 2012. conforme decisão exposta nos autos, e ainda, no
em 30 de outubro de 2012, 124º da República. site www.comprasnet.gov.br.
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,
CONFÚCIO AIRES MOURA no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, Informamos que eventuais dúvidas poderão ser
Governador inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos sanadas junto a Pregoeira e equipe de apoio,
da Lei Complementar nº 619, de 26 de maio de atr avés do t el ef one ( 6 9) 3 2 16 -2 21 2 , ou n o
DECRETO DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. 2011, alterada pela Lei Complementar 670, de 08 endereço sito a Av. Rio Madeira, 3056 - bairro:
de junho de 2012, Flodoaldo Pontes Pinto, (Prédio da SUPEL) em Porto
O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, Velho/RO - CEP: 76.820-408.
no uso das atribuições que lhe confere o art. 65, R E S O L V E:
inciso V, da Constituição Estadual e, nos termos Porto Velho, 14 de novembro de 2012.
da Lei Complementar nº 224, de 4 de janeiro de Nomear, no período de 1° de setembro de 2012
2000, alterada pela Lei Complementar nº 619, de a 31 de outubro de 2012, DULCINEIA GALVÃO DAIANA LÍBIA OLIVEIRA VIEIRA
26 de maio de 2011, DA COSTA BRAGA, para exercer o Cargo de Pregoeira ALFA/SUPEL/RO
Direção Superior, símbolo CDS-17, de Gerente de MAT. Nº.: 300104297
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 27

ADENDO MODIFICADOR E, considerando que o caráter deste aviso é meramente esclarecedor, que
não causa alteração na formulação das propostas ou em suas condições, o
A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, através da prazo f ixado para abertura das propostas e dem ais itens e condições
Comissão Permanente de Licitações de Obras - CPLO/SUPEL/RO, nomeada pela permanecem inalterados.
Portaria n º 44/GAB/SUPEL/RO, de 01 de novembro de 2012, torna público
aos interessados, em especial, as empresas que retiraram o Edital, da TOMADA Eventuais dúvidas poderão ser sanadas junto ao Pregoeiro e Equipe de Apoio,
DE PREÇOS n°. 115/12/CPLO/SUPEL/RO, decorr ente do Proce ss o através do telefone (69) 3216-2225, ou no endereço sito a Av. Rio Madeira,
Administrativo: 01.1420.03868-00/2012/DER/RO, considerando a necessidade 3056, bairro: Flodoaldo Pontes Pinto, (Novo Prédio da SUPEL) em Porto Velho/
de adequação na descrição do objeto, logo o referido Edital, sofreu a seguinte RO - CEP: 76.820.408.
alteração:
Publique-se.
ONDE SE LÊ: Porto Velho, 13 de novembro de 2012.

Contratação de emrpesa especializada para execução dos serviços de elaboração VIVALDO BRITO MENDES
do Projeto Executivo de Engenharia de Melhorias, Adequação de Capacidade, Pregoeiro da Equipe Kappa/SUPEL/RO
Segurança e Pontos Críticos dos Segmentos, Trechos e Extensões (aproximadas) Matrícula 300059453
na Estrada do Belmont - TRECHO 1: Entr. BR-319/Av. Farquar Km-05 (Terminal de
Cargas/Bairro Nacional) com Extensão de 5,0 Km; e TRECHO 2: RO-005, Entr. GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA
Expresso Porto - Entr. Av. Guaporé com Extensão de 3,8 Km. Superi ntendência Estadual de Compras e Licitações

LEIA-SE: ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: N° 110/2012/SUPEL


Contratação de emrpesa especializada para execução dos serviços de elaboração
do Projeto Executivo de Engenharia de Adequação de Capacidade, Melhoria da PREGÃO ELETRÔNICO: Nº 556/2012
Segurança e eliminação de Pontos Críticos dos Segmentos, Trechos e Extensões PROCESSO: Nº 01-1712.01265-00/2012
(aproximadas) na Estrada do Belmont - TRECHO 1: Entr. BR-319/Av. Farquar Km-
05 (Terminal de Cargas/Bairro Nacional) com Extensão de 5,0 Km; e TRECHO 2: Pelo presente instru ment o, o Estado de Rondônia, através da
RO-005, Entr. Expresso Porto - Entr. Av. Guaporé com Extensão de 3,8 Km. SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES – SUPEL situada
Face o exposto, e ainda, de atendimento ao § 4º, do Art. 21, da Lei 8.666/93, fica à RUA RIO MADEIRA Nº 3056 – BAIRRO: FLODOALDO PONTES PINTO, neste
reaberto o prazo inicialmente estabelecido, logo, a sessão inaugural do respectivo ato representado pelo Superintendente da SUPEL, Senhor Márcio Rogério
edital dar-se-á no dia 17 de dezembro de 2012 às 10h00min, no mesmo local Gabriel e as empresas qualificadas no Anexo Único desta Ata, resolvem
indicado no preâmbulo do Edital. Os demais itens da licitação em destaque REGISTRAR O PREÇO para futura e eventual aquisição de material de radiologia
permanecem inalterados, neste ato ratificados. para atender as Unidades de Saúde do Estado de Rondônia, nas quantidades
Porto Velho-RO, 09 de novembro de 2012. estimadas no Anexo Único desta ata, atendendo as condições previstas no
instrumento convocatório e as constantes nesta Ata de Registro de Preços,
PAULO ALVES sujeitando-se as partes às normas constantes da Lei nº. 8.666/93 e suas
Presidente da CPLO/SUPEL/RO alter ações, Decreto Estadual nº 10.898/2004 e suas alterações e em
Mat. 300005830 conformidade com as disposições a seguir.

ADENDO ESCLARECEDOR N.º 001 1. DO OBJETO


PREGÃO ELETRÔNICO Nº 779/2012/SUPEL/RO
REGISTRAR O PREÇO para futura e eventual aquisição de material de radiologia
PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 01.1601.06911-00/2012/SEDUC/RO para atender as Unidades de Saúde do Estado de Rondônia, a pedido da
OBJETO: Aquisição de Material de Consumo como: Adesivos, Banner, Blocos de Secretaria de Estado da Saúde.
Anota ções , Bol sa Pe rs on al iza da , C am is et as Pe rs on a li za da s, Ca ne ta s
Personalizadas, Cartaz, Certificados, Crachás, Faixa, Folder, Painel, Pasta 2. DA VIGÊNCIA
Personalizada em Couro, Pastas Personalizadas Tipo Convenção e Reprodução
de Apostilas e Material de Distribuição Gratuita: Criação, Diagramação e 2.1. O presente Registro de Preços terá validade de 12 (doze) meses,
Impressão de Cartilhas para atender a Gerência de Educação - GE/SEDUC e a contados a partir de sua publicação no Diário Oficial do Estado.
Gerência de Avaliação e Estatística – GAE/SEDUC no que se refere à realização
de Colóquios, Encontros Pedagógicos, Formação Inicial e Continuada, Fóruns, 3. DA GERÊNCIA DA PRESENTE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS
Qualificações Técnicas e Seminários, conforme especificado no Edital e seus 3.1. Caberá à Superintendência Estadual de Compras e Licitações – SUPEL a
anexos. condução do conjunto de procedimentos do certame para registro de preços
e gerenciamento da Ata dele recorrente (Decreto 10.898/2004 art.4º). No
A Superintendência Estadual de Compras e Licitações – SUPEL, através de seu entanto, a alocação de recursos, empenhamento, análise do mérito das
Pregoeiro, nomeado por força da Portaria n.º 041/GAB/SUPEL, de 27.08.2012, quantidades adquiridas, bem como a f inalidade pública na utilização dos
publicada no Diário Oficial do Estado de Rondônia, edição do dia 28.08.2012, materiais e serviços são de responsabilidade exclusiva do ordenador de
torna público aos interessados, em especial às empresas que retiraram o despesas do órgão requisitante.
instrumento convocatório, que o Edital do Pregão Eletrônico nº 779/2012/SUPEL/
RO, esclarecer que: 4. DA ESPECIFICAÇÃO, QUANTIDADE E PREÇO
4.1. O preço, a quantidade, o fornecedor e a especificação do item registrado
ONDE SE LÊ: nesta Ata, encontram-se indicados no Anexo I deste instrumento.

ITEM 5.2.1 - PRAZO DE ENTREGA DO TERMO DE REFERÊNCIA 5 - PRAZOS E CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO


O prazo de entrega é de até 30 (trinta) dias, a contar do recebimento da nota de
empenho; A DETENTORA do registro de preços se obriga, nos termos do Edital e deste
instrumento, a:
LEIA-SE:
5.1. Retirar a Nota de Empenho junto ao órgão solicitante no prazo de até 05
ITEM 5.2.1 – PRAZO DE ENTREGA DO TERMO DE REFERÊNCIA (cinco) dias, contados da convocação;
O prazo de entrega é de até 15 (quinze) dias, a contar do recebimento da nota
de empenho; 5.2. Iniciar o fornecimento do objeto dessa Ata, conforme prazo estabelecido
no Termo de Referência e edital de licitações.
Havendo divergência nas demais condições editalícias, prevalecer ão as
adequações a serem consideradas de acordo com as modificações sofridas por 5.3. Não será admitida a entrega pela detentora do registro, de qualquer item,
este instrumento. sem que esta esteja de posse da respectiva nota de empenho, liberação de
fornecimento, ou documento equivalente.
28 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

5.4. O objeto e/ou serviço desta ata deverá ser fornecido parcialmente durante a 9.4. As multas serão, após regular processo administrativo, descontadas dos
vigência da ata ou contrato, de acordo com as necessidades dos órgãos créditos da empresa detentora da Ata ou, se for o caso, cobrada administrativa
requerentes, nas quantidades solicitadas pelos mesmos. ou judicialmente.

6 - DO RECEBIMENTO DO OBJETO E LOCAL DE ENTREGA 9.5. As penalidades previstas neste item têm caráter de s a nç ã o
6.1. No recebimento e aceitação de qualquer item, objeto desta Ata de Registro administrativa, conseqüentemente, a sua aplicação não exime a empresa
de Preços, serão observadas as especificações contidas no instrumento detentora da Ata da reparação das eventuais perdas e danos que seu ato
convocatório. venha acarretar ao Estado de Rondônia.
6.2. Expedida a Nota de Empenho, o recebimento de seu objeto ficará condicionado
a observância das normas contidas no art. 40, inciso XVI, c/c o art. 73 inciso II, 9.6. As penalidades são independentes e a aplicação de uma não exclui a das
“a” e “b”, da Lei 8.666/93 e alterações. demais, quando cabíveis.

6.3. A entrega dos produtos será na: Almoxarifado Central da SESAU, 9.7. Na hipótese de apresentar documentação inverossímil ou de cometer
endereço: Av. Rio Madeira, n° 603, Bairro Lagoa, cidade de Porto Velho/ fraude, o licitante poderá sofrer sem prejuízo da comunicação do ocorrido
RO. Horário de atendimento: de segunda – feira a sexta – feira, das ao Ministério Público, quaisquer das sanções adiante previstas, que
7h:30min. as 13h:30min. poderão ser aplicadas cumulativamente:
6.3. DO PRAZO DE ENTREGA: O prazo de entrega dos itens, objeto desta Ata, 9.8. Desclassificação, se a seleção se encontrar em fase de julgamento;
será de até 30 (trinta) dias corridos, contados da data do recebimento da Nota
de empenho pela empresa vencedora. Este prazo poderá ser dilatado em casos 9.9. Cancel amento do preço registrado, procedendo-se à paralisação
excepcionais, mediante apresentação de justificativa, com concordância da do fornecimento.
Administração.
9.10. O preço registrado poderá ser cancelado pela Administração Pública,
7. DAS CONDIÇÕES DE PAGAMENTO quando:

7.1. A empresa detentora da Ata apresentará a Gerência Financeira do Órgão 9.10.1. A Detentora do Registro, deixar de cumprir as exigências do Edital;
requisitante a nota fiscal referente ao fornecimento efetuado.
9.10.2. A Detentora do Registro não atender à convocação para assinar a ATA
7.2. O respectivo Órgão terá o prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da decorrente de Registro de Preços ou não retirar o instrumento equivalente no
apresentação da nota fiscal para aceitá-la ou rejeitá-la. prazo estabelecido, sem justificativa aceita pela Administração;

7.3. A nota fiscal não aprovada será devolvida à empresa detentora da Ata 9.10.3. A detentora incorrer reiteradamente em infrações previstas no Edital;
para as necessárias correções, com as informações que motivaram sua
rejeição, contando-se o prazo estabelecido no subitem 6.2. a partir da data de 9.10.4. A Detentora do Registro, praticar atos fraudulentos no intuito de auferir
sua reapresentação. vantagem ilícita;

7.4. A devolução da nota fiscal não aprovada, em hipótese alguma, servirá de 9.10.5. Ficar evidenciada incapacidade de cumprir as obrigações assumidas
pretexto para que a empresa detentora da Ata suspenda quaisquer fornecimentos. pela Detentora do Registro, devidamente caracterizada em relatório de
inspeção;
7.5. O Estado de Rondônia, através dos órgãos requisitantes, providenciará o
pagamento no prazo de até 30 (trinta) dias corridos, contada da data do 9.10.6. Em qualquer das hipóteses de inexecução total ou parcial do Registro
aceite da nota fiscal. de Preços;

8. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 9.10.7. Os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no


mercado e a detentora se recusar a baixá-los na forma prevista no ato
8.1. A despesa correrá à conta dos orçamentos informados no Termo de convocatório;
Referência e edital de licitações. Os órgãos participantes poderão celebrar
contratos, emitir notas de empenho ou instrumento equivalente, dependendo dos 9.10.8. Por razões de interesse público, mediante despacho motivado,
valores envolvidos, conforme previsto no artigo 62 da Lei 8.666/93. devidamente justificado.

9 - DAS SANÇÕES NO CASO DE INADIMPLÊNCIA E DO CANCELAMENTO DO 9.10.9. A Detentora do Registro poderá requerer o cancelamento mediante
REGISTRO DE PREÇOS solicitação por escrito, comprovando estar impossibilitada de cumprir as
exigências do Edital que gerou a Ata de Registro de Preços;
9.1. Cobrança pelo Estado, por via administrativa ou judicial, de multa equivalente 9.10.10. A decisão da SUPEL do cancelamento do preço registrado, quando
a 1% (um por cento) do valor estimado pelo item ofertado. por cor r espondência, ser á com r ecibo de entrega (AR), juntando
comprovantes dos fatos ocorridos ou evidenciados, sem prejuízo da aplicação
9.2. Suspensão temporária ao direito de licitar e impedimento de contratar com o das penalidades previstas no Edital, assegurada defesa prévia à DETENTORA
Estado de Rondônia e cancelamento de seu Certificado de Registro Cadastral no do registro, nos termos da Lei nº 8.666/93.
Cadastro de Fornecedores do Estado de Rondônia, conforme período determinado
na Lei 8.666/93 e 10.520/00, de acordo com a modalidade de licitação. 9.10.11. O preço registrado poderá ser cancelado pela Administração de
pleno direito, assegurado o contraditório e a ampla defesa, quando a detentora:
9.3. Salvo ocorrência de caso fortuito ou de força maior, devidamente justificada
e comprovada, o não cumprimento, por parte da empresa detentora da Ata, das 9.10.12. Descumprir as condições da Ata de Registro de Preços;
obrigações assumidas, ou a infringência de preceitos legais pertinentes, ensejará
a aplicação, segundo a gravidade da falta, das seguintes penalidades: 9.10.13. Não aceitar reduzir o(s) seus(s) preço(s) registrado(s) na hipótese
de tornar(em)-se superior(es) ao(s) praticado(s) no mercado;
9.3.1. Advertência, sempre que for constatada irregularidade de pouca gravidade,
para as quais tenha a Contratada concorrida diretamente, ocorrência que será 9.10.14 Esta Ata de Registro de Preços poderá ser rescindida nas hipóteses
registrada no Cadastro de Fornecedores do Estado de Rondônia; previstas para a rescisão dos contratos em geral, com as conseqüências daí
9.3.2. Multa de 0,2% (dois décimos por cento) ao dia, por atraso no fornecimento advindas.
e por entrega em desacordo com as especificações estabelecidas neste Edital,
até o décimo dia corrido; 9.10.15 As penalidades aplicáveis em qualquer caso estão previstas
expressamente no instrumento convocatório.
9.3.3. Multa de 10% (dez por cento), na hipótese de inexecução parcial ou total
de cada Nota de Empenho, calculada sobre o valor total da inadimplência ou na 10 - UTILIZAÇÃO DA ATA
hipótese do não cumprimento de qualquer das obrigações assumidas; 10.1. Esta Ata de Registro de Preços poderá ser utilizada por qualquer órgão
da Administração Direta e Indireta, inclusive autarquias e fundações do
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 29

GOVERNO DE RONDONIA, ou qualquer outro Órgão tanta da Esfera Estadual, lhe, in tegralmente, os ônus decor rent es. Tal fiscalização dar -se- á
Federal quanto Municipal, mediante consulta ao órgão gerenciador nos termos independentemente da que será exercida pela Administração Pública.
da Art. 12 do Decreto Estadual 10898/04.
12.8. Indenizar terceiros e/ou ao Órgão/Entidade, mesmo em caso de ausência
10.2. Caberá ao fornecedor beneficiário da Ata de Registro de Preços, observadas ou omissão de fiscalização de sua parte, pelos danos causados por sua
as condições nela estabelecidas, optar pela aceitação ou não do fornecimento, culpa ou dolo, devendo a contratada adotar todas as medidas preventivas,
independentemente dos quantitativos registrados em Ata, desde que este com fiel observância às exigências das autoridades competentes e às
fornecimento não prejudique as obrigações anteriormente assumidas. disposições legais vigentes;

10.3. As aquisições adicionais não poderão exceder a 100% (cem por cento) 12.9. Toda e qualquer tipo de autuação ou ação que venha a sofre em
dos quantitativos registrados na Ata de Registro de Preços, permitindo-se a decorrência do fornecimento em questão, bem como pelos contratos de
adesão desde que, ao todo, contadas todas as adesões, não se ultrapasse trabalho de seus empregados, mesmo nos casos que envolvam eventuais
referido percentual do valor inicialmente licitado e registrado na ata originária, decisões judiciais, eximindo o Órgão/Entidade de qualquer solidariedade ou
observado ainda, o prazo de sua vigência; responsabilidade;

10.4. Caberá ao órgão que se utilizar da ata, verificar a vantagem econômica da 12.10. Todos os impostos e taxas que forem devidos em decorrência das
adesão a este Registro de Preço. contratações do objeto do Edital correrão por conta exclusiva da contratada;

11 - REALINHAMENTO DE PREÇO 13. DAS OBRIGAÇÕES DOS ÓRGÃOS REQUISITANTES

11.1. Somente em casos excepcionais, nas hipóteses legalmente admitidas e 13.1. Proporcionar todas as facilidades indispensáveis à boa execução das
considerados os preços de mercado, é que será concedido Realinhamento de obrigações contratuais;
Preços, conforme art. 21, § 2° do Decreto Estadual 10.898/2004, podendo ser
tanto para maior quanto para menor. 13.2 Rejeitar, no todo ou em parte, os objetos desta Ata entregues em
desacordo com as obrigações assumidas pelo fornecedor;
11.2. O realinham ento de pr eços poder á ser argüi do por iniciati va da
Administração conforme o art. 17, § 4°, I ao III do Decreto Estadual 10.898/2004, 13.3 Notificar a CONTRATADA de qualquer irregularidade encontrada no
ou do detentor do registro, neste último caso deverão ser anexadas provas fornecimento dos objetos desta Ata;
documentais, em originais ou cópias autenticadas em cartório competente, que
comprovem a motivação do ato, como por exemplo, notas fiscais de seus 13.4 Efetuar o pagamento à(s) contratada(s) de acordo com as condições de
fornecedores, Órgãos Oficiais que divulgam preços. preços e prazos estabelecidos no edital e ata de registro de preços

11.3. De posse da pesquisa de mercado feita pelo Setor de Cotação desta SUPEL/ 13.5. Nenhum pagamento será efetuado à empresa adjudicatária, enquanto
RO e de todos documentos hábeis para análise, o Setor de Registro de Preços pendente de liquidação qualquer obrigação. Esse fato não será gerador de
verificará se houve majoração entre o preço de mercado registrado na Ata e o direito a reajustamento de preços ou a atualização monetária.
novo preço de mercado, onde sugerirá deferimento, indeferimento ou deferimento
parcial do pedido, passando a apreciação da Assessoria Jurídica para parecer, 13.6 Não haverá, sob hipótese alguma, pagamento antecipado.
e após este, a autoridade competente para deliberação.
14 - DOS ÓRGÃOS PARTICIPANTES:
11.4. Em qualquer caso, o realinhamento deferido nunca ultrapassará o preço 14.1. É participante desta ata o seguinte órgão pertencente à Administração
praticado no mercado, sempre observando ainda o percentual de diferença Pública do Estado de Rondônia:
registrado entre o preço de mercado da Ata e o menor preço ofertado, mantendo
assim o equilíbrio econômico inicialmente registrado. SESAU – Secretaria de Estado da Saúde

11.5. O pedido de realinhamento não isenta a Detentora de posse da nota de 15 - DISPOSIÇÕES GERAIS
empenho, de continuar o fornecimento nas anteriores. 15.1. A existência de preços registrados não obriga a Administração a firmar
as contratações de que deles poderão advir, facultada a realização de licitação
11.6. A vigência do realinhamento será a partir do primeiro dia útil subseqüente específica para a aquisição pretendida, sendo assegurada à Detentora do
ao do conhecimento formal do pedido da Detentora por esta SUPEL/RO. registro de preços a preferência em igualdade de condições.

12. DAS OBRIGAÇÕES DA DETENTORA DO REGISTRO 15.2. Fica a Detentora ciente que a assinatura desta Ata implica na aceitação
de todas as cláusulas e condições estabelecidas, não podendo invocar
12.1. Além das obrigações definidas no termo de referência e edital, a empresa qualquer desconhecimento como elemento impeditivo do perfeito cumprimento
detentora deverá substituir em qualquer tempo e sem qualquer Ônus para o desta Ata de Registro de Preços e dos ajustes dela decorrentes.
Órgão/Entidade toda ou parte da remessa devolvida pela mesma, no prazo de 05
(cinco) dias úteis, caso constatada divergência na especificação; 15.3. A Ata de Registro de Preços, os ajustes dela decorrentes, suas
alterações e rescisões obedecerão ao Decreto Estadual 10.898/2004, Lei
12.2. Dispor-se a toda e qualquer fiscalização, no tocante ao fornecimento do Federal nº 8.666/93, demais normas complementares e disposições desta
produto, assim como ao cumprimento das obrigações previstas na ATA; Ata e do Edital que a precedeu, aplicáveis à execução e especialmente aos
casos omissos.
12.3. Prover todos os meios necessários à garantia da plena operacionalidade
do fornecimento, inclusive considerados os casos de greve ou paralisação de 15.4. Fazem parte integrante desta Ata, para todos os efeitos legais: o Edital
qualquer natureza; de Licitação e seus anexos, bem como, o ANEXO ÚNICO desta ata que contém
os preços registrados e respectivos detentores.
12.4. A falta de quaisquer dos produtos cujo fornecimento incumbe ao detentor
do preço registrado, não poderá ser alegada como motivo de força maior para o Fica eleito o foro do Município de Porto Velho/RO para dirimir as eventuais
atraso, má execução ou inexecução dos serviços objeto deste contrato e não a controvérsias decorrentes do presente ajuste.
eximirá das penalidades a que está sujeita pelo não cumprimento dos prazos e
demais condições estabelecidas; ÓRGÃO GERENCIADOR:
MÁRCIO ROGÉRIO GABRIEL
12.5. Comunicar imediatamente à Administração Pública qualquer alteração Superintendente Estadual de Compras e Licitações
ocorrida no endereço, conta bancária e outros julgáveis necessários para
recebimento de correspondência; GENEAN PRESTES DOS SANTOS
Gerente do Sistema de Registro de Preços
12.6. Respeitar e fazer cumprir a legislação de segurança e saúde no trabalho,
previstas nas normas regulamentadoras pertinentes; EMPRESAS DETENTORAS:
12.7. Fiscalizar o perfeito cumprimento do fornecimento a que se obrigou, cabendo- Qualificadas no Anexo Único desta Ata
30 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA


SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES
PROCESSO N° 01-1712.01265-00/2012 PREGÃO ELETRÔNICO: 556/2012
OBJETO: MATERIAL RADIOLÓGICO - SESAU DATA DE PUBLICAÇÃO NO DOE: 14/11/2012
ANEXO ÚNICO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 110/2012 DATA DE HOMOLOGAÇÃO: 29/10/2012

CONSUMO PREÇO DE PREÇO EMPRESA


ITEM DA ATA ESPECIFICAÇÃO UNID MARCA DIF. %
ESTIMADO MERCADO REGISTRADO DETENTORA
Avental de proteção radiológica, fabricado em borracha plumbífera flexível, 0,50mm
1 Unid. 5 ODONTOLOGIC 606,79 -16,35% 507,60 IMP
de chumbo, com acabamento em nylon lavável.
Chassi 18 x 24; Fabricado em alumínio com cantos em nylon alto impacto, travas
2 plásticas com sistema push; Espuma flexível que garanta contato entre filme e Unid. 2 CONTROLLER 276,01 -61,96% 105,00 MEDICAL
écrans.
Chassi 24 x 30; Fabricado em alumínio com cantos em nylon alto impacto, travas
3 plásticas com sistema push; Espuma flexível que garanta contato entre filme e Unid. 5 CONTROLLER 358,09 -64,09% 128,60 MEDICAL
écrans.
Chassi 30 x 40; Fabricado em alumínio com cantos em nylon alto impacto, travas
4 plásticas com sistema push; Espuma flexível que garanta contato entre filme e Unid. 5 CONTROLLER 488,57 -63,57% 178,00 MEDICAL
écrans.
Chassi 35 x 35; Fabricado em alumínio com cantos em nylon alto impacto, travas
5 plásticas com sistema push; Espuma flexível que garanta contato entre filme e Unid. 5 CONTROLLER 513,82 -65,75% 176,00 MEDICAL
écrans.
Chassi 35 x 43; Fabricado em alumínio com cantos em nylon alto impacto, travas
6 plásticas com sistema push; Espuma flexível que garanta contato entre filme e Unid. 5 CONTROLLER 556,78 -67,67% 180,00 MEDICAL
écrans.
Divisores de chassi, longitudinal, 24 x 30, construído com quadro de aço inoxidável,
7 Unid. 3 KONEX 290,47 -16,23% 243,33 MEDICAL
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido.
Divisores de chassi, longitudinal, 30 x 40, construído com quadro de aço inoxidável, NEW
8 Unid. 3 358,09 -21,90% 279,66 IMP
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido. RADIOLOGIA
Divisores de chassi, longitudinal, 35 x 43, construído com quadro de aço inoxidável,
9 Unid. 3 KONEX 481,96 -27,26% 350,56 MEDICAL
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido.
Divisores de chassi, transversal, 24 x 30, construído com quadro de aço inoxidável,
10 Unid. 3 KONEX 324,47 -24,49% 245,00 MEDICAL
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido.
Divisores de chassi, transversal, 30 x 40, construído com quadro de aço inoxidável,
11 Unid. 3 KONEX 358,09 -5,80% 337,33 MEDICAL
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido.
Divisores de chassi, transversal, 35 x 43, construído com quadro de aço inoxidável,
12 Unid. 3 KONEX 482,21 -27,30% 350,56 MEDICAL
filtro de chumbo de 1,5mm, revestido com alumínio polido.
13 Ecran base verde 18 x 24 Par 3 CONTROLLER 247,28 -16,43% 206,66 MEDICAL
14 Ecran base verde 24 x 30 Par 3 CONTROLLER 392,11 -19,24% 316,66 MEDICAL
15 Ecran base verde 30 x 40 Par 5 CONTROLLER 616,19 -20,48% 490,00 MEDICAL
16 Ecran Base verde 35 x 35 Par 5 CONTROLLER 650,34 -15,00% 552,80 MEDICAL
17 Ecran base verde 35 x 43 Par 5 CONTROLLER 790,72 -17,80% 650,00 MEDICAL
18 Filme para mamografia Agfa 18 x 24; Caixa com 100 unidades. Caixa 350 AGFA 198,00 -1,52% 195,00 IBF
Filme para Raio-x digital 18 x 24, marca Agfa ou compatível; Caixa com 100
19 Caixa 588 AGFA 185,59 -4,63% 177,00 IBF
unidades.
Filme para Raio-x digital 24 x 30, marca Agfa ou compatível; Caixa com 100
20 Caixa 588 AGFA 299,00 -16,39% 250,00 IBF
unidades.
Filme para Raio-x digital 35 x 43, marca Agfa ou compatível; Caixa com 100
21 Caixa 588 AGFA 585,00 -12,82% 510,00 IBF
unidades.
22 Filmes Raio-x 18 x 24; Caixa com 100 unidades. Caixa 434 IBF 102,50 -31,22% 70,50 IBF
23 Filmes Raio-x 24 x 30; Caixa com 100 unidades. Caixa 726 IBF 166,00 -38,27% 102,47 IBF
24 Filmes Raio-x 30 x 40; Caixa com 100 unidades. Caixa 280 PROGRAD 280,00 -22,00% 218,40 RECOL
25 Filmes Raio-x 35 x 35; Caixa com 100 unidades. Caixa 257 PROGRAD 289,00 -20,20% 230,63 RECOL
26 Filmes Raio-x 35 x 43; Caixa com 100 unidades. Caixa 70 IBF 353,00 -29,58% 248,57 IBF
27 Fixador automático de Raio-x; Galão com 38 litros. Galão 112 IBF 150,00 -40,97% 88,55 IBF
Luvas de proteção fabricada em borracha com equivalência em chumbo de
28 Par 3 KONEX 355,83 -2,58% 346,66 MEDICAL
0,50mmPb; Passível de proporcionar movimento ao usuário.
Óculos com lentes plumbíferas, com armação em acrílico, proteção frontal e lateral
29 Unid. 3 KONEX 591,55 -36,33% 376,66 MEDICAL
em chumbo de 0,50mmPb.
Porta-avental plumbífero, produzido em aço com dimenções apropriadas para
30 Unid. 5 KONEX 419,91 -2,36% 410,00 MEDICAL
conservação dos aventais, capacidade para até 03 aventais.
Protetor de tireóide fabricado em borracha plumbífera, acabamento em deblun.
31 Unid. 4 KONEX 147,61 -32,42% 99,75 MEDICAL

32 Revelador automático de Raio-x; Galão com 38 litros. Galão 112 IBF 245,00 -31,00% 169,05 IBF
Saiote para proteção da região genital, equivalência em chumbo de 0,50mmPb,
33 Unid. 3 KONEX 246,21 -30,28% 171,66 MEDICAL
com fecho e cinto regulável para ajuste.
ST/SRP

MÁRCIO ROGÉRIO GABRIEL GENEAN PRESTES DOS SANTOS


Superintendente da SUPEL Gerente do Sistema de Registro de Preços/SUPEL

EMP. RAZÃO SOCIAL EMP. RAZÃO SOCIAL


1 RECOL DISTRIBUIÇÃO E COMÉRCIO LTDA 2 MEDICALCENTER DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS LTDA - EPP
CNPJ: 04.598.413/0003-32 CNPJ. 06.233.460/001-46
Rua Surubim, 4925, Lagoa Av.São Paulo, 2142, Centro
Porto velho-RO Fone (69) 2181-9901/9923/9950 Cacoal - RO Fone (69) 3441-4721

HERNANDES SALES GUERRA UDSON MAFORTE DA MATA JUNIOR


Representante - CPF.045.692.022.68 Representante - CPF.839.158.692-87

EMP. RAZÃO SOCIAL EMP. RAZÃO SOCIAL


3 IMP - EQUIPAMENTOS MÉDICOS LTDA 4 IBF - INDUSTRIA BRASILEIRA DE FILMES S/A
CNPJ. 10.625.395/0001-71 CNPJ. 33.255.787/0001-91
Rua:Américo Vespúcio, 991, Higienópolis Rua: Pastor Manoel Avelino de Souza, 187, Xerem
Porto Alegre - RS Fone (51)3012-0028 Duque de Caxias - RJ Fone (21) 2103-1000

CELSO DA PAIXÃO SILVA IVAN ESTEVES LESSA


Representante - CPF.045.528.758-92 Representante - CPF.072.988.467-87
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 31

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA 6.5. O prazo de entrega, objeto desta Ata, será de até 02 (dois) dias,
Superi ntendência Estadual de Compras e Licitações contados da data do recebimento da Nota de Empenho ou assinatura do
contrato. Este prazo poderá ser dilatado em casos excepcionais, mediante
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS: N° 111/2012/SUPEL apresentação de justificativa, com concordância da Administração.

PREGÃO PRESENCIAL: 309/2012/SUPEL/RO Local de entrega: O local de entrega do objeto será no seguinte endereço:
PROCESSO: Nº 01-1420.01409-00/2012 Residência Regional de Porto Velho/RO – Av. Jorge Teixeira, 3733, Bairro:
Industrial, CEP: 78.900-000 - horário de funcionamento: das 08:00hs ás 12:00hs
VALIDADE: 12 (DOZE) MESES contados a partir da data de sua publicação no das 14:00 ás 18:00 de segunda a sexta feira.
Diário Oficial do Estado de Rondônia
7. DAS CONDIÇÕES DE PAGAMENTO
Pelo presente instrumento, o Estado de Rondônia, através da SUPERINTENDÊNCIA
ESTADUAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES – SUPEL situada à RUA RIO MADEIRA Nº 7.6. A empresa detentora da Ata apresentará a Gerência Financeira do Órgão
3056 – BAIRRO: FLODOALDO PONTES PINTO, neste ato representado pelo requisitante a nota fiscal referente ao fornecimento efetuado.
Superintendente da SUPEL, Senhor Márcio Rogério Gabriel e as empresas
qualificadas no Anexo Único desta Ata, resolvem REGISTRAR O PREÇO para 7.7. O respectivo Órgão terá o prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da
futuras contratações de serviços de confecção de material gráfico para atender apresentação da nota fiscal para aceitá-la ou rejeitá-la.
as residências regionais e rodovias estaduais, a pedido do Departamento de
Estradas de Rodagem e Transportes/DER, nas quantidades estimadas no Anexo 7.8. A nota fiscal não aprovada será devolvida à empresa detentora da
Único desta ata, atendendo as condições previstas no instrumento convocatório Ata para as necessárias correções, com as informações que motivaram
e as constantes nesta Ata de Registro de Preços, sujeitando-se as partes às sua rejeição, contando-se o prazo estabelecido no subitem 6.2. a partir da
normas constantes da Lei nº. 8.666/93 e suas alterações, Decreto Estadual nº data de sua reapresentação.
10.898/2004 e suas alterações e em conformidade com as disposições a seguir.
7.9. A devolução da nota fiscal não aprovada, em hipótese alguma, servirá
1. DO OBJETO de pretexto para que a empresa detentora da Ata suspenda quaisquer
fornecimentos.
1.1. Registro de Preços para futuras contratações de serviços de confecção de
material gráfico para atender as residências regionais e rodovias estaduais, a 7.10. O Estado de Rondônia, através dos órgãos requisitantes, providenciará
pedido do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes/DER. o pagamento no prazo de até 30 (trinta) dias corridos, contada da data do
aceite da nota fiscal.
2. DA VIGÊNCIA
8. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA
2.1. O presente Registro de Preços terá validade de 12 (doze) meses, contados
a partir de sua publicação no Diário Oficial do Estado. 8.2. A despesa correrá à conta dos orçamentos informados no Termo de
Referência e edital de licitações. Os órgãos participantes poderão celebrar
3. DA GERÊNCIA DA PRESENTE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS contratos, emitir notas de empenho ou instrumento equivalente, dependendo
dos valores envolvidos, conforme previsto no artigo 62 da Lei 8.666/93.
3.1. Caberá à Superintendência Estadual de Compras e Licitações – SUPEL a
condução do conjunto de procedimentos do certame para registro de preços e 8- DAS SANÇÕES NO CASO DE INADIMPLÊNCIA E DO CANCELAMENTO
gerenciamento da Ata dele recorrente (Decreto 10.898/2004 art.4º). No entanto, DO REGISTRO DE PREÇOS
a alocação de recursos, empenhamento, análise do mérito das quantidades
adquiridas, bem como a finalidade pública na utilização dos materiais e serviços 8.1 Cobrança pelo Estado, por via administrativa ou judicial, de multa equivalente
são de responsabilidade exclusiva do or denador de despesas do órgão a 1% (um por cento) do valor estimado pelo item ofertado.
requisitante.
8.2. Suspensão temporária ao direito de licitar e impedimento de contratar com
4. DA ESPECIFICAÇÃO, QUANTIDADE E PREÇO o Estado de Rondônia e cancelamento de seu Certificado de Registro Cadastral
no Cadastro de Fornecedores do Estado de Rondônia, conforme período
4.1. O preço, a quantidade, o fornecedor e a especificação do item registrado determinado na Lei 8.666/93 e 10.520/00, de acordo com a modalidade de
nesta Ata, encontram-se indicados no Anexo I deste instrumento. licitação.

5 - PRAZOS E CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO 8.3. Salvo ocorrência de caso fortuito ou de força maior, devidamente
justificada e comprovada, o não cumprimento, por parte da empresa detentora
A DETENTORA do registro de preços se obriga, nos termos do Edital e deste da Ata, das obrigações assumidas, ou a infringência de preceitos legais
instrumento, a: pertinentes, ensejará a aplicação, segundo a gravidade da falta, das seguintes
penalidades:
5.4. Retirar a Nota de Empenho junto ao órgão solicitante no prazo de até 05
(cinco) dias, contados da convocação; 8.3.1. Advertência, sempre que for constatada irregularidade de pouca
gravidade, para as quais tenha a Contratada concorrida diretamente, ocorrência
5.5. Iniciar o fornecimento do objeto dessa Ata, conforme prazo estabelecido no que será registrada no Cadastro de Fornecedores do Estado de Rondônia;
Termo de Referência e edital de licitações. 8.3.2. Multa de 0,2% (dois décimos por cento) ao dia, por atraso no
f or necim ento e por entrega em desacor do com as especif icações
5.6. Não será admitida a entrega pela detentora do registro, de qualquer item, estabelecidas neste Edital, até o décimo dia corrido;
sem que esta esteja de posse da respectiva nota de empenho, liberação de 8.3.3. Multa de 10% (dez por cento), na hipótese de inexecução parcial ou
fornecimento, ou documento equivalente. total de cada Nota de Empenho, calculada sobre o valor total da inadimplência
ou na hipótese do não cumprimento de qualquer das obrigações assumidas;
5.4. O objeto e/ou serviço desta ata deverá ser fornecido parcialmente durante 8.4. As multas serão, após regular processo administrativo, descontadas
a vigência da ata ou contrato, de acordo com as necessidades dos órgãos dos créditos da empresa detentora da Ata ou, se for o caso, cobrada
requerentes, nas quantidades solicitadas pelos mesmos. administrativa ou judicialmente.

6 - DO RECEBIMENTO DO OBJETO E LOCAL DE ENTREGA 8.5. As penalidades previstas neste item têm caráter de s a nç ã o
6.1. No recebimento e aceitação de qualquer item, objeto desta Ata de Registro de administrativa, conseqüentemente, a sua aplicação não exime a empresa
Preços, serão observadas as especificações contidas no instrumento detentora da Ata da reparação das eventuais perdas e danos que seu ato
convocatório. venha acarretar ao Estado de Rondônia.
6.4. Expedida a Nota de Empenho, o recebimento de seu objeto ficará condicionado
a observância das normas contidas no art. 40, inciso XVI, c/c o art. 73 inciso II, 8.6. As penalidades são independentes e a aplicação de uma não exclui a das
“a” e “b”, da Lei 8.666/93 e alterações. demais, quando cabíveis.
32 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

8.7. Na hipótese de apresentar documentação inverossímil ou de cometer fraude, Preços, conforme art. 21, § 2° do Decreto Estadual 10.898/2004, podendo ser
o licitante poderá sof rer, sem prejuízo da comunicação do ocorrido ao tanto para maior quanto para menor.
Ministério Público, quaisquer das sanções adiante previstas, que poderão
ser aplicadas cumulativamente: 10.2 O realinhamento de preços poderá ser argüido por iniciativa da
8.9. Desclassificação, se a seleção se encontrar em fase de julgamento; Administração conforme o art. 17, § 4°, I ao III do Decreto Estadual 10.898/
2004, ou do detentor do registro, neste último caso deverão ser anexadas
8.10 Cancelamento do preço registrado, procedendo-se à paralisação do provas documentais, em originais ou cópias autenticadas em cartório
fornecimento. competente, que comprovem a motivação do ato, como por exemplo, notas
fiscais de seus fornecedores, Órgãos Oficiais que divulgam preços.
8.11. A preço registrado poderá ser cancelado pela Administração Pública, quando:
10.3 De posse da pesquisa de mercado feita pelo Setor de Cotação
8.11.1. A Detentora do Registro deixar de cumprir as exigências do Edital; desta SUPEL/RO e de todos documentos hábeis para análise, o Setor de
Registro de Preços verificará se houve majoração entre o preço de mercado
8.11.2. A Detentora do Registro não atender à convocação para assinar a ATA registrado na Ata e o novo preço de mercado, onde sugerirá deferimento,
decorrente de Registro de Preços ou não retirar o instrumento equivalente no indeferimento ou deferimento parcial do pedido, passando a apreciação da
prazo estabelecido, sem justificativa aceita pela Administração; Assessoria Jurídica para parecer, e após este, a autoridade competente para
deliberação.
8.11.3. A detentora incorrer reiteradamente em infrações previstas no Edital;
10.4 Em qualquer caso, o realinhamento deferido nunca ultrapassará o
8.11.4. A Detentora do Registro praticar atos fraudulentos no intuito de auferir preço praticado no mercado, sempre observando ainda o percentual de
vantagem ilícita; diferença registrado entre o preço de mercado da Ata e o menor preço ofertado,
mantendo assim o equilíbrio econômico inicialmente registrado.

8.11.5. Ficar evidenciada incapacidade de cumprir as obrigações assumidas 10.5 O pedido de realinhamento não isenta a Detentora de posse da nota de
pela Detentora do Registro, devidamente caracterizada em relatório de inspeção; empenho, de continuar o fornecimento nas anteriores.

8.11.6. Em qualquer das hipóteses de inexecução total ou parcial do Registro 10.6 A vigência do realinhamento será a partir do primeiro dia útil subseqüente
de Preços; ao do conhecimento formal do pedido da Detentora por esta SUPEL/RO.

8.11.7. Os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no 11. DAS OBRIGAÇÕES DA DETENTORA DO REGISTRO
mer cado e a det entora s e recusar a baixá-los na f or ma prevista no ato 11.1 Substituir em qualquer tempo e sem qualquer Ônus para o Órgão/Entidade
convocatório; toda ou parte da remessa devolvida pela mesma, no prazo de 05 (cinco) dias
úteis, caso constatada divergência na especificação;
8.11.8. Por razões de interesse público, mediante despacho motivado,
devidamente justificado. 11.2 Dispor-se a toda e qualquer fiscalização, no tocante ao fornecimento do
produto, assim como ao cumprimento das obrigações previstas na ATA;
8.11.9. A Detentora do Registro poderá requerer o cancelamento mediante
solicitação por escrito, comprovando estar impossibilitada de cumprir as 11.3 Prover todos os meios necessários à garantia da plena operacionalidade
exigências do Edital que gerou a Ata de Registro de Preços; do fornecimento, inclusive considerados os casos de greve ou paralisação
de qualquer natureza;
8.11.10. A decisão da SUPEL do cancelamento do preço registrado, quando por
correspondência, será com recibo de entrega (AR), juntando comprovantes dos 11.4 A falta de quaisquer dos produtos cujo fornecimento incumbe ao detentor
fatos ocorridos ou evidenciados, sem prejuízo da aplicação das penalidades do preço registrado, não poderá ser alegada como motivo de força maior para
previstas no Edital, assegurada defesa prévia à DETENTORA do registro, nos o atraso, má execução ou inexecução dos serviços objeto deste contrato e
termos da Lei nº 8.666/93. não a eximirá das penalidades a que está sujeita pelo não cumprimento dos
prazos e demais condições estabelecidas;
8.11.11 . O preço registrado poderá ser cancelado pela Administração de pleno
direito, assegurado o contraditório e a ampla defesa, quando a detentora: 11.5 Comunicar imediatamente à Administração Pública qualquer alteração
ocorrida no endereço, conta bancária e outros julgáveis necessários para
8.11.12 . Descumprir as condições da Ata de Registro de Preços; recebimento de correspondência;

8.11.13 . Não aceitar reduzir o(s) seus(s) preço(s) registrado(s) na hipótese de 11.6 Respeitar e fazer cumprir a legislação de segurança e saúde no trabalho,
tornar(em)-se superior(es) ao(s) praticado(s) no mercado; previstas nas normas regulamentadoras pertinentes;

8.11.14 . Esta Ata de Registro de Preços poderá ser rescindida nas hipóteses 11.7 Fiscalizar o perfeito cumprimento do fornecimento a que se obrigou,
previstas para a rescisão dos contratos em geral, com as conseqüências daí cabendo-lhe, integralmente, os ônus decorrentes. Tal fiscalização dar-se-á
advindas. independentemente da que será exercida pela Administração Pública.

8.11.15 . As penalidades aplicáveis em qualquer caso estão pr evistas 11.8 Indenizar terceiros e/ou ao Órgão/Entidade, mesmo em caso de ausência
expressamente no instrumento convocatório. ou omissão de f iscalização de sua parte, pelos danos causados por sua
culpa ou dolo, devendo a contratada adotar todas as medidas preventivas,
9- UTILIZAÇÃO DA ATA com fiel observância às exigências das autoridades competentes e às
disposições legais vigentes;
9.1 Esta Ata de Registro de Preços poderá ser utilizada por qualquer órgão da
Administração Direta e Indireta, inclusive autarquias e fundações do GOVERNO 11.9 Toda e qualquer tipo de autuação ou ação que venha a sofre em
DE RONDONIA, ou qualquer outro Órgão tanta da Esfera Estadual, Federal decorrência do fornecimento em questão, bem como pelos contratos de trabalho
quanto Municipal, mediante consulta ao órgão gerenciador nos termos da Art. 12 de seus empregados, mesmo nos casos que envolvam eventuais decisões
do Decreto Estadual 10898/04. judiciais, eximindo o Órgão/En tidade de qualquer solidariedade ou
responsabilidade;
9.2 Caberá à detentora da ata, observadas as condições estabelecidas, aceitar
o fornecimento, sem prejuízo do atendimento dos quantitativos inicialmente 11.10 Todos os impostos e taxas que forem devidos em decorrência das
estimados. contratações do objeto do Edital correrão por conta exclusiva da contratada;

10- REALINHAMENTO DE PREÇO 12. DAS OBRIGAÇÕES DOS ÓRGÃOS REQUISITANTES


10.1 Somente em casos excepcionais, nas hipóteses legalmente admitidas e 12.1. Proporcionar todas as facilidades indispensáveis à boa execução das
considerados os preços de mercado, é que será concedido Realinhamento de obrigações contratuais;
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 33

12.2 Rejeitar, no todo ou em parte, os objetos desta Ata entregues em desacordo 14.2. Fica a Detentora ciente que a assinatura desta Ata implica na aceitação
com as obrigações assumidas pelo fornecedor; de todas as cláusulas e condições estabelecidas, não podendo invocar
qualquer desconhecimento como elemento impeditivo do perfeito cumprimento
12.3 Notificar a CONTRATADA de qualquer irregularidade encontrada no desta Ata de Registro de Preços e dos ajustes dela decorrentes.
fornecimento dos objetos desta Ata;
14.3. A Ata de Registro de Preços, os ajustes dela decorrentes, suas
12.4 Efetuar o pagamento à(s) contratada(s) de acordo com as condições de alterações e rescisões obedecerão ao Decreto Estadual 10.898/2004, Lei
preços e prazos estabelecidos no edital e ata de registro de preços Federal nº 8.666/93, demais normas complementares e disposições desta
Ata e do Edital que a precedeu, aplicáveis à execução e especialmente aos
12.5 Nenhum pagamento será efetuado à empresa adjudicatária, enquanto casos omissos.
pendente de liquidação qualquer obrigação. Esse fato não será gerador de direito
a reajustamento de preços ou a atualização monetária. 14.4. Fazem parte integrante desta Ata, para todos os efeitos legais: o
Edital de Licitação e seus anexos, bem como, o ANEXO ÚNICO desta ata que
12.6 Não haverá, sob hipótese alguma, pagamento antecipado. contém os preços registrados e respectivos detentores.

13. DOS ÓRGÃOS PARTICIPANTES: Fica eleito o foro do Município de Porto Velho/RO para dirimir as eventuais
13.1. É participante desta ata o seguinte órgão pertencente à Administração controvérsias decorrentes do presente ajuste.
Pública do Estado de Rondônia:
ÓRGÃO GERENCIADOR:
DER: Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Rondônia
MÁRCIO ROGÉRIO GABRIEL
14 - DISPOSIÇÕES GERAIS Superintendente Estadual de Compras e Licitações

14.1. A existência de preços registrados não obriga a Administração a firmar as GENEAN PRESTES DOS SANTOS
contratações de que deles poderão advir, facultada a realização de licitação Gerente do Sistema de Registro de Preços
específica para a aquisição pretendida, sendo assegurada à Detentora do registro
de preços a preferência em igualdade de condições. EMPRESA DETENTORA:
Qualificada no Anexo Único desta Ata

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA


SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES
PROCESSO N° 01-1420.01409-00/2012 PREGÃO PRESENCIAL: 309/2012
OBJETO: CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO - DER DATA DE PUBLICAÇÃO NO DOE: 14/11/2012
ANEXO ÚNICO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 111/2012 DATA DE HOMOLOGAÇÃO: 07/11/2012

ITEM DA CONSUMO PREÇO DE PREÇO EMPRESA


ESPECIFICAÇÃO UNID DIF. %
ATA ESTIMADO MERCADO REGISTRADO DETENTORA
Panfleto em papel couche 150g, formato 16 (16,5 x 24cm), 4x4 cores. Com tiragem
1 355,75 -48,00% 185,00
mínima de 1000 unidades. Tiragem 240 GRAFFPORTO
Cartaz em papel couche 150g, formato 2 (48 x 66cm), com impressão em quatro
2 663,33 -37,89% 412,00
cores em policromia. Com tiragem mínima de 1000 unidades. Tiragem 50 GRAFFPORTO
Folder em papel couche 170g, formato 8 (24 x 33cm), com impressão 4x4 cores
3 com acabamento em três dobras. Com tiragem mínima de 1000 unidades 506,67 -57,37% 216,00
Tiragem 150 GRAFFPORTO
Jornal informativo em papel couche 170g, formato 4 (33 x 48cm) aberto com
4 impressão em 4x4 cores com quatro páginas. Com tiragem mínima de 1000 1.050,00 -71,90% 295,00
unidades. Tiragem 80 GRAFFPORTO
ST/SRP

MÁRCIO ROGÉRIO GABRIEL GENEAN PRESTES DOS SANTOS


Superintendente da SUPEL Gerente do Sistema de Registro de Preços/SUPEL

EMP. RAZÃO SOCIAL


1 GRAFFPORTO GRADICA E EDITORA LTDA
CNPJ: 08.710.690/0001-84
Rua: Viviane, 5975, Igarapé
Porto Velho - RO Fone (69) 3214-5305

____________________________________
FRANCISCO RODRIGUES BARRETO JUNIOR
Representante - CPF: 789.539.792-34
34 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

AVISO DE ANULAÇÃO contidas na Portaria nº 37 publicada no Diário Oficial do Estado de


Rondônia, edição do dia 09 de Agosto de 2012, torna público que se
A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, através de sua encontra autorizada, a realização de licitação do Processo Administrativo
Pregoeira e Equipe de Apoio, nomeado por força das disposições contidas nº: 01.1108.00061-00/2012, na modalidade PREGÃO, na forma ELETRÔNICA,
Portaria N.º 045/GAB/SUPEL, publicado no DOE do dia 07 de novembro de no SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, sob o nº. 728/2012/SUPEL/RO do
2012, torna público aos interessados referente ao PREGÃO ELETRÔNICO Nº. tipo Menor Preço (Por lote), tendo por finalidade Registro de Preços visando
391/2012/SUPEL/RO, formalizado através do PROCESSO ADMINISTRATIVO eventuais serviços de refeições, coffee break, fornecimento de água mineral
Nº. 01.1401.00099-00/2012/SEFIN/RO, cujo objeto é: Registro de Preços para e café, diária de hospedagem, auditório de sala de apoio, para atender a
eventual contratação de empresa especializada em confecção de Selos realização de eventos no âmbito da Administração Publica Estadual Direta e
F i s ca l de aute nti ci da de sé ri e “A” , c or Ver m el ha , par a at e nder a s Indireta, inclusive Autarquias e Fundações, no município de Porto Velho – RO,
nec es si dades da S ec re ta r i a de Est ado de Fi na nç a s, a pe di do da em conformidade com a Lei Federal nº 10.520/2002, com o Decreto Estadual
Secretaria de Estado de Finanças – SEFIN/RO, conforme especificado no nº. 12.205, de 02 de junho de 2006, e subsidiariamente, com a Lei Federal nº.
Edital e seus anexos, que fica ANULADO o PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 391/ 8.666/93 e suas alterações, e, ainda, com o Decreto Estadual nº 15.643/2011,
2012/SUPEL/RO, com base no art. 49 da Lei Federal nº.: 8.666/93, a qual se Lei 2.414 de 18 de Fevereiro de 2011, e a Lei Complementar nº 123/2006 e
aplica subsidiariamente à modalidade Pregão, em razão da sentença amplitude de legislação aplicável vigente, tendo com o inter essado a
proferida na 1° Vara da Fazenda Publica, Processo: 0015756-43.2012.8.22.0001, SUPERINTENDÊNCIA ESTADUAL DE LICITAÇÕES – SUPEL.
Classe: Cautelar e Inominada (Cível), Requerente: Valid Soluções e Serviços de As despesas decorrentes do processo correrão à conta do Programa de
Segur ança em Meio de Pagament o e Identificação S.a. , Requerido: Trabalho:
Superintendência Estadual de Compras do Estado de Rondônia: Thomas Greg e
Sons Gráfica e Serviços Indústria e Comércio Importação e Exportação de DETRAN: 04.122.1015.2087, AGEVISA: 10122.2023.2087,
Equipamentos Ltda. SEDUC: 12.361.1015.2087, IDARON: 20.604.1218.2087,
SECEL: 04.122.1015.2087, SESAU: 10.122.1015.2087,
Em face do exposto, fica desde já, as empresas participantes, notificadas para SESDEC: 06.181.2020.2154, CGAG: 04.122.1015.2087.
no prazo de 05 (cinco) dias úteis, contestarem a decisão proferida.
.VALOR ESTIMADO: R$ 6.051.201,65 (Seis milhões, cincoenta e um
Eventuais dúvidas poderão ser sanadas junto a Pregoeira e equipe de Apoio, mil, duzentos e um reais e sessenta e cinco centavos).
através do telefone (69) 3216-2212, ou no endereço sito a Av. Rio Madeira, Nº.
3056, bairro: Flodoaldo Pontes Pinto, (Prédio da SUPEL) em Porto Velho/RO - CEP: A Sessão Pública ocorrerá às 11h: 00min (horário de Brasília) do dia 30
76.820.408. de Novembro de 2012, quando se encerrará o prazo para recebimento das
Porto Velho, 12 de novembro de 2012. propostas e se iniciará a disputa de preços através do sistema eletrônico
contido no site www.comprasnet.gov.br, onde serão divulgados a íntegra do
DAIANA LÍBIA OLIVEIRA VIEIRA Edital e todos os seus elementos integrantes para consulta, bem como todos
Pregoeira ALFA/SUPEL/RO os atos oficiais relativos ao certame, podendo, ainda, serem consultados no
Mat. 300104297 endereço eletrônico www.supel.ro.gov.br.

AVISO DE JULGAMENTO E TERMO DE ADJUDICAÇÃO Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça
a abertura do certame na data marcada, a sessão será automaticamente
MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 649/2012/SIGMA/SUPEL/RO transferida para o primeiro dia útil subsequente, no mesmo horário e local
PROCESSO Nº. 01.1712.01734-00/2012-SESAU estabelecidos no preâmbulo deste Edital, desde que não haja comunicação do
OBJETO: C ontr at a çã o de empr es a e spec i a l i z ada nos s er vi ç os de Pregoeira em contrário.
locação de auditóri o, salas, água, Café, coffe-break, alimentação e
hospedagem para realização do “II Seminário Estadual de Humanização: Maiores informações poderão ser obtidas por meio do telefone: (0XX) 69.3216-
o movimento na Rede de Atenção Psicossocial” que terá duração total 2200, através do email cel@supel.ro.gov.br, ou na Superintendência Estadual
de 16 horas, no período de 28 a 29 de Novembro de 2012 na cidade de de Compras e Licitações – SUPEL, situada à Av. Rio Madeira, nº. 3056 Bairro –
Porto Velho, para atender a Gerênci a de Programas Estratégicos da Flodoaldo Pontes Pinto, CEP 76.820-408, na cidade de Porto Velho/RO, no
Saúde-GPES. horário das 07h30min às 13h30min.
Porto Velho-RO, 08 de novembro de 2012.
1. A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL-RO, torna
público para conhecimento de todos os interessados e em especial às empresas SILVIA CAETANO RODRIGUES
participantes, que foi julgado pelo Pregoeiro, e posteriormente, examinado e Pregoeira SUPEL/RO
decidido pelo Superintendente desta SUPEL/RO, o recurso interposto para o Portaria
Pregão Presencial em epígrafe, pela empresa: VERT CONSULTORIA LTDA. Deste
modo, acolho as razões apresentadas pelo Pregoeiro, como se minhas fossem e AVISO DE SUSPENSÃO
as considerando integradas a esta decisão, decido, a luz do direito, manter a
decisão proferida pelo Pregoeiro negando provimento ao recurso interposto, em A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, através de
sua reunião para exame do recurso administrativo, realizada no dia 26/10/2012 sua Pregoeira e Equipe de Apoio, nomeado por força das disposições contidas
desta forma ADJUDICO o certame em favor da empresa ALMEIDA & COSTA na Portaria N.º 045/GAB/SUPEL, publicado no DOE do dia 07 de novembro
LTDA, com valor total de R$ 103.246,00 (cento e três mil duzentos e quarenta de 2012, torna público aos interessados referente ao PREGÃO ELETRÔNICO
e seis reai s. Nº. 7 36 /2 01 2 /SUPEL /RO, form alizado atr avés do PROCESSO
ADMINISTRATIVO Nº. 01.1420.00183-00/2012/DER/RO, cujo objeto é a
2. Dê-se ciência do ora decidido pelos meios de divulgação admitidos em lei, e Regi stro de Preços para event ual e futura aquisição de mater ial
encaminhem os autos para homologação do certame licitatório. permanente ( Guindaste Hidrá ul ico tipo Munck), par a at ender as
3. Maiores inf ormações poderão ser obtidas na Super intendência necessidades das Residências Regionais do DER/RO, a pedido do
Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, sito à Rua: Rio Madeira Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes – DER/RO, que
nº. 3056 - Bairro: Flodoaldo Pontes Pinto – Porto Velho, fone: 69. 3216- a sessão inaugural marcada para o dia 13/11/2012 as 10h:00min, no
2222, de segunda à sexta-feira, das 07hs30min às 13hs30min. endereço eletrônico www.comprasnet.gov.br. fica SUSPENSA, sem data
Porto Velho-RO, 12 de Novembro de 2012. definida para reabertura, conforme pedido de esclarecimento de edital.

MÁRCIO ROGÉRIO GABRIEL Eventuais dúvidas poderão ser sanadas junto a Pregoeira e equipe de Apoio,
Superintendente da/SUPEL/RO através do telefone (69) 3216-2212, ou no endereço sito a AV. Rio Madeira, nº.
3056 bairro: Flodoaldo Pontes Pinto, em Porto Velho/RO - CEP: 76.820-408.
AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 728/2012/SUPEL/RO Porto Velho, 13 de novembro de 2012.
UASG: 925373
DAIANA LÍBIA OLIVEIRA VIEIRA
Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, através Pregoeira ALFA/SUPEL/RO
de seu (a) Pregoeiro (a) e Equipe de Apoio, designada por força das disposições Mat. 300104297
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 35

AVISO JULGAMENTO DE HABILITAÇÃO ausência deste implica na renúncia tácita ao direito de prazo e recurso.
Maiores informações através do site: www.supel.ro.gov.br.
A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, através da
Comissão Permanente de Licitações de Obras – CPLO, criada através da Portaria Porto Velho – RO, 12 de novembro de 2012.
nº. 047/GAB/SUPEL/RO de 06 de novembro de 2012 comunica o público em
geral, em especial às empresas participantes da licitação em epígrafe, o resultado PAULO ALVES
da analise e julgamento da DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO, referente à Presidente da CPLO/SUPEL/RO
TOMADA DE PREÇOS N° 101/12/CPLO/SUPEL/RO, formalizado pelo Processo Mat. 300005830
Administrativo nº. 01.1601.04762-00/2012/SEDUC/RO.
AVISO JULGAMENTO DE PROPOSTAS
DA DECISÃO DA COMISSÃO: “...INABILITAR as empresas: SOUZA AGÊNCIA &
CONSTRUÇÕES EIRELLI-EPP, por ter apresentado Anotação de Responsabilidade TOMADA DE PREÇOS Nº. 110/12/CPLO/SUPEL/RO
Técnica – ART, indicada através do Atestado de Capacidade Técnica em nome da PROCESSO ADMINISTRATIVO nº. 01.1420.04243-00/2012/DER/RO.
licitante emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, incompatível ao
atestado pela empresa PVH CONSTRUÇÃO E TERRAPLENAGEM LTDA, sendo A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, através
que a ART n°. 221474 informada, não registra a respectiva empresa como da Comissão Permanente de Licitações de Obras – CPLO, nomeada por força
executora da obra e por ter apresentado Certidão de Acervo Técnico incompatível da Portaria nº. 047/GAB/SUPEL de 06 de novembro de 2012, comunica o
ao objeto da licitação, contrariando assim, respectivamente, o disposto nos itens público em geral, em especial às empresas participantes da licitação em
16.3.4, 16.3.2 do Edital; CONSTRUTORA GUARA LTDA-EPP, por ter apresentado epígrafe, o resultado da analise e julgamento das PROPOSTAS DE PREÇOS.
o Atestado de Capacidade Técnica no período de execução da obra, contrariando
assim , o disposto no item 16.3.4 do Edital . HABILITAR as empresas: DA DECISÃO DA COMISSÃO: “...CLASSIFICAR as empresas: TERGEX
CONSTRUTORA SCHEIDEGG ER LTDA, RAIAR CONSTRUTORA E CONSTRUTORA LTDA, em primeiro lugar, cujo valor global é de R$
INCORPORADORA EMPRESÁRIA LTDA, ENGERO CONSTRUÇÕES E 377.010,78 (trezentos e setenta e sete mil, dez reais e setenta e oito centavos),
TERRAPLANAGENS LTDA, CONCRETO CONSTRUTORA ENGENHARIA LTDA, NETUNO COMÉRCIO, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA-EPP, em
JR COMÉRCIO CONST RUÇÕES E ENGENHARIA LTDA-EPP, GENISIS segundo lugar, cujo valor global é de R$ 391.458,08 (trezentos e noventa e
T ERRAPL ENAGENS MINERAÇÃO E COMÉRCIO LT DA- EEP, METUS um mil, quatrocentos e cinquenta e oito reais e oito centavos) e SOUZA
CONSTRUÇÕES E INCORPORAÇÕES DE RONDÔNIA LTDA, MACEDO & PAZ AGÊNCIA & CONSTRUÇÕES EIRELI-EPP, em terceiro lugar, cujo valor
CONSTRUÇÕES LTDA, J.D. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LTDA-ME, GARRA global é de R$ 391.463,14 (trezentos e noventa e um mil, quatrocentos e
COMÉRCIO E CONSTRUÇÕES LTDA e AÇOMAX LTDA, por terem atendido sessenta e três reais e quatorze centavos), todas com prazo de execução
todas as exigências previstas no edital, para essa primeira fase do certame de 120 (cento e vinte) dias corridos, por terem cumprido todas as exigências
licitatório. contidas no Edital...”

NOTIFICAR as empresas do presente resultado através de publicação nos meios NOTIFICAR as empresas do presente resultado, mediante publicação no
de comunicações previstos em Lei, concedendo-lhes o prazo de 05 (cinco) dias Diário Oficial do Estado – DOE/RO, site www.supel.ro.gov.br, concedendo-
úteis após publicação, previstos no art. 109, I, “a”, da Lei nº. 8.666/93, combinado lhes o prazo de 05 (cinco) dias úteis, previsto no art. 109, I,”b”, da Lei nº.
com § 5º do referido artigo, ficando os autos desde já disponíveis aos interessados 8.666/93, combinado com o § 5 do referido artigo e lei, ficando desde já os
para vistas junto a SUPEL/RO e, não havendo interesse das empresas em interpor autos disponibilizados para vistas dos interessados nesta SUPEL. Não havendo
recurso, solicita-se que seja protocolado o respectivo Termo de Renuncia, a interesse em interpor recursos, solicita-se seja protocolado o referido termo
ausência deste implica na renúncia tácita ao direito de prazo e recurso. Maiores junto a esta SUPEL, a ausência deste implica na renúncia tácita ao direito de
informações através do site: www.supel.ro.gov.br. prazo e r ecursos supr acitado. Maior es inf orm ações no site:
www.supel.r o.gov.br
Porto Velho/RO, 12 de Novembro de 2012.
Porto Velho – RO, 12 de novembro de 2012
PAULO ALVES
Presidente da CPLO/SUPEL PAULO ALVES
Mat. 300100830 Presidente da CPLO/SUPEL/RO
300005830
AVISO DE JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS
AVISO DE ADIAMENTO DE LICITAÇÃO
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N° 100/12/CPLO/SUPEL/RO
PROCESSO ADMINISTRATIVO nº. 01.1420.03890-00/2012-DER/RO. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 706/2012/SUPEL/RO

A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, através da A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, através
Comissão Permanente de Licitações de Obras – CPLO, nomeada por força da de seu Pregoeiro, designado por força das disposições contidas na Portaria
Portaria 047/GAB/SUPEL/RO de 06 de novembro de 2012, comunica o público Nº 041/GAB/SUPEL de 28.08.2012, publicada no DOE N° 2064, de 28.08.2012,
em geral, em especial às empresas participantes da licitação em epígrafe, o torna público que se encontra autor izada a realização de licitação na
resultado da analise e julgamento das PROPOSTAS DE PREÇOS. modalidade PREGÃO, na forma ELETRÔNICA, sob o Nº 706/2012/SUPEL/RO,
do tipo “menor preço”, tendo por finalidade a qualificação de empresas e a
DA DECISÃO DA COMISSÃO: “...CLASSIFICAR as empresas: L UZ I seleção da proposta mais vantajosa, conforme descrito no Edital e seus
ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA, em primeiro lugar cujo valor global é anexos, em conformidade com a Lei Federal Nº 10.520/2002, com o Decreto
de R$ 3.371.838,64 (três milhões, trezentos e setenta e um mil, oitocentos e Estadual Nº 12.205/2006 e subsidiariamente, com a Lei Federal Nº 8.666/93,
trinta e oito reais e sessenta e quatro centavos), EMEC – ENGENHARIA E com a Lei Complementar N° 123/2006, com a Lei Estadual N° 2414/2011 e com
CONSTRUÇÃO LTDA, em segundo lugar cujo valor global é de R$ 3.381.941,53 os Decretos Estaduais N° 16.089/2011 e N° 15.643/2011 e demais legislações
(três milhões, trezentos e oitenta e um mil, novecentos e quarenta e um reais e vigentes, tendo como interessado o Núcleo de Diversidade e Direitos Humanos/
cinquenta e três ce ntavos) e MACO FER TERRAPLENAGEM LTDA, e m GE, a pedido da Secretaria de Estado da Educação – SEDUC/RO.
terceiro lugar cujo valor global é de R$ 3.474.574,73 (três milhões, quatrocentos ___________________________________________________________________________________
e setenta e quatro mil, quinhentos e setenta e quatro reais e setenta e três PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 01.1601.04406-00/2012/SEDUC/RO
centavos), todas com prazo de execução de 180 (cento e oitenta) dias corridos,
por terem cumprido todas as exigências contidas no edital...” OBJETO: Aquisição de 3.248 (três mil duzentos e quarenta e oito) livros na
área de Educação em Direitos Humanos para subsidiar a prática dos
NOTIFICAR as empresas do presente resultado através de publicação nos meios profissionais que atuam na Equipe Técnica Pedagogia das Escolas. Serão
de comunicações previstos em Lei, concedendo-lhes o prazo de 05 (cinco) dias adquiridos 58 (cinqüenta e oito) títulos, sendo 56 (cinqüenta e seis) unidades
úteis após publicação, previstos no art. 109, I, “b”, da Lei nº. 8.666/93, combinado de cada, os livros serão distribuídos para as 13 (treze) Representações de
com § 5º do referido artigo, ficando os autos desde já disponíveis aos interessados Ensino e para a Gerência de Educação, para serem utilizados pelas Equipes
para vistas junto a SUPEL/RO e, não havendo interesse das empresas em interpor de Formações Continuadas nos eventos de Formação e Capacitação em
recurso, solicita-se que seja protocolado o respectivo Termo de Renuncia, a
36 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Diretos Humanos, de acordo com as especificações contidas no Termo de ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.comprasnet.gov.br
Referência.
CÓDIGO DA UASG SUPEL: 925373
FONTE DE RECURSOS: 0118 - FUNDEB
PROJETO ATIVIDADE: 12.362.1269.1036 LOCAL: O Pregão Eletrônico será realizado por meio do endereço eletrônico
ELEMENTO DE DESPESA: 3390.30 acima mencionado, através do Pregoeiro e Equipe de Apoio.
VALOR ESTIMADO: R$ 103.336,24
DATA DE ABERTURA: 22 de novembro de 2012 às 10h00min (Horário de Brasília) DISPONIBILIDADE DO EDITAL: O Instrumento Convocatório e todos os
ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.comprasnet.gov.br elementos integrantes encontram-se disponíveis para consulta e retirada
CÓDIGO DA UASG SUPEL: 925373 somente nos endereços eletrônicos www.comprasnet.gov.br (site oficial)
LOCAL: O Pregão Eletrônico será realizado por meio do endereço eletrônico e www.supel.ro.gov.br (site alternativo).
acima mencionado, através do Pregoeiro e Equipe de Apoio. Maiores informações poderão ser obtidas por meio do telefone: (69) 3216-
2225, atr avés do em ail kappasupel .r o.gov@hot ma il .com , ou n a
DISPONIBILIDADE DO EDITAL: O Instrumento Convocatório e todos os elementos Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, situada à Av.
integrantes encontram-se disponíveis para consulta e retirada somente nos Rio Madeira, nº 3056, Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, CEP 76.820-408, na
ender eços eletrônicos www.com prasnet.gov.br (s ite of icial) e cidade de Porto Velho/RO, no horário das 07h30min às 13h30min, de segunda
www.supel.ro.gov.br (site alternativo). a sexta-feira (Horário de Rondônia).

Maiores informações poderão ser obtidas por meio do telefone (69) 3216-2225, Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que
através do email kappasupel.ro.gov@hotmail.com, ou na Superintendência impeça a abertura do certame na data marcada, a sessão será automaticamente
Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, situada à Av. Rio Madeira, Nº 3056, transferida para o primeiro dia útil subseqüente, no mesmo horário e Sistema
Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, CEP 76.820-408, na cidade de Porto Velho/RO, no estabelecido no preâmbulo deste Edital, desde que não haja comunicação do
horário das 07h30min às 13h30min, de segunda à sexta-feira (Horário de Pregoeiro em contrário.
Rondônia). Porto Velho - RO, 12 de novembro de 2012.

Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça VIVALDO BRITO MENDES
a abertura do certame na data marcada a sessão será automaticamente transferida Pregoeiro da Equipe Kappa/SUPEL/RO
para o primeiro dia útil subseqüente, no mesmo horário e Sistema estabelecido no Matrícula 300059453
preâmbulo do Edital, desde que não haja comunicação do Pregoeiro em contrário.
AVISO DE ANULAÇÃO DE LICITAÇÃO
Porto Velho - RO, 12 de novembro de 2012.
PREGÃO ELETRÔNICO Nº 233/2012/SUPEL/RO
VIVALDO BRITO MENDES PROC. ADM. Nº 01.1712.02201-00/2011
Pregoeiro da Equipe Kappa/SUPEL/RO ÓRGÃO INTERESSADO: Secretaria de Estado da Saúde – SESAU/RO
Mat. 300059458 OBJETO: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços
de Reprografia de documentos através de Xerografia, incluindo disponibilização
AVISO DE ADIAMENTO DE LICITAÇÃO de equipamentos e mão de obra para a operação dos mesmos com o
fornecimento de insumos, suporte assistência técnica por um período de 12
PREGÃO ELETRÔNICO N.º 780/2012/KAPPA/SUPEL/RO (doze) meses, renováveis nos termos da Lei 8.666/93, para atender as
Unidades de Saúde e Unidades Gestoras da Secretaria de Estado de Saúde
A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL/RO, de Rondônia – SESAU/RO..
através de seu Pregoeiro, designado por força das disposições contidas na
Portaria Nº 041/GAB/SUPEL de 27.08.2012, publicada no DOE de 28.08.2012, O Superintendente da SUPEL torna público aos interessados, que a licitação
torna público que se encontra autorizada a realização de licitação na modalidade em epígrafe foi ANULADA com fulcro no art. 49 da Lei Federal de Licitações
PREGÃO, na forma ELETRÔNICA, sob o N.º 780/2012/KAPPA/SUPEL/RO, do e Contratos Administrativos, conforme fundamentação apensa aos autos, ao
tipo “menor preço”, na forma de execução indireta, no regime de empreitada qual deliberou a providência do Ato Administrativo. Notifica-se da ANULAÇÃO
por preço global, tendo por finalidade a qualificação de empresas e a seleção do certame licitatório todos os interessados, em obediência aos Princípios
da proposta mais vantajosa, conforme descrito neste Edital e seus anexos em Constitucionais da Ampla Defesa e do Contraditório, e ainda em observância
conformidade com a Lei Federal n.º 10.520/2002, com o Decreto Estadual n.º ao art. 109, inciso I e alínea “c” da Lei Federal nº 8.666/93.
12.205/2006 e subsidiariamente, com a Lei Federal n.º 8.666/93, com a Lei Publique-se.
Complementar n.° 123/2006, com a Lei Estadual n.° 2414/2011 e com os Decretos Porto Velho-RO, 12 de Novembro de 2012.
Estaduais n.° 16.089/2011 e n° 15.643/2011 e demais legislações vigentes, tendo
como interessada a Gerência de Educação - GE/SEDUC, a pedido da Secretaria MÁRCIO ROGÉRIO GARIEL
de Estado da Educação – SEDUC/RO. Superintendente/SUPEL/RO
_____________________________________________________________________________________
PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 01.1601.07328-00/2012/SEDUC/RO ADENDO MODIFICADOR
OBJETO: Contratação de Empresa Especializada nos Serviços de Locação de
Auditório, Sala de Apoio, Hospedagem e Alimentação, para atender o SEMINÁRIO A Superintendência Estadual de Compras e Licitações - SUPEL, através da
DE SOCIALIZAÇÃO DA VERSÃO PRELIMINAR DO PLANO ESTADUAL DE Comissão Permanente de Licitações de Obras - CPLO/SUPEL/RO, nomeada
EDUCAÇÃO SISTEMA PRISIONAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, que será pela Portaria n º 47/GAB/SUPEL/RO, de 01 de novembro de 2012, torna
realizado no Município Porto Velho no período de 06 a 08 de novembro de público aos interessados, em especial, as empresas que retiraram o Edital, da
2012, com 205 (duzentos e cinco) par ticipantes entre: Coordenadores Concorr ência Públi ca n°. 113/12/ CPLO/SUPEL/ RO, decor r ente do
Pedagógicos, Gestores, Professores, Representantes do Poder Judiciário e Proce ss o A dmi ni st ra t i vo: 01 .1 71 2 .0 20 2 0- 00 /2 0 12 -SESA U/ RO,
Técnico da Gerência de Educação, sendo 82 (oitenta e dois) participantes da considerando a necessidade de adequação no calculo da Composição do
capital e 123 (cento e vinte três) participantes do interior, a pedido da Secretaria BDI, por motivos técnicos.
de Estado da Educação – SEDUC, no município de Porto Velho/RO, conforme Face o exposto, e ainda, de atendimento ao § 4º, do Art. 21, da Lei 8.666/93,
especificado no edital e seus anexos. fica reaberto o prazo inicialmente estabelecido, logo, a sessão inaugural do
respectivo edital dar-se-á no dia 17 de dezembro de 2012 às 08h00min,
FONTE DE RECURSO: 0118– Recursos do Tesouro – FUNDEB no mesmo local indicado no preâmbulo do Edital. Os demais itens da licitação
PROJETO ATIVIDADE: 12.366.1269.2864 em destaque permanecem inalterados, neste ato ratificados. Informamos ainda,
ELEMENTO DE DESPESA: 33.90.39 que a Nova Com posição do BDI , encontr a-se disponível no site:
VALOR ESTIMADO: R$ 125.791,66 www.supel.r o.gov.br
_____________________________________________________________________________________ Porto Velho-RO, 08 de novembro de 2012.
PAULO ALVES
DATA DE ABERTURA: 19 de novembro de 2012 às 14h00min (Horário de Presidente da CPLO/SUPEL/RO
Brasília) Mat. 300005830
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 37

correspondente a 33,33% (trinta e três vírgula Referência Salarial 014 matricula n.°300002149,
Sec. do Estado da Administração trinta e três por cento) do valor da pensão, com pertencente ao quadro de pessoal do GOVERNO
efeitos financeiros a partir da data do óbito; DO ESTADO DE RONDONIA, nos termos Art. 3º, I,
PORTARIA Nº 668/GAB/CGA/SEAD/RO II e III da EC nº. 47/05, bem como pela Lei
PVH/RO, 13 de novembro de 2012. c) Pensão Mensal Vitalícia a MILDES APARECIDA Complementar n.° 432/2008.
MAXIMO (companheira), portadora do CPF nº.
A CORREGEDORA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO 348.696.202-78, correspondente a 33,33% (trinta O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos
DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas e três vírgula trinta e três por cento) do valor da do Estado de Rondônia – IPERON atualizará a
atribuições legais, considerando o disposto no Art. pensão, com efeitos financeiros a partir da citação presente aposentador ia, na mesma data e
195, caput, da LCE de nº. 68 de 09 de Dezembro judicial, 17/11/2006. proporção dos vencimentos dos Servidores
de 1992, e suas alter ações e o exposto no Públicos da categoria de referência ou posto e
Despacho do Memorando nº 318/3ª CSPAD/SEAD/ 2 - O Instituto de Previdência dos Servidores graduação dos ativos do GOVERNO DO ESTADO
2012, de 12 de outubro de 2012. Público do Estado de Rondônia - IPERON, atualizará DE RONDONIA.
a presente Pensão, na mesma data em que se der Este Ato entra em vigor na data de sua publicação.
RESOLVE: o reajuste dos benefícios do Regime Geral de
Previdência Social - RGPS. CONFÚCIO AIRES MOURA
I - PRORROGAR pelo prazo de 30 (trinta) dias, o Governador do Estado de Rondônia
Processo Administrativo Disciplinar nº072/2012/ 3 - Este Ato entra em vigor na data de sua
3ª CSPAD-SEAD. publicação. WALTER SILVANO G. OLIVEIRA
Presidente
II - Esta portaria retroagirá a data de, 13 de WALTER SILVANO GONÇALVES OLIVEIRA
novembro de 2012 (13/11/2012). Presidente RETIFICAÇÃO

Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. CLÁUDIA ROSÁRIO TAVARES ARAMBUL No Decreto de 19 de Janeiro de 2009, publicado
Diretora de Previdência no Diário Oficial Nº. 1173, de 29 de janeiro de 2009,
Andréa Maria Rezende que aposentou a funcionária, NOEMIA GOMES
Delegada de Polícia ATO CONCESSÓRIO DE APOSENTADORIA Nº. DE SOUZA, ocupante do cargo de Professor
Corregedora Geral - CGA/RO 0129/IPERON/GOV-RO, DE 25/10/2012. Nível III, Referência “01”, com carga horária 40
hor as s emanais, matrí cula nº. 3 00 0 19 4 07 ,
IPERON O Presidente do INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS pertencente ao Quadro Permanente de Pessoal
SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DE Civil do Estado de Rondônia, conforme PARECER
RONDÔNIA - IPERON, no uso de suas atribuições, Nº. 905/2012/PROGER/IPERON, de 23/07/2012.
ATO CONCESSÓRIO Nº. 236/DIPREV/2012, DE 29/ que lhe conferem as Leis Complementares n. 228,
10/2012. de 10.01.2000, publicada no D.O.E. N.° 4422, de ONDE SE LÊ:
31.01.2000, nº. 432, de 03.03.2008, publicada no ...Nos termos do artigo 40, § 1º, Inciso III,
O PRESIDENTE DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA D.O.E. N.° 0955 e o Art. 8°, Inciso XVIII, do Decreto letra “B” da Carta Magna...
DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DE n.°13627, de 21.05.2008, publicado no D.O.E. N.°
RONDÔNIA - IPERON, no uso das atribuições que 1002, de 26.05.2008, conforme processo nº 2220/ LEIA-SE:
lhe conferem as Leis Complementares n° 228, de 2927/2012. ... Nos termos do Art. 40, § 1º, III, “B” da CF, c/
10 .01.00, publicada no D.O.E. Nº. 44 22, de c art. 23 incisos e parágrafos, e Arts. 45, 56 e
31.01.00, nº. 432, de 03.03.08, publicada no D.O.E. RESOLVE: 62 da LCE Previdenciária nº. 432/2008...
Nº. 0955 e o Art. 8°, Inciso XVIII, do Decreto n°
13627, de 21.05.08, publicado no D.O.E. Nº. 1002, APOSENTAR, a servidora SANTA GUANICHABA CONFÚCIO AIRES MOURA
de 26.05.08. TABORGA, ocupante do Cargo de Técnico Governador do Estado de Rondônia
R E S O L V E: Educacional N1 ( ch 4 0), Classe TAEDN 1,
Ref er ência 10, matr icula n.° 3 00 0 18 1 09 , WALTER SILVANO G. OLIVEIRA
1 – Retificar o teor do ATO 034/DIPREV, publicado pertencente ao quadro de pessoal do GOVERNO Presidente
no D.O.E. de nº. 1726, de 04/05/2011, conforme DO ESTADO DE RONDONIA, nos termos do art.
DECISÃO JUDICIAL, AUT OS Nº . 0 00 53 65 - 40, § 1º, III, “B”, da CF, c/c arts. 23, 45, 56 e 62, RETIFICAÇÃO
91.2006.8.22.0016 – 2ª CÂMARA ESPECIAL DO da LC Previdenciária n.° 432/2008.
T RIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE No Decreto de 08 de Dezembro de 2008, publicado
RONÔNIA; PARECER Nº. 1908/2012/PROGER/ Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. no Diário Oficial Nº. 1146, de 17 de Dezembro de
IPERON, de 27/09/2012, que concedeu pensão 2008, que aposentou a funcionária, MARIA ZENIR
mensal aos beneficiários do ex-servidor/Ativo CONFÚCIO AIRES MOURA MA FRA TORRES, ocupante do cargo de
OSMA R JESUS DE M OREIRA, cadastr o nº . Governador do Estado de Rondônia Professor Nível I, Referência “12”, com carga
4 3. 03 6 , ocupante do cargo de Motor ista, hor ár ia 20 hor as semanais, m atrícula nº .
pertencente ao quadro de pessoal do Ministério WALTER SILVANO G. OLIVEIRA 300006132, pertencente ao Quadro Permanente
Público do Estado de Rondônia – MP/RO, por Presidente de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, conforme
motivo de seu falecimento ocorrido em 01/10/2004, PARECER Nº. 300/2012/PROGER/IPERON, de 09/
com fundamento nos art. 22, I e § 1º; 23, IV, “b”; ATO CONCESSÓRIO DE APOSENTADORIA Nº. 04/2012.
30, II, “a” e 50, I, II, da LCE nº. 228/00, c/c art. 0130/IPERON/GOV-RO, DE 29/10/2012.
40, § 2º, 7º, II e 8º da Constituição Federal/88, ONDE SE LÊ:
com redação dada pel a Emenda O PRESIDENTE DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA ...Nos termos do artigo 40, § 1º, Inciso III,
Constitucional nº. 41/2003. DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DE alínea “a” e § 5º da Constituição Federal,
RONDÔNIA - IPERON, no uso das atribuições, que combi nado com o A rt . 3º da Eme nda
a) Pensão Mensal Vitalícia a MARIA DE LOURDES lhe conferem as Leis Complementares n. 228, de Constitucional nº 41/2003...
SOUSA (companheira), portadora do CPF nº. 10.01.2000, publicada no D.O.E. N.° 4422, de
068.172.542-72, correspondente a 33,33% (trinta 31.01.2000, nº. 432, de 03.03.2008, publicada no LEIA-SE:
e três vírgula trinta e três por cento) do valor da D.O.E. N.° 0955 e o Art. 8°, Inciso XVIII, do Decreto ... Nos termos do Art. 6º da EC nº 41/03 e LCE
pensão, com efeitos financeiros a partir da data n.°13627, de 21.05.2008, publicado no D.O.E. N.° Previdenciária nº. 432/2008...
do requerimento, 05/07/2006; 1002, de 26.05.2008, conforme processo nº 2220/
1886/2012. CONFÚCIO AIRES MOURA
b) Pensão Mensal Temporária a RICARDO BRUNO RESOLVE: Governador do Estado de Rondônia
MOREIRA DE SOUSA (filho), representado por APOSENTAR, a servidora GISELES RODRIGUES
sua genitor a MARIA DE LOURDES SOUSA, DA SILVA, Car go Auxi l iar Ati vidade WALTER SILVANO G. OLIVEIRA
por tadora do CPF nº . 06 8.172.542- 72 , A dmi ni s t ra ti va ( 4 0Hs) , Classe ASD900, Presidente
38 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

RETIFICAÇÃO LEIA-SE: TERMO DE RATIFICAÇÃO

No Decreto de 25 de junho de 2008, publicado no ...Art. 40, § 1º, III, “B”, da CF, C/C Art. 23, incisos RATIFICO a despesa no valor total de 1.900,00
Diário Oficial Nº. 1048, de 30 de Julho de 2008, e pará gra fos, e Arts . 45, 56 e 62 da L CE (Hum mil Novecentos Reais), conforme
que aposentou o funcionário, BELMIRO BEDIN, Previdenciária nº. 432/2008... Par ecer Jurí di co nº 2372/2012/
ocupante do c ar go de Profe s sor Ní vel I, ASSESSORIAJURÍDICA/IPERON, de acordo com
Referência “09”, com carga horária 40 horas CONFÚCIO AIRES MOURA o disposto no Artigo 24, no Inciso II da Lei 8.666/
semanais, matrícula nº. 300005193, pertencente Governador do Estado de Rondônia 93. Porto Velho (RO), 09 de novembro de 2012.
ao Quadro Permanente de Pessoal Civil do Estado
de Rondônia, conforme PARECER Nº. 1499/2011/ WALTER SILVANO G. OLIVEIRA WALTER SILVANO GONÇALVES OLIVEIRA
PROGER/IPERON, de 11/08/2011. Presidente Presidente

ONDE SE LÊ: AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Secretaria de Saúde


...de acordo artigo 40, § 1º, Inciso II, da CF/ ERRATA
88... GOVERNO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
O Presidente do Instituto de Previdência SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE
LEIA-SE: dos Ser vidor es Públ icos do Es tado de GABINETE DO SECRETÁRIO
Rondônia – IPERON torna público a quem possa
... Nos termos do Art. 40, § 1º, II da CF, c/c art. interessar, que nos termos do art. 24, inciso II, da
21 e §§, 56 e 62 da LCE Previdenciária nº. 432/ AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO E
Lei Federal Nº. 8.666/93, nos autos do Processo RATIFICAÇÃO DE DESPESA
2008.. A dmi ni s tr a ti vo n° 2 22 0/ 28 6 5/ 20 11 , foi
dispensada a licitação, objetivando conserto de Processo nº: 01.1712.02539-00/2012
CONFÚCIO AIRES MOURA uma Impressora HP 4250, em favor das Empresas
Governador do Estado de Rondônia FR DE AGUIAR SANTANA E CIA LTDA-ME, no O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE,
Onde se lê: valor de R$ 720,00 (Setecentos e consoante a necessidade da aquisição de
WALTER SILVANO G. OLIVEIRA Vi nt e Reai s) , L ei a- se: valor de R$ 75 0 ,0 0
Presidente medicamentos em caráter emergencial, para
(Setecentos e Cinquenta Reais), conforme atender as Unidades Hospitalares da rede Estadual
Parecer Jurídico Nº 2333/2012/ASSESSORIA de Saúde, conforme Memorando nº 394/DGAF/
RETIFICAÇÃO JURÍDICA/IPERON, de 01.09.2012, acostado à fls. SESAU/RO e demais documentos que instruem
22/24 dos autos em epígrafe. Porto Velho (RO), 08 Processo Administrativo nº 1712-02539-00/2011,
No Decreto de 24 de Novembro de 2008, publicado de novembro de 2012.
no Diário Oficial Nº. 1134, de 01 de Dezembro de por meio do presente expediente RATIFICA a
2008, que aposentou a funcionária, BERENICE hipótese de DISPENSA DE LICITAÇÃO conforme
WALTER SILVANO GONÇALVES OLIVEIRA parecer da Procuradoria Geral do Estado - PGE,
MENDES COSTA, ocupante do cargo de Presidente
Professor Nível III, Referência “09”, com carga dos autos em epigrafe, nos termos do artigo 24,
hor ár ia 40 hor as semanais, m atrícula nº . inciso IV da Lei nº 8.666/93 e suas alterações,
TERMO DE RATIFICAÇÃO bem como a despesa em favor das empresas
300013077, pertencente ao Quadro Permanente
de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, conforme RECOL DISTRIBUIDORA E COMÉRCIO, CNPJ Nº.
RATIFICO a despesa no Onde se lê: valor 04.598.413/0001-70, no valor de R$ 72.071,00
PARECER Nº. 277/2012/PROGER/IPERON, de 03/ total de R$ 720,00 (Setecentos e Vinte
04/2012. (Setenta e dois mil e setenta e um reais), SOCIBRA
Rea i s ), L ei a- se : valor de R$ 75 0 ,0 0 DISTRIBUIDORA LTDA, CNPJ Nº. 84.613.439/
(Setecentos e Cinquenta Reais), conforme 0001-80, no valor de R$ 127.168,27 (Cento e vinte
ONDE SE LÊ: Parecer Nº. 2333/2012/ASSESSORIA/JURÍDICA/ e sete mil, cento e sessenta e oito reais e vinte e
IPERON, de acordo com o disposto no Artigo 24 sete centavos), SIDNEIA BERNARDES DE
...Nos termos do artigo 40, § 1º, Inciso III, da Lei 8.666/93. Porto Velho (RO), 06 de novembro
letra “a” e § 5º da Consti tuição Federal , MORAES, CNPJ Nº. 02.132.032/0001-76, no valor
de 2012. de R$ 35.506,80 (Trinta e cinco mil, quinhentos e
combi nado com o A rt . 3º da Eme nda
Constitucional nº 41/2003. seis reais e oitenta centavos), EXATA NORTE
WALTER SILVANO GONÇALVES OLIVEIRA DISTRIBUIDORA HOSPITALAR, CNPJ Nº .
Presidente 09.137.937/0001-44, no valor de R$ 63.736,50
LEIA-SE:
(Sessenta e três mil, setecentos e trinta e seis
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO r eais e cinquenta centavos), ST OCK
Art. 6º da EC nº 41/03 e LCE Previdenciária nº.
432/2008. DIAGNÓSTICOS LTDA, CNPJ Nº. 00.995.371/
O Presidente do Instituto de Previdência 0001-50, no valor de R$ 108.270,14 (Cento e oito
dos Ser vidor es Públ icos do Es tado de m il, duzentos e setenta reais e quatorze
CONFÚCIO AIRES MOURA Rondônia – IPERON torna público a quem possa
Governador do Estado de Rondônia centavos), DENTAL MÉDICA COM. REP. LTDA,
interessar, que nos termos do art. 24, inciso II, da CNPJ Nº. 05.593.405/0001-02, no valor de R$
Lei Federal Nº. 8.666/93, nos autos do Processo 4.838,68 (Quatro mil, oitocentos e trinta e oito reais
WALTER SILVANO G. OLIVEIRA A dmi ni s tr a ti vo n° 2 22 0/ 17 3 0/ 20 12 , foi
Presidente e sessenta e oito centavos), HOSPFAR INDUSTRIA
di s pe nsa da a l i ci t aç ão, objetivando a E COMERCIO DE PROD. HOSPITALARES LTDA,
Contratação de Empresa Especializada do Serviço CNPJ Nº. 26.921.908/0001-21, no valor de R$
RETIFICAÇÃO de Instalações e Cargas de Gás para 04 (quatro) 151.005,04 (Cento e cinquenta e um mil, cinco
Centrais de Ar de 18.000 Btus, 24.000 Btus, 30.000 r eais e quatro centavos) e SOCIEDADE
No Decreto de 26 de janeiro de 2009, publicado no Buts e 60.000 Btus, para atender as necessidade
Diário Oficial Nº. 1182, de 11 de fevereiro de 2009, M ERCANT IL CENTRO NORT E, CNPJ Nº.
do IPERON, em favor da Empresa Recuperar Rec. 01.989.691/0001-60, no valor de R$ 436.609,00
que aposentou a funcionária MARIA DE LOURDES E Manutenção em Ar Condicionado Ltda, no
DA SILVA, ocupante do cargo de Técnico (Quatrocentos e trinta e seis mil, seiscentos e
valor de R$ 1.900,00 (Hum mil Novecentos nove reais), totalizando a despesa no valor
Educacional N1, Classe TAEDN1, Referência Reais), conforme Parecer Jurídico nº 2372/
“09”, com carga horária 40 horas semanais, de R$ 999.205,43 (Novecentos e noventa e nove
201 2/ASSESSORIAJURÍDICA/IPERON, de mil, duzentos e cinco reais e quarenta e três
matrícula nº. 300044572, pertencente ao Quadro 07.11.2012, acostado à fls. 25/27 dos autos em
Permanente de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, centavos).
epígrafe. Porto Velho (RO), 09 de novembro de
conforme PARECER Nº. 1517/2011/PROGER/ 2012.
IPERON, de 15/082011. Porto Velho, 12 de novembro de 2011.

WALTER SILVANO GONÇALVES OLIVEIRA Orlando José de Souza Ramires


ONDE SE LÊ: Presidente
...Nos termos do artigo 40, § 1º, Inciso III, Secretário de Estado da Saúde de Rondônia
letra “b”, da Carta Magna. Adjunto
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 39

PORTARIA Nº. 1243/GAB/SESAU Porto Velho, 07 de Novembro de 2012. Art. 2º. – Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.

O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e, GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
Secretário de Estado da Saúde
Considerando teor do Memo. Nº. 0166/CONV/SESAU de 05 de Novembro de SESAU
2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de
1992. PORTARIA Nº.1246/GAB/SESAU Porto Velho, 06 de Novembro de 2012.

R E S O L V E: O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que


lhe confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de 2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
férias regulamentares da servidora, AROLIZA MOREIRA DO CARMO NETA, 2000 e,
Agente em Atividades Administrativas, matrícula nº. 300058259, lotada na Gerência
de Planejamento, Orçamentos e Projetos/GPOP/SESAU, referente ao exercício Considerando teor do Memo. nº 411/GFES/SESAU de 30 de Outubro de
de 2012, no período de 01.11.2012 a 30.11.2012, a qual fica transferida para ser 2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de
usufruída de 01.07.2013 a 30.07.2013. 1992.
R E S O L V E:
Art. 2º. – Revogam-se os termos da Portaria nº 207/GAB/SESAU de 01 de
Fevereiro de 2012, publicada no Diário Oficial nº 1912 de 07.02.2012. Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de
férias regulamentares da servidora, SAMEA CLEUCE ALMEIDA DE CASTRO,
Art. 3º. - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. Auxiliar de Serviços Gerais, Matrícula nº. 300102163, lotada na Gerência do
Fundo Estadual de Saúde/GFES/SESAU, no período de 01.11.2012 a 30.11.2012,
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. referente ao exercício de 2012, a qual fica transferida para ser usufruída de
01.04.2013 a 30.04.2013.
GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
Secretário de Estado da Saúde Art. 2º. – Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
SESAU
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
PORTARIA Nº. 1244/GAB/SESAU Porto Velho, 07 de Novembro de 2012.
GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe Secretário de Estado da Saúde
confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e SESAU
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e,
PORTARIA Nº.1247/GAB/SESAU Porto Velho, 06 de Novembro de 2012.
Considerando teor do Memo. Nº. 0167/CONV/SESAU de 05 de Novembro de
2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que
1992. lhe confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
R E S O L V E: 2000 e,

Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de Considerando o teor do Ofício/Coord/CAPS nº 030/2012 de 29 e Outubro
férias regulamentares do servidor, UILIAN ALMEIDA DA SILVA, Agente em de 2012.
Atividades Administrativas, matrícula nº. 300063785, lotado na Gerência de
Planejamento, Orçamentos e Projetos/GPOP/SESAU, referente ao exercício de R E S O L V E:
2012, no período de 01.11.2012 a 30.11.2012, a qual fica transferida para ser
usufruída de 01.05.2013 a 30.05.2013. Art. 1º - INCLUIR a servidora abaixo relacionada, na Portaria nº.309/GAB/
SESAU de 15 de Fevereiro de 2012, que autoriza servidores realizarem
Art. 2º. – Revogam-se os termos da Portaria nº 826/GAB/SESAU de 02 de despesas pelo Regime de Adiantamento (SUPRIMENTO DE FUNDO), com Cartão
Abril de 2012, publicada no Diário Oficial nº 1957 de 17.04.2012. Corporativo, pr evisto pela L ei nº. 872, de 2 8 de Dezembro de 1999,
Art. 3º. - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. regulamentada, pelo Decreto nº. 10851, de 29 de Dezembro de 2003, no
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. âmbito de sua respectiva lotação, sem prejuízo de suas atividades.

GILVAN RAMOS DE ALMEIDA NOME LOTAÇÃO/SESAU MATRÍCULA


Secretário de Estado da Saúde Lígia Venâncio da Silva Centro de Atenção Psicossocial Madeira Mamoré - CAPS 300006046
SESAU
Art. 3º. - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
PORTARIA Nº. 1245/GAB/SESAU Porto Velho, 07 de Novembro de 2012.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe
confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e, Secretário de Estado da Saúde
SESAU
Considerando teor do Memo. Nº. 414/2012/GAP/SESAU de 05 de Novembro
de 2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de PORTARIA Nº. 1248/GAB/SESAU
1992. Porto Velho, 08 de Novembro de 2012.

R E S O L V E: O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que


lhe confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de 2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
férias regulamentares da servidora, ONEIDE DE MESQUITA FILHO, Auxiliar de 2000 e,
Serviços Gerais, matrícula nº. 300004641, lotada na Gerência de Planejamento,
Orçamentos e Projetos/GPOP/SESAU, referente ao exercício de 2012, no período Considerando teor do Memo. Nº. 524/2012/DAF/SESAU de 05 de Novembro
de 01.11.2012 a 30.11.2012, a qual fica transferida para ser usufruída de de 2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro
01.01.2013 a 30.01.2013. de 1992.
40 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

R E S O L V E: Considerando teor do Memo. Nº.4806/GGRH/SESAU de 05 de Novembro


de 2012.
Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de
férias regulamentares do servidor, JOÃO PAULO BARROSO, Farmacêutico, R E S O L V E:
matrícula nº. 300093686, lotado na Diretoria de Gestão e Assistência Farmacêutica/
DGAF/SESAU, referente ao exercício de 2012, no período de 01.11.2012 a Art. 1º. – RELOTAR na Diretoria de Gestão e Assistência Farmacêutica/
30.11.2012, a qual fica transferida para ser usufruída de 01.06.2013 a 30.06.2013. DGAF/SESAU, o servidor JAIR CARMO SILVA, Agente em Atividades
Administrativas, matricula n°. 300001649, pertencente ao Quadro Permanente
Art. 2º. – Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. de Pessoal Civil do Estado de Rondônia.

Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. Art. 2º. - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Neucila Baratto Prestes Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.


Gerência de Gestão de Recursos Humanos /GGRH/SESAU
Neucila Baratto Prestes
PORTARIA Nº. 1251/GAB/SESAU Porto Velho, 09 de Novembro de 2012. Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU

O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe PORTARIA Nº. 1254/GAB/SESAU Porto Velho, 09 de Novembro de 2012.
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e, O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que
Considerando o teor do Memo. Nº 447/2012/DGAF/SESAU de 03 de Outubro lhe confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
de 2012. 2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
2000 e,
R E S O L V E:
Considerando teor do Memo. nº 446/GAB/SESAU de 05 de Novembro de
Art. 1º - INCLUIR na Portaria nº 683/GAB/SESAU de 12 de Março de 2012, 2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de
publicada no Diário Oficial do Estado nº. 1939 de 20.03.2012, o servidor abaixo 1992.
relacionado.
R E S O L V E:
Nome Cargo Matricula
Marcelo Brasil da Silva Diretor de Gestão e Assistência Farmacêutica/DGAF/SESAU 300077622 Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de
férias regulamentares da servidora, JOSELITA COELHO DE MELO ARAÚJO,
Art. 2º. - EXCLUIR da referida Portaria que designa servidores para Comporem Diretora Administrativa e Financeira, matrícula nº. 300002330, lotada na
a Comissão de Recebimento e Certificação de Materiais e Serviços no âmbito da Gerência do Fundo Estadual de Saúde/GFES/SESAU, referente ao exercício
Diretoria de Gestão e Assistência Farmacêutica/DGAF/SESAU, a servidora abaixo de 2012, no período de 01.07.2012 a 30.07.2012, a qual fica transferida para
relacionada. ser usufruída de 01.01.2013 a 30.01.2013.
Nome Cargo Matricula
Adelita Aleixo Campelo Diretora de Gestão e Assistência Farmacêutica/DGAF/SESAU 300099602
Art. 2º. – Revogam-se os termos da Portaria nº 1059/GAB/SESAU de 04
de Julho de 2012, publicada no Diário Oficial nº 2018 de 19.07.2012.
Art. 3º. - Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Art. 3º. - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
Neucila Baratto Prestes
Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU
Neucila Baratto Prestes
Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU
PORTARIA Nº. 1252/GAB/SESAU Porto Velho, 09 de Novembro de 2012.
PORTARIA Nº. 1255/GAB/SESAU Porto Velho, 08 de Novembro de 2012.
O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e
O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e,
lhe confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
Considerando o teor do Memo. nº 640/GAD/SESAU de 08 de Outubro de
2000 e,
2012.
R E S O L V E:
Considerando teor do Memo. Nº 523/2012/DAF/SESAU de 05 de Novembro
Art. 1º - INCLUIR os servidores abaixo relacionados, na Portaria nº.309/
de 2012 e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro
GAB/SESAU de 15 de Fevereiro de 2012, que autoriza servidores realizarem
de 1992.
despesas pelo Regime de Adiantamento (SUPRIMENTO DE FUNDO), com Cartão
Corporativo, previsto pela Lei nº. 872, de 28 de Dezembro de 1999, regulamentada,
R E S O L V E:
pelo Decreto nº. 10851, de 29 de Dezembro de 2003, no âmbito de suas
respectivas lotações, sem prejuízo de suas atividades.
Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de
NOME LOTAÇÃO/SESAU MATRÍCULA
Marcelo Brasil da Silva Diretoria de Gestão e Assistência Farmacêutica/DGAF/SESAU 300077622 f ér ias r egulam entar es do ser vidor, M ARCELO BRASIL DA SILVA,
Marcela Cláudia de Almeida Aquino Gerência de Regulação dos Serviços do SUS/GERREG/SESAU 300062478 Farmacêutico, matrículas nº. 300077622, lotado na Diretoria de Gestão e
Assistência Farmacêutica/DGAF/SESAU, referente ao exercício de 2012, no
Art. 3º. - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. período de 01.11.2012 a 30.11.2012, a qual fica transferida para ser usufruída
de 01.05.2013 a 30.05.2013.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
Art. 2º. – Revogam-se os termos da Portaria nº 1081/GAB/SESAU de
Neucila Baratto Prestes 13.07.2012, publicada no Diário Oficial nº2030 de 06.08.2012.
Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU
Art. 3º. - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
PORTARIA Nº. 1253 /GAB/SESAU Porto Velho, 09 de Novembro de 2012.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e Neucila Baratto Prestes
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000. Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 41

PORTARIA Nº. 1256/GAB/SESAU Porto Velho, 08 de Novembro de 2012. R E S O L V E:

O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe Art. 1º. – DESIGNAR a servidora, NEUCILA BARATTO PRESTES, Gerente,
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e Matrícula nº 300053665, lotada na Gerência de Gestão de Recursos Humanos/
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e, GGRH/SESAU, para exercer o ato de assinar as Portarias no âmbito desta
Secretaria, bem como analisar, autorizando a fruição ou não de Licenças
Considerando o teor do Ofício nº 3375/GAD/GAB/HBAP de 30 de Outubro de Prêmio requeridas pelos servidores lotados nesta, atribuições a serem
2012. exercidas em concorrência com as funções que exerce, conforme Art. 71, VI
da Constituição do Estado de Rondônia.
R E S O L V E:
Art. 2º. - Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Art. 1º - EXCLUIR da Portaria nº 1195/GAB/SESAU de 08.10.2012, publicada
no Diário Oficial do Estado nº. 2078 de 15.10.2012, que designa servidores para Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
comporem a Comissão de Implantação das Ações de Gestão Farmacêutica aos
Núcleos DGAF e Unidades Hospitalares. GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
Secretário de Estado da Saúde
No me Cargo Matricula SESAU
Gilberto Alves Assessor 300015052
PORTARIA Nº1241/GAB/SESAU Porto Velho, 07 de Novembro de 2012.
Art. 2º. – Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. lhe confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de
2002, e ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de
Neucila Baratto Prestes 2000.
Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU
R E S O L V E:
PORTARIA Nº. 1257/GAB/SESAU Porto Velho, 08 de Novembro de 2012.
Art. 1º. – DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para comporem a
O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe Comissão de Acompanhamento do Plano de Trabalho e Plano de Metas de
confere o Art.139, e seus incisos, do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e Desempenho do Hospital Regional Perpétuo Socorro no Município de Guajará
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000 e, Mirim, em atendimento a cláusula 6º, item II, do Termo de Compromisso firmado
entre a Secretaria de Estado da Saúde e Secretaria Municipal da Saúde.
Considerando teor do Memo. Nº. 524/2012/DAF/SESAU de 05 de Novembro SERVIDOR MATRÍCULA SETOR
de 2012, e amparo do Art. 115 da Lei complementar nº. 68, de 09 de dezembro de Everton Batista Sousa 300057601 Gerência de Controle, Avaliação e Auditoria do SUS - GRECSS
1992. Maria das Graças Capitelli 300008307 Gerência de Regulação - GERREG
Marcos Túlio Miranda Mulin 300007927 Núcleo de Convênios/SESAU
Maria do Socorro Rodrigues da Silva 300036210 Agência Estadual de Vigilância em Saúde AGEVISA
R E S O L V E: Renata de Oliveira Santos 300022368 Assessoria Técnica da Secretaria Estadual da Saúde - ASTEC
Sandra Regina Reis Mercado 300042334 Secretaria Executiva Regional de Guajará Mirim
Art. 1º. – REMARCAR por interesse da Administração Pública, o gozo de
férias regulamentares do servidor, DAVID ROCHA COSTA, Farmacêutico, matrícula Art. 2º. - A Comissão ESTADUAL de Acompanhamento deverá verificar o
nº. 300112468, lotado na Diretoria de Gestão e Assistência Farmacêutica/DGAF/ atendimento das metas preestabelecidas no Plano de Trabalho, gerar relatórios
SESAU, referente ao exercício de 2011, no período de 01.10.2012 a 30.10.2012, contendo dados documentais de processos administrativos de aquisição,
a qual fica transferida para ser usufruída de 01.01.2013 a 30.01.2013. prestação de serviços e obras, sendo estes diretamente estruturantes para o
atendimento do Plano de Metas.
Art. 2º. – Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Art. 3º. - A Comissão ESTADUAL de Acompanhamento deverá verificar os
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. serviços executados e preestabelecidos no Plano de Metas de Desempenho
firmados entre as partes, assim como, gerar relatório de Indicador es
Neucila Baratto Prestes Quantitativos e Indicadores de Desempenho, contemplados do parágrafo 6º
Gerência de Gestão de Recursos Humanos / GGRH/SESAU do Termo de Compromisso firmado entre a Secretaria de Estado da Saúde e
Secretaria Municipal de Saúde.
PORTARIA Nº 1224/GAB/SESAU Porto Velho, 01 de Novembro de 2012.
Art. 4º. - Ficam os referidos servidores autorizados a solicitarem vistas
O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe aos setor es m unicipais r esponsáveis pelo andam ento dos pr ocessos
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e administrativos de necessidade prioritária, visita técnica ao Hospital Regional
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000. Perpétuo Socorro e demais Unidades de Saúde Municipais, e prestadores de
R E S O L V E: serviços.

Art. 1º. – DESIGNAR o servidor, PEDRO ANTONIO GVOZDANOVIC VILLAR, Art. 5º. - Esta Comissão deverá fiscalizar os trabalhos da Comissão
Engenheiro, SIAPE nº 0471094, para exercer o ato de Gestor do Contrato nº 125/ MUNICIPAL de Acompanhamento, estabelecidos na cláusula 6º, parágrafos
PGE/2012, fiscalizando a execução deste e acompanhando a equipe de 1º, 2º, 3º e 4º do Termo de Compromisso firmado entre a Secretaria de Estado
fiscalização do DEOSP. da Saúde e Secretaria Municipal da Saúde
Art. 2º. - Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Art. 6º. - A Comissão ESTADUAL de Acompanhamento a qualquer tempo
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. poderá acionar auditorias operacionais para o setor competente da Secretária
de Estado da Saúde, bem como ao Conselho Estadual de Saúde e aos órgãos
GILVAN RAMOS DE ALMEIDA de controle externo.
Secretário de Estado da Saúde
SESAU Art. 7º. - O não atendimento ao disposto nesta Portaria sujeita os servidores
à responsabilização legal.
PORTARIA Nº1240/GAB/SESAU Porto Velho, 07 de Novembro de 2012.
Art. 8º. - Esta Portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
O Secretario de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
confere o Art.139 e seus incisos do Decreto nº. 9997 de 03 de julho de 2002, e GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
ainda nos termos da Lei Complementar nº. 224, de 04 de janeiro de 2000. Secretário de Estado da Saúde
SESAU
42 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

PORTARIA Nº.1242/GAB/SESAU Porto Velho – RO, 31 de outubro de 2012. Art. 7º - Os demais membros exercerão suas atribuições objetivando a
celeridade no atendimento das ordens judiciais e do SADiU, conforme previsão
O Secretário de Estado da Saúde, no uso das atribuições legais, que lhe do art. 2º.
confere o Art. 139 e seus incisos do Decreto nº 9997 de 03 de julho de 2002, e Art. 8º - Os serviços e procedimentos contratados exclusivamente para
ainda nos termos da Lei Complementar nº 224, de 04 de janeiro de 2000. dar cumprimento a ordens judiciais, bem como pelo SADiU serão certificados
pelos servidores a seguir relacionados:
RESOLVE:
Vanusa Maria Sousa Silva - Presidente - MAT 300108037;
Art. 1º - Instituir nos termos da Instrução Normativa nº 001/GAB/2011 de 29 Daniele de Paula Pereira - Membro - MAT 300120381;
de dezembro de 2011 e Portaria nº 888/GAB/SESAU de 24 de abril de 2012, a César Vinicius de Moraes Petisco - Membro;
Comissão Especial de Acompanhamento, Recebimento, Cumprimento, Fiscalização Cássia Cristina de Oliveira Pereira - Membro - MAT 300120580;
e Certificação das contratações desta Secretaria de Estado da Saúde oriundas Túlio Alves Winter - Membro - S/MT;
de ordens judiciais e do Serviço de Atendimento Direito ao Usuário - SADiU. Michele Vargas Viana - Membro - MAT 300105130.

Art. 2º - Designar os servidores abaixo relacionados, para comporem a Art. 9º - Os medicamentos, nutrições e materiais pensos aquiridos para
Comissão Especial. dar cumprimento a ordens judiciais, bem como pelo SADiU serão certificados
pelos servidores Cláudia Ribeiro Ferreira - MAT 300096098 e Vanessa Regina
NOME ATRIBUIÇÃO CARGO MATRÍCULA de Lima - S/MAT acompanhados da comissão de recebimento do MJ/DGAF/
Vanusa Maria Sousa Silva/GAB Presidente Assessor de Gabinete 300108037 SESA, qual seja:
Maxwel Mota de Andrade/DIJUR Assessor Jurídico Coordenador Técnico 300116220
Kerry Alisson Souza/DGAF Farmacêutico Farmacêutico 300102408
David Rocha Costa - Presidente - MAT 3000112468;
Vanessa Regina de Lima/SADiU Nutricionista Nutricionista S/MAT
Cássia Cristina de Oliveira Pereira/SADiU Assistente Social Assistente Social 300120580 Fabiane Pereira da Silva - Membro - MAT 30094150;
Daniele de Paula Pereira/SADiU Administrador Administrador 300120381 Isabel Simões de Oliveira - Membro - MAT 3000101139
Welinton Nascimento Torres/GAD Formalização de Processos Ag. Ativid. Administrativa 300120006 Joelma Alves Lúcio - Membro - MAT 3000102402;
Cláudia Ribeiro Ferreira/SADiU Controle e Acompanhamento Ag. Ativid. Administrativa 300096098 Cláudia Ribeiro Ferreira - Membro - MAT 30096098;
Michele Vargas Viana/GAD Cotação Procedimento Chefe de Núcleo 300105130 Larissa Fernandes Ferreira - Membro - S/MAT.
Rocicleia de Amorim Carvalho/DGAF Cotação Medicamento Ag. Ativid. Administrativa 300118895
Túlio Alves Winter/SADiU Cotação Procedimento Ag. Ativid. Administrativa S/MAT
Art. 10º - Os componentes da Comissão Especial, bem como todos os
César Vinicius de Moraes Petisco /MNJ Cotação Procedimento Ag. Ativid. Administrativa S/MAT
Adriana Maria de Andrade/GERREG Regulação Chefe de Núcleo 300109874
setores administrativos desta SESAU deverão dar absoluta prioridade ao
Denise Reyes Ortiz/GFES Alocação Técnico em Laboratório 300002000 cumprimento das ordens judiciais e atendimento do SADiU, dentro do prazo
Eliane Viana Araújo/GAD Elaboração de Laudas Ag. Ativid. Administrativa 300099321 deferido pelo Poder Judiciário e previsto na Portaria nº 888/GAB/SESAU, que
Cristiene Batista de Souza/DEAF Empenho Ag. Ativid. Administrativa 300053361 será monitorado pela Presidente da Comissão.
Parágrafo Único - Os atrasos injustificados na tramitação do processo
Art. 3º - Recebido a ordem judicial ou o requerimento do usuário, a presidente acarretarão a imediata adoção de providência administrativas disciplinares.
da Comissão Especial, imediatamente digitalizará o documento e requisitará via e-
mail informações ao setor competente e a DIJUR, oportunidade em que também Art. 11º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
fará a comunicação via telefone ao setor, consignando o prazo para resposta.
Publique-se, Registre-se e Cumpra-se.
§1º - O setor competente deverá responder, também por e-mail, no prazo
assinalado, informando sobre a disponibilidade ou não do produto/serviço. GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
Secretário de Estado da Saúde
§2º - Em caso de indisponibilidade do produto/serviço a presidente da SESAU
Comissão Especial providenciará a imediata abertura de processo administrativo
EDITAL DE CONVOCAÇÃO FETRAM/CUT – RO
para realização da despesa.
O Conselho Diretor da FETRAM-RO, neste ato representado pela Presidente
§3º - Caso a ordem judicial ou o requerimento do usuário não contenham os
em exercício da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal
documentos essenciais para abertura do processo administrativo, a Presidente
do Estado de Rondônia FETRAM/CUT-Ro, entidade sindical, com sede na Rua
da Comissão Especial, imediatamente entrará em contato, por e-mail ou por
José Paranaguá, 995 – Jardim dos Migrantes/Ji-Paraná-RO, devidamente
telefone, com o paciente ou com o órgão que determinou ou solicitou o serviço/
inscrita no CNPJ/MF 01.559.172/0001-62, convoca todos os Sindicatos dos
produto para solicitar os documentos faltantes, oportunidade em que também
Servidores Públicos Municipais, por meio dos Representantes e delegados
informará ao Assessor Jurídico para prestar informações oficiais.
que deverão ser eleitos em Assembléia Geral convocada para este fim, por
cada entidade sindical filiada a FETRAM-RO, bem como aqueles que desejam
Art. 4º - Todos os trâmites dos processos administrativos abertos para
filiar a entidade, para participarem do Congresso Geral Extraordinário que
cumprimento de ordens judiciais e do SADiU serão concentrados no âmbito da
será realizado no dia 10 de dezembro de 2012, a partir das 09:00 até as 17:00,
Comissão Especial, exceto para:
no Auditório do Conselho Estadual de Saúde, localizado na Rua Elias Gorayeb,
2576, na cidade de Porto velho, estado de Rondônia.
I- Parecer do Procurador lotado nesta SESAU;
II- Aprovo da Procuradoria Geral do Estado;
Cada Sindicato poderá se fazer presente com dois membros da diretoria
III- Emissão de nota de empenho pela DEAF;
executiva e 1 delegado para cada 100 filiados, o sindicato que não possuir a
IV- Dispensação de medicamentos, nutrição e materiais pela DGAF/GM;
quantidade indicada, poderá participar com pelo menos um delegado.
V- Liquidação das despesas pela DEAF.
O voto nos termos do estatuto, será apenas dos Delegados Eleitos pelos
Art. 5º - A Presidente da Comissão Especial s erá r esponsável para
Sindicatos em Assembléia Geral
acompanhar o andamento dos processos administrativos perante a Comissão
Especial, bem como a tramitação no âmbito externo, inclusive, para obter assinatura
A pauta do congresso é a eleição do Conselheiro Diretor, Diretoria Executiva
do gestor na autorização para formalização de processo, justificativa de dispensa
e Conselho Fiscal, Aprovação do plano de luta para o ano de 2013 e Alteração
de licitação, alocação de recursos, emissão de nota de empenho e liquidação.
do Estatuto.
Ar t. 6º - O Assessor Jur ídico ser á r esponsável pela elabor ação das
Ji-Paraná, 05 de outubro de 2012.
informações preliminares a Defensoria Pública, ao Ministério Público, e ao Poder
Judiciário referente ao cumprimento da ordem judicial, bem como prestará
Marl ene da Anunciação de Morais
assessoramento jurídico aos demais membros da Comissão Especial.
Presidente em Exercício
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 43

de Médicos Residentes do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro e Centro de


CETAS Medicina Tropical de Rondônia para o ano de 2013.

Este instrumento é também considerado como o Manual do Candidato e deve


PORTARIA Nº. 100 GAB/CETAS Porto Velho (RO), 09 de novembro de 2012.
ser lido com atenção, pois, nele estão contidas importantes informações
atinentes do Processo Seletivo 2013, sintetizadas no Calendário Geral e
A DIRETORA GERAL DO CENTRO DE EDUCAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL sumar izadas. Es te Edital tam bém estar á disponível nos sites: http://
DA ÁREA DE SAÚDE – CETAS, no uso de suas atribuições legais, e conforme www.sesau.ro.gov.br e www.rondonia.ro.gov.br
Processo Administrativo nº. 1733/00095/2012,
Enfatiza-se que a inscrição neste Processo Seletivo implica na aceitação
RESOLVE: incondicional dos termos deste Edital.

Autorizar no período de 03 a 07/09/2012, o deslocamento da servidora DILENE 3. PROPOSTA DA PROGRAMAÇÃO GERAL DO PROCESSO SELETIVO 2012
SÓRIA GALVÃO, matrícula nº. 300114237, representando a Direção Geral do DE RESIDÊNCIA MÉDICA A SER DIVULGADO
CETAS, aos municípios de Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena,
QUADRO I – PROGRAMAÇÃO GERAL
para verificação in loco de imóveis cuja a estrutura física atenda as determinações
do Conselho Estadual de Educação – CEE/RO, para funcionamento das sub-
sedes do CETAS.
DATAS EVENTOS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Publique-se, Registre-se e Cumpra-se.

ANGELITA DE ALMEIDA ROSA MENDES


Diretora Geral
Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
(dias úteis)
HBAP Endereço: Av. Governador Jorge Teixeira, Nº 3766 –
Pré-inscrição com pedido de Bairro: Industrial – PVH – CEP: 76821-092.
13/11/2012 à 19/11/2012 isenção no valor da taxa de
Horário: 8:00 às 16:00 horas
inscrições
EDITAL Nº 001/2013/COREME/HBAP/SESAU DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012 Pré-Inscrições por terceiros mediante procuração
mediante constituída
SUMÁRIO Página .
1- COMISSÃO ORGANIZADORA DO CONCURSO ............................... 03
2- INTRODUÇÃO .................................................................................. 04
3- PROGRAMAÇÃO GERAL ................................................................ 05
4- VAGAS, DURAÇÃO DOS PROGRAMAS ......................................... 08
5- INSCRIÇÕES .................................................................................... 09 Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro.
6- SELEÇÃO ..........................................................................................11
7- DA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL ......................................13 Resultado de pré-inscrições Horário: a partir das 09:00 horas.
20/11/2012 deferidas referentes ao pedido www.rondonia.ro.gov.br
8- DOS RECURSOS ............................................................................ 14 do valor da taxa de inscrição
9- DA CONVOCAÇÃO ......................................................................... 14 www.sesau.ro.gov.br
10- MATRÍCULA ................................................................................... 14
11- DISPOSIÇÕES GERAIS .................................................................. 17
Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
Endereço: Av. Governador Jorge Teixeira, Nº 3766 –
1- COMISSÃO ORGANIZADORA DO PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA
Recurso a pré-inscrição com Bairro: Industrial – PVH – CEP: 76821-092.
MÉDICA - 2013 CONFORME ITEM 13.1 pedido de isenção com valor da
Horário: 8:00 às 16:00 horas
taxa de inscrição
Presidente: Dra Márcia Rocha Meira

Membros:
Endereço: Av. Governador Jorge Teixeira, Nº 3766 –
Bairro: Industrial – PVH – CEP: 76821-092.
Alexandre Rech Resultado do julgamento dos
Eduardo Wanssa recursos referentes à pré- www.rondonia.ro.gov.br
26/11/2012
inscrição no valor da taxa de
Ivan Gregório Ivankovics inscrição www.sesau.ro.gov.br
Mailene Rodrigues Lisboa
Marcos Alberto de Mendonça Veiga
Raitany Costa de Almeida Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro.
Reginaldo Fernandes Lourenço Horário: 08:00 às 16:00 horas
Regina Maria Carvalho Pontes
Inscrição via correios endereçados a Comissão do
A r ealização do Processo Seletivo de Residência M édica 2012 par a Concurso no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
preenchimentos de vagas de Médicos Residentes para o ano de 2013 está a
Endereço: Av. Governador Jorge Teixeira. 3766 – Setor
cargo da Comissão Organizadora do Processo Seletivo da Residência Médica – Industrial – CEP: 76.821-092 – PVH/RO
2013, nomeada pela Secretaria de Estado da Saúde. 26/11 á 07/12/2012 Inscrição
Inscrição por terceiros mediante procuração simples do
interessado
EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA
www.sesau.ro.gov.br
PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DE MÉDICOS RESIDENTES/2013
www.rondonia.ro.gov.br

2. INTRODUÇÃO

A Residência Médica constitui modalidade de ensino de pós-graduação, sob a


forma de cursos de especialização, caracterizada por treinamento em serviço, Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro.
em regime de tempo integral, regulamentada pela Lei 6.932, de 07 de julho de Horário: das 09:00 horas
Divulgação de Lista de
1981 e pelas Resoluções da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) 09/12/2012 Inscrições Deferidas e do Local www.rondonia.ro.gov.br
da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação. de provas
www.sesau.ro.gov.br

Este Edital tem por finalidade apresentar as Normas do Concurso para seleção
44 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro


QUADRO II – PRÉ-REQUISITO EM ANESTESIOLOGIA OU CLINICA
MÉDICA OU CIRURGIA GERAL*** de acordo com a Resolução CNRM 002/
E nos seguintes sites:
2006
www.rondonia.ro.gov.br
www.sesau.ro.gov.br VAGAS RESERVADA
PROGRAMA VAGAS DURAÇÃO SITUAÇÃO PRM NA PRA AS FORÇAS
Prova Objetiva Duração da Prova: 04 horas – Com início as 08:00 horas CNRM ARMADAS
16/12/2012 (horário local) Medicina Intensiva 02 02 anos Credenciado com 00
Os candidatos deverão apresentar-se no local da prova supervisão
improrrogavelmente até as 07:30 horas, momento no
qual as portas serão fechadas. ** Cumprindo três anos em PRM de Anestesiologia ou 02 (dois) anos em PRM de Clinica Médica ou 02 PRM em
Cirurgia Geral.
É imprescindível por documentos de identificação com
foto original
EDITAL Nº 001/COREME/HBAP/SESAU DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012.

Todos os candidatos com inscrições homologadas estão O Presidente nomeado na Portaria nº 1210/GAB/SESAU/12 de 17 de
aptos à entrevista
Outubro de 2012, através da Comissão organizadora do Processo Seletivo
Local: Definir de Residência Medica, no uso de suas atribuições legais, resolve estabelecer
Horário: 14:00 às 18:00 horas e tornar público a abertura das inscrições, e estabelece as normas para
Entrevista e Analise de
16/12/2012
Curriculum Vitae É imprescindível portar documentos de identificar com Seleção de Residência Médica do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HBAP) e
foto original e o Curriculum Vitae
do Centro de Medicina Tropical de Rondônia, para o provimento de vagas de
www.rondonia.ro.gov.br
Médicos Residentes – 1º ano (R-1) para áreas de acesso direto e áreas com
www.sesau.ro.gov.br pré-requisito para o ano de 2013, constantes do quadro II e III deste Edital, nos
termos da Lei Estadual Complementar n° 329, de 19 de dezembro de 2005,
Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro publicada no Diário Oficial do Estado nº 417, de 20 de dezembro de 2005 e
Horário: 09:00 horas suas posteriores alterações com a Lei Estadual Complementar nº 386, de 31
Divulgação do Gabarito da de Julho de 2007, publicada no Diário Oficial do Estado nº 0808 de 01 de
18/12/2012 www.rondonia.ro.gov.br
Prova Objetiva
www.sesau.ro.gov.br
Agosto de 2007, e com base na Legislação vigente da CNRM, visando ao
preenchimento das 23 (vinte e três) vagas destinadas aos 07 (sete) Programas
de Residência Médica (PRMs), para o ano de 2013 (QUADRO I I e III). Todos os
Local: COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
eventos previstos para este Processo Seletivo e suas respectivas datas
Recurso do Gabarito da Prova www.rondonia.ro.gov.br constam da Programação Geral do Processo Seletivo (QUADRO I).
Conforme item 13.1
Objetiva
www.sesau.ro.gov.br
1. INSCRIÇÕES
Local: COREME do Hospital de Dr. Ary Pinheiro
Divulgação do Julgamento dos
www.rondonia.ro.gov.br 1.1 Período: 26/11 á 07/12/2012 (nos dias úteis).
21/12/2012 Recursos referentes ao
gabarito da prova objetiva www.sesau.ro.gov.br 1.2 O valor da taxa de inscrição é de R$ 150,00 (Cento e Cinquenta
Local: COREME do Hospital de Dr. Ary Pinheiro Reais).
Divulgação do Resultado Final www.rondonia.ro.gov.br
1.3 O valor referente à taxa de inscrição não será devolvida sob hipótese
26/12/2012
do Processo Seletivo alguma.
www.sesau.ro.gov.br
1.4 Local de Inscrição: No Centro de Atividades da Comissão de Residência
Local: COREME do Hospital de Dr. Ary Pinheiro Médica do Hospital de Base Ary Pinheiro, sito a Avenida Governador Jorge
27/12/2012
Homologação do Resultado www.rondonia.ro.gov.br Teixeira, n. 3766, Bairro Industrial. Porto Velho – RO, CEP: 76.821.092.
Final
www.sesau.ro.gov.br 1.5 Horário: das 08:00 as 16:00 horas e as Sextas-feiras das7:30 as
14:00 horas.
Local: COREME do Hospital de Dr. Ary Pinheiro
1.6 A inscrição no presente Processo Seletivo implica conhecimento e
Convocação de Candidatos www.rondonia.ro.gov.br
03/01/2013
para efetuar a matricula tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital.
www.sesau.ro.gov.br

Local: COREME do Hospital de Dr. Ary Pinheiro 2. DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO
Horário: 08:00 às 16:00 horas (dias uteis)
08/01/2013 à 15/01/2013 Matricula www.rondonia.ro.gov.br 2.1 O candidato deverá preencher a ficha de inscrição, f ornecida
www.sesau.ro.gov.br gratu itament e, no local de inscrição ou n os s eguintes sites: h ttp://
Local: Centro de Estudo da Residência Médica do
www.rondonia.ro.gov.br, www.sesau.ro.gov.br.
Abertura dos Programas de
Hospital de Dr. Ary Pinheiro 2.1.1 Para a inscrição via correios a ficha devidamente preenchida, em
01/03/2013 Horário: 08:00 horas
Residência Médica
Endereço: Av. Governador Jorge Teixeira, Nº 3766
letra de forma ou pelo computador, deverá ser enviada via de Sedex, juntamente
Bairro: Setor Industrial – PVH/RO - CEP: 76.821-092. com o comprovante do depósito bancário, endereçada à Comissão do Processo
Seletivo de Residência Medica da SESAU/2013 – sito a Av. Governador Jorge
3.1 VAGAS E DURAÇÃO DOS PROGRAMAS. Teixeira, nº 3766, Bairro Industrial. Porto Velho – RO, CEP: 76.821.092.
2.1.2 Não serão aceitas inscrições com data de postagem dos correios
QUADRO II - PROGRAMAS NAS ESPECIALIDADES após o dia 07/12/2012.
2.2. O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 150,00 (cento
A Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia oferece os seguintes programas e cinquenta reais), será feito através de depósito bancário, em qualquer
de residência médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica agência do Banco do Brasil, ou no seu caixa eletrônico, na conta corrente n.
(CNRM). 8117-5 Agência n. 2757-X.
2.2.1. O pagamento da taxa de inscrição (item 3.1.1) deverá ser
VAGAS RESERVADA
PROGRAMA VAGAS DURAÇÃO SITUAÇÃO PRM NA PRA AS FORÇAS
efetuado até às 14:00h do dia 21/11/2012, horário de Brasília –DF.
CNRM ARMADAS 2.3 O candidato deverá consultar o QUADRO II e III, (parte integrante deste
Cirurgia Geral 04 02 anos Credenciado com 01 Edital) para verificar, dentre os Programas de Residência Médica (PRMs) que
supervisão
estão sendo oferecido pela Instituição, aquele de sua opção, bem como os
Clinica Médica 04 02 anos Credenciado com 00
Supervisão respectivos números de vagas e duração dos mesmos.
Ginecologia e 04 03 anos Credenciado com 00
Obstetrícia Supervisão
3. DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA
Infectologia 03 03 anos Credenciado com 00
Supervisão
Ortopedia e Trauma 02 03 anos Credenciado com 02 3.1 Todos os candidatos br asileiros, natos ou naturalizados,
Supervisão
independentemente do Programa (PRM) de sua opção, deverão apresentar,
Pediatria 04 02 anos Credenciado com 01
Supervisão no momento da inscrição, a seguinte documentação:
* (vagas reservadas para candidatos aprovados em 2011, cumprindo serviço militar 01 vaga (reservada) de cirurgia 3.1.1 Comprovante de pagamento de TAXA DE INSCRIÇÃO.
geral, 02 vagas (reservadas) de Ortopedia e Traumatologia e 01 vaga (reservada) de Pediatria).
3.1.2 Uma foto colorida, modelo 3x4, recente.
3.1.3 Cópia de cédula de identidade com validade no território nacional.
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 45

3.1.4 Cópia do CPF (Cadastro de Pessoa Física) autenticada. presença de ilí cito, fica o candidato imedi atame nte excluído do
3.1.5. Cópia da carteira do Conselho Regional de Medicina (CRM) ou cópia do Processo Seletivo e o Ministério Público sobre o fato.
Diploma de Médico autenticado e reconhecido pelo MEC, ou declaração oficial de 6.3 O resultado das pré-inscrições deferidas referentes ao pedido de
conclusão (original ou autenticada) em papel timbrado, fornecida pela Instituição isenção do valor da taxa de inscrição será divulgado no dia 25/10/12, no
de Ensino de origem com conclusão até o dia 30/01/2013 em Universidade horário 08:00 horas, na COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro e site:
Brasileira. No caso desta última, só serão aceitas declarações assinadas pela www.rondonia.ro.gov.br, www.sesau.ro.gov.br.
Direção da Faculdade/Escola de Medicina, ou pelo Representante Legal. 6.4 O interessado que tiver seu pedido de isenção indeferido e que não
3.1.6 Para os Programas com pré-requisitos, apresentar comprovante efetuar a inscrição conforme o item anterior estará automaticamente excluído
de conclusão de programas de residência médica (PRMs) exigidos, autorizados desde Processo Seletivo.
pela Comissão Nacional de Residência Médica ou Declaração que está cursando
o último ano em PRMs exigidos. 7. CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO
3.2 O não cumprimento de quaisquer dos procedimentos previstos para a
inscrição impedirá a sua efetivação. 7.1 O candidato pode confirmar a sua inscrição, a partir do dia 10/12/2012
acessando os seguintes endereços eletrônicos: www.rondonia.ro.gov.br –
4. DA INSCRIÇÃO POR PROCURAÇÃO www.sesau.ro.gov.br.
7.2 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do
4.1 Serão admitidas as inscrições por terceiros mediante procuração simples Processo Seletivo da Residência Médica - 2013.
do interessado, acompanhada das cópias legíveis de comprovantes e documentos 7.3 O processo seletivo é classificatório, portanto a inscrição e aprovação
do procurador legal. do candidato não garantem a efetivação da sua matrícula no Programa de
4.2 O comprovante de inscrição será entregue ao procurador, depois de Residência Médica pretendido.
efetuada a inscrição. 7.4 Não serão aceitas inscrições mediante documentação incompleta,
4.3 O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade das bem como, ficha de inscrição preenchida incorretamente.
informações prestadas por seu procurador, assumindo as conseqüências de
eventuais omissões ou incorreções no preenchimento e entrega do formulário de 8. DA REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO
inscrição e documentação. 8.1 O processo seletivo para preenchimento de vagas de médicos
4.4 A inscrição no presente Processo Seletivo implica a aceitação irrestrita residentes (ano R1), será composto de duas fases:
das condições estabelecidas neste edital.
4.5 Os documentos entregues por ocasião da inscrição formalizada não 1º classificatória: prova objetiva, equivalente a 90% (noventa por
serão devolvidos. cento) da pontuação; e

5. DAS INSCRIÇÕES PARA ESTRANGEIROS E BRASILEIROS COM 2º classificatória: entrevista de candidatos, equivalente a 10% (dez
GRADUAÇÃO NO EXTERIOR (Lei 6.932 de 07 de julho de 1981, art. 6°, por cento) da pontuação.
Resolução CNRM nº 012/ 2004).
8.2 A nota final será calculada por media ponderada onde se utilizará a seguinte
formula:
5.1 A inscrição poderá ser feita seguindo as orientações dos itens 2 ao 4 e
NF= (NO X 0,9) + (E X 0,1)
enviada juntamente com a ficha de inscrição e o comprovante de pagamento da
NF= NOTA FINAL
Taxa de Inscrição:
NO= NOTA PROVA OBJETIVA
5.2 Fotocópia autenticada em cartório oficial do Visto de Permanência definitivo
no Brasil; E= NOTA DA ENTREVISTA
5.3 Fotocópia autenticada em cartório oficial do Diploma de Graduação em
Medicina, devidamente revalidado em Instituição competente no Brasil;
9. PROVA OBJETIVA
5.4 Em hipótese alguma, serão aceitas inscrições de candidatos que tenham
sido formados por Faculdade não reconhecida legalmente pelo Ministério da
9.1 Duração da Prova: 04 (quatro) horas, com início às 8:00h do dia 16 de
Educação do Brasil.
dezembro de 2012
5.5 Em se tratando de candidato estrangeiro, a inscrição poderá ser feita
9.2 Local da Prova: Centro de Estudo da Residência Médica do Hospital de
mediante comprovação suplementar do Visto de Permanência no país, devendo
Base Dr. Ary Pinheiro, endereço: Av. Governador Jorge Teixeira, nº 3766,
estar habilitado para o exercício legal da Medicina no Brasil, através de inscrição
Setor Industrial – PVH/RO – CEP: 76.821-092
temporária no Conselho Regional de Medicina, conforme dispõe a Resolução
9.3 O Candidato deverá apresentar-se, improrrogavelmente, até as 7:30min no
CFM n° 1.615/2001.
local da prova, munido de documentos de identificação com foto original e
5.6 Em se tratando de candidato brasileiro nato ou naturalizado, formados
caneta esferográfica (tinta azul ou preta).
por Faculdade estrangeira, o Diploma deverá ser revalidado por Instituição
9.4 PARA AS ESPECIALIDADES DE ACESSO DIRETO, a prova escrita objetiva
Universitária Pública Brasileira, na forma da Lei específica.
será do tipo múltipla-escolha, consistindo em 100 (cem) questões, versando
5.7 Aos candidatos estrangeiros, formados no Brasil, será aplicado o critério
sobre conhecimentos obtidos no curso de graduação em medicina, numeradas
estabelecido no item 2 ao 4, ressalvando-se, ainda, que o mesmo deverá
de 01 a 100 (um a cem), que serão distribuídas da seguinte forma:
apresentar a Carteira definitiva de Residência permanência (CRNE) no Brasil.
20 Questões de Clinica Médica;
6. DA SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO
20 Questões de Ginecologia e Obstetrícia;
20 Questões de Cirurgia Geral;
6.1 Em cumprimento a legislação em vigor referente à Resolução Nº 007/
20 Questões de Pediatria;
2010/CNRM datado de 20/10/2010 nos dias 13/11/12 à 19/11/12, no horário
20 Questões de Medicina Preventiva e Social;
08:00 as 16:00 horas (dias uteis) impreterivelmente a Comissão Organizadora do
Processo Seletivo receberá pré-inscrição com pedido de isenção do valor da
9.4.1 Cada questão conterá 05 (cinco) alternativa admitindo uma única opção
taxa de inscrição dos candidatos que preencham o perfil estipulado pelas normas
como correta. A 100 cem questões, com distribuição equitativa, versarão sobre
em vigor. Para tanto, o candidato deverá preencher o formulário fornecido
os seguintes conteúdos: Cirurgia Geral, Clinica Médica, Ginecologia e
gratuitamente no local de inscrição ou nos sites: www.rondonia.ro.gov.br,
Obstetrícia, Pediatria e Medicina Preventiva e Social.
www.sesau.ro.gov.br e entregar a Comissão Organizadora pelo interessado ou
9.5 PARA ESPECIALIDADE COM PRÉ-REQUESITO – Medicina Intensiva, a prova
por Procuração simples do interessado, no seguinte endereço: Av. Governador
escrita será do tipo múltipla-escolha, consistindo em 50 (cinquenta) questões,
Jorge Teixeira, nº 3766 Bairro Industrial Porto Velho RO – CEP: 76.821-092 -
versando sobre as especialidades de pré-requisito, numeradas de 01 a 50
( Centro de Atividades da COREME), bem com o todos os docum entos
(um a cinquenta), que serão distribuídas da seguinte forma:
comprobatórios de hipossuficiência financeira exigidos em Lei. Não serão
aceit os documentos pel o cor re ios, ou qual quer outr a f or ma de
15 Questões de Anestesiologia;
encaminhamento. O formulário e os documentos comprobatórios deverão ser
15 Questões de Clinica Médica;
entregues em duas vias, efeito de protocolo.
15 Questões de Cirurgia Geral;
6.2 No caso de emprego de fraude, pelo candidato beneficiado pela
05 Questões permeando as áreas de anestesiologia, clinica médica
isenção do valor da taxa de inscrição, serão adotados os procedimentos
e cirurgia geral;
indicados no Artigo 4º da Lei 12.782, de 21/12/2007, é se confirmada a
46 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

9.5.1 Cada questão conterá 05 (cinco) alternativas, admitindo uma única opção material para consulta, meios ilícitos ou desrespeitar qualquer Norma
como correta. As 50 (cinquentas) questões versarão sobre os seguintes deste Edital.
conteúdos: Anestesiologia, Cirurgia Geral e Clinica Médica. O candidato que não comparecer a qualquer uma das fases do
9.6 O candidato não poderá, sob hipótese alguma, retira-se da sala onde esteja Processo Seletivo será sumariamente eliminado do processo seletivo.
sendo aplicada a prova, antes de decorridos 90 (noventa) minutos do início da Não apresentar a documentação exigida por ocasião da inscrição,
prova, sob pena de ser eliminado do Processo Seletivo. Chegar atrasado para realização da prova e da entrevista.
9.7 Os 03 (três) últimos candidatos, de cada sala, somente poderão deixar o local Não atingir 50% da nota final obtida pelo 1° colocado no processo
da prova simultaneamente, após o fechamento da ata da sala de prova. seletivo de cada especialidade;
9.8 O candidato que se submeter à prova escrita objetiva receberá cartão-
resposta contento o mesmo número de questões constantes do Caderno de 12. DA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL
Provas. Neste cartão-resposta, o candidato deverá registrar a sua opção de
resposta, seguindo os procedimentos constantes da capa do Caderno de Provas 12.1 O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 26/12/2012,
e do próprio cartão-resposta. O cartão-resposta é único e deverá ser entregue no mural da recepção da COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro e no
sem qualquer tipo de rasura, ao fiscal da sala. endereço eletrônico: http://www.rondonia.ro.gov.br, www.sesau.ro.gov.br.
9.9 Será anulada a resposta que apresentar rasura omissão ou duplicidade de 12.2 No caso de empate, a Comissão Organizadora obedecerá aos itens
resposta, a critério da Comissão do Processo Seletivo de Residência Médica da critérios abaixo da seguinte ordem:
SESAU/RO.
9.10 Ao final da prova, o candidato obriga-se a recolher o caderno de questões I. Candidato de maior idade.
ao fiscal de sala. Sob hipótese alguma, o caderno de questões poderá ser
retirado da sala pelo candidato. II. Maior tempo de exercício da medicina
9.11 Os gabaritos serão divulgados nos locais: mural da recepção da COREME do
Hospital de Base Dr. Ary Pi nheir o, e no site: www.r ondonia.ro.gov.br, 13. DOS RECURSOS
www.sesau.ro.gov.br, no dia 05/12/2012.
9.12 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 13.1 Os candidatos terão até os 02 (dias) úteis, seguintes, improrrogáveis,
9.12.1 Não será permitida, em hipótese alguma, a entrada de candidatos nas para a interposição de recurso, a partir da Publicação deste Edital, da
salas de exame após o início das provas, como também o porte de aparelhos divulgação do resultado de pré-inscrição deferidas ou não referentes ao
eletrônicos de qualquer natureza, mesmo que desligados, tais como: aparelhos pedido de isenção do valor da taxa de inscrição, da divulgação do gabarito da
celulares ou similares, de Pager, de beeper, de controle remoto, de máquinas prova objetiva e da divulgação do resultado final, observado o horário das
calculadoras ou similares, de qualquer outro material de consulta. Não será 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 16:00 horas.
permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre candidatos, à 131.1 A contagem do prazo referido no item 13.1 dar-se-á a partir da divulgação
utilização de chapéus ou bonés. Também não será permitido o porte de armas. O deste edital, da divulgação do resultado de pré-inscrição deferidas ou não
candidato que for identificado com qualquer dos itens relacionados, durante a referentes ao pedido de isenção do valor da taxa de inscrição, do gabarito da
aplicação da pr ova, será imediatamente r etir ado da sala de exame e prova objetiva e do r esultado final no site: www.r ondonia.ro.gov.br,
automaticamente desclassificado do certame. www.sesau.ro.gov.br.
9.12.2 A Comissão Organizadora, não se responsabiliza por objetos porventura 13.2 A interposição de recursos, que dar-se-á pessoalmente ou por procuração
esquecidos na sala de exame. simples do interessado. Deverá ser protocolada junto à Comissão do Processo
9.12.3 O malote de cadernos de questões será aberto em cada sala de exame na Seletivo de Residência Médica/SESAU, na COREME do Hospital de Base Dr.
presença dos candidatos, conforme horário estabelecido de início das provas. Ary Pinheiro, endereço: sito a Av. Governador Jorge Teixeira, nº 3766, Bairro
9.12.4 O tempo de duração da prova inclui o preenchimento do cartão-resposta. Industrial. Porto Velho – RO, CEP: 76.821.092.
9.12.5 Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada para a realização da 13.3 No recurso deverá ser digitado, impresso, assinado e apresentado em
prova. 02 (duas) vias.
O candidato que não comparecer no horário previsto estará automaticamente 13.4 No recurso relativo à prova objetiva deverão constar o número a questão,
excluído deste Processo de Seleção. os fundamentos do pedido e as cópias de 02 (duas) bibliografias recentes
(com menos de 05 anos) que confirmem a discordância com o resultado
10. ENTREVISTA DE CANDIDATOS E ANÁLISE DE CURRICULUM VITAE:
oficial.
13.4.1 O Caderno de questões estará disponível para consulta dos candidatos
10.1 A entrevista será realizada no dia 16 de dezembro de 2012 das 14:00h às
na COREME do HBAP no período e data estipulado no item 13.1 deste Edital.
18:00h, no Centro de Estudos da Residência Médica no Hospital de Base Dr. Ary
13.4.2 Se houver alteração, por força de recurso, do gabarito oficial de
Pinheiro, à Avenida Governador Jorge Teixeira, nº 3766 – CEP: 76.821-092 -
questão integrante da prova objetiva, esta alteração aproveitará a todos os
Bairro: Setor Industrial - Porto Velho/Rondônia.
demais candidatos, independentemente de terem recorrido.
13.5 A Comissão Organizadora afixará o resultado dos recursos no mural da
10.2. O candidato deverá comparecer ao local da entrevista às 14:00h, munidos recepção e da COREME do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, bem como a
dos seguintes documentos: curriculum vitae, e documento de identificação com anulação de questões (se houver) e a mudança de classificação, caso ocorra.
foto original. 13.6 O julgamento do recurso é de inteira responsabilidade da Comissão do
Processo Seletivo da Comissão de Residência Médica/SESAU, decisão esta
11. NORMAS GERAIS RELACIONADAS AO PROCESSO SELETIVO irrecorrível.
11.1 Ao inscrever-se no Processo Seletivo de Residência Médica, o candidato
deverá optar por um único Programa. 14. DA CONVOCAÇÃO
10.2 O candidato que necessitar de condições especiais para a realização da
prova deverá comunicar tal fato à Comissão Organizadora, impreterivelmente, 14.1 Serão considerados aprovados e aptos à matrícula tantos candidatos
até o dia 07/12/2012. A Comissão Organizadora do Processo Seletivo avaliará à quantas forem às vagas oferecidas neste edital, respeitando-se a classificação
solicitação do candidato, providenciando condições e local adequados, mantendo- por notas em ordem decrescente, obedecendo aos critérios de desempate.
se todas as demais normas previstas neste Edital. 14.2 O Reingresso do candidato aprovado que cumpri serviço militar, se dará
11.3 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização mediante ao requerimento à Comissão de Residência Médica/COREME, no
da prova objetiva, documento de identidade com foto original, por motivo de prazo de até 30 dias antes do início do Programa, conforme Resolução da
perda, roubo ou furto, deverá dirigir-se a Comissão do Processo Seletivo da Comissão Nacional de Residência Médica nº 001/2005 - Artigo 6º.
Residência Médica da SESAU/RO, com antecedência mínima de uma hora, com 14.3 Caso as vagas reservadas dos Programas de Residência Medica em
boletim de ocorrência, ou assinar termo de compromisso da apresentação do Cirurgia Geral, Ortopedia Traumatologia e Pediatria para os candidatos
boletim e ocorrência em até 48 (quarenta e oito) hora, assinando ainda termo de aprovados no processo de 2012 que estão cumprido serviço militar não sejam
ciência de que o não cumprimento dessa apresentação resultará na sua exclusão preenchidas, estas serão preenchidas pelo próximo candidato classificado
deste Processo Seletivo. no processo seletivo.

11.4 Serão eliminados do processo seletivo o candidato que: 15. DA MATRÍCULA


Durante a realização da prova, comunicar-se com outro (s) candidato
(s), efetuar empréstimo de material, usar qualquer tipo de aparelho, 15.1 Os candidatos convocados poderão efetuar matrícula nos dias 08/01/
2013 à 15/01/2013, no horário das 8:00h às 16:00h, na COREME do Hospital
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 47

de Base Dr. Ary Pinheiro, no endereço: sito a Avenida Governador Jorge Teixeira, então Médico Residente, será sumariamente eliminado do processo seletivo,
nº 3766, Bairro Industrial. Porto Velho – RO, CEP: 76.821-092. ou desligado do Programa, com a conseqüente reclassificação pertinente.
15.2. Os candidatos classificados deverão oficializar a matrícula no prazo
16. DISPOSIÇÕES FINAIS
estabelecido, de posse das documentações exigidas neste edital, após a
convocação, sob pena de desclassificação caso não haja o cumprimento do 16.1. Os candidatos que ingressarem na Residência Médica farão jus a uma
prazo e dos documentos exigidos. bolsa de acordo com o estabelecido pela CNRM Lei Federal 11.381 de 01/12/
15.2.1 Para matricular-se, o candidato convocado deverá entregar, pessoalmente 2006, devendo acompanhar os reajustes no âmbito nacional.
ou por procuração simples, as seguintes documentações: 16.2 Aos médicos residentes admitidos no Programa de Residência Médica da
Secretaria de Estado da Saúde, durante o período de duração do Programa
QTD.
CÓPIAS também fará jus a concessão de auxilio de ajuda de custo, conforme exigência
DOCUMENTOS OBSERVAÇÕES do § 1º, do artigo 4º, da Lei Federal nº 6.932, de 7 de julho de 1981, na ordem
4 Fotocópia da Certidão de Nascimento ou Casamento - de 15% (quinze por cento) sobre o valor da bolsa de estudo, desde que
4 Fotocópia da Certidão de Nascimento dos dependentes legais -
1 Fotocópia do Cartão de Vacinas. - regularmente matriculado e devidamente comprovado a necessidade pelo
4 Fotocópias da Cédula de Identidade - residente mediante a comprovação deste não ser domiciliado em Porto Velho.
4 Fotocópias do CPF -
4 Fotocópia do Titulo de Eleitor -
(Artigo 4º, Lei Estadual Complementar nº 386, de 31 de Julho de 2007).
4 Fotocópia do comprovante que está quite com a Justiça Eleitoral Comprovante de votação ou 16.3 Os candidatos aprovados no programa de residência médica em
certidão emitida pelo T.R.E. infectologia após a abertura do programa no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro
4 Original e uma fotocópia do Cartão do PIS/PASEP Para os não cadastrados,
apresentar Declaração de não - HBAP iniciarão suas atividades no Centro de Medicina Tropical de Rondônia/
cadastrado. CEMETRON, as atividades das demais especialidades serão iniciadas no HBAP.
4 Uma fotocópia da última Declaração de Imposto de Renda ou de Isento -
4 Fotocópia do Certificado de Reservista -
16.4 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do
Originais Quatro vias originais da Declaração de acumulação ou não de cargos -
públicos ou privados, expedida pelo próprio candidato. Processo Seletivo 2013 de seleção para Residência Médica do Estado de
4 Fotocópias do Diploma de Graduação em Medicina - Rondônia.
1 Fotocópia do Histórico da Graduação em Medicina -
4 Fotocópias do Registro Profissional do Conselho Medicina Autenticadas em cartório.
Porto Velho(RO), 12 de novembro de 2012.
4 Fotocópias da Certidão Negativa junto ao Conselho Regional de Medicina Autenticada em Cartório
4 Original da prova de quitação com a Fazenda Pública do Estado de Rondônia Comprovante emitido no site
www.sefin.ro.gov.br Dra Márcia Rocha Meira
4 Original da Certidão Negativa expedida pelo Tribunal de Contas do Estado de Comprovante emitido no site
Rondônia www.tce.ro.gov.br Presidente da Comissão do Processo Seletivo de Residência Médica/
4 Fotocópias do Comprovante de Residência. - SESAU
4 Fotografias 3x4, iguais e recentes. -
4 Fotocópias, se possuir, do comprovante de Conta Corrente de Pessoa Física -
no Banco do Brasil. Ficha de Inscrição Para Concurso da Residência Médica 2013
1 Curriculum vitae -
4 Fotocópias da Carteira de Saúde ou Certificado - O preenchimento deve ser feito em letra de forma.
4 Fotocópias da declaração de bens - Nome: Dt.Nasc.: ___/___/______

Cópias TIPOS DE EXAMES Estado Civil: Sexo: ( ) M ( ) F


1 Original dos resultados Raios - X do Tórax PA - com Laudo - Exceto para grávidas, comprovado com Ultra-
sonografia. RG: Org.Emissor: Dt. Emissão:
1 Original dos resultados do exame de Sangue – Glicemia
1 Original do resultado do exame de Sangue – Hemograma CPF:

1 Original do resultado do exame de Sangue HIV = I e II CRM: Cad. INSS:

Endereço: Bairro:
15.3 O Trancamento da Matrí cula só será permitido ao candidato, ou já
Médico Residente convocado para prestar Serviço Militar inicial desde que obedeça CEP: Cidade: UF:
às disposições da Resolução CNRM nº 01/2005 e o Parecer nº 65/ 2008 – CGEPD
Município de Nascimento: UF:
do Ministério da Educação.
15.4 Os candidatos convocados estrangeiros e brasileiros com Graduação no Fone Resid.: N.Celular: Fone Recado:
Exter ior conforme Resolução deverá apresentar Diploma revalidado por Filiação pai: Mãe:
Universidade Pública, na forma da (Lei 6.932 de 07 de julho de 1981, art. 6°,
Resolução CNRM nº 012/ 2004) e, se estrangeiro, também deverá apresentar Curso Superior: UF:

visto permanente e proficiência da Língua Portuguesa comprovada por instituição Concluído em:
oficial (CELPE-BRAS), tipo sanguíneo, registro no CRM de acordo com a Resolução
Resid. Médica Entidade: UF:
CFN nº 1669/ 2003.
15.5 O Médico Residente matriculado, que ainda não possui inscrição no CRM/ Concluído em:
RO, deverá realizar inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado de E-Mail: Observações:
Rondônia, até 30 dias após o inicio das atividades na Residência Médica, sob
pena de cancelamento da matrícula. Cargo de Opção do Candidato: Médico

15.6 Considerando o Programa de Residência Médica em regime especial de


treinamento em serviço com carga horária de 60 (sessenta horas semanais), em Opção do PRM:
consonância com a carga horária de cada Programa de Residência Médica, ( ) Cirurgia Geral ( ) Ortopedia ( ) Infectologia
(ficam vedados a matricula, do interessado que exerça qualquer outra ( ) Clínica Médica ( ) Pediatria ( ) Ginecologia e Obstetrícia
atividade cumulativamente.) (Artigo 1º, Lei Estadual Complementar nº 386, ( ) UTI- Medicina Intensiva

de 31 de Julho de 2007). DATA: ____/_____/______


15.7 O não cumprimento no item anterior, acarreta a perda de vaga pelo
aprovado a e convocação imediata do próximo classificado. __________________________________
Assinatura do Candidato (ou responsável)
15.8 O candidato, uma vez formalmente matriculado, e, portanto já Médico
Residente, deverá comparecer obrigatoriamente, no dia 01/03/2013, às 8 horas, Ficha de Inscrição Com Pedido de Insenção da Taxa para o Concurso da Residência Médica 2013
no Centro de Estudo da Residência Médica do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro,
O preenchimento deve ser feito em letra de forma.
para abertura dos Programas de Residência Médica. Nome: Dt.Nasc.: ___/___/______
15.9 No ato da Matrícula, o candidato conhecerá que, ao assinar o Termo de
Compromisso, estará comprometendo-se irrevogavelmente com o cumprimento Estado Civil: Sexo: ( )M ( ) F

obrigat óri o da Residência Médica em regime de t empo i nt egr al, em RG: Org.Emissor: Dt. Emissão:
consonância com a Legislação da CNRM.
CPF:
15.10 No período de 04 de março de 2013 haverá 1º Chamada para matricula CRM: Cad. INSS:
para vagas remanescentes.
Endereço: Bairro:
15.11 Caso a COREME, em qualquer tempo, tenha conhecimento da utilização
CEP: Cidade: UF:
de meios ilícitos ou de má-fé, na circunstância aqui prevista, o candidato, ou o já
Município de Nascimento: UF:
48 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Fone Resid.: N.Celular: Fone Recado: R E S O L V E:


Filiação pai: Mãe:
RELOTAR, a servidora abaixo relacionada Pertencente ao Quadro
Curso Superior: UF: Permanente de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, da Gerência Administrativa/
Concluído em: Equipe de Nutrição e Dietética, para Gerência Administrativa/Núcleo de Gestão
e Desenvolvimento de Pesoas-NGDP, do Hospital Estadual e Pronto Socorro
Resid. Médica Entidade: UF:
João Paulo II.
Concluído em:
MATRÍCULA NOME CARGO APARTIR DE:
E-Mail: Observações: 300005678 MARIA JOSÉ COELHO CALDERON AG. ATIV. ADMINISTRATIVA 29.10.2012
Cargo de Opção do Candidato: Médico
Publique-se, Registre-se e Cumpra-se.
Anexado os documentos comprobatórios de hipoinssuficiência financeira:
CARLOS ALBERTO CAIEIRO
Diretor Geral/HESPJP II
Opção do PRM:

( ) Cirurgia Geral ( ) Ortopedia ( ) Infectologia AGEVISA


( ) Clínica Médica ( ) Pediatria ( ) Ginecologia e Obstetrícia
( ) UTI- Medicina Intensiva

DATA: ____/_____/______ PORTARIA N°.511 /GAB/ AGEVISA-RO


__________________________________
Porto Velho, 13 de novembro 2012
Assinatura do Candidato (ou responsável)
O Diretor Geral da Agência Estadual de Vigilância em Saúde do Estado de
Rondônia - AGEVISA/RO, no uso das atribuições legais, que confere a Lei
JOÃO PAULO II Complementar nº333, de 27 de dezembro de 2005, publicada no DOE n.º 0426
de 02.01.2006.
PORTARIA Nº. 096/GAB/NGDP/HPSJP II
Considerando o Memorando n.º 1046 /GTVAE/GEVISA-RO, 19 a 23 de
Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012.
novembro de 2012.
O DIRETOR GERAL DO HOSPITAL ESTADUAL DE PRONTO SOCORRO JOÃO
RESOLVE:
PAULO II, no uso de suas atribuições legais, conforme decreto de 10/04/2012,
publicado do Diário Oficial n. 1952 de 10/04/2012.
Art. 1º - Autorizar o deslocamento das servidoras relacionado abaixo, ao
município de Alto Paraíso, Cacaulãndia e Urupá, com o objetivo realizar
R E S O L V E:
Ação Integrada da ( Leishmaniose e Esquistossomose ), com finalidade
de supervisionar, analisar e avaliar as Ações de Vigilância Epidemiológica
LOTAR, os servidores abaixo relacionados, Pertencentes ao Quadro
Municipais, no período de 19 a 23 de novembro de 2012.
Permanente de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, na Gerência de Enfermagem,
NOME FUNÇÃO CADASTRO DIÁRIA
do Hospital Estadual e Pronto Socorro João Paulo II.
Fátima Correa da Cunha Aux. de Saúde 300016658 4,5
MATRÍCULA NOME CARGO APARTIR DE: Maria de Nazaré Reis Alves Tec. De Enfermagem 300044599 4,5
300120302 FRANCISCA DJANE MUNIZ DE SOUZA TÉCNICO EM ENFERMAGEM 30.08.2012 Evilásio Costa Souza Motorista 300001797 4,5
300120346 MARIA EDNEIA CAMILO BENÍCIO TÉCNICO EM ENFERMAGEM 30.08.2012
300120350 ROSIANE FERREIRA MAIA TÉCNICO EM ENFERMAGEM 30.08.2012 Art. 2º- O prazo para prestação de contas das diárias concedidas será
de 05 (cinco) dias úteis, quando o servidor exercer suas funções na capital e
Publique-se, Registre-se e Cumpra-se. de 10 (dez) dias, para os lotados no interior, a contar da data do retorno.

CARLOS ALBERTO CAIEIRO Art. 3º - O não cumprimento por parte do servidor, do prazo de prestação
Diretor Geral/HESPJP II de contas estabelecido no parágrafo anterior, implicará o lançamento do débito
na respectiva folha de pagamento, pela Gerência Administrativa, conforme o
PORTARIA Nº. 097/GAB/NGDP/HPSJP II Art. 10 § 2º Decreto 15964/2011.
Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012. w
Art. 4º - Serão restituídas pelo servidor em 03 (três) dias úteis, contados
O DIRETOR GERAL DO HOSPITAL ESTADUAL DE PRONTO SOCORRO JOÃO de recebimento, as diárias correspondentes à viagem que, por quaisquer
PAULO II, no uso de suas atribuições legais, conforme decreto de 05/01/2011, circunstâncias, não tenha sido realizada, conforme o Art. 8º do Decreto 15964/
publicado do Diário Oficial n. 1647 de 05/01/2011. 2011.
R E S O L V E:
Art. 5º - Esta Portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
RELOTAR, o servidor abaixo relacionado Pertencente ao Quadro Permanente disposições em contrario.
de Pessoal Civil do Estado de Rondônia, da Gerência Administrativa/Núcleo de
Arquivo Geral/SAME para Gerência de farmácia/Núcleo de Medicamentos, do Publique-se, Cumpra-se.
Hospital Estadual e Pronto Socorro João Paulo II.
Belgrano José Cavalcanti Alves
MATRÍCULA NOME CARGO APARTIR DE: Diretor Geral AGEVISA-RO
300002506 VALTER RODRIGUES DO NASCIMENTO AUX. ATIV. ADMINISTRATIVA 05.11.2012

Publique-se, Registre-se e Cumpra-se. PORTARIA N° 510/GAB/AGEVISA-RO


Porto Velho, 13 de novembro de 2012.
CARLOS ALBERTO CAIEIRO
Diretor Geral/HESPJP II A Diretora Geral da Agência Estadual de Vigilância em Saúde do Estado de
Rondônia - AGEVISA/RO, no uso das atribuições legais, que confere a Lei
PORTARIA Nº. 098/GAB/NGDP/HPSJP II Complementar n.º.333, de 27 de dezembro de 2005, publicada no DOE nº
Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012. 0426 de 02.01.2006.

O DIRETOR GERAL DO HOSPITAL ESTADUAL DE PRONTO SOCORRO JOÃO Considerando o Memorando n.º 1049 GTVAE/DST/AIDS/AGEVISA-
PAULO II, no uso de suas atribuições legais, conforme decreto de 05/01/2011, RO, de 13 de Agosto de 2012.
publicado do Diário Oficial n. 1647 de 05/01/2011.
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 49

RESOLVE: EXTRATO DO 10° TERMO ADITIVO AO CONTRATO


N° 04/2009/AGEVISA-RO.
Art. 1º - Autorizar o deslocamento do servidor relacionado abaixo, a fim de ir
ao município de JI-PARANÁ e ROLIM DE MOURA, pelo Núcleo Estadual de DST/ ADITANTES: AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILANCIA EM SAÚDE DE RONDONIA
HIV/Aids e Hepatites Virais, onde o qual irá fazer entrega de Logística de Teste – AGEVISA-RO e GILMAR ALVES PEREIRA.
Rápido do HIV, Sífilis e Hepatites Virais, no período de 19/11/12 a 21/11/2012, OBJETO: Alteração da cláusula: QUINTA e SEXTA
com recursos do Plano de Ações e Metas de DST/HIV/Aids. CLÁUSULA PRIMEIRA – DA VIGÊNCIA - 08/10/2012 à 08/01/2013
CLÁUSULA SEGUNDA – DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA:
NOME FUNÇÃO CADASTRO DIARIAS VALOR: R$ 66.414,66 (sessenta e sei s mil, quatrocentos e quatorze
Pedro Aparecido Pinheiro Mot orista 0503754 2,5 reais e sessenta e seis centavos).
NOTA DE CRÉDITO: Nº. 2012NC00258
Art. 2º - O prazo para prestação de contas das diárias concedidas será de NOTA DE EMPENHO: Nº. 2012NE00280.
05 (cinco) dias úteis, quando o servidor exercer suas funções na capital e de 10 PROCESSO Nº: 01-1734.00074-00/2009
(dez) dias, para os lotados no interior, a contar da data do retorno.Conforme o CLÁUSULA 3ª. Permanecem inalteradas e em pleno vigor as demais
Art. § 2º Decreto 9036/2000. cláusulas.
DO FORO: Comarca de Porto Velho – Rondônia.
Art. 3º - O não cumprimento por parte do servidor, do prazo de prestação de ASSINATURA: 08/10/2012
contas estabelecido no parágrafo anterior, implicará o lançamento do débito na BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
respectiva folha de pagamento, pela Gerência Administrativa, conforme o Art. 6º Diretor Geral
§ 3º Decreto 9036/2000. GILMAR ALVES PEREIRA
Representante Legal
Art. 4º - Serão restituídas pelo servidor em 03 (três) dias úteis, contados de
r ecebimento, as diár ias cor respondentes à viagem que, por quaisquer Porto Velho/RO, 08 de outubro de 2012.
circunstâncias, não tenha sido realizada, conforme o Art. 4 § 2º do Decreto 9036/
2000. BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
DIRETOR GERAL
Art. 5º - Esta Portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
disposições em contrario.
EXTRATO DO 1° TERMO ADITIVO AO CONTRATO N°. 01/2012/AGEVISA-RO
Publique-se, Registre-se, Cumpra-se.
ADITANTES: AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILANCIA EM SAÚDE DE RONDONIA
– AGEVISA/ RO e a EMPRESA PROTEÇÃO MÁXIMA VIGILÂNCIA E
BELGRANO JOSE CAVALCANTI ALVES
SEGURANÇA LTDA.
Diretor Geral da AGEVISA
PORTARIA Nº. 509/GAB/AGEVISA-RO OBJETO: Alteração da Cláusula Sétima
Porto Velho, 14 de novembro de 2012. CLÁUSULA PRIMEIRA – DO VALOR DO CONTRATO E DA DOTAÇÃO
ORÇAMENTÁRIA: O presente TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 14/
O Diretor Geral da Agência Estadual de Vigilância em Saúde do Estado de 20 07 , const ante da c l a us ul a Sét i ma, pa ss a a s er n o val or t ot al
Rondônia - AGEVISA/RO, no uso das atribuições legais, que confere a Lei contratual de R$ 431.145,00 (quatrocentos e trinta e um mil, cento e
Complementar n.º. 333, de 27 de dezembro de 2005, publicada no DOE nº. 0426 quarenta e cinco reais), devendo o seu acréscimo de 25% (vinte e
de 02.01.2006. cinco por cento) serem acobertados através da Nota de Crédito Nº.
2012NC00259, datada de 11/10/2012, fls. 4408 e Nota de Empenho Nº.
Considerando o Memorando nº. 391/GTVISA/GEVISA-RO, de 14 de 2 01 2NE0 0 28 1, data da 11/ 1 0/ 20 12 , f l s . 7 98 , re fe r ente a Dota çã o
novembro de 2012. Orçamentária, tudo em conformidade com o Parecer Nº. 152/2012/
RESOLVE: ASSESSORIA JURÍDICA/AGEVISA-RO, de 11/10/2012, fls. 800/802, dos
Art. 1º - Autorizar o deslocamento dos servidores relacionados abaixo, autos em epígrafe.
onde a equipe da Vigilância Sanitária irá atender demanda do Ministério DO PROCESSO: 01-1734-00170-00/2012.
Publico no referido município de PARECIS, no período de 22.11.2012 a CLÁSULA SEGUNDA: Permanecem as demais cláusulas inalteradas.
24. 11. 2012 DO FORO: Comarca de Porto Velho – Rondônia.
DA ASSINATURA: 11/10/2012.
NOME FUNÇÃO CADASTRO DIÁRIA ASSINAM:
GILBERTO DANTAS DE ARAÚJO INSPETOR SANITARIO 300002947 2,5 BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES - Diretor Geral da AGEVISA-RO.
VANESSA ALVES DE SOUZA TEC. DE SERV. DE SAUDE/FISCAL SANITÁRIO 300022747 2,5 FRANCINELE ALVES DE MIRANDA – Representante Legal.
VALDIR ALVES DA ROCHA MOTORISTA OFICIAL 300029889 2,5
EDNA BEZERRA DA COSTA FROTA AUX. ATIV. ADM/FISCAL SANITÁRIA 300004336 2,5
Porto Velho/RO, 11 de outubro de 2012.
Art. 2º O prazo para prestação de contas das diárias concedidas será de 05
(cinco) dias úteis, quando o servidor exercer suas funções na capital e de 10 BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
(dez) dias, para os lotados no interior, a contar da data do retorno, conforme o DIRETOR GERAL DA AGEVISA – RO
Art. 10º § 2º Decreto 15964 de 14/06/2011.
AVISO DE DISPENSA DE L ICITAÇÃO
Art. 3º O não cumprimento por parte do servidor, do prazo de prestação de
contas estabelecidos no parágrafo anterior, implicará o lançamento do débito na Pelo presente o Diretor Geral da Agência Estadual de Vigilância em
respectiva folha de pagamento, pela Gerência Técnica Administrativa, conforme Sa úde de Rondôni a – AGEVISA-RO t or na públ ico a quem possa
o Art. 10º § 2º Decreto 15964 de 14/06/2011. inte res sar que consi der ando o Par ecer nº. 168 da ASSESSORIA
JURÍDICA DA AGEVISA-RO, exarado no Processo Administrativo Nº.
Art. 4º Serão restituídas pelo servidor em 03 (três) dias úteis, contados de 0 1- 17 34 - 00 54 6- 00 / 20 12 , e di a nt e de toda a documenta çã o
r ecebimento, as diárias correspondentes à viagem que, por quaisquer comprobatória constante no processo em epígrafe, bem como da
circunstâncias, não tenha sido realizada, conforme o Art. 8º § 1º Decreto 15964 fundamentação supra e do autorizo do titular da pasta, nas razões e
de 14/06/2011. justificativas apresentadas, optamos pela DISPENSA DE LICITAÇÃO,
com fundamento inciso II, do Art. 24 da Lei de Licitação Nº. 8.666/93
Art. 5º. - Esta Portaria vigora a partir desta data, revogando as disposições em favor da Empresa: MEDEIROS & CASTRO NEVES COM. SERVIÇOS
em contrario. LTDA-ME, que ofertou a menor e melhor proposta para Aquisição de
Publique-se, Registre-se, Cumpra-se. Equipamentos Permanentes (Gravadores e Cabos) para atender as
Gerência Técnica de Vigilância Ambiental e Epidemiológica-GTVAE e
Belgrano José Cavalcanti Alves a Gerência Técni ca de Vigilância Sanitári a-GTVISA/AGEVISA/RO,
Diretor Geral – AGEVISA conforme atesta o quadro comparativo de cotação de preço (fls. 21)
50 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

dos a ut os em te l a , no va l or t ot a l de R$ em favor Empresa Ergon Comercio Varejista tem por metas e objeti vos o fomento e a
7.763,00 (Sete Mil, Setecentos e Sessenta e Assistência Técnica em Equipamentos de execução ou atividade na área de Vigilância
Três Reais), que depoi s de cumpridas as Informática LTDA-ME, referente ao Processo em Saúde, por meio do estabelecimento de
f or ma l i da des l ega i s , no t oca nt e a Administrativo Nº. 01-1734.00623-00/2012, parceri a entre as partes contratantes, com
Adequação Financeira deve ser expedido o com base no Parecer nº. 170 da Assessoria a f inal i dade de promover a prot eção da
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO e TERMO Jurídica da AGEVISA-RO, conforme o inciso saúde da população, e contratualização das
DE RATIFICAÇÃO com a sua conseqüente II, do Art. 24 da Lei Federal Nº. 8.666/93. met as e dos r es ul t ados es pe ra dos na
publicação no Diário Oficial do Estado/DOE, G es tã o dos Progra ma s de Sa úde par a o
visando dar eficácia ao ato nos moldes do Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012. per í odo de 2 0 12 a 20 15 , manti das a s
inciso II, do Art. 24 da Lei de Li citação Nº. atividades necessári as ao cumpri mento da
8.666/93. BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES missão i nstitucional do órgão.
Diretor Geral da AGEVISA-RO DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: o valor destinado
Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012. ao presente Contrato está previsto na Lei
Orçamentári a Anual de 2012 e observará o
AVISO DE DISPENSA DE L ICITAÇÃO
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES disposto no Dec re to que apr ova a
Diretor Geral da AGEVISA-RO programação financeira e o cronograma de
Pelo presente o Diretor Geral da Agência
execuçã o mensa l de desembolso par a o
Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia
TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO exercício de 2012.
– AGEVISA-RO torna público a quem possa
(RATIFICO a despesa no valor de R$ 7.763,00 DO PRAZO: O presente Contrato vigorará a
interessar que considerando o Parecer nº.
( Se te M i l , Se te ce nt os e Se s se nta e Trê s par ti r da da ta de a s si na tur a de st e
171 da ASSESSORIA JURÍDICA DA AGEVISA-
Rea i s ) , em f a vor Empre s a MEDEIROS & instrumento, com vigência a partir de sua
RO, exarado no Processo Administrativo Nº.
CASTRO NEVES COM. SERVIÇOS LTDA-ME, publi cação até o di a 31 (t ri nt a e um) de
01-1734-00616-00/2012, e diante de toda a
referente ao Processo Administrativo Nº. 01- dezembro de 2012 ( dois mi l e doze),
documentação comprobatória constante no
1734.00546-00/2012, com base no Parecer nº. podendo ser prorrogado por igual período
processo em epígr afe, bem como da
168 da Assessoria Jurídica da AGEVISA-RO, c om ou s em e xpr es sa ma ni fe st a çã o da s
fundamentação supra e do autorizo do titular
conforme o inciso II, do Art. 24 da Lei Federal par t es.
da pa st a , na s r az õe s e j ust i f i c a ti va s
Nº. 8.666/93. DO FORO: Comarca de Porto Velho-RO
apresentadas, optamos pela DISPENSA DE
DATA ASSINATURA: 10/09/2012.
LICITAÇÃO, com fundamento inciso II, do Art.
Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012. ASSINAM:
24 da Lei de Licitação Nº. 8.666/93 em favor
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
da Empresa: Jorge Vantan de Oliveira, que
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES Diretor Geral da AGEVISA-RO
ofert ou a menor e mel hor proposta par a
Diretor Geral da AGEVISA-RO GILVAN RAMOS DE ALMEIDA
pre st aç ã o de se rvi ç os, de i ns ta l aç ão de
Secretário de Estado da SESAU-RO
condi ci onador es de A r ti po SPLIT par a
AVISO DE DISPENSA DE L ICITAÇÃO
ate nde r GT VISA/AGEVISA- RO, conforme
Porto Velho, 12 de setembro de 2012.
atesta o quadro comparativo de cotação de
Pelo presente o Di retor Geral da Agência
preço (fls. 24) dos autos em tela, no valor
Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
total de R$ 7.340,00 (Sete Mil, Trezentos e
– AGEVISA-RO torna público a quem possa Diretor Geral da AGEVISA-RO
Quarenta Reais), que depois de cumpridas
interessar que considerando o Parecer nº.
a s forma l i da de s l egai s , no t oca nt e a
170 da ASSESSORIA JURÍDICA DA AGEVISA- AVISO DE HOM OL OGAÇÃO DO PREGÃO
Adequação Financeira deve ser expedido o
RO, exarado no Processo Administrativo Nº. ELETRÔNICO N°. 676/2012/DELTA/SUPEL-RO.
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO e TERMO
01-1734-00623-00/2012, e diante de toda a
DE RATIFICAÇÃO com a sua conseqüente
documentação comprobatória constante no O Di r etor Geral da Agência Est adual de
publicação no Diário Oficial do Estado/DOE,
processo em epígr afe, bem como da Vigilância em Saúde de Rondônia – AGEVISA-
visando dar eficácia ao ato nos moldes do
fundamentação supra e do autorizo do titular RO torna público a quem possa interessar
inciso II, do Art. 24 da Lei de Li citação Nº.
da pa st a , na s r az õe s e j ust i f i c a ti va s que considerando o PARECER Nº. 164/2012/
8.666/93.
apresentadas, optamos pela DISPENSA DE ASSESSORIA JURÍDICA / AGEVISA-RO, de 31/
LICITAÇÃO, com fundamento inciso II, do Art. 1 0/ 20 1 2, e x ar ado no Pr o ce ss o
Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012.
24 da Lei de Licitação Nº. 8.666/93 em favor Administrativo Nº. 01-1734-00418-00/2012, e
da Empr e sa : Er g on C ome rc i o Va re j i sta diant e de toda a documentação
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
Assistência Técnica em Equipamentos de comprobatória const ante no processo em
Diretor Geral da AGEVISA-RO
Informática LTDA-ME, que ofertou a menor epí gr af e, be m como da fundament ação,
e mel hor proposta para Aqui si ção de supra HOMOLOGA com base no Ar t . 4°,
TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
materiais para instalação da (Rede Wireless) Inciso XXII, da Lei Federal Nº. 10.520/2002 e
RATIFICO a despesa no valor de R$ 7.340,00
da nova se de da GTVISA/AGEVISA-RO, Art. 7°, Inciso I, do Decreto Estadual N°. 12.234/
(Sete Mil, Trezentos e Quarenta Reais), em
conforme atesta o quadro comparativo de 06 o Pregão Eletrônico N°. 676/2012/DELTA/
f avor E mpre sa Jor ge Va ntan de Ol i vei ra ,
cotação de preço (fls. 21) dos autos em tela, SUPEL-RO, cujo objeto é a contratação de
referente ao Processo Administrativo Nº. 01-
no va l or t ot al de R$ 7. 9 16 ,0 0 (Se te M i l , empresa especializada em prestar serviços
1734.00616-00/2012, com base no Parecer nº.
Novecentos e Dezesseis Reais), que depois de locação de audit ór i o, hospedagem,
171 da Assessoria Jurídica da AGEVISA-RO,
de cumpr idas as forma lidades legai s, no alimentação, cofee break, fornecimento de
conforme o inciso II, do Art. 24 da Lei Federal
tocante a Adequação Financeira deve ser água e café para atender a solicitação do
Nº. 8.666/93.
expedido o AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Núcleo Estadual de DST/HIV/AIDS e HEPATITES
e T ERMO DE RATIFICAÇÃO c om a sua VIRAIS da Gerência Técnica de Vigilância
Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012.
conseqüente publicação no Diário Oficial do Ambie ntal e Epi demiológica – G TVAE/
Estado/DOE, visando dar eficácia ao ato nos AGEVISA – RO, e m fa vor da Empre sa :
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
mol des do inciso II, do Art. 24 da Lei de ALMEIDA & COSTA LTDA, inscrita no CNPJ
Diretor Geral da AGEVISA-RO
Licitação Nº. 8.666/93. sob o Nº. 04.381.505/0001-02, que apresentou
EXTRATO DO CONTRATO DE GESTÃO Nº. 01/ a menor e mel hor proposta, no valor total
Porto Velho (RO), 12 de novembro de 2012. de R$ 141.245,72 (Cento e Quarenta e Hum
2012/ASSEJUR/AGEVISA-RO.
Mil, Duzentos e Quarenta e Cinco Reais e
BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES Setenta e Dois Centavos).
CONTRATANTES: AGÊNCIA ESTADUAL DE
Diretor Geral da AGEVISA-RO Porto Velho/RO, 31 de outubro de 2012.
VIGIL ANCIA EM SAÚDE/AGEVISA-RO e a
SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE-SESAU/RO.
TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO BELGRANO JOSÉ CAVALCANTI ALVES
PROCESSO Nº. 01-1734.00549-00/2012.
(RATIFICO a despesa no valor de R$ 7.916,00 Diretor Geral da AGEVISA-RO
OBJETO: o presente instrumento contratual
(Sete Mil, Novecentos e Dezesseis Reais),
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 51

Estado da Educação, para apreciação e 0001-16, vencedora do certame licitatório no valor


Secretaria de Educação deliberação. total de R$ 24.948,00 (vinte e quatro mil novecentos
e quarenta e oito reais).
CARTA CONTRATO Nº 0034/SEDUC/2012 Art. 2º A direção da escola deverá divulgar o
regimento a toda a comunidade escolar, deixá-lo Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
CONTRATANTE: Estado de Rondônia, através da disponível para conhecimento e assegurar o seu
Secretaria de Estado da Educação/Seduc DANIEL GLAUCIO GOMES DE OLIVEIRA
fiel cumprimento. Secretário Adjunto de Estado da Educação
CONTRATADA: Empresa – Leonora Comércio de
Papéis, Importação e Exportação LTDA. Art. 3º Esta Portaria entrará em vigor na data de
CNPJ/MF nº 03.064.692/0001-15 PORTARIA Nº 1930/2012-GAB/SEDUC
sua publicação.
Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
Representado (a) por Alberi Antonio Rodrigues – DANIEL GLAUCIO GOMES DE OLIVEIRA
Sócio Administrador da Empresa O SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DA
Secretário Adjunto de Estado da Educação EDUCAÇÃO, no uso das atribuições legais que
lhe confere o artigo 71 da Constituição do Estado
Objeto: Aquisição de 19.620 Kits escolar contendo: PORTARIA Nº 1931/2012-GAB/SEDUC de Rondônia, e, considerando o que preceitua a
caderno, lápis e borracha, objetivando contemplar Porto Velho, 12 de novembro de 2012. Resolução nº 435/08-CEE/RO, Resolução nº 0806/
o atendimento aos 59.080 alunos nas modalidades 10 - CEE/RO e Portaria nº 1.270/2008-GAB/Seduc,
Telensino, Modular e Semestral, matriculados nos O SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DA e após análise precedida pela equipe Técnica do
28 ( vinte e oito) CEEJAS dos 12 (doze) municípios EDUCAÇÃO, no uso das atribuições legais que Regimento Escolar.
do Estado de Rondônia, conforme Memorando nº lhe confere o artigo 71 da Constituição do Estado
0715/2012/PRODEF/SEB/GE/SEDUC. R E S O L V E:
de Rondônia, e, considerando o que preceitua a
Resolução nº 435/08-CEE/RO, Resolução nº 0806/ Art. 1º Homologar o Regimento Escolar da Escola
Dotação Orçamentária 10 - CEE/RO e Portaria nº 1.270/2008-GAB/Seduc, Estadual de Ensino Fundamental Maria Lourenço
e após análise precedida pela equipe Técnica do Cassiano, localizada no município de Espigão
R$ 144.403,20 ( cento e quarenta e quatro mil, Regimento Escolar. d’Oeste - RO.
quatrocentos e três reais e vinte centavos) –
Programa de Trabalho 12361126923040000 - R E S O L V E: § 1º Caberá a escola promover a adequação do
Fonte de Recursos – 0118000000 – Elemento de seu regimento, mantê-lo atualizado e em acordo
Despesa – 309032, Nota de Em penho nº Art. 1º Homologar o Regimento Escolar da Escola com a Legislação Educacional.
2012NEO01917. Estadual de Ensino Fundamental e Médio Oswaldo
§ 2º As alterações promovidas no regimento da
Piana, localizada no município de Seringueiras -
PROCESSO nº 01-1601.03928-00/2012 escola devem ser encaminhadas à Secretaria de
RO. Estado da Educação, para apreciação e
Vigência: O contrato vigorará até efetiva entrega deliberação.
§ 1º Caberá a escola promover a adequação do
do objeto, não podendo ultrapassar 30 (trinta) dias, seu regimento, mantê-lo atualizado e em acordo Art. 2º A direção da escola deverá divulgar o
contados a partir do r ecebimento da nota de com a Legislação Educacional. regimento a toda a comunidade escolar, deixá-lo
empenho pela empresa contratada. § 2º As alterações promovidas no regimento da disponível para conhecimento e assegurar o seu
DA COMARCA: Porto Velho – RO escola devem ser encaminhadas à Secretaria de fiel cumprimento.
Estado da Educação, para apreciação e
Data da Assinatura: 04 de outubro de 2012. deliberação. Art. 3º Esta Portaria entrará em vigor na data de
sua publicação.
Assinam: Art. 2º A direção da escola deverá divulgar o
DANIEL GLAUCIO GOMES DE OLIVEIRA
regimento a toda a comunidade escolar, deixá-lo Secretário Adjunto de Estado da Educação
ISABEL DE FÁTIMA LUZ - Contratante disponível para conhecimento e assegurar o seu
Secretária de Estado da Educação fiel cumprimento.
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO
ALBERI ANTONIO RODRIGUES Art. 3º Esta Portaria entrará em vigor na data de
Sócio Administrador da Empresa – Leonor a O SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DA
sua publicação. EDUCAÇÃO torna público para conhecimento dos
Comércio de Papéis, Importação e Exportação Ltda
Contratada inter essados que, consider ando a Ata de
DANIEL GLAUCIO GOMES DE OLIVEIRA realização do Pregão Eletrônico nº 00678/2012,
Secretário Adjunto de Estado da Educação fls. 354/431; o Resultado por Fornecedor, fls. 433/
PORTARIA Nº 1932/2012-GAB/SEDUC 436; Term o de Adjudicação, f ls. 440/441; o
Porto Velho, 12 de novembro de 2012. TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Despacho do Pregoeiro, fls. 454/456; o Parecer
Final nº 699/2012/Assessoria/Supel/RO, fls. 457/
O SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DA O SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DA 459 e demais documentos constantes do Processo
EDUCAÇÃO, no uso das atribuições legais que EDUCAÇÃO torna público para conhecimento dos Administrativo nº 01-1601.06998-00/2012/Seduc
lhe confere o artigo 71 da Constituição do Estado inter essados que, consider ando a Ata de - RO, cujo objeto é o Registro de Preços para
de Rondônia, e, considerando o que preceitua a Realização do Pregão Eletrônico nº 00683/2012, eventual aquisição de material de consumo como:
Resolução nº 435/08-CEE/RO, Resolução nº 0806/ fls. 887/899; o Resultado por Fornecedor, fls. 940/ capas de processo administrativo, cartões de visita
941; Termo de Adjudicação, fls. 952/955; o Parecer e pastas personalizadas, visando atender a toda
10 - CEE/RO e Portaria nº 1.270/2008-GAB/Seduc,
Final nº 683/2012/Assessoria/Supel/RO, fls. 956/ estrutura organizacional da Seduc que demandam
e após análise precedida pela equipe Técnica do 957; o Despacho da Diretoria Administrativa e a utilização desses materiais, conform e
Regimento Escolar. F inanceira - DAF /Seduc, f l. 964 e demais especif icado n o edital e seus anexos, com
docum entos constantes do Processo fundamento no inciso XXII, do art. 4º, da Lei Federal
R E S O L V E: Administrativo nº 01-1601.02626-00/2012/Seduc nº 10.520/2002, HOMOLOGA o certame licitatório
- RO, cujo objeto é a aquisição de mobiliários e modalidade Pregão Eletrônico que foi devidamente
Art. 1º Homologar o Regimento Escolar da Escola equipam entos com o: ar már io, cadeira par a ADJUDICADO pelo pregoeiro, em favor da empresa
Estadual de Ensino Fundamental Santa Clara de com putador, m esa par a prof essor, luz de Perfil, Gráfica e Editora Ltda - ME, CNPJ nº
Assis, localizada no município de Porto Velho - emergência, suporte de teto para multimídia e 00.212.655/0001- 23, vencedora do cert am e
RO. suporte de teto para compor os laboratórios de licitatório, itens 01 a 09, no valor total de R$
informática para atender as necessidades das 67.619,00 (sessenta e sete mil, seiscentos e
escolas que oferecerão cursos técnicos, com dezenove reais).
§ 1º Caberá a escola promover a adequação do
fundamento no inciso XXII, do art. 4º, da Lei Federal
seu regimento, mantê-lo atualizado e em acordo nº 10.520/2002, HOMOLOGA o certame licitatório
com a Legislação Educacional. Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
modalidade Pregão Eletrônico, que foi devidamente
ADJUDICADO pela pregoeira, em favor da empresa
§ 2º As alterações promovidas no regimento da Racci & Racci Ltda - EPP, CNPJ nº 04.863.386/ DANIEL GLAUCIO GOMES DE OLIVEIRA
escola devem ser encaminhadas à Secretaria de Secretário Adjunto de Estado da Educação
52 DOE N° 2099 Porto Velho,14.11.2012

Sec. de Segurança, Defesa e II – DETERMINAR o pagamento da premiação pecuniária em folha de paga-


mento de acordo com a Lei nº 2.527, de 11 de julho de 2011, devido aos
Cidadania servidores conforme os valores especificados, por haver realizado apreen-
PORTARIA Nº 307/GAB/SESDEC são de armas de fogo.

O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribui-


ções que lhe são delegadas pelo artigo 34, da Lei Complementar nº 224, de 04.01.2000; 01) Processo nº 01-1501.00791-00/2012 Apreensão dia 05/04/2012
Nome Cargo Matrícula Valor
Vilson Luiz Pedon Cabo PM 100056724 R$ 300,00
RESOLVE:
Jonas Junior Sampaio Daczkovski Soldado PM 100094277 R$ 300,00
Armas apreendidas: 02 (dois) revólveres calibre 38, marca Taurus; e 02 (dois) revólveres calibre 38, sem marca aparente.
Art.1º - Nomear Comissão composta pelos membros abaixo relacionados sob
a presidência do 2º TEN PM JOÃO CARLOS RODRIGUES MATOS, para comporem
Comissão destinada a realizar ampla pesquisa de mercado no Município de Parecis 02) Processo nº 01-1501.00792-00/2012 Apreensão dia 19/08/2012
– RO referente à locação de imóvel com as correlatas avaliações que atenda as Nome Cargo Matrícula Valor
necessidades de instalação do Quartel da Policia Militar do referido Município, Edvaldo Pereira Costa Soldado PM 100071279 R$ 120,00
desta forma, atestar e receber fatura e recibos a cerca da locação pretendida. Gilberto Santos Passos Soldado PM 100092427 R$ 120,00
Rodrigo da Silva Naré Soldado PM 100085108 R$ 120,00
Presidente: Marcelo Galgaroto Soldado PM 100092635 R$ 120,00
- JOÃO CARLOS RODRIGUES MATOS – 2º TEN PM Raphael Soares Notaro Soldado PM 100084739 R$ 120,00
Armas apreendidas: 02 (duas) espingardas calibre 32, marca Taurus; 01 (uma) espingarda calibre 28, marca Taurus; e 01
MEMBROS (uma) espingarda calibre 22, marca Taurus.
- SABINO ALVES – 2º SGT PM
- AIRTON LUIZ SILVA – 3º SGT PM 03) Processo nº 01-1501.00794-00/2012 Apreensão dia 13/04/2012
Nome Cargo Matrícula Valor
Cicero Rodrigues da Silva Asp. Oficial PM 100073552 R$ 75,00
Art.2º - A Comissão terá o prazo de 60 (sessenta) dias para apresentarem
Moisés de Oliveira Lima 1º Sargento PM 100056621 R$ 75,00
relatórios, para futuras tomadas de decisões e a elaboração do Plano Plurianual
Elisandro Lima da Silva Cabo PM 100063090 R$ 75,00
dos próximos quatro (04) anos. Gilson dos Santos Albuquerque Soldado PM 100083411 R$ 75,00
Art. 3º - Esta portaria entra em vigor na data da publicação. Armas apreendidas: 01 (um) revólver calibre 32, marca Taurus; e 01 (um) revólver calibre 38, marca Taurus.

Publique-se, Registre-se e Cumpra-se. III – Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
M arcelo Nascimento Bessa
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania - SESDEC Publique-se, registre-se e cumpra-se.
Ordenador de Despesas MARCELO NASCIMENTO BESSA
SIAPE: 01409-2 Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania

TERMO DE RATIFICAÇÃO Portaria n.º 160/12-GAB/SESDEC


RATIFICO a despesa no valor total de R$ 31.356,00 (trinta e um mil trezentos Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012.
e cinquenta e seis reais) com embasamento legal expresso no Parecer nº O Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições
2996/PGE/PA/2012, de 20 de julho de 2012, conforme disposto no artigo 24, da Lei nº. que lhe são delegadas pelo artigo 47 da Lei Complementar n.º 224, de
8.666/93. 04.01.2000, considerando a Lei nº 2.527, de 11.07.2011;
Porto Velho/RO, 09 de novembro de 2012.
RESOLVE:
Marcelo Nascimento Bessa I – HOMOLOGAR o Parecer da Comissão, instituída através da Portaria nº
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania - SESDEC 009/12-GAB/SESDEC, exarado nos autos do Processo nº 01-1501.00703-00/
Ordenador de Despesas 2012, referente ao requerimento do militar WANDERLEI JANUARIO VIEIRA,
SIAPE: 01409-2 Soldado PM, matrícula 100075639, o qual solicita pagamento da premiação
pelo Programa Estadual de Incentivo ao Desarmamento.
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO II – INDEFERIR o pagamento da premiação pecuniária requerida pelo referido
O Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC torna público a quem militar, de acordo com o §2º do Artigo 3º da Lei nº 2.527, de 11-07-2011, e o
possa interessar, que de conformidade com o Parecer nº 2996/PGE/PA/2012 Parágrafo Único do artigo 6º do Decreto 16.291, de 27-10-2011, os quais
constante nos autos do Processo Administrativo nº. 1501.00073-00/2012 dando definem que “a premiação pecuniária não será devida quando da apreensão
embasamento legal para a aquisição pretendida, segundo os termos do artigo 24, de armas de fabricação artesanais”.
inciso II, da Lei Federal nº. 8.666/93, dispensando a licitação, objetivando a custear III – Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
despesa com Locação de Imóvel para abrigar o Quartel do Corpo de Bombeiros
do Município de Buritis - RO, unidade subordinada desta Secretaria da Segurança, Publique-se, registre-se e cumpra-se.
Defesa e Cidadania – SESDEC, no valor total de R$ 31.356,00 (trinta e um mil MARCELO NASCIMENTO BESSA
trezentos e cinqüenta e seis reais) em favor de: JANETE APARECIDA DE Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
PAULA – Publique-se no Diário Oficial do Estado de Rondônia.
Portaria nº 292/12-NRH/GAF/SESDEC
Porto Velho/RO, 09 de novembro de 2012 porto Velho, 30 de outubro de 2012.

M arcelo Nascimento Bessa O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania - SESDEC que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de 04.01.2000;
Ordenador de Despesas Considerando o Memorando 015/PROT. MALOTE de 30.07.2012, e o deferimento da
SIAPE: 01409-2 chefia imediata.

Portaria n.º 159/12-GAB/SESDEC RESOLVE:


Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012. Art. 1º - Remarcar por interesse da Administração Pública e por extrema
O Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições que necessidade de serviço, o gozo de férias regulamentares da servidora SAENE
lhe são delegadas pelo artigo 47 da Lei Complementar n.º 224, de 04.01.2000, ROCHA FLORÊNCIO, matrícula nº 300111296, lotada na Gerência de Adminis-
considerando a Lei nº 2.527, de 11.07.2011; tração e Finanças – GAF/SESDEC, anteriormente marcadas para o mês de
AGOSTO/2012, referente ao exercício de 2011, a qual fica transferida para
RESOLVE: ser usufruída no período de 01.01.2013 a 30.01.2013.
I – HOMOLOGAR os Pareceres da Comissão, instituída através da Portaria nº Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
009/12-GAB/SESDEC, exarados nos autos dos Processos abaixo relacionados, Publique-se, registre-se e cumpra-se.
referentes às solicitações dos respectivos servidores para recebimento da ARCELO NASCIMENTO BESSA
premiação pelo Programa Estadual de Incentivo ao Desarmamento. Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 53

Portaria nº 293/12-NRH/GAF/SESDEC Portaria nº 297/12-NRH/GAF/SESDEC


Porto Velho, 30 de outubro de 2012. Porto Velho, 30 de outubro de 2012.

O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribui- O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atri-
ções que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de buições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº
04.01.2000; 224, de 04.01.2000;
Considerando o Memorando 170/GAB de 27.08.2012. Considerando o Memorando 193/GAB de 01.10.2012.

RESOLVE: RESOLVE:
Art. 1º - Suspender por interesse da Administração Pública e por extrema ne-
cessidade de serviço, o gozo de férias regulamentares do servidor LINDOMAR Art. 1º - Considerar por interesse da Administração Pública e por extrema
BESERRA DA SILVA, Delegado de Polícia, matrícula nº 300059703, lotado na necessidade de serviço, o gozo de férias regulamentares do servidor SD PM
Gerência de Estratégia e Inteligência – GEI/SESDEC, anteriormente marcadas RE 07056-2 MAYKO FRANKLIN AZEVEDO VERAS, lotado na Gerência de
para o mês de SETEMBRO/2012, referente ao exercício de 2012, a qual fica Estratégia e Inteligência – GEI/SESDEC, a partir de 01.10.2012 a 30.10.2012,
suspensa para ser usufruída em data posterior. referente ao exercício de 2011, suspensa conforme Portaria nº 209/NRH/
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. GAF/SESDEC/2012 de 30.07.2012.

Publique-se, registre-se e cumpra-se. Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
MARCELO NASCIMENTO BESSA
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania Publique-se, registre-se e cumpra-se.
MARCELO NASCIMENTO BESSA
Portaria nº 294/12-NRH/GAF/SESDEC Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
Porto Velho, 30 de outubro de 2012.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições Portaria nº 298/12-NRH/GAF/SESDEC
que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de 04.01.2000; Porto Velho, 30 de outubro de 2012.

RESOLVE: O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atri-


Art. 1º - Remarcar por interesse da Administração Pública e por extrema neces- buições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº
sidade de serviço, o gozo de férias regulamentares do servidor SD PM RE 09263- 224, de 04.01.2000;
8 MARCOS FERNANDES VIEIRA, lotado na Gerência de Administração e Finan- Considerando o Requerimento firmado pela servidora em epígrafe na data de
ças – GAF/SESDEC, anteriormente marcadas para o mês de SETEMBRO/2012, 18.10.2012, e o deferimento da chefia imediata.
referente ao exercício de 2011, a qual fica transferida para ser usufruída no
período de 01.11.2012 a 30.11.2012. RESOLVE:
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. Art. 1º - Considerar por interesse da Administração Pública, o gozo de férias
regulamentares da servidora SILVANA MARIA FROES RAMOS PIMENTEL, Es-
Publique-se, registre-se e cumpra-se. crivã de Polícia, matrícula nº 300021665, lotada na Gerência de Administração
MARCELO NASCIMENTO BESSA e Finanças – GAF/SESDEC, a partir de 01.11.2012 a 30.11.2012, referente ao
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania exercício de 2012, suspensa conforme Portaria nº 122/NRH/GAF/SESDEC/
2012 de 23.04.2012.
Portaria nº 295/12-NRH/GAF/SESDEC Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Porto Velho, 30 de outubro de 2012.
Publique-se, registre-se e cumpra-se.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições MARCELO NASCIMENTO BESSA
que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de 04.01.2000; Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
Considerando o Memorando 0185/2012-GAB/GEI/RO de 05.09.2012.
Portaria nº 299/12-NRH/GAF/SESDEC
RESOLVE: Porto Velho, 31 de outubro de 2012.
Art. 1º - Remarcar por interesse da Administração Pública e por extrema neces-
sidade de serviço, o gozo de férias regulamentares da servidora IVONE DE O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atri-
PAULA CARVALHO, matrícula nº 300007111, lotada na Gerência de Estratégia e buições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº
Inteligência – GEI/SESDEC, anteriormente marcadas para o mês de SETEMBRO/ 224, de 04.01.2000;
2012, referente ao exercício de 2012, a qual fica transferida para ser usufruída Considerando o Ofício nº 096/CALF-2012 de 01.06.2012 e Portaria nº 162/AA
no período de 01.12.2012 a 30.12.2012. ADM/CRH de 16.07.2012.
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
RESOLVE:
Publique-se, registre-se e cumpra-se.
MARCELO NASCIMENTO BESSA Art. 1º - RELOTAR, a contar de 01.06.2012, o servidor SD BM RE 0362-4 JOEL
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania ALVES MARTINS FILHO, pertencente ao Quadro Permanente de Pessoal do
Corpo de Bombeiro Militar do Estado de Rondônia, na Gerência de Administra-
Portaria nº 296/12-NRH/GAF/SESDEC ção e Finanças – GAF, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania –
Porto Velho, 30 de outubro de 2012. SESDEC.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribuições
que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de 04.01.2000; Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
Considerando o Memorando 193/GAB de 01.10.2012.
Publique-se, registre-se e cumpra-se.
RESOLVE: MARCELO NASCIMENTO BESSA
Art. 1º - Remarcar por interesse da Administração Pública e por extrema neces- Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
sidade de serviço, o gozo de férias regulamentares do servidor CB PM RE 06096-
9 HELDEMÁCIO LEITE DE OLIVEIRA, lotado no Gabinete do Secretário – GAB/ Portaria nº 300/12-NRH/GAF/SESDEC
SESDEC, anteriormente marcadas para o mês de OUTUBRO/2012, referente ao Porto Velho, 31 de outubro de 2012.
exercício de 2011, a qual fica transferida para ser usufruída no período de O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atri-
01.01.2013 a 30.01.2013. buições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. 224, de 04.01.2000;
Publique-se, registre-se e cumpra-se. Considerando o Memorando nº 280/2012/ GAF/SESDEC de 18.09.2012 e men-
MARCELO NASCIMENTO BESSA sagem eletrônica nº 5181 de 25.09.2012.
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
54 DOE N° 2099 Porto Velho,14.11.2012

RESOLVE: Portaria nº 304/12-NRH/GAF/SESDEC


Art. 1º - RELOTAR, a contar de 11.09.2012, o servidor SD PM RE Porto Velho, 31 de outubro de 2012.
06870-3 ISAC BORGES VITORINO, pertencente ao Quadro Permanente de Pes-
soal da Polícia Militar do Estado de Rondônia, na Gerência de Administração e O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das
Finanças – GAF, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC. atribuições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar
nº 224, de 04.01.2000;
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. Considerando o Ofício nº 999/GAB/ DGPC/RO de 25.10.2012 e Ofício nº
1991/12-GAB/SESDEC.
Publique-se, registre-se e cumpra-se.
MARCELO NASCIMENTO BESSA RESOLVE:
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania
Art. 1º - RELOTAR, a contar de 01.10.2012, o servidor JÚLIO CESAR
RODRIGUES UGALDE, Delegado de Polícia, matrícula nº 300059701, perten-
Portaria nº 301/12-NRH/GAF/SESDEC cente ao Quadro Permanente de Pessoal da Polícia Civil do Estado de Rondônia,
Porto Velho, 31 de outubro de 2012. no Gabinete do Secretário – GAB, da Secretaria de Segurança, Defesa e
Cidadania – SESDEC.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribui-
ções que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
04.01.2000;
Considerando a Portaria nº 890/DP-2/AGR de 17.09.2012. Publique-se, registre-se e cumpra-se.
MARCELO NASCIMENTO BESSA
RESOLVE: Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania

Art. 1º - RELOTAR, a contar de 01.09.2012, o servidor MAJ PM RE 06135-3 Portaria nº 305/12-NRH/GAF/SESDEC


APOLÔNIO SERAFIM DA SILVA NETO, pertencente ao Quadro Permanente de Porto Velho, 31 de outubro de 2012.
Pessoal da Polícia Militar do Estado de Rondônia, na Gerência de Estratégia e
Inteligência – GEI, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC. O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das
atribuições que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. nº 224, de 04.01.2000;
Considerando a Portaria nº 9417/NCSR/ GAB/SEAD de 11.10.2012.
Publique-se, registre-se e cumpra-se.
MARCELO NASCIMENTO BESSA RESOLVE:
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania Art. 1º - RELOTAR, a contar de 15.10.2012, o servidor CARLOS ALBERTO
DE JESUS MONTEIRO, Agente Administrativo, matrícula SIAPE nº 0694353,
Portaria nº 302/12-NRH/GAF/SESDEC pertencente ao Quadro Permanente de Pessoal do Ex-Território Federal do
Porto Velho, 31 de outubro de 2012. Estado de Rondônia, na Gerência de Administração e Finanças – GAF, da
Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribui- Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação.
ções que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de
04.01.2000; Publique-se, registre-se e cumpra-se.
Considerando o Memorando nº 215/2012-GAB/GEI/RO de 17.10.2012 e Ofício MARCELO NASCIMENTO BESSA
nº 0568/GAB/DGPC/RO de 09.05.2011. Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania

RESOLVE: DETRAN
Art. 1º - RELOTAR, a contar de 02.05.2011, o servidor MARCELO SOUZA DA
SILVA, Agente de Polícia, matrícula nº 300078377, pertencente ao Quadro Perma- AVISO DE LICITAÇÃO
nente de Pessoal da Polícia Civil do Estado de Rondônia, na Gerência de Estratégia CARTA CONVITE Nº. 003/2012
e Inteligência – GEI, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania – SESDEC. Processo nº 16.507/2012

Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia - DETRAN/RO, por
intermédio da Comissão Permanente de Licitação de Materiais e Serviços – CPLMS,
Publique-se, registre-se e cumpra-se. nomeada por força das Portarias n.ºs 1253/GAB/DETRAN-RO, de 16/04/2012,
MARCELO NASCIMENTO BESSA n.ºs 1332/GAB/DETRAN-RO, de 20/04/2012 e 1770/GAB/DETRAN-RO, de 01/
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania 06/2012, torna público que se encontra autorizada a realização do certame,
na modalidade de CARTA CONVITE, do tipo menor preço, na forma de execu-
Portaria nº 303/12-NRH/GAF/SESDEC ção indireta, sob o regime de empreitada por preço global, em conformidade
Porto Velho, 31 de outubro de 2012. com a Lei Federal no 8.666/1993, e modificações posteriores, o Decreto Estadual
nº 15.643/2011 o qual se aplica subsidiariamente com a Lei Complementar nº.
O Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, no uso das atribui- 123/06, Lei Estadual nº 2414 de 18 de fevereiro de 2011 e ainda o Decreto
ções que lhe são Delegadas pelo artigo 47, § 1º, da Lei Complementar nº 224, de Estadual 16.089/2011, tendo por finalidade a qualificação de empresas e a
04.01.2000; seleção da proposta mais vantajosa, conforme disposições no presente Edital,
Considerando o Ofício nº 455/GC/2012 de 17.10.2012. com recursos próprios, previstos no orçamento do presente exercício, con-
signando o que adiante segue.
RESOLVE:
CARTA CONVITE Nº. 003/2012
Art. 1º - RELOTAR, a contar de 17.10.2012, o servidor SD BM RE 0795-5 AUTORIZAÇÃO PROCESSO Nº. 16.507/2012
CLÊNIO MARCELO MARQUES GUSMÃO, pertencente ao Quadro Permanente de OBJETO: Contratação de empresa especializada para execução da reforma
Pessoal do Corpo de Bombeiro Militar do Estado de Rondônia, na Gerência de para implantação do arquivo geral e de sala de teste teórico, localizados no
Estratégia e Inteligência – GEI, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania terreno da sede do DETRAN/RO em Porto Velho, situado na Rua Dr. José
– SESDEC. Adelino, nº. 4477, Bairro Costa e Silva, a pedido da Gerência Administrati-
Art. 2º - Esta portaria entrará em vigor a partir da data de sua publicação. va e convalidado pela Coordenadoria de Engenharia – COENGE/ DETRAN-RO.
FONTE DE RECURSO: 3240 – Recursos próprios.
Publique-se, registre-se e cumpra-se. VALOR ESTIMADO: R$ 147.313,04 (cento e quarenta e sete mil, trezen-
MARCELO NASCIMENTO BESSA tos e treze reais e quatro centavos). Conforme planilha orçamentária
Secretário de Segurança, Defesa e Cidadania elaborada pela Coordenadoria de Engenharia/DETRAN/RO e Declaração de
Adequação Financeira – DAF de nº 750/2012, de 17/10/2012, emitida pelo Sr.
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 55

Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO. PORTARIA Nº 6122/GAB/DETRAN-RO EM 09.11.2012.


DATA DE ABERTURA: 23 de novembro de 2012, às 09h00. O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE
LOCAL: Auditório do Departamento Estadual de Trânsito, na Rua Dr. José Adelino, TRÂNSITO- DETRAN/RO, no uso de suas atribuições conferidas pela
n.° 4477 – Bairro Costa e Silva – CEP 76803-592, Porto Velho – RO - Fone/Fax: Lei Complementar n. 369, de 22.02.2007;
(69) 3217-2972 – e-mail: cpl@detran.ro.gov.br. Considerando o Art. 67 da Lei Federal nº 8.666/93, de 21.06.1993,
EDITAL: O ato convocatório e todos os elementos integrantes encontram-se Considerando a CI nº 512/2012/COENGE/DETRAN/RO de 01.11.2012;
disponíveis para consulta na sede do DETRAN-RO e sua aquisição poderá ser R E S O L V E:
efetuada das 8h00 às 14h00, de segunda a sexta-feira, mediante apresentação Art. 1° - DISPENSAR a servidora MARIA DAS GRAÇAS SALES – Mat.
de requerimento. Maiores informações e esclarecimentos sobre o certame serão 300035616 da Comissão de Fiscaliz ação, acompanhamento e
prestados pela CPLMS/DETRAN-RO, no endereço supracitado. recebimento dos serviços de reforma e ampliação da CIRETRAN do
PRAZO DE AQUISIÇÃO: O Edital e seus anexos poderão ser adquiridos, até 24 M unicípio de Ariquemes do Contrato infrarrelacionado:
(vinte e quatro) horas, antes da data marcada para o recebimento e abertura da Processo nº Contrato nº Empresa Ordem de Serviço/Data
Documentação e Proposta. 8.086/2.011 038/2.012 LORDE SERVIÇOS DE ENGHENHARIA E
Porto Velho-RO, 12 de novembro de 2012. CONSTRUTORA LTDA 005/2012 de 06.08.2012
Art. 2º - DESIGNAR o servidor GLAUTON MAGALHÃES COUTINHO – Mat.
Mary Vone Veche e Silva 300073642, para atuar como membro da comissão objeto desta portaria.
Presidente da CPLMS/DETRAN/RO Parágrafo único – Para fins do disposto no caput dos artigos 1º e 2º, a
Cadastro 300046928 referida comissão passará a ter a seguinte composição:
PORTARIA Nº. 6120/GAB/DETRAN-RO EM 09.11.2012. ·ALBERTO NOBUO KURODA – Mat. 300035605 – Presidente;
O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE ·MARIA TEREZA NICÁCIO SANTOS – Mat. 300035580 – Membro;
TRÂNSITO – DETRAN/RO, no uso de suas atribuições conferidas pela ·GLAUTON MAGALHÃES COUTINHO – Mat. 300073642 – Membro.
Lei Complementar n. 369 de 22.02.2007, Art. 3° - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
Considerando os autos do Processo Administrativo nº. 18.458/2012 - disposições em contrário.
DETRAN-RO, de 07.11.2012; PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE.
Considerando a RESOLUÇÃO Nº. 001/2011/CONSELHO DIRETOR/DETRAN- João Maria Sobral de Carvalho
RO, de 22.09.2011; Diretor Geral Adjunto DETRAN/RO
R E S O L V E:
Art. 1º - Fica concedido a servidora INDIAMARA DA SILVA, CPF/MF PORTARIA Nº. 6123/GAB/DETRAN-RO EM 09.11.2012.
979.434.951-87, Cadastro nº. 300072973, um crédito em regime de O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE
adiantamento na importância de R$ 1.000,00 (um mil reais), correndo TRÂNSITO- DETRAN/RO, no uso de suas atribuições conferidas pela
a despesa por conta do orçamento do corrente exercício para fins Lei Complementar n. 369, de 22.02.2007;
mencionados no Plano de Aplicação. Considerando o Art. 67 da Lei Federal nº 8.666/93, de 21.06.1993,
RECURSOS: Considerando a Comunicação Interna – CI nº. 362/2012/COENGE/DETRAN-
Programação Projeto/Atividade Elemento de Despesas Valor RO, de 07.11.2012;
1520.04.122.1015.2087 3390.30 100,00 R E S O L V E:
1520.04.122.1015.2087 3390.39 900,00 Art. 1° - COMPOR Comissão de Fiscalização, Acompanhamento e
Total 1.000,00 Recebimento dos serv iços de Reforma na antiga sede do Posto
Art. 2 º - O prazo de aplicação do Adiantamento de que trata o Avançado – Z ona Sul, concernente ao contrato infrarrelacionado:
artigo procedente será mensal, e o prazo para a prestação de contas Município Processo nº. Contrato Ordem de Serviço/Data
será de até 05 (cinco) dias úteis para os servidores lotados na capital Porto Velho 6379/2012 053/2012 010/2012 de 07.11.2012
e de 10 (dez) dias, para os lotados no interior, a contar do término do § 1º - Designar os servidores abaixo relacionados, para comporem a
prazo de aplicação. presente Comiss ão, c omo membros , s ob a pres idênc ia do primeiro,
Art. 3º - Ao responsável pela aplicação do Adiantamento, caberá respectivamente:
fazer pessoalmente a sua comprovação na forma estabelecida nas ·ANTONIO CARLOS CÔRTES – Mat. 300073642;
normas do Art. 7º do Decreto 10851, de 29.12.2003 e Resolução n. 004/ ·ALBERTO NOBUO KURODA – Mat. 300035605;
2004/Conselho Diretor/DETRAN-RO, de 22.09.2004. ·MARIA TEREZA NICÁCIO SANTOS – Mat. 300035580.
Art. 4º - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando . 2° - Designar o servidor CARLOS ANTONIO TRAJANO BORGES,
as disposições em contrário. Matrícula nº. 300035599, para atuar como GESTOR do Contrato
PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE. supramencionado.
João Maria Sobral de Carvalho Art. 2° - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
Diretor Geral Adjunto DETRAN-RO disposições em contrário.
PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE.
PORTARIA Nº 6121/GAB/DETRAN/RO EM 09.11.2012. João Maria Sobral de Carvalho
O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE Diretor Geral Adjunto DETRAN/RO
TRÂNSITO – DETRAN/RO, no uso de suas atribuições conferidas pela
Lei Complementar nº. 369, de 22.02.2007; e, PORTARIA Nº 6124/GAB/DETRAN-RO EM 09.11.2012.
Considerando os termos da Resolução n° 267/08 - CONTRAN e Portaria n°. 1128/2010 – O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE
DETRAN-RO; TRÂNSITO – DETRAN/RO, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei
Considerando os autos do Processo Administrativo nº. 6.806/2.012 - DETRAN-RO, de Complementar nº 369, de 22 de fevereiro de 2007;
11.06.2012; Considerando a CI nº 327/DIVMED/DETRAN/RO de 09.11.2012;
R E S O L V E: R E S O L V E:
Art. 1º - RENOVAR, até o dia 01.07.2013, o credenciamento da empresa Art. 1º - Determinar que seja composta Junta Médica Especial, para
CASAGRANDE E SILVA LTDA - ME, estabelecida com o nome fantasia CLÍNICA realização de Exames de Sanidade Física e Mental em JOSEFINO GABRIEL
MIRANTE, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 10.172.365/0001-57, localizada à Rua DOS SANTOS, inscrito no CPF/MF sob nº. 760.428.808-10 e RG nº. 380610
Dom Pedro I nº 2188, Bairro: Centro, Município de Mirante da Serra /RO, sob a SSP/RO, residente no Município de Ji - Paraná/RO, candidato a condutor de
responsabilidade do Médico Dr. Marcos Roberto da Silva, inscrito no CRM/RO veículos automotores.
nº. 1819/RO, para atuar no Município de MIRANTE DA SERRA/RO, com Art. 2° - Designar os médicos abaixo relacionados para comporem a
extensão para o Município de Nova União e Distrito de Tarilândia/RO. referida junta médica no Município Ji - Paraná/RO:
Art. 2° - Encaminhem-se os autos a Diretoria Executiva de Habilitação, · JOÃO DURVAL RAMALHO TRIGUEIRO MENDES – CRM: 890/RO;
Medicina e Educação de Trânsito para que, através do setor competente, seja · LEVINDO CUSTÓDIO PRIMO – CRM: 112/RO;
efetuado registro, anotações necessárias e notificação do interessado que · NEHIL ALVARENGA LISBOA FILHO – CRM: 407/RO;
deverá seguir acompanhada de cópia da presente portaria. Art. 3° - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
Art. 3º - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando disposições em contrário.
disposições em contrário.PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE. PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE.
João Maria Sobral de Carvalho João Maria Sobral de Carvalho Diretor Geral Adjunto DETRAN/RO
Diretor Geral Adjunto DETRAN/RO
56 DOE N° 2099 Porto Velho,14.11.2012

PORTARIA Nº. 6128/GAB/DETRAN/RO EM 12.11.2012. primitivo, fica prorrogado pelo prazo de 02 (dois) meses, contados a partir
O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO de 25.09.2012 até o dia 25.11.2012.
– DETRAN/RO, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei Complementar n°. RECURSO: As despesas oriundas deste Termo Aditivo correrão à conta
369, de 22.02.2007, Art. 22 e seus incisos, dos seguintes recursos orçamentários: Programa de Trabalho
Considerando o Despacho nº. 3032/2012/DEAF/DETRAN-RO, exarado às fls. 04122101522810000 – Fonte 3240000000 – elemento de despesa 339039,
15 nos autos do Processo Administrativo nº. 16794/2.012, de 08.10.2012; Nota de Empenho 2012NE00895, de 20.09.2012, no valor de R$ 13.903,70
R E S O L V E: (treze mil novecentos e três reais e setenta centavos).
Art. 1° - COMPOR sem ônus, Comissão de Avaliação de Imóveis, com DEMAIS CLÁUSULAS: Permanecem inalteradas.
objetivo de locar espaço físico para abrigar veículos apreendidos no ASSINAM:
Município de Pimenta Bueno/RO. Antonio Manoel Rebello Chagas - Diretor Geral Adjunto Interino do DETRAN/RO
Art. 2° - Designar os servidores abaixo relacionados, para comporem a Luiz Bernardi /Imobiliária 2B LTDA – Administrador/Locador
presente c omiss ão, c omo membros , s ob a pres idênc ia do primeiro, Visto: Jorge Júnior Miranda de Araújo – Procurador Geral do DETRAN/RO
respectivamente: Fernando Nunes Madeira – Subprocurador de Contratos e Convênios
· AYRTON RODRIGUES FERREIRA – Mat. 300073142; Publique-se no Diário Oficial do Estado
· MARCOS DAVI SOUZA MORAIS – Mat. 300073647; ANTONIO MANOEL REBELLO CHAGAS
· HUSCÉLIA V. DO CARMO CARVALHO – Mat. 300035534. Diretor Geral Adjunto Interino do DETRAN/RO
Art. 3° - Esta portaria entra em vigor a partir desta data, revogando as
disposições em contrário. EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO Nº 004/2012
PUBLIQUE-SE CUMPRA-SE. ADITANTES: O Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Rondônia –
João Maria Sobral de Carvalho DETRAN-RO e Município de Rolim de Moura (CNPJ nº 04.394.805/0001-18).
Diretor Geral Adjunto DETRAN/RO OBJETO DO CONVÊNIO: Constitui objeto do convênio a união dos meios
materiais e humanos dos partícipes, na administração do trânsito, visando à
ERRATA Nº. 111/GAB/DETRAN-RO EM 09.11.2012 implantação de Sinalização Semafórica e complementares nas vias do
O DIRETOR GERAL ADJUNTO DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE Município de Rolim de Moura, para execução do projeto básico (fls. 161/
T RÂNSIT O, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei 182), e plano de trabalho (fls. 183/188), no valor de R$ 301.247,83
Complementar n. 369, de 22.02.2007; (trezentos e um mil duzentos e quarenta e sete reais e oitenta e três
Considerando a Comunicação Interna – CI nº. 528/COENGE/DETRAN- centavos), sendo R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais) por parte do
RO, de 07.11.2012; concedente, com contrapartida do convenente no valor de R$151.247,83
CORRIGE em parte, o teor da Portaria nº. 5041/GAB/DETRAN-RO de (cento e cinquenta e um mil duzentos e quarenta e sete reais e oitenta e
22.10.2012, publicada no D.O.E nº. 2085, de 24.10.2012: três centavos) às fls. 183/188.
Onde se lê: PROCESSO Nº 14.691/2011
Art. 1° - COMPOR Comissão de Fiscalização, Acompanhamento e ALTERAÇÃO: O prazo de vigência consignado na cláusula segunda do
Recebimento dos serviços de reforma e ampliação da COM ETRAN do Convênio nº 004/2012, fica prorrogado pelo prazo de 180 (cento e oitenta)
Contrato infrarrelacionado: dias, contados a partir de 21.10.2012 a 18.03.2013, nos termos da
Leia-se: justificativa da Diretoria Executiva Administrativa e Financeira (fls. 302/302-
Art. 1° - COMPOR Comissão de Fiscalização, Acompanhamento e verso) e com fundamento no artigo 57, inciso II, § 2º da Lei nº 8.666/93.
Recebimento dos serv iços emergenciais de reparos na sede da DEMAIS CLÁUSULAS: Permanecem inalteradas.
CIRETRAN do Município de Rolim de Moura do Contrato infrarrelacionado: ASSINAM:
PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE. João Maria Sobral de Carvalho - Diretor Geral Adjunto
João Maria Sobral de Carvalho Sebastião Dias Ferraz - Prefeito do Município de Rolim de Moura
Diretor Geral Adjunto DETRAN-RO Visto:
Jorge Júnior M. de Araújo - Procurador Geral
EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO Nº 028/2012 Fernando Nunes Madeira - Subprocurador de Contratos e Convênios
ADITANTES: O Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Rondônia – Publique-se no Diário Oficial do Estado
DETRAN-RO e Município de Ariquemes (CNPJ nº 04.104.816/0001-16). JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO
OBJETO DO CONVÊNIO: Constitui objeto do convênio a união dos meios materiais Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO
e humanos dos partícipes, na administração do trânsito, visando à implantação de
Sinalização Vertical e Horizontal nas vias do Município de Ariquemes, para execução (Errata, Republicação por erro material)
do projeto básico e plano de trabalho de fls. 33 a 80, no valor de R$ 1.102.511,51 EXTRATO DO CONTRATO Nº 034/2012
(um milhão cento e dois mil quinhentos e onze reais e cinquenta e um reais). No Extrato do Contrato n. 034/2012, publicado no Diário Oficial do Estado n.
PROCESSO Nº 4.238/2012 2005, fl. 54, de 02.07.2012, referente ao Processo Administrativo nº 14555/
ALTERAÇÃO: O prazo de vigência consignado na cláusula segunda do Convênio 2011, consoante a ocorrência de erro material:
nº 028/2012, fica prorrogado pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados Onde se lê:
a partir de 05.09.2012 a 03.03.2013, nos termos da justificativa da Diretoria “EXTRATO DO CONTRATO Nº 033/2012”
Executiva Administrativa e Financeira (fls. 173/173-verso) e com fundamento no Leia-se:
artigo 57, inciso II, § 2º da Lei nº 8.666/93. “EXTRATO DO CONTRATO Nº 034/2012”
DEMAIS CLÁUSULAS: Permanecem inalteradas. ASSINAM:
ASSINAM: João Maria Sobral de Carvalho - Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO
João Maria Sobral de Carvalho - Diretor Geral Adjunto Raquel Feitosa Cordovil – Procuradora da Contratada
José Marcio Londe Raposo - Prefeito do Município de Ariquemes Visto:
Visto: Jorge Jr. Miranda de Araújo - Procurador Geral
Jorge Júnior M. de Araújo - Procurador Geral Fernando Nunes Madeira – Subprocurador de Contratos e Convênios
Fernando Nunes Madeira - Subprocurador de Contratos e Convênios Publique-se no Diário Oficial do Estado
Publique-se no Diário Oficial do Estado JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO
JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO Diretor Geral do DETRAN/RO
Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO
(Errata, Publicação por erro material)
EXTRATO DO SÉTIMO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 039/2008 EXTRATO DO PRIMEIRO TERMO ADITIVO DO CONVÊNIO Nº 003/2011
ADITANTES: O Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Rondônia – No Extrato do 1º Termo Aditivo ao Contrato nº 003/2008 (fl. 448),
DETRAN-RO e LUIZ PAREJA LINHARES, CPF/MF nº 045.291.450.979-92, consoante a ocorrência de erro material:
representado por IMOBILIÁRIA 2B LTDA, CNPJ/MF sob nº 04.605.663/0001-90. Onde se lê:
OBJETO DO CONTRATO PRIMITIVO: Locação de imóvel de propriedade da “Agenor Francisco de Carvalho”
LOCADORA, situado na Rua Aracajú, Bairro Nova Brasília, localizado no Município Leia-se:
de Ji-Paraná/RO, para instalação do Posto Avançado. “Juan Alex Testoni”.
PROCESSO Nº 098/2011. ASSINAM:
ALTERAÇÃO: O prazo de vigência consignado na cláusula quinta do contrato João Maria Sobral de Carvalho - Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 57

Juan Alex Testoni – Prefeitura Municipal de Ouro Preto do D’Oeste Doutor Constantino Gorayeb Neto, Subdefensor Público-Geral;
Visto:
Jorge Júnior Miranda de Araújo - Procurador Geral RESOLVE:
Fernando Nunes Madeira - Subprocurador de Contratos e Convênios Art. 1º - CONCEDER a pedido, ao Excelentíssimo Doutor EDVALDO CAIRES
Publique-se no Diário Oficial do Estado LIMA, Defensor Público, matrícula 300057347, 04(quatro) dias de folgas com-
JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO pensatórias para o gozo nos dias 19.11.2012 a 22.11.2012.
Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

(Errata, Publicação por erro material) Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.


EXTRATO DO CONVÊNIO Nº 032/2012 JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
No Extrato do Convênio n. 032/2012, publicado no Diário Oficial do Estado Defensor Público-Geral do Estado
n. 2009, fl. 49, de 06.07.2012, consoante a ocorrência de erro material:
Onde se lê: PORTARIA N.746/2012-GAB/DPE Porto Velho, 09 de novembro de 2012.
DO O BJ ETO : União dos meios materiais e humanos dos partíc ipes , na
administração do trânsito, visando a implantação de Sinalização Horizontal e O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas
Vertical nas vias do Município. atribuições legais; e,
Leia-se: CONSIDERANDO o contido no requerimento da servidora ÉRICA NUNES GUI-
DO O BJ ETO : União dos meios materiais e humanos dos partíc ipes , na MARÃES COSTA, Assessor de Defensor;
administração do trânsito, visando a implantação de Sinalização Semafórica e CONSIDERANDO em razão da participação da Justiça Eleitoral, realizada nos
complementares nas vias do Município. dias 13 de setembro de 2012, 06 e 07 de outubro 2012, conf. Declaração de
ASSINAM: lavra do Excelentíssimo Senhor ALEXANDRE TITO HERNANDEZ DE FIGUEIREDO,
João Maria Sobral de Carvalho - Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO Chefe do Cartório Eleitoral da 29ª Zona, sendo concedido 6(seis) dias de folgas
José Walter da Silva – Prefeito do Município de Alvorada do Oeste compensatórias;
Visto:
Jorge Júnior Miranda de Araújo - Procurador Geral RESOLVE:
Fernando Nunes Madeira - Subprocurador de Contratos e Convênios
Publique-se no Diário Oficial do Estado Art. 1º - CONCEDER a pedido, a servidora ÉRICA NUNES GUIMARÃES COS-
JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO TA, Assessor de Defensor, matrícula 300108468, 3(três) dias de folgas com-
Diretor Geral Adjunto do DETRAN/RO pensatórias para o gozo nos dias 12.11.2012, 13.11.12 e 14.11.12.
Art. 2º - Restando para gozo 3 (três) dias de folgas compensatórias a serem
Defensoria Pública usufruídas.
Art. 3° - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
PORTARIA N. 736/2012-GAB/DPE Porto Velho, 07 de novembro de 2012.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas atribui-
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
ções lhe conferidas pela Lei Complementar n. 117/94, e nos termos do art. 1º da Lei
Defensor Público-Geral do Estado
Complementar nº 358/2006 (redação dada pela Lei Complementar n. 551/2009);
CONSIDERANDO a Resolução nº 002/GAB/DPE;
PORTARIA N.747/2012-GAB/DPE Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
RESOLVE:
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atri-
buições lhe conferidas pela Lei Complementar nº 117/94; e,
I - Compor comissão para registrar o inventário da Defensoria Pública do Estado de
CONSIDERANDO o contido no requerimento da servidora SÂMIA REGINA OLI-
Rondônia, referente ao exercício de 2012.
VEIRA DA SILVEIRA, Agente Administrativo;
II – A Comissão será composta pelos servidores:
Presidente:
RESOLVE:
JOSÉ CAETANO FILHO
Secretaria
Art. 1º - CONVERTER 10 (dez) dias em Abono Pecuniário do exercício 2013, a
MARIA DA CONCEIÇÃO NEVES DA FONSECA
servidora SÂMIA REGINA OLIVEIRA DA SILVEIRA, Agente Administrativo, ma-
Membros
trícula 300041165, no período de 02.01.13 a 11.01.13 e 20(vinte) dias para gozo
ANDRINO RODRIGUES DE OLIVEIRA
de 12.01.13 a 3 1.01.13, conforme artigo 110 da Lei Complementar nº 68/92.
FRANCISCO ALBERTO DE OLIVEIRA NORONHA
III – O objetivo desta comissão é realizar o levantamento dos bens, móveis e
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
imóveis desta Instituição, adquiridos no exercício de 2012. Quanto aos bens, de-
vem ser considerados tanto os dos núcleos quanto os da Sede.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
IV – O levantamento dos bens localizados nos núcleos deverá ser realizado
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
mediante o envio de ofício ao Coordenador da comarca ou ao responsável por ele
Defensor Público-Geral do Estado
indicado. O registro será com base na resposta por ele apresentada.
V – Com relação aos bens da sede, o levantamento será registrado tanto com a
PORTARIA N.748/2012-GAB/DPE Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
diligência in loco quanto com base nos registros apresentados pelo responsável
pela Divisão de Patrimônio.
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atri-
VI – Com o fim de auxiliar esta Comissão na realização dos trabalhos, durante este
buições lhe conferidas pela Lei Complementar nº 117/94; e,
período não haverá movimentação de material, ressalvado os casos excepcio-
CONSIDERANDO o contido no requerimento da servidora MAGNA RIBEIRO
nais, que deverão ser imediatamente informado à Comissão.
BRASIL, Assessor I;
VII – Esta Comissão terá o prazo de até 30.12.2012 para a entrega do relatório.
RESOLVE:
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
Art. 1º - TRANSFERIR a pedido, o gozo das férias referente ao exercício de
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
2012, da servidora MAGNA RIBEIRO BRASIL, Assessor I, matrícula 300101997,
Defensor Público-Geral do Estado
do período de 03.12.12 a 01.01.13, estabelecidas pela Portaria nº 780/2011/
GAB/DPE, de 27 de setembro de 2011, para serem gozadas no período de
PORTARIA N.745/2012-GAB/DPE Porto Velho, 09 de novembro de 2012.
02.01.2013 a 31.01.2013.
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
atribuições legais; e,
CONSIDERANDO o contido no requerimento, de 24 de outubro de 2012, de lavra do
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
Excelentíssimo Doutor EDVALDO CAIRES LIMA, Defensor Público;
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
CONSIDERANDO o contido no despacho do Excelentíssimo Doutor Antônio Fontoura
Defensor Público-Geral do Estado
Coimbra, Defensor Público - Corregedor Geral e o acolhimento do Excelentíssimo
58 DOE N° 2099 Porto Velho,14.11.2012

PORTARIA N.749/2012-GAB/DPE Porto Velho, 12 de novembro de 2012. CONSIDERANDO o requerimento n.139561303 e Benefício n.5507451873 de
pedido de prorrogação da servidora ALESSANDRA PEREIRA DE ALMEIDA,
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribui- Assessor III, da Comarca de Espigão do Oeste;
ções lhe conferidas pela Lei Complementar nº 117/94; e,
CONSIDERANDO o contido no requerimento do servidor PAULO CÉSAR BETTANIN; RESOLVE:
Art. 1º - PRORROGAR, no período de 09.11.2012 à 19.01.2013 a servidora
RESOLVE: JESIELI LIEBMANN MANTAHY, para responder pelo Cargo de Assessor III,
Art. 1º - CONVERTER 10 (dez) dias em Abono Pecuniário do exercício 2012, ao Símbolo CDS-9, do Quadro de Cargo de Direção Superior e Assessoramento da
servidor PAULO CÉSAR BETTANIN, Chefe do grupo de Aquisição, matrícula Defensoria Pública do Estado, em razão do auxilio doença do INSS da titular do
300101999 no período de 03.12.12 a 12.01.13 e 20(vinte) dias para gozo de cargo, ALESSANDRA PEREIRA DE ALMEIDA, atuante na Comarca de Espigão
13.12.12 a 01.01.13, conforme artigo 110 da Lei Complementar nº 68/92. do Oeste.
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.


JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO
Defensor Público-Geral do Estado Defensor Público-Geral do Estado

PORTARIA N.750/2012-GAB/DPE Porto Velho, 12 de novembro de 2012. Secretaria de Finanças


O SUBDEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDONIA, no uso das INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013/2012/GAB/CRE
atribuições lhe conferidas pela Lei Complementar n. 117/94; e, Porto Velho, 08 de novembro de 2012.

RESOLVE: Altera o Anexo da Instrução Normativa nº 006/GAB/CRE para incluir o campo


Art. 1º- TRANSFERIR por imperiosa necessidade do serviço, o gozo das férias do para informar o número do AR ou Edital de ciência do auto de Infração.
Excelentíssimo Doutor JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO, Defensor Público-Geral, ma- O COORDENADOR-GERAL DA RECEITA ESTADUAL no uso de suas atribui-
trícula 300038793, do período de 03.12.12 a 01.01.13, referente ao exercício de ções legais;
2012, estabelecidas pela Portaria nº 818/2011, de 13 de outubro de 2011, para CONSIDERANDO a necessidade de que Termo de Ciência e Juntada de Provas
serem gozadas em data oportuna. em Meio Eletrônico disciplinado pela Instrução Normativa nº 006/2012/GAB/
Art. 2º- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. CRE comporte todas as possibilidades dispostas pelo artigo 112 da Lei 688/96:

Registre-se, Publique-se, e Cumpra-se. DETERMINA


CONSTANTINO GORAYEB NETO
Subdefensor Público-Geral do Estado Art. 1º Passa a vigorar com a redação do anexo único desta Instrução Normativa
o Anexo da Instrução Normativa nº 006/GAB/CRE.
PORTARIA N.751/2012-GAB/DPE Porto Velho, 12 de novembro de 2012. Art. 2º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data da sua publicação.

O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribui- ACYR RODRIGUES MONTEIRO
ções lhe conferidas pela Lei Complementar n. 117/94; e, Coordenador-Geral da Receita Estadual

RESOLVE: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 006/2012/GAB/CRE – ANEXO ÚNICO – ALTE-


Art. 1º - EXONERAR, a contar de 01.11.2012, a servidora GLEISE HORN, matrícula RADO PELA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013/2012/GAB/CRE
300112713, ocupante do cargo de Assessor de Defensor Público, símbolo DPE-
ADP-I, do Quadro de Cargos de Direção Superior e Assessoramento da Defensoria TERMO DE JUNTADA E CIÊNCIA DE PROVAS EM MEIO ELETRÔNICO
Pública do Estado, atuante na Comarca de Nova Brasilândia.
Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. PROCESSO Nº :
SUJEITO PASSIVO:
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se. CPF/CNPJ:
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO INSCRIÇÃO ESTADUAL:
Defensor Público-Geral do Estado
1 – Relação dos arquivos digitais constantes da mídia:
PORTARIA N.752/2012-GAB/DPE Porto Velho, 09 de novembro de 2012.
* Art. 6º, §5º, IN nº 006/2012/GAB/CRE: todos os documentos digitais
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas referenciados ou utilizados para fundamentar a ação fiscal devem estar na mídia.
atribuições lhe conferidas pela Lei complementar nº 117/94, e; 2 – Termo de Juntada:

CONSIDERANDO o contido no requerimento da servidora ALESSANDRA FERREIRA Nes ta data juntamos ao Proc es so Administrativo Tributário nº
DE OLIVEIRA ARAÚJO, Assessor I; _______________, a mídia ótica descrita no item 1.
CONSIDERANDO a participação da Inauguração do Posto de Atendimento no Bairro _________________, __/__/____
Socialista, desta Comarca; no dia 24.05.12, conf. Memorando 045/2012-GAB/DPE de
06 de junho de 2012, sendo concedido 2(dois) dias de folgas compensatórias; ________________________
Auditor Fiscal de Tributos Estaduais
RESOLVE: Assinatura e carimbo funcional
Art. 1º - CONCEDER, a pedido, a servidora ALESSANDRA FERREIRA DE OLIVEI-
RA ARAÚJO, Assessor I, matrícula 300105834, 02(dois) dias de folgas compensa- 3 – Termo de Ciência Pessoal ou por Aviso de Recebimento - AR:
tórias para o gozo nos dias 22.11.12 e 23.11.12. Anexa a este termo se encontra uma cópia da mídia ótica formato DVD ou CD,
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. contendo provas em formato eletrônico, nos termos da Instrução Normativa nº
006/2012/GAB/CRE, relacionadas acima.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se.
JOSÉ FRANCISCO CÂNDIDO Ciência Pessoal: Ciência por AR: Ciência por Edital:
Defensor Público-Geral do Estado
_________________, __/__/____ Número do AR Número do D.O.E.
PORTARIA N.753/2012-GAB/DPE Porto Velho, 09 de novembro de 2012. ______________________
_____________________ ______________________
Assinatura do Sócio-Gerente, Data da Publicação:
O DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso de suas Responsável Legal ou Procurador
______________________
atribuições lhe Nome:
CPF:
Conferidas pela Lei Complementar n. 117/94, e;
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 59

TERCEIRO TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO Nº. 013/ e nove reais e oitenta e seis centavos) de CON-
DER 2011/ASJUR/DEOSP-RO, FIRMADO EM 06/12/2011. TRA-PARTIDA do Município, tudo conforme o
ADITANTES: O Governo do Estado de Rondônia, Cronograma de Desembolso.
AVISO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO através do Departamento de Obras e Serviços Publique-se, registre-se e dê ciência às partes.
CONCORRÊNCIA PÚBLICA N° 091/2012/CPLO/SUPEL-RO Públicos do Estado de Rondônia/DEOSP-RO, e a
Prefeitura Municipal de Mirante da Serra/RO. SEXTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 010/2010/
O Diretor Operacional do Departamento de CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO ASJUR/DEOSP/RO, FIRMADO EM 26 DE ABRIL DE 2010.
Estradas de Rodagem e Transportes/DER/RO, Este Termo Aditivo tem por objeto a Este Termo ADITANTES: O Governo do Estado de Rondônia,
torna públic o aos interes sados, que a Aditivo tem por objeto a prorrogação do prazo de através do Departamento de Obras e Serviços
Concorrência Pública n° 091/12/CPLO/SUPEL/ vigência do Conv ênio n°. 013/2011/ASJUR/ Públicos do Estado de Rondônia – DEOSP/RO e a
RO, ref erente ao proces so adminis trativo n° DEOSP-RO, referente à “Construção de Muro e empresa Termacon Projetos e Consultoria Ltda.
1420.003688-00/2012/DER/RO, cujo objeto é: Alambrado no Campo Municipal”, previsto em sua CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO
Execução de pav imentação asfáltica em Cláusula Sétima caput, e Parágrafo Único, de acor- Este Termo Aditivo tem por objeto a alteração do
Tratamento Superficial Duplo – T SD e do com o art. 50, da Portaria Interministerial nº. prazo de vigência previsto na Cláusula Oitava do
Drenagem em vias urbanas, nos Setor es 507, de 24 de novembro de 2011. Contrato n° 010/2010/ASJUR/ DEOSP/RO, relativo
01, 02, 05, 07 e 08 com extensão de 9.630,00 CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO à “Contratação de Empresa para prestação
Fica prorrogado o prazo de vigência originalmente de serv iços de engenharia de consultoria
metros município de Buritis/RO, f oi
estabelecido por mais 90 (noventa) dias, conta- para acompanhamento dos serviços de
homologada e adjudicada, com base no Art. 43, climatização das edificações do Centro po-
dos a partir da expiração do prazo fixado anteri-
Inciso VI, da Lei Federal 8.666/93, em favor da ormente. lítico Administrativo” com fundamento no arti-
empres a Constr utora e Incorporadora CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO go 57, §1º, II e §2º, da Lei n° 8.666/93.
Kazuma Ltda - EPP, vencedora do certame Permanecem inalterados os demais itens e cláu- CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO
licitatório, com proposta no valor global de R$ sulas antes avençados e não alterados pelo pre- Fica prorrogado o prazo de vigência originalmente
3.310.216,66 (Três milhões, trezentos e dez mil, sente instrumento. estabelecido por mais 120 (cento) dias, contados
duzentos e dezesseis reais e sessenta e seis PROCESSO: 01-1421.00043-00/2011. a partir da expiração do prazo fixado anteriormente.
centavos). Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012. DO FORO: Da Comarca de Porto Velho/RO. CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO
UBIRATAN BERNARDINO GOMES ASSINAM: Confúcio Aires Moura – Governador Permanecem inalterados os demais itens e cláu-
Diretor Operacional do DER/RO do Estado de Rondônia; e Mirvaldo Moraes de sulas antes avençados e não alterados pelo pre-
Souza - Diretor Técnico Executivo/DEOSP-RO. sente instrumento.
ATODEHOMOLOGAÇÃO PRESTAÇÃODECONTAS FINAL PROCESSO: 01.1421.00016-00/2010.
Processo Administrativo: 1411.00054-00/12/FITHA PRIMEIROTERMO ADITIVO AO CONVÊNIO Nº. 022/ DO FORO: Da Comarca de Porto Velho/RO.
Convênio n.º 027/12/FITHA 2012/ASJUR/DEOSP-RO, FIRMADO EM 23/05/2012. ASSINAM: Mirvaldo Moraes de Souza - Diretor
Prefeitura Municipal de Seringueiras - RO feitura Municipal de Monte Negro/RO. Técnico Executivo/DEOSP-RO; e Fernando Rossi
Objeto: Aquisição de uma escavadeira Hidráu- CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO Tessaro - Sócio Administrador – Termacon Proje-
lica, nova, de fabricação nacional, cabinada Este Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação tos e Consultoria Ltda.
com ar condicionado automático e do prazo de vigência do Convênio n°. 022/2012/
desembaçador, original de fábrica, com ASJUR/DEOSP-RO, que trata da Construção do QUINTO TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO Nº. 001/
motor 04 tempos, 04 cilindros com injeção Terminal Rodoviário de Monte Negro/RO”, com 2011/ASJUR/DEOSP-RO, FIRMADO EM 12/08/2011.
direta, turbo alimentado com pós resfriador, fundamento em sua Cláusula Sexta, caput e Pará- ADITANTES: O Governo do Estado de Rondônia,
com potência líquida de 111 HP, a rotação grafo Único, c/c art. 50 da Portaria Interministerial através do Departamento de Obras e Serviços
nominal de 2000 RPM, com regulador ele- n° 507, de 24.11.2011. Públicos do Estado de Rondônia/ DEOSP-RO, e a
trônico para todas as velocidades, sistema CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO Prefeitura Municipal de Monte Negro/RO.
de giro por motor de acionamento Fica prorrogado o prazo de vigência originalmente CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO
hidrostática, com redutor de giro planetário estabelecido, por mais 150 (cento e cinquenta) Este Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação
com dupla redução, controle direcional por dias contados a partir da expiração do prazo fi- do prazo de vigência do Convênio n°. 001/2011/
meio de 02 alav ancas com pedais, com xado anteriormente. ASJUR/DEOSP-RO, que trata da “Construção do
CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO Terminal Rodoviário de Monte Negro/RO”, com
acionamento hidrostático.
Permanecem inalterados os demais itens e cláu- fundamento em sua Cláusula Sexta, caput e Pará-
Nos termos dos procedimentos contidos no grafo Único, c/c art. 37 da Portaria Interministerial
sulas antes avençadas e não alteradas pelo pre-
Artigo 28 da Instrução Normativa n.º 001, de sente instrumento. n° 127, de 29.05.2008.
15/01/97, da Secretaria do Tesouro Nacional PROCESSO: 01-1421.00246-00/2011. CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO
– STN, combinado com os artigos 27 e 28 da DO FORO: Da Comarca de Porto Velho/RO. Fica prorrogado o prazo de vigência originalmente
Instrução Normativa n.º 005/TCER, de 21/11/ ASSINAM: Confúcio Aires Moura – Governador estabelecido, por mais 60 (sessenta) dias conta-
00 e com base no Relatório Fiscal e Parecer do Estado de Rondônia; Mirvaldo Moraes de Souza dos a partir da expiração do prazo fixado anteriormente.
Técnico do Controle Interno deste DER/RO, - Diretor Técnico Executivo/DEOSP-RO. CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO
APROVO E HOMOLOGO a prestação de contas Permanecem inalterados os demais itens e cláu-
do Convênio n.º 027/12/FITHA. ERRATA sulas antes avençadas e não alteradas pelo pre-
Porto Velho, 08 de novembro de 2012 sente instrumento.
Eng° LÚCIO ANTÔNIO MOSQUINI CONVÊNIO Nº. 008/2012/ASJUR/DEOSP-RO PROCESSO: 01-1421.00063-00/2011.
Presidente do FITHA PROCESSO ADMINISTRATIVO DO FORO: Da Comarca de Porto Velho/RO.
N°. 01-1421.00118-00/2012 ASSINAM: Confúcio Aires Moura – Governador
DEOSP CONVENENTES: O Governo do Estado de do Estado de Rondônia; Mirvaldo Moraes de Souza
Rondônia, através do Departamento de Obras e - Diretor Técnico Executivo/DEOSP-RO.
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO E Serviços Públicos do Estado de Rondônia – DEOSP/
RATIFICAÇÃO DE DESPESA RO e a Prefeitura Municipal de Jaru/RO. TERMO DE REVOGAÇÃO DA LICITAÇÃO NA MO-
Onde se lê: CLÁUSULA TERCEIRA - O valor DALIDADE CONVITE Nº. 020//2012/CPLO/SUPEL/RO
O Diretor Técnico Executivo do Departamento de global do presente CONVÊNIO é de R$ 277.173,96 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 01.1421.00082-
Obras e Serviços Públicos do Estado de Rondônia (duzentos setenta e sete mil, cento e setenta e 00/2012/DEOSP/RO
– DEOSP/RO torna público aos interessados, nos três reais e noventa e seis centavos), sendo R$
termos do art. 24, inciso II c/c art. 23, II, “a”, da Lei 250.000,00 (duzentos e cinqüenta mil reais) oriun- CONSIDERANDO o Despacho da Gerência de Pla-
n° 8.666/93, que foi DISPENSADA a licitação dos de RECURSOS ESTADUAIS, a serem repas- nejamento do DEOSP, às fls. 260, a Justificativa
objetivando a “Locação de Tendas, Cadeiras e sados em 01 (uma) única parcela, liberada após a da Coordenação da GPLAN fls. 261, 262 e 264, o
M esas Plásticas para atender a Solenidade publicação do presente CONVENIO, através do Despacho e a anulação da Nota de Empenho de
de Entrega da Obra de Reforma do M useu DEOSP/RO, e R$ 27.173,96 (vinte e sete mil, cento fls. 265, Parecer nº 126/2012/ASJUR/DEOSP/RO,
da Estrada de Ferr o no M unicípio de e setenta e três reais e noventa e seis centavos), fls. 266/268 e a aprovação do Diretor Técnico
Guajará-M irim/RO a realizar- se no dia 09/ de CONTRA-PARTIDA do município tudo confor- Executivo, às fls. 268;
11/2012”, conforme especificações do Termo de me o Cronograma de Desembolso. DETERMINO
Referência n°. 035/2012, de acordo com o Pare- Leia-se: CLÁUSULA PRIM EIRA TERCEIRA O A REVOGAÇÃO do processo licitatório na
cer n°. 130/2012/ASJUR/DEOSP/RO e demais do- valor global do presente CONVENIO é de R$ modalidade CONVITE nº 020/2012/SUPEL/ RO,
cumentos constantes dos autos do Processo Ad- 276.669,86 (duzentos e setenta e seis reais, seis- Processo Administrativo nº 01-1421.00082-
centos e sessenta e nove reais e oitenta e seis 00/2012 que tem como objeto a contratação
ministrativo n°. 01.1421.00247/2012, e por meio
centavos), sendo R$ 250.000,00 (duzentos e cin- de Empresa para Construção de Totem In-
do presente expediente RATIFICA a despesa no formativo do Palácio Rio Madeira, tendo em
qüenta mil reais), oriundos de RECURSOS ESTA-
valor de R$ 6.910,00 (seis mil e novecentos e DUAIS, a serem repassados em 01 (uma) única vista o interesse administrativo, conveniência e
dez reais) em favor da empresa LIMA & SILVA LTDA. parcela, liberada após a publicação do presente oportunidade, o que impossibilidade a contratação.
ME, inscrita no CNPJ sob o n°. 08.156.871/0001-00. CONVENIO, através do DEOSP/RO, e R$ Porto Velho, 05 de novembro de 2012.
Publique-se no Diário Oficial do Estado. 26.669,86 (vinte e seis mil, seiscentos e sessenta
60 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Sec. de Esta do do Desenvolvi mento Sec. de Est. do Desenv. Ambiental


Econômico e Social
Portaria nº271 /GAB/SEDAM Porto Velho, 31 de Outubro de 2012.
IDARON
A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no
AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO uso das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143,
de 18 de março de 2009.
O PRESIDENTE DA AGÊNCIA SANITÁRIA AGROSILVOPASTORIL DO ESTADO
DE RONDÔNIA – IDARON torna público a quem possa interessar, segundo os R E S O L V E:
Termos do artigo 24, incisos X, da Lei Federal nº. 8.666/93, nos autos do Pro- Art. 1º - Designar a partir de 23.10.2012, o servidor EDGARD MENEZES
cesso Administrativo nº. 01-2423.00607-00/2012 que trata da locação de CARDOSO, Engenheiro Florestal, Matricula nº 300021563, para responder
imóvel para atender a Unidade Local Sanitária Animal e Vegetal – ULSAV do como Coordenador do Programa de Floresta Plantada, desta Secretaria de
município de Vale do Paraíso/RO, no qual a proposta indicada é a nº 01 da Estado de Desenvolvimento Ambiental – SEDAM.
Locadora Senhora HERCÍLIA BARBOSA FERREIRA LIBERTI, brasileira, casada,
aposentada, portadora do RG nº 3.946.701 SSP/SP e do CPF nº 796.393.998-68, DÊ-SE CIÊNCIA PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE
residente e domiciliada a Rua 13 de fevereiro, nº 2.287, CEP 76.923-000 no NANCI MARIA RODRIGUES DA SILVA
município de Vale do Paraíso/RO, com valor mensal de R$ 1.200,00 (hum mil e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental - SEDAM
duzentos reais), pelo período de 30 (trinta) meses, perfazendo valor total de
R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais), localizado à Rua 7 de setembro, nº Portaria nº 272/GAB/SEDAM Porto Velho, 05 de Novembro de 2012.
2.369 – Setor 1, no município de Vale do Paraíso/RO.
Porto Velho, 15 de outubro de 2012. A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no
uso das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143,
de 18 de março de 2009, conforme requerimento do servidor.
M arcelo Henrique de Lima Borges
Presidente da Agência IDARON
R E S O L V E:
TERMO DE RATIFICAÇÃO
Art. 1º - REMARCAR, o gozo de Férias da servidora MARIA ALVES
CARDOSO, Auxiliar de Atividade Administrativa, Matricula nº. 300015836, lotada
RATIFICO a despesa com valor mensal de R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos na Divisão Financeira e Contábil desta Secretaria de Estado de Desenvolvimento
reais), pelo período de 30 (trinta) meses, perfazendo valor total de R$ 36.000,00 Ambiental – SEDAM, do período de 01.10.2012 a 30.10.2012, referente ao
(trinta e seis mil reais), com base no Parecer nº 0431/2012/ASSEJUR/IDARON, exercício de 2012, a qual fica transferida para 01.11.2012 a 30.11.2012.
acordado nos autos do Processo Administrativo nº. 01-2423.00607-00/2012,
conforme disposto artigo 26 da Lei nº. 8.666/93. DÊ-SE CIÊNCIA PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE
Porto Velho, 15 de outubro de 2012. FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
SECRETÁRIO ADJUNTO
M arcelo Henrique de Lima Borges
Presidente da Agência IDARON Portaria nº 273 /GAB/SEDAM Porto Velho, 05 de Novembro de 2012.

JUCER A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no


uso das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143,
Decisão Colegiada de 18 de março de 2009.
Processo: n. 01-1922-00176-00-2012
Interessado: CONEM. R E S O L V E:
Denunciada: Ana Cinthia de Oliveira Barbosa Silva.
Assunto: Bloqueio de caução de leiloeiro Art. 1º - Incluir, a partir de 01/09/2012, na Portaria nº 015/GAB/SEDAM de
O Plenário da Junta Comercial do Estado de Rondônia/JUCER, por maioria de 31/01/2012, os servidores conforme abaixo relacionados, em atendimento ao
votos, delibera: Decreto 10851, de 29 de Dezembro de 2003, Art.4º, § 3º.
EMENTA: BLOQUEIO DE CAUÇÃO. LEILOEIRO JÁ DESTITUÍDO DO CARGO. IM-
POSSIBILIDADE DE RETENÇÃO DO VALOR CAUCIONADO PARA COBRIR EVEN- NOME CPF FUNÇÃO
TUAIS DÍVIDAS E RESPONSABILIDADES DE LEILOEIRO. ENCAMINHAMENTOS LUCINDO MARTINS DOS SANTOS 062.019.518-57 COORD ENAD OR DE
DOS AUTOS AO CONEM PARA PROVIDÊNCIAS QUE ENTENDER NECESSÁRIAS PROTEÇÃO AMBIENTAL
JUNTO AOS ORGÃOS DE FISCALIZAÇÃO. VICTOR DA CRUZ FONSECA 018.401.681-96 GERENTE DE UNIDADE E CONSERVAÇÃO
Plenário composto pelos Vogais: Henrique de Souza Leite, Presidente; Silvia
Oriane de Gracia Lima; Irene de Castro Almeida Calmon Sobral, Vogal Relatora; DÊ-SE CIÊNCIA,PÚBLIQUE-SE ECUMPRA-SE
Eva da Silva Albuquerque; Bianca Lopes de Andrade Rodrigues; Domingos Sávio FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
Neves Prado; Agno Roberto Monteiro Pereira; Luiz Joaquim Paes; Roque José de SECRETÁRIO ADJUNTO
Oliveira; Pompeu Vieira Marques e Antônio Rocha de Souza
Portaria nº274 /GAB/SEDAM Porto Velho, 07 de Novembro de 2012.
Secretaria de Estado dos Esportes,
da Cultura e do Lazer A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no
uso das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143,
Portaria N° 049/GAB/SECEL/2012 de 18 de março de 2009 e com base no art. 7º, III, d, da instrução normativa nº.
Porto Velho, 12 de Novembro de 2012. 13/TCER-2004.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DOS ESPORTES, CULTURA E LAZER – R E S O L V E:


SECEL, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei; Art. 1º - Des ignar os s ervidores abaixo relacionados para, sob a
presidência do primeiro, comporem a Comissão de Inventário no âmbito desta
RESOLVE: Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental para fins de levantamento
completo dos bens patrimoniais em uso, estocados, cedidos e/ou recebidos
Art. 1º - NOMEAR o servidor JOSÉ MONTEIRO SILVA DE SOUZA, matrícula n° em cessão, inclusive imóveis.
693480 para responder pela Coordenação da Rede dos Pontos de Cultura.
Cleomilson Lima de Almeida Matricula: 300109894
Dê-se Ciência.Publique-se.Cumpra-se. Elaine Cristina Nunes Vieira Matricula: 300120453
EMANUEL NERI PIEDADE João Carlos Teixeira Pinheiro Matricula: 300104396
Secretário de Estado / SECEL Leandro Francisco Silva Sena Matricula: 300109285
. DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 61

José Edimar Dourado Munhoz Matricula: 300020043 Art. 2º - O prazo de aplicação do adiantamento de que trata o artigo
Marcela Neves Barros Matricula: 300115604 precedente, será de 30 ( trinta), a contar da data do Deposito da Ordem
Francisco José Saldanha Sampaio Matricula: 300106842 Bancária – OB, e o prazo para prestação de contas será de 05 (cinco) dia útil
Valéria Marques Moraes Rocha Matricula: 300103658 do mês seguinte ao da realização das despesas.
Carlito Lucena Cavalcante Matricula: 300073058
Benedita Nunes do Nascimento Matricula: 300014811 Art. 3º - Ao responsável pela aplicação do adiantamento, caberá fazer
Sérgio Roberto Soares da Silva Matricula: 300014983 pessoalmente a sua comprovação na forma estabelecida nas normas do
DECRETO N 10851 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003.
Art. 2º - Esta portaria entra em vigor a partir de 01 de novembro de 2012 à 28
de fevereiro de 2013, vedada sua prorrogação Art. 4º - A Gerencia de Contabilidade (C.G.E.), efetuará os registros com-
petentes à caracterização de responsabilidade dos agentes e as conferênci-
DÊ-SE CIÊNCIA,PÚBLIQUE-SE ECUMPRA-SE as da documentação comprobatória da aplicação.
FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
SECRETÁRIO ADJUNTO ELEMENTO DE DESPESA VALOR
3390-30 2.000,00
Portaria nº 275/GAB/SEDAM Porto Velho, 07 de Novembro de 2012. TOTAL 2.000,00

A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no uso FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143, de 18 SECRETÁRIO ADJUNTO
de março de 2009, conforme requerimento do servidor.
PORTARIA N.º.278/GAB/SEDAM Porto Velho - RO, 05 de novembro de 2012.
R E S O L V E:
O Secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental, no uso das atribui-
Art. 1º - REMARCAR, o gozo de Férias do servidor RICARDO BRUNO ções legais que lhe confere o Artigo nº 38 do Decreto nº 8982, de 31 de
M OREIRA DE SOUSA, Gerente de Análise e Cadastro de Exploradores E Janeiro de 2000.
Consumidores de Recursos Florestal, Matricula nº. 300112749, lotado na Divisão
de Recursos Humanos desta Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental R E S O L V E:
– SEDAM, do período de 01.10.2012 a 30.10.2012, referente ao exercício de Art.1º - Fica concedido ao Sr.º: ROSINALDO LUIZ ABREU MACHADO,
2012, a qual fica transferida para 01.07.2013 a 30.07.2013. função: CDS-14, CPF: 1361.885.657-15, um crédito em regime de adiantamen-
to na importância de R$ 2.000,00 (Dois Mil Reais), ocorrendo despesa por
DÊ-SE CIÊNCIA PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE conta do orçamento do corrente exercício, Projeto Atividade, 2709, FONTE-
05-FEPRAM, Elementos de Despesa : 3390-39-05, para fins mencionados
FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS nas Notas de Empenho nºs 00314, conforme Plano de Aplicação.
SECRETÁRIO ADJUNTO
Art. 2º - O prazo de aplicação do adiantamento de que trata o artigo
PORTARIA N.º.276/GAB/SEDAM Porto Velho - RO, 07 de novembro de 2012. precedente, será de 30 (trinta), a contar da data do Deposito da Ordem
Bancária – OB, e o prazo para prestação de contas será de 05 (cinco) dia útil
O Secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental, no uso das atribui- do mês seguinte ao da realização das despesas.
ções legais que lhe confere o Artigo nº 38 do Decreto nº 8982, de 31 de
Janeiro de 2000. Art. 3º - Ao responsável pela aplicação do adiantamento, caberá fazer
pessoalmente a sua comprovação na forma estabelecida nas normas do
R E S O L V E: DECRETO N 10851 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003.
Art.1º - Retificar a Portaria nº 0247/GAB/SEDAM, de 13. de setembro de
2012, referente a concessão de suprimento de fundos da servidora: BENEDITA Art. 4º - A Gerencia de Contabilidade (C.G.E.), efetuará os registros com-
NUNES DO NASCIMENTO. petentes à caracterização de responsabilidade dos agentes e as conferênci-
as da documentação comprobatória da aplicação.
ONDE SE LÊ::
ELEMENTO DE DESPESA VALOR
Art. 2º - O prazo de aplicação do adiantamento de que trata o artigo prece- 3390-39 2.000,00
dente, será de 30 (Trinta), a contar da data do Deposito da Ordem Bancária – TOTAL 2.000 ,00
OB, e o prazo para prestação de contas será de 05 (cinco) dia útil do mês
seguinte ao da realização das despesas. FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
. SECRETÁRIO ADJUNTO
LEIA-SE :
Art. 2º - O prazo de aplicação do adiantamento de que trata o artigo prece- Portaria nº 279/GAB/SEDAM Porto Velho, 09 de Novembro de 2012.
dente, será de 60 (Sessenta), a contar da data do Deposito da Ordem Bancá-
ria – OB, e o prazo para prestação de contas será de 05 (cinco) dia útil do mês A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no
seguinte ao da realização uso das atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, I do Decreto n° 14143,
de 18 de março de 2009, conforme requerimento do servidor.
FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
SECRETÁRIO ADJUNTO R E S O L V E:
Art. 1º - INFORMAR, que o Fundo Especial de Proteção Ambiental –
FEPRAM, fica situado na Estrada do Santo Antônio, nº 900, Parque Cujubim,
RTARIA N.º.277/GAB/SEDAM Porto Velho – RO, 05 de novembro de 2012. Bairro Triângulo, Porto Velho/RO, CEP: 78.900-970.

O Secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental, no uso das atri- DÊ-SE CIÊNCIA PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE
buições legais que lhe confere o Artigo nº 38 do Decreto nº 8982, de 31 de
Janeiro de 2000. FRANCISCO DE SALES OLIVEIRA DOS SANTOS
SECRETÁRIO ADJUNTO
R E S O L V E:
Art.1º - Fica concedido ao Sr.º: JOSÉ SOARES NETO, função: Ag.Ativ.Adm, PORTARIA Nº.280/2012/GAB/SEDAM Porto Velho/RO, 12 de novembro de 2012.
CPF:106.588.072-34, um crédito em regime de adiantamento na importância de
R$ 2.000,00 (Dois Mil Reais), ocorrendo despesa por conta do orçamento do Dispõe sobre a proibição da prática da pesca profissional e amadora
corrente exercício, Projeto Atividade, 2709, FONTE-05- FEPRAM, Elementos de durante o período do defeso, anualmente, no período de 15 de novembro a 15
Despesa : 3390-30, para fins mencionados nas Notas de Empenho nºs00311 e de março do ano subsequente, em todos os rios e afluentes do Estado de
Plano de Aplicação. Rondônia, e dá outras providências.
62 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

A SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL, no uso II- Na calha do Rio Guaporé, no trecho entre o rio São Miguel e o braço
de suas atribuições legais, que lhe confere o Artigo 52, inciso I, do Decreto nº. superior do Rio Rolim de Moura.
14.143, de 18 de março de 2009;
Parágrafo Único. A pesca no período do Defeso, além de ficar condicionada
Considerando o preceituado no art. 23, incisos VI e VII da Constituição ao especificado nesta portaria deverá observar as normas vigentes, nas
Federal, e a Lei Complementar Federal nº. 140, de 08 de dezembro de 2011, que diversas regiões e bacias hidrográficas do Estado de Rondônia.
define competência para os entes federativos;
Art. 6° - O transporte do pescado oriundo de aqüicultura e pesque-pague
Considerando que a Constituição Estadual em seu Art. 219, inciso I, esta- deverá ser acompanhado da Guia de Transporte emitida por órgão ambiental
belece como dever do Poder Público, através de organismos próprios e colabo- competente.
ração da comunidade assegurar, em âmbito estadual, as diversidades das espé-
cies e dos ecossistemas, de modo a preservar o patrimônio genético do Estado; Art. 7º - Fica permitida a pesca de caráter cientifica autorizada pelo órgão
ambiental competente.
Considerando a diminuição dos estoques pesqueiros, a necessidade de
recomposição natural da ictiofauna e a piracema que é a migração dos peixes até Art. 8º - Fica liberada a cota de 10/Kg (dez quilos) de peixe por dia, por
as cabeceiras dos rios para realizarem a desova, e assim reproduzirem; família, para subsistência das comunidades ribeirinhas locais, e a cota de 5/Kg
(cinco quilos) de peixe por dia, por família, para as regiões do rio Guaporé,
Considerando que todos os anos, de novembro a março, algumas espé- ficando vedada a comercialização.
cies de peixes fazem esse longo percurso, vencendo os obstáculos naturais,
como as corredeiras e cachoeiras, no intuito de perpetuar suas espécies, ven- Art. 9º – Fica liberada a cota de 5/Kg (cinco quilos) para o pescador
cendo também a pesca predatória, feita clandestinamente com armadilhas, re- amador devidamente licenciado, e com os petrechos permitidos, bem como,
des, puçás e outros artifícios por pescadores sem a devida preocupação com o das espécies permitidas e nos locais permitidos e para região do Rio Guaporé
futuro dos peixes de nossas águas; será permitida a pesca amadora/esportiva sem direito ao transporte do pesca-
do.
Considerando o que estabelece a portaria nº. 048 de 05 de Novembro de
2007, onde estabelece normas de pesca no período de proteção a reprodução Art. 10 - Fica liberada a cota de 5/Kg (cinco quilos) de peixe por dia para
natural dos peixes na Bacia hidrográfica do Rio Amazonas; e subsistência do pescador artesanal, no Rio Guaporé na Região de Pimenteiras
a Cabixi.
Considerando a Instrução Normativa nº35 de 29 de Setembro de 2005,
que proíbe a pesca do Tambaqui (Colossoma macropomum) no período de 1º de Parágrafo único. Para fins desta Portaria, entendem-se como comunidades
Outubro a 31 de Março na Bacia hidrográfica do Rio Amazonas. ribeirinhas locais, aquelas pessoas residentes nas zonas rurais, de baixa
renda, e que sobrevivam da agricultura familiar e do extrativismo.
RESOLVE:
Art. 11– A infringência ao disposto nesta Portaria sujeitarão os infratores
Art. 1° - Revogar a Portaria nº. 270/2012/GAB/SEDAM, de 31 de outubro de 2012. as penalidades, previstas na Lei Federal 9.605/98, Lei Federal 11.959/2009,
Decreto Federal 6514/2008, Lei Estadual da Pesca 1038/2002, Decreto Esta-
Art. 2º - Proibir a prática da pesca profissional e amadora durante o dual de Pesca 14.084/2009, e demais legislações em vigor referente à ativida-
período do defeso, anualmente, no período de 15 de novembro a 15 de março do de pesqueira.
ano subsequente, em todos os rios e afluentes do Estado de Rondônia.
Art. 12- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 3º - Fica proibida, no Rio Madeira, a captura de pescada (Plagioscion
s quamos iss imus ), s urubim ( Pseudoplaty stoma fasc iatum), caparari Dê-se ciência. Publique-se. Cumpra-se.
(Pseudoplatystoma tigrinum), pirapitinga (Piaractus brachy-pomus), jatuarana NANCI MARIA RODRIGUES DA SILVA
(Brycon spp), tambaqui (Colossoma macropomum) e, as especies dourada Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental
(Brachyplatystoma rousseauxii) e filhote (Bra-chyplatystoma filamentosum),
somente poderão ser capturadas na calha do Rio Madeira com tamanho superior TERMO DE RECONHECIMENTO E HOMOLOGAÇÃO DE DESPESA
a 65 cm, medido sem cabeça. PROCESSO: 01-1811. 01463-00/2012

§ 1º. Fica permitida a pesca na calha do Rio Madeira, com exceção das O Fundo Especial de Proteção Ambiental -
espécies supramencionadas, no trecho compreendido desde a divisa entre os FEPRAM torna público a quem possa interessar pelo presente instrumento,
Estados do Amazonas e de Rondônia até a boca do Rio Mamoré, com exceção considerando tratar-se de atendimento emergencial solicitado pelo Coordena-
das áreas de segurança das Usinas Hidrelétricas, conforme legislação especifica. dor Estadual do PREVEFOGO/IBAMA, conforme justificativa do Coordenador
de Proteção Ambiental e que não houve como efetuar a solicitação com ante-
§ 2º. Na calha do Rio Jamari, no trecho compreendido entre sua foz e a cedência, e ainda as devidas prestações de Contas que demonstram que não
Ponte Alta, no km 90 da BR 364, serão liberadas a pesca profissional e amadora, houve dano ao Erário, RECONHEÇO E HOMOLOGO a despesa no valor de R$
excetuando-se as espécies proibidas no Art. 3º desta portaria e respeitadas às 23.400,00 (vinte e três mil e quatrocentos reais), referente a pagamento de
áreas de segurança a montante e a jusante da Usina Hidrelétrica de Samuel, Diárias no período de 13/09 a 19/09 a Equipe do PREVEFOGO, sob a Coorde-
conforme portaria 01/IBAMA/RO. nação do IBAMA, em favor dos BRIGADISTAS abaixo relacionados:
NOTA DE EMPENHO Nº CPF NOME VALOR R$
Art. 4° - Fica proibida a pesca amadora (turística) e profissional (artesanal) 2012NE00260 775.789.702-59 ADAILTON ANTUNES CANDEIAS 780,00
de todas as espécies no rio Guaporé e seus afluentes, no trecho compreendido 2012NE00261 992.650.012-91 ADEILSON PEREIRA 780,00
2012NE00262 695.941.712-00 ADENILSON PEREIRA 780,00
entre o Rio São Miguel e o Rio Cabixi, com exceção dos Art. 7º e 8º desta portaria. 2012NE00291 425.237.535-53 ALBERTO CARLOS ALVES DOS SANTOS 780,00
2012NE00264 530.903.812-49 ANDERSON FERNANDES VEIGA 780,00
Art. 5° - Fica proibida a pesca de todas as espécies nos rios Mamoré/ 2012NE00265 973.246.712-68 ANTENOR LACERDA FERREIRA 780,00
Guaporé, excetuando-se piranha (Pygocentrusnattereri) piau (Leporinusspp), 2012NE00266 004.631.122-02 ARTULINO PEREIRA DOS SANTOS 780,00
pirarara (Phractocephalushemioliopterus), traíra (Hopliasmalabaricus), cuiu- cuiu/ 2012NE00267 517.157.242-91 CHARLES REIS D SILVA 780,00
cubiu (Oxydorasniger), branquinha (Curimatainornata), bodó (Liposarcuspardalis 2012NE00268 557.952.502-87 EDILSON ALVES MORENO 780,00
), pacu (Myleusspp), Jaú (Paulicealuetkeni), acará (Astronotusocellatus), jaraquí 2012NE00269 782.216.502-00 EDIVONALDO RAMOS DO NASCIMETNO 780,00
2012NE00270 957.582.832-15 ELIAB SILVA CALDEIRA 780,00
(Semaprochilodusinsignis), a espécie filhote (Brachyplatystomafilamentosum) 2012NE00271 598.635.442-72 ELIAS PEREIRA MEIRELES 780,00
somente poderá ser capturadana calha dos rios Guaporé/Mamoré com tamanho 2012NE00272 004.514.222-01 EMERSON RIBEIRO DA SILVA 780,00
superior a 65cm(sessenta e cinco centímetros) medido sem cabeça, no seguinte 2012NE00273 378.696.802-06 ENIO VANDERLEI CARDOSO 780,00
trecho: 2012NE00274 312.397.902-44 FLAVIO SIQUEIRA 780,00
2012NE00275 612.778.782-34 JOSINO QUADROS PADILHA 780,00
I - Da foz do rio Mamoré até o braço superior do rio Rolim de Moura, e no 2012NE00276 000.157.772-78 JULIANA RIBEIRO DA COSTA 780,00
rio Pacaás Novos (entre a localidade “Poção” até 200 metros à jusante da calha 2012NE00277 585.262.342-34 LUIZ MOTA DOS SANTOS 780,00
2012NE00278 737.6397.462-87 REGINALDO SILVA DE CAMPOS 780,00
do rio Mamoré); e
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 63

2012NE00279 521.859.232-34 SIDNEI CARDOSO DE SA 780,00 institui Ata de Registro de Preço (ARP), nos termos dos Decretos Estaduais nº
2012NE00280 005.531.172-54 SIRINEU APARECIDO CARDOSO DE SA 780,00 10.898/2004 e nº 12.234/2006, Lei Federal 8.666/1993 e alterações posterio-
2012NE00281 813.092.102-25 SILVALDO ESTEVES DOS SANTOS 780,00 res, Lei nº 10.520/2002 e Lei complementar nº 123/2006, decorrente da
2012NE00282 521.860.162-49 VALDECIR PEREIRA KINUPE 780,00
2012NE00283 848.738.332-72 VANDERLEI DUARTE VIEIRA 780,00
licitação na modalidade de Registro de Preço objetivando registrar a
2012NE00284 000.411.562-77 MAGNER BONISSI COSTA 780,00 aquisição de peças para tratores de pneus, pás carr egadeiras e
2012NE00285 656.651.042-72 ADILSON DOMINGOS DE OLIVEIRA 780,00 escavadeiras hidráulicas, visando manter a frota de máquinas da
2012NE00286 938.540.802-04 GILMAR CALIXTO DA SILVA 780,00 EM ATER-RO em bom estado de conservação, conforme especifica-
2012NE00287 204.080.132-49 JOSE LUIZ CAMARGO 780,00 do no Anexo VI (Termo de Referência) e VII (Planilha de Especificação
2012NE00288 958.518.602-00 VALTERLEI APARECIDO VEIGA SANTOS 780,00 e quantitativo) do Edital, a qual constitui-se em documento vinculativo
2012NE00289 677.160.162-53 WAGNER BONISSI 780,00 e obrigacional às partes, obedecendo as condições descritas no edital
TOTAL 23.400,00
correspondente e seus Anexos, conforme segue:
Publique-se em Diário Oficial do Estado,
Porto Velho/RO, 19 de outubro de 2012. 1. O(s) preço(s), a(s) quantidade(s) e as especificações do(s) material(is) /
serviço(s) registrados nesta Ata, encontram-se indicados na(s) tabela(s)
NANCI MARIA RODRIGUES DA SILVA abaixo:
SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL – SEDAM
MATRICULA: 300103653 1.1. Nas tabelas anexas, são apresentados os quantitativos estimados de
consumo, os quais serão solicitados pela EMATER/RO, mediante a expedição
EMATER -RO de Autorização de Material emitida pelo gerente da EMATER/RO, responsável
pela Localidade.
ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 12/2012
PREGÃO PRESENCIAL Nº 34/2012/CPLMS/EMATER/RO 2 – DO REGISTRO DE PREÇO
2.1 – DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
Ata de Registro de Preço nº 12/2012 Data da Abertura: 15.10.2012
Pregão Presencial nº 34/2012 Data de Julgamento: 29.10.2012 2.1.1 – A EMATER-RO em comum acordo com a DETENTORA estabelecerão o
Objeto: Data Homologação: 29.10.2012 mais adequado meio de comunicação do pedido, admitindo também o uso de
telefone, fac-símile, e-mail, desde que:
Registro de Preço objetivando registr ar a aquisição de peças para
tratores de pneus, pás carregadeiras e escavadeiras hidráulicas, vi- 2.1.2 – Seja perfeitamente identificada a requisição e o servidor da EMATER-
sando manter a frota de máquinas da EMATER-RO em bom estado de RO responsável.
conservação
2.1.3 – A Gerência de Mecanização/GEMEC da EMATER-RO deverá ser prévia
Aos oito dias do mês de Novembro do ano de dois mil e doze na sede da Asso- e formalmente designada como executora da Ata.
ciação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia – EMATER/
RO, situada à Av. Farqhuar, 3055 – Bairro Panair, Porto Velho – RO, neste ato 2.1.4 – Caberá a GEMEC declarar no processo de requisição, data, dia e hora
representada pelo Seu Secretário Executivo o Sr. Elisafan Batista de Sales que da comunicação e o nome do empregado da DETENTORA com quem se comu-
nicou.

Unid Quant Preço de Dif.


Item Especificação marca modelo Detentora
CODIGO . . Mercado % Preço
Registrad

LOTE 01: PEÇAS PARA PAS CARREGADEIRAS


1 1820,00 12,6 1589,00 T6RICAT TRATORES LTDA
BASE DA CONCHA 1 " W20B 18 FUROS E157649 pç 3 METISA
2 17,70 35,0 11,50 TRATOR CAMPO LTDA
PARAFUSO DO DENTE W20 1"X3,1/2 1X3,1/3 pç 54 FEY
3 5,70 43,8 3,20 TRATOR CAMPO LTDA
PORCA DO PARAFUSO DENTE DA PC 1"U - 1"UNF pç 54 FEY
4 158,70 7,7 146,5 T6RICAT TRATORES LTDA
DENTE DA W20B FURD" - E96002 pç 27 METISA
5 56,00 12,8 48,80 TRATOR CAMPO LTDA
REPARO DA ELEVAÇÃO DAW20 - E96002 pç 6 APC
REPARO DO PISTAO DE TOMBAMENTO W20 -
6 28,90 26,8 21,15 TRATOR CAMPO LTDA
E95669 pç 6 APC
7 230,20 6,6 215,00 TRATOR CAMPO LTDA
LUVADO CARDAN - E69392 pç 3 TG
8 230,20 6,6 215,00 TRATOR CAMPO LTDA
LUVADO CARDAN - E69392 pç 6 TG
9 1392,00 33,0 925,00 TRATOR CAMPO LTDA
TAMBOR DE FREIO W20E/W20B - A17982 pç 3 TG
10 3404,00 28,0 2450,00 RIGON E RIGON LTDA
BOMBA HIDRAULICA - E69484 pç 3 PARKER
11 1142,00 26,1 844,00 T6RICAT TRATORES LTDA
BOMBA HIDRAULICA DO TORK DAW20 - D73725 pç 3 MEDAL
12 153,60 8,8 140,00 TRATOR CAMPO LTDA
SILENCIOSO DA W20 TURBO - E97648 pç 3 SILENMAK
13 2680,00 21,9 2094,00 CAPPITAL COM PEÇAS LTDA
COROA E PINHAO 9 X29- 148904A1 pç 3 MOTOPECA
14 105,00 20,0 84,00 TRATOR CAMPO LTDA
ENGRENAGEM PLANETÁRIA DO CUBO W20 - A12901 pç 3 TG
15 185,00 29,7 130,00 TRATOR CAMPO LTDA
ENGRENAGEM DO CUBO DAW20(SOLAR) - A12905 pç 6 TG
16 106,55 57,7 45,00 TRATOR CAMPO LTDA
FILTRO DE AR DA W20 - 1P9834 pç 3 TURBO
17 49,90 29,8 35,00 TRATOR CAMPO LTDA
FILTRO DE AR INTERNO W20E MOTORC - ASR203 pç 3 TURBO
18 141,00 5,6 133,00 TRATOR CAMPO LTDA
DISCO DE FREIO W20E - 148962A1 pç 24 TG
19 120,30 76,7 28,00 TRATOR CAMPO LTDA
FILTRO DO HIDRAULICO W20/W20/58- E97543 pç 3 TG
20 86,60 13,4 75,00 TRATOR CAMPO LTDA
CILINDRO DO FREIO DA RODAW20 - A12985 pç 3 GENAL
Óleo lubrificante multiviscoso, para motores diesel BAL
64 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Óleo lubrificante multiviscoso, para motores diesel


aspirados e superalimentados, com ou sem injeção
eletrônica.Com sistema de limpeza interna das partes do PETRONAS
motor com resistência à oxidação e ao desgaste LUBRIFICA
21 reduzindo o consumo de óleo diesel. SAE 15W-40 • API NTES 220,00 36,3 140,00 RIGON E CIA LTDA
CI-4/CH-4 • ACEA E3-96, E5-02, E7-04 • MB 228.3 • BRASIL
VOLVO VDS-3 • CUMMINS CES 20078 • CATERPILLAR (URANIA
ECF-1 - GALÃO C/ 20LTS - Homologado por Montadoras BAL TURBO
Nacionais. DE 32 LTDA)
Óleo lubrificante multifuncional para uso em
transmissões, sistemas hidráulicos, freios a óleo e
comandos finais (U.T.T.O.) de tratores de última geração
e máquinas agrícolas de terraplenagem. SAE 10W-30 • ARBOR MTF
22 307,00 29,9 215,00 TRATOR CAMPO LTDA
API GL-4 • ALLISON C-4 • ZF TE ML 03E • MASSEY PETRONAS
FERGUSON M-1135 • NEW HOLLAND ESN-M2C-86B •
JOHN DEERE J20C- GALÃO C/ 20LTS - Homologado BAL
por Montadoras Nacionais. DE 15
Óleo lubrificante de base mineral com aditivos para uso
em sistemas hidráulicos e equipamentos móveis e
máquinas industriais para máquinas de terraplenagem,
tratores agrícolas, motoniveladora, pás mecânicas, HIDRAULIC
23 escavadeiras e colheitadeiras. ISO-HM • ISO VG 68 • AR AP 51 152,00 28,9 108,00 TRATOR CAMPO LTDA
FZG 12º estágio • DIN 51.524 parte2-HLP • AFNOR E PETRONAS
48-603 • DENISON HF-1, HF-2, HF-0 • VICKERS 1-286-
S GALÃO C/ 20LTS - Homologado por Montadora BAL
Nacionais. DE 32
Graxa especial para rolamentos para uso em todas as
aplicações EP. Adequada para mancais planos,
rolamentos esféricos ou cilíndricos, torniquetes, juntas e TUTELA
24 163,00 28,8 116,00 TRATOR CAMPO LTDA
acoplamentos de todos os tipos de máquinas industriais. JOTA MP
N LG I 3 GALÃO C/ 10 KG - Homologado por BAL PETRONAS
Montadoras Nacionais. DE 18
25 PINO 87401084 UND 6 PIM 234,20 5,6 221,00 TRICAT TRATORES LTDA
26 ESPAÇADOR 391281A1 UND 6 PIM 27,35 12,2 24,00 ROGON E CIA LTDA
27 PLACA 4 FUROS 391280A1 UND 6 PIM 280,90 7,4 260,00 ROGON E CIA LTDA
28 CALÇO 0,50 L118986 UND 24 PIM 19,20 11,4 17,00 ROGON E CIA LTDA
29 CALÇO 0,10 L118987 UND 24 PIM 19,20 11,4 17,00 ROGON E CIA LTDA
30 CALÇO 0,25 L119202 UND 24 PIM 19,20 11,4 17,00 RIGON E CIA LTDA
31 ROTULA 391276A1 UND 6 PIM 105,60 9,1 96,00 RIGON E CIA LTDA
32 ESPAÇADOR 391278A1 UND 6 PIM 27,20 8,1 25,00 RIGON E CIA LTDA
33 PINO 356201A1 UND 6 PIM 238,00 4,8 226,50 RIGON E CIA LTDA
34 PINO 87462764 UND 6 PIM 238,00 4,8 226,50 RIGON E CIA LTDA
35 ESPAÇADOR 356200A1 UND 6 TG 71,90 8,2 66,00 TRICAT TRATORES LTDA
36 VEDADOR 356287A1 UND 6 APC 11,42 5,4 10,80 TRICAT TRATORES LTDA
37 ROTULA 391359A1 UND 6 WMG 105,30 10,7 94,00 TRICAT TRATORES LTDA
38 ESPAÇADOR 391278A1 UND 24 TG 28,32 11,7 25,00 TRICAT TRATORES LTDA
39 PINO 356201A1 UND 6 PIM 240,00 6,7 224,00 TRICAT TRATORES LTDA
40 PINO 87462764 UND 6 PIM 240,00 6,7 224,00 TRICAT TRATORES LTDA
41 ESPAÇADOR 356200A1 UND 6 TG 71,90 17,9 59,00 TRICAT TRATORES LTDA
42 VEDADOR 356187A1 UND 6 APC 28,70 21,4 22,00 TRICAT TRATORES LTDA
43 ROTULA 391359A1 UND 6 WMG 96,00 10,4 86,00 TRICAT TRATORES LTDA
44 CALÇO 0,10 356191A1 UND 24 PIM 16,80 28,6 12,00 RIGON E CIA LTDA
45 CALÇO 0,20 356197A1 UND 24 PIM 16,80 28,6 12,00 RIGON E RIGON LTDA
46 CALÇO 0,30 356198A1 UND 24 PIM 16,80 28,6 12,00 RIGON E RIGON LTDA
47 PLACA 356192A1 UND 6 TG 268,08 12,3 235,00 TRICAT TRATORES LTDA
48 ESPAÇADOR 356210A1 UND 6 TG 28,98 17,2 24,00 TRICAT TRATORES LTDA
49 ESPAÇADOR 356199A1 UND 6 TG 139,20 9,1 126,50 TRICAT TRATORES LTDA
50 CALÇO 0,10 L118980 UND 24 TG 14,10 14,3 12,00 TRICAT TRATORES LTDA
51 CALÇO 0,20 L118982 UND 24 TG 14,10 14,3 12,00 TRICAT TRATORES LTDA
52 CALÇO 0,30 L118983 UND 24 TG 14,10 14,3 12,00 TRICAT TRATORES LTDA
53 PLACA 362089A1 UND 6 TG 115,20 13,2 100,00 TRICAT TRATORES LTDA
54 PLACA 87356731 UND 6 TG 115,20 13,2 100,00 TRICAT TRATORES LTDA
55 PINO 126268A1 UND 12 PIM 67,68 11,3 60,00 TRICAT TRATORES LTDA
56 PINO 380583A2 UND 12 PIM 31,82 18,3 26,00 TRICAT TRATORES LTDA
57 PINO 8605835 UND 12 PIM 68,06 8,9 62,00 TRICAT TRATORES LTDA
58 CALÇO 0,10 419818A1 UND 24 TG 9,60 21,8 7,50 TRICAT TRATORES LTDA
59 CALÇO 0,20 419819A1 UND 24 TG 30,10 55,1 13,50 TRICAT TRATORES LTDA
60 BUCHA 141005A1 UND 12 PIM 30,10 6,9 28,00 TRICAT TRATORES LTDA
61 BUCHA 87457101 UND 24 PIM 30,10 6,9 28,00 TRICAT TRATORES LTDA
62 BUCHA 87457102 UND 12 PIM 33,60 16,6 28,00 TRICAT TRATORES LTDA
63 MANCAL 87457103 UND 12 PIM 288,00 8,3 264,00 TRICAT TRATORES LTDA
64 BUCHA 358624A2 UND 24 PIM 91,10 12,7 79,50 TRICAT TRATORES LTDA
65 BUCHA 379066A2 UND 12 PIM 117,30 19,0 95,00 TRICAT TRATORES LTDA
66 BUCHA 379191A2 UND 12 PIM 67,00 19,4 54,00 TRICAT TRATORES LTDA
67 BUCHA 379091A2 UND 24 PIM 98,00 14,3 84,00 TRICAT TRATORES LTDA
68 PINO 86993027 UND 36 PIM 173,00 13,9 149,00 TRICAT TRATORES LTDA
69 PINO 368775A1 UND 12 PIM 60,00 15,0 51,00 TRICAT TRATORES LTDA
70 PINO 379070A2 UND 12 PIM 316,80 12,2 278,00 TRICAT TRATORES LTDA
71 PINO 368776A1 UND 12 PIM 67,20 22,6 52,00 TRICAT TRATORES LTDA
72 PINO 86993026 UND 12 PIM 163,00 12,8 142,00 TRICAT TRATORES LTDA
73 PINO 368836A2 UND 12 PIM 77,28 23,6 59,00 TRICAT TRATORES LTDA
74 PINO 379197A2 UND 24 PIM 240,20 12,9 209,00 TRICAT TRATORES LTDA
75 PORCA 13153 UND 24 FEY 43,92 30,5 30,50 TRICAT TRATORES LTDA
76 CALÇO 0,10 49681025 UND 84 TG 7,50 33,3 5,00 TRICAT TRATORES LTDA
77 CALÇO 0,10 89511010 UND 24 GENUINO 7,50 - 0,38 FERTISOLO COM MAQ EQ LTDA
78 CALÇO 0,10 89611020 UND 48 GENUINO 7,50 7,3 6,95 FERTISOLO COM MAQ EQ LTDA
79 CALÇO 0,10 117025A1 UND 24 TG 7,50 6,6 7,00 TRICAT TRATORES LTDA
80 CALÇO 0,10 116893A1 UND 48 TG 7,50 6,6 7,00 TRICAT TRATORES LTDA
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 65

81 CALÇO 0,10 89211010 UND 24 GENUINO 7,50 - 0,22 FERTISOLO COM MAQ EQ LTDA
82 CALÇO 0,10 365353A1 UND 24 TG 10,08 25,5 7,50 TRICAT TRATORES LTDA
83 CALÇO 0,10 365353A1 UND 24 TG 10,08 30,5 7,00 TRICAT TRATORES LTDA
84 CALÇO 0,10 365353A1 UND 24 TG 10,08 25,5 7,50 TRICAT TRATORES LTDA
85 VEDADOR D951445 UND 24 APC 9,60 18,7 7,80 TRICAT TRATORES LTDA
86 VEDADOR D95146 UND 168 APC 7,68 25,7 5,70 TRICAT TRATORES LTDA
87 VEDADOR D95147 UND 24 APC 9,60 18,7 7,8 TRICAT TRATORES LTDA
88 VEDADOR D95148 UND 24 APC 9,60 18,7 7,8 TRICAT TRATORES LTDA
89 PINO 86993022 UND 12 PIM 312,30 8,1 287,00 TRICAT TRATORES LTDA
90 PINO 86993025 UND 6 PIM 158,70 13,0 138,00 TRICAT TRATORES LTDA
91 PINO 379770A2 UND 12 PIM 274,27 9,5 248,00 TRICAT TRATORES LTDA
92 PINO 87437353 UND 12 PIM 172,00 15,6 145,00 TRICAT TRATORES LTDA
93 CALÇO 0,10 365356A1 UND 48 TG 23,90 35,1 15,50 TRATOR CAMPO LTDA
94 CALÇO 0,10 49681025 UND 18 TG 7,96 24,6 6,00 TRATOR CAMPO LTDA
95 CALÇO 0,10 375517A1 UND 48 TG 19,20 32,2 13,0 TRATOR CAMPO LTDA
COXIM DO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL
96 361811A1 PÇ 2 28,20 20,2 22,50 TRATOR CAMPO LTDA
W130 DANA
ARRUELA COXIM DO MOTOR CUMMINS MODELO B
97 227809A1 PÇ 4 28,20 20,2 22,50 TRATOR CAMPO LTDA
5.9 6 CIL W130 DANA
CAMISA 0,25 MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL
98 J904166 PÇ 6 67,00 28,3 48,00 TRATOR CAMPO LTDA
W130 MAHLE
BUCHA DE COMANDO MOTOR CUMMINS MODELO B
99 J903242 PÇ 6 48,00 18,7 39,00 TRATOR CAMPO LTDA
5.9 6 CIL W130 MAHLE
100 SELO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL W130 J900965 PÇ 4 MAHLE 28,70 49,4 14,50 TRATOR CAMPO LTDA
VARETA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO B
101 J284377 PÇ 12 23,04 43,5 13,00 FERTISOLO COM MAQ EQ LTDA
5.9 6 CIL W130 GENUINO
TUCHO DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO B
102 J931623 PÇ 12 10,4 25,80 AGROMOTORESMAQ IMLTDA
5.9 6 CIL W130 AUTITEC B5.9 28,80
BALANCIM MOTOR CUMMINS CUMMINS MODELO B
103 J910810 PÇ 6 50,8 214,00 AGROMOTORES MAQ IMP MLTDA
5.9 6 CIL W130 MAYLE B5.9 435,00
VALVULA DE ADMISSAO MOTOR CUMMINS MODELO HILBIT E CIA LTDA
104 J920867 PÇ 6 7,9 19,80
B 5.9 6 CIL W130 MAYLE 21,50
VALVULA DE ESCAPE MOTOR CUMMINS MODELO B AGROMOTORES MAQ IMP MLTDA
105 J920868 PÇ 6 20,5 24,80
5.9 6 CIL W130 CORTECO B5.9 31,20
GUIA DE VALVULA ADMISSAO MOTOR CUMMINS AGROMOTORES MAQ IMP MLTDA
106 J904408 PÇ 6 22,8 10,80
MODELO B 5.9 6 CIL W130 CORTECO B5.9 14,00
GUIA DE VALVULA ESCAPE MOTOR CUMMINS
107 J904409 PÇ 6 22,8 10,80 AGROMOTORES MAQ IMP MLTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 CORTECO B5 9 14,00
SEDE DE VALVULA ADMISSAO MOTOR CUMMINS TRATOR CAMPO LTDA
108 J906854 PÇ 6 23,1 16,80
MODELO B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 21,87
SEDE DE VALVULA ESCAPE MOTOR CUMMINS FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
109 J904105 PÇ 6 60,2 8,70
MODELO B 5.9 6 CIL W130 GENUINO 21,87
CHAVETA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
110 J900250 PÇ 24 - 0,60
B 5.9 6 CIL W130 GENUINO 12,96
PRATO DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO B AGROMOTORES MAQ IMP MLTDA
111 J935038 PÇ 12 59,1 7,85
5.9 6 CIL W130 3B B5.9 19,20
RETENTOR DE VALVULA MOTOR CUMMINS FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
112 J921640 PÇ 12 42,6 6,60
MODELO B 5.9 6 CIL W130 GENUINO 11,52
MOLA DE VAVULA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 TRATOR CAMPO LTDA
113 J932453 PÇ 12 35,1 12,00
6 CIL W130 MAHLE 18,48
CAPA VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 TRATOR CAMPO LTDA
114 J910412 PÇ 12 35,1 12,00
CIL W130 MAHLE 18,48
PARAFUSO CABECOTE MOTOR CUMMINS MODELO
115 J920780 PÇ 14 30,5 4,00 TRATOR CAMPO LTDA
B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 5,76
JUNTA TAMPA DE VALVULA MOTOR CUMMINS TRATOR CAMPO LTDA
116 J930906 PÇ 6 27,1 7,00
MODELO B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 9,60
TAMPA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO B FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
117 J935449 PÇ 6 - 3,11
5.9 6 CIL W130 GENUINO 65,00
JUNTA CABEÇOTE 0,50 MOTOR CUMMINS MODELO TRATOR CAMPO LTDA
118 J283339 PÇ 6 17,0 92,00
B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 110,88
CREMALHEIRA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 TRATOR CAMPO LTDA
119 J917039 PÇ 6 13,7 125,00
CIL W130 MAHLE 145,00
VARETA NIVEL MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 TRATOR CAMPO LTDA
120 J937511 PÇ 6 34,8 25,00
CIL W130 MAHLE 38,40
JG BRONZINA MANCAL CUMMINS MODELO B 5.9 6
121 J802073 JG 6 31,5 280,00 FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
CIL W130 GENUINO 408,80
POLIA ESTRIADA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6
122 J914454 PÇ 3 14,4 230,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 MAHLE 269,00
BOMBA DE OLEO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6
123 J937404 PÇ 3 17,8 590,00 AGROMOTORES MAQ IMP LTDA
CIL W130 SCHADECK B5.9 718,00
SENSOR TEMPERATURA MOTOR CUMMINS
124 J904380 PÇ 3 33,80 17,1 28,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 12M
BIELA COMPLETA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9
125 J942551 JG 6 40,5 420,00 FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
6 CIL W130 GENUINO 706,00
PISTAO C/ ANEIS COMPLETO MOTOR CUMMINS
126 J802072 JG 6 42,2 250,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 433,00
BUCHA COMANDO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9
127 J940059 PÇ 3 61,2 28,31 FERTISOLO . MAQ E EQUP LTDA
6 CIL W130 GENUINO 73,00
FILTRO DE AR EXTERNO CUMMINS MODELO B 5.9 6
128 392120A1 PÇ 3 10,0 117,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 TURBO 130,00
FILTRO DE AR INTERNO CUMMINS MODELO B 5.9 6
129 392121A1 PÇ 3 16,6 40,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 TURBO 48,00
JOGO CANO INJETOR DO 1º AO 6º MOTOR CUMMINS
130 JG 3 8,2 278,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 RIGITEC 303,00
131 SOLENOIDE MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL J932530 PÇ 3 12M 625,00 6,1 587,00 TRATOR CAMPO LTDA
BOMBA AUXILIAR MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6
132 J936316 PÇ 3 10,3 174,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 SHADEK 194,00
66 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

FILTRO COMBUSTIVEL MOTOR CUMMINS MODELO


133 71101912 PÇ 6 14,2 15,00 TRATOR CAMPO LTDA
B 5.9 6 CIL W130 TURBO 17,50
FILTRO LUBRIFICANTE MOTOR CUMMINS MODELO
134 71101918 PÇ 6 17,1 33,00 TRATOR CAMPO LTDA
B 5.9 6 CIL W130 TURBO 39,80
135 SILENCIOSO DO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 388283A1 PÇ 2 SILENMAK 508,00 9,2 461,00 TRATOR CAMPO LTDA
TURBINA COMPLETA MOTOR CUMMINS MODELO B TRATOR CAMPO LTDA
136 J802770 PÇ 2 14,2 2.700,00
5.9 6 CIL W130 BAGIO 3150,00
137 INJETOR MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL J929490 PÇ 6 BOSCH 136,60 20,9 108,00 TRATOR CAMPO LTDA
CORREIA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 CIL TRATOR CAMPO LTDA
138 J925953 PÇ 2 20,7 68,50
W130 GATES 86,40
CORREIA FREIO MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 TRATOR CAMPO LTDA
139 J935010 PÇ 2 20,7 68,50
CIL W130 GATES 86,40
HELCIE NYLON MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6 TRATOR CAMPO LTDA
140 371887A1 PÇ 2 13,1 645,00
CIL W130 WIND 742,00
POLIA TENSORA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6
141 J936206 PÇ 2 8,7 333,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 WIND 365,00
BOMBA DAGUA MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9 6
142 J286277 PÇ 2 10,4 292,00 TRATOR CAMPO LTDA
CIL W130 SHADEK 326,00
JOGO DE JUNTA SUPERIOR MOTOR CUMMINS
143 JG 2 69,6 459,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 MAHLE 1510,00
JOGO DE JUNTA INFERIOR MOTOR CUMMINS
144 JG 2 1510,00 70,2 449,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO B 5.9 6 CIL W130 MAHLE
MOTOR DA HELICE MOTOR CUMMINS MODELO B 5.9
145 400336A1 PÇ 2 16,9 1.355,00 TRATOR CAMPO LTDA
6 CIL W130 MEDAL 1632,00

LOTE 02 – PEÇAS ESCAVADEIRA HIDRAULICA


CODIGO Uni marca modelo Preço de Preço
Item Quant. Dif. % Detentora
Especificação d. Mercado Registrado
Óleo lubrificante de base mineral com aditivos para uso
em sistemas hidráulicos e equipamentos móveis e
máquinas industriais para máquinas de terraplenagem, IDRAULIC
tratores agrícolas, motoniveladora, pás mecânicas, AR AP 51
BAL
1 escavadeiras e colheitadeiras. ISO-HM • ISO VG 68 • 32 PETRONA 152,00 34,2 100,00 TRATOR CAMPO LTDA
DE
FZG 12º estágio • DIN 51.524 parte2-HLP • AFNOR E S
48-603 • DENISON HF-1, HF-2, HF-0 • VICKERS 1-286-
S GALÃO C/ 20LTS - Homologado por Montadora
Nacionais.
2 CARTUCHO 600-319-3610 PÇ 78 74,58 16,8 62,00 LD DE ANDRADE ME
TURBO
3 FILTRO 6754-79-6140 PÇ 78 65,55 19,1 53,00 LD DE ANDRADE ME
TURBO
Graxa especial para rolamentos para uso em todas as
aplicações EP. Adequada para mancais planos,
rolamentos esféricos ou cilíndricos, torniquetes, juntas e BAL TUTEL
4 18 163,00 32,5 110,00 TRATOR CAMPO LTDA
acoplamentos de todos os tipos de máquinas industriais. DE JOTA MP
N LG I 3 GALÃO C/ 10 KG - Homologado por PETRONA
Montadoras Nacionais. S
Uni
5 ELEMENTO TANQUE HIDRAULICO - 20Y-60-21470 18 280,72 8,1 258,00 LD DE ANDRADE ME
d TURBO
Uni
6 CONJUNTO ELEMENTO - 600-185-4100E 12 180,50 11,9 159,00 LD DE ANDRADE ME
d TURBO
CARTUCHO DO FILTRO LUBRIFICANTE - 6736-51- Uni
7 12 47,50 23,1 36,50 LD DE ANDRADE ME
5142E d TURBO
Óleo lubrificante multiviscoso, para motores diesel
aspirados e superalimentados, com ou sem injeção
eletrônica.Com sistema de limpeza interna das partes do
motor com resistência à oxidação e ao desgaste URANIA
BAL
8 reduzindo o consumo de óleo diesel. SAE 15W-40 • API 32 TURBO LD 220,00 38,6 135,00 TRATOR CAMPO LTDA
DE
CI-4/CH-4 • ACEA E3-96, E5-02, E7-04 • MB 228.3 • PETRONA
VOLVO VDS-3 • CUMMINS CES 20078 • CATERPILLAR S
ECF-1 - GALÃO C/ 20LTS - Homologado por Montadoras
Nacionais.
9 FILTRO LUBRIFICANTE - 6736-51-5141E PÇ 24 46,07 17,5 38,00 LD DE ANDRADE ME
TURBO
10 DENTE - 205-70-19570W PÇ 144 71,15 18,4 58,00 RIGON E CIA LTDA
METISA

11 CORREIA - 6732-82-3550 PÇ 12 GOODYEA 64,20 15,8 54,00 RIGON E CIA LTDA


R
Óleo lubrificante multifuncional para uso em
transmissões, sistemas hidráulicos, freios a óleo e
comandos finais (U.T.T.O.) de tratores de última geração
e máquinas agrícolas de terraplenagem. SAE 10W-30 • BAL ARBOT
12 15 307,00 29,9 215,00 LD DE ANDRADE ME
API GL-4 • ALLISON C-4 • ZF TE ML 03E • MASSEY DE MTF
FERGUSON M-1135 • NEW HOLLAND ESN-M2C-86B • PETRONA
JOHN DEERE J20C- GALÃO C/ 20LTS - Homologado S
por Montadora Nacionais.
13 FILTRO HIDRAULICO 20Y6021510 PÇ 6 TURBO 570,00 7,0 530,00 LD DE ANDRADE ME
14 FILTRO SEPARADOR DE AGUA 6732-71-6320 PÇ 26 BALDWIN 12,25 30,6 8,50 LD DE ANDRADE ME
15 FILTRO DE TRANSMISSAO 20Y-970-1820 PÇ 6 TURBO 317,00 6,9 295,00 LD DE ANDRADE ME
16 FILTRO DE AR CONDICIONADO 20Y-979-217 PÇ 12 TURBO 94,05 18,5 77,00 LD DE ANDRADE ME
17 REPARO PISTÃO 7079846280 KIT 4 NOK 1198,00 8,1 1100,00 LD DE ANDRADE ME
18 REPARO PISTÃO 7079848610 KIT 4 NOK 1398,00 21,3 1100,00 LD DE ANDRADE ME
19 REPARO PISTÃO 7079839610 KIT 4 NOK 1080,00 11,5 955,00 LD DE ANDRADE ME
FORTRAC
20 SUPORTE DENTE 20Y7014520 PÇ 6 282,00 44,3 157,00 LD DE ANDRADE ME
TO
21 PINO DENTE 0924402496 PÇ 40 ECOPLAN 44,92 24,3 34,00 LD DE ANDRADE ME
UN PIM
22 BUCHA 20Y7032420 6 238,00 33,1 159,00 LD DE ANDRADE ME
D
UN PIM
23 BUCHA 2057074381 6 264,25 20,9 209,00 LD DE ANDRADE ME
D
UN PIM
24 PLACA 2057074391 6 522,00 27,5 378,00 LD DE ANDRADE ME
D
25 CALÇO 12 PEÇAS 2057000100 JG 6 PIM 76,00 15,7 64,00 LD DE ANDRADE ME
UN FORTRAC
26 CANTO 20Y70B1360 6 132,50 17,7 LD DE ANDRADE ME
D TO 109,00
UN FORTRAC
27 CANTO 20Y70B1370 6 132,50 17,7 LD DE ANDRADE ME
D TO 109,00
UN FEY
28 PARAFUSO 1763211210 48 5,70 31,5 LD DE ANDRADE ME
D 3,90
UN FEY
29 PORCA 180302430 48 2,90 34,4 LD DE ANDRADE ME
D 1,90
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 67

UN PIM
30 ANEL DE VEDAÇÃO 2057073280 24 16,05 26,4 LD DE ANDRADE ME
D 11,80
UN PIM
31 BUCHA 21K7012161 12 127,40 23,0 RIGON E CIA LTDA
D 98,00
UN PIM
32 BUCHA 2057073180 12 81,20 45,8 LD DE ANDRADE ME
D 44,00
UN PIM
33 PINO 22U7021191 12 316,80 14,7 LD DE ANDRADE ME
D 270,00
UN PIM
34 PINO 22U7021192 12 460,00 14,1 LD DE ANDRADE ME
D 395,00
UN PIM
35 CALÇO 0,10 20Y7011320 12 6,65 27,8 LD DE ANDRADE ME
D 4,80
UN PIM
36 CALÇO 0,20 20Y7011330 36 9,50 25,2 LD DE ANDRADE ME
D 7,10
UN PIM
37 BRAÇO 2057073130 12 1268,25 13,2 TRATOR CAMPO LTDA
D 1100,00
UN APC
38 VEDADOR 20Y7023230 12 15,00 20,0 TRATOR CAMPO LTDA
D 12,00
UN APC
39 VEDADOR 20Y7023220 12 13,50 18,3 TRATOR CAMPO LTDA
D 11,00
UN FEY
40 PARAFUSO 20Y7032450 12 9,40 13,8 TRATOR CAMPO LTDA
D 8,10
UN FEY
41 PORCA 158012016 24 1,80 44,4 TRATOR CAMPO LTDA
D 1,00
UN FEY
42 PARAFUSO 20Y7032450 6 12,35 19,0 TRATOR CAMPO LTDA
D 10,00
UN FEY
43 PORCA 158012016 12 1,80 38,8 TRATOR CAMPO LTDA
D 1,10
UN FEY
44 PARAFUSO 20Y7032460 6 10,20 21,5 TRATOR CAMPO LTDA
D 8,00
UN FEY
45 PORCA 158012016 12 1,90 31,5 TRATOR CAMPO LTDA
D 1,30
UN MIX
46 GRAXEIRO 70200000 6 1,90 31,5 TRATOR CAMPO LTDA
D 1,30
UN MIX
47 GRAXEIRO 702000675 12 1,90 31,5 TRATOR CAMPO LTDA
D 1,30
UN PIM
48 BUCHA 20Y7032410 12 512,00 53,1 TRATOR CAMPO LTDA
D 240,00
UN APC
49 VEDADOR 20Y7023230 12 14,10 15,6 TRATOR CAMPO LTDA
D 11,90
UN PIM
50 BUCHA 2057073180 12 78,00 39,7 TRATOR CAMPO LTDA
D 47,00
UN PIM
51 BUCHA 20Y7072180 12 78,00 25,6 TRATOR CAMPO LTDA
D 58,00
UN APC
52 VEDADOR 714500090 12 22,90 30,1 TRATOR CAMPO LTDA
D 16,00
UN PIM
53 PINO 2057071190 6 184,00 19,5 LD DE ANDRADE ME
D 148,00
UN PIM
54 PINO 20Y7041250 6 290,00 48,6 TRATOR CAMPO LTDA
D 149,00
UN PIM
55 PINO 20Y7042220 6 330,00 24,2 LD DE ANDRADE ME
D 250,00
UN PIM
56 CALÇO 0,10 2057051530 12 9,45 22,7 TRATOR CAMPO LTDA
D 7,30
UN PIM
57 CALÇO 0,20 20Y7011290 6 5,92 29,0 TRATOR CAMPO LTDA
D 4,20
UN PIM
58 CALÇO 0,30 20Y7011310 18 8,74 19,9 TRATOR CAMPO LTDA
D 7,00
UN PIM
59 PINO 20Y7041211 6 1045,00 13,8 TRATOR CAMPO LTDA
D 900,00
UN PIM
60 CALÇO 20Y7011370 30 7,60 21,0 TRATOR CAMPO LTDA
D 6,00
UN PIM
61 PINO 2057071210 12 185,10 23,8 LD DE ANDRADE ME
D 141,00
UN PIM
62 PINO 2067055160 6 1159,00 15,4 980,00 LD DE ANDRADE ME
D
UN PIM
63 CALÇO 0,10 20Y7011410 6 14,25 30,5 9,90 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
64 CALÇO 0,20 20Y7011420 24 15,20 27,6 11,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
65 CALÇO 0,30 20Y7011430 12 6,65 23,3 5,10 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
66 CALÇO 0,40 20Y7011440 36 9,69 18,4 7,90 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
67 PLACA 20Y7041221 12 128,25 15,7 108,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN APC
68 VEDADOR 714500090 12 25,00 24,0 19,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
69 PINO 20Y7031253 6 778,00 11,3 690,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
70 CALÇO 20Y7031372 12 23,00 28,2 16,50 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
71 PINO 20Y7041250 6 308,80 19,0 250,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
72 CALÇO 0,10 20Y7031431 6 23,00 36,9 14,50 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
73 CALÇO 0,20 20Y7071451 6 23,10 22,1 18,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
68 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

UN PIM
74 BUCHA 20Y7021640 6 294,50 15,4 249,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN PIM
75 PROTETOR 20Y3031160 24 674,50 11,7 595,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN FEY
76 PARAFUSO 101062050 48 1,85 40,5 1,10 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN APC
77 VEDAÇÃO 2053071171 6 997,50 16,7 830,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
UN APC
78 VEDAÇÃO 20Y3011370 6 59,76 33,1 40,00 TRATOR CAMPO LTDA
D
COXIM MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
79 20Y0112210 PÇ 4 59,80 21,4 47,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 ELIOFLEX
COXIM MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
80 20Y0112222 PÇ 4 804,00 19,7 645,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 ELIOFLEX
ARRUELA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
81 20Y0111141 PÇ 2 28,50 33,3 19,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 BIZA
ARRUELA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
82 20Y0141210 PÇ 2 28,50 33,3 19,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 BIZA
CAMISA 0,25 MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
83 6754211310 PÇ 6 66,50 24,8 50,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE
BUCHA DE COMANDO MOTOR CUMMINS MODELO
84 6732211411 PÇ 2 78,85 50,5 39,00 AGROMOTORES LTDA
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE B5.9
SELO MOTOR MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
85 6732215530 PÇ 2 35,05 14,4 30,00 AGROMOTORES LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS QSB 6.7
VARETA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO
86 6754413110 PÇ 4 21,85 26,7 16,00 TRATOR CAMPO LTDA
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE
BALANCIM MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
87 PÇ 12 427,00 27,4 310,00 AGROMOTORES LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINIS QSB 6.7
SOLENOIDE DE VALVULA MOTOR CUMMINS
88 6754819230 PÇ 2 37,80 20,6 30,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE
VALVULA ADMISSAO MOTOR CUMMINS MODELO
89 6754414100 PÇ 12 47,50 17,8 39,00 AGROMOTORES LTDA
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CORTECO QSB 6.7
VALVULA ESCAPE MOTOR CUMMINS MODELO QSB
90 6754414200 PÇ 12 47,50 20,0 38,00 TRATOR CAMPO LTDA
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE
SEDE DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
91 6754111170 PÇ 12 38,20 16,2 32,00 AGROMOTORES LTDA
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CORTECO QSB 6.7
SEDE DE VALVULA ESCAPE MOTOR CUMMINS
92 6754111180 PÇ 12 43,50 18,3 35,50 AGROMOTORES LTDA
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CORTECO QSB 6.7
PRATO DE VALVULA SUPERIOR MOTOR CUMMINS
93 6754414510 PÇ 24 19,00 26,3 14,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO PC200 SERIE 8 MAHLE
RETENTOR DE VALVULA INFERIOR MOTOR
94 CUMMINS MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL 6754414540 PÇ 24 SABO 11,90 24,3 9,00 TRATOR CAMPO LTDA
PC200 SERIE 8
95 CAPA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6744111020 PÇ 24 17,00 17,6 14,00 LD DE ANDRADE ME
CAPA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
95 6744111020 PÇ 24 17,00 17,6 14,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
MOLA DA VALVULA MOTOR CUMISNINS MOD QSB
96 6754414430 PÇ 24 15,20 24,3 11,50 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC 200 SERIE 8 CUMMINS
PARAFUSO CABECOTE MOTOR CUMMINS MODELO
97 6754111610 PÇ 3 4,75 26,3 3,50 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
JUNTA CABEÇOTE MOTOR CUMMINS MODELO QSB
98 6754111811 PÇ 3 35,00 2,8 34,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
JUNTA TAMPA DE VALVULA SUPERIOR MOTOR
99 CUMMINS MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL 6754118180 PÇ 3 CUMMINS 47,00 19,1 38,00 LD DE ANDRADE ME
PC200
JUNTA TAMPA DE VALVULA INFERIOR MOTOR
100 CUMMINS MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL 6754117120 PÇ 3 CUMMINS 29,97 16,5 25,00 LD DE ANDRADE ME
PC200
TAMPA DE VALVULA MOTOR CUMMINS MODELO
101 6754118110 PÇ 3 1045,00 4,3 1000,00 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
CREMALHEIRA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7 CUMMINS
102 6732314180 PÇ 3 142,00 11,9 125,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8
JG BRONZINA MANCAL 0,25 MOTOR CUMMINS JO
103 6735218100 6 1329,00 51,0 650,00 AGROMOTORES LTDA
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 GO MAHLE QSB 6.7
POLIA ESTRIADA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
104 6732613750 PÇ 2 284,00 11,9 250,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
BOMBA DE OLEO MOTOR CUMMINS MODELO QSB
105 6754511110 PÇ 2 1350,00 7,4 1250,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
SENSOR TEMPERATURA MOTOR CUMMINS
106 6741819220 PÇ 2 189,05 15,3 160,00 LD DE ANDRADE ME
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
BIELA COMPLETA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
107 6737323120 PÇ 6 1425,00 16,4 1190,00 TRATOR CAMPO LTDA
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 MAHLE
PISTAO MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
108 6754312110 PÇ 6 2099,50 7,1 1950,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
ANEIS 0,25 MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
109 6754312010 PÇ 6 462,00 13,4 400,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
PINO PISTAO MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
110 6754312410 PÇ 6 324,23 22,8 250,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
BUCHA DE BIELA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
111 6732313132 PÇ 6 31,63 33,6 21,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
FILTRO AR EXTERNO MOTOR CUMMINS MODELO
112 6001854110 PÇ 3 190,00 21,0 150,00 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 TURBO
FILTRO AR INTERNO MOTOR CUMMINS MODELO
113 6001854100 PÇ 3 47,50 20,0 38,00 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 TURBO
JOGO CANO INJETOR DO 1º AO 6º MOTOR CUMMINS JO
114 3 565,50 7,1 525,00 LD DE ANDRADE ME
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 GO CUMMINS
JG BRONZINA BIELA 0,25 MOTOR CUMMINS JO
115 3 229,85 15,1 195,00 LD DE ANDRADE ME
MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 GO CUMMINS
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 69

FILTRO LUBRIFICANTE MOTOR CUMMINS MODELO


116 6736515142 PÇ 3 38,19 26,6 28,00 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 TURBO
FILTRO RACOR MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
117 6003193610 PÇ 3 56,81 17,2 47,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 PARKER
FILTRO COMBUSTIVEL MOTOR CUMMINS MODELO
118 6754716140 PÇ 3 56,81 17,2 47,00 LD DE ANDRADE ME
QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 BALDWIN
SILENCIOSO MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
119 6754115340 PÇ 3 513,00 7,4 475,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 SILENMAK
TURBINA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
120 6754818090 PÇ 3 4132,50 9,7 3730,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 BIAGIO
INJETOR MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
121 6754113010 PÇ 6 522,50 10,0 470,00 TRATOR CAMPO LTDA
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 BOSCH

122 CORREIA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7 6732823550 PÇ 3 GOODYEA 86,50 8,6 79,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 R
HELICE NYLON MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
123 6006257620 PÇ 3 685,00 9,4 620,00 LD DE ANDRADE ME
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 WIND
POLIA TENSORA MOTOR CUMMINS MODELO QSB
124 6754614110 PÇ 3 289,00 17,6 238,00 LD DE ANDRADE ME
6.7 ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8 CUMMINS
LD DE ANDRADE ME
CUMMINS
125 6754611100 PÇ 3 309,60 12,7 270,00
BOMBA DAQUA MOTOR CUMMINS MODELO QSB 6.7
ELETRONICO 6 CIL PC200 SERIE 8
JG DE JUNTA SUPERIOR COMPLETO MOTOR
JO
126 CUMMINS MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL 3 CUMMINS 2945,00 11,7 2600,00 LD DE ANDRADE ME
GO
PC200 SERIE 8
JG DE JUNTA INFERIOR COMPLETO MOTOR
JO
127 CUMMINS MODELO QSB 6.7 ELETRONICO 6 CIL 3 CUMMINS 2090,00 9,1 1900,00 LD DE ANDRADE ME
GO
PC200 SERIE 9

LOTE 03: PEÇAS TRATORES DE PNEUS


Uni Marca Modelo
Quantida Preço
Item Especificação Código dad Preço de Dif.% Detentora
de Registrad
e Mercado
PNEUS 18.4 X 34 (PNEU TRASEIRO TRATOR MASSEY SHENGSH
1 pc 15 9,8 2250,00 RIGON E CIA LTDA
FERGUNSUM 275) AN 2.496,00
PNEUS 750 X 16 (PNEU DIANTEIRO TRATOR
2 pc 15 SHENGSH 21,3 351,00 TRICAT PEÇA TR LTDA
MASSEY FERGUNSUN 275)
AN 446,40
SHENGSH
3 CAMARA DE AR PARA PNEUS 750 X 16 pc 7 21,8 39,00 RIGON E CIA LTDA
AN 49,92
4 CAMARA DE AR PARA PNEUS 18.4 X 34 pc 40 XBRI 283,20 34,6 185,00 LD DE ANDRADE LTDA
MF275 - TANQUEF
5 TANQUE 275 - 00123 pc 8 6,7 403,00 RIGON E CIA LTDA
00123 OR 432,00
6 BOMBA ALIMENTADORA MF 275 - pc 5 KOBLA 152,16 9,3 138,00 RIGON E CIA LTDA
MF 275 - KOBLA
6 BOMBA ALIMENTADORA pc 5 9,3 138,00 RIGON E CIA LTDA
2641725 152,16
MF 275 - MICROGIA
7 FLANGE CX pc 15 10,2 130,00 RIGON E CIA LTDA
01435 R 144,90

8 SILENCIOSO MF 275 - pc 10 SILEMMA 123,00 RIGON E CIA LTDA


17,3
1484528M91 RK 148,80
MF 275 - SILEMMA
9 PLAT EMBREAGEM pc 15 6,7 895,00 RIGON E CIA LTDA
1868005 RK 960,00
MF 275 - LOK
10 DISCO EMBREAGEM pc 15 19,3 130,00 RIGON E CIA LTDA
887889/T 161,28
MF 275 - RADIAL
11 HELICE PVC pc 5 11,6 81,00 RIGON E CIA LTDA
02173 91,68
MF 275 - ELLAROS
12 MANGA EIXO ESQUERDA pc 20 8,8 205,00 RIGON E CIA LTDA
02306 A 225,00
MF275 PURIAR
13 PRE FILTRO BANHO OLEO pc 20 11,0 120,00 RIGON E CIA LTDA
3145812 134,88
MF 275 - DELLARO
14 DISCO ATUADOR FREIO pc 20 7,5 205,00 RIGON E CIA LTDA
3148440 SA 221,66
MF 275 - GATES
15 CORREIA DENTADA pc 20 26,0 19,00 TRATOR CAMPO LTDA
08780 25,68
MF 275 - PANEGOS
16 MANGA EIXO DIREITA pc 20 9,5 207,00 TRATOR CAMPO LTDA
09070 SI 228,96
MF 275 - PANEGOS
17 MANGA EIXO DIREITA pc 20 9,5 207,00 TRATOR CAMPO LTDA
09070 SI 228,96
MF 275 - VALFER
18 ARVORE PRINCIPAL pc 4 8,3 395,00 TRATOR CAMPO LTDA
11503 431,00
MF 275 - 12 M
19 BOIA DO TANQUE DE COMBUSTIVEL pc 5 23,9 36,50 TRATOR CAMPO LTDA
12010 48,00
MF 275 - PANEGOS
20 BRAÇO DIR EIXO DIANTEIRO pc 5 25,5 95,00 TRATOR CAMPO LTDA
049518P1 SI 127,68
MF 275 - VALFER
21 TAMPA CUBO pc 10 21,8 7,50 TRATOR CAMPO LTDA
13910 9,60
MF 275 - TURBO
22 FILTRO DE AR INTERNO pc 100 19,2 41,00 RIGON E CIA LTDA
14010 50,80
MF 275 - PANEGOS
23 BRAÇO HIDRAULICO TRASEIRO pc 5 12,1 165,00 TRATOR CAMPO LTDA
26147 SI 187,68
MF 275 - ORIGINAL
24 BOMBA INJETORA MF 275 - pc 3 5,6 4790,00 CAPITAL C P T LTDA
77547RDQ 5.078,40
25 FILTRO LUBRIFICANTE MF275 – 1447048M1 PÇ 80 TECFIL 26,88 33,0 18,00 RIGON E CIA LTDA
26 FILTRO COMBUSTÍVEL MF 275 – 1896287M91 PÇ 360 TECFIL 15,40 38,3 9,50 RIGON E CIA LTDA
27 FILTRO HIDRAULICO MF 275- 6223537M1 PÇ 80 UNIFLITER 103,44 13,9 89,00 RIGON E CIA LTDA
28 CABEÇOTE DO FILTRO MF 275 – 62008335M1 PÇ 10 VALFER 57,60 18,4 47,00 TRATOR CAMPO LTDA
29 Óleo lubrificante multiviscoso, para motores diesel PÇ 120 220,00 36,3 140,00 RIGON E CIA LTDA
70 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

Óleo lubrificante multiviscoso, para motores diesel


aspirados e superalimentados, com ou sem injeção
eletrônica.Com sistema de limpeza interna das partes do PETRONA
motor com resistência à oxidação e ao desgaste S
reduzindo o consumo de óleo diesel. SAE 15W-40 • API LUBRIFIC
29 CI-4/CH-4 • ACEA E3-96, E5-02, E7-04 • MB 228.3 • PÇ 120 ANTES 220,00 36,3 140,00 RIGON E CIA LTDA
VOLVO VDS-3 • CUMMINS CES 20078 • CATERPILLAR BRASIL
ECF-1 - GALÃO C/ 20LTS - Homologado por Montadoras (URANIA
Nacionais. TURBO
LTDA)

Óleo lubrificante multifuncional para uso em


transmissões, sistemas hidráulicos, freios a óleo e
comandos finais (U.T.T.O.) de tratores de última geração ARBOR
e máquinas agrícolas de terraplenagem. SAE 20W-30 • MULT FX
30 PÇ 80 307,00 38,1 190,00 LD DE ANDRADE ME
API GL-4 • ALLISON C-4 • ZF TE ML 03E • MASSEY PETRONA
FERGUSON M-1135 • NEW HOLLAND ESN-M2C-86B • S
JOHN DEERE J20C GALÃO C/ 20LTS - Homologado por
Montadora Nacionais.

31 DISCO DE GRADE RECORTADO 1. 5/8 X 26 PÇ 560 ONCATIV 35,4 103,90 CAPITAL C P T LTDA
POLEGADAS 6MMM O 161,00
Óleo lubrificante monoviscoso de base mineral para
transmissões mecânicas, com aplicação em caixas de
câmbio e diferenciais de automóveis, caminhões,
máquinas de terraplenagem e tratores com proteção para TUTELA
32 PÇ 80 230,00 24,7 173,00 TRICAT PEÇA TR LTDA
engrenagens altamente solicitadas e sujeitas a cargas W/M
dinâmicas.S A E 9 0 • A P I G L- 5 • MI L L 2 1 0 5 D • S SO
A E J 3 0 6 GALÃO C/ 20LTS - Homologado por PETRONA
Montadoras Nacionais. S
Graxa especial para rolamentos para uso em todas as
aplicações EP. Adequada para mancais planos,
rolamentos esféricos ou cilíndricos, torniquetes, juntas e TUTELA
33 PÇ 120 163,00 29,4 115,00 TRATOR CAMPO LTDA
acoplamentos de todos os tipos de máquinas industriais. JOTA MP
N LG I 3 GALÃO C/ 10 KG - Homologado por PETRONA
Montadoras Nacionais. S
CAV
34 PÇ 15 6,8 228,00 CAPITAL C P T LTDA
BICO INJETOR MF 275 V6801180 244,80
35 BATERIAS 110 AMPERES PÇ 20 ZOCHE 460,80 6,6 430,00 CAPITAL C P T LTDA
BUCHA DE COMANDO MOTOR PERKINS MODELO
36 70998033 PÇ 4 51,3 17,50 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 36,00
RETENTOR TAMPA DIANT MOTOR PERKINS
37 70730043 PÇ 4 37,5 6,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 SABO 9,60
JUNTA TAMPA DIANT MOTOR PERKINS MODELO
38 70490311 PÇ 4 37,5 6,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 9,60
JG BRONZINA MANCAL 0,25 MOTOR PERKINS
39 423669 PÇ 4 19,3 185,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 229,44
JG BRONZINA DE BIELA 0,25 MOTOR PERKINS
40 423670 PÇ 4 11,5 211,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 238,56
JG ARRUELAS DE ENCOSTO 0,25 MOTOR PERKINS
41 424808 PÇ 4 20,4 55,00 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 69,12
BUCHA DE BIELA MOTOR PERKINS MODELO P4000
42 70998085 PÇ 4 27,0 35,00 TRATOR CAMPO LTDA
4 CIL MF 275 MAHLE 48,00
TRAVA PINO PISTAO MOTOR PERKINS MODELO
43 70170026 PÇ 8 22,92 12,7 20,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE
BIELA COMPLETA MOTOR PERKINS MODELO P4000
44 424804 PÇ 4 9,1 425,00 CAPITAL C P T LTDA
4 CIL MF 275 PERKINS 467,75
KIT ANEL PISTAO 0,50 MOTOR PERKINS MODELO
45 70993698 PÇ 4 22,7 44,50
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 57,60 TRATOR CAMPO LTDA
CAMISA 0,25 MOTOR PERKINS MODELO P4000 4 CIL
46 70530022 PÇ 4 17,1 54,50 TRATOR CAMPO LTDA
MF 275 MAHLE 65,76
PISTAO MOTOR PERKINS MODELO P4000 4 CIL MF
47 P4015 PÇ 4 11,0 410,00 TRATOR CAMPO LTDA
275 MAHLE 460,80
VALVULA ADMISSAO MOTOR PERKINS MODELO
48 70910035 PÇ 4 27,1 17,50 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 24,00
VALVULA ESCAPE MOTOR PERKINS MODELO P4000
49 70910036 PÇ 4 27,1 17,50 TRATOR CAMPO LTDA
4 CIL MF 275 MAHLE 24,00
SEDE VALVULA ADMISSAO MOTOR PERKINS
50 70470095 PÇ 4 27,1 17,50 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 24,00
SEDE VALVULA ESCAPE MOTOR PERKINS MODELO
51 70470096 PÇ 4 62,5 9,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 24,00
GUIA DE VALVULA MOTOR PERKINS MODELO P4000
52 70420018 PÇ 8 27,0 7,00 TRATOR CAMPO LTDA
4 CIL MF 275 MAHLE 9,60
JUNTA CABEÇOTE MOTOR PERKINS MODELO P4000
53 70490304 PÇ 8 35,8 24,00 TRATOR CAMPO LTDA
4 CIL MF 275 SABO 37,44
CAPA DA VALVULA MOTOR PERKINS MODELO P4000
54 70150047 PÇ 8 22,7 8,90 TRATOR CAMPO LTDA
4 CIL MF 275 MAHLE 11,52
MOLA DA VALVULA MOTOR PERKINS MODELO
55 70998136 PÇ 8 27,0 70,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 96,00
TRAVA DA VALVULA MOTOR PERKINS MODELO
56 70230010 PÇ 16 47,9 8,50 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 16,32
RETENTOR DE VALVULA MOTOR PERKINS MODELO
57 70730051 PÇ 8 32,2 6,50 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 SABO 9,60
TUCHO DE VALVULA MOTOR PERKINS MODELO
58 70870001 PÇ 8 42,1 15,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 25,92
VARETA DE VALVULA MOTOR PERKINS MODELO
59 70998041 PÇ 8 29,1 34,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 ETIN 48,00
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 71

JUNTA TAMPA DE VALVULA MOTOR PERKINS


60 70490258 PÇ 8 24,7 6,50 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 SABO 8,64
RETENTOR DO VIRABREQUIM MOTOR PERKINS
61 70730050 JG 8 19,6 49,50 TRATOR CAMPO LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 SABO 61,63
JUNTA DO MOTOR PERKINS MODELO P 4000 4 CIL
62 36817181 PÇ 8 42,7 22,00 TRATOR CAMPO LTDA
MF 275 SABO 38,40
VARETA NIVEL DE OLEO MOTOR PERKINS MODELO
63 70320078 PÇ 8 36,40 45,0 20,00 CAPITAL C P T LTDA
P4000 4 CIL MF 275 ORIGINAL
FILTRO OLEO MOTOR MOTOR PERKINS MODELO
64 1447048M1 PÇ 8 21,8 21,00 CAPITAL C P T LTDA
P4000 4 CIL MF 275 TECFIL 26,88

65 VALVULA TERMOSTATICA MOTOR PERKINS 70998003 JG 8 TUROTES 18,1 22,00 CAPITAL C P T LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 T 26,88
FILTRO COMBUSTIVEL MOTOR PERKINS MODELO
66 1896287M91 JG 8 27,5 9,00 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 TECFIL 14,40
BOMBA ALIMENTADORA MOTOR PERKINS MODELO
67 72111 PÇ 8 8,4 141,00 CAPITAL C P T LTDA
P4000 4 CIL MF 275 BOSCH 154,00
BOMBA D`AGUA MOTOR PERKINS MODELO P4000 4
68 4236253 PÇ 8 36,9 169,00 CAPITAL C P T LTDA
CIL MF 275 INDISA 268,00
JG JUNTA SUPERIOR MOTOR PERKINS MODELO
69 P4007 PÇ 8 8,2 405,00 CAPITAL C P T LTDA
P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 441,60
JG JUNTA INFERIOR MOTOR MOTOR PERKINS
70 P4006 JG 8 6,2 405,00 CAPITAL C P T LTDA
MODELO P4000 4 CIL MF 275 MAHLE 432,00
TAMPA BOCAL OLEO MOTOR PERKINS MODELO
71 70150038 PÇ 8 54,1 16,50 TRATOR CAMPO LTDA
P4000 4 CIL MF 275 ELIOFLEX 36,00
CORREIA MOTOR PERKINS MODELO P4000 4 CIL MF
72 2801859M1 PÇ 8 37,5 15,00 TRATOR CAMPO LTDA
275 GATES 24,00

2.1.5 – É expressamente vedado à DETENTORA, as peças e quantidades, valor unitário e total, 2.6 – REALINHAMENTO DE PREÇO
acolher pedido de servidores não previamente devidamente atestada pelo Gerente do Escritório 2.6.1 – Somente em casos excepcionais, nas
credenciados a efetuar solicitações. c orres pondente a exec uç ão dos s erviç os , hipóteses legalmente admitidas e
acompanhadas de parecer de recebimento de considerados os preços de mercado, é que
2.2 – DA FORMA DE EXECUÇÃO material, certidão negativa ou positiva com efeito será concedido Realinhamento de Preços,
negativo da Fazenda Federal, Estadual, Municipal, conforme art. 21, § 2º do Decreto Estadual nº
2.2.1 – Os materiais serão solicitados através de prova da regularidade com o FGTS e Prova da 10.898/2004, podendo ser tanto para maior
autorização de fornecimento devidamente assi- Regularidade relativa a Seguridade Social, quanto para menor.
nada pela Gerência de Materiais/GEAMA, nume- devendo conter no corpo das Notas Fiscais, o
rada seqüencialmente e encaminhada à empresa número do contrato, Conta Bancária e agência 2.6.2 – O realinhamento de preços poderá ser
DETENTORA por intermédio de fac-símile, correio em nome da contratada, para depós ito do argüido por iniciativa da Administração conforme
eletrônico ou pessoalmente. pagamento, o qual deverá ser efetuado no prazo o artigo 17, § 4º, I e II do Decreto Estadual nº
de até 15 (quinze) dias úteis após a apresentação. 10.898/2004, ou da detentora do registro, neste
2.2.2 – O fornecimento do material se dará medi- último caso deverão ser anexadas provas docu-
ante formulário próprio de requisição ou por cor- b) Correspondência interna do Gerente da mentais, em originais ou cópias autenticadas que
respondência eletrônica (e-mail) emitidos pela EMATER-RO, responsável pela localidade dos comprovem a motivação do ato, como por exem-
Gerência de Materiais/GEAMA, cuja cópia deverá serviços encaminhada a Gerência Estadual de plos: N. F. de seus fornecedores ou órgãos Ofici-
ser apresentada em anexo às respectivas notas Mecanização/GEMEC, responsabilizando-se pelos ais que divulgam preços.
fiscais, para efeito de pagamento. dados apresentados.
2.6.3 – De posse da pesquisa de mercado feita
2.3 – FORMA E PRAZO DE ENTREGA 2.5.2 – A Gerência de Mecanização/GEMEC terá o pelo Setor de Cotação e de todos os documentos
prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da apresentação hábeis para análise a Gerência de Mecanização –
2.3.1 – O objeto será entregue de acordo com as da nota fiscal, para aceitá-la ou rejeitá-la. GEMEC, verificará se houve majoração entre o
necessidades da EMATER-RO. preço registrado na Ata e o novo preço de merca-
2.5.3 – A nota fiscal não aprovada será devolvida do, onde sugerirá deferimento, indeferimento ou
2.3.2 – As peças serão solicitadas às empresas à empres a DETENTO RA da Ata para as deferimento parcial do pedido, passando a apre-
vencedoras do processo licitatório, para entrega necessárias correções, com as informações que ciação da Assessoria Jurídica para parecer, e
em até 05 (cinco) dias úteis, contados a partir motivaram s ua rejeição, contando-se o prazo após este, a autoridade competente para delibe-
do recebimento da autorização de fornecimento. estabelecido no subitem anterior, a partir da data ração.
de sua reapresentação.
2.4 – DA VIGÊNCIA 2.6.4 – O pedido de realinhamento não isenta a
2.5.4 – A devolução da nota fiscal não aprovada, detentora de possa da Autorização de Forneci-
2.4.1 – O prazo de vigência do Registro de Pre- em hipótese alguma, servirá de pretexto para que mento de continuar o fornecimento das anterio-
ço será de 12 (doze) meses, contados a partir a empres a DET EN TO RA da Ata sus penda res.
da publicação da Ata de Registro de Preço no quaisquer fornecimentos.
Diário de Oficial do Estado – DOE. 2.6.5 – A vigência do realinhamento será a partir
2.5.5 – A EMATER-RO, providenciará o pagamento do primeiro dia útil subseqüente ao do conheci-
2.5 – DAS CONDIÇÕES DE PAGAMENTO no prazo de até 15 (quinze) dias, contados da mento formal do pedido da Detentora por esta
data do aceite da nota fisc al, para efetivar o EMATER/RO.
2.5.1 - O valor a ser pago, corresponderá às pe- pagamento.
ças solicitadas, sendo tal situação comprovada 2.6.6 – Em qualquer caso, a revisão aprovada
através dos seguintes documentos: 2.5.6 – Nenhum pagamento s erá efetuado não poderá ultrapassar o preço praticado no mer-
enquanto pendente de liquidação qualquer cado e deverá manter a diferença percentual apu-
a) Notas Fiscais, emitidas em 02 (duas) vias, obrigação financeira que for imposta, em virtude rada entre o preço originalmente constante da
sendo preenchidas em consonância com a de penalidade ou inadimplência, sem que isso gere proposta e o preço de mercado vigente a época
legislação vigente, sem rasura, discriminando direito a reajustamento de preços. do registro.
72 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

2.6.7 – Os preços registrados serão publicados rente de sua culpa, ou dolo na execução do con- d) Notificar a DETENTORA, por escrito, sobre
no Diário Oficial do Estado Trimestralmente, pro- trato, não excluindo ou reduzindo dessa respon- imperfeições, falhas ou irregularidades constata-
cedimento este da Gerência de mecanização – sabilidade a fiscalização ou acompanhamento do das nas aquisições dos materiais, para que sejam
GEMEC. contratante. adotadas as medidas corretivas necessárias.

2.7 – Das obrigações da DETENTORA 2.7.13 - A detentora se obriga a manter durante e ) Comunicar imediatamente à DETENTORA qual-
2.7.1 - Além daquelas determinadas por leis, de- toda a execução do contrato, em compatibilidade quer irregularidade manifestada na aquisição dos
cretos, regulamentos e demais dispositivos legais, com as obrigações por ela assumidas, todas as materiais.
nas obrigações da futura DETENTORA, também condições de habilitação e qualificação exigida na
se incluem os dispositivos a seguir: licitação. 2.9 – DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA
2.9.1 – Os recursos financeiros necessários para
2.7.2 - Aceitar nas mesmas condições contratuais 2.7.14 - Responsabilizar-se, integralmente, aquisição dos materiais serão provenientes dos
os acréscimos ou supressões que se fizerem pela entrega dos materiais com as devidas Convênios e Contratos assinados pela EMATER-RO.
necessários, decorrente de modificações de quan- garantias inclusas, não podendo repassar
titativos ou projetos ou especificações, até o limi- nenhum dos itens desta licitação a outra 2.10 – DAS SANÇÕES NO CASO DE
te de 25% (vinte e cinco por c ento) do valor e mp r e sa . INADIMPLÊNCIA E DO CANCELAMENTO DO
contratual atualizado, de acordo com o art. 65, da REGISTRO DE PREÇOS
Lei 8.666/93, sendo o mesmo objeto de exame da 2.7.15 - Prestar todos os esclarecimentos que
PROCURADORIA JURÍDICA/PROJU da EMATER/RO. forem solicitados pela fiscalização da contratan- 2.10.1 – A Ata poderá ser cancelada pela EMATER-
te, cujas reclamações se obrigam a atender pron- RO, quando:
2.7.3 - Comunicar à DETENTORA, verbalmente no tamente.
prazo de 12 (doze) horas e, por escrito, no prazo a) A DETENTORA do Registro deixar de cumprir as
2.7.16 - Caso, a qualquer tempo as partes, sejam
de 48 (quarenta e oito) horas, quaisquer altera- exigências do Edital.
favorecidas com benefícios fiscais, isenções e/
ções ou acontecimento que impeçam mesmo tem-
ou reduções tributárias, as vantagens auferidas
porariamente, de cumprir seus deveres e respon- b) A DETENTORA do registro não atender à con-
refletirão numa redução do preço.
sabilidades relativos a execução do da Ata de vocação para assinar a ATA decorrente de Regis-
Registro de Preço, total ou parcialmente, por moti- tro de Preços ou não retirar o instrumento equiva-
2.8.17 - Na data de retirada da Autorização de
vo de caso fortuito ou força maior. lente no prazo estabelecido, sem justificativa aceita
Fornecimento ou da Assinatura do Contrato, a LI-
CITANTE vencedora deverá estar com os seguin- pela EMATER-RO.
2.7.4 – Cumprir fielmente o prazo estabelecido no tes documentos dentro do período de validade, ou
Edital para a aquisição dos materiais, objeto da então reapresentá-los: Prova de regularidade com c) A DETENTORA incorrer reiteradamente em in-
Ata de Registro de Preço. o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS; frações previstas no presente Termo.
Prova de regularidade relativa a Seguridade Soci-
2.7.5 - Entregar o objeto adjudicado, no prazo de al, demonstrando situação regular no cumprimen- d) A DETENTORA do Registro, praticar atos frau-
até 5 (cinco) dias úteis, contados a partir do re- to dos encargos sociais instituídos por lei; Certi- dulentos no intuito de auferir vantagem ilícita.
cebimento do material. dão Negativa de Débitos com a Fazenda Federal;
Certidão Negativa de Débitos com a Fazenda Es- e) Ficar evidenciada incapacidade de cumprir as
2.7.6 - Substituir a mercadoria, no prazo de 05 tadual; Certidão Negativa de Débitos com a Fa- obrigações assumidas pela DETENTORA do Re-
(cinco) dias úteis, após notificação formal, que zenda Municipal. gistro, devidamente caracterizada em relatório de
estiverem em desacordo com as especificações inspeção.
do edital, seus anexos e com a respectiva pro- 2.7.18 - Oficialmente convocada pela Administra-
posta, ou que apresentarem vício de qualidade. ção, com vistas à assinatura do Contrato ou reti- f) Em qualquer das hipóteses de inexecução total
rada da Autorização de Fornecimento é dado à ou parcial do Registro de Preços.
2.7.7 - Responsabilizar-se pelas despesas refe- adjudicatária o prazo de 02 (dois) dias úteis,
rentes ao manuseio, embalagem e transporte do contados da data da ciência ao chamamento, pela g) Os preços registrados se apresentarem supe-
objeto da Licitação, desde a fábrica/representan- Associação de Assistência Técnica e Exten- riores aos praticados no mercado e a DETENTO-
te até o loc al de entrega previsto no Ato são Rural do Estado de Rondônia – EMATER/ RA se recusar a baixá-los na forma prevista no
Convocatório. RO, para no local indicado, retirar a Autorização ato convocatório.
de Fornecimento ou f irmar o ins trumento
2.7.8 – A DETENTORA do Registro de Preço é res- Contratual. A recusa injustificada da LICITANTE h) Por razões de interesse público, mediante
ponsável por todos os ônus e obrigaç ões vencedora, em retirar a Autorização de Forneci- despacho motivado, devidamente justificado.
concernentes à legislação fiscal, social, tributária mento ou Assinar o Contrato dentro do prazo e
e trabalhista, que direta ou indiretamente, incidam c ondiç ões es tabelecidas , carac terizará o 2.10.2 – A DETENTORA do Registro poderá reque-
ou vierem a incidir sobre a presente contratação, descumprimento total da obrigação assumida su- rer o cancelamento mediante solicitação por es-
bem como, por todas as despesas decorrentes jeitando-s e as penalidades previs tas na Lei crito, comprovando estar impossibilitada de cum-
de eventuais trabalhos noturnos, e ainda, por to- 10.520/ 2002 e subsidiariamente c/c Lei 8.666/93. prir as exigências do Edital que gerou a Ata de
dos os danos e prejuízos que, a qualquer título, Registros de Preços.
causar à terceiros em virtude da execução, res- 2.8 – Das obrigações da EMATER-RO
pondendo por si e por seus sucessores. Além daquelas determinadas por leis, decretos, 2.10.3 – A decisão da EMATER-RO do cancela-
regulamentos e demais dispos itivos legais , a mento do preço registrado será por correspon-
2.7.9 - Responsabilizar-se pelos atrasos e/ou pre- EMATER-RO se obrigará: dência com recibo de entrega, juntando-se com-
juízos decorrentes de paralisação parcial ou total provantes dos fatos ocorridos ou evidenciados,
da entrega dos materiais. a) Prestar as informações e esclarecimen- sem prejuízo da aplicação das penalidades pre-
tos que venham a ser solicitados pelos emprega- vistas no Edital, assegurada defesa prévia da
2.7.10 – Reparar, corrigir, remover, reconstituir às dos da DETENTORA. DETENTORA do Registro, nos termos da Lei nº
suas expensas no total ou em parte, o objeto da 8.666/93.
licitação em que se verificarem vícios, defeitos ou b) Efetuar os pagamentos em conformidade com
incorreções, resultantes de execução ou de ma- o item 9.5. 2.10.4 – A Ata de Registro de Preços poderá ser
teriais empregados. rescindida nas hipóteses previstas para a resci-
c) Promover, mediante seus representantes, o são dos contratos em geral, com as conseqüênci-
2.7.11 - Arcar com todas as despesas destinadas acompanhamento e a fiscalização do fornecimento as daí advindas.
a cobertura de seguros, encargos trabalhistas, dos materiais sobre os aspectos quantitativos e
previdenciários, fiscais e comerciais. qualitativos, anotando em registro próprio, as fa- 2.11 - DAS PENALIDADES
lhas detectadas e comunicando à DETENTORA, as a) Sem prejuízo das sanções cominadas no art.
2.7.12 - Responsabilizar-se por danos causados ocorrências de quaisquer fatos que, a seu critério, 87, I, III e IV, da Lei nº 8.666/93, pela inexecução
diretamente a administração ou a terceiros decor- exijam medidas corretivas por parte da mesma. total ou parcial do contrato, a Administração con-
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 73

tratante poderá, garantida a prévia e ampla defe- TRICAT, PEÇAS PARA TRATORES LTDA - EPP
sa, aplicar à Contratada multa de até 10% (dez CNPJ nº: 13.611.894/0001 - 06 Prefeitura Municipal da Capital
por cento) sobre o valor do contrato. Endereço: AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 1731, BAIR-
AVISO DE LICITAÇÃO
RO NOVA PORTO VELHO – PORTO VELHO - RO
TOMADA DE PREÇOS Nº 018/2012/CPL-SAÚDE/
b) Se a adjudicatária recusar-se a assinar o con- Telefone: 3225 - 0700
Nome Representante JEFERSON DE SOUZA CML/SEMAD/PVH
trato injustificadamente ou se não apresentar si- PROCESSO N.º 08.00633/2012
tuação regular na ocasião dos recebimentos, ga- BONFIM
Função SOCIO PROPRIETÁRIO O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, através da CPL-
rantida a prévia e ampla defesa, aplicar à Contra- SAÚDE/CML/SEMAD/PVH, constituída conforme
tada multa de até 10% (dez por cento) sobre o CPF nº 852.723.371 -15
dispõe a Lei Complementar nº 329 de 02/01/2009,
valor adjudicado. torna público para conhecimento dos interessa-
TRATOR CAMPO LTDA
CNPJ nº: 05.997.656/0001 -44 dos que realizará a licitação na modalidade de
c) A licitante, adjudicatária ou contratada que, TOMADA DE PREÇOS Nº 018/2012/CPL-SAÚDE/
Endereço: RUA MARECHAL RONDON, CENTRO
convocada dentro do prazo de validade de sua CML/SEMAD/PVH, tipo MENOR PREÇO sob o
VILHENA - RO
proposta, não assinar o Contrato, deixar de exe- Telefone: 3227 - 6627 regime empreitada GLOBAL.
cutar os serviços, apresentar documentação fal- Nome Representante JEFERSON MULLER GUIMA- OBJETO: Contratação de empresa Especi-
sa exigida ao certame, ensejar o retardamento da RÃES alizada em Obras e Serviço de Engenharia
execução de seu objeto, não mantiver a proposta, Função PROCURADOR para Construção da Unidade de Saúde da
falhar ou fraudar na execução do contrato, com- CPF nº 696.300.382 -34 Família do Vale do Jamary, para atender Se-
portar-se de modo inidôneo ou cometer fraude cretaria Municipal de Saúde - SEMUSA.
fiscal, garantida a previa e ampla defesa, ficará FERTISOLO, COMERCIAL DE MAQUINAS E DA SESSÃO DE ABERTURA: A CPL-SAÚDE/CML/
impedida de licitar e contratar com a EMATER/RO, EQUIPAMENTOS LTDA SEMAD/PVH receberá os envelopes Nº 01 e 02,
pelo prazo de até 05 (cinco) anos. CNPJ nº: 14.594.006/0001 -49 Habilitação e Proposta de preços, em sessão pú-
Endereço: BR 364 KM 2,5, 6561, BAIRRO LAGOA blica a ser realizada na Sala de Licitações, às
d) A multa, eventualmente imposta à Contratada, PORTO VELHO - RO 08:hs30min, do dia 03 de dezembro de 2012.
será automaticamente descontada da fatura a que Telefone: 3222 - 7070
DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: O
fizer jús, acrescida de juros moratórios de 1% (um Nome Representante AUGUSTO CEZAR MAIA
Edital poderá ser examinado e obtido no site
por cento) ao mês. Caso a contratada não tenha PYRES
www.portovelho.ro.gov.br e na Coordenadoria
nenhum valor a receber da EMATER/RO, ser-lhe-á Função SOCIO PROPRIETÁRIO
CPF nº 202.981.291 - 91 Municipal de Licitações, sito à Rua Duque de
concedido o prazo de 05 (cinco) dia úteis, conta- Caxias, Nº 186, Bairro Arigolândia, Fone: (69) 3901-
dos de sua intimação, para efetuar o pagamento da 3065/3901-3066, em dias úteis, nos horários de
multa. Após esse prazo, não sendo efetuado o AGROMOTORES MAQUINAS E IMPLEMENTOS
LTDA 8h às 14:00hs
pagamento, seus dados serão encaminhados ao Valor Estimado da Licitação: R$ 265.734,36
Órgão competente para cobrança da multa. CNPJ nº:03.881.622/0001-64
Endereço: RUA ALMIRANTE BARROSO, 1528 (Duzentos e Sessenta e Cinco Mil, Setecen-
BAIRRO SANTA BARBARA PORTO VELHO - RO tos e Trinta e Quatro Reais e Trinta e Seis
e) As multas previstas nesta seção não eximem a Centavos). Fonte dos Recursos: 01.07.
Telefone:3211 - 3400
adjudicatária ou contratada da reparação dos even- Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
Nome Representante AGNALDO XAVIER DE OLI-
tuais danos, perdas ou prejuízos que seu ato pu- VEIRA ROSANEIRE MORENO DA SILVA
nível venha causar à Administração contratante. Função: DIRETOR Presidente da CPL SAÚDE
CPF nº 107.134.252 - 53
f ) Na hipótese de apresentar documentação AVISO DE LICITAÇÃO
inverossímil ou de cometer fraude, a licitante HILGERT E COMPANHIA LTDA TOMADA DE PREÇOS Nº 019/2012/CPL-SAÚDE/
poderá sofrer, sem prejuízo da comunicação do CNPJ nº: 22.881.858/0001 -45 CML/SEMAD/PVH
ocorrido ao Ministério Público, quaisquer das Endereço: AVENIDA MARECHAL RONDON, 1327, PROCESSO N.º 08.00634/2012
sanções previstas, que poderão ser aplicadas CENTRO – JI PARANÁ - RO O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, através da CPL-
cumulativamente. Telefone: 3411 - 5500 SAÚDE/CML/SEMAD/PVH, constituída conforme
Nome Representante JOSE LUIZ TOLOTTi dispõe a Lei Complementar nº 329 de 02/01/2009,
3 - DISPOSIÇÕES GERAIS: Função PROCURADOR torna público para conhecimento dos interessa-
CPF nº 080.040.052 - 68
dos que realizará a licitação na modalidade de
3.1 A existência de preço registrado não obriga a TOMADA DE PREÇOS Nº 019/2012/CPL-SAÚDE/
EMATER/RO a firmar as contratações de que de- RIGON E CIA LTDA
CML/SEMAD/PVH, tipo MENOR PREÇO sob o
les poderão advir, facultada a realização de licita- CNPJ nº: 03.651.923/0001 - 00
Endereço: AVENIDA TRANSCONTINENTAL, 1650, regime empreitada GLOBAL.
ção específica para a aquisição pretendida, sen- OBJETO: Contratação de empresa Especi-
do assegurada à detentora do registro de preço a BAIRRO PRIMAVERA – JI PARANÁ - RO
Telefone: 3416 - 3000 alizada em Obras e Serviço de Engenharia
preferência em igualdade de condições. para Construção da Unidade de Saúde da
Nome Representante EDSON JUNIOR LINO CAR-
DOSO Família do Lago do Cuniã, para atender Se-
3.2 Fica a Detentora ciente que a assinatura da cretaria Municipal de Saúde - SEMUSA.
Função: PROCURADOR
Ata implica na aceitação de todas as cláusulas e DA SESSÃO DE ABERTURA: A CPL-SAÚDE/CML/
CPF nº 908.849.062 -72
condições estabelecidas, não podendo invocar SEMAD/PVH receberá os envelopes Nº 01 e 02,
qualquer des conhecimento como elemento Habilitação e Proposta de preços, em sessão pú-
CAPITAL COMERCIO DE PEÇAS PARA
impeditivo do perfeito cumprimento da Ata de Re- TRATORES LTDA EPP blica a ser realizada na Sala de Licitações, às
gistro de Preço e dos ajustes dela decorrentes. CNPJ nº: 09.196.408/0001 -55 10:hs30min, do dia 03 de dezembro de 2012.
Endereço: AVENIDA GOVERNADOR JORE TEIXEIRA, DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: O
3.3 A Ata de Registro de Preço, os ajustes dela 363 – BAIIRO ROQUE PORTO VELHO -RO Edital poderá ser examinado e obtido no site
decorrentes, suas alterações e rescisões obede- Telefone:9991 - 4036 www.portovelho.ro.gov.br e na Coordenadoria
cerão ao Decreto Estadual 10.898/2004, Lei Fe- Nome Representante GILBERTO ANASTÁCIO Municipal de Licitações, sito à Rua Duque de
deral nº 8.666/93, demais normas complementa- Função SOCIO PROPRIETÁRIO Caxias, Nº 186, Bairro Arigolândia, Fone: (69) 3901-
res e disposições da Ata e do Edital que a prece- CPF nº 458.609.801 – 59 3065/3901-3066, em dias úteis, nos horários de
deu, aplicáveis à execução e especialmente aos 8h às 14:00hs
casos omissos. LD DE ANDRADE ME Valor Estimado da Licitação: R$ 265.734,36
CNPJ nº: 11.994.044/0001-09 (Duzentos e Sessenta e Cinco Mil, Setecen-
Porto Velho-RO, 08 de Novembro de 2012. Endereço: RUA BOTO, 2090, SETOR DE AREAS
tos e Trinta e Quatro Reais e Trinta e Seis
ESPECIAIS – ARIQUEMES - RO
Centavos). Fonte dos Recursos: 01.07.
ELISAFAN BATISTA DE SALES Telefone: 3536 - 7973
Porto Velho, 12 de novembro de 2012.
Secretário Executivo Nome EDINALDO LIMA DE OLIVEIRA
Função PROCURADOR ROSANEIRE MORENO DA SILVA
EMATER/RO Presidente da CPL SAÚDE
DETENTORAS CPF nº 617.129.492 - 68
74 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

AVISO DE SUSPENSÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2012/CPL ESTADO DE RONDÔNIA


PROCESSO Nº 1-1253/2012/SEMAP. PREF. MUN. DE CAMPO NOVO DE RONDÔNIA
PREGÃO, na Forma Eletrônica Nº 161/2012. GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS
PROCESSO N°: 0101.111/2012. DO TIPO: MENOR A Prefeitura Municipal de Alto Paraíso/RO por meio
PREÇO GLOBAL POR LOTE. OBJETO: Aquisição de seu Pregoeiro, torna público, para conhecimento AVISO DE LICITAÇÃO
de Materiais Cenográficos para Ornamentação dos interessados, que fará realizar, na forma da TOMADA DE PREÇO NR 011/PMCNR-CPL/2012
Natalina, para atender a Empresa Municipal de Lei nº 10.520/02, decretos municipais e subsidia- PROCESSO NR 1025/2012 – CONVÊNIO 008/12/
Desenvolvimento Urbano - EMDUR. da pela Lei Federal nº. 8.666/93, o Pregão DETRAN-RO
DAS INFORMAÇÕES: Informamos que o certame Presencial Nº 010/2012, tipo MAIOR LANCE OU
lic itatório s erá SUSPENSO por tempo OFERTA, por empreitada GLOBAL. TENDO POR MARCOS ROBERTO DE M. MARTINS, Prefeito Mu-
indeterminado conforme Tutela Antecipatória Ini- OBJETO À CONTRATAÇÃO DE INSTITUIÇÃO nicipal de Campo Novo de Rondônia, no uso de
bitória nº 032/2012/GCW CSC, expedida pelo Tri- FINANCEIRA PARA PRESTAÇÃO DE SERVI- suas atribuições legais e em conformidade com a
bunal de Contas do Estado de Rondônia – TCE/ ÇOS BANCÁRIOS, INCLUINDO O PAGAMENTO Lei Federal nr. 10.520/2002 e Lei Federal nr. 8.666/
RO. Demais informações poderão ser obtidas jun- DA FOLHA DE SALÁRIO DOS SERVIDORES ATI- 93 por meio da Comissão Permanente de Licita-
to a Coordenadoria de Licitações a Rua Duque de VOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA, conforme ção, torna publico para o conhecimento dos inte-
Caxias, Nº 186, Bairro Arigolândia, em dias úteis edital e anexos, atendendo assim as necessida- ressados, que fará realizar no dia 30/11/2012, às
nos horários de 8h às 14h; Fones (69) 3901-3065 08h (horário local) na sala da Comissão Perma-
des da Prefeitura Municipal de Alto Paraíso-
/ 3901-3066; site www.portovelho.ro.gov.br ou nente de Licitação/CPL sessão do tipo menor pre-
RO. A abertura dos envelopes e início da Sessão
pelo e-mail cml.semad@hotmail.com. ço GLOBAL, procedida na modalidade TOMADA
Pública será as 09:00 horas (horário local) do
Porto Velho, 12 de novembro de 2012. DE PREÇOS. Objeto: IMPLANTAÇÃO DE SINALI-
dia 28/11/2012, na sala da Comissão de Perma-
ZAÇÃO VERTICAL E HORIZONTAL EM VIAS PÚ-
nente de Licitação no prédio da Prefeitura Munici-
WILMA SAMIA SOUZA MOREIRA BLICAS, valor total estimado: R$ 55.704,00, con-
pal de Alto Paraíso – Rua Marechal Rondon, 3031
Pregoeira CML/SEM AD forme Edital, que estará disponível na sala da CPL
- Centro. A cópia do Edital do Pregão estará dispo-
em dias úteis, no horário das 07h e 30min às 13h
Prefeituras Municipais do Interior nível, na CPL, e deverá ser solicitado mediante
e 30min, 72 (setenta e duas) horas da data pre-
Requerimento devidamente assinado, caso seje
vista para o certame, mediante recolhimento a
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO solicitado por email o mesmo devera ser escaneado
PMCNR, a importância de R$ 100 (cem reais) não
e anexado ao mesmo para fins de controle e trans- reembolsáveis através de DAM. Maiores informa-
Pelo presente Termo de Homologação, Eu, ANTO- parência da comissão requerimento expresso, aos ções na Prefeitura Municipal de Campo Novo de
NIO ZOTESSO, Prefeito Municipal de Teixeirópolis interessados na Sala da Comissão de Permanen- Rondônia, na Avenida Tancredo Neves, 2454, ou
RO, à vista a ADJUDICAÇÃO, no processo admi- te de Licitação – CPL, duvidas informações e es- pelo fone/fax 69.3239.2240/2362,
nistrativo de nº GI-847/2012, e principalmente a c larecimento através dos emails : licitacoes@camponovo.ro.gov.br
licitação realizado através da Modalidade Pregão cpl@altoparaiso.ro.gov.br, cpl-ap-ro@hotmail.com, Campo Novo de Rondônia, 13 de novembro de 2012.
Eletrônico n.º 015/FMS/2012, vem ADJUDICAR a o edital ficará disponível no site da prefeitura
favor da empresa COVAN – COMERCIO VARE- www.altoparaiso.ro.gov.br, ou poderão ser para GENIVALDO CAMILO DA COSTA
JISTA E ATACADISTA DO NORTE LTDA. No valor o seguinte endereço Rua Marechal Rondon nº. Presidente da CPL
de R$ 4.177,98 ( Quatro mil cento e se- 3031, Centro, Alto Paraíso-RO, CEP. 76.862-000,
tenta e sete reais e noventa e oito centa- os horários de atendimento desta Prefeitura em ESTADO DE RONDÔNIA
vos). E a empresa EQUILIBRIO COMERCIO E dias úteis, no horário das 7:30 às 13:30 horas ou PREFEITURA MUNICIPAL DE ARIQUEMES-RO
REPRESENTAÇÃO LTDA – ME. No valor de R$ através do fone (69) 3534-2104.
4.999,98 ( Quatro mil nov ecentos e no- AVISO DE LICITAÇÃO
venta e nove reais e noventa e oito centa- Alto Paraíso/RO, 09 de Novembro de 2012. PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 154/SEMPOG/2012
vos). E a empresa EXCLUSIVA DISTRIBUIDORA PROCESSO N° 13.315/SEMPOG/2012
DE MEDICAMENTOS LTDA - ME. No valor de R$
1.099,00 ( Um mil e noventa e nov e re- ESTADO DE RONDÔNIA
ais). E a empresa MARTINS COMERCIO DE ME- PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBIARA Objeto: Registro de preços para eventual aquisi-
DICAMENTOS LTDA. No valor de R$ 14.926,30 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO - CPL -M ção de materiais de Copa, Cozinha, Higiene e Lim-
(Quatorze mil novecentos e vinte e seis re- peza, para atender as Secretarias Municipais do
ais e trinta centavos). E a empresa ORTOMED AVISO DE LICITAÇÃO Município de Ariquemes, com o valor total estima-
PROD. SERVIÇOS HOSPITALARES LTDA. No TOMADA DE PREÇOS 016/2012 do em R$ 1.074.545,90
valor de R$ 13.000,00 (Treze mil reais). A Prefeitura Municipal de Ariquemes através do
Publique-se o presente. A Prefeitura Municipal de Corumbiara/RO, através (a) pregoeiro (a) designado (a) pelo Decreto nº.
da Comissão Permanente de Licitação torna públi- 8.967 de 08 de Agosto de 2012, torna público,
Teixeirópolis/RO, 09 de Novembro de 2012. co que fará realizar na forma do disposto na Lei para o conhecimento dos interessados que na
8.666/93 e suas alterações, licitação por Toma- data e horário abaixo indicado fará realizar licita-
ANTONIO ZOTESSO da de Preços sob o nº 16/2012, Tipo: Menor ção na modalidade de PREGÃO na forma ELE-
Prefeito Municipal Preço - Global, conforme segue: Processo nº: TRÔNICA Nº. 154/2012 tipo MENOR PREÇO POR
586/2012, Objeto: Contratação de uma em- ITEM, na forma da Lei nº. 10.520/02, conforme
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARAÍSO presa especializ ada, para construção de edital e anexos, atendendo assim as necessida-
ESTADO DE RONDÔNIA uma ponte em madeira tipo bate estaca, des da Prefeitura Municipal de Ariquemes. Envio
Poder Executivo com extensão de 12 metros, na linha 02F, das propostas poderá ser feito das 11h00min
Procuradoria Geral km 2 (Rio Omeré), no M unicípio de do dia 19/11/2012 até às 10h00min do dia 29/
Corumbiara-R O. Conforme Pr ojetos, 11/2012. Início da Sessão Pública virtual será
EXTRATO DE PUBLICAÇÃO DE TERMO ADITIVO Planilhas e NPD 086/2012. Seção de Abertu- às 10h30min do dia 29/11/2012 (Horário de
PROCESSO Nº 024/2012 1°TERMO ADITIVO AO ra: às 10:00 h, do dia 11/12/12, na sala da CPL, na Brasília). A retirada do edital e sessão está dis-
CONTRATO 24/2012 Prefeitura Municipal de Corumbiara, sita a Av. Olavo ponível no site www.cidadecompras.com.br.
CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de Alto Pa- Pires, Nº. 2129 Fone: (069) 3343-2249/3343-2192, Informações na Sala do Pregão na sede da Prefei-
raíso/RO Informações Adicionais: O Edital estará à disposi- tura Municipal de Ariquemes, de segunda à quin-
CONTRATADA: DPASCOAL TRANSPORTES E ção dos interessados no endereço supracitado ta-feira em horário de expediente das 07h30min
CONSTRUÇÕES LTDA-EPP. de segunda a sexta-feira, das 07:00 às 13:00 e às 12h00min e das 14h00min às 17h30min e na
OBJETO: Esse termo aditivo tem por objeto, aditivar através do site www.corumbiara.ro.gov.br e o sexta-feira das 07h30min às 13h30min. (Horário
o referido contrato, prorrogando o prazo inicial valor estimado da reserva orçamentária é de R$ Local). Mais informações, através do telefone (69)
por um período de 90 (noventa) dias. 78.064,80(setenta e oito mil e sessenta e quatro 3516-2021/2022.
Alcides José Alves Soares Júnior Procura- reais e oitenta centavos). Ariquemes (RO), 13 de Novembro de 2012.
dor Jurídico OAB/RO 3.281, OAB/RN 5.595 Anderson R. F. da Silva
Alto Paraíso - RO, 22 de Outubro 2012. Corumbiara-RO 13 de Novembro de 2012 Pregoeiro
DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012 75

ESTADO DE RONDÔNIA Registro pessoa física R$ 64,00


PREFEITURA DE CABIXI-RO Expedição de carteira de identidade na inscrição do economista R$ 46,50
AVISO DE EDITAL - PREGÃO ELETRONICO N.º 056/2012 Expedição de carteira de identidade na substituição ou emissão de 2º via R$ 46,50
Taxa de cancelamento de registro de pessoa física R$ 46,50
O Município de Cabixi – RO, através da Pregoeira do Município nomeada através do Emissões de certidões solicitadas por pessoas físicas (alteração de nomes, etc.) R$ 46,50
Decreto Municipal nº 007/2012, torna público que realizará Licitação na modalidade Registro de pessoa jurídica (inscrição original) R$ 155,00
Pregão Eletrônico, tipo M enor Preço global por lote, nos termos da Lei n° Registro secundário de pessoa jurídica R$ 155,00
10.520/02, Decretos Federais n° 3.555/00 e 5.450/05, Decreto Municipal nº 053/07, Emissão de certidão solicitadas por pessoa jurídica (alteração de nomes, razão social R$ 46,50
aplicando-se subsidiariamente a Lei n° 8.666/93 e a Lei 123/06, para atender a etc.)
Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Turismo: Objeto: Aquisição
de pneus nacionais, que serão utilizados nos veículos dos Transportes Escolar - A presente Resolução entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a
Semec – recurso convênio 049/2012/PGE, processo administrativo n.º 1028/2012, partir de 1º de janeiro de 2013.
valor estimado R$ 49.479,92 (quarenta e nove mil quatrocentos e setenta e nove Porto Velho, 05 de novembro de 2012.
reais e noventa e dois centavos) Data para cadastramento de propostas, 14/11/12 Econ. Bianca Lopes de Andrade Rodrigues
as 13:00h, abertura de propostas 29/11/12 as 09h30 e início da sessão pública: 29/ Presidente
11/12, as 10:00h horário de Brasília, local www.bll.org.br. Informações Comple- CORECON/RO nº 531
mentares: O Edital encontrar-se-á a disposição dos interessados no site supracitado
BRASIL SECURITIZADORA S.A.
e cpl_cabixi@hotmail.com no site WWW.cabixi.ro.gov.br, ou na Sala de Licitações CNPJ/MF 14.377.224/0001-21
da Prefeitura Municipal de Cabixi-RO, sito à Av. Tamoios, 4887 - Centro para NIRE 113.000.028-90
maiores informações através do fone/fax 69-3345-2553 ou 69-3345-2308. ATA DA 3ª (TERCEIRA) ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA E
Cabixi – RO, 13 de Novembro de 2012. 1ª (PRIMEIRA) ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
Andreza Gonçalves Moreira
Pregoeira oficial - Dec. Nº. 007/2012 DATA, HORA E LOCAL: Aos 05 dias do mês de novembro do ano de 2012, às
14:00 horas, na sede social localizada à Rua João Goulart, nº. 2.923, São João
Bosco, Município de Porto Velho, Estado de Rondônia, CEP: 76.803-756. CON-
Ineditoriais VOCAÇÃO: sendo dispensada a convocação, nos termos do Parágrafo 4º, do
Artigo 124, da Lei nº. 6.404, de 15 de dezembro de 1976, face a presença
CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA - 24ª REGIÃO-RO confirmada de todos os acionistas. PRESENÇA: reuniram-se os acionistas da
RESOLUÇÃO Nº 015/2012 - VALORES DAS ANUIDADES PARA 2013 s oc iedade, repres entando a totalidade do capital s oc ial da BRASIL
Dispõe sobre os valores das anuidades, bem como dos emolumentos devidos ao SECURITIZADORA S.A., ANDREIA ZIRONDI RIGOLON e DANIELA ZIRONDI. Para
presidir a Assembléia foi eleito por unanimidade o Sra. ANDREIA ZIRONDI
Conselho Regional de Economia – 24ª Região - RO pelas pessoas físicas e
RIGOLON, que aceitando a incumbência convidou a mim, DANIELA ZIRONDI
jurídicas para o exercício de 2013. Considerando os termos da Resolução nº para secretariá-la, no que aceitei, assim se constituindo a mesa e dando-se
1.878 de 26 de outubro de 2012, do Conselho Federal de Economia – COFECON, início aos trabalhos. ORDEM DO DIA EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁ-
que fixa os valores das anuidades, bem como dos emolumentos devidos pelas RIA: I – Aprovar aumento de capital. EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA – I –
pessoas físicas e jurídicas aos Conselhos de Economia para o exercício de Eleger diretoria e fixar remuneração; II – Outros assuntos de interesse da
2013, e outras obrigações definidas nos termos dos artigos 17,18 e 19 da Lei nº sociedade. DELIBERAÇÕES EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRA: I - Os
1.411/1951 e pelo artigo 4º da Lei nº 12.514, de 28 de outubro de 2011, o acionistas, com base no Capital Social no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil
Conselho Regional de Economia da 24ª Região – Rondônia, no uso de suas reais), representado por 200.000 (duzentas mil) ações ordinárias nominativas,
no valor de R$ 1,00 (um real) cada uma, totalmente subscritas e integralizadas,
atribuições legais conferidas pela Lei nº 1.411/1951, Decreto 31.794 de 17 de
decidem aumentar o Capital Social da sociedade, que passará para R$
novembro de 1952 e, considerando a Deliberação do Plenário do CORECON/RO, 400.000,00 (quatrocentos mil reais), que será representado por 400.000 (qua-
em Sessão Plenária Ordinária 321ª, realizada em 05 de novembro de 2012, trocentas mil) ações ordinárias nominativas com valor nominal de R$ 1,00 (um
RESOLVE: Art. 1º - Estabelecer o valor integral das anuidades devidas ao Con- real) cada, cujo aumento no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) foi
selho Regional de Economia – 24ª Região – RO, pelas pessoas físicas e jurídicas, integralizado à vista em moeda corrente nacional, conforme boletim de subs-
vinculadas para exercício de 2013 observando-se o disposto neste artigo: I - crição em anexo. O presente aumento restou aprovado pelos acionistas, dan-
PESSOA FÍSICA: Valor integral de R$ 360,96 (trezentos e sessenta reais e do assim nova redação ao o caput do Art. 5º do Estatuto Social, passando a
noventa e seis centavos); II – PESSOA JURÍDICA: a) Para pessoa jurídica indi- ser o capital social de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), que será repre-
sentado por 400.000,00 (quatrocentas mil) ações ordinárias nominativas com
vidual e pessoa jurídica com capital registrado até R$ 10.000,00 (Dez mil reais), valor nominal de R$ 1,00 (um real) cada, permanecendo inalterados todos os
o valor integral de R$ 360,96 (trezentos e sessenta reais e noventa e seis seus parágrafos. EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINARIA – I - Os acionistas
centavos); b) Para as demais pessoas jurídicas, conforme tabela abaixo: aprovaram por unanimidade a eleição para o cargo de DIRETORA PRESIDENTE
da companhia, a Sra. ANDRÉIA ZIRONDI RIGOLON, brasileira, empresária, ca-
FAIXAS DE CAPITAL Valor único sada sob regime de comunhão parcial de bens, inscrita no CPF/MF, n.º
75.325.592-20, portadora da Cédula de Identidade RG, sob o n.º 596.032 SSP/
Acima de R$ 10.000,00 até R$ 50.000,00 R$ 527,90 RO, residente e domiciliada na Avenida Rio de Janeiro, Residencial Rio de
Janeiro n.º 3, n.º 4312, casa 16, Bairro Nova Porto Velho, na cidade de Porto
Acima de R$ 50.000,00 até R$ 200.000,00 R$ 1.055,80 Velho, Estado de Rondônia, CEP: 76.820-050, a qual terá gestão pelo período
de 03 (três) anos, sendo fixada sua remuneração no valor de 01 (um) salário
Acima de R$ 200.000,00 até R$ 500.000,00 R$ 1.583,70 mínimo de referência; e, eleição para o cargo de DIRETORA DE RELAÇÕES
Acima de R$ 500.000,00 até R$ 1.000.000,00 R$ 2.111,60 COM INVESTIDORES da companhia, a Sra. DANIELA ZIRONDI, brasileira, divor-
ciada, inscrita no CPF/MF n.º 026.468.859-70, portadora da Cédula de Identi-
Acima de R$ 1.000.000,00 até R$ 2.000.000,00 R$ 2.639,50 dade RG, sob o n.º 6.408.205-1 SSP/RO, residente e domiciliada à Rua Elias
Gorayeb, Residencial Solar Portinari, n.º 1.420, ap. 602, Bairro Nossa Senho-
Acima de R$ 2.000.000,00 até R$ 10.000.000,00 R$ 3.167,40 ra das Graças, na cidade de Porto Velho, Estado de Rondônia, CEP: 76.804-
144, a qual terá gestão pelo período de 03 (três) anos, sendo fixada sua
Acima de R$ 10.000.000,00 R$ 4.223,20 remuneração no valor de 01 (um) salário mínimo de referência. Em cumprimen-
to ao item II da Ordem do Dia o Sr. Presidente ofereceu a palavra aos presentes
III – A anuidade será paga até 31 de março de 2013, salvo a primeira que se fará para tratarem de assuntos de interesse social e, como ninguém se manifestou,
no ato da inscrição ou registro, conforme preceitua o § 1º do artigo 17 da Lei nº os trabalhos foram suspensos pelo tempo necessário à lavratura da presente
1.411/1951. IV – O Conselho Regional de Economia - 24ª Região - RO concederá Ata. Reabertos os trabalhos, esta Ata foi lida e, de forma unânime, aprovada e
assinada pelos presentes, que autorizaram sua publicação sem as suas assi-
descontos no pagamento em cota única da anuidade de pessoa física do exercí-
naturas, conforme Artigo 130, Parágrafo Segundo, da Lei 6.404, de 15 de
cio de 2013, de 10% (dez por cento), quando efetuado o pagamento até 31 de dezembro de 1976. Na qualidade de Presidente e Secretária da Assembléia,
janeiro de 2013; de 5% (cinco por cento), quando efetuado até 28 de fevereiro de declaramos que a presente é cópia fiel da Ata original lavrada no livro próprio,
2013 e pelo valor integral (sem descontos) quando efetuado até o dia 31 de Porto Velho, Rondônia, 05 de novembro de 2012. (a.a.) ANDREIA ZIRONDI
março de 2013. Os pagamentos das anuidades de pessoas físicas poderão ser RIGOLON - Presidente, DANIELA ZIRONDI – Secretária.
efetuados em até 03 (três) parcelas iguais e consecutivas, sem descontos,
vencíveis em 31 de janeiro de 2013, 28 de fevereiro de 2013 e 31 de março de ANDREIA ZIRONDI RIGOLON
2013. Art. 2º - Fixar o valor integral dos emolumentos e taxas diversos devidos Presidente da Mesa e Acionista
ao CORECON 24ª Região – RO pelas pessoas físicas e jurídicas, conforme pre- DANIELA ZIRONDI
ceitua a Resolução nº 1.878/2012 do COFECON, de acordo com a tabela abaixo: Secretário da Mesa e Acionista
76 DOE N° 2099 Porto Velho, 14.11.2012

citada Lei. E, para constar, eu, Décio José de Lima Bueno, Oficial Registrador
Cartório do 1º Ofício de Registro de Imóveis – Décio Bueno deste Serviço Registral, o mandei digitar e assino. Dado e passado nesta
Oficial Registrador: Bel. Décio José de Lima Bueno Substituto: Guilherme Silva Bueno
cidade, aos trinta dias do mês de outubro do ano de dois mil e doze (2012).
Bel. DÉCIO JOSÉ DE LIMA BUENO
EDITAL Oficial Registrador
DÉCIO JOSÉ DE LIMA BUENO, Oficial Registrador da Primeira Circunscrição desta
Comarca da Capital, faz saber à todos os interessados que, nos ter-mos do que
dispõe a Lei Federal nº 6.766, de 20 de Dezembro de 1.979, que ELIO GEMELLI,
comerciante, C.I. 000759995-SSP-RO, CPF 231.043.500-78 e seu cônjuge ELIANA
SOUZA PINHEIRO GEMELLI, empresária, C.I. 2.144.254-1-SSP-AM, CPF
613.347.402-59, casados pelo regime da comunhão parcial de bens, ambos
brasileiros, residentes e domiciliados à Rua Crisanto Jobim nº 02, Bairro Petrópolis,
na cidade de Manaus/AM, representados por seu bastante procurador Sr. MARCIO
AURÉLIO GONÇALVES FERREIRA, brasileiro, casado, empresário, C.I. 409.244-
SSP-RO, CPF 421.610.452-53, residente e domiciliado à Avenida Rua Dourado,
Casa 04, Condomínio Porto Seguro, Bairro Lagoa, conforme procuração lavrada
em 23/04/2012 às fls.075 do Livro nº 2083 no Cartório do Primeiro Oficio de Notas
da cidade de Manaus/AM, depositou nesta Serventia o Pr ojeto Completo
acompanhado dos demais doc umentos exigidos por Lei, do Loteamento
denominado "Cristal Calama I", situado nesta Cidade de Porto Velho/RO, limitando-
se: ao Norte, com a Estrada Ramal PV 14; ao Sul, com terras da União; a Leste,
com o lote nº 842; e a Oeste, com a Projeção da Avenida Calama e Área sem
denominação, conforme desenho publicado abaixo tendo sido referido Loteamento
aprovado pela Prefeitura Municipal de Porto Velho/RO, conforme Processo
Administrativo nº 18-4426/2012 da Prefeitura Municipal desta Capital. É o presente
Edital mandado publicar de acordo com o que preceitua o Art. 19 da citada Lei. E,
para constar, eu, Décio José de Lima Bueno, Oficial Registrador deste Serviço
Registral, o mandei digitar e assino. Dado e passado nesta cidade, aos trinta dias
do mês de outubro do ano de dois mil e doze (2012).
Bel. DÉCIO JOSÉ DE LIMA BUENO
Oficial Registrador

ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES


DE COLORADO DO OESTE – ASCCOL

AVISO DE LICITAÇÃO
TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2012/CPL-ASCCOL

A Associação dos Criadores de Colorado do Oeste – ASCCOL, atra-


vés da Comissão Permanente de Licitação instituída pela Portaria n° 001/
2012, de 10/01/2012, torna público, para conhecimento dos interessados,
que realizará licitação na modalidade TOMADA DE PREÇOS, sob o nº 001/
2012-ASCCOL, sob o regime de execução indireta e empreitada por PREÇO
GLOBAL, TIPO MENOR PREÇO, tendo por OBJETO a Contratação de
Empr esa Especializ ada em Obras e S erv iços de Engenharia,
objetivando a construção de um barracão e banheiros no Parque
de Exposições de Colorado do Oeste, confor me recursos finan-
ceiros provenientes do Convênio nº 070/2012/ASJUR/DEOSP-RO, de
acordo com disposições constantes do Projeto Básico composto
de: Termo de Referência, Planilhas Orçamentárias, Cronograma –
Físico Financeiro e Memorial Descritivo, partes integrantes do edital,
EDITAL independente de transcrição, para atender a Associação dos Cria-
DÉCIO JOSÉ DE LIMA BUENO, Oficial Registrador da Primeira Circunscrição desta dores de Colorado do Oeste – ASCCOL. DA SESSÃO DE ABERTURA:
Comarca da Capital, faz saber à todos os interessados que, nos ter-mos do que A Comissão Permanente de Licitação – CPL, receberá as propostas e docu-
dispõe a Lei Federal nº 6.766, de 20 de Dezembro de 1.979, que ELIO GEMELLI, mentos de habilitação, envelopes nº 01 e nº 02, em sessão pública a ser
comerciante, C.I. 000759995-SSP-RO, CPF 231.043.500-78 e seu cônjuge ELIANA realizada na sede da Associação de Criadores de Colorado do Oeste –
SOUZA PINHEIRO GEMELLI, empresária, C.I. 2.144.254-1-SSP-AM, CPF 613.347.402- ASCCOL, situada na Rodovia 399, Km 01, Zona Rural, no Município de
59, casados pelo regime da comunhão parcial de bens, ambos brasileiros, Colorado do Oeste, no dia 03 de dezembro de 2012, às 14horas e
residentes e domiciliados à Rua Crisanto Jobim nº 02, Bairro Petrópolis, na cidade 30minutos. DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: O Edital poderá
de Manaus/AM, representados por seu bastante procurador Sr. MARCIO AURÉLIO ser examinado e, em havendo interess e, obtido com a Sec retária da
GONÇALVES FERREIRA, brasileiro, casado, empresário, C.I. 409.244-SSP-RO, ASCCOL, Sra. Enoelma na sede da EMATER de Colorado do Oeste –
CPF 421.610.452-53, residente e domiciliado à Avenida Rua Dourado, Casa 04, situada à Rua Tiradentes, 4771, no Município de Colorado do Oeste,Telefone
Condomínio Porto Seguro, Bairro Lagoa, conforme procuração lavrada em 23/04/ 69 3341 3536, em dias úteis, nos horários de 08h00min às 12h00min e
2012 às fls.075 do Livro nº 2083 no Cartório do Primeiro Oficio de Notas da cidade 14h:00min às 17h:00min, mediante o recolhimento, em nome da Associação
de Manaus/AM, depositou nesta Serventia o Projeto Completo acompanhado dos dos Criadores de Colorado do Oeste – ASCCOL, da importância de R$ 50,00
demais documentos exigidos por Lei, do Loteamento denominado "Cristal Calama (cinqüenta reais), correspondentes à reprodução dos projetos, através de
II", situado nesta Cidade de Porto Velho/RO, limitando-se: ao Norte, com a Estrada depósito bancário no Banco do Brasil S/A AG.: 1381-1 C/C.: 6650-8.
Ramal PV 14; ao Sul, com terras da União; a Leste, com o lote nº 5140; e a Oeste,
com o lote nº 315, conforme desenho publicado abaixo tendo sido referido Colorado do Oeste, 14 de Novembro de 2012.
Loteamento aprovado pela Prefeitura Municipal de Porto Velho/RO, conforme
Processo Administrativo nº 18-4427/2012 da Prefeitura Municipal desta Capital. É JOAQUIM BATISTA JÚNIOR
o presente Edital mandado publicar de acordo com o que preceitua o Art. 19 da Presidente - CPL

Você também pode gostar