Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Sergipe - CCET - DMA

Disciplina: Cálculo III - 2017.2 - Turma: T02


Professor: Fábio dos Santos

I Lista de Exercı́cios

1. Resolva os seginte exercı́cios da referência basica:

• Seção 15.1: 17;

• Seção 15.2: 15, 17, 19 e 31;

• Seção 15.3: 7, 10, 17, 41, 51 e 55;

• Seção 15.4: 10, 13, 25, 33 e 40;

• Seção 15.5: 2, 4, 6, 11, 17 e19;

• Seção 15.7: 2, 9, 17, 18, 22, 40 e 50;

• Seção 15.8: 17, 20, 25, e 30;

• Seção 15.9: 21, 25, 30, 35 e 39.

2. Use integração dupla para calcular o volume do sólido no primeiro octante limitado acima
pelo parabolóide z = x2 + 3y 2 , abaixo pelo plano z = 0, lateralmente por y = x2 e y = x.

3. Calcule a integral iterada, convertendo para coordenadas polares:



Z a Z a2 −x2
dydx
, com a > 0.
0 0 (1 + x2 + y 2 )3/2

4. Encontre a área da superfı́cie da parte do cilindro y 2 + z 2 = 9 que está acima do retângulo


R = {(x, y) : 0 ≤ x ≤ 2, −3 ≤ y ≤ 3}.

5. Seja G o sólido no primeiro octante limitado pela esfera x2 + y 2 + z 2 = 4 e os planos


coordenados. Calcule Z Z Z
xyzdV
G

usando: (a) coordenadas retangulares; (b) coordenadas cilı́ndricas; (c) coordenadas esféricas.

1
6. Calcule, fazendo uma troca adequada de variáveis, a integral
y − 4x
Z Z
dA,
R y + 4x

onde R é a região delimitada pelas retas y = 4x, y = 4x + 2, y = 2 − 4x e y = 5 − 4x.

7. Use a transformação u = x, v = z − y e w = xy para calcular


Z Z Z
(z − y)2 xydV,
G

onde G é a região delimitada pelas superfı́cies x = 1, x = 3, z = y, z = y + 1, xy = 2 e


xy = 4.

8. Determine a massa, o centro de gravidade e os momentos de inércia Ix , Iy , I0 da lámina


que ocupa a região D no primeiro quadrante limitada pela parábola y = x2 e pela reta y = 1,
e que tem função densidade δ(x, y) = xy.

9. Ache a área contida pela porção da cardióide r = 2(1+cos θ) situada no primeiro e quarto
quadrante.

10. Determine o volume do sólido que se encontra abaixo do parabolóide z = 4 + x2 − y 2 e


acima do quadrado R = [−1, 1] × [0, 2].

11. Calcular Z Z
ysen(xy)dA,
R
onde R é o retângulo e vértices (0, π/2), (1, π/2), (1, π) e (0, π).

12. Calcular
√ √
Z Z
ysen(x y)dA,
R

onde R é a região delimitada por x = 0, y = π/2 e x = y.

13. Calcular a área da região delimitada por y = x3 , y = −x e y = 23 x + 20


3
.

14. Use integrais duplas para calcular a área do cı́rculo de raio r.

15. Use integrais triplas para calular o volume da esfera de raio r.

16. Use coordenadas polares para calcular


Z Z
2 2
I= ex +y dA,
R

2
onde R é a região do plano xy delimitada por x2 + y 2 = 4 e x2 + y 2 = 9.

17. Calcule o volume do sólido no primeiro octante delimitado por y + z = 2 e pelo cilindro
que contorna a região y = x2 e x = y 2 .

18. Descreva a região cuja área é dada pela integral


Z π/2 Z sen(2θ)
rdrdθ.
0 0

19. Descreva a sólido cujo volume é dado pela integral


Z π/2 Z π/2 Z 2
ρ2 sen(φ)dρdφdθ.
0 0 1

20. Mostre que



arctg(πx) − arctg(x)
Z
π
dx = ln(π)
0 x 2
primeiro escrevendo a integral como uma integral iterada.

21. Se f é contı́nua, mostre que


Z xZ yZ z Z x
1
dtdzdy = (x − t)2 f (t)dt.
0 0 0 2 0

22. Mostre que


Z 1 Z 1 Z 1 ∞
1 X 1
dxdydz = .
0 0 0 1 − xyz n=1
n3
(Ninguém jamais foi capaz de determinar o valor exato da soma desta série.)

23. Determine o volume do sólido dado pelo tetraedro sólido com vértices (0, 0, 0), (0, 0, 1),
(0, 3, 0) e (3, 3, 0).

24. Justifique brevemente Z 1 Z 1


2 +y 2
ex sen(y)dxdy = 0.
−1 0

25. Se R = {(x, y) : −1 ≤ x ≤ 1, −2 ≤ y ≤ 2}, calcule


Z Z √
1 − x2 dA.
R

26. Use uma integral tripla para encontrar o volume do sólido no primeiro octante limitado
pelos planos coordenados e o plano 3x + 6y + 4z = 12.

Você também pode gostar