Você está na página 1de 14

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro Tecnológico
Departamento de Engenharia Mecânica
Coordenadoria de Estágio do Curso de
Engenharia Mecânica
CEP 88040-970 - Florianópolis - SC - BRASIL
www.emc.ufsc.br/estagiomecanica
estagio@emc.ufsc.br

RELATÓRIO DE ESTÁGIO – 1/3 (primeiro de três)


Período: de 01/out/2009 a 19/nov/2009

Nome do aluno: Antonio Carlos Schultz Canha


Nome do Supervisor: Mário Jorge de Azevedo
Nome do orientador: Carlos Enrique Niño Bohórquez

Feira de Santana, 19 de Novembro de 2009


1. Apresentação da empresa

A CONDUTO Brasil iniciou suas atividades no ano de 1979 e em sua


trajetória disponibilizou ao mercado de óleo e gás um amplo leque de soluções
inteligentes e inovadoras, sempre dentro dos padrões de qualidade, prazo, custo,
segurança e respeito ao meio ambiente durante os 30 anos de atuação no mercado
brasileiro.
Competência, pioneirismo, aceitar e vencer desafios, e cumprir com as
exigências contratuais, tornou a CONDUTO Brasil referência no seguimento de
construção e montagem de dutos Onshore e Offshore.
A marca CONDUTO está presente em importantes empreendimentos de
dutos e montagem industrial realizados no Brasil e América do Sul.
A CONDUTO Internacional vem atuando em importantes projetos no
Equador, Chile, Peru e Bolívia somados aos empreendimentos de porte realizados pela
CONDUTO Brasil.

2. Área de atuação

A CONDUTO é uma empresa de Engenharia atuando na área de óleo e gás


executando pequenos e grandes projetos de suma importância na área energética do
Brasil e América do Sul, abaixo as principais atividades de atuação da companhia:
Construção e Montagem de Dutos
Oleodutos-Gasodutos-Polidutos-Mineroduto-Adutoras
Lançamento de Dutos submarinos
Serviços
Limpeza-Concretagem-Secagem-Manutenção
Inspeção-Comissionamento
Teste Hidrostático
Obras Especiais
Travessias a céu aberto e furo direcional (HDD)
Construção e Montagem Eletromecânica
Tubulação-Tanques-Esferas-Vasos-Sistema Elétricos
Civil-estrutura metálicas
Plataformas
Up-grade-montagem eletromecânica-manutenção
Embarcações
Operação-Manutenção
A CONDUTO é uma empresa certificada pelo Det Norske Veritas-DNV nas
normas ABNT NBR ISO 9001:2008, ABT NBR ISO 14001:2004 e BS OHSAS
18001:2007 no escopo de Construção e Montagem de Dutos Terrestres, Marítimos e
Montagem Industrial;

Figura 2.1 Figura 2.2 Figura 2.3


Certificados:
Figura 2.1 - ABNT NBR ISO 9001:2008 - Sistema de Gestão da Qualidade
Figura 2.2 - ABNT NBR ISO 14001:2004 - Sistema de Gestão Ambiental
Figura 2.3 - BS OHSAS 18001:2007 - Sistema de Gestão em Segurança e Saúde no
Trabalho
A CONDUTO Brasil, foi a primeira empresa a implantar o sistema de
garantia de qualidade no segmento de dutos do Brasil.
A CONDUTO Brasil foi pioneira na implantação da Solda Orbital com dois
cabeçotes.
Pioneira no uso de ultra-som automático computadorizado e do ECA
Engineering Critical Assessment em obras de dutos do Brasil.
Pioneira no uso de pig’s inteligentes e soldagem automática tendo
participado dos principais projetos do seguimento de petróleo e gás do Brasil, abaixo
alguns dos seus principais projetos:
Figura 2.4. Gasoduto Bolívia - Mato Grosso Figura 2.5. Gasoduto Bolívia Brasil

Figura 2.6 Lançamento de Dutos Offshore Figura 2.7. GasCAV – Gasoduto Cabriúnas - Vitória
Figura 2.8. Spool Base Figura 2.9. Terminal Marítimo de Angra dos Reis

Figura 2.10. Gasoduto/Poliduto Urucu - Coari


Utilizando tecnologia de ponta, possuindo amplo e completo parque de
equipamentos e criando parcerias estratégicas nacionais e internacionais, a CONDUTO
detém comprovada experiência em projetos de grande porte.

3. Atividades Realizadas no Período

3.1 Introdução
No primeiro período do estágio realizado na CONDUTO Brasil, foi
constatado um impressionante grau de exigências contratuais por parte do Cliente
PETROBRAS e SINOPEC - empresa Chinesa do ramos de petróleo e gás, referente a
qualidade da realização do produto do serviços além da estrutura de segurança, saúde
e meio ambiente na execução do empreendimento.
É exigido pelo cliente atendimento a diversos requisitos legais e normas
nacionais e internacionais principalmente para execução de soldagem do gasoduto e
complementos nas normas API 1104, ASME/ANSI B31.4 e B31.8.
O contrato que envolve o projeto que tem a seguinte característica:
Cliente: Transportadora GASENE S.A.
Fiscalização do Empreendimento: PETROBRAS ENGENHARIA IETEG e
SINOPEC EPC
Empreendimento: Gasoduto Interligação Sudeste/Nordeste GASCAC -
GASODUTO CACIMBAS-CATÚ com extensão aproximadamente 950 km faz parte do
PAC - Programa de Aceleração do Crescimento do Governo federal tendo capital
estrangeiro dando origem a Transportadora GASENE S.A.
Para poder iniciar o estágio na obra, foi necessário um treinamento de
integração, exigido pela Petrobrás, onde o aluno teve uma visão geral do projeto e das
normas de segurança a serem atendidas para estar participando do empreendimento e
poder se movimentar dentro da área de execução das atividades.

3.2 Preparações para o Trabalho


No início, por ter pouco conhecimento na área, o aluno foi orientado a ler
algumas normas básicas de Construção e Montagem de Dutos Terrestres com código
N-0464 da PETROBRAS o que possibilitou nas primeiras semanas do estágio ter uma
visão geral das principais etapas de construção do gasoduto ou oleoduto terrestre.
Após integração onde foi recebido treinamento nas normas de segurança o
aluno foi conduzido ao campo e teve um conhecimento prático de como funciona a
obra, passando por fases de Desfile de Tubos, Solda em ponteada e rabuda (Ponteada
envolve a raiz da junta e o primeiro passe ou passe quente e a rabuda envolve os
passes de dois a cinco e o acabamento), Abaixamento, Cobertura e Recomposição.
Após a visita ao campo, foi apresentado ao aluno o programa utilizado para
o controle de relatórios de inspeção de qualidade usado na obra, o qual o aluno passou
grande parte desta primeira etapa do estágio aprendendo a manuseá-lo.

3.3 Atividades Desempenhadas no Controle da Qualidade


No departamento da Qualidade existe toda uma estrutura de inspeção a ser
realizada em obras de oleodutos/gasodutos a fim de garantir a integridade do produto a
ser fornecido ao cliente.
As principais fases de Construção de Gasoduto/Oleodutos estão descritas abaixo:
a) inspeção de recebimento de materiais;
b) armazenamento e preservação de materiais;
c) elaboração de projeto executivo;
d) locação e marcação da faixa de domínio e da pista;
e) abertura de pista incluindo: acessos, terraplenagem (corte e aterro),
supressão vegetal e desmonte de rocha;

Figura 3.1. Fase de Abertura de Pista


f) abertura e preparação da vala, incluindo desmonte de rocha;

Figura 3.2. Valetadeira fazendo a Abertura da Vala

g) transporte, distribuição e manuseio de tubos;

Figura 3.3. Tubos Desfilados e prontos para serem soldados


h) curvamento dos tubos;

Figura 3.4. Tubo sendo curvado

i) revestimento externo com concreto;


j) soldagem, incluindo: ajustagem, alinhamento e fixação dos tubos e
acessórios para soldagem e respectivos registros de qualificação;

Figura 3.5. Passe de Solda Semi-Automática sendo realizado


k) inspeção por ensaios não-destrutivos;

Figura 3.6. Ensaio Não-Destrutivo por Ultrassom sendo realizado

l) revestimento externo anticorrosivo;

Figura 3.7. Revestimento externo anticorrosivo sendo realizado


m) abaixamento e cobertura;

Figura 3.8. “Side Booms” realizando o abaixamento da coluna

n) travessias e cruzamentos;

Figura 3.9. Travessia da Coluna através do Rio

o) sinalização de faixa de domínio de dutos;


p) proteção e restauração;
q) limpeza, enchimento e calibração;
r) teste hidrostático;

Figura 3.10.a, b. Pigs de Calibração para Teste Hidrostático

s) inspeção dimensional interna do duto;


t) condicionamento;
u) inspeção do revestimento externo anticorrosivo após a cobertura;
v) montagem e instalação de complementos;

Figura 3.11. Spool para montagem de complementos

x) emissão de documentação “conforme construído” as built.

Cada uma destas fases pede um relatório de inspeção, com procedimento


revisado, assinado por um inspetor, pelo coordenador da qualidade, por um fiscal da
SINOPEC EPC e por um fiscal da Petrobrás.
É muito importante ter a visão do empreendimento, pois toda a comunicação
entre os departamentos é feito seguindo os parâmetros descritos nas normas
aplicáveis ao projeto, após a segunda semana e leituras de diversas normas melhorou
bastante a compreensão sobre o projeto.
No departamento de Controle da Qualidade foi possível adquirir diversos
conhecimentos que podemos destacar abaixo:
Planejamento das atividades de campo e elaboração do Plano de Inspeção
e Ensaios do Empreendimento muito importante para garantir a integridade e
manutenção de todo o equipamento instalado no empreendimento.
Plano de Inspeção e Ensaios abrangem diversas disciplinas, elétrica,
instrumentação, soldagem, END’s, Teste Hidrostáticos, civil, etc.
Após o termino do contrato de construção existe uma cláusula contratual que
determina que todas as inspeções realizadas nos equipamentos sejam mantido em
arquivos técnicos por 5 anos, foi designado pelo Coordenador da Qualidade a ajudar
elaborar e organizar os registros do empreendimento de acordo com os requisitos
contratuais e Norma PETROBRAS N-0464, N-1710 e N-0381, que são organizados e
arquivados na forma de um “Data Book”, onde o aluno passou o resto desta primeira
parte do estágio, entendendo e organizando o “Data Book” tanto da Linha Tronco
quanto das estações de Válvulas do gasoduto.
Todos os registros são Controlados através do software Gertubos da
Empresa Informatize encontrado no site www.gertubos.com.br onde os dados de
inspeções do projeto são inseridos, verificados e validados a fim de garantir total
rastreabilidade dos materiais aplicados e índices de inspeções realizados.

4. Conclusões

Nesta etapa do estágio realizado na CONDUTO Companhia Nacional de


Dutos, a área de petróleo e gás se mostra em grande expansão no país, o corpo
técnico do gerenciamento do empreendimento é formado por profissionais com mais de
20 anos no mercado o que ajudar a desenvolver bastante os novos colaboradores
orientando da melhor forma possível um dos principais item da política da Empresa.
Nesta primeira etapa do estágio, o aluno pode compreender melhor como
funciona um empreendimento deste porte, os níveis de exigências exigidos pela
Petrobrás e entender como funciona o Controle da Qualidade em uma obra de
gasoduto.

5. Referências

PETROBRAS N-133 - Soldagem;


PETROBRAS N-505 - Lançador e Recebedor de “Pig” para Duto;
PETROBRAS N-1594 - Ensaio Não-Destrutivo - Ultra-Som;
PETROBRAS N-1595 - Ensaio Não-Destrutivo - Radiografia;
PETROBRAS N-1597 - Ensaio Não-Destrutivo - Visual;
PETROBRAS N-1710 - Codificação de Documentos Técnicos de Engenharia;
PETROBRAS N-2047 - Apresentação de Projeto de Dutos Terrestres;
PETROBRAS N-2098 - Inspeção de Duto Terrestre em Operação;
PETROBRAS N-2177 - Projeto de Cruzamento e Travessia de Duto Terrestre;
PETROBRAS N-2328 - Revestimento de Junta de Campo para Duto Enterrado;
PETROBRAS N-2432 - Revestimento Externo de Concreto para Dutos Terrestres e
Submarinos;
PETROBRAS N-2719 - Estocagem de Tubo em Área Descoberta;
PETROBRAS N-2726 - Dutos;
ABNT NBR 5425 - Guia para Inspeção por Amostragem no Controle e
Certificação da Qualidade;
ABNT NBR 5426 - Planos de Amostragem e Procedimentos na Inspeção
por Atributos;
ABNT NBR 5427 - Guia para Utilização da norma ABNT NBR 5426;
ABNT NBR 12712 - Projeto de Sistemas e Distribuição de Gás
Combustível;
ABNT NBR 9061 - Segurança de Escavação a Céu Aberto;
ABNT NBR 14842 - Critérios para a Qualificação e Certificação de Inspetores de
Soldagens;
API RP 1110 - Recommended Practice for the Pressure Testing of Liquid Petroleum
Pipelines;
API SPEC 5L - Line Pipe;
API SPEC 6D - Specification for Pipeline Valves (Gate, Plug, Ball and Check
Valves);
API STD 1104 - Welding Pipelines and Related Facilities;
Wounds and Jacketed;
ASME B 16.34 - Valves - Flanged, Threaded and Welding End;
ASME B 31.4 - Liquid Transportation Systems for Hydrocarbons, Liquid Petroleum
Gas, Anhydrous Ammonia and Alcohols;
ASME B 31.8 - Gas Transmission and Distribution Piping Systems;
ASME Section IX - Qualification Standard for Welding and Brazing Procedures,
Welders, Blazers and Welding and
Brazing Operators;
PETROBRA S.A www.petrobras.com.br
CONDUTO Companhia Nacional de Dutos www.conduto.com.br