Você está na página 1de 1

As políticas públicas são implementadas e mantidas pelo Estado, e são geradas a partir de um processo de tomada de decisão que envolve

não
apenas os órgãos públicos, mas também diferentes instituições e a comunidade como um todo.

A discussão sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) iniciou partindo dessa perspectiva de participação social e, para tanto, além da
seleção de especialistas, organizou uma plataforma para participação de toda a sociedade civil e propôs amplo debate a partir das Secretarias de
Educação estaduais. Porém, o terceiro documento foi elaborado pelo MEC e apresentado já concluso, para discussão em audiências públicas
organizadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). A orientação é de que as redes já devem começar a preparar uma revisão curricular.

A linha do tempo que apresenta todos esses processos pode ser acessada no portal do MEC:

- Linha do tempo: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/linha-do-tempo

- Vídeo:
- Notícia: http://g1.globo.com/educacao/noticia/aprovacao-da-base-nacional-comum-curricular-no-cne-deve-acontecer-em-novembro.ghtml

Diante desse contexto, pergunta-se:

a) A escola onde você trabalha participou dos estudos e/ou da consulta popular sobre a BNCC? Se ainda não está trabalhando, você se
apropriou do processo apresentado nos links acima?

b) Qual a importância de o Brasil ter uma BNCC? Relacione o primeiro parágrafo desse enunciado que menciona a importância da participação
social nas políticas públicas e aborde as contradições do processo brasileiro.

As respostas a essas questões em um texto dissertativo-argumentativo com dois a três parágrafos.

Obs.1: para escrever um bom texto, é fundamental estudar os textos dos links do enunciado. Faça isso tomando notas, em tópicos, antes de
elaborar a resposta. Assim, seu texto tende a ser mais coeso.

Obs.2: antes de enviar, releia e revise ortografia e concordância

a)A escola que trabalhava na época participou das discussões. Houveram alguns fóruns para
debatermos. Tanto fóruns locais, quanto municipais e também regionais. Os fóruns em sua
maioria foram organizados pelo sindicato, Sinte-SC, com intuito de debater o que estava
acontecendo com a educação e também de elaborar estratégias de atuação. As iniciativa da
secretaria de educação foram todas muito tímidas e limitaram-se a apresentar o documento
como algo acabado, o que já demonstra uma contradição com o próprio processo.

b) Uma base nacional é um ponto importante de apoio e orientação para a prática docente.
Mas essa orientação deve ser construída a partir de debates pela base, construídas pelos
atores sociais responsáveis diretos pela educação, ou seja a classe/categoria dos profissionais
de educação e também pela sociedade como um todo. O processo que aparentou ser
democrático no entanto apresentou contradições como por exemplo, na redação final os
debates foram desconsiderados, ou melhor apareceu a política do governo, porém encoberta
por uma camada de democracia, portanto o que aconteceu de fato foi uma legitimação das
políticas do governo. Além de que no fim das contas toda a participação que houve não teve
caráter deliberativo, apenas consultivo.