Você está na página 1de 74

2011.

2
TABELA PERIÓDICA

Relação entre as massas atômicas


e as propriedades

Organização do comportamento químico

2
Lothar Meyer Dmitri Mendeleev
1869 1871

Preveu a existência de
50 vários elementos, tais
ELEMENTOS como Gálio e Germânio

As massas atômicas eram conhecidas, mas os números atômicos não!


Mendeleev (1871): Teve a ideia de
separar os elementos em linhas e
colunas (famílias) segundo suas
propriedades físico-químicas e, em uma
ordem crescente de massa atômica.
Moseley (1913): Através de estudos
utilizando raios X, fez importantes
descobertas com relação ao núcleo
atômico e assim surgiu a ideia do número
atômico (Z) que posteriormente foi
associada ao número de prótons em um
dado núcleo. Assim...

Os experimentos comprovaram que era em função


do número de prótons e não da massa atômica, que
as propriedades dos átomos variavam.
Versão atual da Lei Periódica ou Lei de Moseley

“Algumas propriedades físico-químicas dos elementos


variam periodicamente em função de seus números
atômicos (Z).”

Niels Bohr: Estabeleceu a relação entre a


periodicidade das propriedades dos
elementos e a semelhança de suas
configurações eletrônicas. Logo....

As posições dos elementos na tabela periódica são


fornecidas pelas suas distribuições eletrônicas,
principalmente das suas camadas de valência.
Tabela Periódica de Mendeleev (1871) 7
Tabela Periódica Moderna (IUPAC, 1990)

8
9
Tabela Periódica em forma expandida 10
Forma Convencional
Famílias dos elementos

12
13
Relação entre os valores de n, l e m (até n=4)

15
Configurações eletrônicas de vários elementos mais leves

16
17
18
Ordem de preenchimento

19
21
22
METAIS

- Dos 117 elementos conhecidos atualmente 91 são


metais;

- A principal característica dos destes é a


eletropositividade, e daí o termo caráter metálico;

- Possuem forte tendência de doar elétrons e formar


cátions.
METAIS
dúcteis
Bons condutores de calor
maleáveis

Bons condutores de eletricidade


Brilho metálico
NÃO METAIS

- São conhecidos atualmente 20 elementos não


metálicos;

- A principal característica dos destes é a


eletronegatividade;

- Possuem forte tendência de atrair elétrons e formar


ânions
NÃO METAIS
Enxofre
Isolante térmico Não possuem brilho

Fósforo

Carbono

Isolante elétrico
SEMI METAIS

- São conhecidos atualmente 7 elementos semi


metálicos;

- Possuem propriedades intermediárias entre metais e


não metais;
SEMI METAIS

Resistencia mecânica Veneno


Semicondutores (B) (As)
(Si e Ge)

Materiais anti-chama
(Sb)
“As propriedades dos elementos químicos são
funções periódicas do número atômico”

De acordo com essa lei, os elementos químicos estão


dispostos na tabela periódica em ordem crescente do
número atômico.
PROPRIEDADES PERIÓDICAS

As principais propriedades periódicas são:

- Tamanho do átomo ou Raio atômico;

- Energia de ionização;

- Afinidade eletrônica;

- Propriedades físico-químicas.
RAIO ATÔMICO

- Raio atômico: distância do núcleo ao nível mais


externo do átomo.

- Distância internuclear de dois átomos vizinhos iguais


e toma-se a metade da distância;

- A partir da medida do raio atômico pode-se prever


outras propriedades dos átomos e das substâncias
dos elementos.
RAIO ATÔMICO
RAIO ATÔMICO
CARGA NUCLEAR EFETIVA (Zef)
Carga aparente que afeta um elétron particular. É menor
que a carga nuclear (Z), porque cada elétron externo está
parcialmente protegido do núcleo pelos elétrons internos
(BLINDAGEM).

Constante de Blindagem (S): Extensão em que a carga


nuclear total é protegida dos elétrons mais externos pelos
outros elétrons existentes na estrutura.

Z: número atômico
S: número de elétrons da
camada de valência
CARGA NUCLEAR EFETIVA (Zef)

Elétrons no mesmo nível energético são muito pouco


protegidos pelos outros elétrons do mesmo nível, porém
são bastante protegidos pelos elétrons que se encontram
em níveis energéticos inferiores.
RAIO ATÔMICO Elementos do 2º período

36
RAIO ATÔMICO
CARGA NUCLEAR EFETIVA (Zef)
RAIO ATÔMICO
Metais alcalinos (IA)

38
RAIO ATÔMICO
Grupo IVB

39
RAIO ATÔMICO

40
RAIO ATÔMICO
Período: Varia em função do número atômico (Z).
Diminui ao longo do período.
RAIO ATÔMICO

Grupo: aumenta ao longo da coluna.


RAIO ATÔMICO
No período: da direita para esquerda Zef

No grupo: de cima para baixo Número de camadas


eletrônicas
RAIO ATÔMICO
Raios atômicos , nm
RAIO ATÔMICO
RAIO ATÔMICO

47
RAIO ATÔMICO
Zircônio e Háfnio possuem propriedades semelhantes:
ponto de fusão e ebulição, solubilidade. São encontrados
juntos na natureza, sendo os mais difíceis de separar.

Átomos de elementos de
transição do quinto e
sexto períodos com raios
atômicos e configurações
similares apresentam
semelhanças notáveis.
RAIO ATÔMICO
- Para íons, o raio iônico deverá aumentar para os ânions e
diminuir para os cátions.
- Quanto maior for o número de elétrons ganhos ou
perdidos, maior será a diferença entre os raios iônico e
atômico.
RAIO ATÔMICO X RAIO IÔNICO
RAIO ATÔMICO X RAIO IÔNICO
ÍONS ISOELETRÔNICOS
ENERGIA (POTENCIAL) DE IONIZAÇÃO

- Energia mínima necessária para remover 1 elétron de


um átomo (ou íon) isolado no estado gasoso.

- 1ª Energia de ionização: trabalho necessário para


remover completamente o elétron mais fracamente ligado
de um átomo, no estado fundamental e no estado gasoso.

Reação de ionização
ENERGIA (POTENCIAL) DE IONIZAÇÃO
ENERGIA DE IONIZAÇÃO
ENERGIA DE IONIZAÇÃO
ENERGIA DE IONIZAÇÃO
ENERGIA DE IONIZAÇÃO
ENERGIA DE IONIZAÇÃO, Kj/mol
60
61
Elementos do 2º período
Metais alcalinos (IA)
AFINIDADE ELETRÔNICA OU ELETROAFINIDADE

É a energia liberada quando um átomo neutro e isolado


no estado gasosos captura um elétron, formando um íon
negativo.
AFINIDADE ELETRÔNICA OU ELETROAFINIDADE
AFINIDADE ELETRÔNICA OU ELETROAFINIDADE
AFINIDADE ELETRÔNICA OU ELETROAFINIDADE
68
Halogênios (VIIA)

69
ELETRONEGATIVIDADE
ELETROPOSITIVIDADE
72
74