Você está na página 1de 2

CONSULTORIA EMPRESARIAL

Análise SWOT – Tomando Decisões Estratégicas

A análise SWOT é uma ferramenta muito usada pelos mais variados tipos de organização para o apoio na
tomada de decisões e se baseia na identificação de quatro grandes grupos de características presentes ao
negócio: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats
(Ameaças).

A matriz SWOT retrata a realidade da organização quando comparada ao ambiente competitivo em que se
encontra inserida, trata-se, portanto, de uma análise situacional, utilizada para que um plano de ação seja
colocado em prática. A análise SWOT é comumente utilizada durante a elaboração do Planejamento
Estratégico ou em casos de restruturação organizacional motivada por mudanças no mercado que exijam
um reposicionamento do negócio ou de parte dele.

Para uma abordagem prática da metodologia de análise, podemos dividir os quatro grupos citados
anteriormente em Fatores Internos à organização e Fatores Externos à organização. Como Fatores
Internos, temos as Forças (Strenghts) e as Fraquezas (Weaknesses). Os fatores externos são as
Oportunidades (Opportunities) e as Ameaças (Threats).

Na tabela abaixo encontram-se exemplos de cada um dos grupos:

Fatores Strenghts - Forças Weaknesses - Fraquezas


Internos
competência em fator crítico de sucesso na área falta de rumo estratégico claro
recursos financeiros adequados instalações obsoletas
boa imagem perante os consumidores lucratividade abaixo da média
líder de mercado falta de equipe gerencial capacitada
acesso a economia de escala falta de funcionários capacitados
tecnologias patenteadas problemas operacionais ou de processos
vantagens em custos e preços internos
eficiência em marketing fraca rede de distribuição
habilidade em inovação habilidades de comercialização abaixo da
habilidade gerencial média
rede eficiente de distribuição e comercialização fraca gestão do fluxo de caixa ou acesso a
melhor capacidade de fabricação linhas de crédito convenientes
capacitação tecnológica custos acima da média do mercado

Fatores Opportunities - Oportunidades Threats - Ameaças


Externos
entrar em novos mercados ou segmentos entrada de concorrentes com preços
atender diferentes grupos de clientes menores
expandir a linha de produtos/serviços caso haja surgimento de produtos substitutos
necessidades dos clientes recessão ou crescimento lento do mercado
diversificação de produtos relacionados mudanças econômicas (taxa de câmbio, por
integração vertical (para frente ou para trás) exemplo)
aumento iminente da demanda crescimento do poder de barganha de
retirada de algum competidor clientes e fornecedores
mudanças na preferência dos consumidores

Apesar de conceitualmente simples, a elaboração da matriz SWOT é algo que exige tempo, dedicação e o
reconhecimento preciso de cada componente dentro dos quatro grandes grupos, isso porque é a partir
CONSULTORIA EMPRESARIAL

desse levantamento que decisões estratégicas serão tomadas e os rumos da organização serão
decididos.

Outro ponto a se destacar é o fato de que a análise SWOT é uma ferramenta de comparação da situação
da empresa com os demais players do mercado e, portanto, demanda um conhecimento avançado das
características dos concorrentes. Com relação aos Fatores Internos (Forças e Fraquezas), um
levantamento junto a clientes que se relacionam ou que já se relacionaram com a empresa é
extremamente recomendável para fornecer informações relevantes sobre a reputação da empresa no
mercado. O mesmo pode ser feito com fornecedores e outros parceiros. No caso dos Fatores Externos,
uma área de Inteligência de Mercado, ainda que possa não existir formalmente na empresa, também deve
ser acionada para a detecção das Oportunidades e Ameaças, tanto no ambiente concorrencial quanto em
um ambiente mais amplo ou macroeconômico.

Uma vez desenvolvida a matriz SWOT da organização, tem-se em mãos um painel extremamente útil para
direcionar as ações de acordo com a estratégia vigente ou aquela que venha a ser adotada pela empresa.
Do ponto de vista prático, os Pontos Fortes da empresa serão usados para aproveitar as Oportunidades
mapeadas anteriormente e para se “blindar” contra as possíveis Ameaças identificadas. De forma similar,
os Pontos Fracos deverão ser minimizados para proteger a organização das Ameaças e prepará-la para
tirar proveito de Oportunidades presentes ou que se apresentem no futuro.

Para finalizar, é interessante citar um conselho encontrado no livro bastante conhecido no mundo
corporativo “A Arte da Guerra” de Sun Tzu, que ilustra muito bem o conceito de utilização da análise
SWOT:

“Concentre-se em seus pontos fortes, reconheça suas fraquezas, agarre as oportunidades e proteja-se
contra as ameaças”.

_____________________________________________________________________________________

Ricardo Formanek – 2014 PLANADO Consultoria Empresarial