Você está na página 1de 5
Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues

Classificação de Máquinas quanto ao tipo de Excitação

Máquinas de cc podem ser classificadas conforme as interconexões entre os enrolamentos do campo e da armadura.

Ela pode ser basicamente de quatro formas: excitação independente, excitação série, excitação shunt e excitação composta.

Excitação independente:

e excitação composta.  Excitação independente : Características: - Velocidade praticamente constante; -

Características:

- Velocidade praticamente constante;

- Velocidade ajustável por variação da tensão de armadura e também por enfraquecimento de campo.

Em geradores cc com excitação independente a corrente de campo requerida é uma fração muito pequena da correte nominal de armadura. Ela fica na ordem de um a três por cento, para um gerador médio. Os geradores de excitação independente são usados frequentemente em sistemas realimentados de controle, quando é necessário controlar a tensão de armadura dentro de uma ampla faixa. Uma vantagem do motor cc de excitação independente é a facilidade do controle de velocidade.

 Excitação série : Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas -

Excitação série:

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues

Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues Características: - Enrolamento de campo série deve

Características:

- Enrolamento de campo série deve suportar a corrente que circula na armadura;

- Enrolamento mais grosso em relação do shunt e na mesma bitola que o da armadura;

- Enrolamento com poucas espiras;

- Alto torque na partida com cargas.

Nessa ligação temos o enrolamento de armadura e o enrolamento série do estator conectados em série e ligados à alimentação. Existem então dois enrolamentos com fio de certa seção circular e poucas espiras ligados em série.

Estando os dois enrolamentos em série, é certo deduzir que o campo magnético criado no estator depende da mesma corrente aplicada ao enrolamento de armadura.

Se o motor é ligado sem carga, temos um campo magnético no estator que depende da corrente absorvida. Se essa corrente for baixa, o campo magnético no enrolamento de campo será muito baixo, fazendo com que o motor atinja velocidades altas.

Em comparação com o motor shunt, o motor série tem excelente torque de partida, mas uma regulação de velocidade ruim, pois todo aumento de carga resulta aumento de corrente e consequente queda de velocidade.

O motor série é excelente em aplicações em que há alta carga de inércia, como trens e aplicações com forte tração, tomando-se o cuidado de operá-lo

sempre com carga aplicada.

Uma vantagem do motor de cc série é que nunca ocorrerá do circuito de campo ficar desenergizado e o circuito de armadura energizado.

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues

Excitação shunt (paralelo) ou derivação:

Rodrigues  Excitação shunt (paralelo) ou derivação : Características: - Enrolamento de campo shunt deve suportar

Características:

- Enrolamento de campo shunt deve suportar a tensão aplicada na armadura;

- Enrolamento mais fino que o de armadura;

- Enrolamento com mais espiras que o de armadura;

- Boa regulação de velocidade.

Nesse tipo de ligação, tanto a armadura quanto o enrolamento shunt do estator são ligados em paralelo com a alimentação. Como normalmente a armadura é construída com fio mais grosso e menos espiras que o enrolamento do estator, a armadura consome mais corrente que o estator. O movimento de rotação e o torque são resultados da interação do campo magnético no estator com o campo magnético na armadura criado pela corrente de armadura.

Como a armadura e o enrolamento de campo shunt estão em paralelo com a alimentação, se a tensão de alimentação não variar, podemos esperar uma rotação constante na ponta do eixo do motor, sem carga.

O enrolamento shunt está em paralelo com a armadura e estão ligados à alimentação. Para aumentar a velocidade do motor, pode-se inserir um reostato em série com o shunt e assim diminuir o fluxo gerado no estator.

OBS: Deve-se ter o cuidado de não eliminar o campo totalmente, pois teríamos o risco de o motor atingir velocidades muito altas, podendo sofrer danos mecânicos nos mancais, rolamentos, buchas, além de impor riscos desnecessários às pessoas que trabalham com ele.

O motor de cc com enrolamento shunt apresenta uma boa regulação de velocidade, pois com o aumento da carga, automaticamente aumenta-se a corrente de armadura, o que ajuda a manter o torque da máquina.

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues

Excitação composta (Compound):

Barros Rodrigues  Excitação composta (Compound) : Características: - Enrolamento de campo independente; -

Características:

- Enrolamento de campo independente; - Apresenta um fluxo mínimo mesmo com o motor em vazio.

Com o intuito de combinar o melhor da ligação shunt com o melhor da ligação série, existe a ligação compound. Conseguimos a excelente regulação de velocidade do motor shunt com o excelente torque de partida do motor série. Os motores compound são utilizados onde há necessidade de velocidade constante com variações extremas de carga. A ideia do motor compound é tornar possível o aproveitamento do alto torque da ligação série, sem disparos de velocidade com cargas reduzidas ou nenhuma carga, em seguida usar a baixa variação de velocidade do motor shunt sob diferentes situações de carga.

Gráfico com características de geradores cc:

de velocidade do motor shunt sob diferentes situações de carga. Gráfico com características de geradores cc:
Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros

Instituto Federal de São Paulo Campus Presidente Epitácio Máquinas Elétricas - MQX Prof° Fernando Barros Rodrigues

Gráfico com características de motores cc:

Rodrigues Gráfico com características de motores cc: Exemplo de aplicação: um elevador de carga que utiliza

Exemplo de aplicação: um elevador de carga que utiliza motor cc opera com ligação série para subir carga, torque elevado necessário. Para descer, não havendo necessidade de torque, mas controle de velocidade, opera com ligação shunt. Quando sem carga ou carga reduzida, opera com ligação compound.