Você está na página 1de 3

História 8.

º ano

Renascimento, Reforma e Contrarreforma

1. Lê o excerto com atenção.

Lourenço de Médicis, governante da cidade italiana de Florença, encheu os seus jardins com
belas estátuas antigas; (...) os seus palácios eram uma espécie de escola para os jovens
pintores, os aprendizes de escultura e todos os que se aplicavam no desenho.

Giorgio Vasari, Vidas de Pintores, 1582 (adaptado)


Seleciona a opção correta.

Achas que Lourenço de Médicis foi um mecenas?

a) Sim, porque ajudou ao desenvolvimento da arte renascentista ao proteger e recompensar


os artistas.
b) Sim, porque era um amante da arte e da cultura.
c) Não, porque era completamente desinteressado pela arte.
d) Não, porque a sua função era governar Florença.
e) Não, porque apenas ajudava os jovens artistas, que ainda estavam a aprender.

2. Completa a frase com as opções corretas.

O _________________ pode ser entendido como uma corrente estética renascentista que se
caracteriza por uma inspiração nos modelos _________________ na literatura e nas
_________________.

Opções: classicismo; naturalismo; greco-latinos; orientais; religiões; artes

3. Lê o excerto e responde à seguinte questão.

Deus escolheu o homem (…) e, colocando-o no centro do Mundo, disse-lhe: Nós não te demos
lugar fixo, nem forma determinada, nem função particular (…). És tu que, segundo os teus
desejos e o teu discernimento, podes escolher (…).

Picco della Mirandola, Oração sobre a Dignidade do Homem,1486

Identifica, a partir do documento escrito, três dos novos valores que caracterizam a
mentalidade do Renascimento.

4. Lê o excerto e responde à seguinte questão.

A experiência que é a madre das coisas nos desengana de todo e a dúvida nos tira; e, portanto,
(...) por ela sabemos radicalmente a verdade.

Duarte Pacheco Pereira, Esmeraldo de Situ Orbis

Identifica, a partir do documento escrito, a principal fonte de conhecimento, após o século XV.

1/3
História 8.º ano

5. Seleciona a opção que completa corretamente a frase.

A imprensa permitiu a difusão dos ideais renascentistas porque...

a) permitiu produzir livros mais rapidamente e em maiores quantidades, o que os tornou mais
baratos e acessíveis a um maior número de pessoas.
b) era uma biblioteca onde se podiam ler livros antigos, medievais e renascentistas.
c) era um local onde reuniam os humanistas para trocarem ideias sobre as suas novas obras.

6. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

Quais as características da pintura renascentista?

a) Utilização da perspetiva.
b) Naturalismo.
c) Equilíbrio da composição.
d) Deformação da figura humana.
e) Despreocupação pelas cores.

7. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Faz corresponder os pintores renascentistas à respetiva obra.

Coluna I Coluna II
1 – Botticelli A – "Nascimento de Vénus (c. 1485)
2 – Rafael B – "A Escola de Atenas" (1509-1510)
3 – Van Eyck C – "A Virgem dos Rochedos" (c. 1485)
4 – Leonardo da Vinci D – "Giovanni Arnolfini e a sua esposa" (1434)
5 – Miguel Ângelo F – Frescos do teto da Capela Sistina, no
Vaticano (1508 e 1512)

8. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas.

No Renascimento, para embelezar palácios, jardins, praças e até túmulos usavam-se esculturas.
Ressurgiram temas clássicos como o _________________ e a _________________. Os
escultores representam-nos de forma _________________ e harmoniosa, através do recurso à
composição geométrica _________________.

Opções: nu; rural; estátua religiosa; estátua equestre; surreal; realista; piramidal; triangular

2/3
História 8.º ano

Renascimento, Reforma e Contrarreforma Soluções


9. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Quais os elementos decorativos usados no estilo manuelino?

Coluna I Coluna II
1 – Elementos naturalistas A – A cruz de Cristo, o escudo real e a esfera armilar.
2 – Elementos marítimos B- Os troncos, as raízes e as folhagens.
3 – Emblemas nacionais C – As cordas, as boias, as conchas e as redes.

10. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Faz corresponder as personalidades à respetiva obra.

Coluna I Coluna II
1- Gutenberg A- “Elogio da Loucura”- obra de crítica social
2- Maquiavel B- “Hamlet”- peça de teatro
3- Cervantes C- “O Príncipe”- tratado de ciência política
4- Luís de Camões D- “Utopia”- obra onde é imaginada uma sociedade ideal
5- Shakespeare E- Criador da imprensa
6- Erasmo de Roterdão F- “D. Quixote de la Mancha”
7- Copérnico G- “Os Lusíadas”- poema épico
8- Thomas More H- Teoria heliocêntrica

3/3