Você está na página 1de 9

Concurso Público

2005

Centro de Pesquisas de Energia Elétrica

Assistente Social
ASOC 01

INSTRUÇÕES GERAIS
• É responsabilidade do candidato certificar-se de que o nome do cargo/código do perfil informado nesta capa de prova
corresponde ao nome do cargo/código do perfil informado em seu Cartão de Resposta e Caderno de Questões.
• Você recebeu do fiscal:
- Um caderno de questões da Prova Objetiva contendo 20 (vinte) questões objetivas de múltipla escolha;
- Um cartão de respostas personalizado para a Prova Objetiva;
- Um caderno de questões da Prova Discursiva contendo 14 (quatorze) questões discursivas com área reservada para a resposta;
• Ao ser autorizado o início da prova, verifique, nos cadernos de questões (Prova Objetiva e Prova Discursiva) se a numeração das
questões e a paginação estão corretas.
• Você dispõe de 5 (cinco) horas e 30 (trinta) minutos para fazer a Prova Objetiva e a Prova Discursiva. Faça-as com tranqüilidade, mas
controle o seu tempo. Este tempo inclui a marcação do cartão de respostas da Prova Objetiva e o desenvolvimento das respostas da Prova Discursiva.
• Não será permitido ao candidato copiar seus assinalamentos feitos no cartão de respostas da Prova Objetiva ou no caderno de
questões da Prova Discursiva.
• Após o início da prova, será efetuada a coleta da impressão digital de cada candidato (Edital 01/2005 – Item 8.9 alínea a).
• Somente após decorrida uma hora do início da prova, o candidato poderá entregar seu cartão de respostas da Prova Objetiva e seu
caderno de questões da Prova Discursiva e retirar-se da sala de prova (Edital 01/2005 – Item 8.9 alínea c).
• Somente será permitido levar seu caderno de questões da Prova Objetiva ao final da prova, desde que o candidato permaneça em sua
sala até este momento (Edital 01/2005 – Item 8.9 alínea d).
• Após o término de sua prova, entregue obrigatoriamente ao fiscal o cartão de respostas da Prova Objetiva devidamente assinado e o
caderno de questões da Prova Discursiva.
• Os 3 (três) últimos candidatos de cada sala só poderão ser liberados juntos.
• Se você precisar de algum esclarecimento, solicite a presença do responsável pelo local.

INSTRUÇÕES - PROVA OBJETIVA


• Verifique se os seus dados estão corretos no cartão de respostas da Prova Objetiva. Solicite ao fiscal para efetuar as correções na Ata
de Aplicação de Prova.
• Leia atentamente cada questão e assinale no cartão de respostas da Prova Objetiva a alternativa que mais adequadamente a responde.
• O cartão de respostas da Prova Objetiva NÃO pode ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos
locais destinados às respostas.
• A maneira correta de assinalar a alternativa no cartão de respostas da Prova Objetiva é cobrindo, fortemente, com caneta esferográfica
azul ou preta, o espaço a ela correspondente, conforme o exemplo a segu

A C D E

CRONOGRAMA PREVISTO
Atividade Data Local
Divulgação do gabarito - Prova Objetiva (PO) 02/05/2006 www.nce.ufrj.br/concursos
Interposição de recursos contra o gabarito (RG) da PO 03 e 04/05/2006 NCE/UFRJ
Divulgação do resultado do julgamento dos recursos contra os RG da PO e o 12/05/2006 www.nce.ufrj.br/concursos
resultado final das PO
Divulgação do resultado preliminar das Provas Discursivas de Pesquisadores (PDP) 12/05/2006 www.nce.ufrj.br/concursos
Pedido de vista das PDP 15/05/2006 NCE/UFRJ
Vista das PDP e interposição de recursos contra o resultado preliminar das PDP 16 e 17/05/2006 NCE/UFRJ
Divulgação do resultado do julgamento dos recursos contra o resultado preliminar das 24/05/2006 www.nce.ufrj.br/concursos
PDP e resultado final das PDP
Concurso Público - 2005 CEPEL

LÍNGUA PORTUGUESA 02 – No título do texto, a palavra meio tem o seguinte significado:

(A) ponto médio;


(B) parte que fica eqüidistante de dois extremos;
TEXTO – O MEIO TÉCNICO-CIENTÍFICO (C) condição intermediária;
Milton Santos (D) esfera social;
(E) metade de um todo.
A fase atual da história da humanidade, marcada pelo que se
denomina de revolução científico-técnica, é freqüentemente 03 – O vocábulo atual, presente na primeira frase do texto, tem
chamada de período técnico-científico. Em fases anteriores, as seu significado dependente do momento de produção do texto;
atividades humanas dependeram da técnica e da ciência. a frase em que NÃO aparece um elemento do mesmo tipo é:
Recentemente, porém, trata-se da interdependência da ciência
e da técnica em todos os aspectos da vida social, situação que (A) “Recentemente, porém, trata-se da independência da ciência
se verifica em todas as partes do mundo e em todos os países. e da técnica”;
O próprio espaço geográfico pode ser chamado de meio técnico- (B) “Agora, esta realidade se estende a todo o Terceiro Mundo”;
científico. Agora, essa realidade se estende a todo o Terceiro (C) “Agora mundializado, o espaço geográfico redefine-se pela
Mundo, ainda que em diferente proporção, segundo os países. combinação desses signos”;
Nesta nova fase histórica, o mundo está marcado por novos (D) “é freqüentemente chamada de período técnico-científico”;
signos, como: a multinacionalização; a grande revolução da (E) “De um lado, o período atual vem marcado por uma verdadeira
informação que liga instantaneamente os lugares, graças aos unicidade técnica...”
progressos da informática.
O espaço geográfico agora mundializado redefine-se pela 04 – “é freqüentemente chamada de período técnico-científico”;
combinação desses signos. Seu estudo supõe que se levem em esta frase se encontra na voz passiva, ao contrário de:
conta esses novos dados revelados pela modernização e pelo
capitalismo agrícola, pela especialização regional das atividades, (A) “Recentemente, porém, trata-se da interdependência da
por novas formas e localizações da indústria e da extração ciência e da técnica”;
mineral, pelas novas modalidades de produção de energia, pela (B) “situação que se verifica em todas as partes do mundo”;
importância da circulação no processo produtivo, pelas grandes (C) “O próprio espaço geográfico pode ser chamado de meio
migrações, pela terceirização e pela urbanização extremamente técnico-científico”;
hierárquicas. (D) “Nessa nova fase histórica, o mundo está marcado por novos
Os espaços rural e urbano são marcados, na sua transformação, signos”;
pelo uso sistemático das contribuições da ciência e da técnica (E) “que se levem em conta esses novos dados”.
e por decisões de mudança que levam em conta, no campo e na
cidade, os usos a que cada fração do território vai ser destinada. 05 – A fase atual da história da humanidade é marcada, segundo
Trata-se de uma geografia completamente nova. Todo esforço o primeiro parágrafo do texto, de forma específica, por:
de conceptualização exige que os novos fatores no nível
mundial (cuja lista certamente não esgotamos) sejam levados (A) depender da técnica e da ciência;
em conta, tanto no nível local, como regional ou nacional. Os (B) localizar-se no Terceiro Mundo de forma especial;
estudos empíricos ganharão a partir desse enfoque. (C) uma maior e geral dependência da ciência e da técnica;
No que se refere particularmente ao espaço, o aparecimento de (D) não incluir o espaço geográfico;
dois novos fenômenos constitui a base da explicação histórica (E) excluir todos os aspectos, exceto o social.
de sua nova realidade. De um lado, o período atual vem marcado
por uma verdadeira unicidade técnica, pelo fato de que em todos 06 – “marcada pelo que se denomina de revolução técnico-científica,
os lugares os conjuntos técnicos presentes são “grosso modo” é freqüentemente chamada de período técnico-científico”; o modo
os mesmos, apesar do grau diferente de complexidade; e a de abordar o assunto dessas denominações mostra que:
fragmentação do processo produtivo em escala internacional
se realiza em função dessa mesma unicidade técnica. (A) o autor do texto discorda dessas designações;
(B) a segunda designação é melhor do que a primeira;
(C) a primeira designação é melhor do que a segunda;
(D) são designações usadas de forma generalizada;
01 –” A fase atual da história da humanidade, marcada pelo que (E) elas não representam mais a realidade.
se denomina de revolução científico-técnica, é freqüentemente
chamada de período técnico-científico”; se trocarmos os 07 – A alternativa em que a primeira vírgula empregada difere da
adjetivos científico-técnica e técnico-científico de posição, razão pela qual é empregada em todos os demais exemplos é:
suas formas adequadas são:
(A) “A fase atual da história da humanidade, marcada pelo que
se denomina...”;
(A) técnico-científica / científico-técnico;
(B) “Nesta nova fase histórica, o mundo está marcado por novos
(B) técnica-científica / científico-técnico;
signos...”;
(C) técnica – científico / científica-técnico;
(C) “Em fases anteriores, as atividades humanas...”;
(D) técnico-científico / científico-técnico;
(D) “Agora, esta realidade se estende a todo o terceiro mundo”;
(E) técnica-científico / científico-técnicos.
(E) “Agora mundializado, o espaço geográfico redefine-se pela
combinação...”.
2
Concurso Público - 2005 CEPEL

08 - “Nesta nova fase histórica, o mundo está marcado por 13 – Nas alternativas abaixo todos os termos sublinhados
novos signos”; a forma de reescrever-se essa frase que altera o representam o paciente do termo anterior; a única EXCEÇÃO é:
seu sentido original é:
(A) produção da energia;
(A) O mundo está marcado, nesta nova fase histórica, por novos (B) contruções da ciência;
signos; (C) decisões de mudança;
(B) Novos signos marcam o mundo nesta nova fase histórica; (D) fragmentação do processo produtivo;
(C) Novos signos, nesta nova fase histórica, marcam o mundo; (E) localização da indústria.
(D) O mundo, novos signos o marcam nesta nova fase histórica;
(E) Nesta fase histórica nova, o mundo está marcado por signos
14 – “Os espaços rural e urbano”; esse tipo de concordância
novos.
entre substantivo e adjetivo se repete em:
09 – “graças aos progressos da informática”; a frase em que a
expressão “graças a” NÃO está empregada dentro de seu valor (A) os dias pares e ímpares;
semântico original é: (B) os bons e maus momentos;
(C) as bandeiras francesa e inglesa;
(A) Graças ao aumento de salário todos puderam viajar; (D) os meses longos e curtos;
(B) Graças ao temporal da noite, as ruas ficaram alagadas; (E) os livros grossos e finos.
(C) Graças à vigilância da polícia, o assalto não ocorreu;
(D) Graças aos céus, tudo correu bem; 15 – O segmento do texto entre parênteses – cuja lista certamente
(E) Graças ao bom tempo, todos puderam divertir-se. não esgotamos – significa uma:

10 – “Recentemente, porém, trata-se da interdependência da (A) retificação do que foi dito;


ciência e da técnica”; o conectivo que substituiria o conectivo (B) observação contrária às informações dadas;
porém, sem alteração na forma da frase e mantendo-se o mesmo (C) explicação de algo confuso;
sentido, é: (D) confissão de possibilidades de erro;
(E) deficiência na possibilidade de informação.
(A) mas;
(B) no entretanto;
16 – Os estudos empíricos se referem aos estudos:
(C) ainda assim;
(D) todavia;
(A) ligados aos conhecimentos atuais;
(E) pois.
(B) fundamentados na experiência;
11 – “Seu estudo supõe que se levem em conta esses novos (C) de conteúdo ideológico;
dados revelados pela modernização e pelo capitalismo agrícola, (D) baseados nos novos conhecimentos científicos;
pela especialização regional das atividades, por novas formas e (E) voltados para a tradição.
localizações da indústria e da extração mineral, pelas novas
modalidades de produção de energia, pela importância da 17 – “apesar do grau diferente de complexidade”; a frase em
circulação no processo produtivo, pelas grandes migrações, que NÃO se manteve o sentido original do segmento destacado
pela terceirização e pela urbanização extremamente hierárquicas”; é:
a explicação INCORRETA do elemento citado é:
(A) ainda que com grau diferente de complexidade;
(A) capitalismo agrícola – o capitalismo voltado para os produtos (B) mesmo que com grau diferente de complexidade;
do campo; (C) embora com grau diferente de complexidade;
(B) especialização regional das atividades – as regiões se (D) se bem que com grau diferente de complexidade;
especializam na produção de determinados bens; (E) por mais que com grau diferente de complexidade.
(C) novas modalidades de produção de energia – outras formas
de produzir energia, além das tradicionais (hidráulica, carvão, 18 – Os advérbios em –mente são formados a partir das formas
petróleo etc.); femininas dos adjetivos. Os advérbios do texto em que se pode
(D) grandes migrações – grandes transferências de bens de ver essa formação é:
consumo de uma região para outra;
(E) terceirização – transferência de serviços. (A) instantaneamente / freqüentemente;
(B) freqüentemente / recentemente;
12 – No segmento da questão anterior, o adjetivo hierárquicas (C) recentemente / particularmente;
tem a forma feminina plural porque: (D) particularmente / extremamente;
(E) extremamente / instantaneamente.
(A) houve erro do autor do texto;
(B) concorda com migrações; 19 – “Em fases anteriores, as atividades humanas dependeram da
(C) se refere a urbanização; técnica e da ciência”; esse segmento do texto permite inferir que:
(D) concorda com modalidades;
(E) se refere aos dois últimos substantivos anteriores. (A) hoje não se depende mais da técnica e da ciência;
(B) só os países ricos tinham acesso a esses conhecimentos;
(C) as atividades humanas anteriores eram atrasadas;
(D) hoje desaparecerem do cenário a ciência e a técnica;
(E) as fases atuais apresentam alguma mudança.
3
Concurso Público - 2005 CEPEL

20 – Em todas as frases abaixo há formas verbais com o pronome CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS


SE; assinale aquela em que a forma plural está MAL construída:

(A) “pelo que se denomina de revolução científica” – pelo que


se denomina de revoluções científicas; 25 – No atual padrão de reestruturação produtiva, vigente nas
(B) “trata-se da interdependência da ciência e da técnica” – trata- empresas no Brasil, diante da ênfase na produtividade e nas
se das interdependências da ciência e da técnica; novas tecnologias e em face do desemprego estrutural, a/o
(C) “situação que se verifica em todas as partes do mundo” – assistente social deve:
situações que se verifica em todas as partes do mundo;
(D) Essa realidade agora se estende” – essas realidades agora (A) posicionar-se contrariamente a essas ênfases como
se estendem; mutiladoras dos trabalhadores, junto a estes;
(E) “Trata-se de uma geografia completamente nova” – trata-se (B) apoiar essas ênfases, colaborando para que os trabalhadores
de geografias completamente novas. as entendam como garantia de sua empregabilidade e
merecedoras de sacrifícios;
21 – O texto lido pode ser classificado prioritariamente como: (C) analisar o modo de aplicar essas ênfases, suas contradições
e alternativas, com trabalhadores e gerentes;
(A) informativo; (D) estimular a qualificação dos trabalhadores, incluindo posturas
(B) didático;
comportamentais para aceitar essas ênfases;
(C) normativo;
(E) aceitar essas ênfases e modos de aplicá-las, buscando atuar
(D) instrucional;
(E) publicitário. nos casos individuais, intermediando exceções junto ao gerente.

22 – “nesta nova fase histórica”, “novos signos”, “novos 26 – Diante das novas tecnologias de gerenciamento, por meio
dados”, “novas formas e localizações”, “novas modalidades de programas de “qualidade total”, “pesquisas de clima
de produção” etc. Todos esses exemplos do texto mostram uma organizacional” e outros do tipo participativo, de alcance
preocupação do autor do texto que é: institucional, e das funções tradicionais de administrar
benefícios e atender individualmente os trabalhadores e suas
(A) mostrar seu conhecimento sobre as últimas descobertas famílias, o papel do/a assistente social é:
científicas e técnicas;
(B) opor coisas novas a coisas antigas e ultrapassadas; (A) afastar-se das funções tradicionais para organizar e
(C) indicar modificações do mundo atual e suas implicações; coordenar esses programas;
(D) demonstrar que o mundo moderno está decadente; (B) afastar-se das funções tradicionais para assessorar os
(E) denunciar a mania pelo novo. gerentes nesses programas;
(C) manter-se nas funções tradicionais, aguardando a decisão
23 – “Os conjuntos técnicos presentes são ‘grosso modo’ os
da empresa sobre o seu papel e funções;
mesmos”; a expressão “grosso modo” significa:
(D) assessorar gerentes e trabalhadores, inserindo-se nesses
(A) genericamente; programas e mantendo as funções tradicionais;
(B) superficialmente; (E) apresentar projeto de criação de outros programas,
(C) rudemente; reformulando os tradicionais.
(D) artificialmente;
(E) especificamente. 27 – Casos pesquisados de grandes empresas no Brasil, por
assistentes sociais, têm indicado, predominantemente, as
24 – “a fragmentação do processo produtivo em escala seguintes alterações e determinantes, provocados por
internacional se realiza em função dessa mesma unicidade reestruturações produtivas empreendidas:
técnica”; a expressão “em função de” só NÃO pode significar,
no contexto: (A) doenças físicas e psíquicas, alienação sócio-política e
aumento do individualismo dos trabalhadores, relacionados
(A) de acordo com; com as novas tecnologias gerenciais, processos e
(B) na dependência de; reorganização do trabalho;
(C) à diferença de; (B) maior colaboração coletiva, diante da total autonomia de
(D) em conformidade com; todas as equipes de trabalho, com a redução do controle e
(E) em resultado de. das chefias e com a remuneração variável por mérito;
(C) fim da divisão de classes e da subordinação do trabalhador,
tornando-se, o empregado e o empregador, parceiros e
colaboradores, em clima social harmônico, dentro e fora do
trabalho;
(D) trabalho menos penoso e mais criativo, por todas as equipes de
trabalho, em face das novas tecnologias e da polivalência, com
menor ritmo de trabalho e menor desgaste físico e psíquico;
(E) aumento da revolta e da luta dos trabalhadores, diante das
mudanças, através de greves e de boicote ao trabalho, no
interior das empresas.

4
Concurso Público - 2005 CEPEL

28 - As necessidades sociais a serem analisadas pelo assistente 32 – A participação da(o) assistente social em programas
social na empresa são: educativos na empresa, em sua globalidade, consiste em:

(A) idênticas às demandas apresentadas; (A) palestras em todos os eventos educativos, como Semana
(B) um conjunto independente das demandas; Interna de Prevenção de Acidentes e outros procedimentos
(C) um complexo que origina as demandas; preventivos como em relação a AIDS;
(D) um conjunto correspondente aos benefícios da empresa; (B) reflexão com os trabalhadores e chefias sobre necessidades
(E) um conjunto correspondente aos benefícios da Previdência sociais, sua relação com as condições de trabalho e meios
Social Pública. para atendê-las, em todos os eventos, programas e
atendimentos;
29 – A legislação de saúde e segurança do trabalho no Brasil
(C) esclarecimentos em grupos em situações específicas (como
expressa:
pré-aposentáveis, portadores de dependência química,
portadores de deficiência);
(A) um conjunto de Normas Regulamentadoras, na Consolidação
(D) informações e esclarecimentos sobre benefícios da empresa
das Leis do Trabalho, que atende a todas as necessidades
dos trabalhadores; para os trabalhadores e suas famílias, em programas de
(B) um conjunto de Normas e Leis, complementares e conflitantes integração de novos empregados;
em suas diretrizes, objetivos e métodos, de períodos distintos (E) informações e esclarecimentos sobre benefícios
e de competência de Ministérios e Secretarias distintos; previdenciários para os trabalhadores e suas famílias, em
(C) Legislação Previdenciária, constante da Consolidação das Leis atendimentos individuais aos trabalhadores.
do Trabalho, sobre os direitos de todos os trabalhadores;
(D) Normas Regulamentadoras dos Contratos Coletivos de 33 – O papel da(o) assistente social na CIPA e em outras
Trabalho, pelos Sindicatos e pelos Conselhos Profissionais comissões e programas organizacionais (de alcance
de todas as categorias; institucionais) deve compreender:
(E) Legislação do Ministério da Saúde sobre os Serviços
Especializados de Segurança e Medicina do Trabalho. (A) assessorar os gerentes envolvidos na análise das ocorrências
de interesse da Comissão em relação às condições familiares
30 – O atendimento, pela(o) assistente social, em situações que e de vida dos trabalhadores, propondo medidas;
envolvam questões de saúde dos trabalhadores, deve consistir (B) pesquisar atos inseguros e causas de comportamentos
em: inadequados do(a) trabalhador(a) dentro e fora do trabalho,
junto ao/às representantes dos empregados e do
(A) visitas domiciliares nos exames periódicos de saúde, empregador;
segundo a programação do médico do trabalho; (C) encarregar-se de organizar, observar, prestar esclarecimentos
(B) decidir sobre afastamento por situações de saúde e de e relatar as reuniões da Comissão, tomando as providências
acidente de trabalho, com programa de readaptação de encaminhamentos nelas deliberados;
funcional, para retorno posterior ao trabalho;
(D) informar sobre direitos e estimular análises e propostas sobre
(C) encaminhamento para utilização de benefícios previdenciários
as condições de trabalho, com o(a)s trabalhadore(a)s e
e de outros serviços públicos, com emissão da Comunicação
chefias envolvido(a)s, representantes dos empregados e
por Acidente de Trabalho, tratando-se de acidentes e de
do empregador;
doenças profissionais;
(D) visitas hospitalares para fiscalização das condições de (E) prestar informações sobre os benefícios previdenciários ao/às
higiene e de atendimento médico, aos trabalhadores e às representantes dos empregados e do empregador e
suas famílias; preencher a Comunicação de Acidente de Trabalho à
(E) análise das cargas negativas e das condições de trabalho e Previdência Social, no caso da CIPA, com orientação ao
de vida com os trabalhadores, a equipe interdisciplinar e as acidentado.
chefias envolvidas, em todos os programas existentes.
34 – Segundo Iamamoto, desvendar a prática profissional no
31 – O conceito de saúde do trabalhador: âmbito das relações sociais exige considerá-la em sua dupla
dimensão: objetiva e subjetiva. Essas dimensões se referem
(A) é idêntico ao de Medicina do Trabalho, ocupando-se das respectivamente às:
doenças dos trabalhadores;
(B) é idêntico ao de Saúde Ocupacional, ocupando-se da saúde (A) determinações históricas e à sua representação na e pela
dos trabalhadores; consciência de seus profissionais;
(C) consiste no atendimento dos acidentes de trabalho e doenças (B) relações institucionais e à sua autonomia como profissão
profissionais, nos termos legais; liberal;
(D) ocupa-se dos serviços médicos, de enfermagem e de (C) responsabilidades contratuais e à sua inserção em processos
segurança do trabalho no atendimento dos acidentes de de trabalho capitalistas;
trabalho e das doenças dos trabalhadores e de suas famílias; (D) restrições institucionais e à sua vinculação aos interesses
(E) compreende o processo saúde-doença-trabalho, analisando-o da população com a qual trabalha;
no seu conjunto e propondo mudança, com os trabalhadores, (E) mudanças no mundo do trabalho e à sua participação na
chefias e equipe de saúde.
reprodução social da classe trabalhadora.

5
Concurso Público - 2005 CEPEL

35 – A consideração da questão social como matéria prima do 40 – A sistematização da prática profissional toma como foco central a
trabalho do assistente social envolve para além de suas múltiplas própria atividade profissional a partir de uma preocupação com a sua:
manifestações as alterações sócio-históricas que nela vêm se
processando, sobretudo em função do seguinte fator: (A) condução técnica e instrumental;
(B) reflexão e realimentação teórica;
(A) recentes mudanças provocadas pela expansão da sociedade (C) organização prática no âmbito institucional;
salarial; (D) capacidade de registro documental;
(B) formas coletivas de seu enfrentamento por parte dos sujeitos (E) articulação interinstitucional.
coletivos;
(C) incremento da tecnologia e da conseqüente potencialização 41 – O deciframento das condições de vida da população, a
do trabalho concreto; compreensão das redes de sociabilidade social, assim como do grau
(D) expansão do capital morto em relação ao capital vivo; de relacionamento com as medidas e ações de proteção social são
(E) aumento progressivo dos programas governamentais de atividades que compõem um dos momentos do trabalho do assistente
enfrentamento da pobreza. social. A atividade que particulariza as ações mencionadas e a dimensão
do trabalho profissional nas quais se inscrevem são, respectivamente:
36 – A atuação dos assistentes sociais com famílias tem sido
cada vez mais requisitada pelos mais diferentes programas e
(A) caracterização da população e dimensão investigativa;
políticas sociais. Uma análise que não naturalize o conceito de
(B) articulação interinstitucional e dimensão propositiva;
família deve considerar sua vinculação a dois planos importantes:
(C) capacitação da população e dimensão educativa;
(D) acolhimento da população e dimensão interventiva;
(A) o da religião e o da cultura;
(E) articulação interinstitucional e dimensão ética.
(B)o da reprodução social e o da sociabilidade individual;
(C) o da cultura e o das relações interpessoais;
(D) o da psique e o da suas transformações institucionais ao 42 – A interdisciplinaridade constitui um dos principais enunciados
longo das diferentes sociedades; nas formulações das propostas de organização do trabalho das
(E) o das construções ideológicas e o do seu papel na organização equipes compostas por diferentes profissionais. Para não cair na
da vida social. falsa impressão de que se trata de uma alternativa apoiada na
vontade dos sujeitos, as críticas a esta perspectiva ressaltam a
37 – O reconhecimento da centralidade da família para as ações no necessidade de pensar suas possibilidades para além do campo
campo das políticas sociais e, em particular da assistência social, sobre o qual vem se restringindo este debate. Trata-se do campo:
foi reafirmado na elaboração dos conceitos e bases de organização
do Sistema Único de Assistência Social através da noção de: (A) ético-político;
(B) histórico;
(A) família sistêmica; (C) econômico;
(B) sociograma familiar; (D) cultural;
(C) matricialidade sócio-familiar; (E) epistemológico.
(D) família desestruturada;
(E) família patriarcal. 43 – A área de Recursos Humanos vem ampliando o espaço de
atuação para os assistentes sociais. Contudo, na maioria das
38 – O Código de Ética Profissional considera a quebra de sigilo vezes não exige uma formação profissional específica. A leitura
admissível: dessas novas demandas tem sido tratada como uma expressão
contraditória das formas de inserção do Serviço Social no campo
(A) em nenhuma situação; empresarial. Estes processos, contudo, não alteram a função
(B) em situações cuja gravidade possa, envolvendo ou não fato histórica das atividades que caracterizam o trabalho do assistente
delituoso, trazer prejuízo aos interesses dos usuários, de social, ainda que possam adquirir novas feições. Sob esta
terceiros e da coletividade; perspectiva, o trabalho do assistente social está voltado para:
(C) em situações cuja gravidade envolva necessariamente fato
delituoso, trazendo prejuízo aos interesses dos usuários; (A) o processo de aceleração da taxa de produtividade da força
(D) em situações cuja gravidade envolva necessariamente fato de trabalho;
delituoso, trazendo prejuízo aos interesses da coletividade; (B) o processo de reprodução material e espiritual da força de
(E) em situações cuja gravidade possa, envolvendo ou não fato trabalho;
delituoso, trazer prejuízo aos interesses apenas aos usuários (C)a consolidação de novas formas de relacionamento entre capital
e à coletividade. e trabalho;
(C) o acirramento das formas de relacionamento entre capital e
39 – As duas preocupações que nortearam a análise e a produção trabalho;
do Código de Ética de 1993 foram:
(E) a consolidação de novas bases para a produção social.
(A) a defesa intransigente da democracia como valor universal e
44 – A Constituição de 1988 consagra, no campo social, os
da corporação Serviço Social;
seguintes princípios:
(B) a ruptura com o neotomismo e com a autocracia burguesa;
(C) a superação do pragmatismo profissional e a defesa da
democracia como valor universal; (A) meritocracia e universalidade;
(D) a defesa da qualidade dos serviços profissionais e do (B) focalização e corporativismo;
exercício profissional; (C) meritocracia e corporativismo;
(E) a ruptura com as perspectivas neotomistas e a defesa das (D) universalidade e descentralização;
práticas profissionais junto à sociedade. (E) descentralização e focalização.
6
Concurso Público - 2005 CEPEL

45 – O processo de reestruturação industrial, as transformações 49 – A doutrina neoliberal constitui um conjunto de proposições


no padrão tecnológico e transformações radicais na composição apontadas como saída para a crise e a estagnação econômica
do mercado de trabalho constituem os pilares essenciais do que atinge os países capitalistas a partir da década de 1970.
modelo de desenvolvimento capitalista atual. Um dos impactos Dentre tais proposições esta´:
deste processo no Brasil é a:
(A) incremento do Estado intervencionista;
(A) instalação do fordismo como regime de acumulação, visando
(B) incentivo ao pleno emprego;
elevação das taxas de consumo;
(B) flexibilização das relações de trabalho que operam com base (C) controle do déficit fiscal;
no emprego da mão-de-obra intensiva; (D) expansão do taylorismo;
(C) constituição de uma sociedade dual em que a opção pelo (E) regulamentação das relações econômicas.
modelo desenvolvimentista prima pela integração social;
(D) convivência de ocupações ligadas à economia moderna com 50 – As profundas transformações que vêm ocorrendo no mundo
grande quantitativo de trabalhadores precariamente capitalista desde as últimas décadas do século XX associadas ao
integrados ao mercado de trabalho; chamado processo de globalização da economia têm implicações
(E) modernização econômica que tem como base a rápida profundas sobre a concepção e a forma de operar das políticas
industrialização comandada pelo Estado. sociais. Tais políticas assumem nesse contexto um sentido:
46 – Os programas de ajuste estrutural aplicados nos países em (A) de limitação, dada a visão de que os programas sociais fazem
desenvolvimento como estratégia para debelar a crise econômica
decrescer os investimentos produtivos e a taxa de inflação;
e tornar estas economias mais competitivas no mercado globalizado
impactaram profundamente a agenda social desses países. Um (B) de expansão, já que as populações dos diferentes países estão
dos princípios que constitui um item fundamental dessa agenda é: submetidas a condições de vida e de trabalho mais desfavoráveis;
(C) residual, na medida em que os gastos sociais crescem
(A) estatização; enquanto a clientela das políticas diminuem;
(B) seletividade; (D) de privatização, na medida em que a seguridade social passa
(C) inclusão; a se constituir na linha mestra de todo o sistema;
(D) seguridade; (E) de restrição do leque de programas sociais e da clientela
(E) redistributividade. atendida, uma vez que as políticas passam a ter um caráter
focalizado em termos de cobertura.
47 – O reconhecimento da “questão social” no Brasil como
problemática a ser oficialmente enfrentada pelo Estado ocorre a
partir da década de 30 com a chamada era Vargas. É correto
afirmar a respeito das medidas de proteção social nesse período:
PROVA DISCURSIVA
(A) tiveram como ator central a burocracia previdenciária que
direcionava suas ações aos setores sociais mais vulneráveis Texto Base:
do ponto de vista do mercado de trabalho; Em uma empresa de grande porte, a gerência de Recursos
(B) constituíram a gênese da previdência social brasileira, cujo Humanos, após uma mudança na estrutura organizacional,
rol de direitos eram definidos pelos sindicatos, Estado e solicitou à sua equipe especializada (composta de 02
demais entidades da sociedade civil; enfermeiros do trabalho, 02 assistentes sociais, 02 psicólogos,
(C) tinham como base os IAP´s (Institutos de Aposentadoria e 02 médicos do trabalho, 02 engenheiros de segurança do
Pensão), cuja administração era autônoma em relação à trabalho, 02 técnicos de segurança do trabalho), a elaboração
regulamentação estatal;
de um programa voltado para a saúde do trabalhador, que possa
(D) constituíram peça importante no processo de transformação
da economia brasileira, visando impulsionar a reduzir em 50% os casos de absenteísmo ao trabalho,
industrialização e, ao mesmo tempo, transformar o país numa decorrentes de doenças psíquicas (estresse e depressão) e de
potência agro-exportadora; doenças físicas (LER).
(E) foram implementadas junto com a legislação trabalhista e
sindical e beneficiavam determinadas categorias profissionais
relevantes ao modelo econômico então em vigor. QUESTÃO 1 (máximo de 60 linhas)
Analise a situação descrita considerando: o Código de Ética
48 – Pode-se afirmar sobre o Sistema Previdenciário brasileiro Profissional; a Lei de Regulamentação da Profissão; as
hoje: abordagens teóricas no Serviço Social sobre a reestruturação
produtiva e a saúde do trabalhador no Brasil; o trabalho do
(A) a previdência social tem como teto de contribuição e benefício assistente social em empresa.
o limite de dez salários mínimos;
(B) a crise da previdência social é um produto direto da recessão
econômica e da concessão do Benefício da Prestação Continuada;
(C) a adesão à previdência privada complementar tornou-se QUESTÃO 2 (máximo de 30 linhas)
compulsória para os trabalhadores de maior renda a partir Colocando-se na condição dos assistentes sociais da equipe
de 2004; de prestação de serviços, elabore um esboço de programa de
(D) o déficit da previdência agrava-se em função da suspensão serviço social, a ser apresentado junto com os dos demais
do vínculo entre o valor da contribuição e o valor do participantes da equipe, contendo: justificativa, objetivos e
benefício; estratégias de ação, devidamente articulados à análise dos itens
(E) a reforma da previdência aprovada pelo atual governo da questão anterior.
estabeleceu o fim da aposentadoria por idade.
7
Prédio do CCMN - Bloco C
Cidade Universitária - Ilha do Fundão - RJ
Coordenação de Concurso - (21) 2598-3333
Internet: www.nce.ufrj.br/concursos