Você está na página 1de 3

Métodos e Técnicas de Estudo

Prova de Avaliação Contínua - 2017/2018– 1º Semestre

Docente: Inês Casquilho Martins

Carlos Pedro Sebastião Abeli


Aluno da licenciatura de Sociologia – ISCTE-IUL
cpsai@iscte-iul.pt
I

Planeamento e organização do Estudo

1.1- Com base nos critérios lecionados em aula ponho em hipotese que
estes 3 objetivos académicos a longo, médio e curto prazo sejam
respectivamente, ser um membro investigador eficiente da comunidade
académica em 5 anos, acabar a licenciatura com uma média superior a 16 nos 3
anos supostos e, encontrar fonte de motivação constante planeando todas as
minhas sessões de estudo do segundo semestre.
1.2.1- L.
1.2.2- .
1.2.3- L.
1.2- O planeamento e gestão do estudo na vida académica é essencial pois
sem ele carecemos de objectivos especificos para atingirmos um
determinado desejo, e sem esses objectivos claros o suficiente não
temos noção de como distribuir o tempo e/ou medir a dificuldade para
que tal desejo seja cumprido, assim sendo, assim que estabelecemos o
objectivo temos de definir comportamentos especificos capazes de nos
ajudar a lá chegar enquanto definimos mecanismos de monitorização de
modo a auto-avaliarmos o nosso trabalho enquanto ele ainda não se
encontra completo, aí verificamos o processo completo e avaliamos se o
resultado encontra-se perto do objectivo estabelecido, se não,
repetimos o processo.

II

Reflexão sobre a abordagem ao estudo

2.1.1- A minha motivação varia de acordo com a pressão que sinto até concluir
o objectivo predefinido, sendo que por vezes, essa mesma pressão é capaz de
inibir o incentivo necessário para tal, assim sendo, as minhas estratégias
pessoais de estudo baseiam-se em acomular matéria suficiente até sentir uma
obrigação moral para estudar, ou, tentar desanuviar a cabeça meditando(ou
não) enquanto deixo o pensamento de estudo incubar, sem sentir-me sereno,
jamais começo a estudar pois sinto-me incapaz de efetuar mapas mentais
eficientes, só por si estas estratégias pessoais de aprendizagem são pouco
eficazes mas aliadas ao meu estilo de aprendizagem especifico julgo ser o
necessário. Considero-me um aluno com preferência a um processo de estudo
reflexivo visto que preciso de uma leitura longa para assimilar ideias e uma
aprendizagem intuitiva pois ajuda-me a esquematizar mentalmente o conceito
geral da ideia sendo que compreendo melhor na forma verbal já que a minha
memória memoriza melhor informação quando a mesma é lida ou ouvida e
quando aprendo o meu ritmo de estudo tem tendência a ser global pois sou
capaz de esquecer-me de pequenos detalhes e mesmo sem eles garantir a
resolução de problemas complexos.

2.1.2-

2.2-