Você está na página 1de 6

FICHA DE GRAMÁTICA

1. Organiza, em duas colunas, os nomes seguintes, conforme sejam concretos ou abstratos:


Saudade, hospital, semana, montanha, fama, paixão, escola, desporto, orgulho, felicidade,
inteligência, exercício, televisão, valentia, homem, árvore, opinião, verdade, canção, livro.

Nomes concretos Nomes abstratos


Hospital, montanha, televisão, homem, Saudade, semana, fama, paixão, desporto,
árvore, livro. orgulho, felicidade, inteligência, exercício,
valentia, opinião, verdade, canção.

2. No texto que se segue, sublinha todos os nomes que encontrares.


“Era o leão que dirigia a manobra. Conquistava o terreno passo a passo, mais silencioso
que o silêncio, mais paciente que a paciência, mais atento que a atenção. A leoa seguia-o,
repetia os seus movimentos.”

3. Dos nomes que se seguem, sublinha os que são coletivos:

Manada, chama, leão, rebanho, multidão, vinha, caneta, escola, biblioteca, cão, água.

4. Completa com os nomes coletivos apropriados:


a) Na Primavera aparecem bandos de andorinhas.
b) O meu avô tem uma matilha de cães.
c) Hoje vi um cardume de pargos no Aquário.
d) No Alentejo há muitas varas de porcos.
e) Os Açores são um arquipélago.

5. Indica se os nomes que se seguem são epicenos, comuns de dois ou sobrecomuns:


a) a testemunha - sobrecomum
b) o/a jornalista – comum de dois
c) a águia-macho – epiceno
d) a baleia-fêmea – epiceno
e) o/a jovem – comum de dois
f) a vítima – sobrecomum
5.1 – Explica o que são:
a) Nomes epicenos: É o que não sofre contraste em género, independentemente do sexo da
entidade a que se refere, recorrendo à indicação: macho e fêmea.
b) Nomes sobrecomuns: é o que possui uma única forma para designar o masculino e o
feminino, não variando nem mesmo o determinante.
c) Nomes comuns de dois: é o que possui uma forma comum aos dois géneros, variando
apenas o determinante para indicar o masculino ou feminino.

6- Identifica a subclasse a que pertencem os adjetivos destacados em cada frase.


Qualificativo Numeral Relacional
O António é um rapaz alegre. X
A Rita não gosta do primeiro dia de aulas. X
Gosto de trabalhos difíceis. X
O lince ibérico está em extinção. X
O rapaz recebeu uma notícia terrível. X
Ontem fiz um passeio noturno. X
A Maria gosta de ler os jornais diários. X
Havia uma fonte seca no jardim. X
É a segunda vez que visito Paris. X

7- Recorda os graus dos adjetivos, fazendo corresponder as frases da coluna 1 com o grau
indicado na coluna 2.
Frases Graus
a) A conferência foi muito aborrecida comparativo de igualdade c)
b) O dia está quente. comparativo de inferioridade e)
c) Estou tão triste como o dia. superlativo absoluto analítico a)
d) A sala estava sujíssima. superlativo absoluto sintético d)
e) Gosto do café menos doce do que o chá. superlativo relativo de superioridade f)
f) Este livro é o mais interessante de todos. Normal b)
g) Aquele salto foi o menos espetacular. comparativo de superioridade h)
h) O pôr do sol é mais bonito do que o amanhecer. superlativo relativo de inferioridade g)

8- Reconstitui a fábula de Esopo com os verbos em falta, respeitando as instruções


indicadas:
Uma tarde, um leão dormia (verbo “dormir” no pretérito imperfeito do modo indicativo)
descansado quando um rato muito ativo começou a saltar à sua volta. Sem querer, o rato
acordou (verbo “acordar” no pretérito perfeito do modo indicativo) o leão, que rapidamente o
apanhou. Quando o leão estava prestes a comê-lo (verbo “comer” no infinitivo impessoal), ele
pediu que lhe perdoasse (verbo “perdoar” no pretérito imperfeito do modo conjuntivo) e
prometeu que um dia o recompensaria pelo favor que lhe estava a fazer (verbo “fazer” no
infinitivo impessoal). O leão desatou às gargalhadas, achou engraçado como um pequeno rato
poderia pensar que algum dia o ajudaria (verbo “ajudar” no presente do modo condicional) caso
ele precisasse (verbo “precisar” no pretérito imperfeito do modo conjuntivo) de um favor, mas,
de qualquer forma, soltou-o.
Passados alguns dias, o leão foi apanhado (verbo “apanhar” no particípio passado) por
caçadores e preso a uma árvore com corda. Por mero acaso, o rato estava a passar naquele lugar
e, mal ouviu os queixumes do leão, aproximou-se (verbo “aproximar-se” no pretérito perfeito do
modo indicativo) para o ajudar. Sem pensar duas vezes, o rato roeu a corda e soltou-o da
armadilha.
O leão ficou muito surpreendido! Como era maravilhoso estar livre, e graças à ajuda de um
pequeno rato!
Esopo, As minha Primeiras Fábulas, Mimosa, 2007 (texto adaptado)

9- Indica a subclasse dos verbos das seguintes frases:


a) O João está cansado. Copulativo
b) O Miguel deu um estalo ao colega. Transitivo direto e indireto
c) O aluno errou a questão. Transitivo direto
d) O doente espirrou. Intransitivo
e) Tu continuas belíssima! Copulativo
f) Os reclusos obedeceram aos guardas prisionais. Transitivo indireto
g) O cozinheiro fez um bolo. Transitivo direto
h) O deputado discordou do ministro. Transitivo indireto
i) Ele está em casa. Copulativo

10- Transforma as frases passivas em ativas e as ativas em passivas.


a) O meteorito foi avistado por doze mil pessoas. Doze mil pessoas avistaram o
meteorito.
b) O cão foi atropelado. Atropelaram o cão.
c) O jornalista escrevera a notícia a pedido do diretor. A notícia fora escrita pelo
jornalista a pedido do diretor.
d) O astronauta avistava um pedaço de metal. Um pedaço de metal era avistado pelo
astronauta.
e) O livro “O cavaleiro da Dinamarca será requisitado pelo Rui. O Rui requisitará o livro “O
Cavaleiro da Dinamarca”.

11- Analisa sintaticamente as seguintes frases.


a) Provavelmente, o Pedro comprou a gramática na livraria. Provavelmente: Modificador
de frase; o Pedro: Sujeito simples; comprou a gramática na livraria: Predicado; a
gramática: Complemento direto; na livraria: Modificador do grupo verbal.
b) Saíram da escola às 14 horas. Saíram da escola às 14 horas: Predicado; da escola:
Complemento oblíquo; às 14 horas: Modificador do grupo verbal.
c) O Pedro e eu continuamos preocupados. O Pedro e eu: Sujeito composto;
continuamos preocupados: Predicado; preocupados: Predicativo do sujeito.

12- Divide e classifica as orações das seguintes frases:


a) Visto que não me entregaste o trabalho, vou avaliá-lo negativamente. 1.ª Oração
subordinada adverbial causal; 2.ª Oração subordinante.
b) Viajei até ao Norte, porém não consegui observar todas as paisagens. 1.ª Oração
coordenada; 2.ª Oração coordenada adversativa.
c) Juro que não repito aquele feito se tu fizeres a tua parte. 1.ª Oração subordinante; 2.ª
Oração subordinada adverbial condicional.
d) Mal cheguei à festa, vi a tua amiga Mariana. 1.ª Oração subordinada adverbial temporal; 2.ª
Oração subordinante.
e) Já vos foram fornecidos os exercícios, portanto trabalhem bem. 1.ª Oração coordenada; 2.ª
Oração coordenada conclusiva.
f) Traz-me as tuas revistas ou terei que comprar outras. 1.ª Oração coordenada; 2.ª Oração
coordenada adversativa.
g) Embora não aprecie filmes de terror, penso que irei ver o que está no cinema. 1.ª Oração
subordinada adverbial concessiva; 2.ª Oração subordinante.

13- Passa para o discurso indireto.


Mas o Cavaleiro sacudiu a cabeça e respondeu:
– As histórias dos mares, das ilhas, dos povos desconhecidos e dos países distantes são
maravilhosos e enchem-me de espanto. Mas prometi chegar este natal à minha casa, farei a
viagem por terra e partirei amanhã.
– Vai ser uma viagem dura. – disse o Flamengo.
Mas o Cavaleiro sacudiu a cabeça e respondeu que as histórias dos mares, das ilhas,
dos povos desconhecidos e dos países distantes eram maravilhosos e o enchiam de espanto.
Mas que tinha prometido chegar naquele natal à sua casa e, por isso, faria a viagem por terra e
partiria no dia seguinte.

14- Passa para o discurso direto.


O mágico disse num espetáculo que ia tirar um coelho branco da cartola e que isso iria
impressionar o público.
O mágico disse num espetáculo:
– Vou tirar um coelho branco da cartola e isso vai impressionar-vos.

15- Lê atentamente os pares de frases seguintes, prestando particularmente atenção às


palavras destacadas e indica o tipo de relação existente entre elas.

a) Eu coro sempre que falo em público. – homógrafas


O coro da escola atuou na festa de final de ano.
b) Faz a descrição da personagem. – parónimas
O João tratou do assunto com discrição.
c) O Pedro quis comprar aquele livro. - antónimas
O Ricardo quis vender o livro ao Pedro.
d) Ele deixou a mochila no canto da sala. - homónimas
O canto daquele pássaro é muito agradável.
e) Ele está na prisão a expiar o seu crime. - homófonas
Espiar a vida alheia é muito feio!
f) Gosto da cor do teu vestido. - homógrafas
Já sei esta lição de cor.
g) O trigo corta-se com uma foice. - homófonas
A Joana foi-se embora.
h) O antigo soberano da Pérsia tinha o título de Xá. - homófonas
Os ingleses são grandes apreciadores de chá.
i) Quando voltas de férias? - homónimas
Há horas que ele anda às voltas com o puzzle.
j) Gostaria que me desse o seu número de telefone. - homógrafas
Podem fazer a cópia desse texto.
CONCLUSÃO:
As palavras homófonas… têm a mesma pronúncia, mas têm significado e escrita
diferentes.
As palavras homónimas… têm a mesma grafia e pronúncia, mas têm significados
diferentes.
As palavras homógrafas… têm a mesma grafia, mas têm significado e pronúncia
diferentes.
As palavras parónimas… têm sentidos diferentes, mas com formas relativamente
próximas.

16- Reescreve as frases, substituindo as expressões sublinhadas pelos pronomes


corretos, fazendo as alterações necessárias.
a) Ele concretizaria todos os sonhos se pudesse. Ele concretizá-los-ia.
b) Os homens provocam a guerra. Os homens provocam-na.
c) Ele fechará os olhos para tentar esquecer aquela dor. Ele fechá-los-á para tentar
esquecer aquela dor.
d) Eu nunca desistirei de realizar os meus sonhos. Eu nunca desistirei de os realizar.
e) Vais partir esse copo se não tiveres cuidado. Vais parti-lo se não tiveres cuidado.
f) Nós prometemos que a ajudávamos. Nós prometemo-lo.
g) A Rita ofereceu flores à mãe. A Rita ofereceu-lhas.
h) Eu e a minha mãe fizemos um bolo. Eu e a minha mãe fizemo-lo.
i) Se quiseres compro um disco. Se quiseres compro-o.

17 – Identifica a classe e a subclasse das palavras destacadas no exercício anterior.


Ele: Pronome pessoal Os: Determinante artigo definido
aquela: Determinante demonstrativo nunca: Advérbio de negação
à: Preposição contraída bolo: Nome comum