Você está na página 1de 5

4ª Prova diagnóstica – 2017 – 3º Série

SEDUCE-GO – PORTUGUÊS - Ens. Médio

ESCOLA: ________________________ resíduo; isso facilitaria a coleta seletiva”, nas palavras de


Prof.:____________________________ uma catadora do lixão. Mas, nesse cenário degradante,
Nome: ___________________________ entre os amontoados, surge um sinal de vida: os
girassóis. A grande flor amarela mostra que a vida pode
renascer onde parece impossível.
A responsabilidade de exercer a mudança deve ser
conjunta. Às vezes, chego a me questionar se isso será
possível em um mundo dominado pelo capitalismo. Grande
parte da população surubinense e das demais regiões que
ali faz o depósito dos resíduos ainda ignora a realidade. Tal
ignorância em relação à coleta seletiva vem construindo
um dos piores quadros já vistos. Nós colhemos o que
plantamos. É uma pena que o principal grão que está
sendo cultivado seja o lixo. Sei que não sou um especialista
no caso, mas para ver como o lixo se torna uma arma
destruidora não precisa de formação, basta observar a
resposta dada pela natureza. Muitos não fazem caso de
saber o destino do lixo, o que é feito dele, o que ele está
causando etc. Não adianta a população mundial focar nos
Leia o texto e, a seguir, responda as questões 1, 2 e 3.
bens de produção e consumo sem ter um lugar adequado
O protagonista da destruição para realizar a reciclagem e logo após o aterro sanitário.
Josivaldo José Lima da Silva Nós que produzimos o lixo temos por obrigação eliminá-lo
corretamente – pelo menos é o que está na lei. Segundo
A Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos, nº- algumas pesquisas, anualmente, no mundo, é produzido 30
12.305, sancionada em 2010, chegou ao prazo final no bilhões de toneladas de lixo. Onde se depositar tamanha
dia 2 de agosto de 2014 para que as prefeituras se quantidade? Segundo o professor paulista Maurício
adequassem, criando aterros sanitários em substituição Waldman, que possui pós-doutorado em geografia, não
aos lixões a céu aberto. Porém, ela não foi cumprida por temos mundo para tanto lixo e, se nossos hábitos
pelo menos 65% dos municípios brasileiros, e também consumistas não forem mudados, ocorrerá um grande
Surubim. O não cumprimento da lei levou deputados e colapso mundial. O professor afirma ainda que cerca de um
senadores a aprovarem um artigo da Medida Provisória milhão de catadores recicla 13% do lixo produzido no Brasil
(MP) 651/14, que prorroga o prazo até 2018. Entretanto, e mesmo assim existem pessoas que os descriminam.
tal prorrogação corre o risco de ser vetada pela Observamos no dia a dia que a produção de bens está
presidente do Brasil. Governo federal e catadores de lixo demasiadamente absurda. “Possuir” se tornou a meta de
defendem a aplicação da lei o mais rápido possível; toda massa mundial. Em vez de serem providenciados
municípios pedem tempo, além de apoio técnico e aterros sanitários para que o lixo tenha o seu devido fim,
financeiro. É preciso que a população tome vejo a cada dia o quadro sendo revertido, fazendo com que
conhecimento desse debate e não deixe a a natureza tenha os seus dias contados. Até quando o meio
ambiente suportará a irresponsabilidade dos que convivem
responsabilidade apenas nas mãos do governo, mas
e agem de qualquer maneira sobre ele?
busque fazer parte dessa luta que envolve a todos.
É preciso pôr em prática o que já é lei, saindo da
Criado há catorze anos em Surubim, a poucos
posição de acomodamento e parar de culpar uns aos
quilômetros da cidade, no Sítio Casés, a situação do outros. Não apenas Surubim precisa da consciência
lixão é precária: aves aproveitam os restos que populacional como também os demais municípios afetados
rejeitamos e, em meio a isso, pessoas em busca de com tal problemática. É dever de cada um exercer a
sustento, exercendo a reciclagem, pois acreditam em cidadania e estar ciente dos deveres no meio social. A vida
uma mudança vindoura em que a relação homem- nunca deixará de lutar pela sobrevivência. E você, o que
natureza se tornará saudável. Além disso, temos os altos está fazendo para que a vida vença tal luta e recupere o
prejuízos ambientais no solo por conta do chorume e as lugar que lhe foi tomado?
altas queimadas liberando a fumaça tóxica, Professora: Maria Celenilda da Silva Escola: E. R. E. M. Severino Farias –
Surubim (PE)
prejudicando ainda mais o planeta, sem falar do lixo Disponível em: <httpswww.www.escrevendoofuturo.org.br/arqui
hospitalar descartado indevidamente, pondo em risco a vos /5306/textos-finalistas2014.pdf>. Acesso em: 08 maio 2017.
saúde dos catadores e pessoas próximas. “Deveriam
implantar um grande depósito em meio ao lixão com
máquinas que trabalhem para selecionar o tipo de D7 Questão 01 ––––––––––––––––––––––––––◊

1
4ª Prova diagnóstica – 2017 – 3º Série
SEDUCE-GO – PORTUGUÊS - Ens. Médio

Em qual trecho está a tese defendida pelo autor do D (D) “Segundo algumas pesquisas, anualmente, no
texto? mundo, é produzido 30 bilhões de toneladas de
A (A) “É preciso que a população tome conhecimento lixo.”
desse debate e não deixe a responsabilidade E (E) “O professor afirma ainda que cerca de um
apenas nas mãos do governo, mas busque fazer milhão de catadores recicla 13% do lixo produzido
parte dessa luta que envolve a todos. ” no Brasil e mesmo assim existem pessoas que os
(B)“Mas, nesse cenário degradante, entre os descriminam. ”
amontoados, surge um sinal de vida: os girassóis. A
grande flor amarela mostra que a vida pode
renascer onde parece impossível. ” D11 Questão 04 ––––––––––––––––––––––––––◊
(C)“Tal ignorância em relação à coleta seletiva vem Leia o texto e, a seguir, responda.
construindo um dos piores quadros já vistos. ” [...]
(D)“Grande parte da população surubinense e das Ao se desesperar em um congestionamento em
demais regiões que ali faz o depósito dos resíduos São Paulo, daqueles em que o automóvel não se move
ainda ignora a realidade. ” nem quando o sinal está verde, o indivíduo deve saber
(E)“Não adianta a população mundial focar nos bens que, por trás de sua irritação crônica e cotidiana, está
de produção e consumo sem ter um lugar uma monumental ignorância histórica.
adequado para realizar a reciclagem e logo após o São Paulo só chegou a esse caos porque um seleto
aterro sanitário. ” grupo de dirigentes decidiu, no início do século, que não
deveríamos ter metrô. Como cresce dia a dia o número
de veículos, a tendência é piorar ainda mais o
D8 Questão 02 ––––––––––––––––––––––––––◊ congestionamento – o que leva técnicos a preverem
Qual é o argumento que melhor sustenta a tese do como inevitável a implantação de perigos.
texto? Disponível em: <http://oblogderedacao.blogspot.com.br/2012/10
12/10/tipos-de-argumentos.html>. Acesso em: 08 maio 2017.
A (A) A lei não foi cumprida por pelo menos 65% dos
municípios brasileiros, inclusive Surubim. No trecho “São Paulo só chegou a esse caos porque um
B (B) Os altos prejuízos do meio ambiente no solo por seleto grupo de dirigentes decidiu, no início do século,
causa do chorume e as altas queimadas liberam que não deveríamos ter metrô. ”, há uma relação de
fumaça tóxica e prejudica o planeta sem falar no A (A) causa e alternância.
lixo hospitalar.
B (B) adição e proporção.
C (C) Grande parte da população de Surubim e de
C (C) condição e concessão.
outras regiões que não se preocupa com os
D (D) consequência e causa.
resíduos sólidos não se preocupa com a realidade.
E (E) oposição e consequência.
D (D) Não adianta a população de todo o mundo ter
foco nos bens de consumo e produção sem ter
lugar correto para reciclar. D20 Questão 05 ––––––––––––––––––––––––––◊
E (E) Conforme pesquisa, anualmente, em todo o Leia os textos e, a seguir, responda.
mundo, é produzido 30 bilhões de toneladas de Texto I
lixo. É praticamente impossível imaginarmos nossas
vidas sem o plástico. Ele está presente em embalagens
D14 Questão 03 ––––––––––––––––––––––––––◊
de alimentos, bebidas e remédios, além de
eletrodomésticos, automóveis etc. Esse uso ocorre
Em qual fragmento do texto está presente de forma
devido à sua atoxicidade e à inércia, isto é: quando em
predominante uma opinião do autor?
contato com outras substâncias, o plástico não as
A (A) “A Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos,
contamina; ao contrário, protege o produto embalado.
nº- 12.305, sancionada em 2010, chegou ao prazo
Outras duas grandes vantagens garantem o uso dos
final no dia 2 de agosto de 2014(...)”.
plásticos em larga escala: são leves, quase não alteram o
B (B) “Grande parte da população surubinense e das
peso do material embalado, e são 100% recicláveis, fato
demais regiões que ali faz o depósito dos resíduos
que, infelizmente, não é aproveitado, visto que, em todo
ainda ignora a realidade. ”
o mundo, a percentagem de plástico reciclado, quando
C (C) “Sei que não sou um especialista no caso, mas
comparado ao total produzido, ainda é irrelevante.
para ver como o lixo se torna uma arma destruidora Revista Mãe Terra. Minuano, ano I, n. 6 (adaptado).
não precisa de formação, basta observar a resposta
dada pela natureza. ” Texto II
2
4ª Prova diagnóstica – 2017 – 3º Série
SEDUCE-GO – PORTUGUÊS - Ens. Médio

Sacolas plásticas são leves e voam ao vento. Por onde se esticava, engomada, uma toalha de xadrez
isso, elas entopem esgotos e bueiros, causando vermelho, duas xícaras e um bule, sob o abafador
enchentes. São encontradas até no estômago de bordado, anunciavam a ceia.
tartarugas marinhas, baleias, focas e golfinhos, mortos – Você não vem tomar o seu café de leite,
por sufocamento. Conceição? A moça ultimou a trança, levantou-se e pôs-
Sacolas plásticas descartáveis são gratuitas para se a cear, calada, abstraída. A velha ainda falou em
os consumidores, mas têm um custo incalculável para o alguma coisa, bebeu um gole de café e foi fumar no
meio ambiente. quarto. A bênção, Mãe Nácia! – E Conceição, com o farol
Disponível em: <http:// www.vestibularseriado.com.br/provas/ex de querosene pendendo do braço, passou diante do
ercicio.php?ida=93&ide=494>. Acesso em: 20 maio 2017.
quarto da avó e entrou no seu, ao fim do corredor.
Colocou a luz sobre uma mesinha, bem junto da cama, -
Na comparação dos textos, observa-se que
a velha cama de casal da fazenda – e pôs-se um tempo à
A (A) o texto I mostra as vantagens e a versatilidade
janela, olhando o céu. E ao fechá-la, porque soprava um
do uso do plástico na atualidade e o texto II alerta
vento frio que lhe arrepiava os braços, ia dizendo:
os consumidores a respeito dos problemas
– Eh! a lua limpa, sem lagoa! Chove não!... Foi à
ambientais decorrentes de embalagens plásticas
estante. Procurou, bocejando, um livro. Escolheu uns
não recicladas.
quatro ou cinco, que pôs na mesa, junto ao farol.
B (B) o texto I chama a atenção sobre a consequência
Aqueles livros – uns cem, no máximo – eram velhos
do ato de reciclar materiais plásticos e o texto II
companheiros que ela escolhia ao acaso, para lhes
justifica o uso desse material reciclado.
saborear um pedaço aqui, outro além, no decorrer da
C (C) o texto I aponta muitas vantagens, sem
noite. Deitou-se vestida, desapertando a roupa para
qualquer observação, sobre o uso do plástico e o
estar à vontade. Pegou no primeiro livro que a mão
texto II pretende persuadir o leitor a evitar o uso de
alcançou, fez um monte de travesseiros ao canto da
embalagens plásticas.
cama, perto da luz, e, fincando o cotovelo neles, abriu à
D (D) o texto I faz uma afirmação sobre a toa o volume. Era uma velha história polaca, um
possibilidade de contaminação de produtos romance de Sienkiewicz, contando casos de heroísmos,
industrializados rebeliões e guerrilhas. Conceição o folheou devagar,
relendo trechos conhecidos, cenas amorosas, duelos,
A decorrentes do uso do plástico e o texto II insiste episódios de campanha. Largou-o, tomou os outros –
em mostrar as vantagens de consumir sacolas um volume de versos, um romance francês de
plásticas. Coulevain.
B (E) o texto I ilustra o ponto de vista de fabricantes E ao repô-los na mesa, lastimava-se: – Está muito
de embalagens plásticas e a causa do uso delas e o pobre, essa estante! já sei quase tudo decorado!
texto II ilustra o ponto de vista dos consumidores Levantou-se, foi novamente ao armário. E voltou com
em geral, que buscam praticidade. um grosso volume encadernado que tinha na lombada,
em letras de ouro, o nome de seu finado avô, livre-
D10 Questão 06 ––––––––––––––––––––––––––◊ pensador, maçom e herói do Paraguai.
Leia o texto e, a seguir, responda. [...]
Disponível em: <http://ola.coop.br/articles/oceb/0042/9952/o_q
O Quinze uize_obra_-_rachel_de_queiroz.pdf>. Acesso em: 08 maio 2017.
Rachel de Queiroz
Em qual fragmento é possível identificar um aspecto do
Depois de se benzer e de beijar duas vezes a
tempo cronológico?
medalhinha de São José, Dona Inácia concluiu:
A (A) “– E isto chove, hein, Mãe Nácia? Já chegou o
– Dignai-vos ouvir nossas súplicas, ó castíssimo
fim do mês... Nem por você fazer tanta novena...”.
esposo da Virgem Maria, e alcançai o que rogamos.
B (B) “A moça ultimou a trança, levantou-se e pôs-se
Amém. ” Vendo a avó sair do quarto do santuário,
a cear, calada, abstraída.”.
Conceição, que fazia as tranças sentada numa rede ao
C (C) “Era uma velha história polaca, um romance
canto da sala, interpelou-a:
de Sienkiewicz, contando casos de heroísmos,
– E isto chove, hein, Mãe Nácia? Já chegou o fim
rebeliões e guerrilhas.”.
do mês... Nem por você fazer tanta novena... Dona
Inácia levantou para o telhado os olhos confiantes: -
(D) “Largou-o, tomou os outros - um volume de versos,
Tenho fé em São José que ainda chove! Tem-se visto
um romance francês de Coulevain.”.
inverno começar até em abril. Na grande mesa de jantar

3
4ª Prova diagnóstica – 2017 – 3º Série
SEDUCE-GO – PORTUGUÊS - Ens. Médio

(E) “E ao repô-los na mesa, lastimava-se: - Está muito Um dos moradores verificou seus contatos e até avisou a
pobre, essa estante! já sei quase tudo decorado!”. TV Fronteira.
Na Cohab, o papo já foi outro, reclamaram de
diversas formas. Aos gritos: “Como assim... Vender o
D12 Questão 07 ––––––––––––––––––––––––––◊ nosso Morro?”
Leia o texto e, a seguir, responda. Aos berros: “Que diabos... Vender o Morro do
Diabo?!”
Infância E sentidos: “Não temos nada aqui nessa cidade!A
Carlos Drummond de Andrade única coisa boa vão vender?!” Entretanto, numa coisa
Meu pai montava a cavalo, ia para o campo. todos concordaram, o secretário precisava esclarecer
Minha mãe ficava sentada cosendo. esse assunto.
Meu irmão pequeno dormia. [...]
Aluno: Leandro Manoel de Araújo (vencedor da Olimpíada de Língua
Eu sozinho menino entre mangueiras Portuguesa 2016)
lia a história de Robinson Crusoé, Professora: Eloisa Ferreira dos Santos Escola: E. M. E. F. Pedro Caminoto –
Teodoro Sampaio (SP)
comprida história que não acaba mais. Disponível em: <http://www.escrevendoofuturo.org.br/arquivos
(...) /6138/textos-finalistas2016.pdf>. Acesso em: 08 maio 2017.
Lá longe meu pai campeava
no mato sem fim da fazenda. No trecho “Não temos nada aqui nessa cidade!”, o uso
E eu não sabia que minha história do ponto de exclamação foi empregado para
era mais bonita que a de Robinson Crusoé. A (A) mencionar um fato.
Disponível em: <http://www.letras.mus.br/carlos-drummond-de- B (B) esclarecer uma dúvida.
andrade/460647/. Acesso em: 08 maio 2017.
C (C) introduzir uma citação.
O texto tem a finalidade de D (D) reforçar uma afirmação.
A (A) divulgar a história de Robinson Crusoé. E (E) questionar uma informação.
B (B) opinar sobre os acontecimentos do dia a dia.
C (C) instruir as pessoas a respeito da vida no campo.
D (D) informar o leitor sobre a harmoniosa realidade D17 Questão 09 ––––––––––––––––––––––––––◊
de uma família. Leia o texto e, a seguir, responda.
E (E) retratar o cotidiano da infância do eu lírico, por O Islã não é só árabe
meio da linguagem poética. Religião abrange diversas etnias em todo mundo

D17 Questão 08 ––––––––––––––––––––––––––◊ O Islã não é só árabe Religião abrange diversas


Leia o texto e, a seguir, responda. etnias em todo mundo. Boa parte da população ocidental
acredita que o mundo islâmico é aquela porção de países
Do café à notícia! do Oriente Médio que têm como idioma oficial o árabe. Por
isso, são indevidamente considerados árabes alguns países
Tudo começou na sala do secretário. Maria de maioria islâmica, mas que têm outros idiomas, como
Bocatenta, copeira do local, levou o café para a reunião Turquia (línguas turca e curda), Irã (persa), Afeganistão
e além do café serviu-se de informação. (pashtu e dari) e Paquistão (urdu e punjabi).
Saiu da sala atônita, porém não se conteve e [...]
rapidamente passou um “zap” com a informação para O islamismo cresceu em número de adeptos muito
sua cunhada Josefa Mederrua. Essa “muito conhecida” mais fora do mundo árabe do que no local em que a
deu conta de espalhar o boato pela cidade toda. religião nasceu. Basta fazer uma comparação: os países
Numa cidade pequena em população, mas grande islâmicos mais populosos, como a Indonésia (com “apenas”
em extensão é de se espantar como o assunto correu 228 milhões de habitantes), o Paquistão (145 milhões),
tão rápido. Bangladesh (131 milhões) e Nigéria (127 milhões) têm
Os cochichos eram tantos que dividiram opiniões. contingentes humanos muito maiores que o Egito (70
milhões), país de maior população entre os árabes, seguido
Na Vila São Paulo, as pessoas acreditavam que era um
de longe pelo Sudão (36 milhões). Até a Índia,
boato “descabido”, sem nexo e incongruente.
majoritariamente hindu, tem aproximadamente 100
A Vila do centro não expressou opiniões até o
milhões de muçulmanos.
secretário dar mais detalhes sobre o caso. Disponível em: <http://galileu.globo.com/edic/124/rep_dossie1.htm>. Acesso
Na Vila Furlan o cochicho ficou maior e alguns em: 08 maio 2017.
anarquistas organizaram uma passeata contra o fato.
4
4ª Prova diagnóstica – 2017 – 3º Série
SEDUCE-GO – PORTUGUÊS - Ens. Médio

As aspas que foram empregadas na palavra “apenas” D (D) intensifica a determinação do eu lírico ao
têm um sentido realizar sua tarefa.
A (A) real. E (E) demonstra a preocupação do eu lírico em
B (B) crítico. plantar o milho.
C (C) irônico.
D (D) figurado.
E (E) metafórico.

D17 Questão 10 ––––––––––––––––––––––––––◊


Leia o texto e, a seguir, responda.

Poema do milho
Cora Coralina

Milho...
Punhado plantado nos quintais.
Talhões fechados pelas roças.
Entremeado nas lavouras,
Baliza marcante nas divisas.
Milho verde. Milho seco.
Bem granado, cor de ouro.
Alvo.
Às vezes vareia, – espiga roxa, vermelha, salpintada.
Milho virado, maduro, onde o feijão enrama
Milho quebrado, debulhado na festa das colheitas
anuais. (...)
O mato vem vindo junto,
Sementeira.
As pragas todas, conluiadas.
Carrapicho. Amargoso. Picão.
Marianinha. Caruru-de-espinho.
Pé-de-galinha. Colchão.
Alcança, não alcança.
Competição. Pac... Pac... Pac...
a enxada canta.
Bota o mato abaixo.
Arrasta uma terrinha para o pé da planta.
"... – Carpa bem feita vale por duas..."
Quando pode.
Quando não... sarobeia.
Chega terra O milho avoa. (...)
Disponível em: <http://www.jornaldepoesia.jor.br/cora.html#milho>. Acesso
em: 08 maio 2017.

Nos versos “Pac... Pac... Pac... / a enxada canta.”, o uso


das reticências
A (A) aponta a utilidade do trabalho braçal do eu
lírico.
B (B) enfatiza a colheita do milho plantado nos
quintais.
C (C) mostra a competição das pragas daninhas na
plantação.