Você está na página 1de 31

DIAGRAMA DE FASES

Tópicos da Aula:
• Motivação.
• Algumas definições.
• Sistemas com um único componente (Diagramas Unários).
• Diagramas de Fases Binários.
• Sistemas Eutéticos Binários.
• Desenvolvimento da Microestrutura em Ligas Eutéticas.
MOTIVAÇÃO

 Dá informações sobre microestrutura e propriedades


mecânicas em função da temperatura, composição e
quantidade de fase em equilíbrio.

 Permite a visualização da solidificação, fusão, fundição,


cristalização, entre outros.

 Prediz as transformações de fases.

 Dá informações sobre outros fenômenos.


MOTIVAÇÃO

 Dependendo da composição, são possíveis vários


tipos diferentes de microestruturas para o
resfriamento lento de ligas que pertencem a
sistemas Eutéticos binários.

 Soldas Isentas de Chumbo


• Diagrama de fases estanho-bismuto
DEFINIÇÕES BÁSICAS

 RESUMINDO:
• Diagramas de Fase são também chamados de Diagramas
de Equilíbrio ou de Constituição e

• São mapas que apresentam a relação de fases em


equilíbrio em função da temperatura, pressão e
composição.

• Fornecem as informações necessárias para o controle


das fases e microestruturas em um dado metal ou liga
conforme o equilíbrio termodinâmico.
DEFINIÇÕES BÁSICAS

 RESUMINDO:
DIAGRAMA DE FASES UNÁRIOS

 Tipo mais simples e mais fácil de diagramas de


fases.

 É um sistema com um único componente.

 É um diagrama de fases para uma substância pura.

 Pressão e Temperatura são as variáveis, por isso


leva o nome de diagrama pressão-temperatura (ou
P-T).
DIAGRAMA DE FASES UNÁRIOS

 Exemplo de diagrama Unário para a H2O.

 Ponto 2 – Ponto de Fusão


 Ponto 3 – Ponto de Ebulição
DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS

 São mapas que representam as relações entre a


temperatura e as composições e quantidades de fases em
equilíbrio.

 Muitas microestruturas se desenvolvem a partir de


transformações de fases – que são mudanças que ocorrem
quando a temperatura é modificada.

 Os diagramas binários são úteis para prever as


transformações de fases e as microestruturas resultantes.
DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS
ISOMORFOS
 ISOMORFOS (Quando a solubilidade é completa)

Exemplo do diagrama (liga Ni-Cu).


DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS

 Interpretação de um Diagrama em Equilíbrio:

1. Fases Presentes.

2. Determinação das Composições das Fases.

3. Determinação das Quantidades das Fases (Regra da


Alavanca).
DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS

 INTERPRETAÇÃO
1. Diagrama de Equilíbrio de Fases Presentes Cu-Ni.

– Ponto A
– 1100°C
– Fases Presentes:
» Solução sólida α
– Ponto B
– 1250°C
– Fases Presentes:
» α+L
DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS

 INTERPRETAÇÃO
2. Composição Química das Fases:
– Ponto B (T = 1250°C).
– Fases em Equilíbrio:
» α+L
– Composição Química
– Da mistura:
» 35,0%pNi – 65,0%pCu
– Fase α
» 42,5%pNi – 57,5%pCu
– Líquido
» 31,5%pNi – 68,5%pCu
DIAGRAMA DE FASES BINÁRIOS
 INTERPRETAÇÃO
3. REGRA DA ALAVANCA INVERSA: Nome
pouco usado mas mais correto para
descrever o fenômeno.
Forma de aplicação da regra:
• Traçar uma linha de amarração na
região bifásica, linha horizontal
representando;
• Marcar o ponto da composição química
global da liga, esse ponto dividirá a
linha em duas partes e será o apoio da
alavanca (ponto Co).
• A fração da fase será dada pelo
comprimento da linha de amarração do
ponto de apoio até a fronteira entre
fases com a “OUTRA FASE” e dividindo
pelo comprimento total da linha de
amarração.
• A fração da outra fase é calculada de
forma semelhante.
SISTEMAS EUTÉTICOS BINÁRIOS

 São encontradas 3 regiões monofásicas distintas:


• ,  e L.
•  - rica em Cobre e Prata
como soluto. Apresenta
uma estrutura CFC.
•  - rica em Prata e Cobre
como soluto. Apresenta
uma estrutura CFC.
• Linhas do limite de
Solubilidade.
SISTEMAS BINÁRIOS EUTÉTICOS

1. Temperaturas baixo da linha BEG apenas uma concentração limitada


de Prata irá se dissolver no Cobre – idem para o Cobre.
2. CBA –limite de
solubilidade para a fase .
3. B (8%p Ag, 779ºC)
Solubilidade máxima da
Prata no Cobre na fase .
4. G (8,8%p Cu, 779ºC)
Solubilidade máxima do
Cobre na Prata na fase .
SISTEMAS BINÁRIOS EUTÉTICOS

1. 3 regiões bifásicas +L ;  + L e +.


2. Eutético : ponto onde o equilíbrio é invariante, portanto o equilíbrio
entre três fases ocorre a uma
determinada temperatura e as
composições das três fases são fixas.
3. Composição Eutética – solidifica
a uma T abaixo de qualquer outra liga.
4. Temperatura Eutética – T mais
baixa a qual pode existir fase líquida.
SISTEMAS EUTÉTICOS BINÁRIOS

 Temperaturas baixo da linha BEG apenas uma concentração limitada


de Prata irá se dissolver no Cobre – idem para o Cobre.
 CBA –limite de
solubilidade para a fase .
 B (8%p Ag, 779ºC)
Solubilidade máxima da
Prata no Cobre na fase .
 G (8,8%p Cu, 779ºC)
Solubilidade máxima do
Cobre na Prata na fase .
SISTEMAS EUTÉTICOS BINÁRIOS

 3 regiões bifásicas +L;  + L e +.


 Eutético : ponto onde o equilíbrio é invariante, portanto o equilíbrio
entre três fases ocorre a uma
determinada temperatura e as
composições das três fases são fixas.
 Composição Eutética – solidifica
a uma T abaixo de qualquer outra liga.
 Temperatura Eutética – T mais
baixa a qual pode existir fase líquida.
SISTEMAS EUTÉTICOS BINÁRIOS
SISTEMAS EUTÉTICOS BINÁRIOS

 Exemplo para determinação das fases presentes e


cálculos das composição de fases e quantidades
relativas
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
 Caso 1 - Composição de 2%p Sn

 Varia entre a composição de


um componente puro e a
solubilidade sólida máx. para
o componente a temp.
ambiente.

 Muito pequena a faixa de


composições químicas em
que pode se formar estrutura
monofásica .
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
 Caso 2 - Composição de 15%p Sn

 Ao ser ultrapassado o limite de


solubilidade (linha Solvus) de Sn
no Pb, ocorre a precipitação da
fase, de reticulado cristalino
distinto da fase  e com distintas
propriedades físico-químicas.
 2% até 18,3% - ricas em Pb
 97,8% até 99% - ricas em Sn
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS

 Caso 3 - Solidificação da composição Eutética


• A transformação Eutética corresponde à formação de
uma mistura de duas fases  e  a partir do líquido
formando um arranjo
interpenetrado.
• Isoterma eutética
• Representação da
reação através:
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS

 Caso 3 - Solidificação da composição Eutética


• A transformação consiste em camadas alternadas
(lamelas) das fases α e β.
• Essa estrutura é
chamada de estrutura
eutética
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS

 Fotomicrografia mostrando a  Representação esquemática da


microestrutura de uma liga de formação da estrutura Eutética
Chumbo-Estanho com para um sistema Chumbo-
composição Eutética Estanho

Camadas escuras é a fase  rica em Pb.


Camadas claras é a fase  rica em Sn.
Ampliação de 375x
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
 Caso 4 - Todas as composições que durante o resfriamento
cruzam a isoterma Eutética (com exceção da composição
Eutética).

• Em ligas hipo-eutéticas
ocorre inicialmente
precipitação de fase primária
dendritas de  pró-eutéticas.
• O líquido Eutético residual
L (61,9% Sn) se transforma
em microestrutura Eutética
[ (18,3% Sn)+  (97,8%Sn)].
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
 Caso 4:
 Para distinguir uma fase  da outra, aquela que reside na
estrutura eutética é
conhecida por α eutética.
Enquanto aquela que se
formou antes do cruzamento
da isoterma eutética é
conhecida por α primária;
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
 Em se tratando de microestruturas, algumas vezes é
conveniente usar o termo microconstituinte, isto é, um
elemento da microestrutura que possui uma estrutura
característica e identificável.
 Por exemplo, existem dois microconstituintes, quais sejam,
a fase α primária e a estrutura eutética. Dessa forma, a
estrutura eutética é um microconstituinte, embora ela seja
uma mistura de duas fases, pois possui uma estrutura
lamelar distinta, com uma razão fixa entre as duas fases.
DESENVOLVIMENTO DA MICROESTRUTURA
EM LIGAS EUTÉTICAS
LISTA DE EXERCÍCIOS

 Lista de Exercícios:
Resolva os exercícios do livro: Ciência e Engenharia dos Materiais, 8ª Edição,
Callister.

1. 9.2
2. 9.6
3. 9.29
4. 9.31
5. 9.33

DATA DA ENTREGA DESSA LISTA DIA 12/09/17


PRÓXIMA AULA

DIAGRAMA Fe-C

 Sistema de liga binário mais importante,


sendo os materiais mais utilizados pelo
homem.