Você está na página 1de 27

Curso online de Benzeno

O que é Benzeno
• Composto orgânico que tem a fórmula C6H6
• Altamente inflamável.(Ponto de fulgor: - 11° C )
• É formado tanto pela natureza quanto por
processo humano. A queima de árvores e
eventos geológicos, como vulcões geram, o
produto.
• Hidrocarboneto Aromático
ONDE O BENZENO É UTILIZADO?
• Na produção de Derivados de Petróleo
• Produção de Coque e carvão
• Produção de borracha para pneus
• Pesticidas
• Tintas e solventes
• Laboratórios (medicamentos)
• Produções Químicas (detergentes)
Dispositivos Legais
• Portaria MTPS Nº 1109 DE 21/09/2016
• Publicado no D.O. em 22 set 2016
• Aprova o Anexo 2 - Exposição Ocupacional ao
Benzeno em Postos Revendedores de
Combustíveis - PRC - da Norma
Regulamentadora nº 9 - Programa de
Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA.
Limite de tolerância
• A legislação estabelece o limite de tolerância
de 1 mg/Litro (o mesmo que 1 g/m3), Mais ou
menos como um comprimido em uma caixa
dágua de 1000 litros.
Outras Referências
• A Instrução Normativa nº 2, (IN2) de 20 de
dezembro de 1995, “Vigilância da saúde dos
trabalhadores na prevenção da exposição
ocupacional ao benzeno”,
• Anexo 13 A da NR-15, Portaria nº 3214/78,
SSST/MTb. 1995.
• Anexo II NR 9 PPRA
Treinamento Benzeno
• 4 (QUATRO) HORAS.
a) RISCOS de exposição ao benzeno e VIAS DE ABSORÇÃO;
b) conceitos básicos sobre MONITORAMENTO AMBIENTAL,
biológico e de saúde;
c) SINAIS E SINTOMAS de intoxicação ocupacional por
benzeno;
d) medidas de PREVENÇÃO;
e) procedimentos de emergência;
f) caracterização básica das instalações, atividades de risco e
PONTOS DE POSSÍVEIS EMISSÕES de benzeno;
g) DISPOSITIVOS LEGAIS sobre o benzeno.
Onde Tem Exposição?
Principalmente onde houver vapores de
combustíveis líquidos contendo o produto:
Gasolina, por exemplo.
Mas também em algumas tintas, solventes,
inseticidas, medicamentos.
COMO O BENZENO ENTRA EM NOSSO
CORPO?
• RESPIRAÇÃO,
• da PELE e, é mais rápida quando há algum
ferimento (OSHA).
• em alguns casos, pela INGESTÃO.
• Transferência através da PLACENTA de uma
mãe grávida para o seu feto
Qual é a principal via pela qual o
benzeno penetra no corpo?
• A RESPIRAÇÃO é a via mais importante de
absorção é entre 10 e 50%, dependendo da
dose, e 0,1% é eliminado pela urina.

Além disso, é mais DIFÍCIL EVITAR que a


pessoa respire o produto que está DISPERSO
NO AR do que controlar a sua penetração pela
pele ou a sua ingestão.
Como o benzeno pode ser absorvido
por outras vias?
• O benzeno e os produtos que o contêm (gasolina,
por exemplo), QUANDO EM CONTATO COM A
PELE, são absorvidos e PASSAM para a corrente
sanguínea podendo provocar os mesmos danos
de quando é inalado. A absorção de vapor de
benzeno pela pele, no entanto, É MUITO BAIXA e
NÃO EXCEDE 1% do que é absorvido pela
respiração na mesma condição (HANKE,
DUTKIEWICZ, PIOTROWSKI, 2000), mas, por se
tratar de substância cancerígena, é significante do
ponto de vista do risco à saúde.
Uniforme Contaminado
• uma fonte de absorção do benzeno pela pele
é a roupa. Verificou- se que a troca frequente
dos uniformes de trabalho diminui a absorção
de benzeno pelo organismo. (COLEMAN;
COLEMAN, 2006).
Partes do Corpo
• Pé
• Palma da Mão e Tornozelo (5X)
• Costas e Braços (10x)
• Cabeça (34x)
• Escroto (300 x)

Fonte: Fundacentro: Efeitos da exposição ao


benzeno para a saúde.
• Também pode entrar pela BOCA. Em geral ocorre
acidentalmente quando se tem o hábito de
comer, beber ou fumar no ambiente de trabalho
ou devido a práticas inadequadas, como
“PUXAR” GASOLINA DO TANQUE COM A BOCA.
Pode ser ingerido também através de água
contaminada (por exemplo, poço artesiano ou
mesmo poço comum nas redondezas de um
posto de gasolina ou de parque industrial onde
este agente pode ser ou pode ter sido utilizado).
Monitoramento Ambiental
• Como podemos saber se estamos expostos ao
benzeno?
• Com avaliações ambientais QUALITATIVAS ou
QUANTITATIVAS (quando necessárias) e do IBE
indicador biológico de exposição.
IBE – Indicador Biológico de Exposição
• são FERRAMENTAS utilizadas na prática de
HIGIENE DO TRABALHO e como instrumento
auxiliar de vigilância à saúde.

Podendo ser utilizado o conceito de GHE –


Grupo Homogêneo de Exposição. (grupo de
trabalhadores expostos ao mesmo tipo de
risco – PPRA)
Exames
• Hemograma (com contagem de plaquetas)
• Contagem de Reticulócitos (Se o número
de RETICULÓCITOS não se elevar com uma
ANEMIA, é provável que exista algum grau de
disfunção da MEDULA ÓSSEA. Diminuição da
percentagem de reticulócitos pode ser vista,
por exemplo, com: ANEMIA POR DEFICIÊNCIA
DE FERRO.)
benzeismo
• Benzenismo é um conjunto de sinais, sintomas
e complicações decorrentes da exposição
aguda ou crônica ao benzeno.
Sinais e Sintomas
• Os sintomas podem ser evidentes e surgir
rapidamente quando houver exposição aguda,
ou poderá ser sutil e aparecer ao longo de
uma exposição continuada e prolongada.
Efeitos na Saúde
• Irritante para as mucosas (olhos, nariz e boca)
• Quando aspirado (edema pulmonar –
inflamação aguda no pulmão), além de
hemorragia na área de contato.
• Ataca o SNC: Sonolência e excitação, tonturas,
dor de cabeça, enjoo, náuseas, taquicardia,
dificuldade respiratória, tremores, convulsão,
perda de consciência e morte.
• Câncer
As exposições a longo prazo
• Alterações na medula óssea, no sangue, nos
cromossomos, no sistema imunológico, e
vários tipo de câncer.
• Câncer do sistema linfático (linfoma), de
pulmão e de bexiga.
Na medula óssea
• A medula óssea é um órgão formador de
sangue, pois é na medula óssea que ficam as
células tronco, que dão origem a todas as
células do sangue. Quando o benzeno atinge a
medula óssea, ele modifica qualitativa e
quantitativamente a produção destas células
sanguíneas, causando transtornos no sistema
imunológico, quantidades de plaquetas,
quantidade de glóbulos brancos e vermelhos
desproporcionais, causando doenças graves.
Algumas doenças
• Leucocitose: aumento dos leucócitos. Trombocitopenia
(plaquetopenia): diminuição das plaquetas, que atuam na
coagulação do sangue. Macrocitose: células vermelhas aumentadas
de tamanho e possivelmente com alteração no transporte de gases.
Benzeno2011.indd 17 enzeno2011.indd 17 22/10/2012 08:36:05
2/10/2012 08:36:05 18 Pontilhado basófilo: estrutura anormal no
citoplasma das hemácias. Hiposegmentação do núcleo dos
neutrófilos (anomalia de Pelger): uma alteração morfológica dos
neutrófilos. Macroplaquetas: plaquetas com tamanho aumentado.
Aplasia de medula (pancitopenia): depressão generalizada da
medula óssea que se manifesta por uma redução importante de
todos os tipos de células. Eosinofilia: aumento de eosinófilos.
Leucemias ou cânceres do sangue: existem vários tipos: leucemia
mieloide aguda (LMA), mielomonocítica (LMMoA), monocítica
(LMoA), promielocítica, aguda indiferenciada, linfoide aguda (LLA),
mieloide crônica (LMC), linfoide crônica (LLC), eritroleucemia.
Doenças Neuropsicológicas e
neurológicas
• O benzeno, assim como todos os solventes, pode causar
FALHA NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DO CONHECIMENTO,
detectado nas áreas correspondentes a: ATENÇÃO,
PERCEPÇÃO, MEMÓRIA, HABILIDADE MOTORA, VISÃO
ESPACIAL (percepção do espaço — capacidade de observar
o movimento de um objeto no espaço), VISOCONSTRUTIVA
(capacidade de observar e de construir um objeto a partir
de um modelo), FUNÇÃO EXECUTIVA (envolve o
planejamento, a organização e a sequência de como
realizar uma tarefa), RACIOCÍNIO LÓGICO, LINGUAGEM E
APRENDIZAGEM. Além dessas, surgem outras alterações,
como: ASTENIA CEFALEIA, DEPRESSÃO, INSÔNIA, AGITAÇÃO
E ALTERAÇÕES DE COMPORTAMENTO.
Alterações auditivas
• No sistema auditivo, assim como ocorre com
outros solventes orgânicos, podem aparecer
alterações tanto periféricas, como centrais e
podem ser observadas: PERDAS AUDITIVAS
NEUROSSENSORIAIS (diminuição gradual da
audição), ZUMBIDOS, VERTIGENS E
DIFICULDADES NA INTERPRETAÇÃO DO QUE
SE OUVE.
PREVENÇÃO
• Usar o creme nas mãos e outros EPIs
• Monitoramento Biológico
• Monitoramento ambiental
• Abastecer contra o vento
• Abastecer até o gatilho
• Nunca “sugar” o combustível.
• Cuidados no manusear a vareta de verificação de
estoques
• Cuidados na limpeza da entrada dos tanques e
sumps
Emergência
• PLANO DE AÇÃO DE EMERGÊNCIAS.
• FISPQs
• Isolar a área
• Manter a vítima exposta em local ventilado
• Encaminhar ao atendimento médico
• Nunca provocar vômito, em caso de ingestão
• Nunca tomar leite, após a ingestão
• Lavar bem os olhos, após contato
• Trocar os uniformes
• Lavar os uniformes
• Não utilizar estopas na pista de abastecimeto

Você também pode gostar